Вы находитесь на странице: 1из 228

GUIA DE UTILIZAÇÃO

CITROËN C3
Chamamos a sua atenção...

O seu veículo possui uma parte dos


equipamentos mencionados neste documento, A CITROËN apresenta, em todos os continentes, uma
em função do nível de acabamento, da versão gama rica, que alia a tecnologia e o espírito de inovação
e das características próprias do país de permanente, para uma abordagem moderna e criativa de
comercialização. mobilidade.
Agradecemos-lhe e felicitamo-lo pela sua escolha.
Ao volante do seu novo veículo, conhecer cada equipamento,
A montagem de um equipamento ou de um
cada comando ou regulagem, torna mais confortáveis e
acessório elétrico não referenciado pela
CITROËN pode ocasionar uma avaria no sistema
agradáveis as suas viagens.
eletrônico do veículo. Tenha em atenção esta
particularidade e entre em contato com um
representante da marca CITROËN para conhecer
a gama dos equipamentos ou acessórios
referenciados. Boa viagem!
Sumário

Conhecer o seu veículo . Conforto Visibilidade


Ventilação 30 Comandos de iluminação 53
Ar condicionado manual 32 Comandos do limpa-vidros 56

Eco-condução . Desembaçamento do vidro traseiro


Ar condicionado automático
33
34
Luzes de teto
Iluminação do porta-malas
58
59
Desembaçamento do vidro traseiro 36
Bancos dianteiros 37
Banco traseiro 39
Controle de funcionamento Retrovisores 40
Ajuste do volante 41
Painel de instrumentos 18
Lâmpadas-piloto 19
Equipamentos Internos
Indicadores 25 Equipamentos dianteiros 60
Reposição em zeros do Equipamentos traseiros 63
indicador manutenção 26 Acessos Equipamentos do porta-malas 64
Odômetro 26
Chave com telecomando 42
Relógio 27
Abertura do veículo 42
Reostato de iluminação 27
Partida do veículo 43
Computador de Bordo 28
Substituição da bateria da chave 43
Indicador de mundança de marchas 29
Elevadores de vidros 45
Portas 47
Segurança das Crianças
Alarme 49
Porta-malas 50 Generalidades sobre cadeiras para crianças 66
Reservatório de combustível 51 Conselho para transporte de crianças 67
Informações Motores Flex 52 Instalação de cadeiras fixas 68
Classificação dos dispositivos de retenção 69
Segurança mecânica 70
Segurança elétrica 70
Sumário

Segurança Verificações Características técnicas 11


Luzes de mudança de direção 71 Capô 90 Dimensões 118
Sinal de emergência 71 Informações Motores Flex 91 Motores e caixas de marchas 119
Buzina 71 Motor 1.2 Pure Tech Flex 92 Massas e cargas 120
Sistemas de assistência Motor VTi 120 Flex Start 92 Elementos de identificação 121
à frenagem (ABS) 72
Controles 93 Pneus e pressões 122
Extintor 73
Verificação dos níveis 94
Cintos de segurança 73
Triângulo de sinalização 74
Airbags 76

Condução Informações práticas Audio e telemática


Freio de estacionamento 79 Substituição de uma roda 96 Sistema Multimídia "Touch Screen" 125
Caixa de câmbio 5 marchas 79 Rodízio dos pneus 99 Rádio Bluetooth® 192
Caixa automática 6 marchas 80 Substituir uma lâmpada 100
Programas Sport e EcoDrive 82 Substituir um fusível 105
Liberação alavanca de marchas
Limitador de velocidade
83
84
Bateria 12 V
Modo economia de energia
112
114
Procura visual .
Regulador de velocidade 86 Substituir uma palheta do limpa-vidros 115 Índice .
Indicador de mudança de marchas 88 Reboque do veículo 116
Ajuda estacionamento 89 Engate de reboque 117
Acessórios 117
Conheça seu veículo

NO EXTERIOR

Ajuda ao estacionamento traseiro*


Para-brisa Zenith*
Este equipamento alerta em caso de
Este para-brisa, de amplas dimensões, deteção de obstáculos situados atrás
assegura-lhe uma visibilidade e uma do veículo quando engatado a marcha
luminosidade incomparáveis no habi- a ré.
táculo. : 89
:6

Luzes Diurnas* Sistemas ABS


Luzes para o dia, que se ativam auto- Este sistema é associado e comple-
maticamente ao ligar o motor, permitindo menta o sistema de frenagem de ma-
uma melhor visibilidade do veículo por neira ideal nas situações de urgência.
outras pessoas na via.
: 55 : 72

* De acordo com a versão e/ ou país

4
Conheça seu veículo .
ABRIR

Chave com telecomando Reservatório de combustível Capô do motor

1. Abertura da tampa do reservatório


de combustível.

A. Dobrar/ Desdobrar a chave

B. Travamento do veículo

C. Destravamento do
veículo
2. ert ra e fixação da tampa do re- A. Comando interior.
servatório. B. Comando exterior
Capacidade do reservatório: cerca de 55 C. Vareta de fixação do cap
litros.

: 42 : 51 : 90

5
Conheça seu veículo

ABRIR

PARA-BRISA ZENITH* Tampa de ocultação

Dispositivo, que possui uma superfície F Para abrir, manuseie a tampa através F Para fechar, manuseie a tampa atra-
panorâmica, em vidro escurecido, para da respectiva pega central A e, em se- vés da respectiva pega central A e, em
aumentar a luminosidade e a visão no ida p xe a para tr s acompan an- se ida p xe a para a rente acompa-
habitáculo. do-a até à posição pretendida. nhando-a até à posição pretendida.
Está equipado com uma tampa de ocul-
tação manual, para melhorar o conforto
térmico e de proteção do sol, de forma
a evitar o ofuscamento. N os dias em que a temperatura Antes de deslocar a tampa de
exterior estiver m ito alta reco- ocultação (abrir ou fechar), veri-
menda se deixar ec ada a tam- fi e se os para sols estão re a-
pa de ocultação do teto, quando tidos. O deslocamento da tampa
o veículo estiver estacionado ao de ocultação com os para-sols
ar livre (local não coberto). não rebatidos, poderá causar fe-
rimentos na cabeça dos ocupan-
tes dos bancos dianteiros.

* De acordo com a versão e/ ou país

6
Conheça seu veículo .
NO INTERIOR*

Ar condicionado automático Sistema de áudio e de comunicação


Este equipamento permite regular um Estes e ipamentos se eneficiam das
nível de conforto no habitáculo. Gera mais recentes tecnologias: rádio com-
automaticamente, em função das con- patível com MP3, Bluetooth, sistema de
diç es clim ticas exteriores m nivel dio e nave ação tomadas a xilia-
de conforto desejado. res.
: 34 : 125

Ar condicionado manual Auto-rádios


: 32 : 192

Limitador/regulador de velocidade Caixa automática 6 marchas


Estes dois equipamentos lhe permitem Este equipamento garante uma
controlar a velocidade do veículo em condução perfeita, combinando o
função do valor programado pelo con- modo automático, associado a dois
dutor. pro ramas específicos assim como o
modo manual com trocas de marchas
: 84 - 86 na alavanca de marchas.
: 80

* De acordo com a versão e/ ou país

7
Conheça seu veículo

POSTO DE CONDUÇÃO*

1. Comandos do regulador de
velocidade/ limitador de velocidade.
2. Coluna de direção ajustável.
3. Airbag condutor / Buzina
4. Painel de instrumentos.
5. Comandos de iluminação e de luzes
de mudança de direção.
6. Comando de regulagens do volante.
7. Comando de neutralização dos ele va-
dores de vidro traseiros.
N eutralização do alarme volumétrico.
8. Caixa de síveis
9. Saída de desembaçamento do vidro
da porta dianteira.
10. Autofalante (Tw eeter).
11. Comando de a ert ra do cap
12. Alavanca de câmbio.
13. Saída de desembaçamento do para-
-brisa.
14. Sensor de luminosidade e chuva / Es-
pelho automático dia/ noite.

* De acordo com a versão e/ ou país

8
Conheça seu veículo .
POSTO DE CONDUÇÃO*

1. Partida e Antifurto.
2. Comando do rádio sob o volante.
3. Comandos do limpa-vidro/
lava-vidro/ computador de bordo.
4. Microfone do viva voz.
5. Tomada 12 V
6. Botão do travamento centralizado/
7. Comandos dos retrovisores exteriores.
Comandos dos acionadores elétri-
cos dos vidros.
8. Comando do sinal de emergência.
9. Ventiladores centrais orientáveis.
10. Sensor de raios solares
11. Airbag do passageiro.
12. Ventilador lateral orientável.
13. Porta-luvas.
14. Freio de estacionamento.
15. Apoio de braços central.
16. omada Entrada xiliar
17. Rádio
18. Comandos de aquecimento/
Ar condicionado.
19. Tela multifunções

* De acordo com a versão e/ ou país

9
Conheça seu veículo

UMA BOA INSTALAÇÃO

Regulagens do banco do condutor


Longitudinal Altura Reclinagem do encosto

: 37

10
Conheça seu veículo .
UMA BOA INSTALAÇÃO

Regulagens complementares dos bancos dianteiros

Altura do encosto de cabeça Apoio de braços* Regulagem do volante

evante e a aixe o encosto para A. Regulagem do apoio de braços. 1. Desbloqueio do comando.


realizar o ajuste. 2. Regulagem da altura e da profundi-
dade.
3. Bloqueio do comando.

: 38 : 38 : 41

* De acordo com a versão e/ ou país

11
Conheça seu veículo

UMA BOA INSTALAÇÃO*

Regulagem dos retrovisores Regulagem do retrovisor interior Cintos de segurança dianteiro


exteriores
Modelo dia/noite manual

A. Seleção do retrovisor a ser ajustado. 1. Seleção da posição "dia" do espelho. : 73


B. Ajuste da posição do espelho. 2. Orientação do retrovisor.
Cintos de segurança traseiro

: 40

* De acordo com a versão e/ ou país : 40 - 41 : 74

12
Conheça seu veículo .
UMA BOA VISÃO

Iluminação Luzes indicadoras de direção Limpa-vidros

Anel A Elevar o aixar o comando de il mi- Comando A: limpa-vidro dianteiro


nação passando o ponto de resistência; : 56
Faróis apagados. as luzes de mudança de direção cor-
respondentes piscam até que se altere Acionamento da função "AUTO"
Acendimento automático dos a posição.
faróis. F eslo e o comando para aixo e
solte-o.
Lanternas.
Função "autoestrada"
ar is aixos altos Efetue uma simples impulsão para cima Desligar função "AUTO"
o para aixo sem ltrapassar o ponto F Desloque o comando para cima e
Anel B de resistência do comando de ilumina- coloque-o na posição "0".
ção; as luzes de mudança de direção : 56
Luzes de neblina traseiras. correspondentes piscarão três vezes
de forma intermitente. Anel B: limpa-vidros traseiro
ou A utilização desta função está disponí- Parado.
vel independentemente da velocidade,
Faróis de neblina dianteiros e mas é indicada principalmente para tro-
traseiros. Movimento intermitente.
ca de aixa em vias expressas
Limpa-vidros.

: 53 : 71 : 57

13
Conheça seu veículo

UMA BOA VENTILAÇÃO

Ar condicionado automático: utilize preferencialmente o funcionamento totalmente automático, pressionando o botão


"AUTO".
Conselhos de regulagem manual da temperatura interior

Aquecimento ou Ar condicionado manual

Desejo...
Recirculação de ar/
Distribuição de ar Fluxo de ar Temperatura A/C manual
Entrada do ar externo

QUENTE

FRIO

DESEMBAÇAMENTO

14
Conheça seu veículo .
UMA BOA VIGILÂNCIA

Painel Lâmpadas-piloto Cintos de segurança dianteiros

A. Com o contato ligado, o indicador A. Luz indicadora de não colocação/ re-


do nível de combustível se acende- moção do cinto de segurança do con-
rá. dutor.
B. Com o motor em funcionamento, o
indicador do nível mínimo de com-
bustível deverá se apagar.
C. Com o motor em funcionamento, o
indicador do pressão de óleo deverá
se apagar.
Se os níveis estiverem incorretos, efe-
tue o abastecimento adequado. 1. Com a ignição ligada, as lâmpadas-
-piloto de alerta laranja e vermelha se
acendem.
2. Com o motor em funcionamento, es-
sas mesmas lâmpadas-piloto devem
se apagar.
Se alguma lâmpada-piloto permanecer
acesa, consulte a página em questão.

: 18 : 19 : 73

15
Conheça seu veículo

SEGURANÇA DOS PASSAGEIROS*

Comandos

A iluminação do indicador assinala o A. N eutralizador dos acionadores dos


estado da função correspondente. elevadores de vidros traseiros.
A. Travamento / Destravamento centra-
lizado. : 46 A neutralização/ ativação da ajuda ao
estacionamento traseiro é feita através
do menu da Central Multimídia (SMEG)
: 48

B. Comando do sinal de emergência. A. N eutralização/ Ativação da ajuda ao


estacionamento traseiro.

: 71
: 89

* De acordo com a versão e/ ou país

16
Conheça seu veículo .
UMA BOA CONDUÇÃO*

Limitador de velocidade "LIMIT" Regulador de velocidade "CRUISE" Visualização no painel de bordo

1. Seleção/ Parada do modo limitador. 1. Seleção/ Parada do modo regulador. O modo regulador ou limitador de velo-
2. Programação de uma velocidade/ cidade é apresentado no painel de bor-
2. Redução do valor programado. Redução do valor programado. do quando está selecionado.
3. Aumento do valor programado. 3. Programação de uma velocidade/
Aumento do valor programado.
4. Parada/ Retomada da programação. 4. Parada/ Retomada da programação. Regulador de
velocidade
As regulagens devem ser realizadas Para ser programada ou ativada, a velo-
com o motor funcionando. cidade do veículo deve ser superior a 40 Limitador de
k m/ h, com, no mínimo, a quarta marcha velocidade
en atada na caixa de c m io man al
se nda na caixa de c m io a tom -
tica).

: 84 : 86 * De acordo com a versão e/ ou país

17
Controle de marcha

PAINEL DE INSTRUMENTOS*
Tela multifunçõ es*

A. Limitador de velocidade
(k m/ h) ou
Regulador de velocidade
B. Indicador de marcha*.
C. Informaçõ es da caixa de marchas
automática*.
Painel que agrupa os mostradores e as lâmpadas-piloto de funcionamento do
veículo. D. Autonomia(k m) ou
Odômetro diário.
Visores 5. Botão de ajuste do relógio
E. Indicador de manutenção (k m) e
Ajusta os minutos, horas e o forma-
1. Conta-Giros to (12h ou 24h). Odômetro total
Indica a quantidade de rotação do 6. Botão de iluminação do painel de Essas duas funções são apresenta-
motor (x 1 000 rpm). instrumentos das sucessivamente ao ligar a ignição
2. Velocidade do veículo Regula a intensidade de iluminação F. Indicador pré -aquecimento sistema
Indica a velocidade instantânea do do posto de condução. FlexStart*
veículo em movimento (k m/ h). Indica o aquecimento do etanol para
3. Nível de combustível facilitar a partida com temperaturas
Para obter mais informações, baixas.
Indica a quantidade de combustível consulte o parágrafo correspon-
restante no reservatório. G. Indicador de pressão de óleo do mo-
dente ao botão ou à função e à tor.
4. Tela Multifunçõ es visualização associada.
É apresentado durante alguns
segundos após o motor entrar em
funcionamento em seguida, desa-
* De acordo com a versão e/ ou país parece.

18
Controle de marcha

Lâmpadas-piloto
Referências visuais que informam ao condutor o funcionamento de um sistema (lâmpadas-piloto de funcionamento ou de
neutralização) ou o aparecimento de um defeito (lâmpada-piloto de alerta).
1
Ao ligar a ignição
Determinadas lâmpadas-pilotos de alerta acendem durante alguns segundos quando se liga a ignição.
Depois de dada a partida do motor, essas luzes devem se apagar.
Em caso de persistência, antes de colocar o veículo em movimento, consulte a luz indicação de alerta.

Avisos associados
Determinadas lâmpadas-piloto po-
O acendimento de certas lâmpadas-piloto pode ser acompanhado por um sinal dem apresentar os dois tipos de
sonoro e uma mensagem na tela multifunções. acendimento. Apenas a relação
acendimento da l indicadora pode ser fixo o intermitente do tipo de acendimento com o es-
tado de funcionamento do veículo
permite determinar se a situação é
Lâmpadas-piloto de funcionamento normal ou se está apresentando
acendimento de ma das se intes l mpadas piloto confirma o acionamento do um defeito.
sistema correspondente.

Lâmpada-piloto Acendimento Causa Açõ es/Observaçõ es

Indicador intermitente O comando de iluminação


de direção com indicador está acionado para baixo.
esquerdo sonoro.
Indicador intermitente O comando de iluminação
de direção com indicador está acionado para cima.
direito sonoro.
intermitente O comando de sinal de As luzes indicadoras de direção, bem como as lu-
Sinal de com indicador emergência, situado no pai- zes indicadoras associadas, funcionam de forma
emergê ncia sonoro nel, está acionado intermitente e simultânea.
O comando de iluminação
Lanterna fixo encontra-se na posição Gire o comando para a posição pretendida.
"Lanternas".

19
Controle de marcha

Lâmpada-piloto Acendimento Causa Açõ es/Observaçõ es

O comando de iluminação
Faróis baixos fixo encontra-se na posição Gire o comando para a posição pretendida.
"Faróis baixos".

O comando de iluminação Puxe o comando em sua direção para retornar ao


Faróis altos fixo está acionado. farol baixo.

Faróis de Os faróis de neblina dianteiros Gire o anel do comando duas vezes para trás
neblina fixo encontram-se acionados. para desativar os faróis de neblina.
dianteiros*
Farol de O farol de neblina traseiro en- Gire o anel do comando para trás para desativar o
neblina fixo contra-se acionado. farol de neblina.
traseiro

Solte o freio de estacionamento para desligar o


O freio de estacionamento indicador; e ou tire os pés do pedal de freio.
Freio de fixo encontra-se acionado ou Respeite as instruções de segurança.
estacionamento solto de forma incorreta. Para mais informações sobre o freio de estacio-
namento, consulte o capítulo "Condução".

Após alguns minutos de condução, seu apaga-


Temperatura N o momento da partida do mento indica que a temperatura do motor é nor-
do líquido de fixa a l motor, indica que o motor se mal. Para preservar o seu motor, evite forçá-lo muito
arrefecimento encontra frio. enquanto o indicador não estiver apagado.

O comando do limpa-vidros
Limpeza O funcionamento automático das palhetas do
fixa está acionado com uma
automática* limpa-vidros dianteiro é ativado.
impulsão para baixo.
Pré - Indica o aquecimento do
aquecimento fixa etanol para facilitar a partida Espere que se apague antes de acionar a partida
sistema com temperaturas baixas.
FlexStart*

* De acordo com a versão e/ ou país


20
Controle de marcha

Lâmpada-piloto de alerta
Com o motor em funcionamento ou ve-
ículo em movimento, o acendimento de
Q ualquer defeito que ocasione o acendimento de uma lâmpada-piloto de
alerta deve ser objeto de um diagnóstico complementar.
Em caso de problema, não hesite em consultar a rede CITROË N .
1
uma das lâmpadas-piloto seguinte indi-
ca o aparecimento de um defeito que
necessita da intervenção do condutor.

Lâmpada-piloto Acendimento Causa Açõ es/Observaçõ es

fixo associado
a um outro Está associado à frena- É imperativa a parada nas melhores condições de
indicador gem, à direção assistida, à segurança.
STOP de alerta, pressão do óleo motor ou à
acompanhado temperatura do líquido de Estacione, desligue a ignição e entre em contato
por um sinal arrefecimento. com a rede CITROË N .
sonoro.

temporariamente,
acompanhado por Indicação de defeitos meno- Identifi e o de eito atrav s do acendimento as-
um sinal sonoro e res, sem um indicador espe- sociado a outras luzes indicadoras,
uma mensagem cífico Para os outros defeitos, consulte a rede CITROË N .
Service na tela.

fixo acompan ado São apresentados os defei-


por um sinal tos maiores, sem indicador Consulte imperativamente a rede CITROË N .
sonoro. específico

Reponha o nível com um líquido referenciado


A redução do nível no circui- CITROË N .
fixo to de rena em si nificati-
va. e o pro lema persistir solicite a verificação do
Frenagem circuito pela rede CITROË N .
fixo associado O sistema antibloqueio
a lâmpada-piloto (ABS) encontra-se avaria- olicite a verificação pela ede CI
ABS. do.
21
Controle de marcha

Lâmpada-piloto Acendimento Causa Açõ es/Observaçõ es

Deve apagar quando for dada a partida no motor.


Existe um defeito no sistema
fixo Se não se apagar, consulte rapidamente a rede
de antipoluição.
Sistema de CITROË N .
autodiagnóstico
do motor
Existe um defeito no sistema isco de danificação do catalisador
intermitente. de controle motor. olicite a verificação pela ede CI

Reabasteça, imperativamente, o nível de


combustível.
Esta lâmpada-piloto acenderá toda vez que ligar a
O primeiro acendimento ignição, enquanto não for efetuado um abasteci-
Nível ocorre quando lhe restam mento s ficiente de com stível
mínimo de fixo cerca de 7, 5 litros de com- Capacidade do depósito: cerca de 55 litros
combustível
bustível no reservatório. (Gasolina/ Etanol).
N unca conduza até que o combustível termine to-
talmente essa ação pode danificar os sistemas de
antipoluição e injeção.

Direção A direção assistida apresen- Circule com cuidado a uma velocidade moderada.
fixo
assistida ta um defeito. olicite a verificação pela ede CI

Com essa função ativada a caixa de câmbio au-


Programa O programa EcoDrive está
fixo tomática se adapta para otimizar o consumo de
EcoDrive* ativo combustível.

* De acordo com a versão e/ ou país


22
Controle de marcha

Lâmpada-piloto Acendimento Causa Açõ es/Observaçõ es 1


A parada é imperativa nas melhores condições de
Temperatura segurança.
Indica uma temperatura
máxima do fixo vermel o muito elevada do circuito de Aguarde o resfriamento do motor para completar
líquido de arrefecimento. o nível, se necessário.
arrefecimento
Se o problema persistir, consulte a rede CITROË N .

A parada é imperativa nas melhores condições de


Pressão do Indica um defeito no circuito segurança.
fixo
óleo motor de l rificação do motor Estacione, desligue a ignição e consulte a rede
CITROË N .

Indica um defeito no circuito


de carga da bateria (termi- Deve apagar quando for dada a partida no motor.
Carga da fixo nais sujos ou soltos, correia
bateria
do alternador folgada ou ar- Se não apagar, consulte a rede CITROË N .
rebentada).

fixo se a
velocidade
for inferior a
10 k m/ h.
Porta( s) fixo e U ma porta ou o porta-malas Feche a porta em questão.
aberta( s) acompanhado permanece aberto.
por um sinal
sonoro se a
velocidade
for superior a
10 k m/ h.

23
Controle de marcha

Lâmpada-piloto Acendimento Causa Açõ es/Observaçõ es

Acende durante alguns se- Deve apagar quando for dada a partida no motor.
temporariamente. gundos e apaga assim que
a ignição é ligada. Se não apagar, consulte a rede CITROË N .

Airbags

U m dos sistemas de airbags


fixo olicite a verificação pela ede CI
encontra-se avariado.

Cinto de fixo e em
segurança seguida,
condutor não intermitente O condutor não colocou ou Puxe o cinto e engate-o no seu devido fecho.
colocado/ acompanhado retirou o cinto de segurança.
retirado por um sinal
sonoro.

Indicador

Indicador Açõ es/Observaçõ es

Indicativo na Com a caixa automática, pressione o pedal de freio,


Pé no freio* alavanca de com o motor em funcionamento, para desbloquear a
marchas alavanca e retirar da posição P.

* De acordo com a versão e/ ou país


24
Controle de marcha

INDICADOR DE MANUTENÇÃO
Sistema que informa ao condutor a pró-
xima revisão a ser efetuada, de acordo
Prazo de revisão superior a
3 000 k m
Para prazos de revisão superiores a
Prazo de revisão ultrapassado
A cada vez que a ignição for ligada e
durante 5 segundos, a chave pisca
1
o plano de manutenção do fabricante. 3000 k m, não há indicação na tela. para assinalar que a revisão deve ser
Este prazo é calculado a partir da ú lti- efetuada rapidamente.
ma reposição em zero do indicador. É Exemplo: o prazo de revisão foi ultra-
determinada pela quilometragem per- Prazo de revisão inferior a 3 000 passado em 300 k m.
corrida. k m Ao ligar a ignição e durante 5 segundos,
o mostrador indica:
Exemplo: restam 900 k m a percorrer
antes da próxima revisão.
Ao ligar a ignição e durante 5 segundos,
o mostrador indica:

5 segundos após ligar a ignição, o odô-


metro retoma seu funcionamento normal.
A chave permanece sempre acesa.

5 segundos após ligar a ignição, o odô-


metro retoma seu funcionamento normal.
A chave permanece acesa para assi-
nalar que há uma revisão a ser efetua-
da em breve.

25
Controle de marcha

REPOSIÇÃO EM ZERO DO Odômetro diário


Após esta operação, se dese-
INDICADOR DE MANUTENÇÃO jar, desconecte a bateria, trave Sistema para medir uma distância per-
o veículo e aguarde pelo menos corrida de forma diária ou outra, até que
cinco minutos para que a repo- seja recolocado em zero pelo condutor.
sição em zero seja considerada.

Informaçõ es de manutenção
Sempre que a quilometragem for infe-
rior a 3000 k m será possível acessar às
informações de manutenção.
F Pressione o botão de reposição em
zero do odômetro.
As informações de manutenção são
apresentadas durante alguns segundos,
desaparecendo em seguida. F Com a ignição ligada, pressione o
botão existente na extremidade do
comando do limpa-vidros, durante
Após cada revisão, o indicador de revi-
ODÔ METRO mais de dois segundos, até a apa-
são deve ser recolocado em zero. rição dos zeros.
Sistema para medir a distância total
Para isso, efetue o seguinte procedi- percorrida pelo veículo durante a sua
mento: vida ú til.
F desligue a ignição,
F pressione o botão de reposição em
zero do odômetro e mantenha-o As quilometragens total e diária são exi-
pressionado, bidas durante trinta segundos quando a
F ligue a ignição; o odômetro inicia ignição é desligada, durante a abertura
uma contagem regressiva, da porta do condutor e também no tra-
F quando o visor indicar "= 0", solte o vamento do veículo.
botão; a chave desaparecerá.

26
Controle de marcha

RELÓ GIO
Sistema integrado para exibir a hora
com uma regulagem independente das
F pressione durante mais de dois se-
gundos o botão: é apresentado o
REOSTATO DE ILUMINAÇÃO
Sistema para adaptar manualmente a
intensidade da luz de todo o painel de
1
horas. formato 24H ou 12H , condução em função da luminosidade
F pressione o botão para selecionar externa.
24H ou 12H ,
F pressione durante mais de dois se-
gundos o botão para terminar as
regulagens.
Após cerca de 30 segundos sem ação,
o mostrador retorna à exibição corrente
e os dados são registrados.

Regulagem da hora - Escolha das


unidades Ativação
Para acertar a hora do relógio e esco-
lher as unidades do mostrador, utilize o Q uando as luzes estiverem acesas:
botão direito do painel e, em seguida, F pressione o botão para variar a in-
efetue as operações pela seguinte or- tensidade de iluminação do posto
dem: de condução,
F pressione durante mais de dois se- F quando a iluminação atingir a re-
gundos o botão: os minutos piscam, gulagem mínima, solte o botão e
F pressione o botão para ajustar os depois pressione novamente para
minutos, aumentar a iluminação.
F pressione durante mais de dois se-
gundos o botão: as horas piscam,
F pressione o botão para ajustar as
horas,

27
Controle de marcha

COMPUTADOR DE BORDO* Os dados do computador de bordo são Algumas definiçõ es… *


os seguintes* :
Sistema que nos fornece informações
instantâneas sobre o percurso efetuado - a autonomia, Autonomia (k m)
(autonomia, consumo… ). Indica o nú mero de quilô-
metros que ainda se pode
Tela multifunçõ es percorrer com o combustí-
vel que resta no reservatório, em fun-
- a distância percorrida, ção do consumo médio dos ú ltimos
quilómetros percorridos.
Q uando a autonomia é inferior a 30 k m,
são apresentados traços. Após um abas-
tecimento de combustível de pelo menos
- o consumo médio, 5 litros, a autonomia é calculada de novo
e é apresentada se ultrapassar os 100 k m.

Este valor pode variar em função


de uma alteração da condução
- a velocidade média. ou do relevo, ocasionando uma
variação considerável do consu-
mo instantâneo.
Visualização dos dados Consumo mé dio (k m/ l)
F Pressione o botão situado na F N a pressão seguinte, regressará à Trata-se da quantidade
extremidade do comando do visualização corrente. média de combustível con-
limpa-vidros, para visualizar su- sumido desde a ú ltima re-
cessivamente os diferentes dados Reposição a zeros posição a zeros do computador.
do computador de bordo.
Distância percorrida (k m)
Indica a distância percorrida
desde a ú ltima reposição a
zeros do computador.

Velocidade mé dia (k m/ h)
Trata-se da velocidade mé-
F Pressione durante mais de dois dia calculada desde a ú l-
segundos o comando para repor a tima reposição a zeros do
zeros a distância percorrida, o con- computador (ignição ligada).
sumo e a velocidade média.
* De acordo com a versão e / ou país
28
Controle de marcha

INDICADOR DE MUDANÇA DE MARCHAS*

Sistema que auxilia na economia de combustível, disponivel para os veículos equipados com caixa de marchas manual.
1
Funcionamento Exemplo :
Essa função é um auxílio visual ao
motorista com o objetivo de indicar ao
condutor o melhor momento da mu-
dança de marchas visando à condição
mais econômica quanto ao consumo de
combustível.
Esta seta indicadora localizada no pai-
nel de instrumentos indicará o melhor
momento do condutor mudar para a
marcha superior ou inferior.

- O veículo encontra-se na terceira - O sistema pode propor a mudança


O sistema adapta as instruções de marcha. de uma marcha superior ou inferior
alteração de marcha em função das
condições do deslocamento (incli- A informação é apresentada no painel
nação da via, carga,...) e das solici- de instrumentos sob a forma de uma
seta.
tações do condutor (solicitação de
potência, aceleração, frenagem,...).
O sistema não propõe, em caso al- A seta indicadora de mudança
gum: de marcha é um auxílio de con-
dução econômica. A economia
- o engrenamento da primeira de combustível depende funda-
marcha, mentalmente do modo de dirigir
- o engrenamento da marcha a ré, adotado pelo condutor e condi-
ções de tráfego.
- Pressione o pedal do acelerador.

* De acordo com a versão e / ou país


29
Conforto

O comando de distribuição do ar permite


propagar o ar no habitáculo combinando
várias saídas de aeração.
comando de xo de ar permite a -
mentar ou diminuir a velocidade do
vento do ventilador.

Painel de comando
Os comandos desse sistema estão agru-
pados no painel do console central. De
acordo com o modelo, as funções apre-
sentadas são:
- o nível de conforto desejado,
o xo de ar
- a distribuição do ar,
- o desembaçamento,
- os comandos manuais ou automáti-
cos do ar condicionado.

Difusão de ar
1. Dutos de desembaçamento do pa-
VENTILAÇÃO Tratamento do ar ra-brisas.
O ar que entra segue percursos dife- 2. Dutos do desembaçamento dos vi-
Sistema para criar e manter boas condi- rentes em função dos comandos sele- dros laterais dianteiros.
ções de conforto no habitáculo do veículo. cionados pelo condutor: 3. Ventiladores laterais reguláveis e
- chegada direta ao habitáculo (entrada orientáveis.
de ar), 4. Ventiladores centrais reguláveis e
Entrada de ar - passagem num circuito de aqueci- orientáveis.
mento (aquecimento), 5. Dutos de ar para os pés dos passa-
ar e circ la no a it c lo filtrado geiros dianteiros.
e prov m do exterior pela rel a sit ada - passagem num circuito de refrigeração
na base do para-brisa ou do interior em (ar condicionado).
recirculação de ar. O comando de temperatura permite obter
o nível de conforto desejado misturando
o ar dos diferentes circuitos.
30
Conforto

CONSELHOS PARA A VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO


O sistema de ar condicionado não

2
ara e estes sistemas se am plenamente efica es respeite as re ras de contém cloro e não representa
utilização e de manutenção seguintes: qualquer tipo de perigo para a ca-
F Se após uma parada prolongada ao sol, a temperatura interior perma- mada de ozônio.
necer muito elevada, não hesite em arejar o habitáculo durante alguns
instantes.
Colo e o comando do xo de ar a m nível s ficiente para asse rar
uma boa renovação do ar no habitáculo.
F Para obter uma distribuição de ar homogênea, cuide para não obstruir condensação criada pelo ar
as rel as de entrada de ar exterior sit adas na ase do para risa os condicionado provoca quando
difusores, e as passagens de ar na região do console central. parado, um escoamento normal
F N ão cubra o sensor de raios-solares, situado no centro painel de bordo de água sob o veículo.
pr ximo do para risa ele serve para re lari ar o sistema de ar condi-
cionado.
F Ligue o sistema de ar condicionado 5 a 10 minutos, uma ou duas vezes
por mês para o manter em perfeitas condições de funcionamento.
F ele o om estado do filtro do a it c lo e mande s stit ir periodica-
mente os elementos filtrantes Cons lte o capít lo s Verificaç es
ecomendamos e prefira m filtro de a it c lo com inado raças
ao se se ndo filtro ativo específico ele contri i para a p rificação do
ar respirado pelos ocupantes e à limpeza do habitáculo (redução dos
sintomas alérgicos, dos maus odores e depósitos de gordura).
F Para assegurar o bom funcionamento do sistema de ar condicionado,
recomendamos também um controle regular.
F Se o sistema não produzir frio, não o ative e contate a rede CITROË N .

Em caso de tração de ma car a m xima em orte declive com temperat ra


elevada, desligar o ar condicionado permite recuperar potência motriz e me-
lhorar, portanto, a capacidade de reboque.

31
Conforto

AR CONDICIONADO MANUAL* 3. Regulagem da distribuição do ar F Pressione o botão 4


para ativar a recirculação do
distri ição do ar pode ser ar interior. O indicador asso-
regulada colocando o coman- ciado acende.
do numa das posições indica-
das.
F Pressione novamente o botão para
permitir a entrada de ar exterior
Para-brisa e vidros laterais. indicador associado apaga.

Os sistemas de aquecimento ou de ar Para-brisa, vidros laterais e 5. Ligar/desligar o ar condicionado


condicionado só funcionam com o mo- pés dos ocupantes.
tor ligado. O ar-condicionado foi previsto
para ncionar de orma efica
1. Regulagem da temperatura em todas as estações com os
Pés dos ocupantes. vidros fechados.
F ire o otão de a l rio
para vermelho (quente) O ar condicionado permite:
para ajustar a temperatura no Verão a aixar a temperat ra
de acordo com sua conve- - no inverno, acima de 0° C, aumentar
niência. Ventiladores centrais e late-
rais. a efic cia do desem açador

2. Regulagem da saída de ar Ligar


F Pressione o botão “ A/C” , o indica-
F ire o otão da posição 1 dor associado acende.
à posição 5, para obter um 4. Entrada/recirculação de ar
xo de ar s ficiente para O ar-condicionado não funcionará
garantir seu conforto. se o botão de regulagem do fluxo de
entrada de ar externo permite evitar ar 2 estiver na posição "0".
o embaçamento do para-brisa e dos
vidros laterais. Desligar
e colocar o comando de xo de recirc lação do ar interior permite iso-
ar na posição 0 (neutralização do F Pressione novamente o botão
lar o habitáculo dos odores e fumaças “ A/C” , o indicador associado apa-
sistema), o conforto térmico não do exterior
será mais fornecido. N o entanto, ga.
ssim e possível volte para entrada
m li eiro xo de ar ca sado do ar externo para evitar os riscos de
pelo deslocamento do veículo, degradação da qualidade do ar e para
continua perceptível. evitar o embaçamento.
* De acordo com versão e/ ou país
32
Conforto

DESEMBAÇADOR DIANTEIRO 6. DESEMBAÇADOR DO VIDRO


Se o motor for desligado antes
TRASEIRO do desembaçador ser desligado

2
a tomaticamente da pr xima
Esta é a posição dos coman- O comando está situado vez que o motor for ligado, o de-
dos para desembaçar rapi- no painel do sistema de sembaçador também será acio-
damente o para-brisas e os aquecimento ou do ar nado.
vidros laterais. condicionado.

Com o sistema de aquecimento/ Ligar Desligue o desembaçador do


vidro traseiro assim que o consi-
ventilação O desembaçador do vidro traseiro só derar necessário, pois um menor
F Coloque o comando de temperatura pode ser acionado com o motor em consumo de corrente permite
e de saída de ar nas posições dedi- funcionamento. uma diminuição do consumo de
cadas a essa função. F Pressione este botão para desem- combustível.
açar o vidro traseiro l indica-
F Coloque o comando de entrada de ar dora deste botão acende.
na posição Entrada de ar exterior
(comando elétrico com indicador
apagado).
F Coloque o comando de distribuição Desligar
de ar na posição ara risa
O desembaçador desliga-se automati-
camente para evitar m cons mo ex-
Com o sistema de ar cessivo de corrente.
condicionado manual F É possível interromper o funciona-
mento do desembaçador antes da
F Coloque os comando de temperatura seu desligamento automático pres-
e de débito de ar na posições dedica- sionando novamente o otão l
das a essa função. indicadora deste botão se apaga.
F Coloque o comando de entrada de ar
na posição Entrada de ar exterior
(comando manual deslocado para
a direita ou comando elétrico com
indicador apagado).
F Coloque o comando de distribuição
de ar na posição ara risas
F cione o ar condicionado atrav s
do botão "A/C" o indicador asso-
ciado acende.

33
Conforto

AR CONDICIONADO Regulagens manuais


AUTOMÁ TICO* Com o motor frio, para evitar uma
di são excessiva de ar rio o - É possível, de acordo com seu gosto,
xo de ar alcançar se nível ideal fazer uma escolha diferente da propos-
progressivamente. ta pelo sistema modificando ma re -
Em climas frios, o sistema privile- la em s o tras nç es serão sempre
gia a difusão de ar quente unica- geradas automaticamente.
mente na direção do para-brisa, Para voltar ao modo automático, pres-
dos vidros laterais e dos pés dos sione o botão "AUTO".
passageiros.

passa em para o modo ma-


2. Regulagem da temperatura nual pode provocar algumas
O ar condicionado só funciona com o situações desagradáveis (tem-
motor em funcionamento. O valor indicado no mostrador corres- peratura, umidade, cheiro, em-
ponde a um nível de conforto e não a baçamento) e não é a melhor
uma temperatura em graus Celsius ou para o conforto.
Funcionamento automático
Fahrenheit.
1. Programa automático "conforto"
Pressione as teclas " " " "
para modificar este valor 3. Regulagem do dé bito de ar
Pressione o botão "AUTO". O U ma regulagem no valor de
símbolo "AUTO" é apresen- 21 permite obter um conforto Pressione o botão "hé lice
tado. ideal. De acordo com sua ne- completa" para aumentar o
cessidade, é normal um ajus- xo de ar
te entre 18 e 24.
Recomendamos a utilização deste
modo ele re la a tomaticamente e de sím olo do xo de ar se completa
forma otimizada o conjunto das funções progressivamente em função do valor
seguintes: temperatura no habitáculo, solicitado.
xo de ar distri ição do ar e entrada
de ar, conforme o valor de conforto se- Pressione o botão "hé lice va-
lecionado. Para esfriar ou aquecer o habi- zia" para dimin ir o xo de
Este sistema está previsto para funcio- t c lo o m ximo necess rio ar.
nar de orma efica em todas as esta- ultrapassar o valor mínimo de 14
ções, com os vidros fechados. o m ximo de 28
F Pressione (1) a tecla azul
até apresentar "LO" ou a te-
cla vermelha até apresentar
"HI".
* De acordo com versão e/ ou país
34
Conforto

Neutralização do sistema 4. Programa automático


"visibilidade" Evite o funcionamento prolonga-
do em recirculação do ar interno

2
Pressione o botão "hé lice va-
zia" até que o símbolo da héli- (riscos de embaçamento e de de-
Para desembaçar rapidamen- gradação da qualidade do ar).
ce desapareça. te o para-brisa e os vidros
laterais (umidade, muitos
passageiros, geada...), o pro-
Esta ação neutraliza todas as funções grama automático de conforto
do sistema de ar condicionado. pode ser ins ficiente 6. Ligar/Desligar o ar condicionado
con orto t rmico deixa de ser admi-
nistrado o entanto m li eiro xo Pressione este botão para des-
Selecione então o programa automáti- ligar o ar condicionado.
de ar, proveniente do deslocamento do co de visi ilidade l indicadora do
veículo, permanece perceptível. botão 7 acenderá.
U ma nova pressão no botão "hé lice O sistema gera automaticamente o ar
completa" ou em "AUTO" reativa o condicionado o xo de ar e distri i a
sistema com os valores precedentes à parada pode dar ori em a al mas
ventilação de forma ideal na direção do situações desagradáveis (umidade,
neutralização. para-brisa e vidros laterais. Desative a embaçamento).
recirculação do ar 5.
Evite dirigir por um tempo longo Pressione novamente o botão para ga-
Para o interromper o sistema, pressio- rantir o funcionamento do ar condicio-
com o ar-condicionado neutrali- ne novamente o botão 7 ou "AUTO", a
zando. nado. O símbolo "A/C" ser exi ido
luz indicadora do botão apagará e será
apresentada a mensagem "AUTO".

Regulagem da repartição do ar o entrar no se veíc lo se


5. Entrada de ar/Recirculação do ar
Pressione sucessivamente a temperatura ambiente interior
este botão para dirigir alterna- Pressione este botão para for muito fria ou muito quente,
damente o xo de ar para que o ar interno recircule. O não necess rio modificar
símbolo de recirculação do ar o valor afixado para atin ir o
ser exi ido conforto desejado. O sistema
compensa automaticamente e
- o para-brisa e os vidros laterais (de- o mais rapidamente possível a
sembaçamento ou degelo), recirc lação do ar permite isolar o
a it c lo dos odores e maças exte- diferença de temperatura.
- o para-brisa, os vidros laterais, e os riores.
pés dos passageiros,
- os pés dos passageiros, ssim e possível pressione nova-
- os difusores centrais, os difusores mente este botão para permitir a entreda
laterais e os pés dos passageiros, do ar externo e evitar o em açamento
- os difusores centrais e laterais

35
Conforto

7. DESEMBAÇADOR DO VIDRO
TRASEIRO Se o motor for desligado antes
do desembaçador ser desligado
a tomaticamente da pr xima
O comando está situado vez que o motor for ligado, o de-
no painel do sistema de sembaçador também será acio-
aquecimento ou do ar nado.
condicionado.

Ligar Desligue o desembaçador do vi-


dro traseiro assim que o consi-
O desembaçador do vidro traseiro só derar necessário, pois um menor
pode ser acionado com o motor em consumo de corrente permite
funcionamento. uma diminuição do consumo de
F Pressione este botão para desem- combustível.
açar o vidro traseiro l indica-
dora deste botão acende.

Desligar
O desembaçador desliga-se automati-
camente para evitar m cons mo ex-
cessivo de corrente.
F É possível interromper o funciona-
mento do desembaçador antes da
seu desligamento automático pres-
sionando novamente o otão l
indicadora deste botão se apaga.

36
Conforto

BANCOS DIANTEIROS*
Banco é composto por um assento, um encosto e um encosto de cabeça regulá-

2
veis para adaptar a posição de acordo com as melhores condições de condução
e conforto.

Regulagem longitudinal Regulagem em altura do banco Regulagem da reclinagem do


do condutor encosto

F Eleve o comando e deslize o banco F xe o comando para cima para s - F Empurre o comando para trás.
para a frente ou para trás. bir ou empurre o comando para bai-
xo para descer tantas ve es anto
as necessárias para obter a posição
pretendida.
* De acordo com a versão e/ ou país
37
Conforto

Regulagens complementares
Regulagem em altura do encosto Regulagem do apoio de braços*
de cabeça

O encosto de cabeça possui uma


presilha com um serrilhado que
impede a descida trata se de m
dispositivo de segurança em caso
de colisão.
A regulagem está correta quan-
do a borda superior do encosto
de cabeça se encontra no mes-
mo nível da parte superior da
cabeça.
N unca dirigir sem os encostos de
cabeça que devem estar instala-
dos e corretamente regulados.
F Para erguer o encosto de cabeça, ovimente o para aixo colocando o
p xe o para cima na posição de utilização.
F Para retirar, pressione o pino A e p xe o Para colocar o apoio de braços na po-
para cima. sição vertical, eleve-o e empurre-o para
trás, passando o ponto de resistência.
F Para o colocar novamente no lugar,
insira as hastes do encosto de ca-
eça nos ori ícios encaixando em
no eixo das costas do anco
F Para descer, pressione simultanea-
mente o pino A e o encosto de cabeça.

* De acordo com a versão e/ ou país


38
Conforto

BANCO TRASEIRO

2
Regulagem dos encostos Rebatimento das costas do banco Colocação das costas do banco
de cabeça na posição inicial
F vance o anco dianteiro corres-
pondente se necessário, F Endireite as costas do banco 2 e
F Posicione o cinto de segurança bloqueie-as,
contra as costas do banco, F Verifi e e o indicador vermel o
F Coloque os encostos de cabeça na situado ao nível do comando 1, dei-
posição inferior. xa de ser apresentado

O banco traseiro 1/ 3 - 2/ 3 encontra-se


equipado com encostos de cabeça.
Estes encostos de cabeça possuem uma
posição superior (conforto e segurança) e
uma posição inferior (visibilidade traseira).
odem tam m ser desmontados F xe para a rente o comando 1 para
para os retirar: desbloquear as costas do banco 2,
F p xe o para cima at o limite
F Incline as costas do banco 2 sobre o
F em seguida, pressione o pino A. assento.

Q uando estiver transportando rante essas operaç es verifi-


passageiros no banco traseiro, não que se os cintos de segurança não
circule sem os encostos de cabe- ficaram presos arantindo e
ça. Estes deverão encontrar-se estejam em posição de funciona-
montados e na posição superior. mento.

39
Conforto

RETROVISORES Regulagem Retrovisor interior


Espelho regulável que permite visuali-
zar a zona traseira central.
Comporta um dispositivo antiofusca-
mento para a noite.

Modelo día/noite manual

Retrovisores externos F Coloque o comando A para a direita


ou para a esquerda para selecionar
Equipados cada um com um espelho o retrovisor correspondente.
regulável que permite a visualização da
zona traseira lateral necessária para as F Movimente o comando B nas quatro
situações de ultrapassagem ou de es- direções para efetuar a regulagem.
tacionamento. Os retrovisores podem F Volte a colocar o comando A na po- Regulagem
ser rebatidos para estacionar em pas- sição central.
sagens estreitas. F Regular o retrovisor para orientar
corretamente o espelho na posição
Os objetos visualizados estão na dia
realidade mais perto do que pa- Posição dia/noite
recem.
F xar a alavanca para passar po-
Tenha esse fato em conta para sição antio scamento noite
avaliar corretamente a distância
dos veículos que se encontram F Empurrar a alavanca para passar à
atrás. posição normal dia

Como medida de segurança, os


retrovisores devem ser regulados
para red ir os pontos ce os

40
Conforto

AJ USTE DO VOLANTE*

F Com o veículo parado p xe o co-


mando na direção 1 para destrancar
o volante.
F ste a alt ra e a pro ndidade
para adaptar a sua posição de con-
dução.
F Empurre o comando na direção 3
para trancar o volante.

Por medida de segurança, estas


manobras devem ser obrigatoria-
mente efetuadas com o veículo
parado.

* De acordo com a versão e/ ou país


41
Acessos

CHAVE COM TELECOMANDO Destravar com a chave Dobrar a chave


F Gire a chave para a esquerda na fe-
As chaves permitem o acionamento in- chadura da porta do condutor para
dependente das fechaduras das portas, destravar o veículo.
do porta-malas, da tampa do reservató- Para os veículos sem alarme, o destra-
rio de combustível, do antifurto de dire- vamento é assinalado pelo piscar rápi-
ção e da ignição. do das luzes de mudança de direção
durante cerca de dois segundos.
Abrir a chave
Travar o veículo

Travamento com o telecomando

FPressione o cadeado fe-


chado para travar o veículo.
F Gire a chave de acordo com o movi-
mento indicado.

Travamento com a chave


F Gire a chave para a direita na fecha- Localização do veículo
dura da porta do lado do condutor
para travar totalmente o veículo. F Pressione o cadeado fe-
Para os veículos sem alarme, o trava- chado para localizar o seu ve-
F Pressione o botão A para abrir. mento é assinalado pelo acendimento ículo, travado, em um parque
fixo das l es indicadores de direção de estacionamento.
durante cerca de dois segundos. Esta ação é assinalada pelo acendi-
mento das luzes de teto e pelo piscar
Abertura do veículo das luzes de mudança de direção, du-
rante alguns segundos.
Destravar com o telecomando Se uma das portas ou o porta-ma-
las estiver aberto, o travamento
centralizado não ocorrerá.
F Pressione o cadeado Com o veículo travado, em caso
aberto para destravar o de destravamento involuntário, o
veículo. veículo tranca-se automaticamen-
te ap s trinta se ndos exceto se Evite prender objetos pesados
uma porta estiver aberta. à chave, isso poderá gerar um
problema de funcionamento.

42
Acessos

Proteção antifurto Partida do veículo Substituição da bateria

3
Antipartida eletrônica
Trava o sistema de controle do motor
alguns instantes após a ignição ser des-
ligada e impede o funcionamento do ve-
ículo por arrombamento.
A chave contém um chip eletrônico que
possui um código particular. Ao ligar a
ignição, o código deve ser reconhecido-
para que a partida possa ser possível.

Em caso de mau funcio- Bateria ref.: CR1620/ 3 volts.


namento do sistema, a - Posição 1: Stop: Ignição desligada F olte a tampa com a xílio de ma
lâmpada-piloto indicada se - Posição 2: Acessórios: Ignição moeda no nível do entalhe.
acende, acompanhada por desligada, porém os acessórios
um sinal sonoro. F Deslize bateria gasta do seu lugar
podem funcionar.
N esse caso, seu veículo não dá par- F Coloque uma nova bateria respei-
tida. Consulte rapidamente a rede CI- - Posição 3: Contato: Ignição ligada. tando o sentido da bateria anterior.
TROË N . - Posição 4: Partida: Partida aciona- F ixe a tampa
da.
F Realize o procedimento de reinicia-
lização do telecomando.
Partida do veículo
Reinicialização do telecomando
Esquecimento da chave F Insira a chave na ignição.
O sistema reconhece o código de F Desligar a ignição.
partida. F Colocar a chave na posição 3
Em caso de esquecimento da F Gire a chave na direção do painel ( Contato) .
chave no antifurto, é emitido um de bordo, para a posição 4 ( Parti-
sinal sonoro quando a porta do F Pressione imediatamente o botão
da) . de travamento durante alguns se-
condutor é aberta.
F Assim que o motor se encontrar em gundos.
funcionamento, solte a chave. F Desligue a ignição e retire a chave
com o telecomando do contato.
O telecomando está novamente opera-
cional.

43
Acessos

Chaves Este equipamento opera em ca-


note c idadosamente o n mero de cada c ave Este n mero est codifi- ráter secundário, isto é, não tem
cado na etiqueta junto à chave. direito a proteção contra interfe-
rência prejudicial, mesmo de esta-
ções do mesmo tipo, e não pode
Telecomando causar interferência a sistemas
operando em caráter primário.
O telecomando de alta frequência é um sistema sensível; não o manipule
nos bolsos pois há risco de destravar o veículo sem seu conhecimento.
Evite manipular os botões do telecomando fora do alcance e fora da visão
do seu veículo, pois há um risco de torná-lo inoperante, sendo, neste caso,
necessário efetuar uma nova reinicialização.
O telecomando não pode funcionar enquanto a chave está no antifurto,
mesmo com a i nição desli ada exceto para a reiniciali ação

Fechamento do veículo
Conduzir com as portas travadas pode tornar o acesso de emergência ao
habitáculo mais difícil em caso de urgência.
Por medida de segurança (crianças a bordo), retire a chave do antifurto ao
sair do veículo, mesmo que seja por pouco tempo.

Proteção antifurto
ão e et e al er modificação ao sistema de antipartida eletr nica isso
pode ocasionar maus funcionamentos.

N ão jogue as baterias do teleco-


Ao comprar um veículo usado mando no lixo pois elas cont m
rovidencie ma memori ação das c aves na rede CI para certifi- metais nocivos para o meio am-
car-se de que as chaves sob sua posse sejam as ú nicas que permitem ligar biente.
o seu veículo. Entregue-as em um ponto de co-
leta homologado.

44
Acessos

ELEVADORES DE VIDROS* Elevadores de vidros elé tricos Os comandos do elevador de vi-


dros permanecem sempre ope-

3
Este sistema é destinado a abrir ou
fechar um vidro de forma manual ou F ressione o p xe o co- racionais durante cerca de 45
automática. Equipado com um sistema mando. O vidro para quando segundos após a ignição ser desli-
de proteção em caso de esmagamento soltar o comando. gada ou até a abertura de uma das
nos modelos sequenciais e um sistema portas dianteiras.
de neutralização em caso de má utiliza-
ção dos comandos traseiros em todos
os modelos.
Elevador de vidro elé trico
sequencial* Antiesmagamento
Os elevadores elétricos sequenciais de
Possui duas possibilidades: vidros encontram-se equipados com
uma função de antiesmagamento.
Q uando o vidro sobe e encontra um
obstáculo, pára e volta a descer par-
- modo manual cialmente.
F ressione o p xe o comando
sem ultrapassar o ponto de resis-
tência. O vidro pára assim que se
libertar o comando. N o caso de não funcionamento
- modo automático (sequencial) da função sequencial ou perda da
função:
F ressione o p xe o comando
para além do ponto de resistên- F pressione o comando até a
cia. O vidro abre ou fecha com- abertura completa,
1. Comando elé trico do elevador de pletamente depois de se soltar o F em se ida p xe o comando
vidros do condutor comando. até o fechamento,
2. Comando elé trico do elevador de F U ma nova pressão interrompe o F mantenha o comando pressio-
vidros do passageiro movimento do vidro. nado ainda por cerca de um
3. Comando elé trico do elevador de segundo depois do fecho.
vidros traseiro direito Durante estas operaçõ es, a fun-
O modo de funcionamento automá-
4. Comando elé trico do elevador de tico está disponível somente para a ção antiesmagamento não per-
vidros traseiro esquerdo porta do condutor. manece operacional.

* De acordo com a versão e/ ou país

45
Acessos

Reinicialização Neutralização dos comandos


Em caso de ausência de movimento dos elevadores de vidros das Retire sistematicamente a chave
automático de um vidro na subida, é portas traseiras* da ignição ao sair do veículo, mes-
necessário reinicializar o respectivo mo que por pouco tempo.
funcionamento: Em caso de esmagamento duran-
F p xar o comando at parada do te o funcionamento dos elevado-
vidro, res de vidros, inverta o movimento.
Para isso, pressione o respectivo
F soltar o comando e p x lo nova- comando.
mente até ao fechamento completo, Q uando o condutor acionar os co-
F manter o comando durante cerca de mandos dos elevadores de vidros
um segundo após o fechamento, dos passageiros, deverá garantir
F pressionar o comando para fazer que ninguém impede o fechamento
descer automaticamente o vidro até correto do vidro.
posição aixa O condutor deve garantir que os
F Para segurança das crianças, pres- passageiros utilizam corretamente
F quando o vidro estiver numa posi- sione o comando 5 para neutralizar os elevadores dos vidros.
ção aixa pressionar de novo o os comandos dos elevadores de
comando durante cerca de um se- Tenha atenção com as crianças
vidros traseiros seja qual for a sua durante o manuseio dos vidros.
gundo. posição.
Com o acendimento da luz indicadora,
os comandos traseiros encontram-se
Durante estas operaçõ es, a função neutralizados.
antiesmagamento permanece não Com a luz indicadora apagada, os co-
operacional. mandos traseiros encontram-se ativa-
dos.

Este interruptor neutraliza também


os interruptores interiores das por-
tas traseiras (ver capítulo "Segu-
rança para crianças").

Q ualquer outro estado da luz indica-


dora revela uma falha da segurança
el trica das crianças andar verificar
pela rede CITROË N .
* De acordo com a versão e/ ou país

46
Acessos

PORTAS

3
Abertura Fechamento

A partir do exterior A partir do interior Q uando uma porta está mal fechada:

F Após o destravamento do veículo F xe o comando da porta dianteira


com o telecomando ou com a chave, para a abrir; deste modo destrava- - motor em funcionamento,
p xe a maçaneta da porta -se completamente o veículo. a luz indicadora acende,
F xe o comando da porta traseira - veículo em circulação (ve-
para a abrir; deste modo destrava- locidade superior a 10 k m/ h),
-se apenas a porta acionada. a luz indicadora acende,
acompanhada por um sinal
Se uma das portas ou o porta- sonoro durante alguns se-
-malas estiverem abertos, o gundos.
travamento centralizado não
ocorrerá.
Com o veículo travado, em caso
de destravamento involuntário,
o veículo tranca-se automatica-
mente ap s trinta se ndos ex-
ceto se uma porta for aberta.

47
Acessos

Comando centralizado manual* Comando centralizado Ativação


automático*
Sistema para travar ou destravar manu-
al e completamente as portas a partir Este sistema trava ou des-
do interior. trava automaticamente e
completamente as portas e o
porta-malas com o veículo em
movimento.
Pode-se ativar ou neutralizar esta fun-
ção.

Travamento F Pressione durante mais de dois se-


gundos o botão A.
A uma velocidade superior a 10 k m/ h,
as portas e o porta-malas travam-se confirmação se d a partir de m sinal
Travamento sonoro.
automaticamente.
F Pressione o botão A para travar o
veículo.
A luz indicadora do botão acende. Neutralização
Se uma das portas, ou a tampa do F Pressione novamente durante mais
porta-malas estiver aberta, o tra- de dois segundos o botão A.
Se uma das portas estiver aberta, vamento centralizado automático
não funcionará. confirmação se d a partir de m sinal
o travamento centralizado não fun- sonoro.
cionará.

Destravamento Destravamento
F Pressione novamente o botão A F Acima de 10 k m/ h, pressione o bo-
para destravar o veículo. tão A para destravar momentanea-
mente as portas e o porta-malas.
A luz indicadora do botão apaga.

Se o veículo for travado a partir do


exterior a l indicadora vermel a
fica intermitente e o otão A fica
inoperante.
F N esse caso, utilize o teleco-
mando ou a chave para destra-
var o veículo.
* De acordo com a versão e/ ou país

48
Acessos

ALARME*

3
O alarme proporciona uma proteção perimé trica, onde o alarme soa em caso de
abertura de uma porta, do porta-malas ou do capô.

Ativação Neutralização
F Desligue a ignição, retire a chave e
saia do veículo. Destrave o veículo usando a chave
com telecomando.
F Ative o alarme travando o veículo
com o telecomando.

Defeito no telecomando
Se desejar travar seu veículo sem F Destrave as portas com a chave e
ativar o alarme, trave-o usando a abra a porta. O alarme será aciona-
fechadura. do.
F Coloque a chave no contato e de
partida no motor, o alarme será de-
Q uando o alarme é acionado, a sirene sativado.
soa e as lâmpadas indicadoras de di-
reção piscam durante trinta segundos.
p s o acionamento o alarme fica no- Se o alarme for acionado dez
vamente operacional. vezes consecutivas, na décima
primeira ele se tornará inativo.
45 segundos após uma pressão no bo-
tão de travamento do telecomando, o
alarme é ativado, seja qual for o estado
das portas ou do porta-malas.
Para evitar o acionamento do alarme du-
rante a lavagem de seu veículo trave as
portas com a chave;

* De acordo com a versão e/ ou país

49
Acessos

Travamento de emergê ncia PORTA-MALAS Comando de emergê ncia


Dispositivo para travar e destravar me- Dispositivo para destravar mecanica-
canicamente as portas no caso de mau mente a tampa do porta-mala em caso
funcionamento da bateria ou do destra- de não funcionamento da bateria ou do
vamento centralizado. travamento centralizado.

Tampa do Porta-Malas

Abertura
F Após o destravamento do veículo
com o telecomando ou com a chave,
destrave a tampa do porta-mala no
comando A .
F Em seguida, levante a tampa do por-
ta-malas no sentido indicado
F as portas traseiras certifi e se
de que a trava de segurança para Fechamento
crianças não está ativada. F Rebata o banco traseiro para aces-
F aixe a tampa do porta malas tili- sar à fechadura pelo interior do por-
F Com a xílio de ma c ave de en- ando o p xador interno
da retire o tampão preto situado no ta-malas.
canto da porta. F Para a sua segurança, o travamen- F Introduza uma pequena chave de
to do porta-malas é feito em dois es- fendas no orifício A da fechadura
F Insira a chave do veículo no orifício t ios Certifi e se de e o d plo
situado na porta, gire-a em seguida para destravar a tampa do porta-
travamento ocorreu. -malas.
ao m ximo para o exterior
F Retire a chave e volte a colocar o
tampão preto F O fechamento incomple-
to da tampa do porta-malas,
impede o travamento centra-
Destravamento das portas dos lizado do veículo, e é assina-
passageiros dianteiros e traseiros lado pela acendimento da luz
F xe o comando interior de a ert - indicadora na tela multifun-
ra da porta. ções.

50
Acessos

RESERVATÓ RIO DE Abastecimento


COMBUSTÍ VEL

3
U ma etiqueta, colada no interior da
Capacidade do reservatório: cerca de tampa, indica o tipo de combustível a
55 litros. utilizar em função da sua motorização.

Nível mínimo de combustível Para realizar o abastecimento com total


segurança:
Q uando o nível mínimo de com- F desligue obrigatoriamente o motor,
bustível no reservatório for
atingido, esta luz indicadora F abra o protetor da tampa do reser-
acende no painel. Restam ain- vatório de combustível,
da cerca de 50k m de autono- F introduza a chave na tampa e, em
mia. seguida, gire para a esquerda,

Enchimento
Os complementos de combustível de- F retire o tampa e pendure-a na garra
verão ser superiores a 10 litros para situada na parte interna da tampa,
serem levados em consideração pela F encha o reservatório, mas não in-
sonda de combustível. sista alé m do 3º corte da pistola;
A abertura da tampa do reservatório po- isso poderia levar a um mau funcio-
derá dar origem a um ruído de aspira- namento.
ção de ar. Esta depressão, totalmente
normal, é provocada pela estanqueida-
de do circuito de combustível U ma vez terminado o abastecimento:
F coloque novamente o tampa no lu-
gar adequado,
F gire a chave para a direita e, em se-
guida, retire-a da tampa,
F feche novamente a proteção da Enquanto a tampa não for co-
tampa. locada no tanque, a chave não
pode ser retirada da fechadura.
Ao abrir a tampa, pode ouvir-se
um ruído de aspiração de ar. Esta
depressão, que é normal, é pro-
vocada pela estanqueidade do
circuito de combustível.

51
Acessos

Motores Flex Motores Flex - Abastecimento Motor Flex Start

Os motores desse veículo foram de- Com o objetivo de garantir o perfeito


senvolvidos para utilizar todos os tipos funcionamento do seu veículo, o sis-
de gasolina (tipo C sem chumbo) ou tema de injeção FLEX FU EL precisa
etanol (álcool etílico hidratado) à venda reconhecer o combustível que está no
nos postos de combustíveis do Brasil. tanque (Etanol, Gasolina ou a mistu-
ra de ambos em qualquer proporção),
O sistema de injeção eletrônica regula principalmente na troca do combustível
automaticamente, através de sensores, predominante (de etanol para gasolina
o funcionamento do motor em função ou vice-versa).
O Sistema de partida a frio FLEX
da mistura de combustível utilizado. É START utiliza uma nova tecnologia que
recomendável um abastecimento míni- Para que isto ocorra, algumas reco- dispensa a utilização do reservatório
mo 10 litros, para que o sistema reco- mendações devem ser seguidas: adicional de partida a frio. Este sistema
nheça adequadamente o combustível entra em funcionamento, sempre que o
utilizado. F Realizar o abastecimento sempre veículo estiver abastecido com mais de
com o motor desligado; 85% de Etanol (álcool) e a temperatura
F Realizar os abastecimentos com o do motor for menor que 18° C.
motor aquecido. Caso o motor este- Mais informações - pag.91
ja frio, utilizar o veículo por 5 minu-
tos antes de abastecer;
F Após o abastecimento, recomenda-
se uma rodagem de 10 minutos ou
5 quilômetros (sem acelerações
e desacelerações bruscas), para
concluir o reconhecimento do novo
combustível pelo sistema de injeção
FLEX FU EL;
F Ao ligar o veículo após o abasteci-
mento, evite desligar o motor logo
em seguida;

52
Visibilidade

COMANDOS DE ILUMINAÇÃO Comandos manuais

4
Dispositivo de seleção e de comando Os comandos de iluminação são efetu-
das diferentes luzes dianteiras e trasei- Modelo sem iluminação AUTO ados diretamente pelo condutor através
ras que proporcionam a iluminação do do anel A e do comando de iluminação
veículo. B.
A. anel de seleção do modo de ilumina-
Iluminação principal ção principal, com:

As diferentes luzes dianteiras e trasei- faróis desligados,


ras do veículo foram concebidas para
adaptar progressivamente a visibilidade
do condutor em função das condições
climáticas: acendimento automático
- lanternas para ser visto, dos faróis* ,
- faróis baixos, para ver sem ofuscar
os outros condutores,
lanterna,
- faróis altos, para ver bem em caso
de estrada livre,

Iluminação adicional* Modelo com iluminação AUTO* faróis baixos / faróis altos.
Outras luzes podem estar instaladas
para responder a condições particula-
res de condução: B. comando de inversão de faróis bai-
xos / faróis altos.
- luzes de neblina traseiras para ser
visto ao longe,
Com os faróis desligados ou com a
- faróis de neblina dianteiros para ver lanterna ligada, o condutor pode ligar
ainda melhor, diretamente os faróis altos mantendo o
Programaçõ es* comando puxado.

Estão disponíveis também diferentes Visualizaçõ es


modos de comando automático de ilu-
minação, de acordo com as seguintes O acendimento da luz indicadora no
opções: painel de ordo confirma o modo de il
- iluminação de acompanhamento, minação selecionado.
- acendimento automático,
* De acordo com a versão e/ ou país

53
Visibilidade

Modelos equipados somente com


luz de neblina traseira* Em tempo claro ou de chuva, tan-
luz de neblina traseira to de dia como de noite, os faróis
de neblina dianteiros e a luz de
F Para acender a luz de ne- neblina traseira são ofuscantes e
blina traseira , gire o anel são proibidos.
C para a frente. N ão se esqueça de apagá-los as-
sim que não forem mais neces-
F Para apagar as luzes, gire o sários.
anel de impulso C para trás.
Quando se esquecer de
Luzes de neblina dianteiras e desligar as luzes
traseiras Ao desligar a ignição, todas as luzes
se apagam automaticamente, exce-
Gire o anel C: to no caso de iluminação de acom-
F para a frente, uma 1ª vez para acen- panhamento automático ativado.
der as luzes de neblina dianteiras. N o caso de um pedido manual de
Modelos equipados com luzes de F para a frente uma 2ª vez para acen- permanência das luzes, após a ig-
neblina dianteiras e traseiras* der a luz de neblina traseira, nição desligada, a emissão de um
sinal sonoro, quando da abertura de
F para trás, uma 1ª vez para apagar a uma porta dianteira, avisa o condu-
luz de neblina traseira. tor de que se esqueceu de desligar
F para trás uma 2ª vez para apagar as as luzes do veículo, com a ignição
luzes de neblina dianteiras. desligada.
F Gire o anel A para trás para apagar
as luzes de neblina, a lanterna apa- Em condições de neblina ou
gará igualmente. neve, o sensor de luminosidade
pode detectar ma l s ficiente
As luzes não serão então acesas
automaticamente.
Em determinadas condições climá-
ticas (baixa temperatura, umidade) N ão cubra o sensor de luminosida-
o embaçamento da superfície in- de, acoplado ao sensor de chuva e
terna do vidro das luzes dianteiras situado no centro do pára-brisas por
C. anel de seleção das luzes de nebli- e traseiras é normal; este embaça- trás do retrovisor interior; as funções
na. mento desaparece alguns minutos associadas deixarão de ser coman-
Funcionam com os faróis alto ou baixo. após o acendimento das luzes. dadas.

* De acordo com a versão e/ ou país

54
Visibilidade

Iluminação de acompanhamento Luzes diurnas* Acendimento automático*


manual ( Follow me home) *

4
Il minação específica d rante o dia A lanterna e os faróis baixos acendem
obrigatória em determinados países, automaticamente, sem ação do condu-
que se ativa automaticamente quando tor, em caso de detecção de baixa lumi-
da partida do motor, permitindo que o nosidade exterior ou, em certos casos,
veículo seja visto mais facilmente. em conjunto com o acionamento do
Esta função é assegurada por duas limpa-vidros.
l es específicas díodos locali adas Assim que a luminosidade se tornar
acima dos faróis de neblina dianteiros. s ficiente o ap s a parada dos limpa
O posto de condução (painel de instru- -vidros, as luzes apagam-se automati-
mentos, tela multifunções, painel do ar camente.
condicionado, etc.) não se acende, exceto
quando da passagem ao modo de ilumi-
nação automática ou manual das luzes.

Ao sair do seu veículo, as lanternas e


os faróis baixos permanecem acesos
durante trinta segundos.
Ativação
F Com a ignição desligada, pisque os
farois puxando o comando de ilumi-
nação em sua direção.
F Saia e trave o veículo.

Desativação
F Faça um novo "sinal de luzes"; Ativação
F Saia e trave o veículo. F Gire o anel A para a posição
"AUTO".
Anomalia de funcionamento As luzes diurnas não funcionam
quando as lanternas ou os faróis Desativação
Em caso de problema no do veículo estiverem acesos, pois
provocam ofuscamento ao con- F Gire o anel A para outra posição
funcionamento do sensor que não "AUTO".
de luminosidade, as luzes dutor que vem no sentido oposto,
se acendem. Esta luz indi- podendo acarretar algum aciden-
cadora acende no painel acompanhada te. As luzes diurnas não podem
por um sinal sonoro. ter seu funcionamento desabilita-
Consultar a Rede CITROË N . do (apagadas). * De acordo com a versão e/ ou país

55
Visibilidade

COMANDOS DO LIMPA-VIDROS
Dispositivo de seleção e de comando Modelo com limpeza de Comandos manuais
dos diferentes tipos de movimento do acionamento manual*
limpador de vidros, na dianteira e na Os comandos do limpa-vidros são efetua-
traseira, que garantem uma retirada da dos diretamente pelo condutor através do
chuva e a limpeza do vidro. comando A e do anel B.
Os limpadores de vidros foram concebi-
dos para melhorar progressivamente a
visibilidade do condutor em função das Limpa-vidros dianteiro
condições climáticas. A. comando de seleção da cadência de
limpeza:

movimento rápido (chuva for-


Programaçõ es* te),

Está também disponível o modo de co- movimento normal (chuva


mando automático do limpa-vidro, dian- moderada),
teiro de acordo com a versão do seu intermitente (proporcional à
veículo. Modelo com limpeza de velocidade do veículo),
acionamento automático*
desligado,

movimento ú nico (pressione


para baixo),

ou
movimento automático
ou intercalado (pressio-
ne para baixo).

* De acordo com a versão e/ ou país

56
Visibilidade

Funcionamento automático das Lava-vidros dianteiro Limpa-vidros traseiro


palhetas dianteiras* Puxe o comando de limpa-vidros em sua

4
direção. O lava-vidros, e em seguida o
O acionamento das palhetas do limpa- limpa-vidros funcionam durante um de-
-vidros dianteiro funciona automatica- terminado período.
mente, sem ação do condutor, em caso
de detecção de chuva (sensor atrás do
retrovisor interior) adaptando-se a sua É necessário reativar o funciona-
velocidade e à intensidade da chuva. mento automático do limpa-vidro
cada vez que a ignição é desliga-
da por um período superior a um
Ativação minuto, deslocando o comando
para baixo.

N ão osbtruir o sensor de chuva, si-


tuado no centro do para-brisas por B. anel de seleção do limpa-vidros tra-
trás do retrovisor interior. seiro:
Em caso de uma lavagem auto-
É realizada manualmente pelo condu- mática, desligue a ignição.
tor através de um impulso para baixo N o Inverno, é aconselhavel es-
no comando para a posição "AUTO". perar o degelo completo do pára- desligado,
brisas antes de acionar a limpeza
automática.
Desligar
funcionamento intermitente
Anomalia de funcionamento da palheta,
Em caso de problema no funcionamen-
to automático do limpa-vidros, o mesmo
funciona em modo intermitente. funcionamento das palhetas
Consulte a Rede CITROË N . com lava-vidros (duração de-
terminada).

É realizado manualmente pelo


condutor empurrando o comando para
cima e colocando-o na posição "0".

* De acordo com a versão e/ ou país

57
Visibilidade

LUZES DE TETO* Luzes de teto dianteiras e Luzes de leitura dianteiras laterais


traseiras
Dispositivo de seleção e de comando F Com a ignição ligada, pressionando
das diferentes luzes do habitáculo. uma vez o interruptor correspon-
N esta posição, a luz de teto dente, a luz de leitura acende-se
Versão sem para-brisa Zenith acende progressivamente: permanentemente.
F Pressionando uma segunda vez, acen-
- ao destrancar o veículo, de-se:
- ao retirar a chave da ignição, - quando o veículo é destrancado,
- ao abrir uma porta, - quando a chave da ignição é retirada,
- ao ativar o botão de travamento do - quando é aberta uma porta,
telecomando, para localizar o seu - quando é ativado um botão de trava-
veículo. mento do telecomando, para locali-
Apaga-se progressivamente: zar o seu veículo.
- ao trancar o veículo,
A. Luz de teto central - ao ligar a ignição, Apaga-se progressivamente:
- quando o veículo é trancado,
- 30 segundos após o fechamento da
Versão com para-brisa Zenith ú ltima porta. - quando a ignição é ligada,
- 30 segundos após o fechamento da ú l-
tima porta.
Apagada permanentemente.

Iluminação permanente. Em iluminação permanente, dis-


põe de diferentes tempos de
acendimento:
Para apagar a luz do teto traseira, - com a ignição desligada, cerca
coloque-a na posição de "apagada per- de dez minutos,
manentemente". - em modo de economia de
energia, cerca de trinta segun-
dos,
1. Luz de leitura dianteiras laterais - com o motor em funcionamen-
to, sem limite.
2. Luz de teto traseira

* De acordo com a versão e/ ou país

58
Visibilidade

ILUMINAÇÃO AMBIENTE* ILUMINAÇÃO DA MALA

4
A iluminação difusa das luzes do habi-
táculo facilita a visibilidade no veículo
em caso de fraca luminosidade.

Acionamento
A iluminação interna acende automatica-
mente, quando se aciona um dos botões
existentes na chave com telecomando e
se o comando da luz do teto estiver na po-
sição de acendimento progressivo

Acende-se automaticamente quando


se abre a mala e apaga-se quando se
fecha a mesma.

Em determinadas versões, três lâmpa-


das, situada no tubo que liga o teto e
o retrovisor dia/ noite automático, acen-
dem-se sempre que as luzes de posi-
ção ou faróis estiverem ligados

* De acordo com a versão e/ ou país

59
Equipamentos internos

EQUIPAMENTOS INTERNOS
DIANTEIROS*
1. Para-sol.
2. Porta-luvas com iluminação.
3. Compartimentos das portas
Porta-latas.
4. Tomada de 12 volts (100 W máx.)
5. Tomada U SB / Entrada auxiliar.
6. Porta-objetos.
7. Cinzeiro móvel / Porta-latas.
8. Porta-objetos.
9. Porta-objetos central.

* De acordo com a versão e/ ou país


60
Equipamentos internos

Para-sol* Porta-luvas Cinzeiro móvel*


Dispositivo de proteção contra os raios A tampa do porta-luvas possui compar-

5
Para abrir, puxe a tampa do cinzeiro.
de sol vindos de frente ou de lado. timentos para guardar uma caneta, o Para esvaziá-lo, retire-o do local, pu-
guia de utilização do veículo, um par de xando-o.
Versão sem para-brisa Zenith óculos, moedas, etc...

Os para-sóis, encontram-se equipados


com um espelho de cortesia, com tam- F Para abrir o porta-luvas, levante a Porta-latas*
pa de ocultação. maçaneta.
Porta-latas situado no console central,
Versão com para-brisa Zenith O porta-luvas se ilumina quando se desde de que o cinzeiro não esteja sen-
abre a tampa, desde de que a chave do utilizado.
esteja na posição de acessório.*

Porta-luvas refrigerado*
Conforme a versão, o porta-luvas
possui uma saída de ar A, que pode
ser aberta ou fechada. A saída de ar
difunde o mesmo ar condicionado que
os ventiladores do habitáculo.

Sem espelho de cortesia, devido a es-


pessura e curvatura do para-sol
* De acordo com a versão e/ ou país
61
Equipamentos internos

Tomada de acessórios 12V* TOMADA USB / ENTRADA AUX.*

F Para utilizar a tomada de 12 V (po- Caixa de ligação, composta por uma Durante a sua utilização, o equipamen-
tência máxima: 100 W atts), retire porta U SB e uma entrada auxiliar to portátil pode recarregar-se automati-
o obturador e ligue o acessório, é (J ACK ), e encontra-se situada no porta camente.
necessário que a chave esteja na objetos inferior. Permite ligar um equi-
posição de acessório. pamento portátil, tal como um equipa-
mento portátil digital tipo iPod® ou um
pen drive U SB.

Lê os formatos de arquivos de áudio


(mp3, ogg, w ma, w av...) que são trans-
mitidos para o seu rádio, para serem
ouvidos através dos alto-falantes do
veículo. Pode-se gerenciar estes arqui-
vos através do comando sob o volante,
na tela do rádio ou na tela multifunções.

Para obter mais informações sobre a


utilização deste equipamento, consultar
a seção My W ay do capítulo "Sistemas
de Á udio".

* De acordo com a versão e/ ou país


62
Equipamentos internos

Tapetes* EQUIPAMENTOS INTERNOS


TRASEIROS

5
Para evitar qualquer incômodo
sob os pedais: Porta-objetos central
- utilize apenas tapetes adapta-
dos s fixaç es presentes
no veículo; a utilização destas
fixaç es o ri at ria e impe-
rativa,
- nunca sobreponha vários tape-
tes.

Montagem
N a primeira montagem do tapete, utili- Dispositivo de arrumação e de trans-
e nicamente as fixaç es do carpete porte de objetos.
encaixando os furos do tapete.
Este ítem pertence somente ao tapete
do condutor.

Desmontagem
Para desmontar do lado do condutor:
F recue o banco ao máximo,
F retire o tapete.

Remontagem
Para remontar:
F posicione corretamente o tapete,
F verifi e a fixação correta do tapete

* De acordo com a versão e/ ou país


63
Equipamentos internos

ARRUMAÇÕ ES DA MALA

1. Luz interna do porta-malas


2. Ganchos do porta-malas
3. Tapeta da mala
4. Estepe e Estojo de ferramentas
5. Bandeja traseira

64
Equipamentos internos

Ganchos Bandeja traseira Estojo de ferramentas

Permitem pendurar sacos de compras. parte traseira encontra se fixa na porta F Eleve o tapete da mala, puxando a
da mala por dois cordões. correia para cima, para acessar o
estojo de ferramentas.
Para retirar a partir da mala: Este compartimento inclui o macaco
F Desprenda os dois cordões, com manivela integrada, chave de ro-
das, ferramenta para retirada dos tam-
F Eleve a bandeja ligeiramente para pões dos parafusos das rodas e o anel
desencaixar das respectivas fixa- de reboque.
ções,
F Após desencaixar, retire a bandeja.

65
Segurança das crianças

GENERALIDADES SOBRE AS CADEIRAS PARA CRIANÇAS*

Preocupação constante da CITROË N durante a concepção do seu veículo, a Particularidades para o transporte
se rança dos se s fil os depende tam m de si de crianças no lugar do passageiro
da frente no Brasil
s crianças pe enas não são ad ltos
em miniat ras at a idade de aproxi- A CITROË N aconselha o transpor- s crianças com menos de de anos
madamente a 8 anos a proporção de te das crianças nos lugares trasei- não podem ser transportadas no anco
peso entre a ca eça e as demais partes ros do se veíc lo do passa eiro dianteiro na posição de
do corpo di erente da dos ad ltos rente para a estrada exceto se os l -
- "de costas para a estrada"
ares traseiros estiverem oc pados
para crianças com at 1
ando ocorre ma orte desacelera- por o tras crianças o se os ancos
ção o m c o e o peso da ca eça - "de frente para a estrada" traseiros estiverem in tili veis a s n-
e a relativa ra e a dos m sc los do para crianças a partir de 1 cia o re atimento esse caso re -
pescoço podem ca sar l es raves e- lar o anco do passa eiro da rente na
rimentos verte rais posição lon it dinal
somente a partir dos 1 anos e as
crianças podem via ar nos ancos dian-
teiros C di o de r nsito rasileiro
prev e os menores de de anos
devem ser transportados nos ancos
traseiros e sar individ almente cinto
de se rança o sistema de retenção
e ivalente
por esse motivo e a maioria dos
países re lamenta não s o transporte
de crianças em veíc los mas tam m
a venda e tili ação de sistemas de
proteção por aixa de peso e o idade

E ão instale a cadeira para crianças no


anco dianteiro pois o air a do anco dianteiro de
passa eiro não pode ser ne trali ado Em caso de
acidente e acionamento do air a a criança pode so-
s re ras de transporte de crian- rer erimentos raves incl sive com risco de morte
ças são específicas de cada país tili e sempre ma cadeira e c mpra os re isitos
Cons lte a le islação em vi or no se das ormas de e rança em vi or no se país
país

66
Segurança das crianças

CONSELHOS PARA TRANSPORTE DE CRIANÇAS

6
ma instalação incorreta de ma s portas traseiras são e ipadas eti eta de aviso sit ada de cada
cadeira para crianças o de m com m dispositivo de travamento lado da para sol do passa eiro re orça
assento de elevação comprome- se rança para crianças Este esta instr ção
te a proteção da mesma em caso dispositivo permite a a ert ra das
de colisão portas traseiras apenas pelo lado
externo
roc re colocar os cintos de se-
rança o os cintos das cadeiras nca deixe ma criança pe ena no
para crianças limitando ao m ximo veíc lo exposto ao sol com todos os
as ol as relativamente ao corpo da vidros ec ados
criança mesmo para c rtos tra etos s crianças não devem via ar de
p entre os ancos dianteiros Elas
ara a instalação da cadeira para correm o risco de serem pro etadas
crianças com o cinto de se ran- para rente em caso de rena em
ça verifi e e este se encontra r sca o c o e
em esticado na cadeira e e
mant m firmemente a cadeira no o sair do veíc lo retirar a c ave do
anco do veíc lo contato e p xar acionar corretamente
o reio de estacionamento
ara ma instalação ideal de ma o nen m pretexto as crianças
cadeira para crianças de rente devem ser transportadas no colo de
para a estrada verifi e e as m passa eiro risco de pro eção
costas se encontram corretamen- so re o painel de ordo o para
te apoiadas no encosto do anco risa em caso de colisão
do veíc lo e e o encosto de ca-
eça não incomoda o ri at rio tili ar sistemas de
retenção adaptados idade e peso
e or necess rio retirar o encos- da criança os prod tos devem ser
to de ca eça asse re se de e omolo ados
fica em arr mado o fixo para
evitar e o mesmo se trans or- nca deixar a c ave no veíc lo as nca instale m sistema de
me em pro til no caso de ma crianças podem se ec ar dentro retenção para crianças de cos-
rena em r sca do veíc lo com o telecomando o tas para a estrada n m anco
pressionar o otão do sistema de prote ido por m air a rontal
travamento el trico centrali ado ativado Esta sit ação poder
provocar a morte da criança o
eri la com ravidade

6
Segurança das crianças

INSTALAÇÃO DE CADEIRAS FIXAS COM CINTO DE SEGURANÇA


e acordo com a e islação rasileira esta ta ela indica as possi ilidades de instalação das cadeiras para crianças fixas
atrav s do cinto de se rança e omolo adas como niversal ( a) em nção da idade da criança e do l ar por ela oc -
pado no veíc lo

Peso da criança/idade indicativa

Lugar Inferior a 13 k g De 9 a 18 k g De 15 a 36 k g
r po r po 1 r po 2
In erior a 1 ano 1 ano at 4 anos e 4 at anos 1 2

anco do passa eiro


dianteiro c
c c
com so reelevação
sem so reelevação

ancos laterais
U U U
traseiros d

anco central
U U U
traseiro d

U l ar adaptado a instalação de ma cadeira para crianças fixa com o cinto de se rança e omolo ada em niversal de costas para a estrada
e o de rente para a estrada Cons ltar o man al e recomendaç es do a ricante da cadeiras para crianças

a Cadeira para crianças niversal cadeira para crianças e pode ser instalada em todos os veíc los com cinto de se rança
r po 1 do nascimento aos 1 s cadeiras tipo e Con orto e erço ort til não podem ser instaladas no l ar do passa eiro dianteiro
c Cons ltar a le islação em vi or no se país antes de instalar a criança neste l ar
d ara instalar ma cadeira de criança c e ar a rente o anco dianteiro e endireitar o encosto do mesmo para deixar espaço s ficiente entre a
cadeira da criança e as pernas da criança anco dianteiro pode então ser mais avançado e a posição lon it dinal intermedi ria

68
Segurança das crianças

CLASSIFICAÇÃO DOS DISPOSITIVOS DE RETENÇÃO PARA


CRIANÇAS

Grupo 0+ : do nascimento até


até 13k g
1 ano Grupos 1: de 1 ano até
( 9 a 18 k g)
4 anos s veíc los Citro n atendem
ao disposto na norma
e lamentada pela
6
L2 esol ção C 48 1998
ando s dimens es dos cintos
L1 Cadeira p/ crianças
de se rança de se s veíc los
Berço Portátil ou o ri at ria a tili-
Bebê Conforto ação da cadeira de
Instala se a cadeira frente para a estrada ara acomodação de e
de costas para a dos 9 aos 18 Con orto e o Cadeirin a In antil
estrada o cons midor deve verificar se
E E E as dimens es dos cintos de se-
IC I CI I VI I 1 rança permitem a acomoda-
itc a le ção de dispositivos específicos

Grupos 2/3: de 4 anos até 7 anos e 1/2 ( 15 a 36 k g) or est es de se rança a


Utilizar uma das opçõ es abaixo Citro n recomenda e no caso
de instalação de e Con orto
se am respeitadas as dist ncias
L3 L4 m ximas entre a fixação do cin-
Cadeira p/ crianças partir dos 6 anos to de segurança e o encosto do
o ri at ria a tili- cerca de 22 anco traseiro do veíc lo de i
ação da cadeira de tili ado apenas o 6 mm na parte s perior do
frente para a estrada assento de elevação e Con orto e ii 24 mm na
parte in erior

1) ATENÇÃO: empre ad ira dispositivos de retenção para crianças cadeiras


os ais atendam le islação em vi or e c mpram os re isitos das ormas de
e rança em vi or no se país i a ri orosamente as instr ç es para fixação
da cadeira para crianças con orme instr ç es do a ricante em como a lista dos
veíc los compatíveis

2) ATENÇÃO: em caso de acidente s stit ir a cadeira por ma nova


69
Segurança das crianças

SEGURANÇA MECÂNICA PARA SEGURANÇA ELÉ TRICA PARA


CRIANÇAS CRIANÇAS* al er anomalia da se rança
el trica para crianças mandar ve-
ispositivo mec nico para im- istema de comando para impedir a rificar na ede CI
pedir a a ert ra da porta tra- a ert ra dos vidros das portas traseiras
seira atrav s do se comando atrav s dos comandos interiores trasei-
interior ros
comando sit a se no aten- comando est sit ado no painel de
te de cada porta traseira ordo a es erda do cond tor Este sistema independente e
não s stit i em caso al m o
comando de travamento centrali-
ado
Verifi e o estado de se rança
para as crianças cada ve e li-
ar a i nição
etire sempre a c ave da i nição
ao sair do veíc lo mesmo por m
c rto espaço de tempo
Em caso de c o e violento a
se rança el trica das crianças
desativa se a tomaticamente
para permitir a saída dos passa-
eiros dos ancos traseiros

Travamento Ativação

F Insira a c ave de i nição no coman- F ressione o otão A


do vermel o ma l indicadora no otão A acende
F ire no sentido indicado pela seta Esta l permanece acesa en anto a
ravada na porta se rança para crianças estiver ativada

Destravamento Neutralização
F Insira a c ave de i nição no comando F ressione novamente o otão A
vermel o l no otão A apa a
F ire no sentido inverso ao indicado Este visor permanece apa ado en-
pela seta ravada na porta anto a se rança das crianças estiver
ne trali ada
e acordo com a versão e o país
Segurança

LUZES DE MUDANÇA DE SINAL DE EMERGÊ NCIA BUZINA


DIREÇÃO

7
Sistema de alerta visual pelas luzes de Sistema de alerta sonoro para prevenir
Dispositivo de seleção das luzes de indicação de direção para prevenir os os outros usuários da via sobre um pe-
mudança de direção esquerda ou direi- outros usuários da via em caso de de- rigo iminente.
ta para indicar uma mudança de dire- feito, de reboque ou de acidente de um
ção do veículo. veículo.

F Empurre para baixo o comando de F Pressione o botão indicado, as lu-


iluminação para uma manobra para zes de indicação de direção piscam. F Pressione um dos locais indicados
a esquerda. Pode funcionar com a ignição desliga- pelas setas, para acionar a buzina.
F Empurre para cima o comando de da.
iluminação para uma manobra para
a direita.
Acendimento automático das
luzes de emergê ncia* U tilize a buzina de forma mode-
O esquecimento de retornar o coman- rada e unicamente nos se-
do das luzes de mudança de direção guintes casos:
durante mais de vinte segundos acar- Em uma frenagem de urgência, e em
retará em um aumento no som do sinal função da desaceleração, as luzes de - perigo imediato,
sempre que a velocidade for superior emergência acendem automaticamen- - ultrapassagem de um ciclista
a 60 km / h. te. ou de pedestre,
As luzes apagarão automaticamente, à
primeira aceleração. - aproximação de um lugar
Função "autoestrada"* sem visibilidade.
F Pode apagar, também, pressionan-
Empurre apenas uma vez para cima ou do o botão.
para baixo, sem ultrapassar o ponto de
resistência do comando de iluminação; as
luzes de mudança de direção correspon-
dentes funcionam de forma intermitente
três vezes. * De acordo com a versão e/ ou país
71
Segurança

SISTEMAS DE ASSISTÊ NCIA Acendimento automático das Anomalia de funcionamento


À FRENAGEM ( ABS) * luzes de emergê ncia*
O acendimento desta lâmpada-
Conjunto de sistemas complementares Em uma frenagem de urgência, e em -piloto, acompanhado por um si-
para ajudar a frear com toda a seguran- função da desaceleração, as luzes de nal sonoro, indica um problema
ça e de maneira otimizada nas situa- emergência acendem automaticamen- de funcionamento do sistema de
ções de emergência: te. antibloqueio podendo provocar uma per-
- o sistema antibloqueio das rodas As luzes apagarão automaticamente, à da de controle do veículo durante a fre-
(ABS), primeira aceleração. nagem.
- o distribuidor eletrônico de frena- F Pode apagar, também, pressionan-
gem (REF), do o botão.
O acendimento desta lâmpada-
-piloto, em conjunto com as lu-
Sistema de antibloqueio das Em caso de frenagem de emer- zes indicadoras STOP e ABS,
gência, pise com muita força acompanhado por um sinal so-
rodas e distribuidor eletrônico noro, indica um problema de funciona-
de frenagem no pedal sem nunca diminuir a
pressão. mento do repartidor eletrônico podendo
provocar uma perda de controle do veí-
Sistemas associados para aumentar culo durante a frenagem.
a estabilidade e a capacidade de ma-
nobra de seu veículo em caso de fre- A parada é obrigatória.
nagem, especialmente em pavimentos
com defeitos ou escorregadios. Em ambos os casos, consulte a rede
CITROË N .
Ativação
O sistema de antibloqueio intervém au-
tomaticamente, sempre que existir um Em caso de substituição das ro-
risco de bloqueio das rodas. das pne s e rodas verifi e e
O funcionamento normal do sistema sejam de tipo homologado.
ABS pode apresentar ligeiras vibrações
no pedal de freio.

* De acordo com a versão e/ ou país


72
Segurança

EXTINTOR* CINTOS DE SEGURANÇA Painel das luzes indicadoras de


não travamento/destravamento

7
Cintos de segurança dianteiros do cinto
Este sistema permite melhorar a segu-
rança dos lugares dianteiros, quando em
colisões frontais e laterais. O limitador de
esforço atenua a pressão do cinto de se-
gurança contra o tórax do ocupante, me-
lhorando deste modo o nível de protecão.

Travamento

1. Lâmpada-piloto de não travamento/


Seguindo o disposto na destravamento do cinto de seguran-
Resolução CON TRAN 556/ ça do condutor.
2015, que torna facultativo o uso
do extintor de incêndio para os
automóveis, utilitários, camione- Lâmpada-piloto de não travamento/
destravamento do cinto*
tas, caminhonetes e triciclos de
cabine fechada, o seu veículo Ao ligar a ignição, esta lâm-
não está equipado com o extin- pada-piloto acende quando o
tor de incêndio, no entanto, está F Puxe o cinto e insira a lingueta no condutor não tiver colocado o
adaptado para a instalação do engate. cinto.
mesmo na rede autorizada da F Verifi e o travamento e et ando A partir de cerca de 20 k m/ h e
marca. um teste de tração no cinto. durante dois minutos, esta lâmpada-piloto
fica acessa e acompan ada por m sinal
sonoro. Passados dois minutos, esta lâm-
Destravamento pada-piloto permanece acesa enquanto o
F Pressione o botão vermelho do en- condutor não colocar o cinto.
caixe.
F Acompanhe o enrolamento do cinto.

* De acordo com a versão e/ ou país


73
Segurança

Cintos de segurança traseiros Bloqueio TRIÂNGULO DE SINALIZAÇÃO


Cada assento do banco traseiro está Q uando os cintos de segurança trasei-
equipado com um cinto de segurança ros laterais não forem utilizados, é pos- O triângulo está situado no porta-ma-
com tr s pontos de fixação sível bloqueá-los. Para isso: las.
F Eleve o suporte A ao máximo.

! Saia com segurança do seu veí-


culo, para montar e instalar o
Travamento triângulo.
F Puxe o cinto de segurança e insira a Os cintos de segurança funcio- Instalação do triângulo na estrada
lingueta no engate. nam corretamente somente se
estiverem clipados corretamente. F Instale o triângulo atrás do veícu-
F Verifi e o travamento correto p - lo, em conformidade com a tabela
xando o cinto. Certifi e se de e cada cinto abaixo, em função do tipo de estra-
estará clipado no seu respectivo da e da luminosidade exterior.
engate.
Destravamento
F Pressione o botão vermelho do en-
gate. Distância de colocação ( em metros)
F Acompanhe o enrolamento do cinto. Estrada
Auto-estrada
Dia Noite

50 m 80 m 150 m

74
Segurança

cond tor deve se certificar de e os Devido às regras de segurança em Recomendaçõ es para as crianças
passageiros utilizam corretamente os vigor, qualquer intervenção ou con-

7
U tilize uma cadeira para crianças
cintos de segurança e que os mesmos trole deve ser efetuado pela rede adaptada, se o passageiro tiver me-
se encontram bem colocados antes de CITROË N que poderá assegurar a nos de 10 anos ou medir menos de
colocar o veículo em funcionamento. garantia e a boa realização. um metro e cinquenta.

Seja qual for sua posição no veículo, Verifi e periodicamente os se s N unca utilize o mesmo cinto de segu-
coloque sempre o cinto de segurança, cintos de segurança pela rede rança para várias pessoas.
mesmo para trajetos curtos. CITROË N e, especialmente, se os
cintos apresentarem sinais de dete-
rioração. N unca transporte uma criança sobre
N ão inverta os cintos, pois nesse ou sentada no colo.
caso eles não poderão cumprir cor-
retamente sua função. Limpe os cintos com água e sabão
ou um produto de limpeza para têx-
Os cintos de segurança estão equi- teis, vendido na rede CITROË N .
pados com um enrolador que permite
o ajuste automático do comprimento Depois de rebater ou mudar um
do cinto à anatomia do utilizador. A banco ou o banco traseiro de lugar,
acomodação do cinto de segurança assegure-se de que o cinto está na
é efetuada automaticamente sempre posição correta e devidamente enro-
que este não estiver sendo utilizado. lado.

Antes e depois da sua utilização, ara ser efica m cinto de se -


assegure-se de que o cinto está cor- rança:
retamente enrolado. - deve ser mantido o mais próximo
possível do corpo,
A parte superior deve estar posicio- - deve ser puxado para a frente por
nada nos ombros. um movimento regular, cuidando
para e não fi e enrolado
Os enroladores estão equipados - deve manter uma ú nica pessoa,
com um dispositivo de bloqueio au- - não deve apresentar sinais de
tomático em caso de colisão, de uma cortes o de estar esfiapado
frenagem de emergência. É possível
desbloquear o dispositivo puxando o - não deve ser transformado ou
cinto rapidamente e soltando-o. modificado para não alterar o de-
sempenho.

75
Segurança

AIRBAGS*
Sistema concebido para otimizar a segu- Zonas de detecção de colisão
rança dos ocupantes dos assentos dian-
teiros, em caso de colisões violentas.
Este sistema completa a ação dos cintos Os airbags funcionam somen-
de segurança dianteiros,equipados com te com a ignição ligada.
limitador de esforço. Este equipamento é acionado
N esse caso, os sensores eletrônicos apenas uma vez. Se ocorrer uma
registram e analisam os embates fron- segunda colisão (no mesmo
tais e laterais nas zonas de detecção acidente ou em outro acidente),
de colisões: o airbag não será acionado.
- em caso de colisão violenta, os air-
bags disparam instantaneamente e
protegem os ocupantes do veículo
(exceto o passageiro traseiro cen-
tral); imediatamente após a colisão,
os airbags esvaziam-se rapidamen-
te a fim de não incomodar a visi-
bilidade, nem a eventual saída dos A. Z ona de colisão frontal.
ocupantes; B. Z ona de colisão lateral. O acionamento dos airbags é
acompanhado por uma ligeira li-
- em caso de uma colisão leve, de bertação de fumaça inofensiva e
impacto no lado traseiro e em deter- de um ruído, devidos à ativação
minadas condições de capotamento, do cartucho pirotécnico integrado
os airbags não disparam. O cinto de no sistema.
se rança por si s s ficiente para
assegurar uma proteção otimizada Esta fumaça não é nociva, mas
nestas situações. pode revelar-se irritante para as
pessoas sensíveis.
O ruído da detonação pode pro-
vocar uma ligeira diminuição da
capacidade auditiva durante um
breve período.
ATEN Ç Ã O. N ão instale a cadeira para crianças no
banco dianteiro, pois o airbag do banco dianteiro de
passageiro não pode ser neutralizado. Em caso de
acidente e acionamento do airbag, a criança pode so-
frer ferimentos graves, inclusive com risco de morte.
U tilize sempre uma cadeira que cumpra os requisitos
das N ormas de Segurança em vigor no seu país..
* De acordo com a versão e/ ou país
76
Segurança

Airbags frontais Airbags laterais* Zonas de detecção de colisão

7
Este sistema protege, em caso de coli- Sistema que protege, em caso de coli-
são frontal violenta, o condutor e o pas- são lateral violenta, o condutor e o pas-
sageiro dianteiro, no sentido de limitar sageiro dianteiro para limitar os riscos
os riscos de traumas na cabeça e no de traumatismo no tórax.
peito. Cada airbag lateral está integrado na
Para o condutor, está integrado no cen- armação nas costas do banco, do lado
tro do volante; para o passageiro dian- da porta.
teiro, no painel de instrumentos.

A. Z ona de impacto frontal.


B. Z ona de impacto lateral.

Anomalia de funcionamento
Se esta lâmpada-piloto se
acender no painel de bordo,
acompanhada de um sinal so-
noro, consulte a rede CITROË N
para verificação do sistema s air a s
podem deixar de ser ativados em caso
Ativação Ativação de colisão violenta.
Disparam simultaneamente, em caso Os airbags são ativados unilateralmen-
de uma colisão frontal violenta aplicada te em caso de colisão lateral violenta Q uando uma colisão leve ou
em toda ou parte da zona de impacto aplicada na totalidade ou em parte da de um ligeiro encosto na zona
frontal A, de acordo com o eixo longitu- zona de impacto lateral B, perpendicu- lateral do veículo ou em caso de
dinal do veículo em um plano horizontal larmente ao eixo longitudinal do veículo capotamento, é possível que o
e do sentido dianteiro para o traseiro do em um plano horizontal e do exterior airbag não seja ativado.
veículo. para o interior do veículo.
O airbag frontal interpõe-se entre o O airbag lateral interpõe-se entre o ocu- U ma pequena colisão na traseira ou
ocupante dianteiro do veículo e o painel pante dianteiro do veículo e o painel da na dianteira pode não ser s ficiente
de instrumentos, para amortecer a sua porta correspondente. para ativar o Airbag.
projeção para a frente.
* De acordo com a versão e/ ou país
77
Segurança

Para que os airbags frontais sejam Airbags frontais


totalmente e a es res eite as N ão conduza segurando o volante pelos seus raios ou deixando as mãos
seguintes regras de segurança: sobre a caixa central do volante.
Adote uma posição sentada normal e N ão coloque os pés no painel de bordo, no lado do passageiro.
vertical. N a medida do possível, não fume, porque o enchimento dos airbags pode
Coloque o cinto de segurança do seu provocar queimaduras ou riscos de ferimentos devido ao cigarro ou ao ca-
banco e posicione-o corretamente. chimbo.
N ão coloque nada entre os ocupan- N unca desmonte, fure ou submeta o volante a impactos violentos.
tes e os airbags (criança, animal,
objeto, ...). Isso poderia impedir o
funcionamento dos airbags ou ferir os Airbags laterais
ocupantes.
Cubra os bancos apenas com coberturas homologadas que não impeçam o
acionamento dos airbags laterais. Consultar a Rede CITROË N .
Depois de um acidente ou do roubo ão fixe nem cole nada nas costas dos ancos vest rio pois isso po-
do veíc lo solicite a verificação dos deria resultar em ferimentos no tórax ou nos braços ao acionar o airbag
sistemas dos airbags. lateral.
Q ualquer intervenção nos sistemas N ão aproxime muito o tronco da porta.
dos airbags é estritamente proibida
exceto se or eita por pessoal alifi-
cado da Rede CITROË N .

Mesmo cumprindo todas as precau-


ç es indicadas não fica excl ído o
risco de ferimentos ou ligeiras quei-
maduras na cabeça, no peito ou nos
braços, durante o acionamento de um
airbag. Com efeito, o saco enche-se
de forma quase instantânea (alguns
milésimos de segundo) e, em segui-
da, esvazia-se no mesmo espaço de
tempo, evacuando os gases quentes A etiqueta de aviso situada de cada
através dos orifícios previstos para o lado da para sol do passageiro reforça
efeito. esta instrução.

78
Condução

FREIO DE ESTACIONAMENTO CAIXA DE MARCHAS MANUAL


DE 5 MARCHAS*

8
Introdução da marcha a ré
Com o veículo em movimento,
o acendimento deste indicador
e do indicador STOP, acom-
panhado por um sinal sonoro,
indica que o freio permanece acionado
ou que foi mal desativado.

! Sempre que estacionar em uma


ladeira, vire as rodas contra a
guia da calçada para evitar um
possível movimento, acione o
Para acionar o freio freio de estacionamento e engre-
F Puxe totalmente a alavanca do freio ne uma marcha.
de estacionamento para imobilizar o F Empurre a alavanca de marchas
veículo. para a direita e depois para atrás.

Para desativar o freio


F Puxe ligeiramente a alavanca do Introduza a marcha a ré somente
freio de estacionamento, pressio- com o veículo parado e o motor em
ne o botão de desativação e baixe marcha lenta.
totalmente a alavanca.

! Por motivos de segurança e para


facilitar a partida do motor:
- Selecione sempre o ponto
morto.
- Pise no pedal de embragem.

* De acordo com a versão e/ ou país


79
Condução

CAIXA AUTOMÁ TICA DE SEIS MARCHAS ( AT6 III) *


Caixa de marchas de seis marchas que
proporciona o conforto do automatismo Alavanca de marchas Indicaçõ es no painel de instrumentos
total, enriquecido com programa Sport
e EcoDrive, ou a passagem manual
das marchas.
São propostos quatro modos de con-
dução:
- o funcionamento automático para
a gestão eletrônica das marchas
pela caixa,
- o programa Sport para proporcio-
nar um estilo de condução mais di-
nâmico,
- o programa EcoDrive para para oti-
mizar o consumo de combustível, P. Estacionamento. Ao deslocar a alavanca na grelha para
- Imobilização do veículo, com freio de selecionar uma posição, acende o res-
- o funcionamento manual para a pectivo indicador no visor do painel de
passagem sequencial das marchas estacionamento acionado ou liberado.
instrumentos.
pelo condutor. - Partida do motor.
R. Marcha a ré. P. Park ing (Estacionamento)
Grelha da caixa de marchas - Manobras de marcha a ré, veículo
parado, motor em funcionamento em
"marcha lenta". R. Reverse (Marcha a ré)
N. Ponto morto.
N. N eutral (Ponto morto)
- Imobilização do veículo, freio de es-
tacionamento acionado.
D. Drive (Condução automática)
- Partida do motor.
D. Funcionamento automático. S. Programa Sport
M + /-. Funcionamento manual com pas-
sagem sequencial das seis mar-
chas. . Programa EcoDrive
1. Alavanca de marchas. F Empurre uma vez para a frente para
selecionar a marcha seguinte. 1 2 3 .... Marcha engrenada em funcio-
2. Tecla "S" ( Sport) . namento manual
ou
3. Tecla " " ( EcoDrive) . - Valor inválido em funcionamento
F Empurre uma vez para trás para se- manual
lecionar a marcha anterior.
* De acordo com a versão e/ ou país
80
Condução

Partida do veículo Funcionamento automático


F Acione o freio de estacionamento.
! Q uando o motor estiver em funcio-
namento em "marcha lenta", sem

8
pressionar o freio, se for seleciona- F Selecione a posição D para a pas-
F Selecione a posição P ou N. da a posição R, D ou M, o veículo sagem automática das seis mar-
F Efetue o partida do motor. se deslocará, mesmo que não se chas.
Caso contrário, será emitido um sinal pressione o acelerador. A caixa de marchas funcionará em modo
sonoro, acompanhado por uma mensa- Com o motor em funcionamento, auto-ativo, sem intervenção do condu-
gem de alerta. nunca deixe crianças sem vigilância tor. Esta seleciona permanentemente a
no interior do veículo. marcha que melhor se adapta ao estilo
F Com o motor em funciona- de cond ção ao perfil da estrada e a
mento, pressione o pedal do Com o motor em funcionamento, e
em caso de operações de manu- carga do veículo.
freio.
tenção, acione o freio de estaciona- Para obter uma rápida aceleração sem
F Desengrene o freio de estaciona- mento e selecione a posição P. tocar na alavanca, pressione a fundo o
mento. pedal do acelerador (k ick dow n). A caixa
de marchas seleciona automaticamente
Parada do motor a marcha inferior ou manterá a marcha
F Selecione a posição R, D ou selecionada até a rotação máxima do
M, Antes de desligar o motor, colocar a motor.
alavanca de marchas na posição P ou Durante a frenagem, a caixa de marchas
F Libere progressivamente o pedal de N para ficar em ponto morto
freio.O veículo começa a se deslo- seleciona automaticamente a marcha
car: Em ambos os casos, acione o freio de in erior para proporcionar ma efic cia
estacionamento para imobilizar o veí- de freio motor.
culo. Se tirar bruscamente o pé do acelerador,
! Se a alavanca de marchas estiver
na posição R, D ou M, a partida
a caixa de marchas não passará para a
Valor inválido em funcionamento marcha superior, para melhorar a segu-
do motor é desabilitada, um sinal manual rança.
sonoro é emitido e a letra P apa-
rece na tela multifunções. Este símbolo é apresentado
se uma marcha estiver mal
Recoloque a alavanca na posição engatada (seletor entre duas
P; o sinal sonoro é interrompido e posições).
a indicação na tela multifunções Se a alavanca não estiver na
desaparece. posição P, quando a porta de
condutor for aberta ou cerca de
45 segundos após a ignição ser
Se, durante o deslocamento, a
posição N for selecionada inad- ! N unca selecione a posição N
com o veículo em andamento.
desligada, é apresentada uma
mensagem de alerta.
vertidamente, deixe o motor di- N unca selecione as posições P F Reposicione a alavanca na
minuir de rotações e selecione ou R, se o veículo não estiver posição P; a mensagem de-
a posição D para acelerar. totalmente imobilizado. saparece.

81
Condução

Funcionamento manual Programas EcoDrive e Sport


F Selecione a posição M para a pas- Estes dois programas específicos completam o funcionamento automático em caso
sagem sequencial das seis mar- de utilizações particulares.
chas.
F Empurre a alavanca para o sinal + Programa EcoDrive " " Programa Sport "S"
para passar a marcha superior. F Pressione o botão "ECO" com o F Aperte a tecla "S", com o motor em
motor em funcionamento. funcionamento.
F Puxe a alavanca para o sinal -
para passar a marcha inferior. Com essa função ativada a caixa de A caixa de marchas adota automaticamen-
câmbio automática se adapta para te um estilo de condução esportivo.
A passagem de uma marcha para a
outra só tem lugar se as condições de otimizar o consumo de combustível.
velocidade do veículo e da rotação do É apresentado S no visor do
motor permitirem; caso contrário, apli- É apresentado "ECO" no pai- painel de instrumentos.
cam-se momentaneamente as regras nel de instrumentos.
do funcionamento automático.

O D desaparece e as marchas
engrenadas são apresentadas
sucessivamente no visor do pai- i F Lembre-se que essa função,
fará uma otimização nas mudan-
nel de instrumentos. ças de marchas para reduzir o
consumo de combustível. A eco-
Em rotações baixas ou altas, a marcha nomia de combustível depende
selecionada funciona de forma intermi- fundamentalmente ao modo de
tente durante alguns segundos, sendo dirigir adotado pelo condutor.
em seguida apresentada a marcha real- F Com essa função ativada, o
mente engrenada. condutor poderá perceber uma
leve redução de potência em 1. Alavanca de marchas.
A passagem da posição D (automática) a algumas condições de condu- 2. Tecla "S" ( Sport) .
posição M (manual) pode ser efetuada a ção. Caso necessário, desati-
var a função apertando o botão 3. Tecla "ECO" ( EcoDrive) .
qualquer momento.
"ECO".
F Ao desligar o veículo, a função Regresso ao funcionamento
Durante a parada ou a muito baixa ve- automático
locidade, a caixa de marchas seleciona “ ECO” é desativada. O condutor
automaticamente a marcha M1. pode ligar a função toda vez que
ligar o veículo. F A qualquer momento, pressione no-
vamente o botão selecionado para
Em funcionamento manual, os progra- abandonar o programa acionado e re-
mas Sport e EcoDrive não funcionam. gressar ao modo auto-ativo.

82
Condução

Anomalia de funcionamento Liberação da alavanca de


marchas ( Shift-Lock )

Com a ignição ligada, acom-


panhada por um sinal sono-
ro e por uma mensagem de
alerta na tela, indica um problema de
! Corre o risco de deteriorar a caixa
de marchas:
- se pressionar simultaneamen-
te os pedais do acelerador e
Impossibilidade de destravar a alavan-
ca de marchas ("shift-lock ") devido a
uma pane elétrica. 8
funcionamento da caixa de marchas. de freio,
- se forçar, em caso de avaria
N esse caso, esta passa para o modo de da bateria, a passagem da
emer ncia ficando lo eada na alavanca da posição P para
marc a oder sentir m impacto si nifi- outra posição.
cativo ao passar de P para R e de N para
R. Este impacto não constitui um risco Para limitar o consumo de com-
para a caixa de marchas. bustível durante uma parada
prolongada com o motor em fun-
N ão ultrapasse a velocidade de 100 cionamento (engarrafamento...),
k m/ h, no limite da legislação local. posicione a alavanca de marchas
na posição N e acione o freio de Desencaixar o acabamento (1) com
estacionamento. cuidado para evitar quebra.
Consulte rapidamente a rede de con-
cessionárias CITROË N .

Valor inválido em funcionamento


manual

Este símbolo é apresentado


se uma marcha se encontrar
engrenada incorretamente
(seletor entre duas posições).

Desbloquear o "shift lock " com uma


chave de parafusos. Deslocar o pino A
no sentido da seta.
Manobrar a alavanca de seleção de ve-
locidades para deixar a posição "P".
Instalar com cuidado o acabamento (1).

83
Condução

LIMITADOR DE VELOCIDADE* Comandos sob o volante Visualizaçõ es no painel de bordo


Sistema que impede a ultrapassagem
do valor da velocidade programado no
veículo pelo condutor.
Q uando a velocidade limite for atingida,
o pedal do acelerador não produz qual-
quer efeito.

A ativação do limitador é manual: ne-


cessita de uma velocidade programada
de pelo menos 30 k m/ h.

A desativação do limitador é obtida por


ação manual no comando.
Os comandos deste sistema estão As informações programadas estão
agrupados no manípulo A. agrupadas no painel de bordo.
Ao pisar no pedal do acelerador até o
limite, é possível ultrapassar momen- 1. Comando de seleção do modo limi- 5. Indicação para ativar/ desativar a li-
taneamente a velocidade programada. tador mitação
Para regressar à velocidade programa- 2. Botão de diminuição do valor 6. Indicação de seleção do modo limi-
da, basta reduzir para uma velocidade 3. Botão de aumento do valor tador
inferior à programada. 4. Botão para ativação/ desativação da 7. Valor da velocidade programada
limitação

O valor da velocidade programada per-


manece em memória após desligar a
ignição.

i O limitador não pode, em caso


algum, substituir o respeito pelos
limites de velocidade, nem a vi-
gilância, nem a responsabilidade
do condutor.

* De acordo com a versão e/ ou país


84
Condução

Programação* Anomalia de funcionamento

8
F Gire o botão 1 para a posição "LI- Em caso de problema no funcionamento
MIT": a seleção do modo limitador do limitador, a velocidade desaparece e
é efetuada, sem que ele seja acio- são apresentados traços.
nado (PAU SE). ande verificar n m concession rio na
N ão é necessário acionar o limitador Rede CITROË N .
para ajustar a velocidade.

F Regule o valor da velocidade pressionando o botão 2 ou


3 (ex: 90 k m/ h).
ode se em se ida modificar a velocidade pro ramada
através das teclas 2 e 3:
- de + ou - 1 k m/ h = pressão breve,
- de + ou - 5 k m/ h = pressão contínua,
- por etapas de + ou - 5 k m/ h = pressão longa.
F Acione o limitador, através da tecla 4.
F Pare o limitador através da tecla 4: o painel de bordo
confirma a parada
F Ligue novamente o limitador através da tecla 4. ! N o caso de descida acentuada
ou de forte aceleração, o limita-
dor de velocidade não poderá
Ultrapassagem da velocidade programada impedir o veículo de ultrapassar a
velocidade programada.
U ma pressão no pedal do acelerador para ultrapassar a Para evitar qualquer risco de blo-
velocidade programada não será considerada, exceto se queio dos pedais:
pressionar at o m o pedal e ultrapassando o ponto de verifi e o posicionamento
resistê ncia. correto do tapete,
O limitador neutraliza-se momentaneamente e a velocidade - nunca sobreponha vários tape-
pro ramada e permanece vis ali ada fica intermitente tes.
O regresso à velocidade programada, é realizado através de
uma menor aceleração voluntária ou não do veículo, anu-
lando automaticamente o funcionamento intermitente.

Saída do modo limitador


F Gire o botão 1 para a posição "0": o modo limitador dei-
xa de estar selecionado. A visualização desaparece.
* De acordo com a versão e/ ou país
85
Condução

REGULADOR DE VELOCIDADE* Comandos sob o volante Visualizaçõ es no painel de bordo


Este sistema mantém automaticamente
a velocidade do veículo no valor pro-
gramado pelo condutor, sem ação no
pedal do acelerador.
O acionamento do regulador é manual:
necessita de uma velocidade mínima
do veículo de 40 k m/ h, bem como do
engrenamento da quarta marcha, e a
partir da segunda marcha em veículos
com câmbio automático..

A interrupção do funcionamento do
regulador é obtida por ação manual ou Os comandos deste sistema estão reu- As informações programadas estão
por ação nos pedais de freio e do em- nidos na alavanca A. agrupadas no painel de bordo.
breagem. 1. Botão de seleção do modo regulador 5. Indicação de desativar/ retomar a re-
2. Botão de programação de uma ve- gulagem
locidade/ de diminuição do valor 6. Indicação de seleção do modo regu-
3. Botão de programação de uma ve- lador
Pressionando o pedal do acelerador, é
possível ultrapassar momentaneamen- locidade/ de aumento do valor 7. Valor da velocidade programada
te a velocidade programada. 4. Botão para desativar/ retomar a regu-
Para voltar à velocidade programada, lagem
basta pressionar o botão de ativação
no comando do volante.

Desligar a ignição anula qualquer valor


de velocidade programado.
i O regulador não pode, em caso
algum, substituir o respeito pelos
limites de velocidade, nem a vi-
gilância, nem a responsabilidade
do condutor.

* De acordo com a versão e/ ou país


86
Condução

Programação* Anomalia de funcionamento


Em caso de problema no funcionamento

8
F Gire o botão 1 para a posição "CRUI-
SE": a seleção do modo regulador é do regulador, a velocidade desaparece
realizada, sem que este se tenha colo- e são apresentados traços de forma in-
cado em funcionamento (PAU SA). termitente.
ande verificar n m concession rio na ede
F Regule a velocidade programada CITROË N .
acelerando até à velocidade pre-
tendida, pressionando, em segui-
da, o botão 2 ou 3 (ex: 110 k m/ h).
Em se ida possível modificar a velocidade pro ramada
através das teclas 2 e 3:
- de + ou - 1 k m/ h = pressão breve,
- de + ou - 5 k m/ h = pressão longa,
- por etapas de + ou - 5 k m/ h = pressão contínua.

F Pare o regulador através do botão 4: o painel de bordo


! Q uando a regulagem se encon-
trar em funcionamento, esteja
confirma a parada atento se mantiver pressionado
m dos ot es de modificação da
F Ligue novamente o regulador pressionando novamente velocidade programada: pode ori-
o botão 4. ginar uma mudança muito rápida
da velocidade do seu veículo.
Ultrapassagem da velocidade programada N ão utilize o regulador de veloci-
dade em estradas escorregadias
A ultrapassagem voluntária ou não da velocidade programada ou com tráfego intenso.
provoca o funcionamento intermitente da mesma no painel de Em caso de descida acentuada, o
bordo. regulador de velocidade não im-
O regresso à velocidade programada, por uma desacelera- pedirá o veículo de ultrapassar a
ção voluntária ou não do veículo, anula automaticamente o velocidade programada.
funcionamento intermitente. Para evitar qualquer risco de blo-
queio dos pedais:
- verifi e o posicionamento cor-
reto do tapete,
Regresso à condução normal - nunca sobreponha vários tape-
tes.
F Rode o botão 1 para a posição "0": o modo regulador
deixa de estar selecionado. A visualização desaparece.
* De acordo com a versão e/ ou país
87
Condução

INDICADOR DE MUDANÇA DE MARCHAS*

Sistema que auxilia na economia de combustível, disponivel para os veículos equipados com caixa de marchas manual.

Funcionamento Exemplo :
Essa função é um auxílio visual ao
motorista com o objetivo de indicar ao
condutor o melhor momento da mu-
dança de marchas visando à condição
mais econômica quanto ao consumo de
combustível.
Esta seta indicadora localizada no pai-
nel de instrumentos indicará o melhor
momento do condutor mudar para a
marcha superior ou inferior.

- O veículo encontra-se na terceira - O sistema pode propor a mudança


O sistema adapta as instruções de marcha. de uma marcha superior ou inferior
alteração de marcha em função das
condições do deslocamento (incli- A informação é apresentada no painel
nação da via, carga,...) e das solici- de instrumentos sob a forma de uma
seta.
tações do condutor (solicitação de
potência, aceleração, frenagem,...).
O sistema não propõe, em caso al- A seta indicadora de mudança
gum: de marcha é um auxílio de con-
dução econômica. A economia
- o engrenamento da primeira de combustível depende funda-
marcha, mentalmente do modo de dirigir
- o engrenamento da marcha a ré, adotado pelo condutor e condi-
ções de tráfego.
- Pressione o pedal do acelerador.

* De acordo com a versão e / ou país


88
Condução

AJ UDA AO ESTACIONAMENTO Neutralização / Ativação


TRASEIRO* U m objeto, como uma estaca,

8
uma baliza indicadora de obras
Sistema constituído por quatro senso- ou qualquer objeto similar pode
res de proximidade, instalados no para- ser detectado no início da ma-
-choque traseiro. nobra, mas pode deixar de ser
quando o veículo se aproximar.

Colocando em funcionamento
O sistema ativa-se desde que engrene
a marcha a ré, acompanhado por um si-
nal sonoro. A informação de proximida-
de é fornecida por um sinal sonoro cada
vez mais rápido à medida que o veículo
se aproxima do obstáculo. Para ativar ou neutralizar a função
Q uando a distância "traseira do veículo/ de ajuda ao estacionamento traseiro,
obstáculo" for inferior a trinta centíme- ingresse no Menu do Sistema de
tros, o sinal sonoro torna-se contínuo. Multimídia com Tela Táctil, e em seguida
acessar a tela de Ajustes Veículo.
o final da mano ra ando desen re- Selecionar ou desmarcar a opção Ajuda
nar a marcha a ré, o sistema torna-se ao estacionamento e depois Validar
Detecta qualquer obstáculo (pessoa, novamente inativo.
veículo, árvore, barreira, ...) situado para ativar ou neutralizar a função
atrás do veículo. Todavia, não poderá
detectar os obstáculos situados exata-
mente sob o para-choque. O sistema de ajuda ao estacio-
namento não pode, em nenhum
caso, substituir a vigilância e a
responsabilidade do condutor.
Zona de detecção
Com mau tempo, assegure-se de
que os sensores não estão co-
bertos com sujeira ou lama.

* De acordo com a versão e/ ou país


89
Verificações

CAPÔ
Abertura
Fechamento
F etire a vareta do ental e de fixação
F Reponha a vareta no respectivo lugar.
F Soltar o capô de uma altura de
aproximadamente 20cm.
F N ão pressionar o capô com as
mãos, pois existe risco de deforma-
ção.
F xe o cap para verificar se o
travamento se processou corre-ta-
mente.

F Abrir a porta esquerda dianteira.


F Levante o comando B e suspenda o
capô. ! ara não danificar os compo-
nentes elétricos do veículo, é ex-
F Puxe o comando interior A, situado pressamente proibido utilizar a
do lado esquerdo sob o painel de lavagem a alta pressão no com-
bordo. partimento do motor.

! Por motivos de segurança, não


é possível acionar a alavanca de
abertura do capô com a porta do
motorista fechada.

Com o motor quente, manipular


com precaução o comando exte-
rior e o equilibrador de capô (risco
de queimadura).
F Solte a vareta C do seu lugar.
F Fixar a vareta no entalhe para man-
ter o capô aberto.

90
Verificações

MOTORES FLEX - INFORMAÇÕ ES IMPORTANTES

9
SISTEMA FLEX START ABASTECIMENTO - MOTORES FLEX

Os motores desse veículo foram de- O Sistema de partida a frio FLEX Após um abastecimento, o sistema de
senvolvidos para utilizar todos os tipos START utiliza uma nova tecnologia que injeção FLEX FUEL precisa reconhe-
de gasolina (tipo C sem chumbo) ou dispensa a utilização do reservatório cer o combustível que está no tanque
etanol (álcool etílico hidratado) à venda adicional de partida a frio. Este sistema (Etanol, Gasolina ou a mistura de am-
nos postos de combustíveis do Brasil. entra em funcionamento, sempre que o bos em qualquer proporção), principal-
veículo estiver abastecido com mais de mente na troca de combustível.
O sistema de injeção eletrônica regula 85% de Etanol (álcool) e a temperatura
automaticamente, através de sensores, do motor for menor que 18° C. Para a adaptação do sistema de inje-
o funcionamento do motor em função Q uando necessário, este sistema uti- ção, é necessário uma rodagem de 10
da mistura de combustível utilizado. É liza o pré-aquecimento do Etanol, an- minutos ou 5 quilômetros.
recomendável um abastecimento mí- tes da partida do motor, eventualmente
nimo de 10 litros, para que o sistema d rante a partida podendo ficar ativo Este procedimento minimiza eventuais
reconheça adequadamente o combus- algum tempo, mesmo após a partida. dific ldades na partida se inte princi-
tível utilizado. palmente com o motor frio.
Ao efetuar a abertura da porta do mo-
torista, se as condições acima forem
verificadas o sistema inicia o pr a e-
cimento do Etanol. A luz espia de aque-
cimento não acende. Ao ligar a chave ! Q uando a temperatura ambiente
externa for inferior a + 5° C, não
de ignição, uma luz espia acende no recomendamos a utilização de
painel, indicando quando necessário, o 100% etanol (sem mistura com
pré-aquecimento do combustível. qualquer tipo de gasolina). N o
caso de utilização de 100% de
Enquanto esta luz espia estiver acesa, etanol em temperaturas inferio-
a partida do motor estará inibida. Após res a + 5° C, o veículo deverá ser
a luz espia apagar, a partida do motor utilizado por um período de 10-
é liberada. 15 minutos e/ ou 05 quilometros
percorridos, sem desligar o mo-
tor, para que se atinja a tempe-
Pré -aquecimento sistema ratura normal de funcionamento.
Flex Start
Espere que se apague an-
tes de acionar a partida.

91
Verificações

ermite verificar o nível de di erentes lí idos e s stit ir determinados elementos

MOTOR PureTech 1.2 FLEX

1. Reservatório do lava-vidros.
2. Reservatório do líquido de
arrefecimento.
3. Abastecimento de óleo do motor.
4. Medidor manual de óleo do motor.
5. Filtro de ar.
6. Bateria.
7. eservat rio do ído de reios
8. Protetor do calculador motor.
9. Caixa de fusíveis.

MOTOR VTi 120 FLEX START

1. Reservatório do lava-vidros.
2. Reservatório do líquido de
arrefecimento.
3. Abastecimento de óleo do motor.
4. Medidor manual de óleo do motor.
5. Filtro de ar.
6. Bateria.
7. eservat rio do ído de reios
8. Protetor do calculador motor.
9. Caixa de fusíveis.

92
Verificações

CONTROLES

9
Exceto indicação contrária, controle estes elementos, conforme o manual de manutenção e em função da sua motorização.
Caso contr rio mande verificar na rede CI

Bateria astil as de reio iltro de ar e iltro do abit ulo


A bateria não necessita de ma- O desgaste dos freios depen- Consulte o manual de manu-
nutenção. de do tipo de condução, em tenção para conhecer a perio-
odavia verifi e a limpe a e o particular para os veículos uti- dicidade de substituição destes
aperto dos terminais. lizados na cidade, em curtas elementos.
Em caso de uma operação na bateria, distâncias. Pode ser necessário inspe- Em função do meio ambiente (atmos-
cons lte o capít lo In ormaç es pr - cionar o estado dos freios, mesmo en- fera poeirenta...) e da utilização do veí-
ticas" para conhecer as precauções a tre as revisões do veículo. culo (condução urbana...), substitua
tomar antes de a desligar e depois de a A redução do nível de líquido dos freios os ltros om uma re u n ia duas
ligar novamente. indica o desgaste das pastilhas. vezes maior.
m filtro de a it c lo sat rado pode
reduzir o desempenho do sistema de ar
condicionado e gerar odores desagra-
Caixa de marchas manual Freio de estacionamento dáveis.
A caixa de marchas não tem U m curso demasiado longo da
manu-tenção (ausência de tro- alavanca do freio de estacio-
ca de óleo). namento ou a constatação de
Consultar o manual de manuten- perda de efici ncia deste siste-
ção para ter conhecimento da pe- ma impõe a regulagem mesmo
riodicidade de verificação deste elemento entre revisões.
verificação deste sistema deve ser
e et ado pela rede CI

aixa de mar as autom ti a Filtro do óleo

A caixa de marchas não tem ma- stit a o filtro a cada m -


nutenção (ausência de troca do dança de óleo do motor.
óleo). Consulte o manual de manu-
Consultar o manual de manuten- tenção para conhecer a perio-
ção para ter conhecimento da pe- dicidade de substituição deste
riodicidade de verificação deste elemento elemento.

93
Verificações

VERIFICAÇÃO DOS NÍ VEIS

Verifi e com re laridade todos estes níveis e e et e a reposição do nível se necess rio exceto indicação em contr rio
Em caso de aixa importante de m nível solicite a verificação do circ ito correspondente pela rede CI
vel do l uido de reios
Durante as intervenções no
capô, preste atenção, porque O nível deste líquido deve
2 marcas de nível na situar-se próximo da marca
determinadas zonas do motor vareta:
podem estar extremamente I Caso contr rio verifi-
quentes (risco de queimadura). que o desgaste das discos dos
freios.
- A = maxi; nunca ul-
Nível de óleo trapassar este nível Mudança de óleo do circuito
(risco de danos do Consulte o manual de manutenção
Esta verificação v li- motor),
da apenas com o veícu- para conhecer a periodicidade desta
lo num piso horizontal, operação.
com o motor desligado há mais - B = mini; complete o Características do líquido
de 30 minutos. nível pelo bocal de Este líquido deve encontrar-se em
É efetuada ao ligar a ignição com o in- enchimento de óleo, conformidade com as recomendações
dicador de nível de óleo no painel de com o tipo de óleo do fabricante e responder as normas
instrumentos ou com a vareta manual. especificado para o 4
seu motor.
Mudança de óleo do motor
Consulte o manual de manutenção
para conhecer a periodicidade desta
operação. É normal efetuar reposições
ara preservar a confia ilidade dos de óleo entre duas revisões. A
motores e dispositivos de antipoluição, CI preconi a l e o con-
a utilização de aditivo no óleo motor é trole do nível de óleo, com repo-
desaconselhada. sição do nível se necessário, a
cada 5 000 quilômetros.
Características do óleo
O óleo deve corresponder a motoriza-
ção e encontrar-se em conformidade
com as recomendações do construtor.

94
Verificações

Nível do líquido de Produtos usados


arre e imento

O nível deste líquido deve


situar-se próximo da marca

sar.
I sem n nca o ltrapas-
Q uando realizar intervenções
no compartimento motor, tenha
atenção uma vez que o eletro-
Evitar qualquer contacto prolon-
gado de óleo e de líquidos usa-
dos com a pele.
A maioria destes líquidos são
9
Q uando o motor estiver quente, ventilador pode funcionar com a
ignição desligada. Mantenha as nocivos para a saú de, por ve-
a temperatura deste líquido é regulada zes até corrosivos.
pelo motoventilador. Este pode funcio- mãos e roupas afastadas das
nar com a ignição desligada. partes móveis.

N ão descarte o óleo e os líqui-


Nível do líquido do lava-vidros dos usados nas tubulações de
Além disso, estando o circuito de arrefecimento sob esgoto ou no solo.
pressão, aguarde pelo menos uma hora depois da Esvazie o óleo usado nos res-
paragem do motor para efetuar uma intervenção. pectivos contentores disponibi-
Complete o nível sempre que
fim de evitar al er risco de eimad ra de- necessário. li ados pela rede CI
senrosque o tampão duas voltas para fazer baixar
a pressão. Q uando assim for, retire o tampão e re-
ponha o nível. U tilize apenas produtos reco-
Características do líquido mendados pela CI o
Para assegurar uma limpeza ideal, a produtos de qualidade e carac-
Mudança de óleo do circuito reposição do nível ou a substituição terísticas equivalentes.
Este líquido não necessita de nenhuma deste líquido não deverá ser efetuada Para otimizar o funcionamento
renovação. com água pura. de elementos tão importantes
como o circuito de frenagem, a
Para garantir uma limpeza ideal e para CI selecciona e prop e
sua segurança, aconselhamos a utiliza- prod tos específicos
Características do líquido
Este líquido deve encontrar-se em con- ção dos produtos recomendados pela
formidade com as recomendações do CI
fabricante.

95
Informações Práticas

SUBSTITUIÇÃO DE UMA RODA*


Lista das ferramentas
Modo operacional de troca de um pneu
com defeito pelo pneu reserva utilizan- Roda com calota
do as ferramentas fornecidas com o N o momento da desmontagem
veículo da roda, retire previamente a ca-
lota com a chave de rodas 1 pu-
xando no local de passa em da
Acesso à s ferramentas válvula.
No momento da montagem da
roda, monte novamente a calota,
começando por colocar o se en-
talhe em frente à válvula e pres-
sione o seu rebordo com a palma
da mão.

odas estas erramentas são específi-


cas para o seu veículo. N ão as utilize
para o tros fins
O estojo de ferramentas está localiza-
do no compartimento , sob o tapete do 1. Chave de rodas.
porta-malas. Permite retirar a calota e os para-
sos de fixação da roda
Para acessar às ferramentas: 2. Macaco com manivela integrada.
F abra a mala, Permite levantar o veículo.
F levante o tapete do porta-malas 3. Ferramenta "tampões" de parafu-
F retire o estojo de ferramentas. sos.
Permite retirar os protetores
(tampões) dos parafusos das ro-
das em alumínio.

* De acordo com a versão e/ ou país


96
Informações Práticas

Acesso à roda reserva*


Fixação da roda reserva de aço

10
Se seu veículo estiver equipado
com rodas de alumínio, é nor-
mal constatar, durante o apertar
dos parafusos ao voltar a montar
a roda reserva em aço o com
dimensões reduzidas que as ar-
ruelas não estão em contato. A
fixação da roda a se atrav s do
apoio cônico de cada parafuso.

A roda reserva está instalada sob o ta- Retirar a roda


pete do porta-malas.
F Levante o tapete do porta malas
De acordo com o modelo, a roda reserva
pode ser de al mínio o de aço F olte a cinta de fixação do esto o de
ferramentas e retire-o do centro da
roda reserva.
F Solte o parafuso central de roda e
retire-o.
F Eleve a roda reserva na s a direção
tili ação do con nto roda e pela parte de trás.
pneu reserva de uso temporário F poie a roda reserva e p xe a em
pode alterar o comportamento s a direção Os parafusos das rodas são es-
dinâmico do veículo, principal- pecíficos para cada tipo de roda
mente em curvas e frenagens, Em caso de troca das rodas
por este motivo é obrigatório não ori inais verificar com a ede
ltrapassar a velocidade m xi- Colocar a roda
CI o em ma oficina
ma indicada na eti eta afixada F Coloque a roda no seu alojamento. alificada da compati ilidade
na roda reserva. F Coloque o parafuso central e aperte dos parafusos com as novas ro-
at o fim das.
F Coloque o estojo de ferramentas no
centro da roda reserva o fixe o com
a cinta de fixação
* De acordo com a versão e/ ou país
97
Informações Práticas

Desmontagem da roda Procedimento

F etirar o tampão cromado em cada


um dos parafusos utilizando a ferra-
menta 3.
F Desapertar os parafusos com a
chave de rodas 1.

F Colocar o macaco 2 em contato


Estacionamento do veículo com um dos dois lugares previstos,
Imobilizar o veículo de maneira a não o mais pr ximo possível da roda a
atrapalhar o trânsito: o piso deve ser ser substituída.
horizontal, estável e não escorregadio. F Subir o macaco 2 até que a sua
base esteja em contato com o solo.
Acionar o freio de estacionamento, des- Certificar se e o eixo da ase do
li ar a i nição e en renar a primeira macaco est na vertical da posição
marc a posição P para a caixa de mar- utilizada.
chas automática) de maneira a bloquear
as rodas.

Colocar m calço se necess rio so a


roda diagonalmente oposta aquela que
se deve substituir. F evantar o veíc lo at deixar m
espaço s ficiente entre a roda e o
solo, para colocar facilmente em se-
Assegurar que os ocupantes não se guida a roda reserva.
encontrem no veículo e se mantenham
num local em que seja possível garantir F etirar os para sos e conserv los
a s a se rança num lugar limpo.
F etirar a roda
nca permanecer de aixo de m veí-
culo suspenso somente pelo macaco.
U tilizar uma escora.
98
Informações Práticas

Montagem da roda RODÍ ZIO DOS PNEUS

10
Para permitir um desgaste uniforme en-
tre os pneus dianteiros e os traseiros,
aconselha-se efetuar o rodízio das ro-
Procedimentos das e pneus a cada 10 mil quilômetros,
F Coloque a roda reserva no lugar. mantendo-os do mesmo lado do veículo
F Apertar os parafusos manualmente para não inverter o sentido de rotação
até ao limite.
F Efetuar um pré-aperto dos parafu- Deste maneira, os pneus terão apro-
sos com a chave de rodas 1. ximadamente a mesma d ra ilidade
ecomenda se ap s o rodí io verifi-
car o balanceamento e o alinhamento
da direção das rodas

F aixar inteiramente o veíc lo


F Apertar os parafusos com a chave
de rodas 1.
F Voltar a colocar os tampões croma-
dos em cada um dos parafusos.
F Guarde as ferramentas.

Depois da substuituição da
roda
eve para verificar o anto an-
tes possível o aperto dos parafu- N ão efetuar rodízio cruzado dos
sos e a pressão do roda reserva pneus, deslocando-os do lado di-
na ede CI reito do veículo para o esquerdo
Conserte o pneu furado e recolo- e vice-versa.
que-o em seguida no veículo.

99
Informações Práticas

SUBSTITUIR UMA LÂMPADA* Luzes dianteiras Luzes de neblina*


Modo de procedimento para substituir Modelo com luzes de halogê neo
uma lâmpada com defeito por uma
nova sem recorrer a ferramentas.

Os faróis encontram-se equipa-


dos com lentes em policarbonato,
revestidos por um verniz protetor:
F não limpar com um pano
seco ou abrasivo, nem com
um detergente ou solvente,
F utilizar uma esponja e água
com sabão,
F ao utilizar a lavagem de alta
pressão em sujeira persis- F Acesse a luz de neblina, passando
tente, não insistir nos faróis pelo orifício situado sob o para-
e nas juntas para evitar dete- choque.
riorar o respectivo verniz e a 1. Luzes de mudança de
direção ( PY 21W , âmbar) . F Desligue o conector do porta-lâmpadas
estanqueidade. preto, pressionando a lingueta na parte
2. Luzes de posição ( P21/5 W ). superior.
F etire o porta l mpadas pressio-
3. Faróis altos ( H1-55W ). nando os dois fixadores na parte
F N ão tocar diretamente na
lâmpada com os dedos, uti- 4. Faróis baixos ( H7-55W ). superior e inferior).
lizar panos que não liberem F Substitua o módulo.
pêlos. 5. Luzes diurnas ( HP24) .
Para montar novamente, efetue as ope-
s stit ição de ma l mpada 6. Farol antineblina ( H8-35W ). raç es pela ordem inversa
de halogêneo deve ser efetuada
com a luz desligada há alguns
minutos (risco de queimadura ara man tenção e s stit ição das Em caso de dific ldade para a
grave). lâmpadas HP24 das luzes diurnas, s stit ição destas l mpadas
É obrigatório utilizar apenas lâm- consulte a Rede CITROË N. cons lte a rede CI
padas do tipo antiultravioletas
V para não danificar as len-
tes dos faróis.

* De acordo com a versão e/ ou país


100
Informações Práticas

Substituição das luzes de indicação Substituição das lâmpadas dos


de direção faróis baixos

10
F etire a tampa de proteção p xando
U m funcionamento intermiten- a lingueta.
te rápido do indicador das luzes F Desligue o conector da lâmpada.
de direção direita o es erda
indica a avaria de uma das lâm- F Afaste as molas para libertar a lâm-
padas. pada.
F etire a l mpada e s stit a a
Para proceder à montagem, efetue estas
operaç es pela ordem inversa

Substituição das lâmpadas dos


faróis altos
F etire a tampa de pl stico de prote-
ção p xando a lin eta
F Desligue o conector da lâmpada.
F Afaste as molas para soltar a lâm-
pada.
F etire a tampa pl stica de proteção F etire a l mpada e s stit a a
F xe o porta l mpadas e s stit a Para montar novamente, efetue as ope-
a lâmpada. raç es pela ordem inversa
Para montar novamente, efetue as ope-
raç es pela ordem inversa
Substituição das luzes presença
As lâmpadas de cor âmbar, tais ( lanterna)
como as l es de m dança de di- F etire a tampa de pl stico de prote-
reção devem ser s stit ídas por ção p xando a lin eta
lâmpadas de características e cor F xe o porta l mpadas
idênticas.
F etire a l mpada e s stit a a
Para montar novamente, efetue as ope-
Ao montar novamente, feche cui- raç es pela ordem inversa
dadosamente a tampa de plástico
para garantir o isolamento da luz.

101
Informações Práticas

Luzes traseiras Substituição das luzes traseiras


Substituição das luzes de freio/
posição/indicação de direção s stit ição das l mpadas e et ada
a partir da parte externa do veíc lo
F abra o porta malas,
F retire a tampa de acesso no revesti-
mento lateral correspondente,
F desaparafuse a porca borboleta de
fixação da lanterna
F desencaixe o conector da lanterna
F retire com cuidado a lanterna pu-
xando atrav s do eixo para o exte-
rior,

F pressione as quatro linguetas e reti-


1. Luz de freio / de posição re o porta-lâmpadas,
( P21/5W ) . F rode um quarto de volta a lâmpada
2. Luz de mudança de direção e substitua-a.
( PY 21W âmbar) . Para montar novamente, efetue as ope-
3. Luz de neblina, lado esquerdo raç es pela ordem inversa
( PR21W vermelho) en a o c idado de encaixar a lanterna
Luz de marcha a ré , lado direito nas ias permanecendo no eixo do ve-
( P21W ) . ículo.

As lâmpadas de cor âmbar ou


vermelha, assim como as luzes
de m dança de direção o de
neblina, deverão ser substituí-
das por lâmpadas com caracte-
rísticas e cor idênticas.
As lanternas, situadas na tampa
do porta malas, são elementos
artificiais m ma nção p ra-
mente estética.

102
Informações Práticas

Substituição da terceira luz de freio Substituição das lâmpadas da placa Substituição das luzes diurnas*
( 4 lâmpadas W 5W ) ( W 5W )

10

F Abra o porta malas.


F etire os dois o t radores A situados F Insira uma chave de fenda num dos ara man tenção e s stit ição das
no forro. ori ícios exteriores da parte transpa- lâmpadas HP24 das luzes diurnas,
F Emp rre pelo eixo so re o corpo da rente, consulte a Rede CITROË N.
luz, efetuando um movimento de F xe para ora para desencaixar
alavanca com duas chaves de para-
sos para a extrair para o exterior F etire a parte transparente
F Desligue o conector e, se necessário, F xe a l mpada e s stit a a
o tubo do lava-vidros da luz. Para a montagem, efetue estas opera-
F ode m arto de volta o porta- ç es pela ordem inversa
-lâmpadas correspondente a lâmpa-
da com defeito.
F xe a l mpada e s stit a a
Para montar novamente, efetue estas
operaç es pela ordem inversa

* De acordo com a versão e/ ou país


103
Informações Práticas

Iluminação interior*

Luz de teto central ( W 5W ) Luzes de leitura laterais ( 2/W 5W ) Luz do porta-luvas ( W 5W )


Versão sem para-brisa Z enith Versão com para-brisa Z enith

esencaixe a tampa da l de teto A esencaixe a tampa da l de leit ra 1 esencaixe a tampa com ma c ave
com ma c ave de para sos fina do em questão com uma chave de para- de para sos fina para acessar a l m-
lado do comando, para acessar a lâm- sos fina do lado do comando para pada com defeito.
pada com defeito. acessar a lâmpada com defeito.

Luz de teto traseira ( W 5W ) Luz do porta-malas ( W 5W )


Versão com para-brisa Z enith

esencaixe a tampa da l de leit ra 2


em questão com uma chave de para- esencaixe a tampa com ma c ave
sos fina do lado do comando para de para sos fina para acessar l m-
acessar a lâmpada com defeito. pada com defeito
* De acordo com a versão e/ ou país
104
Informações Práticas

SUBSTITUIR UM FUSÍ VEL* Substituir um fusível


Instalação de acessórios

10
rocedimento para s stit ição de m Antes de substituir um fusível, é ne- elé tricos
fusível com defeito por um novo para cessário conhecer a causa do defeito e O circuito elétrico do veículo foi
sol cionar ma al a na nção corres- solucioná-lo. concebido para funcionar com
pondente. F Identifi e o sível avariado o ser- equipamentos de série ou opcio-
vando o estado do respectivo fila- nais.
mento. Antes de instalar outros equi-
pamentos ou acessórios elétri-
cos no veículo, consulte a rede
CI

CI se isenta de al-
quer responsabilidade por des-
pesas associadas reparação
Bom Mau do veículo ou defeitos resultan-
tes da instalação de acess rios
a xiliares não ornecidos e não
F tili e ma pinça especial para reti- recomendados pela CI
rar o fusível. e não instalados de acordo com
F Substitua sempre o fusível com de- as indicaç es em partic lar
Acesso aos fusíveis feito por um novo com intensidade quando o consumo do conjunto
Os fusíveis encontram-se no painel de equivalente (mesma cor). uma in- de aparelhos suplementares li-
bordo e no compartimento motor. tensidade diferente poderá provo- gados ultrapassar os 10 miliam-
car um problema de funcionamento péres.
Para acessar: (risco de incêndio).
F olte a tampa p xando a parte late-
ral, F Verifi e a correspond ncia entre
o n mero ravado na caixa o va-
F etire totalmente a tampa lor de amperes gravado na parte de
cima e as tabelas que se seguem.

* De acordo com a versão e/ ou país


105
Informações Práticas

Fusíveis no painel de bordo Tabela de fusíveis


caixa de síveis encontra se na parte Fusível N.° Amperes Funçõ es
inferior do painel de bordo (lado esquerdo).
F1 10 A Farol de neblina traseiro.

F2 - N ão U tilizado
F3 5A Airbag.
F4 15 A Luz de freio direita e 3ª luz de freio.
F5 5A Il minaç es internas e tomada 12V traseira
F6 10 A Luz de ré.

F7 30 A Travamento/ Destravamento das portas.

F8 15 A Buzina.

F9 15 A Lava-vidros dianteiros.

F10 30 A Travamento/ Destravamento das portas.

F11 15 A Lava-vidros traseiros.


F12 5A Comando das l es de direção
F13 10 A Luz de freio esquerda.

F14 15 A Painel de bordo, sensor de chuva e sensor de lu-


minosidade

F15 15 A Limpador de vidro traseiro.


F16 - N ão utilizado.
F17 15 A Travamento do porta-malas.
106
Informações Práticas

Fusível N.° Amperes Funçõ es

10
F18 10 A Embreagem do compressor do ar condicionado

Luz placa, Lanternas traseira direita e Lanterna


F19 5A dianteira esquerda.

Lanternas traseira esquerda e Lanterna dianteira


F20 5A direita.

F21 5A eostato de il minação do painel e ot es

F22 5A Comando da bobina do relé das luzes diurnas (LED)

Tomada diagnóstico, Contato embreagem,


F23 10 A Comando bobina do relé das luzes diurnas (LED),
ainel do ar condicionado etrovisor eletrocr mico

F24 10 A Módulo e sirene do alarme

F25 20 A ave ador o dio

Ajuda de estacionamento e Painel ar condicionado


F26 10 A automático.

107
Informações Práticas

Fusível N.° Amperes Funçõ es

F27 5A Airbag.

F28 30 A Elevador de vidros dianteiros.

F29 30 A Elevador de vidros traseiros.

F30 30 A Limpa vidro dianteiro.

F31 5A Contato luz de freio secundário

F32 10 A Farol alto esquerdo.

F33 10 A Farol alto direito.

F34 10 A arol aixo es erdo

F35 10 A arol aixo direiro

F36 30 A Contato luz de freio principal

F37 30 A omada 12V dianteira e dio

108
Informações Práticas

Fusíveis no compartimento do
motor Fusível N.° Amperes Funçõ es

caixa de síveis encontra se no


compartimento do motor junto à bateria
(lado esquerdo).
F1

F2
30 A

20 A
Eletrobomba de partida a frio e eletroválvula do
sistema de partida a frio
Eletrovávula e microcontrolador ABS
10
limentação Calc lador otor e limentação
F3 20 A microcontrolador sistema lex tart
F4 5A Caixa de comando r po otoventilador V
F5 15 A Bomba de combustível
F6 30 A In etores de com stível e o inas de i nição

Válvula termostática pilotada (1.2i) ou Eletroválvula


F7 10 A comando variável (VTi 120)
Acesso aos fusíveis
F esencaixe a tampa F8 15 A onda oxi nio e Eletrov lv la p r a c nister
F Substitua o fusível (ver o parágrafo F9 15 A Farol de neblina dianteiro
correspondente).
F p s a intervenção ec e c ida- F12 - N ão U tilizado
dosamente a tampa para garantir o
isolamento da caixa de síveis F13 30 A omada dia n stico e Calc lador caixa a tom tica

F14 25 A Motor de partida

F15 - Interconexão

F16 - Interconexão

F17 - Interconexão

F18 - Interconexão
F21 30 A Bomba ABS
F27 40A om a de v c o V i 12 caixa a tom tica
109
Informações Práticas

Tabela de relé s

Relé N.° Amperes Funçõ es

R1 25 A Pow er Latch do Calculador Motor


R2 30 A t adores sistema in eção eletr nica
R3 15 A Farol de N eblina
R4 40 A tivação do ar condicionado
R5 40 A esem açador traseiro
R6 25 A Eletrobomba e eletroválvula de partida a frio
R7 50 A Bomba ABS
R8 10 A Faróis diurnos (LED)
R9 25 A Motor de Partida

Tabela de Diodos Encapsulados

Diodo N.° Funçõ es

D1 el 1 Impede Inversão de olaridade


D2 el 2 Impede Inversão de olaridade

110
Informações Práticas

Tabela dos máxi-fusíveis*

Fusível N.°

MF10
MF11
Amperes

40 A
40 A
Funçõ es

Ventilador do ar condicionado
esem açador traseiro
10
MF19 50 A limentação Caixa de síveis do a it c lo
MF20 80 A ireção El trica
MF22 60 A limentação I 12
MF23 70 A limentação I 22
MF24 60 A limentação r po oto Ventilador
MF25 80 A r ecimento istema lex tart
MF26 60 A limentação nti rto

s maxi síveis constit em ma proteção s plementar dos sistemas el tricos al er intervenção nestes síveis deve
ser e et ada pela rede CI

111
Informações Práticas

BATERIA Procedimento para retirada da


bateria
Modo operacional para recarregar a
bateria descarregada ou para efetuar a
partida do motor a partir de outra ba- F Eleve a tampa em plástico do borne
teria. (+ ). para acessar o terminal.
F Desconecte os terminais da bateria,
Acesso a bateria começando pelo ne ativo
F Para desmontar a bateria, o mais
fácil é desmontar primeiro o protetor
do Calculador do Motor,
F Para desmontar o protetor, basta
destravar as d as presil as exis-
tentes na parte s perior pr ximo da
bateria,
F Depois das presilhas soltas, retirar o
protetor sempre na direção vertical
F Sem o Protetor do Calculador do
otor verificar e existe ma pe-
quena trava ao lado do Suporte da
Bateria,
F Empurrar a parte inferior da trava
A bateria encontra-se situada sob o capô na direção da ateria li erando a
motor.
Para acessar: F Com a trava em posição de destra-
vada” , empurrá-la pra cima.
F Abra o capô através do comando
interior e em se ida exterior
F ixe a vareta de fixação do cap OBSERVAÇÃO: ão deixar a tra-
va se soltar do conjunto, empurrar
F Eleve a tampa em plástico do borne apenas o s ficiente para ela sair do
(+ ). para acessar o terminal. alojamento.
F esencaixe a caixa de síveis para
retirar a bateria, se necessário.
F Com a bateria destravada, fazer
movimentaç es para o lado at e
Antes de desligar qualquer um ela se solte do Suporte da Bateria
dos terminais da bateria, desligue
a i nição e a arde no mímino 2
minutos

112
Informações Práticas

Procedimento para montagem Efetuar a partida a partir de


da bateria outra bateria

F Para montagem, descer a bateria


na direção vertical so re o s porte
con orme a fi ra ao lado e a a-
teria não chegar por completa até
F Ligue o cabo vermelho ao terminal
(+ ) da bateria descarregada A e, em
seguida, ao terminal (+ ) da bateria
de emergência B.
10
o ndo aplicar ma orça so re a F i e ma extremidade do ca o
ateria at se o vir m clic verde ou preto ao terminal (-) da ba-
teria de emergência B.
F i e a o tra extremidade do ca o
verde ou preto ao terminal (-) da ba-
teria avariada A.
F Dê a partida no veículo em pane e
F Com a trava em posição de des- deixe ncionar o motor
travada emp rr la para aixo at F Aguarde que volte a marcha lenta e
e ela c e e ao ponto m ximo de solte os cabos.
deslocamento.
F fi ra mostra como dever ficar a
trava na posição de travada dentro
do con nto ão es ecer de verifi-
car se a ateria est na posição ide-
al, totalmente acoplada ao fundo do
Suporte

F Montar o protetor do Calculador do


otor na posição vertical at o tra-
vamento das presil as existentes
na parte superior.

113
Informações Práticas

Recarregar a bateria com um MODO DE CORTE DE ENERGIA


carregador de bateria N ão desconecte os terminais
com o motor em funcionamento. istema e ere a tili ação de deter-
F Desconecte a bateria do veículo. N ão recarregue as baterias sem minadas nç es em relação ao nível
F espeite as instr ç es de tili ação ter desconectado os terminais. de energia restante na bateria.
fornecidas pelo fabricante do carre- Com o veículo em movimento, o corte
gador. Antes de desligar de energia neutraliza temporariamen-
Antes de desligar da bateria, deve te al mas nç es tais como o ar
F econecte começando pelo termi- condicionado o desem açamento do
nal (-). aguardar 2 minutos após o corte da
i nição vidro traseiro, etc.
F Verifi e a limpe a dos terminais e Feche os vidros e as portas antes de s nç es ne trali adas são reativa-
das raçadeiras e estiverem co er- desligar a bateria. das automaticamente assim que as
tos com sulfato (depósito esbranqui- condiç es o permitirem
çado o esverdeado desmonte os e
limpe-os
Após ligar novamente
epois de al er nova li ação da
MODO ECONOMIA DE ENERGIA
As baterias possuem substân- bateria, gire a chave e aguarde 1 mi- Este sistema administra a d ração de
cias nocivas, tais como o ácido nuto antes de efetuar a partida, para determinadas nç es para preservar
sulfú rico e o chumbo. Devem ser permitir a iniciali ação dos sistemas ma car a s ficiente da ateria
eliminadas de acordo com os re- eletrônicos. De qualquer forma, se
ap s esta operação persistirem pe- Após a parada do motor, são ainda
quisitos legais e não devem ser, tili veis por m período m ximo de
em caso algum, descartadas no enas pert r aç es cons lte a rede
CI aproximadamente trinta min tos n-
lixo dom stico ç es como o dio os limpa vidros os
Entregue as pilhas e as baterias Consultando o respectivo capítulo, luzes faróis, as luzes de teto, etc..
usadas num ponto de recolhimen- voc poder e et ar a reiniciali ação
da chave com controle remoto.. Este tempo pode ser consideravelmente
to especial. menor se a carga da bateria estiver fraca.

Entrada no modo
U ma vez passado este período de tem-
N o momento de uma parada pro- po as nç es ativas são postas em vi-
longada do veículo de mais de um gilância.
mês, é aconselhável desconectar
a bateria.

114
Informações Práticas

Saída do modo SUBSTITUIR UMA PALHETA DO Montagem


LIMPA-VIDROS DIANTEIRO OU F rente verifi e a dimensão da

10
Essas nç es serão reativadas a to- TRASEIRO
maticamente na pr xima tili ação do palheta, pois a palheta mais curta
veículo. deverá ser montada do lado do pas-
odo operat rio de s stit ição de sageiro.
F ara retomar a tili ação imediata uma palheta de limpa-vidros usada por
destas nç es colo e o motor em outra nova sem qualquer ferramenta. F Coloque a nova palheta no lugar e
ncionamento e deixe o ncionar fixe a
durante alguns instantes. Antes de proceder à F e ata o raço com preca ção
O tempo disponível então, será o dobro desmontagem de uma palheta
do tempo de li ação do motor odavia dianteira
esse tempo estará sempre compreendi-
do entre cinco e trinta minutos. F o o ap s desli ar a i nição acione
o comando do limpa-vidros para posi- Após a montagem de uma
cionar as palhetas na vertical. palheta dianteira
ever tili ar esta posição para não F i e a i nição
e ma com nicação tele nica ti- danificar o limpa vidros e o cap F Acione novamente o comando do limpa-
ver sido iniciada ao mesmo tempo -vidros para recolher as palhetas.
com o sistema de audio, será in-
terrompida passados 10 minutos.

U ma bateria descarregada não


permite a partida do motor (ver
parágrafo correspondente).

Desmontagem
F Er a o raço correspondente
F Solte a palheta e retire-a.

115
Informações Práticas

REBOQUE DO VEÍ CULO Rebocar um outro veículo

É aconselhável, sempre, utilizar cami-


nhão guincho para rebocar o veículo.
Desta forma, o veículo poderá ser
transportado apoiado em plataformas
específicas so re o pr prio camin ão-
-guincho.
espeite a le islação de trânsito vi-
gente sobre procedimentos de rebo-
que.
Durante um reboque com as quatro
rodas no solo, utilize sempre uma bar-
ra de reboque homologada; cordas e
correias são proibidas.
Coloque a alavanca de marchas em
ponto morto posição N para a caixa F ão necess rio a tili ação do
automática). pino de reboque.
não respeito desta instr ção pode F tili e o anel de amarração locali-
dar ori em a deterioração de determi- zado na parte inferior do para-cho-
nados componentes (freios, transmis- que traseiro
são...) e a ausência de assistência a F Instale a barra de reboque.
frenagem durante a partida do motor.
F Ligue o sinal de alerta nos dois veí-
Durante um reboque com o motor culos.
desli ado deixa de existir assist ncia F Efetue o arranque com cuidado e
de rena em e de direção circule lentamente numa curta dis-
tância.
N os casos seguintes, contate um pro-
fissional para e et ar o re o e
- veículo avariado na auto-estrada
ou em via rápida,
impossi ilidade de colocar a caixa
de marchas em ponto morto, de
des lo ear a direção de desati-
var o freio de estacionamento,
- ausência de barra de reboque ho-
mologada....

116
Informações Práticas

ENGATE DE UM REBOQUE,
DE UM TRAILLER, ..

Seu veículo foi projetado para


o transporte de pessoas e de
bagagens. Está vedada a utili-
10
ação de re o e so pena de
deteriori ação do veíc lo Em
caso de dú vida, entre em con-
tato com uma concessionária da
ede CI

ACESSÓ RIOS*
ma ampla escol a de acess rios e de peças ori inais disponíveis na rede CI
Esses acess rios e peças oram testados e aprovados em termos de confia ilidade e em se rança
ão todos adaptados ao se veíc lo e se eneficiam de re er ncia e da arantia CI
CI se reserva no direito de alterar a o erta dos acess rios sem e a a a necessidade de pr vio aviso aos clien-
tes.
Para conhecer a lista de acessórios disponíveis acesse:

w w w .citroen.com.br

instalação de me ipamento o de m acess rio el trico não re eren-


ciado pela CI pode levar a ma pane do sistema eletr nico do se
veículo.

radecemos s a atenção a esta partic laridade e o aconsel amos a entrar


em contato com um representante da Marca para que ele lhe apresente a
gama dos equipamentos ou acessórios recomendados.

117
Características Técnicas

DIMENSÕ ES ( EM MM)

A 1521

B 1470

C 1728

D 1481

E 1708

F 820

G 2460

H 644

I 3944

* Valores para modelo básico sem


equipamentos opcionais.

VELOCIDADES PARA TROCA DE MARCHAS ( NBR 6601)

1º para 2º 2º para 3º 3º para 4º 4º para 5º

25 k m/ h 40 k m/ h 65 k m/ h 72 k m/ h

118
Características Técnicas

MOTORIZAÇÕ ES E CAIXAS DE MARCHAS

MOTORES

CAIXA DE MARCHA
1.2 Pure Tech FLEX

Manual 5 marchas
VTI 120 FLEX START

Automática 6 marchas
11
Cilindrada (cm3) 1197,3 1587

Diâmetro x curso (mm) 75 x 90,34 78,5 x 82

Pot. máx: norma CE (CV) 84 / 90 115 / 122

Pot. máx: norma CE (k W ) 61,8 / 66,2 84,9 / 89,9

Regime de pot. máx. (rpm) 5 750 6 000 / 5 800

Torque máx.: norma CE (N m) 120 / 127 152 / 161

Regime de torque máx. (rpm) 2 750 4 000

Catalisador Sim Sim

Combustível Gasolina/ Etanol Gasolina/ Etanol

CAPACIDADES DE Ó LEO ( em litros)

otor com troca do filtro de leo 3,31 3,25

Caixa de câmbio 2,0 5,5

119
Características Técnicas

MASSAS E CARGAS ( em k g) *

MOTORES 1.2 Pure Tech FLEX VTI 120 FLEX START

CAIXA DE MARCHA Manual Automática


Massa em vazio em ordem de marcha 1070 1209
(MODM)
Massa máxima admissível com carga 1472 1609
(MTAC = MODM + Carga ú til)
Carga Ú til 402 400

Peso recomendado no eixo dianteiro 759 826

Peso recomendado no eixo traseiro 738 759

Limites Máximos de Ruído para Controle de Poluição Sonora - ( CONAMA 18/1996) *


MOTORES 1.2 Pure Tech FLEX VTI 120 FLEX START
CAIXA DE MARCHA Manual Automática
Valor para Fiscalização 79,87 dB 84,5 dB

Valores para Controle de Emissão de Poluentes- ( CONAMA 18/1996) *


MOTORES 1.2 Pure Tech FLEX VTI 120 FLEX START
CAIXA DE MARCHA Manual Automática
Rotação de marcha lenta (rpm) 850 + / - 50 750 (+ 150 / -50)
Concentração de CO2 em marcha lenta (% ) < 0,2% < 0,2%
* Valores para modelo básico sem equipamentos opcionais.
Obs: Temperaturas externas elevadas (superiores a 37° C) podem levar a reduções de
desempenhos do veículo. Para proteção do motor, limite a carga transportada.
120
Características Técnicas

ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

11
A. Nú mero do chassi na carrocería C. Pneus/Pintura D. ti ueta autodestrutiva xada
Este nú mero está gravado na carro- Esta etiqueta, colada junto às do- na coluna da porta do passagei-
cería sobre o suporte do amortece- bradiças da porta dianteira do lado ro, embaixo do assento do passa-
dor do condutor, indica: geiro e no vão do motor, com o
mero de denti a ão ei ular
B. Nú mero do chassi na travessa in- - a pressão dos pneus em vazio, com ( NIV ou VIN)
ferior do parabrisa (N IV) carga e para menor consumo de
combustível,
- as dimensões dos pneus.
- a pressão do estepe.
- a referência da cor da pintura.

controle da pressão de in ação


dos pneus deve ser efetuado a
frio, semanalmente.

Proibido cobrir, pintar, soldar, cor-


tar, perfurar, alterar ou remover o
mero de Identificação Veic lar
(N IV)

controle da pressão de in ação


dos pneus deve ser efetuado a
frio, semanalmente.
ma pressão de in ação ins
ficiente a menta o cons mo de
combustível.

121
Características Técnicas

TABELA DE PRESSÃO DE INFLAÇÃO ( BAR/PSI) E PNEUS HOMOLOGADOS

1.2 Pure Tech FLEX VTi 120 FLEX START

Dimensão Fabricante Modelo Eixo Dianteiro Eixo Traseiro Eixo Dianteiro Eixo Traseiro

Michelin Energy XM2 1.9 / 28 ( 1) 1.9 / 28 ( 1) 2.2 / 32 ( 1) 2.2 / 32 ( 1)


195/60 R15 2.2 / 32 ( 2) 2.5 / 36 ( 2) 2.2 / 32 ( 2) 2.5 / 36 ( 2)
Pirelli Cinturato P1 2.5 / 36 ( 3) 2.5 / 36 ( 3) 2.5 / 36 ( 3) 2.5 / 36 ( 3)

Michelin Energy XM2 2.3 / 33 ( 1) 2.3 / 33 ( 1)


195/55 R16 -- -- 2.3 / 33 ( 2) 2.5 / 36 ( 2)
Pirelli Cinturato P7 2.5 / 36 ( 3) 2.5 / 36 ( 3)

(1) veículo em estado de funcionamento + condutor e 01 (um) passageiro

(2) veículo em estado de funcionamento + condutor e 02 (dois) ou mais passageiros + bagagens

pressão de in ação orientada para a red ção do cons mo de com stível ode ocorrer ma de radação do nível de
conforto, na capacidade de absorção de vibração e ruído dos pneus quando utilizada a pressão de consumo).

122
Características Técnicas

N otas:
1 ecomenda se verificar a pressão de in ação dos pne s semanalmente e

11
com os mesmos pr ximos temperat ra am iente rios
2) O estepe também deve ser calibrado periodicamente, com a pressão de 3.0
bar / 44 PSI.
3) Respeitar a limitação de velocidade estipulada para o uso do estepe
4) Pode ocorrer uma degradação do nível de conforto e na capacidade de absor-
ção de vibração e ruído dos pneus quando utilizada a pressão de consumo.
5) A redução do consumo de combustível é diretamente impactada pela maneira
como o veículo é conduzido. A condução "esportiva" eleva o consumo de com-
bustível.
6 tili ação de press es de in ação acima o a aixo do especificado com
promete a integridade dos pneus, sua durabilidade e aumenta o consumo de
combustível.

Segurança
Pressão recomendada Conforto
Tolerância de 3 PSI acima ou abaixo Durabilidade
Baixo consumo de combustível

Pressão temporariamente admissível Durabilidade reduzida


Entre 3 a 7 PSI abaixo da pressão recomendada do pneu em pelo menos 8.000 quilômetros

Risco de explosão
Pressão perigosa Forte aumento dos riscos:
Entre 7 a 15 PSI abaixo da pressão recomendada
- Riscos de aquaplanagem
Pressão de alto risco - Riscos de desgaste nos ombros dos pneus
Abaixo de 15 PSI da pressão recomendada - Aumento do consumo de combustível

7) Recomenda-se sempre substituir os pneus por modelos homologados neste manual para manutenção das prestações de
segurança, conforto e consumo de combustível.
123
SISTEMAS DE ÁUDIO
Á udio e Telemática

Tela táctil 7 polegadas


Navegação GPS - Rádio multimídia - Telefone Bluetooth®
Índice
Primeiros passos 126
Comandos no volante 128
Menus 129
N avegação 130
N avegação - Orientação 138
Trânsito 142
Rádio Multimídia 144
Rádio 150
Mídia 152
Regulagens 156
Serviços Conectados 164
MirrorLink ® 168
CarPlay ® 172
Telefone 176
Perguntas frequentes 184

O sistema encontra-se protegido para funcionar apenas no seu


veículo.

Por motivos de segurança, o condutor deve obrigatoriamente


realizar as operações que necessitam de uma maior atenção
com o veículo parado.

.
A mensagem modo economia de energia apresentada assinala a
entrada em modo de economia de energia iminente. Consulte a
seção (Modo) Economia de energia.

125
Á udio e Telemática

Primeiros passos
U tilize as teclas dispostas sob a tela táctil para
Em caso de muito calor, o sistema pode
ter acesso aos menus disponíveis e pressione,
entrar em modo de vigilância (extinção
em seguida, os botões apresentados na tela
completa da tela e do som) durante um
táctil. período mínimo de 5 minutos.
Cada menu é visualizado em uma ou duas
páginas (primeira página e página seguinte).

Primeira página Página seguinte

126
Á udio e Telemática

Atalhos: através de teclas tácteis situadas na


A tela é de tipo "resistivo" e é
barra superior da tela táctil, é possível acessar
necessária uma pressão prolongada,
diretamente à seleção da fonte sonora, à lista
principalmente para os gestos
das estações (ou dos títulos conforme a fonte).
"deslizados" (exploração de listas,
deslocamento do mapa...). U m simples
toque não é suficiente. a tela não
reconhece pressões com vários dedos.
A tela pode ser utilizado com luvas.
Esta tecnologia permite uma utilização
a qualquer temperatura.
Premir sobre Menu para apresentar o
carrossel dos menus.

Regulagem do volume (as fontes são todas Para manutenção da tela, é


Seleção da fonte sonora (segundo a versão):
independentes, mesmo os anú ncios de trânsito aconselhável utilizar um pano macio
- Rádios "FM" / "AM" / "DAB"* .
(AT) e as instruções de navegação). não abrasivo (pano para óculos) sem
- Pen de memória "U SB".
- J uk ebox* , depois de ter copiado produtos adicionais.
Aumento do volume. N ão utilize objetos pontiagudos na tela.
previamente arquivos de áudio para a
memória interna do sistema. N ão toque na tela com as mãos
- Telefone ligado em Bluetooth®* e em molhadas.
difusão multimídia Bluetooth®* (streaming). Redução do volume.
- Leitor multimídia ligado à tomada auxiliar
(jack , cabo não fornecido).

Em caso de exposição a calor forte,


o volume sonoro pode ser limitado
para preservar o sistema. O regresso

.
à situação inicial é efetuado quando a
temperatura do habitáculo baixar.
* Conforme o equipamento.
127
Á udio e Telemática

Comandos no volante
Rádio: seleção da estação Rádio: procura automática de
memorizada anterior/ seguinte. frequência inferior.
Mídia: seleção do gênero / artista / Multimídia: seleção da área anterior.
repertório da lista de classificação. Multimádia, pressão contínua:
Seleção do elemento anterior/ retrocesso rápido.
seguinte no menu. Salto na lista.

Rádio: procura automática da Aumento do volume.


frequência superior.
Multimídia: seleção da área seguinte.
Multimádia, pressão contínua:
avanço rápido. Diminuição do volume
Salto na lista.

Alteração de fonte sonora. Silêncio: desligar o som através de


Validação de uma seleção. pressão simultânea nas teclas de
Atender/ desligar o telefone. aumento e diminuição do volume.
Pressão de mais de 2 segundos: Reativação do som: através da
acesso ao menu do telefone. pressão em uma das teclas do
volume.

128
Á udio e Telemática

Menus
Navegação Rádio Regulagens
(Conforme o equipamento)

Parametrizar a orientação e escolher o destino. Selecionar a rádio, as diferentes fontes Parametrizar os sons (balanço, ambiente, ..), os
musicais e visualizar fotografias. universos gráficos e as visualizações (idioma,
unidades, data, hora...).

Serviços Conectados Telefone Condução


(Conforme equipamento)

Acessar ao "N avegador Internet". Conectar um telefone em Bluetooth®. permite Acessar ao computador de bordo, ativar,
Executar determinadas aplicações do seu acessar a função CarPlay depois de conectar o desativar, parametrizar determinadas funções
smartphone através de MirrorLink ®. ou cabo U SB do smatphone. do veículo.

.
CarPlay ®

129
Á udio e Telemática

N avegação
Nível 1 Nível 2 Nível 3
Navegação Crité rios de cálculo

130
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários


Introd. destino Visualizar os ú ltimos destinos
O mais rápido
O mais curto
Tempo/ distância
Ecológico Escolher os critérios de orientação.
O mapa mostra o trajeto escolhido em função
Pedágios do(s) critério(s).
Crité rios de cálculo
Balsas
Navegação
Tráfego

Regulagens Exato-Próx.
Navegação Ver itinerário no mapa Visualizar o mapa e iniciar a orientação.
Validar Validar as opções selecionadas.
Arquivar local atual Gravar o endereço em curso.

Interromper orientação Suprimir a informação de navegação.


Regular o volume da voz e o enunciado dos
Síntese vocal
nomes das ruas.
Desviar do itinerário inicial segundo uma
Desviar itinerário
distância determinada.
Apresentar em modo texto.

Aplicar zoom.

Remover zoom.
Navegação
Apresentar em modo tela completo.

.
U tilizar as setas para deslocar o mapa.
Passar para um mapa 2D.

131
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

Introd. destino Endereço


São Paulo

Para a gestão dos contatos e


dos seus endereços, consulte a
Navegação seção " Telefone ".

Contatos

Para utilizar as funções do


telefone, consulte a seção
Telefone.

132
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários


Lugar atual

Ponto de interesse Definir os parâmetros do endereço.

Centro da cidade
Endereço
Arquivar Gravar o endereço em curso.

Adic. etapa Adicionar etapa no percurso.

Guiar em direc. de Pressionar para calcular o itinerário.

Arquivos endereço
Navegação
Consultar
Página seguinte Escolher um contato e, em seguida, calcular o
Contatos Guiar em direc. de
itinerário.
Introd. destino
Procurar contato

Chamar

Visualizar o mapa e aproximar para consultar os


No mapa
trajetos.

Criar, acrescentar / suprimir uma etapa ou


Etapa & itinerário
visualizar o roteiro.

Interromper Suprimir a informação de navegação.

Guiar em direc. de Pressionar para calcular o itinerário.

.
133
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

Navegação Procurar ponto de interesse

Ponto de interesse visualizado no mapa

134
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários


Todos os POI
Navegação Automóvel Lista das categorias disponíveis.
Depois de escolher a categoria, selecionar os
Página seguinte Rest. / hoté is pontos de interesse.

Procurar POI Pessoais

Procurar Gravar os parâmetros.

Selecionar tudo
Navegação
Eliminar Escolher os parâmetros de visualização do POI.
Página seguinte
Importar POI
Apresentar POI
Validar Gravar as opções.

.
135
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

Desviar itinerário

Msgs tráfego

Configurar mapa

Configurar mapa
Navegação

Regulagens

Regulagens
Passar de
um menu
Regulagens
para o
outro.

136
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários


No itinerário

Ao redor veículo
Navegação
Definir os parâmetros da escolha das
No destino
Página seguinte mensagens e o raio de filtragem.
Desviar em uma distância de
Desviar
Msgs tráfego Recalcular itinerário

Terminar Gravar as suas opções.

H oriz. orientação N orte

Orientação H oriz. orient. veículo

Em perspetiva
Navegação
Escolher a visualização e a orientação do
Mapas
Página seguinte mapa.
Mapa cor "dia"
Configurar mapa
Aspeto Mapa cor "noite"

Dia/ noite automático

Validar Gravar os parâmetros.

Crité rios cálculo


Navegação Voz Configurar as opções e selecionar o volume
Página seguinte Alerta! da voz e o enunciado dos nomes das ruas.

.
Regulagens Opçõ es tráfego

Validar Gravar as opções.


137
Á udio e Telemática

N avegação - Orientação
Escolha de um destino
Para um novo destino

Pressione Navegação para visualizar Selecione " Arquivar " para gravar o Para apagar a informação
a primeira página. endereço introduzido em um arquivo da orientação, pressione em
de contato. " Regulagens ".
O sistema permite gravar até
Pressione sobre a Página seguinte. Pressione " Interromper orientação ".
200 arquivos.

Selecione " Orien. para ".


Selecione " Introd. destino ".
Para retomar a orientação, carregue
em " Regulagens ".
Escolha o critério de orientação "
Selecione " Endereço ". Mais rápido " ou " o mais curto " ou Pressione " Retomar orientação ".
" Tempo/distância " ou " Ecológico ".

N° : Via: Cidade: Defina Escolha dos critérios de restrição


os parâmetros do " País: " " Incluir Pedágios ", " Incluir Balsas ", "
na lista proposta e, em seguida, Tráfego ", " Exato ", " Próx. ".
da mesma forma: a "[ Cidade:] "
ou o respectivo código postal, Selecione " Validar ".
a "[ Via:] " e o "[ N.º :] ".
Validar de cada vez.
Ou
Pressione " Ver itinerário no mapa "
para iniciar a orientação.

138
Á udio e Telemática

Para um dos ú ltimos destinos Para um contato da lista

Pressione Navegação para visualizar Selecione o destino


Para poder utilizar a navegação "para
a primeira página. escolhido entre os contatos
um contato da agenda", é necessário
na lista proposta.
preencher previamente o enderçeo do
Pressione sobre a página seguinte. seu contato.
Selecione " Conduzir ".
Pressione Navegação para visualizar
a primeira página.
Selecione " Introd. destino ".
Selecione os critérios e, em seguida,
Pressione página seguinte. " Validar " para iniciar a orientação.

Selecione o endereço na
lista proposta.
Selecione " Introd. destino ".

Selecione " Conduzir ". Selecione " Contatos ".

Selecione os critérios e, em seguida,


" Validar " ou pressione " Ver
itinerário no mapa " para iniciar a
orientação.

.
139
Á udio e Telemática

Para coordenadas GPS Para um ponto do mapa Para pontos de interesse ( POI)

Pressione Navegação para visualizar Pressione Navegação para visualizar Os pontos de interesse (POI) possuem
a primeira página. a primeira página. diretórios em diferentes categorias.

Pressione página seguinte. Pressione sobre a página seguinte. Pressione Navegação para visualizar
a primeira página.

Selecione " Introd. destino ". Selecione " Introd. destino ". Pressione página seguinte.

Selecione " Endereço ". Selecione " No mapa ". Selecione " Procurar POI ".

Introduza os parâmetros Ao ampliar o mapa faz aparecer os pontos Selecione " Todos os POI ",
de " Longitude: " e, em indicados.
seguida, " Latitude: ".
A pressão contínua sobre um ponto abre o
Ou
Selecione " Orientação para ". respectivo conteú do.
" Automóvel ",

Selecione os critérios e, em seguida,


" Validar " ou pressione " Ver Ou
itinerário no mapa " para iniciar a " Rest. / hoté is ",
orientação.

140
Á udio e Telemática

n orma es ara atuali a ão da artogra a

Ou
U ma atualização da cartografia anual permite beneficiar da indicação de novos pontos de
" Pessoais ", interesse.
O procedimento detalhado está disponível em:
http: / / w w w .citroen.com.br/ servicos/ navegadores.
Selecione uma categoria
Recomenda-se ao usuário que o sistema de mapas do GPS seja constantemente atualizado
na lista proposta.
conforme disponibilização no site do fornecedor do aparelho, acessível através da página
oficial da CITROË N (w w w .citroen.com.br) as atualizações são pagas e de responsabilidade
exclusiva do fornecedor.
Selecione " Procurar ".
A CITROË N não se responsabiliza pela precisão tampouco pela frequencia das atualizações
disponibilizadas, cabendo exclusivamente ao fornecedor do aparelho de GPS informar o
alcance de cobertura do produto.
Selecione um ponto de
interesse na lista proposta. Lembrando, o GPS é uma ferramenta de auxílio eletrônico à navegação, jamais podendo
substituir o crivo de avaliação do condutor. Cada instrução de condução emitida pelo GPS
deve ser cuidadosamente verificada pelo condutor antes de ser seguida.

Selecione " Orien. para ". Ainda, o mapa gerado pelo GPS pode não representar com exatidão a malha viária real,
por força de mudanças de rota, fechamento de vias, obras, proibição de circulação por
força do horário ou região, desvios ou bloqueios de vias por acidentes ou manutenção pelas
autoridades de trânsito locais e/ ou governamentais.

.
As orientações do GPS não se sobrepõem às leis de trânsito, que são de cumprimento
obrigatório pelo usuário.

141
Á udio e Telemática

Trânsito
Parametrização dos alertas Informaçõ es de tráfego
Zonas com riscos /Zonas de Visualização das mensagens
perigo
Pressione " Navegação " para
Pressione Navegação para visualizar visualizar a primeira página.
Esta série de alertas e de visualizações
a primeira página.
só estão disponíveis se as Z onas
com riscos tiverem sido previamente Carregue na página seguinte.
Pressione página seguinte. telecarregadas e instaladas no sistema.

Selecione " Mensagens de tráfego ".


Selecione " Regulagens ".

Defina os filtros:
Selecione " Alerta! ".
" No itinerário ",

É , então, possível ativar o alerta Z onas com


riscos e, em seguida: "À volta de ",
- "Alerta sonoro"
- "Alertar apenas em orientação"
- "Alertar só em excesso veloc." " No destino ", para obter uma lista
- "Visualizar os limites velocidade" de mensagens mais limitada.
- "Prazo": a escolha do prazo permite definir
o tempo que precede o alerta das Z onas
Pressione novamente para desativar o filtro.
com riscos.

Selecione " Validar ".

142
Á udio e Telemática

arametri ar a ltragem Ouvir as mensagens TA


Selecione a mensagem na Pressione Navegação para visualizar Pressione " Navegação" para
lista proposta. a primeira página. visualizar a primeira página.

Pressione a página seguinte. Pressione a página seguinte.


Selecione a lupa para obter as
informações vocais.
Selecione " Regulagens ". Selecione " Regulagens ".

As mensagens TMC (Trafic Message Selecione "Opçõ es informação". Selecione " Voz ".
Channel) na N avegação-GPS são
informações de circulação emitidas em
tempo real.
Selecione: Ative / Desative " Tráfego
- "Ser informado das novas mensagens", ( TA) ".
- " Instrução vocal das
mensagens ", A função TA (Traffic Announcement)
Depois configure o raio de filtragem. torna prioritária a audição das
mensagens de alerta TA. Para ficar
Selecione " Validar ". ativa, esta função necessita da
recepção correta de uma estação de
rádio que emita este tipo de mensagens.
Assim que for emitida uma info de
trânsito, a fonte multimídia em curso
é interrompida automaticamente para
Preconizamos um raio de filtragem de:

.
difundir a mensagem TA. A audição
- 20 k m em localidades, normal da fonte multimídia é retomada
- 50 k m em auto-estrada. após o fim da emissão da mensagem.

143
Á udio e Telemática

Rádio Multimídia
Nível 1 Nivel 2

Lista das estaçõ es FM

Memorizar

144
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Comentários

Rádio
Pressionar uma estação de rádio para a
Lista das estaçõ es FM
selecionar.
Lista

Rádio FM

Rádio AM

USB

Rádio MirrorLink ®
Selecionar a alteração de fonte.
Fonte CarPlay ®

iPod

Bluetooth®

AUX

Rádio
Presionar um espaço vazio e em seguida,
"Memorizar".
Memorizar

.
145
Á udio e Telemática

Nível 1 Nivel 2 Nível 3

Lista das estaçãos FM

Multimídia Fotografias

146
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários

Rádio Memorizar Pressionar uma estação de rádio para a selecionar.

Atualizar lista Atualizar a lista em função da recepção.


Página seguinte
Frequê ncia Introduzir a frequência da rádio desejada.
Lista Rádio Validar Validar os parâmetros.

Tela inicial Visualizar a fotografia selecionada na tela de início.

Girar Rodar a fotografia 90° .

Rádio Selecionar todas as fotografias da lista.


Selecionar tudo
Pressionar novamente para anular a seleção.
Página seguinte
Fotografia anterior. Visualizar as fotografias que são apresentadas
em tela cheia.
Fotos Slide show Pausa / Reprodução.
O sistema suporta os seguintes formatos de
Fotografia seguinte. imagens: .gif,.jpg,.bmp,.png.

Tela total Visualizar a fotografia selecionada em plena tela.

.
147
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

Multimídia

Ajustes

Ajustes

Ajustes

148
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários

Rádio

Página seguinte Apresentação do ú ltimo dispositivo multimídia.

Lista Multimídia

Reprodução aleatória
(todas as pistas):
Multimídia Reprodução aleatória
(álbum corrente): Escolher os parâmetros de reprodução.
Ajustes Reprodução em circuito
fechado:
Amplificação Aux

Seguimento RDS
Rádio Seguimento FM
Rádio
Ativar ou desativar as definições.
Página seguinte Visualização RadioTexto
Ajustes
Visualização diaporama
Ajustes
rádio digital

Anú ncio de tráfego (TA)

Avisos Atualidades - Tempo


Ativar ou desativar as definições.
Esportes - Programação
Ajustes
Alertas - Eventos

.
imprevistos

Validar Gravar as definições.

149
Á udio e Telemática

Rádio
Selecionar uma estação Modificar uma frequê ncia
Pressione Rádio para visualizar a Selecionar " Memorizar ". Pressione Rádio para visualizar a
primeira página. primeira página.

Ou Selecione uma rádio


Memória 1 memorizada da lista.
Pressione Rádio para visualizar a
primeira página. Se necessário, selecione alteração Por procura automática de frequê ncia
de fonte.
Carregue na página seguinte.
Selecione " Rádio FM "
Carregue em ou ou desloque o cursor
Selecione " Lista " na primeira para procura automática de uma rádio de
página. frequência inferior ou superior.
Ou
Ou " Rádio AM ".
Selecione " Lista Rádio " na página EM SEGUIDA
seguinte.
Selecione a alteração de fonte.
A recepção radiofônica pode ser perturbada
AU TOESTRADA Selecione a rádio na lista
pela utilização de equipamentos elétricos
proposta.
não homologados pela CITROË N , tal como
Selecione " Rádio FM ".
um carregador com tomada U SB ligada à
tomada de 12 V.
Selecione " Atualizar lista " para O ambiente externo (colinas,
renovar a lista. imóveis, tú neis, estacionamentos Ou
subterrâneos...) pode bloquear a
recepção, incluindo o modo de " Rádio AM ".
OU acompanhamento RDS. Este fenômeno
é normal na propagação das ondas de
Pressione Rádio para visualizar a
rádio e não traduz, em caso algum, uma
primeira página. avaria do rádio.

150
Á udio e Telemática

Memorizar uma estação Ativar/Desativar o RDS


OU Selecione uma estação ou uma frequência. Pressione Rádio para visualizar a
(consulte a seção correspondente). primeira página.
Pressione Rádio para visualizar a Pressione " Memorizar ".
primeira página. Pressione a página seguinte.

Pressione a página seguinte.


Memória 1 Selecione " Regulagens ".

Selecione um nú mero na lista para memorizar


Pressione Frequê ncia. a estação previamente escolhida/ configurada.
U ma pressão contínua em um nú mero Selecione " Rádio ".
memoriza a estação.

EM SEGUIDA Ou Ative / desative


" Seguimento RDS ".
Introduza a frequência completa U ma pressão nesta tecla grava as
(ex. : 92.10MH z) com o teclado e estações umas a seguir às outras.
O RDS, se ativado, permite continuar
confirme com " Validar ".
a ouvir uma mesma estação graças ao
seguimento de frequência. N o entanto, em
Informação das memorizaçõ es
determinadas condições, o seguimento
ALVORADA Pressione Rádio para visualizar a
desta estação RDS não é garantido
primeira página.
Mudar a estação de rádio em todo o país, as estaçãos de rádio
Ao pressionar sobre o nome da estação em não abrangem 100% do território. Esta
Selecione " Memorizar ". situação explica a perda de recepção da
curso irá aparecer uma lista.
estação durante um trajeto.

.
Para mudar de estação pressione o novo nome
escolhido.

151
Á udio e Telemática

Mídia
Leitor USB Tomada ( AUX) Auxiliar Escolha da fonte
Pressione Multimídia para visualizar
a primeira página.

Selecione a alteração de fonte.

Insira o pen drive U SB na tomada U SB ou ligue Ligue o equipamento portátil (leitor MP3, … ) à
o dispositivo U SB à tomada U SB através de um tomada J ack através de um cabo de áudio (não
cabo adaptado (não fornecido). fornecido).

O sistema cria listas de reprodução (memória Regule em primeiro lugar o volume do seu
temporária) cujo tempo de criação pode equipamento portátil (nível elevado). Em
demorar desde alguns segundos a vários seguida, regule o volume do seu rádio. Escolher a fonte.
minutos na primeira ligação. O controle dos comandos é efetuado através do
Reduza o nú mero de arquivos que não sejam equipamento portátil.
A tecla SRC (fonte) dos comandos no
musicais e o nú mero de lista permite diminuir o
volante permite passar diretamente
tempo de espera.
para o suporte multimídia seguinte,
As listas de reprodução são atualizadas sempre
disponível se a fonte estiver ativada.
que a ignição é desligada ou ligação de uma
memória U SB. As listas são memorizadas: Pressione uma vez a tecla OK para
sem intervenção nas listas, o tempo de carga validar a seleção
seguinte será reduzido.

152
Á udio e Telemática

Informaçõ es e conselhos
O rádio reproduz os arquivos de áudio com a U tilize somente pen drives U SB em formato
O sistema também reproduz os leitores
extensão ".w ma, .aac,.flac,.ogg, .mp3" incluído FAT32 (File Allocation Table).
portáteis U SB de armazenamento, os
entre 32 K bps e 320 K bps.
Black Berry ® ou os dispositivos Apple ®
Suporta, igualmente, o modo VBR (Variable Bit
através das tomadas U SB. O cabo de
Rate). adaptação não é fornecido. O sistema não suporta a ligação
Q ualquer outro tipo de arquivo (.mp4,...) não é A gestão dos dispositivos é efetuada simultânea de dois aparelhos idênticos
reproduzido. através dos comandos do sistema de (dois pen drives ou dois leitores Apple ®)
Os arquivos ".w ma" deverão ser do tipo áudio. mas é possível ligar um pen Drive um
w ma 9 standard. Os outros dispositivos, não reconhecidos leitor Apple ® simultaneamente.
As frequências de amostragem suportadas são pelo sistema no momento da ligação,
11, 22, 44 e 48 K H z. devem ser ligados à tomada auxiliar
através de um cabo J ack (não fornecido).

É aconselhável redigir os nomes dos arquivos Recomenda-se a utilização do cabo


com menos de 20 carateres excluindo os U SB original do aparelho portátil.
carateres especiais (ex : " " ? . ; ù ) para evitar
problemas de reprodução ou de visualização.

.
153
Á udio e Telemática

Streaming áudio Bluetooth®


O streaming permite ouvir os arquivos de áudio
Q uando se encontrar ligado em
do telefone através dos altofalantes do veículo.
streaming, o telefone é considerado
como uma fonte multimídia.
Recomendamos que ative o modo
Ligue o telefone: consulte a seção " Telefone " e,
"Repetição" no dispositivo Bluetooth®.
em seguida, " Bluetooth® ".
Escolha o perfil "Á udio" ou "Todos".

Se a reprodução não começar automaticamente,


pode ser necessário iniciar a reprodução de
áudio a partir do telefone.

A pilotagem é efetuada através do dispositivo


ou utilizando as teclas a partir do rádio.

154
Á udio e Telemática

Ligação de leitores Apple®


As classificações disponíveis são as do
leitor portátil ligado (artistas / álbuns /
géneros / play lists / audiobook s /
podcasts).
A classificação utilizada é a
classificação por artista. Para modificar
a classificação utilizada, suba a
arborescência até ao primeiro nível e,
em seguida, selecione a classificação
Ligue o leitor Apple ® à U SB através de um cabo pretendida (play lists por exemplo) e
adaptado (não fornecido). valide para descer a arborescência até
A reprodução é iniciada automaticamente. à faixa pretendida.

O controle é efetuado através dos comandos do


sistema de áudio. A versão de softw are do rádio pode ser
incompatível com a geração do seu leitor
Apple ®.

.
155
Á udio e Telemática

Regulagens
Nível 1 Nível 2 Nível 3

Regulagens áudio

Regulagens áudio

Regulagens áudio

Seleção do tema

156
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários


Ambientes Escolher o ambiente sonoro.

Repartição Distribuição sonora segundo o sistema Ark amy s®.

Escolher o nível sonoro ou ativá-lo em função da


Regulagens Efeitos
velocidade do veículo.

Escolher a melodia e o volume do toque quando


Regulagens áudio Toques
o telefone toca.

Escolher o volume da voz e indicação dos nomes


Voz
das ruas

Validar Gravar as suas definições.

Regulagens Função permite interromper a visualização


luminosa.
Desligar a tela U ma pressão na tela reativa-o.

Regulagens
Após ter escolhido o ambiente, gravar o
Validar
parâmetro.
Temas

.
157
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2

Unidades

Definiçõ es de fábrica

Configuração Ajuste da data e da hora

Tela

158
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Comentários


Definir os parâmetros das unidades de
Unidades
visualização da distância, consumo e temperatura.
Regulagens
Selecionar o ou os dados escolhidos na lista e
Apagar dados
Página seguinte carregar em Suprimir.

Regulagens Configuraçõ es de fábrica Definir os parâmetros das regulagens de origem.


Sistema
Validar Gravar os parâmetros.

Regulagens

Página seguinte Validar Regular a data e hora e validar.

Hora/Data

Ativar a apresentação de texto automática


Regulagens

Página seguinte Ativar as animaçõ es Ativar ou desativar e, em seguida, validar.

Regulagem Tela
Validar

.
159
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2

Escolha do idioma

Configuração Calculadora

Calendário

160
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Comentários

Regulagens

Página seguinte Validar Selecionar o idioma e, em seguida, validar.

Idiomas

Regulagens

Página seguinte Selecionar a calculadora.

Calculadora

Regulagens

Página seguinte Selecionar o calendário.

Calendário

.
161
Á udio e Telemática

Regulagens de áudio
Pressione Regulagens para
A repartição (ou espacialização Á udio a bordo: o Sound Staging da
visualizar a primeira página.
graças ao sistema Ark amy s © ) do som Ark amy s © otimiza a distribuição do som
é um tratamento de áudio que permite no habitáculo.
Selecione " Regulagens áudio ". adaptar a qualidade sonora, em função
do nú mero de passagens no interior do
veículo.
Disponível apenas em configuração de Temas
Selecione " Ambientes " 6 altifalantes.
Pressione Regulagens para
visualizar a primeira página.
Ou As regulagens de áudio (" Ambientes ",
" Graves ", " Agudos " e " Loudness ") Selecione " Temas ".
" Repartição "
são diferentes e independentes para
cada fonte sonora.
As regulagens de "Balance" e de
Ou "Repartição" são comuns a todas as Selecione o universo gráfico na lista
" Efeitos " fontes. e, em seguida, " Valide ".

Ou - " Ambientes " (6 ambientes à escolha) A cada alteração de universo gráfico,


" Toques " - " Graves " o sistema efetua uma nova partida
- " Agudos " passando por uma tela preta.
- " Loudness " (Ativar/ Desativar)
- " Repartição " ("Condutor",
Ou "Todos os passageiros",
" Voz ". "Apenas à frente") Por motivos de segurança, só é possível
- " Retorno sonoro na tela táctil " proceder à mudança de universo gráfico
- " Volume em função da vel. do com o veículo parado.
veículo: " (Ativar/ Desativar)

162
Á udio e Telemática

Alterar os parâmetros do
sistema
Pressione Regulagens para Pressione Regulagens para Pressione Regulagens para
visualizar a primeira página. visualizar a primeira página. visualizar a primeira página.

Pressione a página seguinte. Pressione a página seguinte. Pressione a página seguinte.

Selecione " Regulagens Sistema ". Selecione " Regulagem Tela ". Selecione " Hora/Data " para alterar
o fuso horário, a sincronização no
GPS, a hora e o seu formato e depois
a data.
Selecione " Unidades " para alterar Ative ou desative: " Ativar
as unidades de distância, consumo e as animaçõ es" e " Ativar a Selecione " Línguas " para alterar o
temperatura. apresentação de texto automática". idioma.

Selecione " Apagar dados" para


apagar a lista dos ú ltimos destinos, Selecionar " Calculadora " para
os pontos de interesse pessoais, os exibir uma calculadora.
contatos da pasta.

Assinale a(s) regulagem(ns) e Selecione " Calendário " para exibir


selecione, em seguida, " Suprimir ". um calendário.

Selecione " Regulagens de fábrica "

.
para regressar às regulagens iniciais.

163
Á udio e Telemática

Serviços Conectados*
Nível 1 Nível 2 Nível 3

.* De acordo com a versão e/ ou país


164
Á udio e Telemática

Serviços Conectados*
Pressione Internet para mostrar a
primeira página.

.* De acordo com a versão e/ ou país .


165
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

Bluetooth® ( equipamentos)

Acompanhar consumos
Internet

166
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários

Procurar Iniciar procura de um dispositivo para conectar.

Serviços Iniciar ou interromper a conexão Bluetooth® do


Ligar / Desligar
Conectados dispositivo selecionado.
Importar os contatos do telefone selecionado
Página seguinte Atualizar
para os gravar no rádio.

Conexão Bluetooth Suprimir Suprimir o telefone selecionado.

Validar Gravar os parâmetros.

Serviços
Reinic
Conectados
Reinicializar o acompanhamento do consumo e,
Página seguinte em seguida, validar.
Validar
Taxa transfer.

.
167
Á udio e Telemática

MirrorLink ®*

Aplicaçõ es

Opcional conforme o Modo de veículo


smartphone e sistema de
exploração.

.* De acordo com a versão e/ ou país


168
Á udio e Telemática

Ligação smartphones Deve-se verificar que:


Pressione " MirrorLink ®"
para iniciar a aplicação do
MirrorLink ®
- o seu telefone celular é elegível,
sistema.
todavia para o tornar compatível
Por razões de segurança e porque "MirrorLink ®". Alguns fabricantes Abra o aplicativo no smartphone,
necessitar de uma atenção permanente lhe convidarão para baixar inicie a aplicação.
por parte do condutor, a utilização previamente uma aplicação
do smartphone é proibida durante a
específica.
condução.
- o iPhone ® não é elegível para Durante o procedimento, é
As utilizações devem ser feitas com o
veículo parado. utilização com o MirrorLink . U tilize apresentada uma tela com as
a aplicação "CarPlay ®" da Apple ® condições de utilização.
descrito adiante. Aceite para iniciar e finalizar a
A sincronização do smartphone conexão.
pessoal permite aos usuários visualizar
as aplicações adaptadas à tecnologia Por razões de segurança as aplicações O acesso às funções como "Fonte de áudio " ou
MirrorLink ® do smartphone pessoal na só podem ser consultadas com o veículo "Telefone " permanece operante à margem da
tela do veículo. parado interrompendo-se a sua exibição ativação do MirrorLink TM
Os princípios e as normas estão em a partir do momento em que se inicia o
permanente evolução, para conhecer movimento do veículo. Passe para a página inicial para retomar a tela
os modelos dos smartphones elegíveis, " MirrorLink ®".
visite a página da internet da CITROË N Q uando se liga o smartphone ao
do seu país. Selecione My CITROË N se sistema, recomenda-se o início do
estiver presente. Bluetooth ® do smartphone
e
Conectar o cabo U SB. O smartphone
está em modo de carga enquanto
A hora da central multimídia deve
estiver ligado pelo cabo U SB.
estar ajustada para garantir o bom
funcionamento do MirrorLink .

.
Pressione " Serviços conectados ",
a partir do sistema, para apresentar a
primeira página.

169
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

Connect-App

Modo veículo

Connect-App Comandos
Back
Modo veículo H ome

170
Á udio e Telemática

Nível1 Nível 2 Nível 3 Comentários

Acessar ou regressar à lista de aplicações


Connect-App telecarregadas previamente no seu smartphone
e adaptadas à tecnologia MirrorLink TM.

Serviços
conectados "Back ": abandonar a operação em curso,
apresentar uma arborescência.
Modo veículo Comandos
MirrorLink TM
"H ome": acessar ou regressar à página "Modo
veículo".
Connect-App

Acessar à primeira página dos "Serviços


conectados".

.
171
Áudio e Telemática

CarPlay®

172
Á udio e Telemática

Ligação smartphones
CarPlay ®
Por razões de segurança e porque necessita
A ligação do cabo U SB. O smartphone Reconhecimento de voz
está em modo de carga enquanto
de uma atenção permanente por parte do Pressione a extremidade do controlo de
estiver ligado pelo cabo U SB.
condutor, a utilização do smartphone é iluminação para iniciar o reconhecimento de voz
proibida durante a condução. do seu smartphone através do sistema.
Pressione "Telefone " para
As utilizações devem ser feitas com o
apresentar a interface CarPlay ®
veículo parado.

A sincronização do smartphone permite Ou


aos usuários apresentar as aplicações
adaptadas à tecnologia CarPlay ® do
Ligque o cabo U SB. O smartphone
smartphone na tela do veículo.
está em modo carga quando estiver
Os princípios e as normas estão em
ligado através do cabo U SB.
permanente evolução, é aconselhável
que atualize o sistema de exploração Pressione " Serviços conectados", a
do seu smartphone. partir do sistema, para apresentar a
Para conhecer os modelos dos página primária.
smartphones elegíveis, acesse ao
endereço Internet da marca do telefone Pressionar " CarPlay " para
do seu país. apresentar a interface CarPlay ®.

Por razões de segurança as aplicações Aquando do procedimento, são

.
apenas são consultáveis com o veículo apresentadas uma ou várias páginas-
parado, interrompendo-se a sua exibição a ecrãs sobre a associação de
partir do momento em que se inicia a marcha. determinadas funcionalidades.

173
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

174
Á udio e Telemática

Nível1 Nível 2 Nível 3 Comentários


Favoritos

Chamadas A função "Telefone" é colocada automaticamente


em comando vocal "Siri".
Telefone Contatos
Pressione "Apresentar os contatos" para acessar
Teclado aos menus do telefone.

Mensagens

Listas

Serviços Artistas Pressionar "Mú sica" para navegar e selecionar as


conectados faixas existentes no smartphone.
Mú sica Faixas
Pressionar "A ouvir" para acessar à faixa em
Apple CarPlay
® ®
Á lbuns reprodução.

Outro ...

A função "Mensagens" é colocada


automaticamente em comando vocal "Siri" para
Apresentar as
Mensagens indicar a mensagem e o destinatário.
mensagens
Pressionar "Apresentar as mensagens" para
acessar às mensagens.

Em reprodução Acessar à faixa em reprodução.

.
175
Á udio e Telemática

Telefone
Nível 1 Nível 2 Nível 3

Registo de chamadas

Contatos

176
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários


Todas chamadas

Chamadas recebidas

Telefone Chamadas efetuadas


Após efetuar as diferentes seleções, inicie a
Contatos
Registro de chamada.
chamadas Consultar
Lupa
Criar

Chamar

Arquivos endereço

N ova

Modificar

Eliminar
Consultar
Telefone Eliminar tudo Após efetuar as diferentes seleções, inicie a
Procurar contato chamada.
Contatos

Validar

Orientar para

Procurar contato

Chamar

.
177
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3

Bluetooth® ( dispositivos)

Telefone ligação Dispositivos detectados

Opçõ es Telefone

178
Á udio e Telemática

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Comentários

Procurar Iniciar a procura de um dispositivo para conectar.

Telefone ligação Iniciar ou interromper a conexão Bluetooth® do


Ligar Desligar
dispositivo selecionado.
Página seguinte Importar os contatos do telefone selecionado
Atualizar
para salvar no rádio.
Conexão Bluetooth
Suprimir Suprimir o telefone selecionado.

Validar Salvar os parâmetros.

Telefone Telefone

Página seguinte Dispositivos


Streaming Á udio Iniciar a procura de um dispositivo.
detectados
Procurar
equipamento Serviços Conectados

Desligar temporariamente o microfone para


Chamada em espera que o interlocutor não ouça a conversa com um
passageiro.
Importar os contatos do telefone selecionado
Telefone conexão Atualizar
para salvar no rádio.

Página seguinte Escolher a melodia e o volume do toque quando


Toques
o telefone toca.
Opçõ es Telefone Arquivos utilizadas ou disponíveis, percentagens
Estado memória de utilização da agenda interna e dos contatos em

.
Bluetooth®.

Validar Salvar os parâmetros

179
Á udio e Telemática

Emparelhar um telefone
Bluetooth®
Por motivos de segurança e porque
Procedimento a partir do sistema
necessitam de uma atenção sustentada Ative a função "Bluetooth®" do telefone e Selecione o nome do
por parte do condutor, as operações assegure-se que esta se encontra "visível para telefone escolhido na lista
de emparelhamento do telefone celular todos" (configuração do telefone). e, em seguida, " Validar ".
"Bluetooth®" ao sistema k it mãos-livres
do rádio, devem ser efetuadas com o Pressione " Telefone " para visualizar
veículo parado. a primeira página. Introduza um código com, no mínimo,
4 algarismos para a conexão e, em
seguida, " Validar ".
Procedimento ( simples) a partir Pressione a página seguinte.
do telefone Introduza o mesmo código no telefone e, em
N o menu Bluetooth® do seu dispositivo, seguida, aceite a conexão.
selecionar o nome do sistema na lista dos
aparelhos detectados. Selecione Conexão Bluetooth® .
O sistema propõe a conexão do telefone:
- em " Telefone " (k it mãos livres, somente
Introduzir no dispositivo um código com, no
telefone),
mínimo, 4 algarismos e validar.
Selecione " Procurar ". - em " Streaming Á udio " (streaming:
É visualizada a lista do(s) telefone(s) reprodução sem fio dos arquivos de áudio
Introduzir este mesmo código no
detectado(s). do telefone),
sistema, selecionar " OK " e validar.
- em " Serviços Conectados " (Serviços
conectados somente, se o seu telefone for
Em caso de falha, é aconselhável que compatível com a norma Bluetooth® Dial-
desative e, em seguida, reative a função U p N etw ork ing "DU N ".
Bluetooth® do seu telefone. Selecione um ou vários perfis e valide.

180
Á udio e Telemática

Ligação de um dispositivo
Bluetooth®
Nova ligação automática

Os serviços disponíveis estão Conforme o tipo de telefone, o Se este modo de ligação estiver ativado durante
dependentes da rede, do cartão SIM sistema solicita-lhe se aceita ou não a o procedimento de emparelhamento, ao ligar a
e da compatibilidade dos aparelhos transferência da sua lista. ignição, o ú ltimo telefone emparelhado é ligado
Bluetooth® utilizados. Verifique no automaticamente.
Se não for o caso, selecione
manual do seu telefone e junto do " Atualizar ". A ligação é confirmada pela visualização de
seu operador os serviços a que pode uma mensagem, assim como do nome do
acessar. telefone.
Ligação manual
Ao regressar ao veículo, se o ú ltimo telefone
A capacidade do sistema para ligar Pressione " Telefone " para visualizar
associado estiver novamente presente,
apenas um perfil depende do telefone. a primeira página.
é automaticamente reconhecido e nos
Os dois perfis podem ser ligados por
30 segundos seguintes à ligação da ignição o
padrão. Pressione a página seguinte.
emparelhamento realiza-se sem intervenção da
sua parte (Bluetooth® ativado).
Consulte w w w .citroen.com.br para obter Para alterar o perfil de ligação automático,
mais informações (compatibilidade, ajuda selecione o telefone na lista e, em seguida, o Selecione " Bluetooth® " para
complementar,...). parâmetro pretendido. visualizar a lista de dispositivos
O telefone reconhecido emparelhados.
aparece na lista. Selecione o dispositivo a ligar.

Pressione " Buscar dispositivo ".

Em função do seu equipamento, pode ser-lhe

.
solicitado que aceite a conexão automática
A ligação é confirmada pela visualização de
sempre que ligar a ignição.
uma mensagem, assim como do nome do
telefone.
181
Á udio e Telemática

Gestão dos telefones Receber uma chamada Efetuar uma chamada


emparelhados
U ma chamada recebida é anunciada por um
Esta função permite ligar ou desligar sinal sonoro e uma visualização sobreposta É desaconselhavel utilização do
um dispositivo, assim como eliminar na tela. telefone durante a condução do veículo.
um emparelhamento. Pressione brevemente a tecla TEL Estacione o veículo.
dos comandos no volante para Realize a chamada com a ajuda dos
Pressione " Telefone " para atender a chamada. comandos no volante.
visualizar a primeira página.
Pressione continuamente. Efetuar uma chamada para um
Pressione a página seguinte. nú mero novo
Pressione " Telefone" para visualizar
a tecla TEL dos comandos no a primeira página.
Selecione " Bluetooth® " para volante para recusar a chamada.
visualizar a lista de dispositivos Marque o nú mero através do teclado
emparelhados. numérico.
Ou
Selecione o dispositivo na lista. Pressione " Chamar " para iniciar a
Selecione " Desligar ". chamada.
Selecione " Buscar dispositivo "
Efetuar uma chamada para um
contato
Pressione " Telefone" para visualizar
Ou
a primeira página.
" Ligar / Desconectar " para iniciar
ou parar a conexão Bluetooth® do
dispositivo selecionado. Ou pressione continuamente

Ou
" Suprimir " par suprimir o a tecla TEL dos comandos no
emparelhamento. volante.

182
Á udio e Telemática

Gestão dos contatos/


arquivos
Selecione " Contatos ". Pressione " Telefone" para visualizar Selecione " Estado memória " para
a primeira página. consultar o nú mero de arquivos
utilizadas, disponíveis, ...
Selecione o contato na lista proposta. Selecione " Contatos ".

Selecione " Chamar ".


Selecione " Criar contato ".

Efetuar uma chamada para um


dos ú ltimos nú meros marcados Selecione " Criar " para adicionar um
novo contato.
Pressione " Telefone" para visualizar
a primeira página.
Ou
" Modificar " para corrigir o contato
Selecione " Registo de chamadas ". selecionado.

Ou
Selecione o contato na lista proposta. " Suprimir " para suprimir o contato
selecionado.
É sempre possível efetuar uma
chamada diretamente a partir do
Ou
telefone; estacione o veículo como
medida de segurança. " Suprimir tudo " para suprimir

.
todas as informações do contato
selecionado.

183
Á udio e Telemática

Q uestões frequentes
A tabela apresentada em seguida agrupa as respostas às questões mais frequentemente colocadas relativamente ao seu rádio.

Navegação
QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO
O cálculo do itinerário não Os critérios de orientação talvez estejam em contradição com a Verificar os critérios de orientação no menu
é concluído. localização atual (exclusão das estradas com pedágios em uma N avegação.
auto-estrada com pedágios).

Os POI não são Os POI não foram selecionados. Selecione os POI na lista dos POI.
apresentados.

O alerta sonoro das Z onas O alerta sonoro não está ativo. Ativar o alerta sonoro N avegação.
com riscos não funciona.

O sistema não propõe um Os critérios de orientação não levam em consideração as Selecione a função "Info. tráfego" na lista dos
desvio de um incidente no informações TMC. critérios de orientação.
percurso.

Recebi um alerta para uma Fora da orientação, o sistema anuncia todas as Z onas com riscos Faça zoom no mapa para visualizar a posição
Z ona de risco que não está posicionadas em um cone situado em frente ao veículo. Pode exata da Z ona de Risco. Selecione "N o itinerário"
no meu percurso. alertar para as Z onas com riscos situadas nas estradas próximas para deixar de ser alertado fora da orientação ou
ou paralelas. diminuir o atraso do anú ncio.

184
Á udio e Telemática

QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO


Determinados engarrafa- N a partida, o sistema demora alguns minutos a captar as informações Aguarde que as informações de trânsito sejam
mentos no itinerário não de trânsito. bem recebidas (apresentação no mapa das
são indicados em tempo ícones de informações de trânsito).
real.
Os filtros estão demasiado restritos. Modifique as regulagens "Filtro geográfico".

Em determinados países, apenas são apresentadas as informações Este fenómeno é normal. O sistema depende das
de trânsito para as grandes vias (auto-estradas). informações de trânsito disponíveis.

N ão é apresentada a Ao efetuar a partida, a inicialização do GPS pode demorar até Aguarde a inicialização completa do sistema
altitude. 3 minutos para captar corretamente mais de 4 satélites. para que a cobertura de GPS seja pelo menos
4 satélites.

Conforme o ambiente geográfico (tú nel, ...) ou as condições Este fenômeno é normal. O sistema depende das
atmosféricas, as condições de recepção do sinal GPS podem variar. condições de recepção do sinal GPS.

.
185
Á udio e Telemática

Rádio
QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO
A qualidade de recepção da O veículo está demasiado afastado do emissor da estação ouvida Ative a função "RDS" através do menu de atalho
estação de rádio degrada- ou não está presente nenhuma estação na zona geográfica para permitir ao sistema verificar se existe na
se progressivamente ou atravessada. zona geográfica uma estação mais potente.
as estações memorizadas
não funcionam (sem som,
é apresentado 87,5 Mhz...). O ambiente exterior (colinas, prédios, tú neis, estacionamentos Este fenômeno é normal e não constitui qualquer
subterrâneos...) pode bloquear a recepção, incluindo o modo de avaria do rádio.
acompanhamento RDS.
A antena não existe ou foi danificada (por exemplo, durante uma Solicite a verificação da antena pela Rede
passagem na estação de lavagem ou em um estacionamento CITROË N .
subterrâneo).
N ão encontro algumas A estação já não é captada ou o respectivo nome foi alterado na
estações de rádio na lista lista.
das estações captadas.
Algumas estações de rádio enviam outras informações em vez do
respectivo nome (título da mú sica, por exemplo).
O sistema interpreta estes dados como o nome da estação.
O nome da estação de
rádio é alterado.

186
Á udio e Telemática

Multimídia
QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO
A reprodução do meu Alguns arquivos fornecidos com o pendrive podem atrasar Elimine os arquivos fornecidos com o pendrive e
pendrive U SB demora substancialmente a reprodução (multiplicar por 10 o tempo de limitar o nú mero de sub-pastas na arborescência
um tempo excessivo até catálogo). da chave.
ser iniciada (cerca de 2 a
3 minutos).
Q uando ligo o meu IPhone Q uando o iPhone se ligar automaticamente como telefone, força a Desligue e, em seguida, ligue novamente a
como telefone e à tomada função streaming. A função streaming sobrepõe-se à função U SB ligação U SB (a função U SB irá sobrepor-se à
U SB simultaneamente, que deixa de poder ser utilizável. H á uma passagem do tempo da função streaming).
deixo de poder ler os faixa que está sendo lida sem som na fonte dos leitores Apple.
arquivos de mú sica.

Determinados carateres O sistema de áudio não consegue tratar determinados tipos de U tilize carateres padrão para atribuir o nome das
das informações do carater. faixas e as listas.
suporte em reprodução
não são apresentados
corretamente.

N ão é possível iniciar a O dispositivo ligado não permite iniciar automaticamente a Inicie a reprodução a partir do dispositivo.
reprodução dos arquivos reprodução.
em streaming.

Os nomes das faixas e a O perfil Bluetooth® não permite transferir estas informações.
duração de reprodução

.
não são apresentadas na
tela em streaming audio.

187
Á udio e Telemática

Regulagens
QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO
Ao modificar a regulagem A escolha de um ambiente impõe a regulagem dos agudos e dos Modifique a regulagem dos agudos e dos
de agudos e graves, o graves. graves ou a regulagem do ambiente para obter o
ambiente deixa de estar É impossível alterar um sem alterar o outro. ambiente sonoro pretendido.
selecionado.

Ao modificar o ambiente,
as regulagens de agudos
e graves são repostas a
zero.

Ao modificar a regulagem A escolha de uma repartição implica a regulagem do balanço. Modifique a regulagem do balanço ou a
do balanço, a repartição N ão é possível alterar um sem o outro. regulagem da repartição para obter o ambiente
deixa de estar selecionada. sonoro pretendido.

Ao modificar a repartição,
a regulagem do balanço
deixa de estar selecionada.

188
Á udio e Telemática

QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO


Existe uma diferença Para permitir uma qualidade de som ideal, as regulagens áudio Verifique se as regulagens áudio Volume, Graves,
acentuada na qualidade (Volume, Graves, Agudos, Ambiência, Intensidade sonora) podem Agudos, Ambiência, Intensidade sonora estão
sonora entre as diferentes ser adaptadas às diferentes fontes sonoras, o que pode provocar adaptadas às fontes em execução. Recomenda-
fontes de áudio. diferenças audíveis quando se muda de fonte. se que regule as funções áudio Graves, Agudos,
Balanço Fr-Tr, Balanço Esq-Dir para a posição
intermediária, que selecione o ambiente musical
"Linear", que regule a correção loudness para a
posição "Inativo" em modo rádio.

Com o motor desligado, o Q uando o motor é desligado, o tempo de funcionamento do sistema Coloque o motor do veículo em funcionamento a
sistema para após alguns depende do nível da carga da bateria. fim de aumentar a carga da bateria.
minutos de utilização. A parada é normal: o sistema é colocado em modo de economia e é
desligado para conservar a bateria do veículo.

.
189
Á udio e Telemática

Telefone
QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO
N ão é possível ligar o É possível que o Bluetooth® do telefone esteja desativado ou que o - Verifique se o Bluetooth® do telefone está
telefone com Bluetooth. aparelho não esteja visível. ativado.
- Verifique nos parâmetros do telefone que
este se encontra com a definição "Visível
para todos".

O telefone Bluetooth® não é compatível com o sistema. Pode verificar a compatibilidade do seu telefone
em w w w .citroen.com.br (serviços)

O som do telefone ligado O som depende do sistema e do telefone. Aumente o volume do rádio, eventualmente até
por Bluetooth® é inaudível. ao máximo e aumente o som do telefone se
necessário.

O ruído ambiente influencia a qualidade da comunicação telefônica. Reduzir o ruído ambiente (feche as janelas,
diminua a ventilação,...).

Determinados contatos As opções de sincronização dos contatos propõem a sincronização dos Selecione "Ver os contatos do cartão SIM" ou
aparecem em duplicado contatos do cartão SIM, os contatos do telefone ou ambos. Q uando "Ver os contatos do telefone".
na lista. as duas sincronizações se encontrarem selecionadas, é possível que
determinados contatos sejam apresentados em duplicado.

Os contatos não se Determinados telefones propõem opções de visualização. Conforme Modifique os parâmetros de visualização da lista
encontram classificados os parâmetros escolhidos, os contatos podem ser transferidos para do telefone.
por ordem alfabética. uma ordem específica.

O sistema não recebe O modo Bluetooth® não permite transmitir SMS ao sistema.
SMS

190
Rádio RD6 - K IT MÃOS LIVRES*

Por razões de segurança, o condutor deve efetuar as


operações que necessitem de uma atenção especial com Í NDICE
o veículo parado.
O Rádio só funciona com a ignição na posição acessórios.
01 Primeiros passos p. 192
02 Rádio p. 193
03 Á udio p. 196
04 Telefonar p. 201
05 Regulagens de áudio p. 207
06 Configuração p. 208
07 Comandos no volante p. 209
Este equipamento opera em caráter secundário, isto é,
não tem direito à proteção contra interferência prejudicial, Questõ es frequentes p. 210
mesmo de estações do mesmo tipo, e não pode causar
interferência a sistemas operando em caráter primário.

* De acordo com a versão e/ ou país


191
01 PRIMEIROS PASSOS
Acesso ao menu geral. Procura automática da estação
Seleção da fonte: de rádio memorizada ou faixa
- FM1, FM2, AM, AU X , Regulagem das opções de de MP3 ou navegação em
áudio: Apresentação da lista das
Streaming. estações captadas, das uma lista.
- aceitar uma chamada ambientes sonoros, agudos, faixas ou das listas U SB. Rádio: Pressão longa:
Pressão longa: graves, loudness, distribuição, memorização de uma estação.
- acesso ao registro de balanço esquerda / direita, Pressão contínua:
chamadas do telefone balanço frente / trás, volume atualização da lista das "U P" aceita uma ligação.
estações captadas. Ajuste volume
conectado. automático. "DOW N " recusa uma ligação.

Entrada Auxiliar
(AU X ).

Muda o modo de
Ligar/ Desligar e apresentação
ajuste do volume.

Conformação ou Play / Procura automática da rádio de frequência Procura automática da Botão [ RDM] Seleção da estação de rádio
Pause inferior/ superior. estação de rádio memo- • Selecionar a memorizada.
Seleção da faixa U SB anterior/ seguinte. rizada ou faixa de MP3 ou reprodução aleatória. Rádio: pressão contínua:
navegação em uma lista. memorização de uma estação.
N avegação numa lista. Botão [ RPT]
"DOW N " recusa uma Fora de rádio: visualizar os
Pressão contínua: avanço / retrocesso ligação. • Selecionar a
rápido. reprodução em repetição. capítulos correspondentes.
192
02 RÁ DIO
RÁ DIO
O ambiente exterior (colinas, prédios, tú neis, estacionamentos subterrâneos...) pode bloquear a recepção, incluindo o modo de seguimento
RDS. Este fenômeno é normal na propagação das ondas de rádio e não traduz, em caso algum, uma avaria do rádio.

MEMORIZAR E SELECIONAR UMA ESTAÇÃO GERIR A LISTA

1
Efetue pressões sucessivas em Efetue uma pressão contínua em
SRC/TEL e selecione uma gama de LIST para construir ou atualizar a lista
onda FM1, FM2 ou AM. de estações, a recepção de áudio é
interrompida momentaneamente.

1
2 Pressione LIST para apresentar a lista
Efetue uma pressão longa sobre uma das estaç es captadas classificadas por
tecla para memorizar a estação ouvida. ordem alfabética.
O nome da estação é visualizado e um
sinal sonoro valida a memorização.

2
Selecione a rádio pretendida e, em
Pressione sobre uma tecla para escutar seguida, valide através de "OK ".
a estação memorizada correspondente.

3
Pressionar "UP" / "DOW N" para
percorrer a lista.

193
02 RÁ DIO

OBTER UMA FREQUÊ NCIA MANUALMENTE

1
Pressionar continuamente [ p] ou [ q]
(2 seg.) para busca automática de uma
estação.

2
Pressionar brevemente [ p] ou [ q] para
sintonizar manualmente uma estação.

194
02 RÁ DIO
OUVIR AS MENSAGENS TA* VISUALIZAR AS INFOS TEXT*

nção n ncios de tr fico torna priorit ria a a dição As infos text são informações transmitidas pela estação de rádio e
das mensa ens de alerta ara ficar ativa esta nção relativas a emissão da estação ou da mú sica, em execução.
necessita da recepção correta de uma estação de rádio que
emita este tipo de mensagens. Assim que for emitida uma info de
trânsito, a fonte multimídia em curso (Rádio, CD, J uk ebox, ...) é
interrompido automaticamente para difundir a mensagem TA* . A 1
audição normal da fonte multimídia é retomada após a emissão Pressione o botão DISP para alterar
as informações da rádio(quando
da mensagem. disponíveis), apresentação da tela e
temperatura externa.
1 Pressionar MENU, selecionar "Rádio",
depois, marcar ou desmarcar "TA"
para ativar ou desativar a recepção das
mensagens de tráfego.

2
Efetuar uma pressão longa sobre a tecla
MENU.

3 Pressione uma das teclas


até aparecer TA para ativar
ou desativar a recepção das
mensagens de tráfego.

4
Pressionando uma das teclas, na parte
inferior da tela, o ícone "TA" estará
visível enquanto a função estiver ativa.
* De acordo com a versão e/ ou país
195
03 Á UDIO
USB*

INFORMAÇÕ ES E RECOMENDAÇÕ ES

Memória U SB (1.1, 1.2 e 2.0) ou iPod® de geração 5 ou superior: O leitor de U SB pode ler até 1700 arquivos MP3 distribuídos por 6
- as memórias U SB deverão ser formatadas em FAT ou FAT 32 níveis de diretórios, no máximo. N o entanto, é recomendável que se
(N TFS não suportada), limite a dois níveis para reduzir o tempo de acesso a leitura do U SB.
- o cabo do Ipod® é indispensável, Durante a leitura, o menu das pastas não é respeitada.
- a navegação na base do arquivo é efetuada através dos
comandos no volante,ou dos botões do rádio,
- o softw are iPod deverá ser atualizado regularmente para uma
melhor ligação. ão li e discos rí idos na tomada ode danificar o se
equipamento.

Outros leitores iPod® de gerações anteriores e leitores utilizam o


protocolo MTP* :
- leitura com auxílio de um cabo (não fornecido) através da
entrada auxiliar,
- a navegação na base do arquivo é efetuada a partir do aparelho
portátil.

As playl ists aceitos em MP3, iPod e ligação U SB são de tipo ".m3u" e


".w pl".
O nú mero de arquivos reconhecido encontra-se limitado para 5 000
em 500 listas em 8 níveis máximos.

* De acordo com a versão e/ ou país


196
03 Á UDIO
USB 1

Para ouvir uma memória U SB já inserida,


OUVIR UMA COMPILAÇÃO pressione sucessivamente o botão SRC
e selecione "USB".

2
Introduza uma memória U SB.

Pressione um dos botões para


selecionar a faixa anterior ou seguinte.

O sistema constitui as listas de leitura (memória temporária) cujo


tempo de concepção pode demorar entre alguns segundos e vários 3
minutos.
As listas de leitura são atualizadas de cada vez que a ignição é Pressione uma das teclas para selecionar a lista
desligada ou durante a ligação de uma memória U SB. anterior o se inte em nção da classificação
A leitura é iniciada automaticamente passado um espaço de tempo escolhida. Ao trocar a lista ou pasta, o nome da
que depende da capacidade da memória U SB. lista po pasta aparecerá por 2 segundos antes de
aparecer o nome da mú sica

4
ando or li ada pela primeira ve a classificação
proposta ma classificação por pasta as li aç es
se intes conservado o sistema de classificação Mantenha uma das teclas pressionadas
escolhido previamente. para um avanço ou retrocesso rápido.

197
03 Á UDIO
5 9
Pressionar LIST para apresentar a lista
Pressione LIST para apresentar a lista de mú sicas.
das pastas da compilação.

10
6 U ma pressão contínua em LIST
Selecionar uma linha na lista. para apresentar a lista de critérios.

Para escolher a pista / mú sica, pressione 11 Pressione "UP / DOW N" para
uma das teclas "UP / DOW N". escolher os critérios de seleção
entre pastas / playl ist / gênero /
artistas

Para mudar de pasta, deve pressionar


"U P" até o 1º item da lista e em seguida
use as teclas "t " ou " u" para escolher
a pasta na lista e pressione "OK ".

- Por Pastas (CD ou U SB): totalidade dos dossiês com arquivos


8 de dio recon ecidos pelo peri rico classificados por ordem
Escolher o modo de reprodução: alfabética sem respeitar a lista.
Modo Aleatório: - Por Artista (apenas U SB): totalidade dos nomes de artistas
Pressionar o botão "RDM". definidos nas I a classificados por ordem al a tica
ModoRepetição: - Por Gê nero apenas totalidade dos neros definidos nas
Pressionar o botão "RPT". ID3 Tag.
- Por Play list (CD ou U SB): conforme as playl ists registradas.

198
03 Á UDIO
IPOD® ou LEITOR PORTÁ TIL*

Os arquivos de áudio de um leitor portátil Mass A entrada auxiliar, permite ligar um equipamento portátil (leitor Mp3).
Storage* * podem ser ouvidos através dos altofalantes
do veículo através de uma ligação na tomada U SB
(cabo não fornecido).
N ão ligue o mesmo equipamento através da tomada U SB e da
tomada auxiliar ao mesmo tempo.

O controle do periférico é efetuado através dos comandos do


sistema de áudio, consultar o parágrafo "USB".
1
Ligue o equipamento portátil
O softw are iPod® deverá ser atualizado regularmente para (leitor MP3… ) à tomada auxiliar
uma melhor ligação. através de um cabo adaptado
não fornecido.

s listas de leit ra são as definidas no i od®.

O iPod® deverá ser da geração 4 ou superior. 2 Pressione sucessivamente a tecla SRC e


selecione AUX.

* De acordo com a versão e/ ou país


Verifi e no man al do se leitor
199
03 Á UDIO
STREAMING - LEITURA DE ARQUIVOS Á UDIO ATRAVÉ S DE BLUETOOTH® *

CONFORME A COMPATIBILIDADE DO TELEFONE Em determinados casos, a leitura dos arquivos de áudio deverá
ser iniciada a partir do telefone.

O streaming permite ouvir arquivos musicais do telefone através A qualidade de audição depende da qualidade de emissão do
dos altofalantes do veículo. telefone.
tele one dever sa er erir os perfis l etoot ® adequados
erfis 2 V C

Ligue o telefone: ver capítulo TELEFON AR.

2
Ative a fonte streaming através de SRC/
TEL. A pilotagem da leitura é efetuada
através dos comandos do rádio. As
informações contextuais podem ser
apresentadas na tela.

* De acordo com a versão e/ ou país


200
04 TELEFONAR
EMPARELHAR UM TELEFONE/PRIMEIRA LIGAÇÃO

Os serviços oferecidos dependem da rede, do cartão SIM e da compatibilidade com os aparelhos Bluetooth® utilizados.
Verifi e no man al do se tele one e nto do se operador os serviços aos ais tem acesso

Por motivos de segurança e porque necessitam de uma atenção particular por parte do condutor, as operações de emparelhamento do telefone
celular Bluetooth® ao sistema mãos-livres Bluetooth® do seu rádio devem ser efetuadas com o veículo parado e com a ignição ligada.

Acesse a w w w .citroen.com.br para mais informações (compatibilidade, ajuda complementar, ...).

N ão é possível emparelhar mais de 5 telefones. Pressione MENU 3


(pressão longa) e em seguida use as teclas "t " ou " u" para
selecionar "Emparelhar" e confirme pressionando OK . Se já
estiverem emparelhados 5 telefones, selecione o telefone a rejeitar
através de "UP" / "DOW N" e selecione "Suprimir" (consulte o
parágrafo "Gestão das ligações"). Selecione "Procurar".

1 4
Ative a função Bluetooth® do telefone e assegure-se
de que este se encontra visível para todos (consulte É apresentada uma janela com "Procurando".
as instruções do telefone).

2 5
N a lista, selecione o telefone a
Pressione MENU e, em seguida, emparelhar e valide através de "OK ".
selecione "Emparelhar". N ão é possível emparelhar mais que
um telefone de cada vez.

201
04 TELEFONAR
8

Em determinados casos, pode ser apresentado o endereço


Bluetooth® em vez do nome do telefone. Aceite a ligação ao telefone.

6
9

apresentada ma mensa em na tela para confirmar o s cesso da


Q uando Telefone é selecionado, em sua tela aparece um código de ligação.
pareamento. N o rádio, utilize o botão de Regulagem de volume para
selecionar o nú mero, em seguida use um das teclas "t " ou " u" para
inserir o próximo. Q uando o ú ltimo dígito é inserido, valide com "OK ".

7
O emparelhamento pode ser iniciado também a partir do telefone,
É apresentada uma mensagem na tela do telefone: procurando os equipamentos Bluetooth® detectados.
introduza este mesmo código e valide.

lista e o re istro de c amadas ficam acessíveis ap s o período de


sincronização (se o telefone for compatível).
li ação a tom tica dever ser confi rada no tele one para permitir
Em caso de falha, o nú mero de tentativas é ilimitado. a ligação em cada partida do veículo.
Todo este procedimento deve ser realizado em até 30 segundos, após
este tempo reiniciar passos.

202
04 TELEFONAR
GESTÃO DAS LIGAÇÕ ES

1 3
Pressione MENU, depois, selecione
"Escolher".
Selecione um telefone e valide "OK ".

4 Em seguida, selecione ou anule a


seleção:

É apresentada a lista dos telefones emparelhados. - Conexão para conectar telefone.

"OK " permite confirmar a escol a


Selecionar "Suprimir" para
eliminar o emparelhamento.

Indica o pareamento com telefone.

Indica a escolha da fonte streaming..

203
04 TELEFONAR
PASSAR UMA CHAMADA - Ú LTIMOS NÚ MEROS MARCADOS*

1 3

U ma pressão contínua em SRC/TEL Página anterior ou seguinte do registro


apresenta o registro de chamadas. de chamadas.

Para acessar ao Registro de Chamadas, é também possível 4


pressionando MENU, selecionar Histor, quando o telefone estiver
pareado e conectado.
"OK " inicia a chamada.
2

N avegação na lista de chamadas.

O registro de chamadas engloba as chamadas emitidas e recebidas


a partir do veículo em associação com o telefone ligado.
É possível passar uma chamada diretamente a partir do telefone,
estacione o veículo por medida de segurança.

* Conforme a compatibilidade do telefone.


204
04 TELEFONAR
PASSAR UMA CHAMADA - A PARTIR DA LISTA RECEBER UMA CHAMADA

1 1
U ma chamada recebida é anunciada por um sinal sonoro e uma
Pressionar MENU, selecionar visualização sobreposta na tela.
"Telefone".

2
Pressionar "UP" para selecionar
2 "SIM" e aceitar a chamada
Selecionar o nú mero pretendido e ou
confirmar
Selecionar "DOW N" para selecionar
"OK " para efetuar a chamada. "NÃO" e recusar a chamada.

205
04 TELEFONAR
GESTÃO DAS CHAMADAS

1a 1c MODO COMBINADO
DESLIGAR
(para sair do veículo sem interromper a comunicação)

Durante a chamada, pressione o botão


Pressionar o tecla " q" para terminar SRC para ver o menu de chamada.
uma chamada. Pressione a tecla [ t] ou [ u] para
selecionar m item de confi ração
MICRO - TEL MODE - SW ITCH
Selecione “ TEL MODE” no menu de
Pressionar continuamente SRC/TEL chamada.
termina também a chamada. Pressione a tecla [ p] ou [ q] para
selecionar: ON / OFF.
• Após 0,5 segundos, a seleção é
confirmada a tomaticamente
1b SEGREDO - MUDO
(para que o correspondente deixe de ouvir)

Durante a chamada, pressione o botão Em determinados casos, o modo combinado deverá ser ativado a
SRC para ver o menu de chamada. partir do telefone.
Pressione a tecla [ t] ou [ u] para A ligação Bluetooth® será reativada automaticamente se a ignição
selecionar m item de confi ração for desligada e ligada novamente (conforme a compatibilidade do
MICRO - TEL MODE - SW ITCH telefone).
Selecione “ MICRO” no menu de
chamada.
Pressione a tecla [ p] ou [ q] para
selecionar: ON / OFF. Após 0,5
se ndos a seleção confirmada
automaticamente.

206
05 REGULAGENS DE Á UDIO
1 A distribuição do som é um tratamento de áudio que permite
melhorar a qualidade sonora em função da regulagem escolhida,
Pressione para apresentar o menu correspondente a posição dos ouvintes no veículo.
das regulagens de áudio.

As regulagens de áudio AMBIEN TE, AGU DOS e GRAVES são


Pressione uma das teclas [ t] ou [ u] diferentes e independentes para cada fonte sonora.
para passar a regulagem seguinte.

2
As regulagens disponíveis são:
- AMBIEN TE: GRAVES, AGU DOS e LOU DN ESS.
- EQ U ESQ / D (equilíbrio esquerda/ direita), EQ U FR/ R (equilíbrio
dianteiro/ traseiro).
- REPART SOM (condutor ou passageiro).
- VOLU ME AU TO.

207
06 CONFIGURAÇÃO
REGULAR VISUALIZAÇÃO e IDIOMA*

1 2c Pressione uma das teclas [ p] ou [ q]


Pressione continuamente o botão para a star a definição
[ MENU] .
Em seguida, pressione a tecla [ t] ou [ u]
para selecionar os itens de confi ração SCROLL: ON/OFF
do sistema.
p s concl ir a confi ração pressione
o botão [ MENU] para voltar ao modo
anterior.
2a Pressione uma das teclas [ p] ou [ q]
para a star a definição

IDIOMA: INGLÊ S / ESPANHOL /


PORTUGUÊ S / FRANCÊ S

p s concl ir a confi ração pressione


o botão [ MENU] para voltar ao modo
anterior.

2b Pressione uma das teclas [ p] ou [ q]


para a star a definição

TMP.UNIT: CELSIUS/FAHR

p s concl ir a confi ração pressione


o botão [ MENU] para voltar ao modo
anterior.

* De acordo com a versão e/ ou país


208
07 COMANDOS NO VOLANTE

Rádio: seleção da estação Rádio: procura automática de


memorizada anterior/ seguinte. frequência inferior.
Mídia: seleção do gênero / artista / Multimídia: seleção da área
repert rio da lista de classificação anterior.
Seleção do elemento anterior/ Multimádia, pressão contínua:
seguinte no menu. retrocesso rápido.
Salto na lista.

Rádio: procura automática da Aumento do volume.


frequência superior.
Multimídia: seleção da área
seguinte.
Multimádia, pressão contínua:
avanço rápido. Diminuição do volume
Salto na lista.

Alteração de fonte sonora. Silêncio: desligar o som através de


Validação de uma seleção. pressão simultânea nas teclas de
aumento e diminuição do volume.
Atender/ desligar o telefone.
Reativação do som: através da
Pressão de mais de 2 segundos: pressão em uma das teclas do
acesso ao menu do telefone. volume.

209
QUESTÕ ES FREQUENTES
As tabelas abaixo apresentadas agrupam as respostas as questões colocadas com maior frequência.

QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO


Existe uma diferença Para permitir uma qualidade de som ideal, as regulagens áudio (Volume, Verifi e se as re la ens de dio Vol me
acentuada na qualidade graves, agudos, ambiente, Loudness) podem ser adaptadas as diferentes Graves, Agudos, Ambiente, Loudness) estão
sonora entre as diferentes fontes sonoras, o que pode provocar diferenças audíveis quando se muda adaptadas as fontes utilizadas. Recomenda-se que
fontes de áudio (rádio, de fonte (rádio, U SB...). regule as funções áudio (grave, agudos, balanço
U SB...). FR/ TR, balanço esquerda/ direita) para a posição
intermediária, selecione o ambiente musical,
regule a correção loudness para a posição "Ativo"
no modo U SB e na posição "Inativo" em modo
rádio.

Ao alterar a regulagem A escolha de um tipo de ambiente impõe a regulagem dos agudos e graves. odifi e a re la em dos a dos e raves o
dos agudos e graves, a odificar m sem o o tro apenas possível n m am iente personali ado a regulagem de ambiente para obter o ambiente
seleção de ambiente é sonoro pretendido.
removida.
Ao alterar o ambiente, as
regulagens dos agudos
e graves são repostas a
zeros.

Ao alterar a regulagem A escolha de uma distribuição "condutor" impõe a regulagem dos balanços. odifi e a re la em dos alanços o a
dos balanços, a regulagem da distribuição para obter o ambiente
distribuição deixa de ser sonoro pretendido.
selecionada.

210
QUESTÕ ES FREQUENTES
QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO
A qualidade de O veículo está demasiado afastado do emissor da estação ouvida ou não Ative a função RDS e inicie uma nova procura
recepção da estação est presente al er estação emissora presente na ona eo r fica da estação para permitir ao sistema verificar se
de rádio degrada-se atravessada. a estação emissora mais potente existe na zona
progressivamente ou as eo r fica
estações memorizadas
não funcionam (sem
som, é apresentado O ambiente exterior (colinas, prédios, tú neis, estacionamentos Este fenômeno é normal na propagação das ondas
87,5 Mhz...). subterrâneos...) pode bloquear a recepção, incluindo o modo de de rádio e não constitui qualquer avaria do rádio.
acompanhamento RDS.

antena não existe o oi danificada por exemplo d rante ma passa em olicite a verificação da antena pela ede de
em um lava-jato ou em um estacionamento subterrâneo). concessionárias CITROË N .

Cortes de som de 1 a 2 O sistema RDS pesquisa durante este breve corte de som uma eventual Desative a função RDS se o fenômeno for
segundos em modo rádio. frequência que permite uma melhor recepção da estação. demasiado frequente e sempre no mesmo
percurso.

O anú ncio de tráfego TA é A estação de rádio não difunde informações de tráfego. Selecione uma estação de rádio que transmita
apresentado. N ão recebo informações de tráfego.
informações de tráfego.

N ão é possível encontrar A gama de onda selecionada não é a correta. Pressione a tecla SRC/ TEL para encontrar a
as estações memorizadas gama de onda (FM1 ou FM2) onde se encontram
(sem som, é apresentado memorizadas as estações.
87,5 Mhz...).

211
QUESTÕ ES FREQUENTES
QUESTÃO RESPOSTA SOLUÇÃO
A ligação Bluetooth® é nível de car a da ateria do peri rico pode ser ins ficiente Recarregue a bateria do equipamento periférico.
cortada.
A mensagem "Erro A memória U SB não é reconhecida. Formate a memória.
U SB" ou "U SB não A memória pode encontrar-se corrompida.
reconhecido" é
apresentada na tela.

U m telefone é ligado A ligação automática é prioritária relativamente as ligações manuais. odifi e as re la ens do tele one para eliminar
automaticamente ao a ligação automática.
desligar outro telefone.

O iPod não é reconhecido O iPod é de uma geração incompatível com a ligação U SB.
durante a ligação a
tomada U SB.

O disco rígido ou Determinados discos rígidos ou periféricos necessitam de uma alimentação Ligue o periférico a uma tomada elétrica, a tomada
periférico não é elétrica superior que o rádio fornece. 12V ou a uma alimentação externa.
reconhecido durante a Atenção: assegure-se que o periférico não
ligação a tomada U SB. transmite uma tensão superior a 5V (risco de
destruição do sistema).

Em leitura streaming, l ns tele ones dão prioridade a li ação do perfil mãos livres Elimine a li ação do perfil mãos livres para
o som desliga-se melhorar a leitura streaming.
momentaneamente.

Com o motor desligado, Q uando o motor é desligado, o tempo de funcionamento do rádio depende Coloque o motor do veículo em funcionamento
o rádio desliga-se após da carga da bateria. para aumentar a carga da bateria.
alguns minutos de A parada é normal: o rádio é colocado em modo de economia e é desligado
utilização. para conservar a bateria do veículo.

212
Í NDICE VISUAL

EXTERIOR

Comandos do limpador traseiro ......... 57

Chave com telecomando ...............42-44


- abertura / fechamento Troca das lâmpadas ..................101-103
- proteção antifurto - lanterna traseira
Porta-malas ........................................ 50
- partida - 3° luz de freio
- abertura / fechamento
- bateria - luzes da placa
- comando de emergência
Troca de uma roda ........................96-99
- ferramentas
Acessórios ........................................ 117 - desmontagem / montagem
Para-brisa Z enith .................................. 6

Ajuda de estacionamento ................... 89


Retrovisores externos......................... 40 Reboque do veículo.......................... 117

Comandos limpa-vidros .................56-57


Reservatório de combustível .............. 51
Troca palheta dos limpa-vidros ... 58,115

Portas ............................................47-48
- abertura / fechamento
Comandos dos faróis.....................53-55 - bloqueio centralizado
- comando de emergência
Troca das lâmpadas ..................100-101
- faróis dianteiros Assistência a frenagem ...................... 72 Alarme ................................................ 49
- luzes diurnas Pressão dos pneus ....................122-123 Elevadores de vidros .......................... 45
- faróis de neblina Rodízio dos pneus .............................. 99

213
Í NDICE VISUAL

INTERIOR

Assentos dianteiros .......................37-38


Assentos traseiros .............................. 39

Airbags ..........................................76-77

Equipamentos do porta-malas.......64-65
- bandeja traseira
anc os de fixação
- estepe / ferramentas

Equipamentos internos ..................60-63


- porta-luvas
- cinzeiro / tomada acessórios 12 V
- tapetes
Cadeiras para crianças..................66-68
Segurança para crianças.................... 70

Cintos de segurança......................73-74

214
Í NDICE VISUAL
POSTO DE CONDUÇÃO

Painel de instrumentos ....................... 18 Comandos dos limpa-vidros ..........56-57


Luzes do teto .................................58-59
Luzes indicadoras..........................19-24
Retrovisor interno ............................... 40
Indicadores ....................................25-27
Para-brisa Z enith .................................. 6
Botões ...........................................26-27
- indicador de manutenção / odômetro
total / parcial
- reostato das luzes Sinal de emergência ........................... 71
Computador de bordo......................... 28

Comandos das luzes .....................53-55


Rádio Tela Táctil ........................125-190
Regulagem da hora ............................ 27
Regulagem da data/ hora .................. 163
Retrovisores externos......................... 40 Rádio RD6 ....................................... 191
Elevadores dos vidros ........................ 45

Ventilação ......................................30-31
Ar condicionado manual ................32-33
Limitador de velocidade...................... 84
Ar condicionado automático ..........34-36
Regulador de velocidade .................... 86

Fusíveis painel de instrumentos ...105-108 Caixa de marcha automática .........80-83


Abertura capô ..................................... 90 Liberação alavanca de marchas......... 83
Regulagem do volante........................ 41 Caixa de marchas manual .................. 79
Buzina................................................. 71 Freio de estacionamento .................... 79

215
Í NDICE VISUAL
CARACTERÍ STICAS-MANUTENÇÃO

Motor Flex.................................... 92,119


Sistema Flex-Start ....................... 91,119
Caracteristicas técnicas............. 118-123
Dimensões........................................ 118
Massas e Cargas.............................. 120
Bateria ....................................... 112-114
Elementos de identificação............... 121
Modo economia de energia .............. 114
Revisar os niveis ...........................94-95
- óleo motor
ido de reio
- líquido de arrefecimento
- líquido lava-vidros

Fusíveis compartimento
motor ......................................... 109-111

Troca das lâmpadas ..................100-102 Controle dos elementos...................... 93


- dianteiras filtro de ar
- traseiras filtro a it c lo
filtro de leo
- pastilhas/ discos de freios
Abertura capô ..................................... 90
Embaixo do capô ................................ 92

216
Í NDICE ALFABÉ TICO

A B C
Abertura do porta-mala.....................50 Bancos dianteiros .............................37
Comando do elevador elétrico
Abertura da tampa do reservatório ........... 51 Bancos de criança clássicos ............66 dos vidros.......................................45
Abertura das portas ..........................47 Banco traseiro ..................................39 Comando dos limpa-vidros ...............56
Abertura do capô motor ....................90
Bateria ............................................ 112 Combustível.................................51,52
Abertura Teto Z enith ...........................6
Bateria do telecomando....................43 Combustível (reservatório) ...............51
Abastecimento ..................................51
Bluetooth (k it mãos livres) .......180,201 Compartimentos internos .................60
Acendimento automático das luzes
de emergência ...............................71 Bluetooth (telefone) .................180,201 Computador de bordo.......................28
Acendimento automático dos faróis .55 Bolsas internas .................................63 Conta-giros .......................................18
Ajustar hora ......................................27 Controle do nível de óleo do motor ..94
Buzina...............................................71
Acessórios ...................................... 117 Controles ..........................................93
Acoplamentos de reboque.............. 117 C Crianças ......................................66-69
Airbags frontais.................................77 Crianças (segurança) ..................66-70
Caixa de fusíveis compartimento
Airbags laterais .................................77 motor ............................................109
Ajuda ao estacionamento traseiro ....89 Caixa de fusíveis painel D
Ajuste do volante ..............................41 de bordo .......................................106
Alarme ..............................................49 Caixa de marchas automática ..........80 Desembaçamento .......................33,36
Alavanca de marchas ..................77-83 Caixa de marchas manual ................79 Desmontagem de roda .....................96
Antipartida eletrônico ........................43 Capacidade do reservatório de Destravamento .................................42
Antiesmagamento.............................45 combustível ....................................51 Destravamento a partir
Antifurto ............................................43 Capô motor .......................................90 do interior do veículo .....................48
Antibloqueio das rodas (ABS) ..........72 Características técnicas ................. 118 Dimensões...................................... 118
Apoio para os braços........................38 Carga ..............................................120
Apoios de cabeça dianteiros ............38 Cargas da bateria ........................... 114 E
Apoios de cabeça traseiros ..............39 Chave com telecomando .............42,44
Aquecimento................................32,34 Cintos de segurança.........................73 Economia de energia (modo de) .... 114
Ar condicionado automático .............34 Comando de emergência do porta- Elementos de identificação.............121
Ar condicionado manual ...................32 malas .............................................50
Arranque do veículo .........................43 Comando de emergência Elevador elétrico dos vidros .............45
Arrumações dianteiras......................60 das portas .........................................50 Enchimento do reservatório de
Arrumações traseiras .......................63 Comando de iluminação ...................53 combustível ....................................51

217
Í NDICE ALFABÉ TICO

E G L
Encosto traseiro rebatível .................39 G.P.S. .............................................125 Lâmpadas (substituição) ................100
Ganchos ...........................................65 Lava-vidros .......................................57
Entrada auxiliar............62,152,192,199
Lava-vidros traseiro ..........................57
Espelho de cortesia ..........................61
Leitores de dispositivos multimídia
Espelhos retrovisores .......................40 musicais ................................152,197
H
Esquecimento da chave ...................43 Leitor U SB ...............................152,197
H ora ...........................................27,163
Estepe .........................................96-97 Liberação alavanca de marchas.......83
H ora (ajuste) ..............................27,163
Limitador de velocidade....................82
Eti etas de identificação...............121
Limpa-vidros .....................................56
Extintor de incêndio ..........................73
Limpa-vidros traseiro ........................57
I
F Luz indicadora de funcionamento ....19,20
Identificação do veíc lo ..................121 Luz do porta-malas ...........................59
Faróis altos ................................53,100 Iluminação de acompanhamento .....55
Faróis baixos .............................53,100 Luz da placa ..................................103
Faróis de neblina dianteiros ........53,100 Iluminação do painel de bordo .........27 Luz de acompanhamento .................55
Fechamento do porta-mala ..............50 Iluminação interior .....................59,104 Luz de leitura traseira .......................58
Fechamento das portas ....................47 Indicador nível de combustível ....15,18
Luz de marcha a ré.........................100
Fechamento teto Z enith......................6 Indicador pressão de óleo motor ......23
Ferramentas .....................................96 Luz de neblina dianteira ............54,100
Indicador manutenção ......................25
Filtro de ar ........................................93 Luz de neblina traseira ..............54,102
Filtro de partículas (habitáculo) ........93 Indicadores direção (pisca-piscas) ...71
Luzes diurnas ............................56,103
Filtro do habitáculo ...........................93 Indicadores de mudança de direção
(pisca-piscas) .................................71 Luzes indicadoras........................19-24
Filtro do óleo .....................................93
Follow me home ...............................55 Informações de trânsito em auto- Luzes indicadoras de alerta.........21,24
Freio de estacionamento ..................79 estradas (TA) ........................143,195 Luzes de emergência .......................71
Função autoestrada Luzes de freio ..........................102,103
(pisca-piscas) ..................................71
Funcionamento automático dos limpa- Luzes de mudança de direção .............
vidros .............................................57
K .........................................71,101,102
Furo do pneu ....................................96 Luzes de posição.....................100,101
K it mãos livres .........................180,201
Fusíveis ..........................................105 Luzes do teto ....................................58

218
Í NDICE ALFABÉ TICO

M O R
Macaco .............................................96 Odômetro total ..................................26 Rádio ................................144,150,193
Massas .......................................... 120 Odômetro diário ................................26 Rebocar o seu um veículo .............. 116
Menu geral......................................219 Recarga da bateria ......................... 114
Modo de economia de energia ....... 115 Referência cor/ pintura ....................121
P Regulagem dos apoios de cabeça e
Montar uma roda ..............................99
Painel................................................18 braços ............................................38
Motor Flex Start ...........................52,90
Palhetas limpa-vidros (substituição) .58 Regulagem dos bancos ....................37
Motorizações .................................. 119
Para-sol ............................................61 Regulagem do volante
MP3 .................................152,196,199
Partida do veículo .............................43 em altura e em profundidade .........41
Mudar uma palheta do
lacas identificação a ricante .......121 Regulador de velocidade ..................86
limpa-vidros ................................... 115
Porta-luvas .......................................61 Reinicialização dos elevadores
Mudar uma roda ...............................98
elétricos dos vidros ........................46
Mudar um fusível ............................105 Porta-malas ......................................50
Reinicialização do telecomando .......43
Portas ...............................................47
Relógio .............................................27
Portinhola do combustível ................51
Reostato de iluminação ....................27
N Pressão dos pneus ..................122-123
Repartidor Eletrônico de Frenagem
Proteção das crianças .................66-70 (REF) .............................................72
N avegação .....................................130
Reposição em zero do indicador de
N eutralização dos elevadores elétricos
manutenção ...................................26
dos vidros traseiros ........................45
Reservatório de combustível ............51
íveis e verificaç es....................91-95
Reservatório do lava-vidros ..............95
N ível de óleo.....................................94 Retirar o tapete .................................63
N ível do líquido de arrefecimento .....95 Retrovisores exteriores.....................40
N ível do líquido do lava-vidros .........95 Retrovisor interior .............................40
N ível do líquido dos freios ................94 Revisões .......................................... 26
N ível mínimo de combustível .15,22,51 Roda de reserva .........................96, 97
N ú mero de série do veículo............121 Rodízio dos pneus ............................99

219
Í NDICE ALFABÉ TICO

S T Z
Segurança de crianças ................66-70 Tabela das motorizações ................ 119 Z enith (Teto) ......................................6
Shift-lock (liberação alavanca) .........83 Tabelas das massas .......................120
Sinal de emergência .........................71 Tabelas de fusíveis .................. 106-111
Tampa de ocultação ...........................6
Sincronização do telecomando ........43
Tapete ...............................................63
Sistema de assistência Tela multifunções ..............................18
à frenagem .....................................72 Telecomando ....................................43
Sistema de assistência Telefone ...................................176,201
Teto Z enith ..........................................6
à frenagem de urgência .................72
Tomada p/ acessórios 12 Volts .........62
Sistema de navegação ...................130 Tomadas auxiliares ............62, 152,197
Sistemas ABS e REF........................72 Tomada U SB .....................62, 152,197
Sob o capô motor .............................92 Travamento a partir do interior
do veículo.......................................48
Streaming audio Bluetooth ......154,200 Travamento centralizado ..................48
Substituição da bateria do Travamento de emergência ..............50
telecomando ..................................42 Triângulo de sinalização ...................74

Substituição de fusíveis ..................105


Substituição de lâmpadas .......100-104
V
stit ição do filtro de ar ................93
Vareta de verificação do leo .............94
stit ição do filtro do a it c lo ...93
Ventilação .........................................30
stit ição do filtro do leo ............93
Verificação dos níveis .......................94
Substituir uma lâmpada ...........100-104 Verificaç es correntes .................94,95
Suporte para latas de bebidas..........61 Volante (ajuste do)............................41

220
Este veículo está conforme ao PROCONVE
Programa de controle da poluição atmosférica dos veículos automotores

A leitura deste Manual é indispensável para garantir a melhor utilização do seu CITROËN. A rede CITROËN,composta
exclusivamente por profissionais qualificados, está a sua disposição para responder a todas as suas questões.
Nós desejamos a você uma boa viagem com o seu CITROËN.

Este manual é parte integrante do seu veículo. Conservá-lo em local previsto a fim de
poder consultá-lo sempre que necessário.
Entregar este Manual ao novo proprietário em caso de venda.
Estas instruções apresentam todos os equipa- As reproduções e traduções, mesmo que par-
mentos disponíveis. ciais, são proibidas sem autorização por escrito
Cada modelo comercializado utiliza apenas uma da CITROËN.
parte dos equipamentos indicados, em função A leitura deste Manual é indispensável para ga-
dos níveis de acabamento, das versões e das rantir a melhor utilização do seu CITROËN. A
características próprias do país onde é comercia- rede CITROËN, composta exclusivamente por
lizado. profissionais qualificados, está a sua disposição
As descrições e imagens são fornecidas a título para respondera todas as suas questões. Nós
indicativo. A CITROËN se reserva o direito de al- desejamos a você uma boa viagem com o seu
terar seus modelos e respectivos equipamentos a CITROËN.
qualquer momento, sem que seja necessário um
prévio aviso.
Este manual é parte integrante do seu veículo.
Conservá-lo em local previsto a fim de poder con-
sultá-lo sempre que necessário. Entregue este
manual ao novo proprietário em caso de venda

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE


0800 011 8088

PEUGEOT-CITROËN DO BRASIL LTDA.


Av. das Nações Unidas, 19707
Santo Amaro - SP
CEP 04795-100
C3.032017.ed01
Português
2017 – DOCUMENTATION DE BORD
4Dconcept
Diadeis
Edipro

CRÉATIVE TECHNOLOGIE