Вы находитесь на странице: 1из 64

Matemática Financeira

Prof.ª Esp. Jandira Barroso


1
Recordando

Recordando...

Juros Composto: possuem um novo valor a cada período


de tempo determinado, ou seja, os juros aumentam
conforme o tempo passa, pois são somados ao saldo
anterior.

Vimos ainda,
- Taxas Equivalentes de Juros Compostos
- Taxa Nominal e Taxa Efetiva
2
- Juros Simples e Descontos
Séries Uniformes de Pagamentos
4.1 Definição
As séries uniformes de pagamentos, anuidades ou rendas
são tais que, por meio de prestações iguais (R), possa se
chegar a um determinado montante (M), valendo tanto
para investimentos, financiamentos bancários ou
comerciais.

• Postecipadas
• Antecipadas
• Diferidas
3
Séries Uniformes de Pagamentos
4.1.1 Postecipadas
Não há entrada

1+i n−1
PV = PMT.
1 + i n. i

Onde
PMT= Número de Prestações
PV=Presente Valor
i=Taxa de Juros
4
n=Tempo decorrido
Séries Uniformes de Pagamentos
Ou;

1+i n−1
M = PMT.
i

Onde
PMT= Número de Prestações
M=Montante
i=Taxa de Juros
n=Tempo decorrido
5
Séries Uniformes de Pagamentos
Fluxo de Caixa

6
Séries Uniformes de Pagamentos
4.1.2 Antecipadas
Primeiro Pagamento ocorre no ato

n
1+i −1
M = PMT. n−1 . i
1+i

Onde
PMT= Número de Prestações
M=Montante
i=Taxa de Juros
7
n=Tempo decorrido
Séries Uniformes de Pagamentos
Fluxo de Caixa

8
Séries Uniformes de Pagamentos
4.1.3 Diferidas
Há período de Carência
1 − 1 + i −n
𝑖
PV = PMT.
1 + i c−1

Onde
PMT= Número de Prestações
PV=Presente Valor
i=Taxa de Juros
n=Tempo decorrido 9
Séries Uniformes de Pagamentos
Fluxo de Caixa

10
Séries Uniformes de Pagamentos
Exemplo 1: Qual o valor da prestação de um
financiamento de R$ 5.000,00, no prazo de 10 meses, a
uma taxa de 3,0% a.m.? (Postecipada)

Resolução
PMT=?
PV=5.000,00
n= 10 meses
i=3% a.m ou i=0,03

11
Séries Uniformes de Pagamentos
1+i n−1
PV = PMT. n

1+ i .i
1 + 0,03 10 − 1
5.000 = 𝑃𝑀𝑇.
1 + 0,03 10 . 0,03

𝑃𝑀𝑇. 0,344 5000.0,0403


5.000 = → 𝑃𝑀𝑇 = → 𝑃𝑀𝑇
0,0403 0,344
= 586,01

Portanto a prestação será de R$ 586,01 12


Séries Uniformes de Pagamentos
Exemplo 2: Qual o valor da prestação de um
financiamento de R$ 5.000,00, no prazo de 1+9 meses, a
uma taxa de 3,0% a.m.? (Antecipada)
Resolução
1+i n−1
PV = PMT. n−1

1+i .i
1 + 0,03 10 − 1 𝑃𝑀𝑇. 0,344
5.000 = 𝑃𝑀𝑇. 10−1
→ 5.000 =
1 + 0,03 . 0,03 0,03914
5000
→ 5000 = 8,796𝑃𝑀𝑇 → 𝑃𝑀𝑇 = → 𝑃𝑀𝑇 = 569,08
8,7861
13
Séries Uniformes de Pagamentos
Exemplo 3: Uma mercadoria encontra-se em promoção e
é comercializada em 7 prestações iguais de R$ 200,00.A
loja está oferecendo ainda uma carência de 6 meses para
o primeiro pagamento. Determine o valor à vista desta
mercadoria, sabendo-se que a taxa de juros praticada
pela loja é de 3% ao mês.

Resolução
PMT=200,00
n=7 (Tempo decorrido)
i=3%a.m
14
c=6 meses
Séries Uniformes de Pagamentos

1 − 1 + i −n
𝑖
PV = PMT. c−1

1+i
1 − 1 + 0,03 −7 0,187
0,03 0,03
PV = 200. 6−1
→ PV = 200.
1 + 0,03 1.159

6,230
→ PV = 200. → PV = 200.5,375 → PV = 1.075,06
1.159

Logo o valor à vista será de R$ 1.075,06 15


Sequências Variáveis de
Pagamento
4.2 Definição
As séries Variáveis de pagamentos, consiste em entradas
e saídas de caixa com intensidades diferentes e
periodicidades diferentes.

16
Sequências Variáveis de
Pagamento
O devedor em questão paga periodicamente valores
variáveis de acordo com a condição ou de acordo com a
combinação realizada inicialmente, onde os juros do saldo
devedor são pagos sempre ao final de cada período.
Uso comum: Cartões de crédito.

Dado: O devedor pagará a dívida da seguinte forma:


No final do 1º. mês: R$ 20.000,00 + juros
No final do 2º. mês: R$ 15.000,00 + juros
No final do 3º. mês: R$ 30.000,00 + juros
No final do 4º. mês: R$ 50.000,00 + juros
No final do 5º. mês: R$ 95.000,00 + juros 17
Valor Presente Líquido
4.3 Definição
O (VPL) é o valor presente de todas as entradas e saídas
de caixas futuros.

FC1 𝐹𝐶2 𝐹𝐶3 𝐹𝐶𝑛


VPL = FC0 + 1
+ 2
+ 3
+ ⋯+ 𝑛
1+𝑖 1+𝑖 1+𝑖 1+𝑛

FCn= Fluxo de caixa no período n


i= Taxa de Juros
n=Prazos 18
Valor Presente Líquido
• O que é Valor Presente Liquido?

• E isso interfere nos investimentos?

• Valor Presente Líquido, ou VPL, determina e auxilia na


tomada de uma decisão diante investimento financeiro

• Também chamado de Valor Atual Líquido (VAL) ou


método do valor atual.

19
Valor Presente Líquido
Serão levados em consideração o valor de investimento
inicial, tempo que será investido, o fluxo de caixa e o
retorno dentro desse período.

• Qual a intenção então de determinar o VPL?

• O Dinheiro que receberemos futuramente não vale o


mesmo que o que recebemos no presente. Os juros,
corrigem os valores à medida que o tempo passa.

20
Taxa Interna de Retorno
4.4 Taxa Interna de Retorno
• Analise “Taxa Mínima de Atratividade”, ou TMA ou
TIR.

FC1 𝐹𝐶2 𝐹𝐶𝑛


0 = FC0 + 1
+ 2
+ ⋯+ 𝑛
1 + 𝑇𝐼𝑅 1 + 𝑇𝐼𝑅 1 + 𝑇𝐼𝑅

FCn= Fluxo de caixa no período n


𝑇𝐼𝑅 =Taxa Interna de Retorno
n=Prazos 21
Valor Presente Líquido

Então;

VPL TIR Decisão


VPL>0 TIR>0 Fazer o Projeto
VPL=0 TIR=0 Indiferença
VPL<0 TIR<0 Não Fazer o Projeto

22
Valor presente Líquido
Exemplo 4: Uma empresa de software está analisando a
possibilidade de realizar um projeto com duração de 3
anos, que necessitará de um investimento de R$
2.000,00. Os fluxos de caixas estão descritos abaixo.
Determine o VPL considerando que a TIR é de -23%,
sabendo que a taxa de juros é de 10% e diga se o
investimento será um não rentável.
Ano Fluxo de Caixa
0 -2.000,00
1 200,00
2 400,00
3 500,00 23
Valor presente Líquido
Resolução

FC1 𝐹𝐶2 𝐹𝐶3 𝐹𝐶𝑛


VPL = FC0 + 1
+ 2
+ 3
+ ⋯+ 𝑛
1+𝑖 1+𝑖 1+𝑖 1+𝑛

200 400 500


VPL = −2.000 + 1
+ 2
+ 3

1 + 0,1 1 + 0,1 1 + 0,1

𝑉𝑃𝐿 = −2.000 + 181,82 + 330,56 + 375,66

𝑉𝑃𝐿 = −1.111,96
24
Valor Presente Líquido
Exercício 1: Um empreendedor fez uma projeção de fluxo
de caixa de um novo projeto para sua empresa de
tecnologia. Para saber se essa projeção será rentável a
uma taxa de lucro de 20% a.m, ele fez as seguintes
projeções.
Ano Fluxo de caixa
0 -5000
1 -200
2 5000
3 3000

25

Determine então o VPL do projeto


Valor Presente Líquido
Resolução
FC1 𝐹𝐶2 𝐹𝐶3 𝐹𝐶𝑛
VPL = FC0 + 1
+ 2
+ 3
+ ⋯+ 𝑛
1+𝑖 1+𝑖 1+𝑖 1+𝑛

200 5000 3000


VPL = −5000 − 1
+ 2
+ 3

1 + 0,2 1 + 0,2 1 + 0,2

𝑉𝑃𝐿 = −5000 − 166,67 + 3.472,22 + 1.736,11

𝑉𝑃𝐿 = 41,66

26
Sistemas de Amortização
4.5 Definição
Consiste nas diferentes possibilidades de pagamento de
financiamento e empréstimos, a qual a dívida é paga
progressivamente por intermédio de parcelas, de modo
que ao final do tempo estipulado o valor seja liquidado.

• Encargos Financeiros
• Amortização
• Saldo devedor

27
Sistemas de Amortização
Podemos definir então como os principais sistemas de
amortização são:

• Sistema de Pagamento único: Um único pagamento


no final.
• Sistema de Pagamentos variáveis: Vários
pagamentos diferenciados.
• Sistema Americano: Pagamento no final com juros
calculados período a período.

28
Sistemas de Amortização
• Sistema de Amortização Constante (SAC): A
amortização da dívida é constante e igual em cada
período.
• Sistema Price ou Francês (PRICE): Os pagamentos
prestações são iguais.
• Sistema de Amortização Misto (SAM): Os
pagamentos são as médias dos sistemas SAC e Price.
• Sistema Alemão: Os juros são pagos antecipadamente
com prestações iguais, com exceção do primeiro
pagamento que representa os juros cobrados no
momento da operação.
29
Sistema de Amortização
• Prestação

𝑃𝑟𝑒𝑠𝑡𝑎çã𝑜 = 𝐽𝑢𝑟𝑜𝑠 + 𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜

• Carência

4.6 Sistema Constante (SAC)


4.7 Sistema Francês (PRICE)

30
Sistema de Amortização
4.6 Sistema de Amortização Constante (SAC)
O financiamento é liquidado através de amortizações
constantes. Cada prestação é composta por juros e
amortização, mas com a peculiaridade que os juros são
decrescentes e a amortização é constante.

𝑃𝑟𝑖𝑛𝑐𝑖𝑝𝑎𝑙
𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜 =
𝑃𝑟𝑎𝑧𝑜

𝐽𝑢𝑟𝑜𝑠 = 𝑇𝑎𝑥𝑎 𝑑𝑒 𝐽𝑢𝑟𝑜𝑠 𝑥 𝑆𝑎𝑙𝑑𝑜 𝐷𝑒𝑣𝑒𝑑𝑜𝑟 𝐴𝑛𝑡𝑒𝑟𝑖𝑜𝑟

31
Sistemas de Amortização
Seja um capital de R$ 2.000,00 com amortização de R$
500,00 no prazo de 4 anos a juros de 10%, teremos o
seguinte:
1º ano
Os juros são de R$ 200,00, correspondentes a 10% de R$
2.000,00. Então a Prestação será de R$ 700,00 que é o
resultado de R$ 200,00 + R$ 500,00, tendo um saldo
devedor no final do ano de R$ 1500,00
2º ano
A prestação será de R$ 150,00, pois é o resultado de 10%
de R$ 1500,00. A prestação será de R$ R$ 650,00.
32
Sistema de Amortização
Ou seja:
Taxa Valor Juros Amortiza Prestação Saldo
de Devid ção ao final
Juros o do ano

10% 2.000 200 500 700 1.500

10% 1.500 150 500 650 1.000

10% 1.000 100 500 600 500

10% 500 50 500 550 0

Soma 500,00 2.000,00 2.500,00

33
Sistema de Amortização
Exemplo 5: Uma empresa adquiriu um empréstimo no
valor de R$ 300.000,00 hoje com pagamentos em 5
prestações mensais, a uma taxa de 1,5% a.m
capitalizados mensalmente, qual será o valor a ser pago
para quitar o empréstimo nesta data segundo o sistema
de amortização SAC.

34
Sistema de Amortização
Resolução

Temos
PV= 300.000,00
i = 1,5% a.m

300.000
𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜 = = 60.000
5

35
Sistema de Amortização

Mês Juros Amorti Prestação Saldo


zação Devedor

0 0 0 0 300.000
1 4.500 60.000 64.500 240.000
2 3.600 60.000 63.600 180.000
3 2.700 60.000 62.700 120.000
4 1.800 60.000 61.800 60.000
5 900 60.000 60.900 0

36
Sistema de Amortização
4.7 Sistema de Amortização Francês (PRICE)
Nesse sistema de capitalização o financiamento é
liquidado através de prestações constantes e periódicas.
As prestação são compostas por juros e amortização,
sendo os juros decrescentes e a prestação constante.

𝐽𝑢𝑟𝑜𝑠 = 𝑇𝑎𝑥𝑎 𝑑𝑒 𝐽𝑢𝑟𝑜𝑠 𝑥 𝑆𝑎𝑙𝑑𝑜 𝐷𝑒𝑣𝑒𝑑𝑜𝑟 𝐴𝑛𝑡𝑒𝑟𝑖𝑜𝑟

𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜 = 𝑃𝑟𝑒𝑠𝑡𝑎çã𝑜 − 𝐽𝑢𝑟𝑜𝑠

𝑆𝑎𝑙𝑑𝑜 𝐷𝑒𝑣𝑒𝑑𝑜𝑟 𝐴𝑡𝑢𝑎𝑙


= 𝑆𝑎𝑙𝑑𝑜 𝐷𝑒𝑣𝑒𝑑𝑜𝑟 𝐴𝑛𝑡𝑒𝑟𝑖𝑜𝑟 − 𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜 37
Sistema de Amortização
A prestação é calculada por intermédio da seguinte
fórmula:

1 + 𝑖 𝑛. 𝑖
𝑃𝑀𝑇 = 𝑃𝑉.
1+𝑖 𝑛−1

PMT= Prestação
PV=Presente Valor
i= Taxa de Juros
n=Período de Capitalização
38
Sistema de Amortização
Exemplo 6: Seja um financiamento no valor de R$
30.000,00 a ser quitado em 8 meses, com uma taxa de
juros de 4% ao mês, qual será o valor das prestações
desse financiamento e quanto pagará ao final do desse,
considerando o sistema de amortização PRICE.
Resolução
1 + 𝑖 𝑛. 𝑖
𝑃𝑀𝑇 = 𝑃𝑉 𝑛

1+𝑖 −1
1 + 0,04 8 . 0,04
𝑃𝑀𝑇 = 30.000 8
→ 𝑃𝑀𝑇
1 + 0,04 − 1
0,0547
= 30.000 → 𝑃𝑀𝑇 = 4.459,24 𝑜𝑢 𝑃𝑀𝑇 = 4.455,8339
0,368
Sistema de Amortização

Mês Juros Amortizaçã Prestação Saldo


o devedor
0 30.000
1 1.200 3.255,83 4.455,83 26.744,17
2 1.069,77 3.386,06 4.455,83 23.358,11
3 934,32 3.521,50 4.455,83 19.836.60
4 793,46 3.662,36 4.455,83 16.174,23
5 646,97 3.808,86 4.455,83 12.365,37
6 494,61 3.961,21 4.455,83 8.404,15
7 336,17 4.119,66 4.455,83 4.284,49
8 171,38 4.284,45 4.455,83 0
Soma 5.646,69 30.000 35.646,64 40
Sistema de Amortização
Resumindo

41
Exercícios

Exercício 2: Um produto é comercializado à vista ou


também financiado a uma taxa de 6% ao mês, gerando
uma prestação de R$ 150,00 em 6 meses sem entrada.
Considerando que o comprador escolha a opção
financiada, qual é o valor a ser pago no financiamento?

42
Exercícios

Resolução
1+i n−1 1 + 0,06 6 − 1
PV = PMT. → PV = 150.
1 + i n. i 1 + 0,06 6 . 0,06

0,418
𝑃𝑉 = 150. → 𝑃𝑉 = 737,60
0,085

43
Exercícios

Exercício 3: Um produto é comercializado à vista ou


também financiado a uma taxa de 6% ao mês,
gerando uma prestação de R$ 150,00 se a primeira
parcela tivesse que ser paga no ato, ou seja 1 + 7
prestações, qual seria o valor total da mercadoria?

44
Exercícios

Resolução
n
1+i −1
PV = PMT. n−1 . i
1+i

1 + 0,06 8 − 1 0,594
→ PV = 150. 8−1
→ PV = 150.
1 + 0,06 . 0,06 0,0902

→ 𝑃𝑉 = 987,36

Portanto o valor pago pela mercadoria é de R$ 987,36


45
Exercícios

Exercício 4: Em um financiamento de uma mercadoria


de R$ 3.000,00, a loja fornecedora do mesmo,
ofereceu um período de carência de 3 meses para o
inicio do pagamento e prestações iguais em 12
meses, a uma taxa de 2,5%a.m., Com isso, qual é o
valor da prestação a ser paga por essa mercadoria?

46
Exercícios

Resolução
1 − 1 + i −n
𝑖
PV = PMT. c−1

1+i
1 − 1 + 0,025 −12
0,025
3.000 = PMT.
1 + 0,025 3−1
10,26
→ 3000 = PMT. → 3000 = 𝑃𝑀𝑇. 9,77
1,05
3000
→ 𝑃𝑀𝑇 = → 𝑃𝑀𝑇 = 307,06
9,77
47
Logo o valor da prestação será de R$ 307,06
Exercícios

Exercício 5: Uma empresa disponhe de um capital de


R$ 250.000,00 que lhe renderá parcelas mensais de
R$ 55.000,00, R$ 75.000,00, R$ 130,000.00,
respectivamente. Sabendo que a taxa de atratividade
oferecida pelo Banco é de i=32%, qual será o VPL
dessa aplicação?

48
Exercícios

Resolução
FC1 𝐹𝐶2 𝐹𝐶3 𝐹𝐶𝑛
VPL = FC0 + 1
+ 2
+ 3
+ ⋯+ 𝑛
1+𝑖 1+𝑖 1+𝑖 1+𝑛

55.000 75000 130000


VPL = −250.000 + 1
+ 2
+ 3
1 + 0,32 1 + 0,32 1 + 0,32

VPL = −250.000 + 41.666,67 + 43.044,08 + 56.522,52

VPL = −108.766,73
49
Exercícios

Exercício 6: Um empréstimo de R$ 70.000,00 deve


ser devolvido em 4 prestações pelo Sistema de
Amortizações Constantes (SAC) à taxa de 5% a.m.
Quanto será pago ao final do empréstimo sob esse
regime?

50
Sistema de Amortização
Resolução
Taxa Valor Juros Amortiz Prestaç Saldo
de Devido ação ão ao final
Juros do ano

5% 70.000 3.500 17.500 21.000 52.500

5% 52.500 2.625 17.500 20.125 35.000

5% 35.000 1.750 17.500 19.250 17.500

5% 17.500 875 17.500 18.375 0

Soma 8.750 70.000 78.750

51
Exercícios

Exercício 7: Um empréstimo de R$ 70.000,00 deve


ser devolvido em 4 prestações pelo Sistema de
Amortizações (PRICE) à taxa de 5% a.m. Quanto
será pago ao final do empréstimo sob esse regime?

52
Exercícios

Resolução

1 + 𝑖 𝑛. 𝑖
𝑃𝑀𝑇 = 𝑃𝑉
1+𝑖 𝑛−1

1 + 0,05 4 . 0,05
→ 𝑃𝑀𝑇 = 70.000 4
→ 𝑃𝑀𝑇 = 19.740,83
1 + 0,05 − 1

53
Sistema de Amortização

Taxa Valor Juros Amortizaç Prestação Saldo ao


de Devido ão final do
Juros ano

5% 70.000 3.500 16.240,83 19.740,83 53.759,17

5% 53.759,17 2.687,96 17.052,87 19.740,83 36.706,30

5% 36.706,30 1.835,31 17.905,51 19.740,83 18.800,78

5% 18.800,78 940,04 18.800,80 19.740,83 0

Soma 8.963,31 70.000 78.963,31 54


Exercícios
Exercício 8: Uma mercadoria será comercializada em 8
prestações iguais de R$ 350,00.A loja está oferecendo
ainda uma carência de 2 meses para o primeiro
pagamento. Qual é o valor à vista desta mercadoria,
sabendo-se que a taxa de juros praticada pela loja é de
4% ao mês.

55
Exercícios

PMT=350,00
n=8 (Tempo decorrido)
i=4% a.m
c=2 meses
1 − 1 + i −n
𝑖
PV = PMT. c−1

1+i
1 − 1 + 0,04 −8
0,04 6,73
PV = 350. 2−1
→ PV = 350. →
1 + 0,04 1,04
PV = 2.265,83 56

Logo o valor à vista será de R$ 2.265,83


Exercícios
Exercício 9: Uma empresa de software está analisando a
possibilidade de realizar um projeto com duração de 3
anos, que necessitará de um investimento de R$ 500,00.
Os fluxos de caixas estão descritos abaixo. Determine o
VPL considerando que a TIR é de 44%, sabendo que a
taxa de juros é de 10% e diga de o investimento será um
não rentável.

Ano Fluxo de Caixa


0 -500
1 200,00
2 400,00
3 500,00 57
Exercícios
FC1 𝐹𝐶2 𝐹𝐶3 𝐹𝐶𝑛
VPL = FC0 + 1
+ 2
+ 3
+ ⋯+ 𝑛
1+𝑖 1+𝑖 1+𝑖 1+𝑛

200 400 500


VPL = −500 + 1
+ 2
+ 3

1 + 0,1 1 + 0,1 1 + 0,1

𝑉𝑃𝐿 = −500 + 181,82 + 330,56 + 375,66

𝑉𝑃𝐿 = 388,04

58
Exercícios
Exercício 10: Um cliente comprou um imóvel por R$
50.000,00 hoje, com pagamentos em 5 prestações anuais
postecipadas, a uma taxa de juros de 20% a.a. Qual será
o valor dos juros que esse cliente pagará?

59
Exercícios
Resolução
50.000,00
𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜 = = 10.000 𝑖 = 20%
5

Ano Juros Amort Prestação Saldo


ização Devedor
0 50.000
1 10.000 10.000 20.000 40.000
2 8.000 10.000 18.000 30.000
3 6.000 10.000 16.000 20.000
4 4.000 10.000 14.000 10.000
5 2.000 10.000 12.000 0
60
Exercícios
Exercício 11: Um cliente comprou um imóvel por R$
50.000,00 hoje, com pagamentos em 5 prestações anuais
postecipadas, a uma taxa de juros de 10% a.a. Qual será
o valor dos juros que esse cliente pagará pelo sistema
PRICE?

61
Exercícios
Resolução

1 + 𝑖 𝑛. 𝑖
𝑃𝑀𝑇 = 𝑃𝑉
1+𝑖 𝑛−1

1 + 0,1 5 . 0,1
→ 𝑃𝑀𝑇 = 50.000 5
→ 𝑃𝑀𝑇 = 13.189,87
1 + 0,1 − 1

62
Exercícios

Ano Juros Amortizaçã Prestação Saldo


o Devedor

0 50.000
1 5.000 8.189,87 13.189,87 41.810,13
2 4.181,01 9.008,66 13.189,87 32.801,27
3 3.280,13 9.909,74 13.189,87 22.891,53
4 2.289,15 10.900,71 13.189,87 11.990,81
5 1.199,08 11.990,79 13.189,87 0

63
Matemática Financeira

Prof.ª Esp. Jandira Barroso


64