Вы находитесь на странице: 1из 3

4/6/2014 Tipos de investimentos

esqueci minha senha


CPF Senha
cadastre-se

página inicial produtos e serviços financeiros contas na ponta do lápis como comprar melhor regularize seu nome

página inicial » seu dinheiro » produtos e serviços financeiros » investimentos » tipos de investimentos

compartilhe Indique por e-mail Follow @m eubolsoem dia Curtir 801 mil

alimentação
tipos de investimentos
beleza

casa Por mais que o termo investir seja muito utilizado no dia a dia, ele ainda gera dúvidas.
Afinal, você sabe o que é investir?
comportamento
Investir é deixar de comprar alguma coisa hoje para comprar no futuro. Ou seja,
datas especiais guardarmos nosso dinheiro em uma alternativa de investimento para termos mais
recursos para realizarmos nossos desejos no futuro.
dia a dia
Quando você poupa, mesmo que de pouquinho em pouquinho, receberá no futuro os
educação rendimentos dessa aplicação, o que permitirá que você realize seus desejos de
consumo, como trocar os móveis, a televisão, dar entrada no carro ou na casa própria.
emprego
Existem diversos tipos de investimento acessíveis para você. Por exemplo: a
festas caderneta de poupança, os certificados de depósito bancário (conhecidos como
CDBs), os fundos de investimento e as ações.
imposto de renda
Para fazer uma boa escolha, você precisa saber qual o objetivo a ser atingido (o que deseja comprar), qual o horizonte de tempo do
lazer investimento (quanto tempo pode deixar o dinheiro aplicado) e que tipo de risco está disposto a assumir (seu perfil de risco).

pais e crianças Como investidor, você poderá ter um perfil mais moderado ou arrojado em relação aos tipos de investimento e aos riscos que cada tipo de
investimento apresenta.
saúde

seja eco

transportes tipos de investimentos


viagens
Existem alguns investimentos que normalmente apresentam menor risco para o investidor e, na maioria das vezes, podemos saber
antecipadamente o valor que vamos receber no futuro:

Caderneta de poupança.
O investidor receberá mensalmente o valor dos juros (0,5% ao mês) além da correção pela Taxa Referencial, a TR, que é divulgada
pelo Banco Central. Os rendimentos devem ser resgatados na data de aniversário da aplicação e são isentos de imposto de renda.
Além disso, o investidor está garantido em até R$ 60.000,00 dentro das regras do Fundo Garantidor de Crédito.

Certificado de Depósito Bancário (CDB)


O CDB é um título emitido pelos bancos que vão utilizar o dinheiro captado para realizar financiamentos para as empresas, como um
capital de giro que ajudará essas empresas na compra de matéria prima para produção e no pagamento dos salários dos
colaboradores. Os bancos também utilizam o dinheiro do CDB para financiar carros ou empréstimos pessoais de seus clientes.
Ao final da aplicação em CDB, o investidor receberá o valor aplicado, além dos juros ou correção. Ao investir em CDB podemos
escolher uma renda prefixada, ou seja, sabemos antecipadamente quanto vamos receber no futuro, ou uma renda pós-fixada, quando
escolhemos algum tipo de correção monetária como IGPM ou IPCA, além dos juros. Os rendimentos serão tributados na fonte e
devem ser resgatados na data combinada com o banco que emitiu o título. Assim como na caderneta de poupança, o investidor está
garantido em até R$ 60.000,00 dentro das regras do Fundo Garantidor de Crédito.

O que é risco de investimento?


Risco é uma medida que indica a variação (ganho ou perda) que nosso investimento pode apresentar e não é necessariamente uma
coisa ruim. É exatamente o fato de assumirmos riscos que permite que possamos ter maiores ganhos em alguns investimentos. O
importante é termos conhecimento dos riscos que estão relacionados aos investimentos que estamos fazendo. Os principais riscos
são os de mercado, crédito e liquidez.
O risco de mercado é provocado por uma alta ou queda inesperada de alguns indicadores como as taxas de juros, inflação, câmbio e
os índices de bolsa de valores. Geralmente pensamos nele quando estão ocorrendo crises financeiras que são noticiadas e
algumas podem, inclusive, afetar a economia, as empresas e os nossos investimentos.
O risco de liquidez indica a dificuldade de trocarmos nossos investimentos por dinheiro, por exemplo, quando ocorre uma queda na
bolsa e algumas ações são mais difíceis de vender. Outro exemplo de risco de liquidez está relacionado a automóveis ou imóveis,
nem sempre conseguimos vender nosso automóvel ou imóvel com a rapidez que gostaríamos e pegar o dinheiro dessa negociação.

http://www.meubolsoemdia.com.br/seu-dinheiro/produtos-e-servi%C3%A7os-financeiros/investimentos/tipos-de-investimentos 1/3
4/6/2014 Tipos de investimentos
Finalmente, o risco de crédito indica que precisamos ter atenção quando aplicamos nosso dinheiro em bancos ou empresas, pois,
caso tenham problema financeiro, poderão ter dificuldades para pagar nossa aplicação. Para ajudar a prevenir o risco de crédito
existe um fundo chamado de Fundo Garantidor de Créditos, o FGC. Saiba mais através do site: www.fgc.org.br

fundos de investimento

Os fundos de investimento funcionam como um condomínio: um grupo de pessoas investe uma quantia de dinheiro em um fundo de
investimento e adquire uma quantidade de cotas do fundo, em função da quantidade de dinheiro de cada pessoa.
O dinheiro investido no fundo é destinado para aplicação em renda fixa (fundos de renda fixa ou referenciados DI) ou renda variável,
como o fundo de ações.
Investimentos em renda fixa são aqueles feitos pelos fundos que adquirem títulos do governo, os chamados títulos públicos, como
as Letras do Tesouro Nacional, LTNs, ou as Letras Financeiras do Tesouro, LTFs. Quando o fundo compra esses títulos, já sabe o
rendimento que irá receber e a data de recebimento, por isso o nome renda fixa.
Também existem os fundos de renda variável, como os fundos de ações, que são assim chamados pois adquirem títulos que não
possuem data de resgate, como as ações, e não apresentam rendimento previamente definido.

Podemos também escolher uma combinação entre renda fixa e variável: os chamados fundos multimercado. A administração e
gestão do fundo de investimento são feitas por um banco ou empresa gestora de fundos de investimento.
Os bancos que oferecem ao investidor os fundos de investimento são responsáveis por representar o investidor junto ao governo e
ao mercado financeiro, calcular a rentabilidade do fundo e escolher os melhores tipos de investimento que o fundo deve adquirir em
nome dos investidores.
Os bancos têm profissionais especializados na administração, na gestão e na venda dos fundos. Uma das funções desses
especialistas é obter o melhor rendimento possível correndo apenas os riscos que os investidores já sabiam antes da aplicação.
Por isso, todo investidor recebe antes do investimento as principais informações sobre o fundo escolhido para investir e os tipos de
riscos. Os rendimentos geralmente são resgatados após 30 dias (período de carência) e tributados por um sistema diferente dos
outros investimentos, chamado de come-cotas.

Mas afinal o que é uma cota?


Uma cota é uma fração de um fundo. Quando o investidor aplica seu dinheiro, está comprando uma quantidade de cotas. O valor das
cotas é informado diariamente nos sites dos bancos, nos jornais ou na internet.

Por que o imposto se chama come-cotas?


O imposto de renda dos fundos de investimento é recolhido no último dia útil de maio e novembro, mesmo que o investidor não tenha
resgatado suas cotas. Essa dedução é automática e o investidor tem suas cotas reduzidas do valor do investimento, por isso o
apelido de come-cotas.

investimentos em mercado de ações

O investimento em ações é um investimento de renda variável, que necessita de maior preparo e conhecimento do funcionamento
do mercado de ações, da Bolsa de Valores, a BM&FBOVESPA, e de um tempo maior para que o investidor possa resgatar sua
aplicação. É um investimento de longo prazo e de maior risco do que a renda fixa.
Para esse tipo de investimento, é necessário se cadastrar numa corretora de valores, que será responsável por executar as
operações de compra e venda, de acordo com a decisão do investidor.
Saiba mais sobre o investimento em ações e confira a nossa cartilha virtual: Como investir na bolsa de valores.

Qual é o seu perfil de investidor?

deixe seu comentário


Este é um espaço para você deixar seu comentário sobre esse conteúdo. Dúvidas e outras
informações devem ser enviadas para o nosso canal Fale Conosco.

Nome

E-mail

Comentário

http://www.meubolsoemdia.com.br/seu-dinheiro/produtos-e-servi%C3%A7os-financeiros/investimentos/tipos-de-investimentos 2/3
4/6/2014 Tipos de investimentos

Poupança ou CDB? Investimento: Título de


Tesouro Direto Capitalização

institucional
sobre o programa editorial imprensa cadastre-se fale conosco conheça a FEBRABAN

confira também
tire suas dúvidas minidicionário

política de privacidade termos de uso

copyright © 2010 - todos os direitos reservados

http://www.meubolsoemdia.com.br/seu-dinheiro/produtos-e-servi%C3%A7os-financeiros/investimentos/tipos-de-investimentos 3/3

Оценить