Вы находитесь на странице: 1из 2

Conteudo do concurso

Especifico:

Mobilização comunitária: grupos, pertencimento; Trabalho social com famílias: metodologias para
aumentar a capacidade protetiva das famílias; O Serviço Social e o enfrentamento das expressões
contemporâneas da questão social; Código de Ética Profissional do Assistente Social e
Regulamentação do exercício profissional – Lei 8662/1993 e suas alterações; Instrumentos técnicos:
pesquisa social, parecer social, recursos materiais; Pobreza, desigualdade, exclusão e vulnerabilidade
social; Os fundamentos históricos, teóricos, metodológicos e éticos do Serviço Social do Brasil; O
significado social da profissão na reprodução das relações sociais capitalistas; Os desafios ao Serviço
Social na contemporaneidade e os diferentes espaços sócio-ocupacionais; Proposta de intervenção
na área social: planejamento estratégico, planos, programas, projetos e atividades de trabalho;
Instrumentalidade do Serviço Social: abordagem individual, técnica de entrevista, abordagem
coletiva, trabalho com grupos, trabalho em redes, elaboração de estudos sociais, laudos e pareceres;
Territorialização: entre territórios de vida e territórios vividos; Estado, regulação social e controle
democrático; A Crise contemporânea e as metamorfoses no mundo do trabalho; Política social:
fundamentos e história; Assistência social no Brasil; Política Social no Capitalismo; Esfera pública e
conselhos de assistência social; Estado, regulação social e controle democrático; Sistema Único de
Assistência Social (SUAS): Princípios, Diretrizes e Objetivos. Noções de violência doméstica contra
criança e adolescente (VDCCA), contra a pessoa idosa e pessoa com deficiência e violência de gênero.

Legislação

Política Nacional de Assistência Social – PNAS; Estatuto das Pessoas com Deficiência, Lei
13.146/2015; Política de benefícios sociais; Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) e Lei
12.435/2011, NOB SUAS e NOB RH, Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais. Lei 8.080.
Constituição Federal(1988); Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei nº 8069, de 13 de julho de
1990;(linhas de ação, diretrizes e entidades. Medidas de proteção á criança e ao adolescente. Da
prática de ato infracional. Das medidas pertinentes ao pai ou responsável. Do Conselho Tutelar:
estrutura, atribuições, competência e conselheiros. Do acesso à justiça da infância e da juventude.
Dos crimes e das infrações administrativas praticadas contra a criança e o adolescente. Disposições
finais e transitórias.) Plano Nacional de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Crianças e
Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária; Estatuto do Idoso - Lei nº 10741, de 1 de outubro
de 2003 (Artigos 1º ao 25, 33 ao 36, 43 ao 51). Estatuto da Juventude – Lei nº 12852, de 5 de agosto
de 2013 (todos os Artigos). Política Nacional para População em Situação de Rua - Decreto Federal nº
7053, de 23 de dezembro de 2009 (todos os Artigos). Plano Nacional de Enfrentamento a Violência
contra a mulher; Lei Maria da Penha Lei nº 11.340, DE 7 de agosto de 2006.; Noções sobre o Plano
Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual; Infanto Juvenil; Noções sobre o SINASE - Sistema
Nacional de Atendimento Sócio Educativo.

Legislação geral

BRASIL. DECRETO Nº 6.583, DE 29 DE SETEMBRO DE 2008.(Novo acordo ortografico) BRASIL. Lei


13.146/2015. Estatuto da Pessoa com deficiência BRASIL. Lei Maria da Penha Lei 11.340 de
07/08/2006 Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS (Lei 8742/1993). Política Nacional de
Assistência Social – PNAS 2004 – Resolução CNAS 145/2004. Norma Operacional Básica – NOB/SUAS
2012– Resolução CNAS 33/2012. Norma Operacional Básica – NOB/RH-SUAS – Resolução CNAS
269/2006. Lei 12.435/2011 – Altera a Lei 8742/1993, que dispõe sobre a organização da Assistência
Social. Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais (reimprensão 2014)– Resoluções CNAS
109/2009 e 13/2014. Protocolo de Gestão Integrada de Serviços, Benefícios e Transferências de
Renda no âmbito do SUAS - Resolução CIT Nº 7/2009. Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei
8069/1990. Estatuto da Juventude – Lei 12852/2013 Política Nacional do Idoso – Lei 8842/1994 e
Decreto 1948/1996. Estatuto dos Idosos – Lei 10.741/2003. Política Nacional para integração da
pessoa portadora de deficiência – Lei 7.853/1989 e Decreto 3298/1999. Declaração Universal dos
Direitos Humanos Constituição federal – Capitulo dos direitos sociais. Orientações Técnicas: Centro
de Referência de Assistência Social – CRAS, Brasília: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate
à Fome, 2009. Orientações Técnicas: Centro de Referência Especializado de Assistência Social –
CREAS. Brasília: Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, 2011. Orientações
Técnicas: Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centro Pop. SUAS
e População em Situação de Rua. Brasília: Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome,
2011. Orientações Técnicas da Vigilância Socioassistencial. Brasília: Ministério de Desenvolvimento
Social e Combate à Fome, 2013. Orientações Técnicas: Serviços de Acolhimento para Crianças e
Adolescentes. Brasília: Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, 2009. Orientações
técnicas sobre o PAIF – Trabalho Social com Famílias do Serviço de Proteção e atendimento Integral à
Família – PAIF, Cadernos 1 e 2 – Reimpresso em 2014 – MDS. BPC Trabalho – Programa de promoção
do acesso das pessoas com deficiência beneficiárias do BPC à qualificação profissional e ao mundo do
trabalho. Acessuas Trabalho – Programa Nacional de Promoção do acesso ao Mundo do Trabalho.
Concurso de Artigos Jurídicos – Direito à Assistência Social. Brasília: Ministério de Desenvolvimento
Social e Combate à Fome, 2015. Política Nacional para população em situação de rua: DECRETO Nº
7.053 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2009.