Вы находитесь на странице: 1из 6

Temas

Síntese Pulmonar • Pneumonia


Pneumonia
GESEP • Derrame Pleural

• Asma

• DPOC

Sintomas
Achados clínicos
Sinais
S. pneumoniae
Agentes
50%
Exames Iniciais
Tosse c/ ou s/ catarro SIRS (T > 38°C, taquipnéia, ↓PA)
Hemoptise
Germes Atípicos
↑FTV
• M. pneumoniae 18%
Febre e calafrios Submacicez
• C. pneumoniae RxT (em 4h)

Dispnéia Crepitações finas, sons brônquicos, • Legionella sp


pectorilóquia, egofonia, roncos e
Dor pleurítica
sibilos
Vírus 10% Hemograma

Mialgia, mal-estar, fadiga H. influenzae 5%


Oximetria pulso: ↓SO2
Sx gastrintestinais Outros Ureia, creatinina, Na, K

Confusão • S. aureus
Sintomas e sinais atípicos nos idosos e pacientes com doenças crônicas • BGN 4% PCR

• Anaeróbios
Fatores de Risco
• Outras bactérias mistas PFH
> 65a, HIV, antibiótico recente, asma, DPOC, AVC, IRC, ICC, DM,
Desconhecida 50%
hepatopatia, neoplasia

Estratificação do Risco

Alveolar x Intersticial Outros Exames Índice de Severidade da Pneumonia Adquirida na Comunidade

pH < 7.35 +30


Uréia > 60mg/dl +20
Escarro? Hemocultura? Sorologia? PCR? Métodos invasivos? Masculino Idade Na < 130mEq/L +20
Feminino Id - 10 Glicemia > 250mg/dL +10
Asilo + 10 VG < 30% +10
Graves.
PO2 < 60mmHg ou SO2 < 90% +10
Hospitalizados.
D. pleural +10
Não responsivos ao tratamento inicial.
Suspeita de germes resistentes.
Neoplasia +30
Hepatopatia +20
TOTAL DE PONTOS ?
ICC +10
Processar se: IRC +10
Sangue, urina (ag Aspirado
pneumocócico, endotraqueal
• < 10céls. 2 amostras ag Legionella), Fibrobroncoscopia Alteração mental +20
epiteliais FR > 30rpm +20
escarro e LBA Toracocentese
• > 25 PMN (Mycoplasma) PS < 90 mmHg +20
Alveolar Intersticial • < 2h no lab. T < 35 ou > 40°C +15
P > 125 bpm +10
Estratificação do Risco

CURB 65 Critérios de melhora Cuidado


• Confusão
• Uréia ≥ 40mg/dl Complicações:
Mimetizam:

• Respiração ≥ 30mrpm
• Blood pressure (PS<90 ou PD≤60 mmHg) Derrame pleural
Asma, DPOC

• ≥ 65 anos Melhora dos sintomas de SIRS


Empiema
Bronquiectasia

PCR > 50% em 4 dias


Abscesso
EAP, Tb, Ca, TEP

0-1 =2 ≥3

RxT: repetir em 6 semanas Infecção metastática


Atelectasia, corpo
estranho

Ambulatorial Internar UTI Dça intersticial


(mort < 3%) (mort. 9%) (mort. 15-40%)

Sintomas e Sinais Raio x

Derrame Pleural Assintomático Sem sinais (pequeno)

Dor pleurítica ↓FTV


ventilatório
dependente ↓mv

Dispnéia macicez (pétrea)

↓Expansibilidade

Taquipnéia

Toracocentese Toracocentese O Aspecto Ajuda?


Câncer
TEP
Tb
Acidente punção

Câncer
Puncionar se d. pleural > 10mm, assimétrico e ↑Triglicerídeos
se não houver congestão pulmonar
O Aspecto Ajuda? Tipo? Outros exames
Pneumonia
Empiema Critérios de Light Exame Interpretação
Câncer AR, Tb, neo, empiema
RVM
Critério Exsudato Transudato ↓Glicose
Tb pt pleural / pt sérica > 0.5 ≤ 0.5
Exsudato Colagenoses ↑Amilase Pancreatite
TEP
LDH pleural / LDH sérico > 0.6 ≤ 0.6 FR, FAN, Céls LE AR, LES

ICC LDH pleural (em relação ao sérico) > 2/3 < 2/3 ↓Complemento LES, AR
Desnutrição
S. Nefrótica Outros Critérios ↑Adenosina deaminase (ADA) Tb
Cirrose
Alb sérica - Alb pleural ≤ 1.2g/dl > 1.2g/dl
TEP Biópsia Neoplasia
Transudato

Quando drenar? O que é?


• pH < 7,2*

• Dispnéia por grandes Asma Inflamação

derrames*

• Glicose < 40mg/dl


Obstrução Secreções
• LDH > 1000UI/L

• Presença de septos

Quem tem? História Gatilhos


10% de prevalência
Sx cardinais: sibilos, HMF de asma . Exercícios.
dispnéia, desconforto HMP de atopia.

90% dg < 6 anos ( > ) torácico, tosse* Infecções respiratórias Irritantes
ambientais: tabaco, poluição, químicos.
Pode desaparecer na adolescência Sx variáveis e Geralmente o 1º
intermitentes. Pior de sintoma é na Alergenos: pólen, poeira, penas e pêlos de
Mais comum em atópicos
manhã infância animais.
HMF ⊕ em parente de 1º grau - 40% chance
Gatilhos: exercícios, Se início em adulto Medics: β-bloq, AINES.
HMF ⊕ em dois parentes 1º grau - 80% chance vírus e alergenos ver asma ocupacional
Rinite.
Peak Flow (PFE)
Exame físico Como diagnosticar?

Clínica
Pode ser normal. Peak flow ou Espirometria
PFE 2 sem: Variab (dia e noite)≅20%
Sibilos expiratórios difusos na ausculta. Reversibilidade PFE 30min:Variab (exercício) ≥20%

Resposta ao tratamento PFE pós BD: PFE ↑20% (≥60 l/min)

PFE pós CE (6 sem IN ou 2 sem VO):


PFE ↑20% (≥60 l/min)

Espirometria (VEF1) Asma x DPOC Dg Asma grave


Ataque severo anterior, incluindo prévia VM
Asma e DPOC: obstrução de vias aéreas (VA). Admissão em hospital no último ano
Asma: obstrução transitória e reversível das Uso frequente de medicamentos
vias aéreas (com melhora espontânea ou pelo
tratamento) Falta de um plano de ação pessoal

DPOC: obstrução fixa e irreversível VA. Pouca aderência


VEF1pós BD:VEF1 ↑15% (≥200ml)
Fatores psicossociais
VEF1pós CE (6 sem IN ou 2 sem VO):VEF1 ↑15% (≥200ml)

Dg Asma grave Diagnóstico ≠


Gravidade da Exacerbação

FR > 25/min PFE


Tipo Clínica DPOC, ICCE e Carcinoma broncogênico
(do melhor ou do previsto)

Fc, Fc Bronquiectasia
Moderada 50-75% nada severo
cianose (SO2<92%) Corpo estranho
Fr>25/min, Fc>110/min,
Severa 33-50%
sem sibilos não completa sentenças Problemas respiratórios funcionais:
hipotensão hiperventilação e disfunção da corda vocal
Risco vida < 33% qq sinal de risco de vida

confusão e exaustão Aspergilose, TEP, Anafilaxia


Gordo, brevilíneo
Fácies “dorminhoco”
Alterações Dispnéia discreta
Não utiliza ponto de ancoragem
Muita tosse com expectoração
Edema e ICC
↑CO2, ↓O2, ↑HCO3, ↑VG
Hiperinsuflação Pouca obstrução
DPOC ↓ capacidade de difusão do CO2
Magro, longilíneo
↓ O2 Fácies “angustiada”
Dispnéia intensa
Hipoventilação alveolar Utiliza ponto de ancoragem
Pouca tosse com expectoração
Intolerância ao exercício Edema e ICC raros
Gaso normal,VG não tão alto
Obstrução grave

Função Pulmonar
1 3
ENFISEMA BRONQUITE 2
↑CO2, ↓O2,
Gaso quase normal ↑HCO3, ↑HT
ENFISEMA5 6
4
BRONQUITE DPOC
8
7 9

10 OBSTRUÇÃO DE
VIAS AÉREAS
ASMA
ASMA
11

Sintomas Espirometria Sintomas Espirometria


mMRC CAT Tiffenaud (VEF1/CVF < 0.7) mMRC CAT Tiffenaud (VEF1/CVF < 0.7) Tratamento
MRC: Medical Research Council
MRC: Medical Research Council
Exacerbações
Exacerbadores: IVAS ou IVAI, ICC, Medicamentos,
TEP, pneumotórax, Ca pulmão

Bactérias envolvidas:
Haemophylus influenzae (22%)
Pseudomonas aeruginosa (15%)
Streptococcus pneumoniae (10%)
Moraxella catharralis (9%)