Вы находитесь на странице: 1из 70
MONITORIA - FILOSOFIA 1 . (Ufsj) Assinale a alternativa que apresenta um argumento indutivo. a) Todos

MONITORIA - FILOSOFIA

  • 1. (Ufsj) Assinale a alternativa que apresenta um argumento indutivo.

    • a) Todos os homens são racionais. Pedro é homem, logo Pedro é racional.

    • b) Quando estou doente não saio de casa.

    • c) Choveu ontem, logo é provável chover essa semana.

    • d) Com certeza o tempo vai esfriar amanhã.

    • e) Todo dia eu vou pra escola, logo amanhã vou pra escola.

      • 2. (Uema) Leia e analise os itens abaixo e identifique o tipo de argumentação.

I.

A medicina é inútil. Meu tio gastou um milhão de reais com médico e morreu doente.

II.

Os homens jamais serão felizes. Felicidade não existe.

III.

A qualidade do ensino é péssima porque os professores são despreparados.

IV.

O fim de uma coisa é a sua perfeição; a morte é o fim da vida; logo, a morte é a perfeição da vida.

V.

A prata conduz eletricidade, e o zinco, o ferro, o ouro e o cobre também, logo, todos os metais conduzem eletricidade.

É correto o que se afirma em:

  • a) Apenas V é indução.

  • b) Apenas I, II e III são deduções.

  • c) Apenas I e II são induções.

  • d) Apenas III, IV e V são deduções.

  • e) Apenas I é indução.

Quem realmente ganha com o “bebê conforto”? Parece que agora vai. A partir de 1º de setembro, o transporte de crianças em veículos deve seguir regras que serão rigorosamente verificadas. Crianças de

até um ano irão numa cadeira especial batizada de bebê conforto. {

}.

Explicitamente, táxis e coletivos

... estão desobrigados dessas cadeiras especiais. Como essas formas de transporte público, em particular os

coletivos, são muito utilizadas pelas classes menos favorecidas, estaria sendo promovida com a permissão de Charles Darwin uma espécie de genocídio não natural que iria favorecer a sobrevivência

não necessariamente dos mais aptos, porém dos mais “bebês confortados” ?. {

...

}.

De fato, se o poder

público estivesse comprometido com a segurança nos transportes, não permitiria que estradas, ruas e avenidas atingissem o estado de degradação em que elas se encontram hoje. Nem permitiria a circulação de veículos sem luzes, com pneus desgastados, para-choques amarrados com barbantes. Construiria estradas com a necessária infraestrutura para pedestres, em vez de pontilhá-las de lombadas eletrônicas caça-níqueis. E adotaria uma legislação que enfatizasse a educação no trânsito e realmente tirasse do volante aqueles que já deram repetidas provas de que são uma ameaça, em vez de se preocupar em encher os cofres oficiais com multas por infrações tão insignificantes, nas condições de nosso trânsito,

como dirigir momentaneamente com apenas uma das mãos.

VILLAR, Lígia. Opinião. DP.29.08.10.

  • 3. (Upe) De que tipo é o raciocínio que procura desenvolver a autora no texto?

    • a) Lógico indutivo.

    • b) Lógico dedutivo.

    • c) Analógico.

    • d) Dialético.

    • e) Lógico indutivo dedutivo.

MONITORIA - FILOSOFIA 1 . (Ufsj) Assinale a alternativa que apresenta um argumento indutivo. a) Todos

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - FILOSOFIA 4 . (Upe) (JC ONLINE -10.08.2009) Pesquisa divulgada pelo Ibope Inteligência, em parceria

MONITORIA - FILOSOFIA

4. (Upe) (JC ONLINE -10.08.2009) Pesquisa divulgada pelo Ibope Inteligência, em parceria com a rede global de pesquisas Worldwide Independent Network of Market Research (WIN), revela que o Nordeste está bem mais preocupado que as demais regiões do País: 44%. No Norte, os preocupados somam 34%. Já as regiões Sul e Sudeste apresentam índice de preocupação de 36% e 31%, respectivamente.

Para se chegar a essa afirmação, utilizou-se do Raciocínio

  • a) Lógico Dedutivo.

  • b) Lógico Indutivo.

  • c) Lógico Analógico.

  • d) Dialético.

  • e) Lógico Dedutivo e Indutivo.

5. (Upe) Identifique qual dos contextos abaixo caracteriza um Raciocínio Lógico Dedutivo.

  • a) Antônio adquiriu uma geladeira da marca “RUFFER”, porque sua colega tinha uma geladeira idêntica que era muito resistente, prática e confiável.

  • b) Raimundo escolheu estudar na Universidade S. João Del Rey, já que todos os seus colegas estudavam nessa Universidade.

  • c) Os torcedores vibraram com a vitória do Brasil, já que são brasileiros.

  • d) Na minha escola, João gosta de cinema. E, ainda mais, André, Pedro, Mário, Welliton, José Antônio ... Enfim, na minha escola, todos gostam de cinema!

  • e) Asa Branca é título de uma música do cantor Luiz Gonzaga. Portanto, Asa Branca é sucesso!

MONITORIA - FILOSOFIA 4 . (Upe) (JC ONLINE -10.08.2009) Pesquisa divulgada pelo Ibope Inteligência, em parceria

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - FILOSOFIA 1) Letra C 2) Letra A 3) Letra A 4) Letra B 5)

MONITORIA - FILOSOFIA

1) Letra C

2) Letra A

3) Letra A

4) Letra B

5) Letra C

GABARITO

MONITORIA - FILOSOFIA 1) Letra C 2) Letra A 3) Letra A 4) Letra B 5)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA – SOCIOLOGIA 1 . (Enem) No Brasil, a origem do funk e do hip-hop remonta

MONITORIA SOCIOLOGIA

  • 1. (Enem) No Brasil, a origem do funk e do hip-hop remonta aos anos 1970, quando da proliferação dos

chamados “bailes black” nas periferias dos grandes centros urbanos. Embalados pela black music americana, milhares de jovens encontravam nos bailes de final de semana uma alternativa de lazer antes inexistente. Em cidades como o Rio de Janeiro ou São Paulo, formavam-se equipes de som que promoviam bailes onde foi se disseminando um estilo que buscava a valorização da cultura negra, tanto na música como nas roupas e nos penteados. No Rio de Janeiro ficou conhecido como “Black Rio”. A indústria fonográfica descobriu o filão e, lançando discos de “equipe” com as músicas de sucesso nos

bailes, difundia a moda pelo restante do país.

DAYRELL, J. A música entra em cena: o rap e o funk na socialização da juventude. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

A presença da cultura hip-hop no Brasil caracteriza-se como uma forma de

  • a) lazer gerada pela diversidade de práticas artísticas nas periferias urbanas.

  • b) entretenimento inventada pela indústria fonográfica nacional.

  • c) subversão de sua proposta original já nos primeiros bailes.

  • d) afirmação de identidade dos jovens que a praticam.

  • e) reprodução da cultura musical norte-americana.

    • 2. (Ueg) “Não quero que a minha casa seja cercada de muros por todos os lados, nem que minhas

janelas sejam tapadas. Quero que as culturas de todas as terras sejam sopradas para dentro de minha

casa, o mais livremente possível. Mas recuso-me a ser desapossado da minha por qualquer outra.”

GANDHI, M. Relatório do desenvolvimento humano 2004. In: TERRA, Lygia; COELHO, Marcos de A. Geografia geral. São Paulo: Moderna, 2005. p.137.

Considerando-se as ideias pressupostas, o texto

  • a) afirma que a globalização aumentou, de modo sem precedente, os contatos e a união entre os povos e seus valores, reforçando o respeito às diferenças socioculturais.

  • b) critica a intolerância com relação a outras culturas, gerando assim os conflitos comuns neste novo século.

  • c) indica o reconhecimento à diversidade cultural, além das necessidades de afirmação e de identidade, seja étnica, seja cultural, seja religiosa.

  • d) nega a existência da exclusão cultural e ressalta a homogeneização mundial e a superação/eliminação de fronteiras culturais.

    • 3. (Enem) TEXTO I

É notório que o universo do futebol caracteriza-se por ser, desde sua origem, um espaço eminentemente masculino; como esse espaço não é apenas esportivo, mas sociocultural, os valores nele embutidos e dele derivados estabelecem limites que, embora nem sempre tão claros, devem ser

observados para a perfeita manutenção da “ordem”, ou da “lógica’” que se atribui ao jogo e que nele se

espera ver confirmada. A entrada das mulheres em campo subverteria tal ordem, e as reações daí decorrentes expressam muito bem as relações presentes em cada sociedade: quanto mais machista, ou sexista, ela for, mais exacerbadas as suas réplicas.

FRANZINI, F. Futebol é “coisa pra macho”? Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol. Revista Brasileira de História, v. 25, n. 50, jul.-dez. 2005 (adaptado).

MONITORIA – SOCIOLOGIA 1 . (Enem) No Brasil, a origem do funk e do hip-hop remonta

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA – SOCIOLOGIA TEXTO II Com o Estado Novo, a circularidade de uma prática cultural nascidao … digo que sou brasileiro . Como eu me vejo: Como os gringos me veem: Fonte: <http://comoeumesintoquando.tumblr.com/post/29412716917/digo-que-sou-brasileiro> Acesso em 25 ago. 2012. proenem.com.br Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. " id="pdf-obj-4-2" src="pdf-obj-4-2.jpg">

MONITORIA SOCIOLOGIA

TEXTO II

Com o Estado Novo, a circularidade de uma prática cultural nascida na elite e transformada por sua aceitação popular completou o ciclo ao ser apropriada pelo Estado como parte do discurso oficial sobre a nacionalidade. A partir daí, o Estado profissionalizou o futebol e passou a ser o grande promotor do esporte, descrito como uma expressão da nacionalidade. O futebol brasileiro refletiria as qualidades e os defeitos da nação.

SANTOS, L. C. V. G. O dia em que adiaram o carnaval: política externa e a construção do Brasil. São Paulo: EdUNESP, 2010.

Os dois aspectos ressaltados pelos textos sobre a história do futebol na sociedade brasileira são respectivamente:

  • a) Simbolismo político poder manipulador.

  • b) Caráter coletivo ligação com as demandas populares.

  • c) Potencial de divertimento contribuição para a alienação popular.

  • d) Manifestação de relações de gênero papel identitário.

  • e) Dimensão folclórica exercício da dominação de classes.

Como eu me vejo: Como os gringos me veem:
Como eu me vejo:
Como os gringos me veem:

Fonte: <http://comoeumesintoquando.tumblr.com/post/29412716917/digo-que-sou-brasileiro> Acesso em 25 ago. 2012.

MONITORIA – SOCIOLOGIA TEXTO II Com o Estado Novo, a circularidade de uma prática cultural nascidao … digo que sou brasileiro . Como eu me vejo: Como os gringos me veem: Fonte: <http://comoeumesintoquando.tumblr.com/post/29412716917/digo-que-sou-brasileiro> Acesso em 25 ago. 2012. proenem.com.br Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. " id="pdf-obj-4-48" src="pdf-obj-4-48.jpg">

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA – SOCIOLOGIA O post acima, retirado de um blog de humor, faz uma brincadeira acerca

MONITORIA SOCIOLOGIA

O post acima, retirado de um blog de humor, faz uma brincadeira acerca de como a identidade nacional é percebida de forma diversa por pessoas e países diferentes. Tendo em consideração seus conhecimentos de sociologia, assinale a alternativa INCORRETA.

  • a) A visão que pessoas de um país possuem sobre as pessoas de outro país é, geralmente, baseada em estereótipos.

  • b) Muitas vezes, a forma como os “outros” nos veem é diversa da forma como nós próprios nos vemos.

  • c) A tendência de julgar os outros povos pelos critérios que temos do nosso próprio povo se chama etnocentrismo.

  • d) Toda cultura cria imagens de si mesma e imagens das outras culturas.

  • e) Os aspectos econômicos pouco importam na formação da identidade nacional de um povo.

5. (Uel) “Enunciado de maneira menos formal, etnocentrismo é o hábito de cada grupo de tomar como certa a superioridade de sua cultura”. “Todas as sociedades conhecidas são etnocêntricas”. “A maioria dos grupos, senão todos, dentro de uma sociedade, também é etnocêntrica”. “Embora o etnocentrismo seja parcialmente uma questão de hábito é também um produto de cultivo

deliberado e inconsciente. A tal ponto somos treinados para sermos etnocêntricos que dificilmente qualquer pessoa consegue deixar de sê-lo”.

Fonte: HORTON, P. B. & HUNT, C. L. Sociologia. Tradução de Auriphebo Berrance Simões. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1982. p. 46-47.

Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre o tema, considera-se etnocêntrica a seguinte alternativa:

  • a) O crescimento do PIB argentino tem sido muito superior ao do brasileiro nos últimos quatro anos.

  • b) A raça ariana é superior.

  • c) A produtividade da mão de obra haitiana é inferior à da chilena.

  • d) Não gosto de música sertaneja.

  • e) Acredito em minha religião.

MONITORIA – SOCIOLOGIA O post acima, retirado de um blog de humor, faz uma brincadeira acerca

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA – SOCIOLOGIA 1) Letra D 2) Letra C 3) Letra D 4) Letra E 5)

MONITORIA SOCIOLOGIA

1) Letra D

2) Letra C

3) Letra D

4) Letra E

5) Letra B

GABARITO

MONITORIA – SOCIOLOGIA 1) Letra D 2) Letra C 3) Letra D 4) Letra E 5)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - GEOGRAFIA 1 . (Ufrgs 2017) Observe a tabela abaixo. Tipos de estabelecimentos agropecuários e

MONITORIA - GEOGRAFIA

  • 1. (Ufrgs 2017) Observe a tabela abaixo.

Tipos de estabelecimentos agropecuários e

respectiva área de ocupação no Brasil, em 2006

 

Total

de

 

Estabelecimentos

estabelecimentos

Área Total (ha)

Agricultura

familiar

   

Lei nº 11.326

4.367.902

80.250.453

Não familiar

807.587

249.690.940

Total

5.175.489

329.941.393

Fonte: IBGE, Censo Agropecuário 2006.

Considere as afirmações abaixo, sobre a estrutura agrária brasileira.

  • I. A relação entre total de estabelecimentos e área ocupada pelas duas tipologias mostra a extrema concentração de terras no Brasil. A predominância de estabelecimentos de agricultura familiar demonstra equilibrada distribuição de terras no Brasil. A predominância de estabelecimentos familiares fica evidente pela ocupação de mais de 50% da área total dos estabelecimentos agropecuários.

II.

III.

Quais estão corretas?

  • a) Apenas I.

  • b) Apenas II.

  • c) Apenas III.

  • d) Apenas I e III.

  • e) I, II e III.

    • 2. (Ueg 2017) A modernização da agricultura brasileira, que no início do século XXI está presente em

quase todas as regiões do país, ainda é tratada na literatura como sendo de cunho “conservador”, uma

vez que essa modernização

  • a) reduziu o crescimento desordenado das cidades.

  • b) restringiu a capacidade produtiva do campo.

  • c) limitou a quantidade de áreas destinadas ao desmatamento.

  • d) distribuiu alimentos à população de baixa renda.

  • e) manteve inalterada a estrutura fundiária do campo.

    • 3. (Upe-ssa 2 2017) Considere o texto a seguir:

MONITORIA - GEOGRAFIA 1 . (Ufrgs 2017) Observe a tabela abaixo. Tipos de estabelecimentos agropecuários e

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - GEOGRAFIA Os anos recentes, particularmente a década passada, introduziram transformações de tal envergadura no

MONITORIA - GEOGRAFIA

Os anos recentes, particularmente a década passada, introduziram transformações de tal envergadura no mundo rural que talvez tenham representado, de um lado, um golpe mortal na dominação social e econômica da grande propriedade territorial, em amplas regiões rurais. Por outro lado, contudo, as mesmas modificações podem ter produzido a liquidação definitiva da reforma agrária como uma reivindicação nacional e decisiva para os destinos históricos do país.

Fonte: Navarro Zander, 2010.

O debate mais recente a respeito do processo produtivo e da questão da propriedade privada da terra no Brasil envolve um conjunto de fatores relacionados à política fundiária. Sobre esses fatores, é CORRETO afirmar que

  • a) a expansão agrícola no Brasil, nas duas últimas décadas, eliminou a concentração da propriedade rural com o desenvolvimento de políticas territoriais e a ampla adoção de políticas setoriais.

  • b) a democratização de políticas públicas em áreas rurais substituiu majoritariamente o domínio do agronegócio pelos territórios de desenvolvimento da agricultura familiar nas Regiões Sul e Sudeste do Brasil.

  • c) a dinamização da produção agrícola no Brasil acelerou o processo de reforma agrária e eliminou a concentração fundiária, para corrigir um passado de violentos mecanismos de expropriação de terras.

  • d) a heterogeneidade estrutural ainda define algumas regiões brasileiras como essenciais do ponto de vista da produção agrícola, gerando uma segmentação produtiva macrorregional e produzindo desigualdades entre as regiões do país.

  • e) a reforma agrária no país cumpriu a sua regularização fundiária, diminuindo drasticamente a concessão de terra aos grileiros na Amazônia Legal e tornando a Região Norte um território ausente de propriedades rurais improdutivas.

    • 4. (Uefs 2016) No Brasil, a concentração de terras vem ocorrendo desde o período colonial até os dias

atuais. Sobre o agronegócio e a concentração de terras no país, é correto afirmar:

  • a) O termo agronegócio está relacionado exclusivamente à agricultura e à pecuária.

  • b) A rotação de culturas é um sistema extensivo de mão de obra, praticado em grandes propriedades, que adota técnicas especiais de uso do solo e demanda um baixo investimento de capital.

  • c) A concentração de terras está nas mãos de poucas pessoas e empresas, sendo ligada ao crescimento acelerado das grandes lavouras e das áreas ocupadas com rebanhos, visando, sobretudo, às exportações.

  • d) O avanço dos plantios de soja, de café e da criação de gado se dá, principalmente, na caatinga e nos cerrados, ampliando as áreas de desertificação.

  • e) A plantation, pelo fato de ser uma policultura, é uma atividade muito forte no contexto econômico,

levando os proprietários a obterem grandes lucros.

  • 5. (Ifsul 2016) Leia os textos abaixo.

Texto I

 

“[

]

a reforma agrária se coloca como questão fundamental para o desenvolvimento da sociedade

brasileira, do ponto de vista das grandes massas trabalhadoras do campo e da cidade.”

GORENDER, J. Gênese e desenvolvimento do capitalismo no campo brasileiro. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1987.

MONITORIA - GEOGRAFIA Os anos recentes, particularmente a década passada, introduziram transformações de tal envergadura no

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - GEOGRAFIA Texto II “Sinceramente, não gosto desses agitadores que vêm pregando o socialismo para

MONITORIA - GEOGRAFIA

Texto II

“Sinceramente, não gosto desses agitadores que vêm pregando o socialismo para as classes menos favorecidas. Hoje em dia, matutos de meia-tigela recebem folhetos para se rebelarem contra o patrão.”

O Globo, 18/05/1986: p.13 apud, MENDONÇA, S. R. de. A classe dominante agrária: natureza e comportamento 1964-1990. In: STEDILE, J. P. (Org.). A Questão Agrária no Brasil. São Paulo: Expressão Popular, 2010. 12

Comparando os diferentes pontos de vista, presentes nos textos I e II, tem-se que

  • a) no texto I, é apresentada a ideia de distribuição de terras para as minorias e, no texto II, o autor compara elite agrária (a maioria) a matutos que usam as leis em causa própria.

  • b) no texto I, o autor faz apologia à reforma agrária ressaltando sua importância e, no texto II, o autor apresenta-se contra a organização dos sem-terra para reivindicarem o acesso à terra.

  • c) no texto I, é trazido à discussão o processo de distribuição de terras por parte do estado, já no texto II, é feita uma crítica à forma como é distribuída a terra para as classes menos favorecidas.

  • d) no texto I, é evidenciado o processo de uso e ocupação de terras devolutas por parte das minorias excluídas e, no texto II, são destacadas as denominações as quais são reconhecidas as minorias, os sem-terra.

6. (Fgv 2016) No Brasil, o processo de reestruturação produtiva tem gerado um debate sobre terceirização das atividades industriais e suas repercussões na legislação trabalhista. A esse respeito, analise as afirmações a seguir.

  • I. Em geral, as grandes empresas adotam a terceirização para se concentrar em sua atividade-fim, destinando as tarefas secundárias e suplementares para as pequenas e médias empresas. Os movimentos sindicais denunciam que o processo de terceirização, entre outros problemas, ameaça direitos trabalhistas já conquistados. Os empresários afirmam que a terceirização garante maior competitividade, porque aumenta a produtividade e reduz os custos.

II.

III.

Está correto o que se afirma em

  • a) II, apenas.

  • b) III, apenas.

  • c) I e II, apenas.

  • d) II e III, apenas.

  • e) I, II e III.

7. (col. naval 2016) Uma das características da indústria brasileira é ter grande parte do seu parque industrial concentrada na Região Sudeste. No entanto, nas últimas décadas, teve início uma nova tendência: a desconcentração industrial.

MONITORIA - GEOGRAFIA Texto II “Sinceramente, não gosto desses agitadores que vêm pregando o socialismo para

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - GEOGRAFIA Sendo assim, com relação ao Modelo Econômico Brasileiro, assinale a opção correta. a)

MONITORIA - GEOGRAFIA

Sendo assim, com relação ao Modelo Econômico Brasileiro, assinale a opção correta.

a)

Até os anos 1930, a economia brasileira possuía uma forte integração nacional, uma vez que o parque industrial se encontrava concentrado no estado de São Paulo, que comandava o eixo econômico do país.

b)

Em relação ao modelo de industrialização clássica, tal qual ocorreu na Europa, a industrialização brasileira aconteceu de forma tardia, tendo como ponto de partida o desenvolvimento das indústrias de bens de produção.

c)

Nas décadas de 1930 e 1940, várias montadoras multinacionais de automóveis se instalaram no ABC Paulista, cuja ampla malha ferroviária ofereceu o principal suporte para o recebimento de matérias- primas e escoamento da produção.

d)

A partir da década de 1950, seguindo as imposições neoliberais, e na tentativa de reduzir custos, as indústrias que antes se concentravam no entorno das cidades menores, estão se deslocando para os centros metropolitanos.

e)

O neoliberalismo, a partir dos anos 1990, associado à expansão da rede de transportes do país, possibilitou a várias cidades de médio porte se tornarem mais atrativas aos interesses de complexos industriais cada vez mais ávidos por lucros.

8. (Espcex (Aman) 2016) “Desde 2007, o saldo comercial brasileiro vem apresentando tendência de

queda, puxada pelo mau comportamento do setor industrial, e em consequência da perda da

competitividade da economia brasileira”

 

(Fonte: oglobo.globo.com/opniao/comercioexterior Consulta em 26/03/2015).

A perda sistêmica de competitividade da indústria nacional e a consequente queda de sua participação na formação da riqueza nacional estão associadas, dentre outros:

 

I.

aos elevados custos de deslocamento dos produtos de exportação, em virtude do predomínio

II.

das rodovias e da precária integração entre os modais de transporte. à grande dispersão espacial da indústria brasileira em regiões historicamente periféricas.

III.

à baixa taxa de inovação da indústria brasileira, aliada ao fato de essa inovação estar mais

IV.

relacionada à aquisição de máquinas e equipamentos do que ao desenvolvimento de novos produtos. aos inúmeros acordos bilaterais assinados pelo País, restringindo o número de seus parceiros comerciais no mercado externo.

 

V.

à fraca mecanização das operações portuárias de embarque e desembarque e à intricada burocracia nos portos, provocando atrasos e congestionamentos nas exportações.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.

a)

I, II e IV

b)

II, IV e V

c)

I, III e V

d)

I, II e III

e)

III, IV e V

MONITORIA - GEOGRAFIA Sendo assim, com relação ao Modelo Econômico Brasileiro, assinale a opção correta. a)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - GEOGRAFIA 9 . (Imed 2015) Atualmente, a atividade industrial brasileira apresenta um cenário de:

MONITORIA - GEOGRAFIA

9. (Imed 2015) Atualmente, a atividade industrial brasileira apresenta um cenário de:

  • a) Desconcentração do parque industrial brasileiro.

  • b) Carência de matérias-primas nativas.

  • c) Concentração de investimentos públicos no setor de bens duráveis.

  • d) Dependência de mão de obra oriunda da região norte.

  • e) Estatização das indústrias de base.

Analise o mapa para responder à(s) questão(ões).

Papel dirigente dos municípios, segundo o número de assalariados externos aos seus limites territoriais, 2011

MONITORIA - GEOGRAFIA 9 . (Imed 2015) Atualmente, a atividade industrial brasileira apresenta um cenário de:

10. (Unesp 2015) A economia de todos os países conhece um processo mais vasto e profundo de internacionalização, mas este tem como base um espaço que é nacional e cuja regulação continua sendo nacional, ainda que guiada em função dos interesses de empresas globais. Essa é a razão pela qual se pode falar legitimamente de espaço nacional da economia internacional. A centralidade política, de certo modo, se fortalece em Brasília, a centralidade econômica se afirma mais fortemente em São Paulo. Todavia, a chamada abertura da economia permite a São Paulo e Brasília exercerem apenas uma

“regulação delegada”, isto é, uma regulação cujas “ordens” se situam fora de sua competência

territorial e deixam pequena margem para a escolha de caminhos suscetíveis de atribuir, de dentro, um destino ao próprio território nacional.

Milton Santos e Maria Laura Silveira. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI, 2001. Adaptado.

MONITORIA - GEOGRAFIA 9 . (Imed 2015) Atualmente, a atividade industrial brasileira apresenta um cenário de:

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - GEOGRAFIA A condição brasileira de “espaço nacional da economia internacional” e a “regulação delegada”

MONITORIA - GEOGRAFIA

A condição brasileira de “espaço nacional da economia internacional” e a “regulação delegada” exercida

pelas principais metrópoles nacionais se confirmam uma vez que

  • a) os espaços produtivos integrados à economia global se caracterizam pela submissão a uma lógica internacional, ao passo que as metrópoles brasileiras se constituem nos espaços a partir dos quais as grandes empresas globais comandam suas atividades econômicas no Brasil.

  • b) os espaços produtivos integrados à economia nacional se caracterizam pela submissão aos interesses nacionais, ao passo que a capital brasileira se constitui no espaço a partir do qual a maioria das grandes empresas globais comandam suas atividades econômicas no Brasil.

  • c) os espaços produtivos nacionais integrados à economia global se caracterizam pelo seu poder de regulação dos fluxos financeiros globais, ao passo que as metrópoles brasileiras se constituem nos espaços a partir dos quais as grandes empresas globais comandam suas atividades econômicas internacionais.

  • d) os espaços produtivos integrados à economia global se caracterizam pela submissão aos interesses nacionais, ao passo que a capital brasileira se constitui no espaço onde se realiza o comando pleno da produção e do consumo no Brasil.

  • e) os espaços produtivos integrados à economia global se caracterizam pela submissão a uma lógica internacional, ao passo que as metrópoles brasileiras se constituem nos espaços a partir dos quais as pequenas e médias empresas comandam a moderna produção brasileira.

MONITORIA - GEOGRAFIA A condição brasileira de “espaço nacional da economia internacional” e a “regulação delegada”

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - GEOGRAFIA 1) Letra A 2) Letra E 3) Letra D 4) Letra C 5)

MONITORIA - GEOGRAFIA

1) Letra A

2)

Letra E

3) Letra D

4) Letra C

5) Letra B

6) Letra E

7) Letra E

8) Letra C

9) Letra A

10) Letra A

GABARITO

MONITORIA - GEOGRAFIA 1) Letra A 2) Letra E 3) Letra D 4) Letra C 5)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA 1. (Fuvest 2014) As chamadas “revoluções inglesas”, transcorridas entre 1640 e 1688, tiveram

MONITORIA - HISTÓRIA

  • 1. (Fuvest 2014) As chamadas “revoluções inglesas”, transcorridas entre 1640 e 1688, tiveram como

resultados imediatos

  • a) a proclamação dos Direitos do Homem e do Cidadão e o fim dos monopólios comerciais.

  • b) o surgimento da monarquia absoluta e as guerras contra a França napoleônica.

  • c) o reconhecimento do catolicismo como religião oficial e o fortalecimento da ingerência papal nas questões locais.

  • d) o fim do anglicanismo e o início das demarcações das terras comuns.

  • e) o fortalecimento do Parlamento e o aumento, no governo, da influência dos grupos ligados às

atividades comerciais.

  • 2. (Mackenzie 2014) A Revolução Gloriosa, na Inglaterra (16881689), marcou o início de uma época de

grande prosperidade para o país, lançando as bases para o desenvolvimento capitalista, e permitiu que o país fosse o pioneiro na Revolução Industrial do século XVIII. Podemos estabelecer uma relação entre os

dois eventos porque

  • a) o governo passou a impor a religião anglicana, dando fim aos conflitos religiosos e aos massacres entre católicos e protestantes, liberando mão de obra para as novas técnicas de produção.

  • b) o poder real, com a retomada do absolutismo, não encontra empecilhos para dar fim ao sistema feudal e incentivar a prática capitalista para aumentar os recursos do Tesouro Nacional.

  • c) o país, com o advento do Parlamentarismo, passou por transformações, como o acordo político e econômico entre a burguesia e a nobreza rural que, juntas, promoveram o desenvolvimento econômico.

  • d) tanto a tolerância religiosa quanto uma maior liberdade de expressão política por parte da sociedade civil, características do despotismo esclarecido, incentivaram o desenvolvimento econômico.

  • e) o desenvolvimento de uma monarquia, com características de um Estado liberal, permitiu a união de todas as classes sociais na Inglaterra, o que permitiu a modificação das relações trabalhistas no campo.

    • 3. (Fgvrj 2013) A Reforma, a despeito de sua hostilidade à magia, estimulara o espírito de profecia. A

abolição dos intermediários entre o homem e a divindade, bem como a ênfase na consciência individual, deixavam Deus falar diretamente a seus eleitos. Era obrigação destes tornar conhecida a Sua mensagem. E Deus não fazia acepção de pessoas: preferia falar a John Knox do que à sua rainha, Maria Stuart da Escócia. O próprio Knox agradeceu a Deus ter-lhe dado o dom de profetizar, que assim estabelecia que ele era um homem de boa-fé. Na Inglaterra, as décadas revolucionárias deram ampla difusão ao que praticamente constituía uma profissão nova a do profeta, quer na qualidade de intérprete dos astros, ou dos mitos populares tradicionais, ou, ainda, da Bíblia.

HILL, Christopher, O mundo de ponta-cabeça. Ideias radicais durante a Revolução Inglesa de 1640. Trad. Renato Janine Ribeiro. São Paulo, Companhia das Letras, 1987, p. 103.

MONITORIA - HISTÓRIA 1. (Fuvest 2014) As chamadas “revoluções inglesas”, transcorridas entre 1640 e 1688, tiveram

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA O texto se refere ao ambiente político e religioso da Inglaterra no século

MONITORIA - HISTÓRIA

O texto se refere ao ambiente político e religioso da Inglaterra no século XVII. A esse respeito é CORRETO afirmar:

  • a) A insatisfação popular na Inglaterra era decorrente da perspectiva protestante de manter os sacerdotes como intermediários entre Deus e os homens.

  • b) Os revolucionários basearam-se em princípios estritamente racionais e científicos, em uma nítida ruptura com as crenças e o profetismo da época.

  • c) Apesar de todas as disputas religiosas dos séculos XVI e XVII, os monarcas ingleses mantiveram-se neutros, o que permitiu a preservação da monarquia.

  • d) Para os revolucionários ingleses, Deus considerava apenas os parlamentares como pessoas aptas a transmitir a doutrina e indicar os caminhos da salvação.

  • e) A movimentação revolucionária esteve vinculada aos conflitos religiosos decorrentes da chamada Reforma Protestante iniciada no século XVI.

    • 4. (Espm 2013) Morto o rei, em maio do mesmo ano, a república foi proclamada, o que dava a entender

que as reivindicações dos niveladores estavam sendo atendidas, mas a revolução parou aí, e a sensação de traição foi virando certeza. A revolta dos niveladores malogrou. Além da fracassada tentativa dos Ni- veladores, o país conheceu também o movimento dos Escavadores, que, por meio da ação direta e

pacífica, tentaram chegar a uma forma de comunismo agrário.

O texto deve ser relacionado com:

  • a) a Revolução Puritana, na Inglaterra;

  • b) a Revolução Gloriosa, na Inglaterra;

  • c) as Frondas, na França;

  • d) a Revolução Francesa de 1789;

  • e) a Revolução de 1830, na França.

(Paulo Miceli. As Revoluções Burguesas)

  • 5. (Enem 2012) Que é ilegal a faculdade que se atribui à autoridade real para suspender as leis ou seu

cumprimento.

Que é ilegal toda cobrança de impostos para a Coroa sem o concurso do Parlamento, sob pretexto de prerrogativa, ou em época e modo diferentes dos designados por ele próprio.

Que é indispensável convocar com frequência os Parlamentos para satisfazer os agravos, assim como para corrigir, afirmar e conservar as leis.

Declaração dos Direitos. Disponível em http://disciplinas.stoa.usp.br. Acesso em: 20 dez. 2011 (adaptado).

No documento de 1689, identifica-se uma particularidade da Inglaterra diante dos demais Estados

europeus na Época Moderna. A peculiaridade inglesa e o regime político que predominavam na Europa continental estão indicados, respectivamente, em:

  • a) Redução da influência do papa Teocracia.

  • b) Limitação do poder do soberano Absolutismo.

  • c) Ampliação da dominação da nobreza República.

  • d) Expansão da força do presidente Parlamentarismo.

  • e) Restrição da competência do congresso Presidencialismo.

MONITORIA - HISTÓRIA O texto se refere ao ambiente político e religioso da Inglaterra no século

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA 6. (Unesp 2012) A Revolução Puritana (1640) e a Revolução Gloriosa (1688) transformaram

MONITORIA - HISTÓRIA

6. (Unesp 2012) A Revolução Puritana (1640) e a Revolução Gloriosa (1688) transformaram a Inglaterra do século XVII. Sobre o conjunto de suas realizações, pode-se dizer que

a)

determinaram o declínio da hegemonia inglesa no comércio marítimo, pois os conflitos internos provocaram forte redução da produção e exportação de manufaturados.

b)

resultaram na vitória política dos projetos populares e radicais dos cavadores e dos niveladores, que defendiam o fim da monarquia e dos privilégios dos nobres.

c)

envolveram conflitos religiosos que, juntamente com as disputas políticas e sociais, desembocaram na retomada do poder pelos católicos e em perseguições contra protestantes.

d)

geraram um Estado monárquico em que o poder real devia se submeter aos limites estabelecidos pela legislação e respeitar as decisões tomadas pelo Parlamento.

e)

precederam as revoluções sociais que, nos dois séculos seguintes, abalaram França, Portugal e as colônias na América, provocando a ascensão política do proletariado industrial.

7. (Ifce 2011) A Revolução Inglesa do século XVII foi um movimento com características religiosas,

políticas, econômicas e sociais. Do ponto de vista institucional, ou seja, político, foi uma luta entre

a)

a burguesia e a nobreza progressista.

b)

o Parlamento e o Estado absolutista.

c)

os católicos e os anglicanos.

d)

a pequena burguesia mercantil e a alta burguesia industrial.

 

e)

a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa.

8. (Pucrj 2010) “Para o progresso do armamento marítimo e da navegação, que sob a boa providência e

proteção divina interessam tanto à prosperidade, à segurança e ao poderio deste reino [

],

nenhuma

[

]

pertencem a súditos ingleses [

...

]

e que são comandados por um capitão inglês e tripulados por uma

],

nenhum estrangeiro [

]

poderá exercer o ofício de

... equipagem com três quartos de ingleses [

... mercador ou corretor num dos lugares supracitados, sob pena de confisco de todos os seus bens e

...

mercadorias [

...

Segundo Ato de Navegação de 1660. In: Pierre Deyon. O mercantilismo. São Paulo: Perspectiva, 1973, p. 94-95.

Por meio do Ato de Navegação de 1660, o governo inglês:

 

a)

estabelecia que todas as mercadorias comercializadas por qualquer país europeu fossem transportadas por navios ingleses.

b)

monopolizava seu próprio comércio e impulsionava a indústria naval inglesa, aumentando ainda mais a presença da Inglaterra nos mares do mundo.

c)

enfrentava a poderosa França retirando-lhe a posição privilegiada de intermediária comercial em nível mundial.

d)

desenvolvia a sua marinha, incentivava a indústria, expandia o Império, abrindo novos mercados internacionais ao seu excedente agrícola.

e)

protegia os produtos ingleses, matérias-primas e manufaturados, que deveriam ter sua saída dificultada, de modo a gerar acúmulo de metais preciosos no Reino inglês.

MONITORIA - HISTÓRIA 6. (Unesp 2012) A Revolução Puritana (1640) e a Revolução Gloriosa (1688) transformaram

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA 9. (Pucrj 1999) Leia o testemunho de Baxter, puritano inglês: "Uma grande parte

MONITORIA - HISTÓRIA

9. (Pucrj 1999) Leia o testemunho de Baxter, puritano inglês:

"Uma grande parte dos cavaleiros e gentil-homens de Inglaterra (

...

)

aderira ao rei [Carlos I, 1625-1649].

Do lado do Parlamento estavam uma pequena parte da pequena nobreza de muitos dos condados e a maior parte dos comerciantes e proprietários, especialmente nas corporações e condados dependentes

...

(

)

do fabrico de tecidos e de manufaturas desse tipo. (

)

Os proprietários e comerciantes são a força da

... religião e do civismo no país; e os gentil-homens, os pedintes e os arrendatários servis são a força da iniquidade."

(Adaptado de: Christopher Hill. A REVOLUÇÃO INGLESA DE 1640. O testemunho acima ilustra, em parte, as polarizações sociais e políticas que caracterizaram a Revolução Puritana, na Inglaterra, entre 1642 e 1649.)

Dentre as afirmativas a seguir, assinale a única que NÃO apresenta de modo correto uma característica dessa revolução:

  • a) Dela resultou o enfraquecimento do poder do soberano, contribuindo para a afirmação das prerrogativas e interesses dos grupos que apoiavam o fortalecimento das atribuições do Parlamento.

  • b) Ela inseriu-se no conjunto de conflitos civis europeus, da primeira metade do século XVII, marcadamente caracterizados pela superposição entre identidade política e identidade religiosa.

  • c) Ela ocasionou uma sangrenta guerra civil, estimuladora, entre outros aspectos, da proliferação de seitas não-conformistas, profundamente condenadas e reprimidas pelos puritanos mais moderados.

  • d) Ela estimulou a crescente aplicação de concepções liberais, defendidas em especial pelos comerciantes, particularmente no que se referia às relações mercantis com os colonos da América.

  • e) Ela representou um dos primeiros grandes abalos nas práticas do absolutismo monárquico na Europa, simbolizado não só pelo julgamento, mas, principalmente, pela decapitação do monarca Carlos I.

O nosso foi um Século das Luzes dominantemente beato, escolástico, inquisitorial; mas elas se manifestaram nas concepções e no esforço reformador de certos intelectuais e administradores, enquadrados pelo despotismo relativamente esclarecido de Pombal. Seja qual for o juízo sobre este, a sua ação foi decisiva e benéfica para o Brasil, favorecendo atitudes mentais evoluídas, que incrementariam o desejo de saber, a adoção de novos pontos de vista na literatura e na ciência, certa reação contra a tirania intelectual do clero e, finalmente, o nativismo.

(Antonio Candido. Formação da Literatura Brasileira. São Paulo: Martins, v. 1, 1959)

10. (Puccamp 2005) O declínio da economia mineradora brasileira, no final do século a que o texto se refere, coincidiu com profundas mudanças ocorridas na sociedade europeia e nas relações entre metrópoles e suas colônias. No plano político,

  • a) caracterizou-se isso pela tentativa de restauração do Antigo Regime pela Santa Aliança.

  • b) aprofundou-se a crise econômica dos reinos ibéricos com a Guerra da Restauração.

  • c) intensificou-se a crise do regime absolutista, culminando com a Revolução Francesa.

  • d) incentivou-se a luta pela participação popular, culminando com a Revolução Gloriosa.

  • e) estimularam-se os ideais nacionalistas radicais, provocando a Independência da América.

MONITORIA - HISTÓRIA 9. (Pucrj 1999) Leia o testemunho de Baxter, puritano inglês: "Uma grande parte

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA 11 . (Ufv 2010) Sobre as Revoluções Inglesas do século XVII, é CORRETO

MONITORIA - HISTÓRIA

  • 11. (Ufv 2010) Sobre as Revoluções Inglesas do século XVII, é CORRETO afirmar que:

    • a) Oliver Cromwell evitou a centralização do poder quando se tornou o Lorde Protetor da Inglaterra em 1653, pois repudiava o poder absolutista.

    • b) após a guerra civil da década de 1640, o rei Carlos I foi executado e a República na Inglaterra foi estabelecida temporariamente.

    • c) Guilherme de Orange, um dos líderes do Exército Revolucionário que lutou na década de 1640 contra o poder absolutista do rei Carlos I, foi coroado como o novo rei inglês.

    • d) a Revolução Gloriosa (1688) representou a ascensão ao poder dos grupos sociais mais radicais que aboliram a propriedade privada.

      • 12. (Pucsp 2001)

As Revoluções Inglesas do século XVII e a Revolução Francesa são, muitas vezes,

comparadas. Sobre tal comparação, pode-se dizer que

  • a) é pertinente, pois são exemplos de processos que resultaram em derrota do absolutismo monárquico; no entanto, há muitas diferenças entre elas, como a importante presença de questões religiosas no caso inglês e o expansionismo militar francês após o fim da revolução.

  • b) é equivocada, pois, na Inglaterra, houve vitória do projeto republicano e, na França, da proposta monárquica; no entanto foram ambas iniciadas pela ação militar das tropas napoleônicas que invadiram a Inglaterra, rompendo o tradicional domínio britânico dos mares.

  • c) é pertinente, pois são exemplos de revolução social proletária de inspiração marxista; no entanto os projetos populares radicais foram derrotados na Inglaterra (os "niveladores", por exemplo) e vitoriosos na França (Os "sans-culottes").

  • d) é equivocada, pois, na Inglaterra, as revoluções tiveram caráter exclusivamente religioso, e, na França, representaram a vitória definitiva da proposta republicana anti-clerical; no entanto ambas foram movimentos anti-absolutistas.

  • e) é pertinente, pois são exemplos de revoluções burguesas; no entanto, na Inglaterra, as lutas foram realizadas e controladas exclusivamente pela burguesia, e, na França, contaram com grande participação de camponeses e de operários.

    • 13. (Ueg 2015) Leia o texto a seguir.

Após a decapitação do rei, o Parlamento sofreu nova depuração. Um Conselho de Estado, com 41

membros, passou a exercer o Poder Executivo. Mas o controle do Estado estava de fato nas mãos de

Cromwell [

]

Ofereceram-lhe a coroa, mas ele a recusou: na prática já era um soberano e podia até fazer

seu sucessor.

PILETTI, Nelson; ARRUDA, José Jobson de A. Toda a História. São Paulo: Ática, 2000, p. 228.

Após a morte de seu líder, em 1658, o destino da chamada “República de Cromwell” foi marcado pela

  • a) deposição, já no ano seguinte, de seu filho e sucessor, Richard Cromwell, permitindo o início da fase de Restauração.

  • b) reformulação e fortalecimento do Parlamento inglês, num golpe militar conhecido como Revolução

Gloriosa.

  • c) proibição das práticas puritanas, fazendo com que muitos membros do movimento migrassem para a América.

  • d) invasão de Guilherme de Orange, que implantou a Lei do Teste, obrigando a todos os funcionários públicos a se declararem católicos.

MONITORIA - HISTÓRIA 11 . (Ufv 2010) Sobre as Revoluções Inglesas do século XVII, é CORRETO

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA 14 . (Ufrgs 2015) Durante o século XVII, a Inglaterra experimentou um período

MONITORIA - HISTÓRIA

  • 14. (Ufrgs 2015) Durante o século XVII, a Inglaterra experimentou um período de profundas e violentas

transformações políticas, desde a eclosão da Guerra Civil Inglesa (1642-1651) até a Revolução Gloriosa

(1688).

Entre as principais consequências desse processo, podem ser enumeradas

  • a) a transição do absolutismo para uma monarquia constitucional e a limitação dos poderes políticos do monarca.

  • b) a abolição da propriedade privada e a adoção de um sistema de terras comunais em todo o país.

  • c) a independência das treze colônias inglesas da América do Norte e a abertura dos portos ingleses aos navios estrangeiros.

  • d) a derrota militar das forças reformistas e a consolidação do absolutismo monárquico nas mãos de Oliver Cromwell.

  • e) a abolição do anglicanismo e a afirmação do calvinismo como religião oficial da Inglaterra.

    • 15. (Ufrgs 2008) Ao longo da Revolução Inglesa, ocorrida no século XVII, emergiu um regime republicano,

que durou cerca de uma década, sob o comando de Oliver Cromwell, o "Lord Protector" da Inglaterra.

Sobre esse período republicano, é correto afirmar que

  • a) a Inglaterra, enfraquecida pela transição de regime, ficou à mercê das demais potências europeias, às quais foi obrigada a conceder uma série de vantagens comerciais.

  • b) Cromwell, no intuito de proteger a economia interna, elaborou diversas restrições comerciais que o colocaram em conflito direto com os holandeses.

  • c) a morosidade com que Cromwell implantou sua política econômica contribuiu para a curta duração de seu governo.

  • d) ele teve como particularidade o retrocesso do puritanismo religioso, característica marcante nos tempos do monarca Carlos I.

  • e) ele representou uma fase de distensão entre a Inglaterra e as oposições irlandesas e escocesas.

    • 16. (Ufjf 2007) Leia o fragmento a seguir:

"O século XVII é decisivo na história da Inglaterra. Os problemas desse país não lhe são privativos. Toda a

Europa enfrentava uma série de conflitos, revoltas e guerras civil. (

...

)

Contudo, apenas na Inglaterra

ocorreu uma ruptura decisiva no século XVII." (HILL, C. "O Eleito de Deus: Oliver Cromwell e a Revolução Inglesa". ).

Essa ruptura ficou conhecida como Revolução Inglesa, um processo que se estendeu de 1640 a 1660. A respeito desse processo, é INCORRETO afirmar que:

  • a) foi decisivo na derrocada do absolutismo na Inglaterra.

  • b) consolidou um mercado nacional, com um governo que priorizava as questões comerciais.

  • c) privilegiou os interesses dos setores agrários e da Igreja Católica, que passaram a ser financiados pelo governo.

  • d) as decisões tomadas durante esse processo garantiram que a Inglaterra fosse governada por uma assembleia representativa.

  • e) foi marcado por manifestações no campo contra as mudanças no regime de propriedade da terra, com destaque para grupos como os 'diggers' e 'levellers'.

MONITORIA - HISTÓRIA 14 . (Ufrgs 2015) Durante o século XVII, a Inglaterra experimentou um período

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA 17 . (Ufpel 2006) "A única maneira de fazer com que muito ouro

MONITORIA - HISTÓRIA

  • 17. (Ufpel 2006)

"A única maneira de fazer com que muito ouro seja trazido de outros reinos para o

tesouro real é conseguir que grande quantidade de nossos produtos seja levada anualmente além dos

mares, e menor quantidade de seus produtos seja para cá transportada

"

...

In: FREITAS, Gustavo de. "900 textos e documentos de História". Lisboa, Plátano, s/d.: "Política para tornar o reino de Inglaterra próspero, rico e poderoso, 1549". Documentos econômicos dos Tudor.

A afirmação descrita no texto expressa uma característica da política econômica

  • a) mercantilista inglesa, base do Tratado de Methuem, que fomentou a acumulação de capital, inclusive com o ouro brasileiro, no século XVIII.

  • b) capitalista industrial, quando os ingleses dominaram as colônias ibéricas através do comércio de produtos manufaturados, no século XVII.

  • c) bulionista, baseada na exploração aurífera da América do Norte e no monopólio comercial com a instauração das Treze Colônias.

  • d) colonialista, alicerçada na hegemonia que os ingleses exerciam no Atlântico Sul, desde o século XVI.

  • e) metalista inglesa, resultante do Ato de Navegação de Cromwell, na República Puritana, no século XVII.

    • 18. (Espm 2005) "O Ato de Navegação de 1651 originou um conflito contra a supremacia naval holandesa.

A guerra entre a Commonwealth e a Holanda nasceu de um determinado número de incidentes

provocados pela rivalidade entre as duas comunidades marítimas, não podendo ser atribuída a nenhuma causa isolada".

(Fonte: G. M. Trevelyan. "História Concisa da Inglaterra")

O texto faz referência ao Ato de Navegação e a guerra entre Inglaterra e Holanda que ocorreram:

  • a) Sob o governo da rainha Elisabeth I, que consolidou a hegemonia naval inglesa;

  • b) Sob o governo de Carlos II, rei da dinastia Stuart restaurada após a morte de Cromwell;

  • c) Sob o governo da monarquia parlamentarista instituído após a Revolução Gloriosa;

  • d) Sob o governo de Henrique VIII, rei que ao vencer este conflito implantou o absolutismo na Inglaterra;

  • e) Sob o governo republicano estabelecido por Cromwell, que a partir de 1653 tornou-se o Lorde Protetor da Inglaterra.

    • 19. (Fgv 2001) É o governo puritano de Cromwell que realiza um ataque frontal aos interesses holandeses

no Atlântico. Tal medida foi denominada:

  • a) Commonwealth;

  • b) Ato de Navegação;

  • c) Declaração de Direitos;

  • d) Petição de Direitos;

  • e) Acordo de Comércio entre as Nações Amigas.

MONITORIA - HISTÓRIA 17 . (Ufpel 2006) "A única maneira de fazer com que muito ouro

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - HISTÓRIA 1) Letra E 2) Letra C 3) Letra E 4) Letra A 5)

MONITORIA - HISTÓRIA

1) Letra E 2) Letra C 3) Letra E 4) Letra A 5) Letra B 6) Letra D 7) Letra B 8) Letra B 9) Letra D 10) Letra C 11) Letra B 12) Letra A 13) Letra A 14) Letra A 15) Letra B 16) Letra C 17) Letra A 18) Letra E 19) Letra B

GABARITO

MONITORIA - HISTÓRIA 1) Letra E 2) Letra C 3) Letra E 4) Letra A 5)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - FÍSICA 1 . (Eear 2017) Sobre uma mesa sem atrito, um objeto sofre a

MONITORIA - FÍSICA

1.

(Eear 2017)

Sobre uma mesa sem atrito, um objeto sofre a ação de duas forças F1 9 N

e F2 15 N,

que estão dispostas de modo a formar entre si um ângulo de 120. A intensidade da força resultante, em newtons, será de

a)

3 24

3 24

b)

3 19

3 19

c)

306
306

d)

24
24

2.

(Uece 2016)

Considere uma pedra em queda livre e uma criança em um carrossel que gira com

velocidade angular constante. Sobre o movimento da pedra e da criança, é correto afirmar que

 

a)

a aceleração da pedra varia e a criança gira com aceleração nula.

b)

a pedra cai com aceleração nula e a criança gira com aceleração constante.

c)

ambas sofrem acelerações de módulos constantes.

d)

a aceleração em ambas é zero.

  • 3. (Fei 1994)

Sabe-se que a distância entre as margens paralelas de um rio é de 100 m e que a

velocidade da correnteza, de 6 m/s, é constante, com direção paralela às margens. Um barco parte de um ponto x da margem A com velocidade constante de 8 m/s, com direção perpendicular às margens do rio. A que distância do ponto x o barco atinge a margem B?

  • a) 100 m

  • b) 125 m

  • c) 600 m

  • d) 750 m

  • e) 800 m

    • 4. (Uel 1994) Considere as seguintes grandezas físicas mecânicas: TEMPO, MASSA, FORÇA, VELOCIDADE

e TRABALHO. Dentre elas, têm caráter vetorial apenas

  • a) força e velocidade.

  • b) massa e força.

  • c) tempo e massa.

  • d) velocidade e trabalho.

  • e) tempo e trabalho.

    • 5. (Fatec 1996) Dados os vetores A, B e C, representados na figura em que cada quadrícula apresenta

lado correspondente a uma unidade de medida, é correto afirmar que a resultante dos vetores tem

módulo:

  • a) 1

  • b) 2

  • c) 3

  • d) 4

  • e) 6

proenem.com.br
proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - FÍSICA 6 . (Puccamp 1997) Um barco sai de um ponto P para atravessar

MONITORIA - FÍSICA

  • 6. (Puccamp 1997)

Um barco

sai

de

um ponto

P

para

atravessar um rio de 4,0

km

de

largura. A

velocidade da correnteza, em relação às margens do rio, é de 6,0 km/h. A travessia é feita segundo a menor distância PQ, como mostra o esquema representado a seguir, e dura 30 minutos

MONITORIA - FÍSICA 6 . (Puccamp 1997) Um barco sai de um ponto P para atravessar

A velocidade do barco em relação à correnteza, em km/h, é de

  • a) 4,0

  • b) 6,0

  • c) 8,0

  • d) 10

  • e) 12

    • 7. (Fuvest 1997) Quatro cargas pontuais estão colocadas nos vértices de um quadrado. As duas cargas

+Q e -Q têm mesmo valor absoluto e as outras duas, q 1 e q 2 , são desconhecidas. Afim de determinar a natureza destas cargas, coloca-se uma carga de prova positiva no centro do quadrado e verifica-se que a

MONITORIA - FÍSICA 6 . (Puccamp 1997) Um barco sai de um ponto P para atravessar

força sobre ela é F , mostrada na figura a seguir. Podemos afirmar que

MONITORIA - FÍSICA 6 . (Puccamp 1997) Um barco sai de um ponto P para atravessar
  • a) q 1 > q 2 > 0

  • b) q 2 > q 1 > 0

  • c) q 1 + q 2 > 0

  • d) q 1 + q 2 < 0

  • e) q 1 = q 2 > 0

    • 8. (Fuvest 1996) O módulo F da força eletrostática entre duas cargas elétricas pontuais q 1 e q 2 ,

separadas por uma distância d, é

F

kq q

1

2

  • 2 onde k é uma constante. Considere as três cargas pontuais

d

representadas na figura adiante por +Q, Q e q. O módulo da força eletrostática total que age sobre a carga q será

MONITORIA - FÍSICA 6 . (Puccamp 1997) Um barco sai de um ponto P para atravessar

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - FÍSICA a) 2kQq R 2 . b) 3 kQq . R 2 c) 2

MONITORIA - FÍSICA

a)

2kQq

 
a) 2kQq
 

R

2

.

b)

3 kQq .
3
kQq
.
 
 

R

2

c)

2

kQ q

 
 

R

2

.

d)

  3    
3
 
 

KQq

 

 

   

 

2

 

R

2

.

e)

  3
3

   

2

KQ q

 

2

R

2

.

9. (Fuvest 1989) A uma distância d uma da outra, encontram-se duas esferinhas metálicas idênticas, de dimensões desprezíveis, com cargas - Q e + 9 Q. Elas são postas em contacto e, em seguida, colocadas à distância 2 d. A razão entre os módulos das forças que atuam APÓS o contacto e ANTES do contacto é

a)

2/3

 

b)

4/9

c)

1

d)

9/2

 

e)

4

10. (Cesgranrio 1999)

 
a) 2kQq R 2 . b) 3 kQq . R 2 c) 2 kQ q R

Duas pequenas esferas A e B possuem a mesma carga elétrica q e se repelem com uma força de intensidade F. No ponto médio da distância que as separa introduz-se uma terceira carga elétrica q, conforme indica o desenho anterior.

Assim, a resultante das forças elétricas que agem sobre a esfera A passou a valer:

a)

5 F

 

b)

4 F

c)

3 F

d)

2 F

e)

F

MONITORIA - FÍSICA a) 2kQq R 2 . b) 3 kQq . R 2 c) 2

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - FÍSICA 1) Letra B 2) Letra C 3) Letra B 4) Letra A 5)

MONITORIA - FÍSICA

1)

Letra B

2)

Letra C

3)

Letra B

4)

Letra A

5)

Letra A

6)

Letra D

7)

Letra D

8)

Letra B

9)

Letra B

10) Letra A

GABARITO

MONITORIA - FÍSICA 1) Letra B 2) Letra C 3) Letra B 4) Letra A 5)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA 1 . (Ucs 2016) Centenas de milhares de toneladas de magnésio metálico são

MONITORIA - QUÍMICA

  • 1. (Ucs 2016) Centenas de milhares de toneladas de magnésio metálico são produzidas anualmente, em

grande parte para a fabricação de ligas leves. De fato, a maior parte do alumínio utilizado hoje em dia contém 5% em massa de magnésio para melhorar suas propriedades mecânicas e torná-lo mais resistente à corrosão. É interessante observar que os minerais que contêm magnésio não são as principais fontes desse elemento. A maior parte do magnésio é obtida a partir da água do mar, na qual

os íons

Mg

2

estão presentes em uma concentração de 0,05 mol / L. Para obter o magnésio metálico, os

íons

Mg

2

da água do mar são inicialmente precipitados sob a forma de hidróxido de magnésio, com

uma solução de hidróxido de cálcio. O hidróxido de magnésio é removido desse meio por filtração, sendo finalmente tratado com excesso de uma solução de ácido clorídrico. Após a evaporação do solvente, o sal anidro obtido é fundido e submetido ao processo de eletrólise ígnea.

Considerando as informações do texto acima, assinale a alternativa correta.

  • a) A filtração é um processo físico que serve para separar misturas homogêneas de um sólido disperso

em um líquido ou em um gás.

  • b) A massa de

Mg

  • 2 presente em 500 mL

de água do mar é de 2,025 g.

  • c) A eletrólise ígnea do sal anidro produz, além do magnésio metálico, um gás extremamente tóxico e de odor irritante.

  • d) O hidróxido de magnésio é uma monobase fraca, muito solúvel em água.

  • e) O processo de eletrólise é um fenômeno físico, em que um ou mais elementos sofrem variações nos seus números de oxidação no transcorrer de uma reação química.

    • 2. (ifsul 2016) A água de uso doméstico deve apresentar uma concentração de íons fluoreto igual a

5

MONITORIA - QUÍMICA 1 . (Ucs 2016) Centenas de milhares de toneladas de magnésio metálico são

5,0 10 mol L.

Se, ao fim de um dia, uma pessoa toma 6,0 litros dessa água, qual a massa de fluoreto,

em miligramas, que essa pessoa ingeriu?

  • a) 1,8

  • b) 2,6

  • d) c) 5,7 11,4

    • 3. (Ufpa 2016) Devido à toxicidade do íon lítio, a concentração máxima desse íon no sangue deve ser de

1

1,0 mmol L .

Considerando que um adulto tenha 5 litros de sangue, a massa total (em mg) de íons lítio

no sangue desse adulto deve ser de aproximadamente

Dado: Massa molar

1

Li (g mol ) 6,94.

  • a) 6,9.

  • b) 13,9.

  • d) c) 20,8. 27,8.

  • e) 34,7.

    • 4. (Feevale 2016) O soro fisiológico pode ser utilizado em diversos procedimentos caseiros, como para

limpar feridas e machucados, para higiene nasal ou para limpeza de lentes de contato. Normalmente é uma solução a 0,9% de cloreto de sódio em água. Em caso de necessidade, pode ser feito em casa,

fervendo-se previamente a água utilizada para fazer soro. Foi necessário preparar 0,5 litro dessa solução.

MONITORIA - QUÍMICA 1 . (Ucs 2016) Centenas de milhares de toneladas de magnésio metálico são

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária

MONITORIA - QUÍMICA

Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária para essa preparação e a concentração molar dessa solução.

a)

4,5 0,154 g e g 0,308 e 4,5 mol L

1

1

  • b)
    c)
    d) e) 0,154 9,0 4,5 g g e e g 0,154 0,154 e 9,0 mol mol mol mol L L L L    

1

1

1

  • 5. (Udesc 2016) Para limpeza de superfícies como concreto, tijolo, dentre outras, geralmente é utilizado

um produto com nome comercial de “ácido muriático”. A substância ativa desse produto é o ácido clorídrico (HC ), um ácido inorgânico forte, corrosivo e tóxico. O volume de HC em mililitros, que deve ser utilizado para preparar 50,0 mL de HC 3 mol L, a partir da solução concentrada com densidade de

MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária
MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária
MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária
MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária
MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária

1,18 g cm

  • 3 e 37% (m m) é, aproximadamente:

MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária
  • a) b) 125 150 12,5 mL mL mL
    c)

  • d) 8,7 mL

  • e) 87 mL

    • 6. (Pucpr 2016) A tabela apresentada a seguir representa parte das informações interpretativas de um

exame de sangue:

Teste de tolerância à glicose oral

NÍVEL DE GLICOSE

 

SIGNIFICADO

 
99 mg dl

De 70 a 99 mg dl

 

Glicemia em jejum normal

 
100 125 mg dl (5.6 6.9 mmol L)
100 125 mg dl (5.6 6.9 mmol L)

De 100 a 125 mg dl (5.6 a 6.9 mmol L)

Glicemia

em

jejum

alterada

(pré-

diabetes)

126 mg dl ou mais

126 mg dl ou mais

em pelo

menos dois

Diabetes

exames

Supondo um paciente que possua diabetes, a molaridade de glicose (C6H12O6 ), em seu sangue em mol L, considerando o nível inicial, será aproximadamente:

MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária

Dados: C 12; H 1; O 16.

  • a) 0,7.

  • b) 7.

c)

d)

e)

   2 5 3

7 7 7    10 10 10 . . .

  • 7. (Uece 2016) O magnésio subministrado na forma de cloreto de magnésio tem papel importante para

o fortalecimento dos músculos e nervos, função imunológica, reforça a estrutura óssea, regula os níveis de pressão arterial e o açúcar do sangue, etc. A título experimental, um estudante de bioquímica preparou uma solução de cloreto de magnésio utilizando 200 g de água e 20 g de cloreto de magnésio

MONITORIA - QUÍMICA Marque a alternativa que apresenta respectivamente a quantidade de cloreto de sódio necessária

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA que passou a ter densidade de 1,10 g mL. Para essa solução, a

MONITORIA - QUÍMICA

MONITORIA - QUÍMICA que passou a ter densidade de 1,10 g mL. Para essa solução, a

que passou a ter densidade de 1,10 g mL. Para essa solução, a concentração em quantidade de matéria é, aproximadamente,

a) b) c) 1,30 1,05 1,20 1,50 mol mol mol mol L. L. L. L. d)
a)
b)
c)
1,30 1,05 1,20 1,50 mol mol mol mol L. L. L. L.
d)

8. (Ueg 2016) Considere 5L de uma solução aquosa contendo 146 g de cloreto de sódio que será utilizada como solução de partida para outras de mais baixa concentração. Uma quantidade de 2 mL dessa solução contém uma massa de soluto, em miligramas, de aproximadamente

  • a) 3

  • b) c) d) 58 73 29

  • e) 292

9. (Imed 2016) Considere um frasco de 1.000 mL, completamente cheio, contendo uma solução aquosa 0,5 M de CuSO4. A respeito dessa solução, assinale a alternativa correta.

  • a) O frasco contém 0,5 mols de CuSO4 por litro de solução.

  • b) A cada 1.000 mL de solução, encontramos 0,5 g de CuSO4.

  • c) O sulfato de cobre é um ácido de Arrhenius.

  • d) Para obtermos uma solução 1M de CuSO4, a partir da solução 0,5 M, basta diluir a solução estoque

duas vezes.

  • e) Uma vez que a concentração molar, molaridade, dessa solução de CuSO4 é 0,5 M, sua concentração

comum, C, é 0,5 M.

MONITORIA - QUÍMICA que passou a ter densidade de 1,10 g mL. Para essa solução, a

10. (Enem 2ª aplicação 2016) O soro fisiológico é uma solução aquosa de cloreto de sódio (NaC ) comumente utilizada para higienização ocular, nasal, de ferimentos e de lentes de contato. Sua concentração é 0,90% em massa e densidade igual a 1,00 g mL.

MONITORIA - QUÍMICA que passou a ter densidade de 1,10 g mL. Para essa solução, a
MONITORIA - QUÍMICA que passou a ter densidade de 1,10 g mL. Para essa solução, a

Qual massa de NaC , em grama, deverá ser adicionada à água para preparar 500 mL desse soro?

  • c) b) a) 4,50 0,45 0,90

  • e) d) 9,00 45,00

MONITORIA - QUÍMICA que passou a ter densidade de 1,10 g mL. Para essa solução, a

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA 11 . (Pucmg 2016) A tabela apresenta a composição química de uma água

MONITORIA - QUÍMICA

  • 11. (Pucmg 2016) A tabela apresenta a composição química de uma água mineral.

SUBSTÂNCIA

 
CONCENTRAÇÃO mg L 

CONCENTRAÇÃO mg L

1

Bicarbonato (HCO3 )

6.100

Bário

2

(Ba )

412

Cálcio

2

(Ca )

2.000

Dióxido

de

carbono

 

(CO2 )

1.100

Fluoreto (F )

 

19

Magnésio

2

(Mg )

 

729

Potássio (K )

 

390

Sódio (Na

)

 

460

É INCORRETO afirmar que um litro dessa água possui:

Dados: H 1; C 22; Ba 137; Ca 40; O 16; F 19; Mg 24; K 39; Na 23.

  • a) 0,1mol de bicarbonato e 0,05 mol de cálcio.

  • b) 0,025 mol de dióxido de carbono e 0,001mol de fluoreto.

  • c) 0,01mol de potássio e 0,02 mol de sódio.

  • d) 0,03 mol de bário e 0,003 mol de magnésio.

    • 12. (Ufrgs 2015) O trióxido de arsênio, As2O3, é utilizado como quimioterápico no tratamento de

alguns tipos de leucemia mieloide aguda. O protocolo de um determinado paciente indica que ele deva receber uma infusão intravenosa com 4,95mg de trióxido de arsênio, diluídos em soro fisiológico até o

volume final de 250mL.

A concentração em mol / L de trióxido de arsênio na solução utilizada nessa infusão é

  • a) 1,0 10 .

  1 2

  • c) b) 1,0 2,5   10 10 . .

d)

e)

   4 6 5

1,0 2,5   10 10 . .

  • 13. (Enem PPL 2015) A cafeína é um alcaloide, identificado como 1,3,7-trimetilxantina (massa molar

MONITORIA - QUÍMICA 11 . (Pucmg 2016) A tabela apresenta a composição química de uma água

igual a 194 g mol), cuja estrutura química contém uma unidade de purina, conforme representado. Esse

alcaloide é encontrado em grande quantidade nas sementes de café e nas folhas de chá-verde. Uma xícara de café contém, em média, 80 mg de cafeína.

MONITORIA - QUÍMICA 11 . (Pucmg 2016) A tabela apresenta a composição química de uma água

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA Considerando que a xícara descrita contém um volume de 200 mL de café,

MONITORIA - QUÍMICA

MONITORIA - QUÍMICA Considerando que a xícara descrita contém um volume de 200 mL de café,
MONITORIA - QUÍMICA Considerando que a xícara descrita contém um volume de 200 mL de café,

Considerando que a xícara descrita contém um volume de 200 mL de café, a concentração, em mol/L, de cafeína nessa xícara é mais próxima de:

  • a) 0,0004.

  • b) 0,002.

  • c) 0,4.

  • d) 2.

  • e) 4.

14. (Pucrs 2015) Analise as informações e a tabela a seguir.

“A toxicologia é a ciência que estuda as substâncias tóxicas ou venenosas e sua capacidade de interferir

em organismos vivos, sejam eles plantas ou animais [

]

Um parâmetro importante em toxicologia é a

... chamada dose letal 50 (DL50 ), definida como a quantidade de uma substância química que, quando

administrada em uma única dose por via oral, expressa em massa da substância por massa de animal

[

...

],

produz a morte de 50% dos animais dentro de um período de observação.”

L.C.F. Pimentel et al., O inacreditável emprego de produtos químicos perigosos no passado, Química Nova 29, 2006, 1138-49, (adaptado).

Tabela DL50 de substâncias

Substância

DL50 em rato via oral (mg / kg de massa corporal)

sulfato de cobre (II)

3000

nicotina

60

dioxina

0,02

De acordo com as informações acima, em relação a ratos, é correto afirmar:

  • a) A nicotina é 3000 vezes mais tóxica do que a dioxina.

  • b) Ingerindo 0,1mol de sulfato de cobre, um rato de 100 g provavelmente não morreria.

  • c) Um gole de solução 0,1g / L de sulfato de cobre é mais perigoso do que igual volume de solução

10 g / L de nicotina.

  • d) O sulfato de cobre é mais tóxico do que a dioxina.

  • e) A ingestão de uma dose de 60 mg de nicotina por um rato de 100 g seria fatal.

MONITORIA - QUÍMICA Considerando que a xícara descrita contém um volume de 200 mL de café,

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA 15 . (Pucmg 2015) A 25  C é possível dissolver aproximativamente 6,25

MONITORIA - QUÍMICA

  • 15. (Pucmg 2015)

A 25C é possível dissolver aproximativamente 6,25 mo

MONITORIA - QUÍMICA 15 . (Pucmg 2015) A 25  C é possível dissolver aproximativamente 6,25

de cloreto de sódio em um

litro de água. É CORRETO afirmar que a solubilidade do cloreto de sódio em água, em

1

g mL ,

é:

  • a) 0,3656 36,56
    b)

  • c) 0,4625 46,25
    d)

    • 16. (Upf 2015) O rótulo de uma garrafa indica que a concentração de íons cálcio

(Ca

2

(aq))

da água

mineral nela contida é de

1

40,08 mg L .

Considerando que uma pessoa ingere 1 litro dessa água, assinale

a alternativa que indica corretamente a quantidade de íons

Ca

2

(aq)

consumida por ela.

Dado: Ca 40,08.

  • a) 1mol 0,1mol L L
    b)

1

1

 
  • c) 0,001mol 0,01mol L L  
    d)

1

1

  • e) mol L

10

1

 

17.

3

  • a) 5 10 g

 
  • c) b) 4,97 2,25ton ton

6

  • e) d) 1,50 42,0 10 10 g g

6

 

(Udesc 2015) A Organização Pan-Americana e a Organização Mundial da Saúde recomendam a

fluoretação das águas de abastecimento público como medida da mais alta prioridade para prevenção e controle da cárie dentária. De acordo com a Portaria nº 2914, do Ministério da Saúde de 2011, o valor

1

1,5mgL .

Considerando

máximo permitido de fluoreto presente na água de abastecimento público é de

um reservatório com capacidade de 1,50 milhões de metros cúbicos, assinale a alternativa que corresponde à massa de fluoreto de sódio que deve ser adicionada ao reservatório, para que a concentração final de fluoreto seja a máxima permitida.

  • 18. (Cefet MG 2015)

Um dos motivos da crescente contaminação das águas por hormônios presentes

nos anticoncepcionais é o fato de que, 24 h após a ingestão de um comprimido contendo, em média,

3

35 10 mg

de etinilestradiol, 90% é excretado pela urina de forma inalterada e somente 10% é

metabolizado. Considerando-se que uma mulher ingere um comprimido de anticoncepcional por dia e que o volume diário de urina é de 1,5 L, a concentração média de etinilestradiol na urina dessa mulher,

em g / L, é igual a

     6 6 6 6 6

  • a)
    b)
    c)
    e) d) 30,0 35,0 21,0 31,5 23,0      10 10 10 10 10 . . . . .

MONITORIA - QUÍMICA 15 . (Pucmg 2015) A 25  C é possível dissolver aproximativamente 6,25

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA 19 . (Fgv 2015) A cachaça é um produto genuinamente brasileiro reconhecido internacionalmente

MONITORIA - QUÍMICA

  • 19. (Fgv 2015) A cachaça é um produto genuinamente brasileiro reconhecido internacionalmente e

registrado na Organização Mundial de Comércio. A produção artesanal, com a utilização de alambiques de cobre, atinge 300 milhões de litros por ano. Os apreciadores avaliam que o produto artesanal tem melhor qualidade e sabor do que o produzido em alambiques de aço inoxidável; entretanto a cachaça artesanal apresenta o teor de cobre residual que deve obedecer ao limite máximo de 5mg / L.

(http://www.scielo.br/pdf/qn/v32n4/v32n4a04.pdf. Adaptado)

A quantidade máxima de cobre, em quilogramas, que pode ser encontrada no volume considerado de cachaça artesanal produzida durante um ano no Brasil e que respeita o limite máximo de cobre nessa bebida é

a)

b)

2

1,510 1,510 . .

3

4

  • c)
    d) e) 1,510 1,510 1,510 . . .

5

6

  • 20. (Acafe 2014) A Portaria 2914, de 12 de dezembro de 2011, do Ministério da Saúde, dispõe sobre

procedimentos de controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de

potabilidade. Em seu artigo 39, parágrafo segundo, diz “[

]

Recomenda-se que o teor máximo de cloro

... residual livre em qualquer ponto do sistema de abastecimento seja de 2 mg/L […]” Utilizando-se de técnicas apropriadas, uma amostra de água do sistema de abastecimento foi analisada

e apresentou concentração de cloro residual livre de

5

4 10 mol / L.

MONITORIA - QUÍMICA 19 . (Fgv 2015) A cachaça é um produto genuinamente brasileiro reconhecido internacionalmente

Dados: Considere que o cloro residual livre corresponda à espécie química C 2.

MONITORIA - QUÍMICA 19 . (Fgv 2015) A cachaça é um produto genuinamente brasileiro reconhecido internacionalmente

Massa molar do C : 35,5 g / mol.

O teor de cloro residual livre na amostra analisada está:

  • a) abaixo do valor máximo permitido, apresentando uma concentração de cloro residual livre de 1,42 mg/L.

  • b) acima do valor máximo permitido, apresentando uma concentração de cloro residual livre de 2,84 mg/L.

  • c) acima do valor máximo permitido, apresentando uma concentração de cloro residual livre de 4 mg/L.

  • d) abaixo do valor máximo permitido, apresentando uma concentração de cloro residual livre de 0,284 mg/L.

    • 21. (Ufsj 2013) O soro caseiro é um modo simples e rápido de se evitar a desidratação. Ele consiste em

MONITORIA - QUÍMICA 19 . (Fgv 2015) A cachaça é um produto genuinamente brasileiro reconhecido internacionalmente

uma solução de sal NaC e açúcar (C 12 H 22 O 11 ) em água. Uma receita bem difundida é a seguinte:

ÁGUA: 1 L SAL: uma colher de chá rasa equivale a 3,5 g AÇÚCAR: duas colheres de sopa cheias equivale a 40 g

MONITORIA - QUÍMICA 19 . (Fgv 2015) A cachaça é um produto genuinamente brasileiro reconhecido internacionalmente

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - QUÍMICA Considerando-se essas informações, é INCORRETO afirmar que a) depois da dissolução completa, haverá

MONITORIA - QUÍMICA

Considerando-se essas informações, é INCORRETO afirmar que

  • a) depois da dissolução completa, haverá 0,12 mol/L de açúcar no soro.

  • b) o número de íons sódio no soro é maior que o de moléculas de açúcar.

  • c) a presença do açúcar não altera a solubilidade do sal na água.

  • d) a temperatura de ebulição da água no soro será superior à da água pura.

    • 22. (ifpe 2012) Bebidas isotônicas são desenvolvidas com a finalidade de prevenir a desidratação,

repondo líquidos e sais minerais que são eliminados através do suor durante o processo de transpiração.

Considere um isotônico que apresenta as informações no seu rótulo:

TABELA NUTRICIONAL CADA 200mL CONTÉM

Energia

21,1 kcal

Glucídios

6,02g

Proteínas

0,0 g

Lipídios

0,0 g

Fibra

 

alimentar

0,0 g

Sódio

69

mg

Potássio

78

mg

Assinale a alternativa que corresponde à concentração, em quantidade de matéria (mol/L), de sódio e potássio, respectivamente, nesse recipiente de 200 mL.

São dadas as massas molares, em g/mol: Na = 23 e K = 39.

  • a) 0,020 e 0,02

  • b) 0,015 e 0,01

  • c) 0,22 e 0,120

  • d) 0,34 e 0,980

  • e) 0,029 e 0,003

    • 23. (Uftm 2012)

O ácido cítrico é encontrado

nas frutas cítricas, como limão

e

laranja.

principais acidulantes utilizados na indústria alimentícia.

MONITORIA - QUÍMICA Considerando-se essas informações, é INCORRETO afirmar que a) depois da dissolução completa, haverá

É

um

dos

MONITORIA - QUÍMICA Considerando-se essas informações, é INCORRETO afirmar que a) depois da dissolução completa, haverá

Um volume de 100 mL de solução foi preparado dissolvendo 4,8 g de ácido cítrico em água destilada. A concentração de ácido cítrico, em mol/L, nesta solução é

  • a) 0,20.

  • b) 0,25.

  • c) 0,30.

  • d) 0,35.

  • e) 0,40.

MONITORIA - QUÍMICA Considerando-se essas informações, é INCORRETO afirmar que a) depois da dissolução completa, haverá

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

1)

Letra C

2)

Letra C

3)

Letra E

4)

Letra E

5)

Letra B

6)

Letra D

7)

Letra A

8)

Letra C

9)

Letra A

10) Letra C 11) Letra D 12) Letra C 13) Letra B 14) Letra E 15) Letra A 16) Letra C 17) Letra C 18) Letra E 19) Letra B 20) Letra B 21) Letra B 22) Letra B 23) Letra B

1) Letra C 2) Letra C 3) Letra E 4) Letra E 5) Letra B 6)

MONITORIA - QUÍMICA

GABARITO

1) Letra C 2) Letra C 3) Letra E 4) Letra E 5) Letra B 6)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA 1 . (Cftrj 2016) " Quanto mais enrugado, melhor.” Por muito tempo, essa

MONITORIA - BIOLOGIA

  • 1. (Cftrj 2016) "Quanto mais enrugado, melhor.” Por muito tempo, essa era a máxima que parecia valer

quando falávamos da estrutura do cérebro. Mas um artigo publicado na revista Science por dois brasileiros parece derrubar essa teoria. O estudo mostra que as reentrâncias características da superfície do cérebro de alguns mamíferos não têm nada a ver com a quantidade de neurônios, como se cogitava - elas são, na verdade, pura física: resultam da maneira como o órgão se molda às pressões internas e externas em seu desenvolvimento e obedecem ao mesmo tipo de regra que uma folha de papel ao ser amassada ..."

(http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/2015/06/sobre-cerebros-papeis-e-dobraduras).

Sabemos que nascemos com um número determinado de neurônios que são formados ainda na fase embrionária e que nunca são substituídos, porém as partes desgastadas são substituídas a cada mês (com exceção de seus genes) por um processo denominado autofagia. A organela celular responsável por este processo é:

  • a) Ribossomo.

  • b) Lisossomo.

  • c) Complexo de golgi.

  • d) Retículo endoplasmático rugoso.

    • 2. (Udesc 2016) Assinale a alternativa que faz a relação correta entre a organela celular e a sua função.

      • a) Mitocôndria Respiração Celular

      • b) Lisossomos Permeabilidade Seletiva

      • c) Vacúolo Armazenamento de DNA

      • d) Complexo Golgiense Síntese de proteínas

      • e) Cloroplastos Transporte de aminoácidos

        • 3. (ifsp 2016) Recentemente, descobriu-se, a partir de células de pele humana, que conforme o

organismo envelhece, a organela responsável pela produção de energia diminui aos poucos sua

atividade. Isto acontece devido à redução na quantidade de algumas enzimas muito importantes para o correto funcionamento destas organelas. Diante do exposto, assinale a alternativa que apresenta o

nome da organela e a classificação adequada para o termo “enzimas”.

  • a) Complexo de Golgi e DNA.

  • b) Ribossomos e DNA.

  • c) Ribossomos e proteína.

  • d) Mitocôndria e RNA.

  • e) Mitocôndria e proteína.

    • 4. (Ufjf-pism 1 2016)

No processo de respiração celular o gás oxigênio atua como agente oxidante de

moléculas orgânicas. As afirmativas a seguir são relacionadas a esse processo.

I.

Os produtos finais da respiração celular são moléculas de gás carbônico e moléculas de água.

II.

A degradação da glicose na respiração celular ocorre em três etapas metabólicas (glicólise, ciclo

III.

de Krebs e a fosforilação oxidativa). O saldo energético líquido da primeira etapa da respiração celular é de dois ATP por moléculas

IV.

de glicose. O oxigênio é necessário em todas as três etapas metabólicas da respiração celular.

V.

Nas células eucarióticas, o ciclo de Krebs, uma das etapas metabólicas da respiração celular, ocorre no citosol.

MONITORIA - BIOLOGIA 1 . (Cftrj 2016) " Quanto mais enrugado, melhor.” Por muito tempo, essa

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA São CORRETAS as afirmativas: a) I, III e V. b) II, IV e

MONITORIA - BIOLOGIA

São CORRETAS as afirmativas:

  • a) I, III e V.

  • b) II, IV e V.

  • c) I, II e III.

  • d) I, II e IV.

  • e) I, II, III e V.

    • 5. (Uepa 2015) A unidade funcional e estrutural do ser vivo é a célula. Ela é caracterizada pela presença

de um invólucro celular, organização estrutural complexa, e também por possuir um conjunto de organelas celulares.

Sobre a palavra em destaque no enunciado acima, é correto afirmar que:

  • a) os microtúbulos formam o esqueleto externo das células.

  • b) nas células, a digestão de nutrientes ocorre nos lisossomos.

  • c) o complexo de Golgi sintetiza lipídios da parede celular.

  • d) os ribossomos representam os locais onde ocorre a síntese de lipídios.

  • e) na célula animal os plastos auxiliam a síntese de proteínas.

    • 6. (Ifsul 2015) As organelas celulares encontradas no citoplasma das células eucarióticas desempenham

funções distintas. Dentre elas, destaca-se o retículo endoplasmático rugoso que tem a função de

secretar proteínas.

Essa função específica deve-se à presença, no retículo endoplasmático rugoso, de

 
  • a) lisossomos.

  • b) ribossomos.

  • c) peroxissomos.

  • d) desmossomos.

7.

(Unisc 2015) Qual a organela abaixo que não pertence à célula animal?

  • a) Cloroplasto.

  • b) Mitocôndria.

  • c) Retículo endoplasmático não granuloso.

 
  • d) Lisossomo.

  • e) Todas as alternativas anteriores estão incorretas.

    • 8. (ifce 2014) As organelas citoplasmáticas são estruturas celulares especializadas na realização de

funções específicas. Na coluna da esquerda, encontram-se organelas celulares e, na coluna da direita,

importantes processos fisiológicos relacionados a elas. Marque a sequência que representa a correlação entre as duas colunas.

  • a) 1A, 2B, 3D, 4C, 5E

  • b) 1B, 2D, 3E, 4A, 5C

  • c) 1C, 2B, 3D, 4A, 5E

  • d) 1C, 2B, 3A, 4D, 5E

  • e) 1D, 2A, 3C, 4B, 5E

Organelas

Processos fisiológicos

  • 1 Ribossomo

A Respiração celular

  • 2 Retículo endoplasmático liso

B Síntese de lipídios C Síntese de proteínas

  • 3 Lisossomo

D Pinocitose, fagocitose e

  • 4 Mitocôndria

exocitose

  • 5 Cloroplasto

E Realização da fotossíntese

MONITORIA - BIOLOGIA São CORRETAS as afirmativas: a) I, III e V. b) II, IV e

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA 9 . (ifsc 2014) O citoplasma é, geralmente, a maior porção da célula.

MONITORIA - BIOLOGIA

9. (ifsc 2014) O citoplasma é, geralmente, a maior porção da célula. Compreende o material presente na região entre a membrana plasmática e o núcleo. Ele é constituído por um material semifluido, gelatinoso, chamado hialoplasma. No hialoplasma ficam imersas as organelas celulares, estruturas que desempenham funções vitais diversas, como digestão, respiração, excreção e circulação.

MONITORIA - BIOLOGIA 9 . (ifsc 2014) O citoplasma é, geralmente, a maior porção da célula.

Assinale a alternativa que possui uma correspondência CORRETA entre a organela celular e sua respectiva função.

a)

ribossomo respiração celular.

b)

mitocôndria divisão celular.

c)

cloroplasto fotossíntese.

d)

retículo endoplasmático liso síntese de proteínas.

e)

ribossomo síntese de lipídeos.

10. (Upf 2013) (coluna 2):

Associe corretamente cada organela celular (coluna 1) com sua respectiva função

a)

Retículo endoplasmático rugoso ou granular

(

) Síntese de proteínas

b)

Retículo endoplasmático liso ou agranular

(

) Digestão intracelular, função heterofágica e autofágica

c)

Ribossomos

(

) Processamento e empacotamento de proteínas

d)

Complexo de Golgi

(

) Síntese e transporte de proteínas

e)

Lisossomos

(

) Síntese de esteroides, ácidos graxos e fosfolipídios

f)

Peroxissomos

(

) Decomposição do peróxido de hidrogênio (H 2 O 2 ) que é tóxico para as células

MONITORIA - BIOLOGIA 9 . (ifsc 2014) O citoplasma é, geralmente, a maior porção da célula.

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA A sequência correta da associação, de cima para baixo, é: a) III, V,

MONITORIA - BIOLOGIA

A sequência correta da associação, de cima para baixo, é:

  • a) III, V, IV, I, II, VI.

  • b) III, V, IV, II, I, VI.

  • c) I, II, III, IV, V, VI.

  • d) VI, V, IV, III, II, I.

  • e) IV, V, III, II, I, VI.

    • 11. (Cftrj 2017) Já atingimos os limites atléticos do corpo humano?

“Nos Jogos Olímpicos desse ano, no Rio, o homem mais rápido do mundo, Usain Bolt um jamaicano de mais de 1,90 m e detentor de seis medalhas de ouro e de passos vigorosos como os de uma gazela

tentará quebrar seu próprio recorde mundial de 9,58 segundos na corrida dos 100 metros. Se conseguir, alguns cientistas acreditam que ele talvez encerre os recordes da categoria para sempre.

Enquanto inúmeras técnicas de treino e tecnologias continuam a quebrar as barreiras dos atletas, e ainda que força, velocidade e outros traços físicos tenham melhorado continuamente desde que os humanos começaram a catalogar essas coisas, o ritmo lento no qual recordes esportivos estão sendo quebrados atualmente faz pesquisadores especulares se já estamos nos aproximando de nosso limite fisiológico coletivo isto é, que nosso alcance atlético está dando de frente com uma parede de tijolos biológica.

[

].

A resposta para um desempenho atlético aperfeiçoado talvez esteja na “casa de força” das células

[

...

].”

Scientific American Brasil modificado. Disponível em: http://www2.uol.com.br/sciam/noticias/ja-

_atingimos_os_limites_atleticos_do_corpo_humano

_.

html.

Acesso em: 5 de setembro de 2016.

No texto acima, a expressão “casa de força” das células se refere:

  • a) às mitocôndrias que através do catabolismo e em anaerobiose produzem grande quantidade de energia.

  • b) às mitocôndrias que através do catabolismo e em aerobiose produzem grande quantidade de energia.

  • c) às mitocôndrias que através do anabolismo e em anaerobiose produzem grande quantidade de energia.

  • d) às mitocôndrias que através do anabolismo e em aerobiose produzem grande quantidade de energia.

    • 12. (Col. naval 2015) Observe a figura abaixo.

MONITORIA - BIOLOGIA A sequência correta da associação, de cima para baixo, é: a) III, V,
MONITORIA - BIOLOGIA A sequência correta da associação, de cima para baixo, é: a) III, V,

Analise as afirmativas abaixo sobre as mitocôndrias e a respiração celular, processo celular fundamental para a vida.

MONITORIA - BIOLOGIA A sequência correta da associação, de cima para baixo, é: a) III, V,

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA I. As mitocôndrias são organelas membranosas, ou seja, envolvidas por membrana, que ficam

MONITORIA - BIOLOGIA

I.

As mitocôndrias são organelas membranosas, ou seja, envolvidas por membrana, que ficam

II.

imersas no citoplasma das células. Tais organelas são responsáveis pela respiração celular. Esse fenômeno permite à célula obter a

III.

energia química contida nos alimentos absorvidos. Dentre os reagentes mais comuns na respiração celular estão as proteínas que são os principais

IV.

nutrientes energéticos. Após a respiração celular são produzidos o gás oxigênio e energia.

V.

A respiração celular ocorre nas mitocôndrias das células animais. Nas células vegetais a organela responsável pela respiração celular é o cloroplasto.

Assinale a opção correta.

  • a) Apenas as afirmativas I e II são verdadeiras.

  • b) Apenas as afirmativas II e III são verdadeiras.

  • c) Apenas as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.

  • d) Apenas as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.

  • e) Apenas as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.

Leia o texto para responder a(s) questão(ões):

A vida das células está diretamente associada ao transporte de substâncias.

Na respiração humana, por exemplo, o gás oxigênio do ar inspirado é transportado até os alvéolos pulmonares, de onde passa para o interior de capilares sanguíneos.

Dentro dos capilares sanguíneos alveolares, o gás oxigênio penetra nos glóbulos vermelhos (hemácias) e se combina com a molécula de uma proteína denominada hemoglobina, formando a oxiemoglobina, que é um composto químico instável.

Dessa forma, o gás oxigênio é transportado pelo sangue até os capilares sanguíneos dos tecidos do corpo humano.

Nos capilares dos tecidos, o gás oxigênio se separa da hemoglobina e difunde-se para o interior das células, onde é utilizado na respiração celular.

Assim, finalmente dentro das células, o gás oxigênio reage com substâncias orgânicas, tais como carboidratos e lipídios, a fim de liberar a energia que será utilizada na manutenção dos processos vitais.

13. (cps 2015) Sobre o processo de respiração celular mencionado no texto, pode-se afirmar corretamente que as organelas citoplasmáticas, responsáveis pela oxidação das substâncias orgânicas, recebem o nome de

  • a) lisossomos.

  • b) mitocôndrias.

  • c) ribossomos.

  • d) centríolos.

  • e) vacúolos.

MONITORIA - BIOLOGIA I. As mitocôndrias são organelas membranosas, ou seja, envolvidas por membrana, que ficam

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA 14 . (Ifsp 2013) Abaixo está esquematizada uma célula vegetal. Sabendo-se que a

MONITORIA - BIOLOGIA

  • 14. (Ifsp 2013) Abaixo está esquematizada uma célula vegetal.

MONITORIA - BIOLOGIA 14 . (Ifsp 2013) Abaixo está esquematizada uma célula vegetal. Sabendo-se que a

Sabendo-se que a estrutura 1 corresponde ao cloroplasto e a estrutura 2 à mitocôndria, assinale entre as afirmativas abaixo a que está correta.

  • a) Os cloroplastos são exclusivos de seres eucariontes que realizam fotossíntese, enquanto as mitocôndrias são encontradas nos seres eucariontes em geral.

  • b) Cloroplastos captam oxigênio do meio para quebra da molécula de glicose com liberação de energia para a atividade celular.

  • c) As mitocôndrias contém o pigmento clorofila capaz de captar energia luminosa, para a realização da fotossíntese, que ocorre no interior de suas cristas.

  • d) As duas estruturas são encontradas em células eucarióticas de praticamente todos os seres vivos, exceto os organismos pertencentes ao grupo das algas.

  • e) As mitocôndrias realizam um processo vital de transformação de energia luminosa em energia química, que é armazenada em moléculas orgânicas.

    • 15. (Ufu 2011) Considere as atividades celulares e as organelas apresentadas nas colunas abaixo.

I.

Digestão intracelular

  • a) Retículo endoplasmático granulador

II.

Síntese de proteínas

  • b) Centríolos

III.

Acúmulo e eliminação de secreções

  • c) Mitocôndrias

IV.

Participação na divisão celular

  • d) Lisossomos

V.

Respiração celular

  • e) Complexo de Golgi

MONITORIA - BIOLOGIA 14 . (Ifsp 2013) Abaixo está esquematizada uma célula vegetal. Sabendo-se que a

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA Assinale a alternativa que corresponde à associação correta entre as duas colunas. a)

MONITORIA - BIOLOGIA

Assinale a alternativa que corresponde à associação correta entre as duas colunas.

a) I-C; II-B; III-A; IV-E; V-D b) I-E; II-A; III-C; IV-D; V-B c) I-D; II-A; III-E;
a)
I-C; II-B; III-A; IV-E; V-D
b)
I-E; II-A; III-C; IV-D; V-B
c)
I-D; II-A; III-E; IV-B; V-C
d)
I-D; II-E; III-A; IV-B; V-C
16. (Uel 2017) A utilização de combustíveis fósseis pela espécie humana tem restituído à atmosfera, na
forma de CO2, átomos de carbono que ficaram fora de circulação durante milhões de anos. O ciclo do
carbono consiste na passagem de átomos de carbono (C) presentes nas moléculas de gás carbônico
(CO2 ) disponíveis no ecossistema para moléculas que constituem as substâncias orgânicas dos seres
vivos (proteínas, glicídios, lipídios etc.) e vice-versa.
Relacione as afirmativas a seguir com as etapas do ciclo do carbono indicadas no esquema.
I.
II.
III.
IV.
Grande parte das substâncias orgânicas incorporadas pelos herbívoros é degradada na
respiração celular e o carbono, liberado na forma de gás carbônico.
O gás carbônico é captado pelos organismos fotossintetizantes e seus átomos são utilizados na
síntese de moléculas orgânicas.
O carbono constituinte da biomassa é transferido aos herbívoros.
Parte das moléculas orgânicas produzidas na fotossíntese é degradada pelo próprio organismo
em sua respiração celular e o carbono, devolvido ao ambiente na forma de gás carbônico.
V.
O carbono constituinte da biomassa é restituído ao ambiente com a morte do organismo.
Assinale a alternativa que contém a associação correta.
a)
I-C, II-B, III-F, IV-G, V-A.
b)
I-D, II-C, III-B, IV-G, V-F.
c)
I-G, II-B, III-D, IV-C, V-E.
d)
I-G, II-C, III-D, IV-A, V-H.
e)
I-H, II-D, III-B, IV-C, V-A.

17. (Enem 2ª aplicação 2016) Os seres vivos mantêm constantes trocas de matéria com o ambiente mediante processos conhecidos como ciclos biogeoquímicos. O esquema representa um dos ciclos que ocorrem nos ecossistemas.

MONITORIA - BIOLOGIA Assinale a alternativa que corresponde à associação correta entre as duas colunas. a)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA O esquema apresentado corresponde ao ciclo biogeoquímico do(a) a) água. b) fósforo. c)
MONITORIA - BIOLOGIA
MONITORIA - BIOLOGIA

O esquema apresentado corresponde ao ciclo biogeoquímico do(a)

  • a) água.

  • b) fósforo.

  • c) enxofre.

  • d) carbono.

  • e) nitrogênio.

18. (Enem 2016) Ao percorrer o trajeto de uma cadeia alimentar, o carbono, elemento essencial e majoritário da matéria orgânica que compõe os indivíduos, ora se encontra em sua forma inorgânica, ora se encontra em sua forma orgânica. Em uma cadeia alimentar composta por fitoplâncton, zooplâncton, moluscos, crustáceos e peixes ocorre a transição desse elemento da forma inorgânica para a orgânica.

Em qual grupo de organismos ocorre essa transição?

  • a) Fitoplâncton.

  • b) Zooplâncton.

  • c) Moluscos.

  • d) Crustáceos.

  • e) Peixes.

19. (Pucrj 2015) Com relação ao que chamamos de sequestro de carbono, é correto afirmar que

  • a) seu aumento contribui para o aquecimento global.

  • b) é feito por organismos autotróficos.

  • c) aumenta consideravelmente com as queimadas.

  • d) é feito por organismos heterotróficos.

  • e) corresponde, nas plantas, à respiração.

20. (Pucrj 2015) Cientistas brasileiros e ingleses publicaram recentemente os resultados de uma pesquisa que mostra que a perda de carbono na Amazônia brasileira é 40% maior do que se sabia. De acordo com essa pesquisa, a perda de carbono não se restringe apenas ao desmatamento da Amazônia, mas também ao corte seletivo, aos efeitos de borda e à queima da vegetação de sub-bosque.

MONITORIA - BIOLOGIA O esquema apresentado corresponde ao ciclo biogeoquímico do(a) a) água. b) fósforo. c)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA Com relação ao ciclo do carbono e ao papel desempenhado pelas florestas nesse

MONITORIA - BIOLOGIA

Com relação ao ciclo do carbono e ao papel desempenhado pelas florestas nesse processo, considere as afirmações abaixo:

I.

As florestas armazenam carbono na forma de açúcar.

II.

Todo o carbono da Terra está armazenado nos organismos fotossintetizantes.

III.

Florestas tropicais representam uma das principais áreas de fixação de carbono.

IV.

O gás carbônico é lançado no ambiente pela decomposição e combustão e é retirado pela respiração e fotossíntese.

É correto o que se afirma em

  • a) Somente I e II.

  • b) Somente I e III.

  • c) Somente I, II e III.

  • d) Somente II, III e IV.

  • e) Somente III e IV.

21. (Cefet MG 2015) O ciclo do carbono envolve processos relacionados com a respiração, decomposição, queima de combustíveis e fotossíntese. A participação do gás carbônico em todos esses eventos fez com que cientistas iniciassem um ambicioso experimento projetado na Amazônia em 20 anos. Esse projeto consiste em bombear, em alguns fragmentos de floresta, uma quantidade 50% maior de CO2 do que aquela encontrada na natureza.

Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em: 29 set. de 2014. (Adaptado).

O objetivo desse experimento é

  • a) aumentar a conversão de gás carbônico em oxigênio.

  • b) complementar a captação de CO2 feita pelas plantas.

  • c) prever os efeitos associados ao aquecimento global.

  • d) minimizar a perda de dióxido de carbono durante a respiração.

  • e) garantir a formação de combustíveis fósseis pela decomposição.

22. (Acafe 2015) Os ciclos biogeoquímicos são fluxos contínuos dos elementos químicos na natureza para os seres vivos, em diferentes formas químicas. Dessa forma, elementos como o carbono, enxofre, cálcio, oxigênio, dentre outros, percorrem esses ciclos, unindo todos os componentes vivos e não-vivos da Terra.

MONITORIA - BIOLOGIA Com relação ao ciclo do carbono e ao papel desempenhado pelas florestas nesse

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA A seguir está representado esquematicamente o ciclo do carbono. A respeito dos ciclos

MONITORIA - BIOLOGIA

A seguir está representado esquematicamente o ciclo do carbono.

MONITORIA - BIOLOGIA A seguir está representado esquematicamente o ciclo do carbono. A respeito dos ciclos
MONITORIA - BIOLOGIA A seguir está representado esquematicamente o ciclo do carbono. A respeito dos ciclos
MONITORIA - BIOLOGIA A seguir está representado esquematicamente o ciclo do carbono. A respeito dos ciclos

A respeito dos ciclos biogeoquímicos, analise as afirmações a seguir.

I.

O carbono é um elemento químico de grande importância para os seres vivos, pois participa da composição química de todos os componentes orgânicos e de uma grande parcela dos inorgânicos também. Os mecanismos de retorno do carbono ao ambiente ocorre por intermédio da respiração, queima de combustíveis fósseis (gasolina, óleo diesel, gás natural e carvão) e de queimada em florestas. O aumento no teor de CO2 atmosférico causa o agravamento do "efeito

estufa" que pode acarretar sérios danos ao ambiente, ocasionando grandes variações no ecossistema global.

II.

Sendo a Terra um sistema dinâmico e em constante evolução, o movimento ou caminhos percorridos ciclicamente de seus materiais afetam todos os processos físicos, químicos e biológicos.

III.

A quantidade de água na forma de vapor na atmosfera é pequena quando comparada às grandes quantidades que são encontradas nos outros estados físicos. Mas, apesar dessa pequena quantidade, ela é fundamental na determinação das condições climáticas e de vital importância para os seres vivos.

IV.

O fósforo é um elemento químico que participa estruturalmente de moléculas fundamentais do metabolismo celular, como fosfolipídios, coenzimas, ácidos nucleicos e hidrato de carbono.

V.

O nitrogênio é um elemento químico que entra na constituição de duas importantes classes de moléculas orgânicas: carboidratos e ácidos nucleicos. Além disso, o nitrogênio é o componente de uma molécula essencial para todos os seres vivos da biosfera: o ATP.

MONITORIA - BIOLOGIA A seguir está representado esquematicamente o ciclo do carbono. A respeito dos ciclos

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA Todas as afirmações corretas estão em: a) I - II - III b)

MONITORIA - BIOLOGIA

Todas as afirmações corretas estão em:

  • a) I - II - III

  • b) II - III - IV

  • c) III - IV - V

  • d) IV - V

    • 23. (Enem PPL 2015)

Na natureza a matéria é constantemente transformada por meio dos ciclos

biogeoquímicos. Além do ciclo da água, existem os ciclos do carbono, do enxofre, do fósforo, do

nitrogênio e do oxigênio.

O elemento que está presente em todos os ciclos nomeados é o

  • a) fósforo.

  • b) enxofre.

  • c) carbono.

  • d) oxigênio.

  • e) nitrogênio.

    • 24. (Upf 2014) Os seres vivos necessitam de alguns elementos químicos em grandes quantidades. A

interação desses elementos nos próprios seres e com o ambiente físico no qual se encontram ocorre por

meio de movimentos conhecidos como ciclos biogeoquímicos, sobre os quais é correto afirmar que:

  • a) o ciclo da água ou ciclo hidrológico é afetado pelos processos de evaporação e precipitação, bem como pela interferência dos seres vivos ao terem a água fluindo através das teias alimentares.

  • b) o ciclo do fósforo independe da ação de micro-organismos de solo, pois o maior reservatório desse elemento no planeta é a atmosfera.

  • c) o principal processo envolvido no ciclo do carbono é a respiração, por meio do qual o carbono presente na molécula de CO 2 é fixado e utilizado na síntese de moléculas orgânicas.

  • d) o ciclo do nitrogênio é considerado mais simples do que os demais ciclos, pois não há passagem de átomos desse elemento pela atmosfera.

  • e) no ciclo do oxigênio, a única fonte importante desse elemento, que circula entre a biosfera e o ambiente físico, é o gás O 2 .

    • 25. (Ufrgs 2014) Em relação aos ciclos biogeoquímicos, é correto afirmar que

      • a) a principal reserva de nitrogênio encontra-se na água doce.

      • b) a precipitação da água impede a transferência de elementos químicos dos ambientes terrestres para a água doce e para os oceanos.

      • c) as erupções vulcânicas representam a principal fonte de iodo, cobalto e selênio.

      • d) as concentrações elevadas de fósforo no solo de plantações levam a uma diminuição de fósforo em rios e lagos.

      • e) a queima de vegetais e de combustíveis fósseis é a principal responsável pela liberação de CO 2 na atmosfera, no Brasil.

        • 26. (Fuvest 2014)

Considere a situação hipotética de lançamento, em um ecossistema, de uma

determinada quantidade de gás carbônico, com marcação radioativa no carbono. Com o passar do

tempo, esse gás se dispersaria pelo ambiente e seria incorporado por seres vivos. Considere as seguintes moléculas:

MONITORIA - BIOLOGIA Todas as afirmações corretas estão em: a) I - II - III b)

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA I. Moléculas de glicose sintetizadas pelos produtores. II. Moléculas de gás carbônico produzidas

MONITORIA - BIOLOGIA

I.

Moléculas de glicose sintetizadas pelos produtores.

II.

Moléculas de gás carbônico produzidas pelos consumidores a partir da oxidação da glicose

III.

sintetizada pelos produtores. Moléculas de amido produzidas como substância de reserva das plantas.

IV.

Moléculas orgânicas sintetizadas pelos decompositores.

Carbono radioativo poderia ser encontrado nas moléculas descritas em

  • a) I, apenas.

  • b) I e II, apenas.

  • c) I, II e III, apenas.

  • d) III e IV, apenas.

  • e) I, II, III e IV.

    • 27. (Pucsp 2013) Nos ecossistemas, o carbono é incorporado por organismos fotossintetizantes para a

síntese de compostos orgânicos, que podem ser utilizados

  • a) apenas por organismos consumidores no processo de respiração celular, sendo o carbono devolvido ao ambiente na forma de CO2.

  • b) apenas por organismos clorofilados no processo de respiração celular, a partir do qual o carbono não é devolvido ao ambiente.

  • c) apenas por organismos anaeróbicos no processo de fermentação, sendo o carbono devolvido ao ambiente na forma de CO2.

  • d) por organismos clorofilados e por animais no processo de respiração celular, a partir do qual o carbono não é devolvido ao ambiente.

  • e) por organismos clorofilados, por animais e por decompositores, sendo o carbono devolvido ao ambiente na forma de CO2.

    • 28. (Ucs 2012) Os átomos dos elementos químicos são assimilados e transferidos continuamente entre

os organismos e o ambiente, e a ciclagem desses elementos é denominada Ciclo Biogeoquímico.

Considere o Ciclo Biogeoquímico do Carbono representado na figura abaixo.

MONITORIA - BIOLOGIA I. Moléculas de glicose sintetizadas pelos produtores. II. Moléculas de gás carbônico produzidas
MONITORIA - BIOLOGIA I. Moléculas de glicose sintetizadas pelos produtores. II. Moléculas de gás carbônico produzidas

Analise as afirmações a seguir, de acordo com a figura acima apresentada.

  • I. O processo I corresponde à assimilação pela fotossíntese.

II. O processo II corresponde à respiração. III. O processo III corresponde à assimilação pela decomposição.

MONITORIA - BIOLOGIA I. Moléculas de glicose sintetizadas pelos produtores. II. Moléculas de gás carbônico produzidas

proenem.com.br

Este conteúdo pertence ao PROENEM. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

MONITORIA - BIOLOGIA Das afirmações acima, a) apenas I está correta. b) apenas II está correta.

MONITORIA - BIOLOGIA

Das afirmações acima,

  • a) apenas I está correta.

  • b) apenas II está correta.

  • c) apenas I e II estão corretas.

  • d) apenas II e III estão corretas.

  • e) I, II e III estão corretas.

29. (Fuvest 2012) Uma das consequências do “efeito estufa” é o aquecimento dos oceanos. Esse aumento de temperatura provoca

  • a) menor dissolução de CO 2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de menor quantidade desse gás pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para o aumento do efeito estufa global.

  • b) menor dissolução de O 2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade de CO 2 pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.

  • c) menor dissolução de CO 2 e O 2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade de O 2 pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.

  • d) maior dissolução de CO 2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade desse gás pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.

  • e) maior dissolução de O 2 nas águas oceânicas, o que leva à liberação de maior quantidade de CO 2 pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para o aumento do efeito estufa global.

30. (Upf 2012) Na biosfera, o carbono fixado na

consequência da

____________

___________ e da ______________.