Вы находитесь на странице: 1из 17

Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

SEMINÁRIO PARA CASAIS


Pastores Carlo e Francine Ribas

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 2


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

INTRODUÇÃO
“O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-
me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em
liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor” (Lucas 4:18-19).

O Ministério Carlo Ribas, fundado e presidido pelo Pastor Carlo Ribas está inovando. Com
a visão de que a FAMÍLIA é o principal objetivo de DEUS na Terra, lançamos este Seminário
para Casais, que temos certeza, será uma grande ferramenta para renovar vidas.
Se a família não está bem, nada vai bem! O trabalho fica debilitado, os estudos são
atingidos, as amizades percebem que algo está errado. Ministerialmente também, quando a
família está com algum problema, dificilmente recebem integralmente aquilo que Deus quer lhe
ministrar.
E qual é o centro regulador da família? O CASAL!
É no casal que nascem os projetos. É no casal que se formula a vida familiar. Do casal sai a
educação dos filhos. O casal gera a espiritualidade do lar.
Com isso, oramos muito, lemos muito, estudamos muito, aprendemos muito, analisamos
muito e chegamos à um material muito bom, que poderá ajudar casais cristãos ou não a terem
uma vida mais saudável espiritual, social e emocionalmente.
Não pretendemos aqui delimitar os limiares do “certo” e “errado”, muito menos querer
sobrepujar a experiência de casais piedosos que vivem há anos em um excelente relacionamento.
Cremos piamente no termo “feitos um para o outro”, com que tem adornado muitos casais
felizes. A nossa intenção é servir de auxílio para àqueles que não atingiram ainda a felicidade em
seus relacionamentos mas que jamais perderam a esperança em atingi-la.

Desejamos ardentemente que este seminário que vocês estão prestes a iniciar, seja uma
grande bênção em sua vida, relacionamentos e família.

“A sua posteridade será conhecida entre as nações, os seus descendentes, no meio dos
povos; todos quantos os virem os reconhecerão como família bendita do SENHOR”. (Isaías
61:0)

Nos Laços do Calvário, que nos unem,

Pastores Carlo e Francine Ribas


www.carloribas.com.br

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 3


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

DIFERENÇAS ENTRE HOMENS E MULHERES


- Porque o meu marido reclama de tudo?
- Porque a minha mulher não pára de falar?
- Porque ela se preocupa se eu abaixo ou não a tampa do vaso, no banheiro?
- Porque o meu marido não conversar comigo?
- Minha esposa não sai da casa das amigas!!
- Meu marido só pensa em sexo!
- Minha mulher é fria!
- Meu marido é mulherengo...

E aí vai... uma das grandes questões da humanidade é: porque os casais não se entendem como deveriam?

VAMOS FAZER ALGUMAS PERGUNTAS


1ª – A sua amizade e relacionamento social com seu conjugue hoje, como casados é o mesmo de quando
vocês namoravam?
2ª – Vocês resolvem todas as questões problemáticas com um simples diálogo?
3ª – Quando vocês têm um projeto (comprar algo, fazer uma viagem etc), sentam e discutem pacificamente as
possibilidades e impossibilidades, abrem mão de idéias pessoais para que a outra parte seja beneficiada?
4ª – Durante uma briga, vocês preferem calar e dar razão ao conjugue, para evitar uma situação pior?
5ª – Vocês têm plena consciência das possibilidades financeiras do casal e cuidam ao máximo para não
ultrapassar essas possibilidades?

Se você respondeu SIM em todas estas questões, muito provavelmente não precise deste seminário. Nas se
você respondeu NÃO em todas ou algumas questões, então BEM VINDO à maior parcela da sociedade mundial, a
parcela de homens que não entendem suas esposas e de esposas que não compreendem seus maridos.
Uma das questões mais óbvias seria a harmonia no lar. Afinal de contas, vivemos em uma sociedade
ocidental, moderna. Nós mesmos escolhemos nossos conjugues e em alguns casos em uma lista de opções e
pretendentes. Se escolhemos tanto, porque dá errado?
Não sabemos escolher? Absolutamente! O parceiro fingiu ser quem não era realmente? Pode ser, mas a
grande verdade é que nós homens e mulheres não fomos feitos para sermos amigos.
SIM!!! Isso soa estranho em primeira instância, mas é verdade. Deus nos deu um produto e nos deixou
desenvolver este produto, chamado CASAMENTO.

Antes de prosseguir, queremos deixar aqui muito bem claro nossa posição em relação à criação de Deus:
SOMOS CRIACIONISTAS, ou seja, cremos nas Sagradas Escrituras de que DEUS criou o homem e a mulher tais
quais são hoje, não havendo evolução da espécie. Mas cremos em uma evolução SOCIAL da espécie. É óbvio que
Adão e Eva não nasceram com celulares, palmtops, laptops... eles eram realmente um casal rústico e inexperiente.
Você já deve ter ouvido a expressão “homens das cavernas”. Não acreditamos que o ser humano evoluiu do
macaco. É uma idéia infundada e ridícula, mas acreditamos mesmo que no início, Adão e Eva eram “homens das
cavernas”. A arqueologia nos mostra sinais rudimentares de civilizações muito antigas que habitavam em cavernas,
fazendo uso da caça para subsistência.
Na Bíblia Sagrada vemos que o homem ficou proibido de consumir carne por muitas gerações, porém a
geração de Noé já passou a consumir carne (Gn. 9:1-3). As gerações que vieram anteriores à Noé se alimentaram de
verduras, frutas, legumes e raízes, porém após o dilúvio a Terra estava ainda imprópria para o plantio e as árvores
haviam morrido. Era necessária uma outra fonte de alimentação: a carne dos animais.
Muitos pensam que Noé levou consigo na Arca apenas um par de cada animal, mas a verdade é que foram
SETE pares de cada animal puro e UM par de cada animal impuro, veja:
Gênesis 7:2 - De todo animal limpo levarás contigo sete pares: o macho e sua fêmea; mas dos animais
imundos, um par: o macho e sua fêmea.

A Lei acerca dos animais puros e impuros só veio a ser escrita muitos anos depois, através de Moisés, no
livro de Levítico, capítulo 11, porém já havia a ordenança oral de Deus à seus filhos. Na época de Noé não havia
ainda um sistema de escrita desenvolvido e toda a Lei era passada através da tradição oral.

Após Gênesis 9, o homem ficou livre para caçar. Os animais que estavam na Arca saíram e se reproduziram.
Multiplicaram e se espalharam cada um no melhor habitat para sua sobrevivência. Com isso os descendentes de Noé
precisaram desenvolver algo que até então não possuíam: senso de caça.

AS DIFERENÇAS ENTRE HOMEM E MULHER


O Homem agora estava designado para ser caçador, provedor, protetor.
A Mulher estava designada para ser mãe, educadora e supridora.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 4


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

Distribuíram-se muito bem os papéis e assim foi por muitos anos. E por muitos anos antropólogos, cientistas
e sociobiólogos estudaram a raça humana em seus primórdios.
Os homens eram obrigados a caçar. Precisavam lutar para defender seu território. Tinham que ser feios para
aparentarem hostilidade aos invasores. Isso era um senso natural de defesa e proteção.
As mulheres eram obrigadas a parir, engendrar, conceber. A sociedade mundial estava no seu início e Deus
dependia delas para isso. Os territórios eram selvagens e precisavam ser explorados, os homens precisavam de
muitos filhos para realizar este trabalho no futuro.
Com essas atribuições, homens e mulheres foram ficando cada vez mais distantes. Os homens desenvolveram
o silêncio, imprescindível na hora da caçada. A mulher, que junto com as outras esposas reunidas na caverna
cuidando das crianças, conversavam o tempo todo, desenvolveu a fala. (trataremos especificamente sobre este
assunto mais adiante).
Na caçada, o homem desenvolveu a visão focal, rápida, certeira, para poder atingir uma caça à alta
velocidade e estando ele em movimento. Pensamento e raciocínio lógico eram fundamentais para isso.
A mulher desenvolveu a visão periférica, que lhe permitia com apenas um olhar ver se todos os filhos
estavam ali, em seu lar.
Entendamos que o Senhor criou homem e mulher, diferentes mais iguais. Diferentes nas funções, obrigações,
atividades e utilidades de seus conceitos, porém iguais na essência. Ambos precisam - em doses diferentes – de
carinho, afeto, amizade, diálogo.

PASSARAM-SE OS SÉCULOS...
A humanidade se adaptou a estas condições sociais. Mulheres de um jeito, homens de outro. Os tempos
passaram, mas as diferenças perduram. Os homens procuraram profissões modernas que pudessem demonstrar sua
virilidade, agressividade, força. As mulheres procuraram atividades leves, femininas, claras, coloridas.
Homens gostam de sabores fortes.
Mulheres preferem perfumes.
Homens lutam por qualquer coisa.
Mulheres conquistam o que querem.
Homens dependem das mulheres.
Mulheres sabem disso...

Em nosso dia-a-dia vemos o reflexo da educação humana dada ao homem/mulher por tantos anos. O homem
é o provedor da família. A mãe a educadora dos filhos. O homem traz a caça (vai ao trabalho) enquanto a mulher
cuida das crias (leva as crianças ao colégio, arruma a casa...). As diferenças não mudaram!
Quanto mais tentamos entender as diferenças entre homens e mulheres, mais vemos que Deus, em Sua
infinita sabedoria fez com que fossem duas partes independentes, porém com “encaixe perfeito”. Se trabalharem
juntos, renderão muito mais do que sozinhos.

O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do SENHOR. (Provérbios 18:22)

OS SENTIDOS MELHORARAM
A mulher parece um radar ou um satélite da Nasa! Faça um teste: Entre um casal em uma festa ou em um
local público com várias pessoas. Em um minuto saiam e descrevam em uma folha o que viram. Os homens se
aterão apenas aos detalhes que são óbvios: Placas de lanchonetes, cores contrastantes etc. As mulheres dirão quantas
pessoas estavam ali, o que vestiam, qual perfume usavam e até o que estavam conversando!
Graças a sua visão periférica, a mulher consegue enxergar muito melhor situações globais, amplas. Se quer
encontrar alguma coisa perdida, uma pessoa no meio de uma multidão? Peça a uma mulher para procurar. É
possível que ela encontre 40% mais rápido que um homem.
Mulheres preferem atividades coletivas, em que possa haver um relacionamento social. Elas sentem-se bem
pois sua visão torna o volume de informação confortável à seu cérebro.
Homens tornaram-se mais concentrados. Devido à isso, desenvolveram uma grande participação na ciência,
tecnologia, matemática. Ciências exatas, precisas, devido a grande facilidade em calcular, inerente de um cérebro
lógico e masculino.
Também desenvolveram uma facilidade em localização espacial, como – por exemplo – ler mapas. Homens
atiram melhor, enxergam melhor à distância e a noite, concentram-se melhor.
Devido ao número de cromossomos X que a mulher possui, tem uma melhor definição de cores. Por isso o
homem define cores como: azul, verde, vermelho... mas a mulher define como: verde-limão, azul-turquesa, amarelo-
ouro etc. Os cones fotoreceptores de sua retina fazem com que tenham uma maior diversidade de cores distinguidas.

A VISÃO
A mulher, devido a sua incumbência de ser mãe, adquiriu de Deus uma visão periférica de até 180 graus! Os
homens tem visão focal, por isso necessitam de maior concentração e tempo para observar alguma coisa. É óbvio

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 5


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

que as mulheres observam melhor um maior número de coisas ao mesmo tempo: as mulheres, por exemplo,
observam mais o corpo masculino do que o inverso. Mas então, porque os homens são sempre apanhados? Porque
devido a sua visão focal, precisam “mirar” o alvo que querem ver, ao passo que as mulheres podem olhar tudo em
uma simples “olhada”.
A visão focal faz com que objetos “desapareçam” na frente dos homens. As vezes eu olho para a minha
estante e sei que algo está ali, mas não estou encontrando. Preciso então chamar minha esposa Francine para me
ajudar a encontrar, porque graças a visão periférica dela, é muito mais fácil ver todas as coisas de uma estante ao
mesmo tempo.

HOMENS NÃO CONSEGUEM MENTIR PARA MULHERES


A mulher, por possuir um sistema de avaliação muito sensível, consegue chegar em qualquer lugar e analisar
como está o ambiente ou a situação. O homem, em um lugar estranho, procura as saídas mais prováveis, pessoas que
possam ser inimigos em potencial e defeitos no ambiente, como coisas quebradas ou precisando de reparos.
Pesquisas sobre linguagem corporal revelam que apenas 7% de um diálogo é utilizado por palavras, para
expressar o impacto de uma informação. Isso nos dá entre 60 e 80% de linguagem corporal. As mulheres, com seus
dispositivos apuradíssimos de captação sensorial percebem com grande clareza as expressões corporais: dilatação de
pupilas, tensão de músculos labiais, relaxamento muscular das pernas ou ombros etc. O homem só percebe as
palavras.
Por esta razão é muito mais fácil mentir para um homem do que para uma mulher, frente a frente. Já por
causa do raciocínio lógico, os homens vencem na argumentação, e podem ser excelentes mentirosos por cartas,
telefones ou no escuro.

MULHERES OUVEM MELHOR DO QUE OS HOMENS


O cérebro feminino foi criado para distinguir sons agudos que o homem não distingue. A mãe ouve o choro
de uma criança no meio da noite, enquanto o pai continua dormindo.
A mulher consegue ouvir um gato miando muito longe, mas o homem com sua excelente capacidade de
orientação espacial consegue dizer com certeza onde está o bichano.

MULHERES SENTIMENTAIS X HOMENS LITERAIS

As mulheres são mais frágeis do que os homens, mas no sentido espiritual. Fisicamente são tão fortes como
os homens. Seus corpos físicos são diferentes, mas as mulheres são capazes de agüentar dores que um homem não é
capaz.
A sensibilidade sensorial da mulher faz com que ela seja mais emotiva. Tudo toca nela. As vezes uma
simples frase do marido magoa muito a mulher. Na verdade não foram as palavras, mas sim os sinais corporais que
acompanharam a frase.
Lembre-se: o homem ouve apenas as palavras, mas a mulher vê os sinais.

Quando uma mulher é galanteada por um homem ela diz: “Pára...”, mas na verdade ela está dizendo:
“Prossiga!” As mulheres são péssimas em linguagem direta, então utilizam deste subterfúgio que elas muito bem
entendem: expressão corporal. Elas seguram a orelha, balançam o quadril, mexem no cabelo... tudo isso para
expressar interesse no assunto em que está envolvida. Se quer algo, finge não querer.
O homem é direto: “Quero sair com você amanhã”. Para o homem é muito difícil entender uma mulher
porque ele não está treinado na linguagem que ela está utilizando.
A mulher diz: “Amor, você não quer comer uma pizza?”
O marido responde: “Não”.
A mulher se zanga porque ela queria comer pizza.
O marido não entende nada. Porque ela fica brava se ele não quer?

A literalidade do homem incomoda as mulheres... e o sentimentalismo das mulheres incomoda os homens.


Então, como agir?

1 Pedro 3:7 Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração
para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da
mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações.

Skeous asthenes – Vaso Frágil. A fragilidade da esposa reflete-se nas emoções. Os hormônios que regem a
mulher (progesterona e estrogênio) são alternadores de humor. Por ser mais frágil, a mulher atua em uma dimensão
muito diferente da que o homem opera. São universos diferentes, paralelos, mas que se encontram.
O homem, forte, viril, guiado pelo hormônio testosterona tem o senso de defesa da família. Porém isso o
tornou insensível às pequenas coisas, que a esposa consegue captar.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 6


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

Como então conciliar as duas coisas? Façamos uma análise de situações reais e cotidianas que convivemos
em casa. Muitas delas precisam da força, agilidade e dinamismo do homem, DEIXE ENTÃO PARA O HOMEM
RESOLVER. Outras situações necessitam da habilidade, sensibilidade e tato que a mulher possui: DEIXE PARA
ELA RESOLVER!

DIÁLOGO E RELACIONAMENTO
Qual mulher não ficou horas e horas falando com o marido e ele sem se mover não dizia uma palavra? Ela
pensava: “Será que ele está me ignorando?” Não! Ele não está te ignorando... simplesmente ele já alcançou a sua
quota de palavras por dia.
Quota de palavras?? Sim, os homens, em média, utilizam de 2 mil à 4 mil palavras por dia, ao passo que as
mulheres utilizam em média de 6 mil à 8 mil palavras por dia.
Isso se dá pelo fato do cérebro masculino ter apenas uma área desenvolvida para a fala, no lóbulo esquerdo.
Já as mulheres possuem duas áreas cerebrais bem desenvolvidas, uma no hemisfério frontal esquerdo e outra,
menor, no direito.
A conversa do homem se passa dentro da sua cabeça. Ele não consegue, na maioria das vezes externá-la, pela
sua dificuldade em verbalizar seus pensamentos.
A mulher ao vê-lo assim pensa que está aborrecido. Ele está simplesmente pensando. Então como dialogar, se
o homem não quer ser interrompido e a mulher precisa ser ouvida? A real intenção de um diálogo é o fluir de idéias
e a comunicação direta.
Do lado feminino, a mulher precisa entender que o marido (na maioria das vezes) pode estar com a quota de
palavras esgotada e não querer falar sobre o assunto. Isso não significa, absolutamente, que ele não esteja
interessado no assunto, mas que apenas “não quer falar” sobre o assunto.
Do lado masculino, o homem precisa entender que enquanto ele teve um dia cheio de trabalho, se
comunicando com diversas pessoas, a esposa se comunicou em casa com a empregada, a vizinha, o papagaio e os
filhos. Lembrando-se que a quota de palavras dela é o dobro da dele e ela não gastou ainda NEM A METADE das
palavras que deve gastar.
O diálogo em casa é gerado pelo exercício. Não nasce de um dia para o outro. Lembra quando vocês eram
namorados? Conversavam o tempo todo e sobre tudo, mas depois que casaram, os assuntos quotidianos de cada um
fundiram-se, tornando-se os mesmos. Isso trouxe uma redução do diálogo, que a princípio é a comunicação direta.
Não havendo mais assuntos a serem explanados ou explorados em ambos, devido à fusão quotidiana, o diálogo cai
drasticamente.
A grande virtude em um casamento especial é encontrar motivos para longas e abençoadas conversas com o
conjugue. Pergunte como foi o seu dia, ou o que ele achou de “tal” coisa... exercite o diálogo em casa! Não ignore
seu conjugue e nem os seus filhos. A importância social e psicológica do diálogo no lar é tão grande que merecia
destaque nas mais conceituadas revistas médicas.

UMA DICA LEGAL: Desligue a TV por uma semana. (Será que você consegue fazer este sacrifício pelo seu
casamento?). Nos horários dos programas em que vocês PERDIAM o tempo olhando para a televisão em silêncio,
passem a conversar sobre alguma coisa produtiva. Leiam juntos um livro e façam comentários sobre o mesmo.
Vocês verão que ao findar a semana, a saúde afetiva e emocional da família melhorou e muito!

TIRE UM TEMPO PARA VOCÊS DOIS!


Muitos cristãos sinceros entregaram suas vidas TOTALMENTE para a Obra de Deus. Isso é muito bom, mas
não podemos esquecer do papel que a família exerce dentro da Obra.

1 Timóteo 3:5 pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?

Em uma escala de valores, temos o seguinte diagrama:


1º Lugar  DEUS
2º Lugar  FAMILIA
3º Lugar  IGREJA

Neste ponto de vista, notamos que muitos obreiros literalmente abandonam suas famílias para fazer a Obra.
Será que Deus se agrada disso? Eu (Carlo Ribas), assistindo a uma pregação pela internet, vi um emergente
pregador dizendo que no ano passado ficou apenas sessenta e cinco dias com a família (esposa e filho recém
nascido), porque estava viajando, pregando a Palavra. Na mesma hora eu pensei: “Senhor, se não tivessem
pregadores nos lugares aonde ele vai, até concordo... mas é lícito abandonar a família para pregar a Palavra?”.
É óbvio que a resposta é NÃO!! A primeira instituição sagrada de Deus foi a família! Deus acredita na
família. Jesus SEMPRE acreditou na família, ao ponto de mencionar em Mateus 18:20 que onde estiverem dois
(marido e mulher) ou três (pai, mãe e filho) reunidos em Seu Nome, Ele ali estaria. É o modelo inicial para uma
família abençoada: TODOS INVOCANDO O NOME DO SENHOR!

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 7


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

Como casal, escolham um dia da semana e reservem ele só para vocês! É o seu dia. É sagrado e não pode ser
alterado! Encontrem alguém para cuidar das crianças, preparem antecipadamente a programação e DIVIRTAM-
SE!!

TIREM UMAS FÉRIAS!


Mesmo que o orçamento familiar não esteja muito bem, planejar sempre é possível. Planejem com
antecedência umas férias. Não precisa ser muito extensa ou caríssima. Pode ser uns dias no sítio, ou visitando
amigos ou parentes. O importante é sair um pouco do “habitat” natural e respirar novos ares. Isso trás união ao casal
e renovo ao relacionamento.
ATENÇÃO: Não deixem que discussões bobas ou problemas financeiros (abordaremos este tópico mais
adiante) transformem o “sonho” de umas merecidas férias em um “pesadelo”.

APROVEITANDO O TEMPO
Muitas famílias são verdadeiros conglomerados de estranhos. O pai tem suas prioridades profissionais. A
mãe tem suas prioridades domésticas. As crianças têm suas prioridades escolares. Cada qual se preocupa com seus
deveres e não permite a interferência de nenhum dos demais. Cada um vive em seu próprio mundo, tornando a casa
um espaço para habitarem estranho debaixo do mesmo teto.
Como evitar isso?! Simples, programando atividades conjuntas. Que tal todos saírem para uma caminhada no
final de semana? Ou então participarem de alguns jogos comuns entre família? Saiam para jantar de vez em quando
ou realizem as compras familiares todos juntos. DETALHE IMPORTANTE: Nunca façam as refeições separados.
O Nome do Senhor é glorificado quando uma família se senta unida à mesa para as refeições e fazem as orações
juntos.

VALORIZAÇÃO DO ATO SEXUAL


O sexo é um presente de Deus. Entre o casal, JAMAIS deve ser visto como pecado! Deus não deu o sexo
apenas para a reprodução do ser humano, caso contrário, não teria desenvolvido nos órgãos genitais milhões de
terminações nervosas sensíveis ao toque, que geram prazer, chamados de regiões erógenas.
Um dos principais problemas em casamentos cristãos é o adultério, porque em alguns casos o casal esfria no
relacionamento sexual, com medo de estar pecando em algumas áreas. O que se deve ter em mente é que o cristão
jamais pode perder o erotismo da relação sexual.

AMOR EM PRIMEIRO LUGAR


Deus gerou três tipos de amor:
Amor Agape – O insondável amor de Deus
Amor Phileo – Amor fraternal (entre irmãos e amigos)
Amor Eros – Entre casal, chamado de Amor Erótico.

O sexo não é apenas um instrumento “anti-stress” ou uma moeda de negociação. Também não deve ser visto
com leviandade ou malícia. O que há de mais belo e puro dentro do casamento é o ato sexual. Dele saem nossos
filhos! É nele que nosso amor é reforçado. São durante as relações sexuais que o corpo renova vários hormônios e
re-estabelece o humor. A circulação sanguínea melhora em 70% das pessoas que tem relações sexuais periódicas.
O mundo ensina que o sexo é casual, ou seja, deve acontecer sem qualquer ligação afetiva. Isso discorda
totalmente da Bíblia Sagrada e da razão pelo qual foi criado. O sexo é um “presente de casamento” que Deus nos
deu. Devemos nos alegrar nele e desfrutar do melhor que pode nos oferecer.
O amor EROS, ou amor erótico (embora esta palavra seja mal empregada no contexto secular), é o que deve
existir no casal. O marido deve ter desejo sexual pela esposa e, semelhantemente, a esposa deve ter desejo sexual
pelo marido. Devemos olhar para o nosso conjugue e ver nele a satisfação de todos os nossos desejos e a completa
realização das nossas necessidades fisiológicas e sexuais.
Conheço um casal que tinha uma vida sexual intensa e maravilhosa, porém antes de conhecerem a Cristo.
Quando se converteram, o pastor da igreja a qual faziam parte os reprimiu dizendo que “tudo” era pecado. Como
resultado, o marido perdeu o interesse sexual pela esposa e começou a ter interesse por outras mulheres. Qual o
papel da igreja nisso? A falta de sabedoria e de instrução bíblica fez com que o pastor quase destruísse o casamento
deles.
O desejo não pode morrer, em hipótese alguma. Se o desejo morre, a relação passa a ser por obrigação e isso
afasta o amor. Um segredo importante nisso é renovar o desejo, criar novas situações. O diálogo ainda é a maior
arma contra o esfriamento do desejo: converse com o seu conjugue sobre sexo! Explique-lhe sem medo algum as
coisas que você gosta! Diga quais são as suas vontades e também fale aquilo que você não gosta. O diálogo pode
esclarecer muitas coisas e fazer com que vocês tenham maravilhosas relações, sem medo ou culpa.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 8


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

COMPATIBILIDADE SEXUAL
Pessoas são diferentes, isso é fato. A tendência é que os homens têm, em média, o dobro ou mais apetite e
desejo sexual do que as mulheres. O homem é como um fogão a gás, esquenta na hora, mas em compensação esfria
rapidamente. A mulher é como um forno elétrico: demora para esquentar, mas também demora para esfriar. As
diferenças devem ser observadas e respeitadas.
Para o homem, sexo é uma relação física, sem envolvimento emocional. Depois que faz, pode haver um
envolvimento emocional.
Para a mulher, sexo é uma relação emocional. Primeiro se envolve sentimentalmente, depois acaba
acontecendo a relação física.
Percebe como somos tão diferentes? Deus nos fez assim com sabedoria, para que pudéssemos suprir as
necessidades mútuas. Ninguém é feliz sozinho. Deus disse “não é bom que o homem esteja só”.
Quando o problema é incompatibilidade sexual, a resposta é compreensão. O marido espera chegar em casa e
encontrar a mulher disposta sexualmente. Se esquece que ela passou um dia estressante e cansativo e que, ao
contrário dele, ela espera um marido compreensivo, para um bom diálogo, um jantar saboroso e então, após muitos
galanteios e carinhos, uma noite maravilhosa. O homem se tornou muito prático no assunto e isso o afastou cada vez
mais da mulher.
Tudo o que descrevemos aqui não é uma REGRA e sim uma média. Podem haver mulheres que tem mais
apetite sexual do que o homem, mas EM MÉDIA, o homem possui mais.
Os hormônios são quem controla essas épocas nos seres humanos. Nos homens, o pico hormonal (onde
encontra maior compatibilidade e desejo sexual) é entre os 16-19 anos. Já na mulher, é por volta dos 36-38 anos. Por
isso é normal sabermos de casos de mulheres maduras com “garotões”, devido a compatibilidade hormonal. É claro
que, neste caso específico, a diferença de idade encontraria compatibilidade APENAS no quesito “sexo”, pois em
outras esferas possivelmente haveria muitos conflitos, como problemas no diálogo, em prioridades sociais etc.

O QUE PODE E O QUE NÃO PODE NO SEXO?


Os tabus são comuns quando o assunto é sexo, e eles pioram quando entramos com o assunto na igreja. Antes
de falarmos sobre isso, gostaríamos de expor uma posição: se não ensinamos sobre sexo, afinidade, amor na igreja,
o inimigo ensinará no mundo. Temos a consciência de que nossos jovens DEVEM ser ensinados NA IGREJA sobre
assuntos relativos à sexualidade e motivados a guardarem-se para o casamento.

LIVRO DE CÂNTICO DOS CÂNTICOS


Cantares 1:13 O meu amado é para mim um saquitel de mirra, posto entre os meus seios.
Cantares 4:5 Os teus dois seios são como duas crias, gêmeas de uma gazela, que se apascentam entre os
lírios.
Cantares 4:3 Os teus lábios são como um fio de escarlata, e tua boca é formosa; as tuas faces, como romã
partida, brilham através do véu.
Cantares 4:11 Os teus lábios, noiva minha, destilam mel. Mel e leite se acham debaixo da tua língua, e a
fragrância dos teus vestidos é como a do Líbano.
Cantares 5:13-14 As suas faces são como um canteiro de bálsamo, como colinas de ervas aromáticas; os
seus lábios são lírios que gotejam mirra preciosa; as suas mãos, cilindros de ouro, embutidos de jacintos; o seu
ventre, como alvo marfim, coberto de safiras.
Cantares 7:2-3 O teu umbigo é taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre é monte de trigo, cercado
de lírios. Os teus dois seios, como duas crias, gêmeas de uma gazela.
Cantares 7:7-9 Esse teu porte é semelhante à palmeira, e os teus seios, a seus cachos. Dizia eu: subirei à
palmeira, pegarei em seus ramos. Sejam os teus seios como os cachos da vide, e o aroma da tua respiração, como o
das maçãs. Os teus beijos são como o bom vinho, vinho que se escoa suavemente para o meu amado, deslizando
entre seus lábios e dentes.

O BEIJO
Cantares 7:9 Os teus beijos são como o bom vinho, vinho que se escoa suavemente para o meu amado,
deslizando entre seus lábios e dentes.

Iniciemos então pelo beijo, assim os pais poderão orientar os filhos a cerca disso. BEIJO LASCIVO é ato
sexual. O que é um beijo lascivo? É o popular “amasso” ou “beijo de língua”. Porque é ato sexual? Porque todas as
vezes que há a intromissão hormonal do homem (testosterona) ou da mulher (estrogênio), em um ato afetivo, os
corpos se preparam para uma possível penetração. O pênis recebe em si uma maior quantidade de sangue e, através
da adrenalina injetada no sangue os músculos ficam enrijecidos, causando a ereção. A mulher recebe uma injeção de
OCITOCINA, um hormônio que torna a pele sensível ao toque e lhe causa prazer nisso. A vagina recebe

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 9


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

lubrificação, preparando-se para a penetração. É justamente por isso que existe o termo “preliminares” para o sexo,
são atitudes eróticas que geram a preparação para o ato sexual com penetração.
PARA OS SOLTEIROS: “Amasso” ou o beijo lascivo é pecado!
PARA OS CASADOS: O amasso é extremamente necessário! Antes da relação sexual, beije seu conjugue,
com amor, com carinho, com desejo! Aprenda a beijar cada dia melhor. O beijo prepara a relação,
psicologicamente, hormonalmente, fisicamente.

O TOQUE
Homens e mulheres têm áreas muito diferentes em relação ao toque. A mulher, devido a possuir o hormônio
OCITOCINA, que o homem não possui, é mais sensível ao toque. O homem, em geral, prefere ser tocado nos
órgãos genitais, porque é APENAS nos órgãos genitais que possuem estímulos sexuais. As mulheres preferem ser
acariciadas, abraçadas, acariciadas nos cabelos, nucas, orelhas, braços, costas, pernas e pés.
Porém cada um acaricia o outro onde gostaria de ser acariciado. Homens vão direto aos órgãos sexuais das
mulheres e as mulheres ficam horas fazendo “cafunés” nos homens. Aí está o erro!
Quando entendemos o que cada um gosta e necessita, satisfazemos completamente nosso conjugue. NÃO
TENHA MEDO DE PERGUNTAR PARA O SEU CONJUGUE O QUE ELE(A) REALMENTE GOSTA!!
Abraços carinhos, somados à beijos apaixonados podem surtir um efeito abrasador na hora da relação sexual!
Aprenda a usar este artifício de conquista.
A MASTURBAÇÃO
Enquanto solteiros, a masturbação é um ato condenado, pelo fato de gerar desejo por alguém, na sua
imaginação, e também pelo fato de ejacular o sêmen sem uma mulher, lei descrita em Levítico 15:16.
Porém entre um casal, a masturbação é uma das maneiras de acariciar o parceiro ou a parceira. Uma das
coisas que devemos evitar é a masturbação sem o companheiro ou companheira, para que não incorramos no mesmo
pecado que há sobre os solteiros.

A PENETRAÇÃO
Deus criou tudo perfeito! Milhares de terminações nervosas, sensíveis ao toque, na glande do pênis, no
homem, e no clitóris, na mulher, fazem com que a penetração seja algo extremamente prazeroso. Existem muitas
variações para a penetração vaginal, diversas posições que facilitam o prazer para ambos. Mais uma vez voltamos a
afirmar: o diálogo é importante nesta hora: conversem sobre novas posições! Quando uma posição está sendo
satisfatória, é interessante comentar com o conjugue, para que ele(a) saiba repetir da próxima vez.
A vagina possui algumas áreas erógenas que devem ser bem exploradas, para um maior prazer sexual.
Lembrando que o homem demora de 3 à 5 minutos para ejacular e atingir o orgasmo e a mulher demora de 13 à 15
minutos para isso, quando não mais, por isso é tarefa do marido fazer a relação alcançar esses níveis, para que a
esposa também tenha um orgasmo.

ORGASMO
Palavra derivada do grego orgasmos, que significa “movimento impetuoso dos humores”. É o clímax do ato
sexual que, no homem, é acompanhado da ejaculação de sêmen e, na mulher, corresponde à excitação máxima
durante a qual ocorrem contrações na vagina, a que se seguem em ambos os casos, o declínio da tensão.
Na maioria das relações, o homem apenas atinge o orgasmo (que é o sinal visível do fim da relação íntima) e
a mulher não atinge. Isso vai gerando uma mulher desinteressada por sexo e insatisfeita com o relacionamento.
Um segredo para o homem levar a esposa ao clímax é a exploração. Explore cada centímetro dela, durante o
ato sexual. Nunca tenha vergonha do seu corpo ou do corpo da sua esposa! Nunca tenha nojo do seu corpo ou do
corpo da sua esposa! Ela é a mulher que Deus te permitiu escolher. Conheça bem o corpo da mulher amada! Saiba
onde ela sente prazer. Perceba as reações dela. Cada contração muscular, cada sussurro ou gemido. Anote tudo na
sua mente, para marcar um mapa erógeno no corpo da sua esposa. Assim você poderá fazê-la a esposa mais
realizada e feliz do mundo!

SEXO ORAL
Existem muitos tabus em relação ao sexo oral. No que consiste este ato? É quando um dos parceiros toca,
beija, acaricia ou estimula sexualmente o outro com a boca, lábios e/ou língua. Se falarmos aqui que o sexo oral é
pecado, teremos que afirmar categoricamente que “beijo no pescoço” é pecado, que “beijo na orelha” é pecado.
Deus não purificou uma parte do corpo humano a amaldiçoou outras. TODO nosso corpo é bendito e santificado
pelo Senhor.

Cantares 7:2 O teu umbigo é taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre é monte de trigo, cercado de
lírios.

A mulher comandando a relação de sexo oral, trazendo o esposo até seus seios:
Cantares 1:13 O meu amado é para mim um saquitel de mirra, posto entre os meus seios.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 10


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

Cantares 7:7-8 Esse teu porte é semelhante à palmeira, e os teus seios, a seus cachos. Dizia eu: subirei à
palmeira, pegarei em seus ramos. Sejam os teus seios como os cachos da vide, e o aroma da tua respiração, como o
das maçãs.

Cantares 8:1 Tomara fosses como meu irmão, que mamou os seios de minha mãe! Quando te encontrasse
na rua, beijar-te-ia, e não me desprezariam!

O livro de Cântico dos cânticos está repleto de interpretações sexuais. É o livro que Salomão escreveu
descrevendo seu amor pela Sunamita, possivelmente Abisague, a mulher que ele recebeu de seu pai Davi, no leito
de morte, e que seu irmão Adonias queria para si.

SEXO ANAL
Nossa função aqui não é dizer que se pode ou não fazer sexo anal. Nossa posição é expor a Palavra de Deus
em relação ao tema, e deixar que cada um, na sua intimidade, tome suas decisões.
É claro que muitos casais repudiam o sexo anal pelo fato de ser visto como “sujo” ou profano. Vale a pena
lembrar que o canal do reto e do ânus é uma parte tão limpa quanto qualquer outra do corpo físico, se bem cuidado.
O local no qual ficam as fezes é o intestino delgado, que está antes do canal retal. Também é interessante mencionar
que uma das zonas erógenas do corpo humano está exatamente colocada na extremidade do ânus. Por qual razão
Deus permitiria que uma região sensível ao toque e ao estímulo sexual estivesse exatamente naquele lugar?
Deus errou na sua criação? Ou simplesmente o sexo anal é um preconceito social e não um pecado bíblico?
Vejamos:

1 Coríntios 6:9 Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem
impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas(...)
1 Timóteo 1:10 impuros, sodomitas, raptores de homens, mentirosos, perjuros e para tudo quanto se opõe à
sã doutrina(...)

Estes versículos nos falam a cerca de pessoas que não alcançarão a salvação. Nesta lista, encontram-se os
“sodomitas”. Sodomita, segundo o Dicionário Bíblico Almeida, é o homossexual. A palavra aponta para a raiz
léxica grega arsenokoithv (arsenokoites), que significa “alguém que se deita com homem e com mulher (bi-
sexual), sodomita, homossexual”. Já a raiz léxica hebraica significa blk (keleb), que entre outras definições é
“prostituto cultual” ou homossexual.
Não podemos afirmar que a palavra sodomia esteja apontando para a relação anal entre homem e mulher,
casados e em comum acordo para tal. Vejamos o que o texto a seguir nos diz:

1 Coríntios 7:3-5 O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao
seu marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o
marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher. Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por
mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que
Satanás não vos tente por causa da incontinência.

Em Romanos 1:26-27 lemos:


“Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de
suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contacto
natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e
recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro”.
Quando vemos Paulo comentando sobre as mulheres que mudaram o modo natural de suas relações, a
primeira coisa que nos vem à mente é que deixaram de realizar a penetração vaginal e passaram a usar a penetração
anal. Porém a lei da hermenêutica (ciência da interpretação bíblica) nos mostra o entendimento do verso 26
exatamente no posterior, o 27, quando menciona que homens tinham relações com homens, gerando o
homossexualismo. O que Paulo se referia no verso vinte e seis era que as mulheres largavam os homens e tinham
suas relações pecaminosas com mulheres, totalmente condenado por Deus.
Quando estudamos um pouco da história grega e romana, período do império que dominava a Terra naquela
época, vemos que seguidoras das deusas Diana e Afrodite impunham-se contra os homens. Era uma espécie de
“feminismo” da época, onde as mulheres iam aos parlatórios apenas para discutir e contrariar as idéias machistas.
Algumas delas, declarando total independência em relação aos homens, mudavam-se para uma ilha grega,
chamada Lesbus, e lá habitavam. Por esta razão, todas as mulheres que tinham relações sexuais com mulheres
passaram a ser chamadas de “lésbicas”, alusão às habitantes da Ilha de Lesbus.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 11


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

Uma demonstração do espírito feminista que rondava aquela região grego-romana é que em 1 Coríntios
14:34, Paulo diz: “conservem-se as mulheres caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido falar; mas estejam
submissas como também a lei o determina”, porque muitas das feministas iam aos cultos apenas para criticar e
contrariar a Palavra que era pregada.
É óbvio que esta ordenança do Apóstolo Paulo não se aplica mais em nossos dias, pois as irmãs em nossas
igrejas têm tido sabedoria na hora de falar na Igreja.

Em relação ao sexo, Paulo declarou que o homem tem poder sobre o corpo da mulher e a mulher tem poder
sobre o corpo do marido, ou seja, havendo um mútuo consentimento em algo, estão debaixo de bênção. Claro, se
não ferir as Escrituras Sagradas, pois teologicamente falando, não temos uma diretriz exata para afirmar se o sexo
anal é pecado ou não. Claro que algumas concepções culturais ou sociais podem dizer que é ou que não é pecado,
mas – repito – bíblicamente não há.

CULTO NO LAR
Uma das principais causas de separações e brigas na família é a ausência de santidade no lar. Isso se trás
através do culto à Deus, dentro de casa, ou “Culto Familiar”. Devemos separa momentos específicos para oração,
adoração, leitura da Bíblia e discussões sobre temas bíblicos, dentro da família.
Famílias que oram juntas, sempre têm mais êxito em suas vidas. Separe um momento entre o casal, para orar
juntos. Pode ser quando acordam ou quando vão se deitar, mas que possam manter uma rotina diária de oração. Não
estamos falando aqui de orações intermináveis, mas excelentes momentos juntos, falando com o Senhor.
O marido deve ser um leitor da Bíblia e a mulher uma adoradora. Sempre que realizamos cultos no lar,
cantamos louvores, oramos, lemos a Palavra, e nos alegramos na presença do Senhor.
Ensine desde cedo aos filhos a ter comunhão com o Espírito Santo, através de orações e devocionais. Os
momentos devocionais são importantes para o crescimento de qualquer pessoa, casal ou família.
Para um excelente devocional, faça o seguinte:
• Escolha um lugar agradável e tranqüilo;
• Siga uma seqüência de leitura bíblica diariamente;
• Ore com alegria, pois está na presença do Senhor;
• Faça anotações em um caderno para relembrar mais tarde do que leu.

Se todos os dias fizermos um momento devocional ao menos, nosso crescimento será notório. Em casal,
muito mais ainda, porque – aos poucos – vamos habituando nosso quotidiano às verdades bíblicas adquiridas através
destes momentos. É muito produtivo.
Um casal que ora, lê a Bíblia e louva juntos, sempre será mais abençoado, próspero e duradouro do que
qualquer outro. É a “corda de três dobras” que Salomão relatou em Eclesiastes 4:12.

LIBERTAÇÃO NO LAR
Muitos lares precisam de libertação. Muitos casamentos precisam de libertação, pois às vezes trazem sobre si
maldições do passado. Mulheres que foram maltratadas ou abusadas necessitam de uma cura interior, para que não
transfiram seus medos e preconceitos para o relacionamento familiar.
Homens promíscuos ou violentos precisam ser libertos de atitudes que desabonam sua conduta cristã e
familiar.
Maldições hereditárias devem ser quebradas, no Nome de Jesus! Se lermos três versículos na Bíblia,
entenderemos o que é e como resolver:

Êxodo 20:5 Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que
visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem.
Aqui mostra que o pecado DOS PAIS o Senhor cobra NOS FILHOS. Pais que ainda servem ao diabo, por
muitas vezes amaldiçoam os filhos e isso reflete sobre as suas vidas.

Mateus 10:34-35 Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Pois vim causar
divisão entre o homem e seu pai; entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra.
Aqui Jesus nos diz que Ele veio trazer a ESPADA, e com essa espada trazer DIVISÃO entre o homem e seu
pai e a filha e sua mãe... Deus não estava dizendo aqui que não quer a família unida, sendo que a PRIMEIRA
instituição de Deus foi a Família. O texto nos fala sobre as maldições, pecados dos pais que o Senhor deveria visitar
nos filhos, conforme a promessa de Êxodo 20:5. Jesus veio para nos livrar desse mal!

Hebreus 4:12 Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois
gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e
propósitos do coração.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 12


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

A espada que o Senhor se referiu em Mateus 10 é a Sua Palavra (Veja também Ap. 1:16 e 2:16). Através da
Bíblia quebramos qualquer maldição hereditária em nossas vidas!

ESPÍRITOS ATRAVESSADORES
Existem demônios, chamados de espíritos atravessadores que distorcem o diálogo do casal. Se o marido faz
um elogio à esposa, o demônio faz com que ela ouça em tom de ironia ou deboche. Muitas discussões, brigas e até
divórcios acontecem por causa desses demônios. Devemos orar em nossas casas repreendendo qualquer espírito
atravessador dentro de casa e no relacionamento do casal, para que a paz impere e a glória de Deus seja sobre os
dois.

ANJOS
Um dos pontos mais fortes do nosso ministério, com certeza é o ministério com os anjos. Aprendemos a
conhecê-los e utiliza-los debaixo da égide da Palavra de Deus. Os anjos podem ajudar (e muito) no relacionamento
dentro de casa. São eles que evitam acidentes, que protegem a casa, que nos avisam de perigos e que nos auxiliam
nos momentos de dificuldades. Aprendamos a conhecer os nossos anjos e a trabalhar com eles, para que tenhamos a
presença de Deus conosco.

EDUCAÇÃO DE FILHOS
A VARA DA DISCIPLINA
Pode parecer inacreditável, mas a vara realmente dá a disciplina. A Bíblia sempre se cumpre. Muitos pais não
educam os filhos e são envergonhados por eles. Crianças mal educadas, não ensinadas, desobedientes... o erro do é
dos pais, que não educam corretamente seus filhos.

• Há quem não use a vara porque pensa que é agressão: leia Pv. 23:13;
• Há quem não use a vara alegando que ama seu filho: leia Pv. 13:24;
• Há quem não use a vara alegando que é humilhante: leia Pv. 22:15;
• Há quem não use a vara, pois crêem que devem educar os filhos deixando-os livres: leia Pv. 29:15.

Pv. 13:24 O que retém a vara aborrece a seu filho, mas o que o ama, cedo, o disciplina.
Pv. 22:6 Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.
Pv. 22:15 A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a afastará dela.
Pv. 23:13 Não retires da criança a disciplina, pois, se a fustigares com a vara, não morrerá.
Pv. 29:15 A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua
mãe.

Os pais, em todo o tempo, devem concordar com o processo de educação, alfabetização e evangelização de
seus filhos. Quando o pai falar algo para a criança, a mãe JAMAIS deverá contradizer mesmo em casos em que a
mãe não concorde com o que foi exposto, e vice-versa. Na frente das crianças, os pais devem mostrar certeza no que
estão falando.
Saber dizer não é fundamental na educação dos filhos. Isso dá limites ao crescimento da criança. O filho que
nunca ouviu um não dará problemas ao pai quando crescer:

1 Reis 1: 5-6 Então, Adonias, filho de Hagite, se exaltou e disse: Eu reinarei. Providenciou carros, e
cavaleiros, e cinqüenta homens que corressem adiante dele. Jamais seu pai o contrariou, dizendo: Por que procedes
assim? Além disso, era ele de aparência mui formosa e nascera depois de Absalão.

A ORAÇÃO DA CRIANÇA
Ensine seu filho a orar! No inicio, as primeiras palavrinhas, dirigidas a Deus são como um balsamo ao
Coração do Senhor! O perfeito louvor sai da boca dos pequeninos. Os filhos devem VER os pais orando, VER os
pais lendo a Bíblia, VER os pais louvando ao Senhor. Serão informações que eles guardarão em seus corações e
desejarão ser como seus pais. Nós, pais, somos o exemplo para eles. De nada adiantará você falar algo para ele
fazer, se você mesmo não o faz. Nossas atitudes falarão muito mais do que as nossas palavras.
Quando forem orar, chamem os filhos para estarem juntos, na oração. Durante as refeições, peça aos filhos
para dirigirem à Deus uma prece. Sempre mostrando à eles, desde o primeiro aninho, que DEUS é o nosso Senhor e
que devemos aprender a amá-lo e honra-lo em todo o tempo.

BRINCADEIRAS EDUCATIVAS
As brincadeiras infantis atravessam séculos e transmitem confiança, alegria e coordenação motora aos
pequenos. Nós, porém, preferimos as brincadeiras educativas, didáticas, onde além do momento de recreação, as
crianças possam aprender algo que lhes sirva para a vida toda.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 13


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

Por exemplo: brinque de reconhecer cores ou formas geométricas. Brinque de contar coisas ou de memorizar
imagens e objetos. O cérebro vai sendo estimulado e a criança terá um excelente desenvolvimento mais tarde.
Eu, Pastor Carlo Ribas, vejo isso dentro da minha casa. Minha esposa, Pastora Francine foi educadora
infantil. Ela dava aulas de música em um colégio do nosso município. Por razão disso, suas brincadeiras com nosso
filho Matheus são inteiramente educativas e bíblicas. Nós não estaríamos escrevendo isso aqui se não vivêssemos
essa realidade em nosso lar. Quando os pais brincam com os filhos de coisas saudáveis e educativas, o caráter da
criança é moldado e sua personalidade é polida.

ENSINO DOS PORQUÊS


Quando seu filho lhe perguntar alguma coisa, responde de forma correta e objetiva. Não dê respostas
paliativas à criança. Por mais difícil que a resposta seja, fale sobre ela. Não hesite em falar sobre “mecatrônica” ou
“física quântica”. As crianças, a partir do terceiro ano começam a desenvolver a percepção social e a querer ser
alguém ou alguma coisa. Você poderá dar uma explicação difícil e complexa e ele ficará ao seu lado o tempo todo
ouvindo tudo, como se entendesse o que está ouvindo. Não é perca de tempo, pois o cérebro da criança
REALMENTE armazenou tudo o que ouviu e vai usar aquilo algum dia de sua vida.

AMOR, CARINHO E ATENÇÃO


Invista todo o seu tempo em seus filhos! Não os troque por um programa de TV (a não ser que eles estejam
assistindo com você), ou por uma partida de futebol! Crianças precisam de pais presentes e ativos. Elas têm
necessidade da companhia paterna e materna para desenvolverem-se e crescer.
Se você quiser ter um filho carinhoso, atencioso e que nunca vai te abandonar ou te deixar decepcionado, dê
todo amor que tiver à ele, toda a sua atenção e todo o seu carinho. Invista nele!! Os filhos devolverão com juros o
que você depositar nele.

HOMOSSEXUALISMO
O QUE A BÍBLIA DIZ?

1 Coríntios 6:9 Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem
impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas(...)
1 Timóteo 1:10 impuros, sodomitas, raptores de homens, mentirosos, perjuros e para tudo quanto se opõe à
sã doutrina(...)

Os sodomitas, como anteriormente vimos, são condenados pelo Senhor. Deus criou com todo amor e alegria
dois seres distintos: HOMEM e MULHER. Cada um com características únicas e especiais. É inconcebível aceitar o
homossexualismos, pois é uma deturpação da criação do Altíssimo e um desvio da vontade de Deus.
O diabo fez com que muitas vidas fossem oprimidas por espíritos sexuais, da linhagem de Belfegor. A Bíblia
vai além disso, não apenas os homossexuais, sodomitas, lésbicas ou bi-sexuais não obtém a salvação, mas também
os efeminados, que no grego (malakov malakos) quer dizer: de afinidade incerta, um homem que submete o seu
corpo a lascívia não natural, que é o caso, por exemplo, da masturbação, leitura de revistas e sites pornográficos etc.

O QUE A CIÊNCIA E A MEDICINA DIZEM?


Pesquisas mostram que o padrão básico para a formação do feto é feminino. Disso resultam algumas
características femininas sem função no homem como, por exemplo, os mamilos.
Entre seis e oito semanas depois da concepção, o feto do sexo masculino (XY) recebe uma dose maciça de
hormônios chamados androgênios que, primeiro, formam os testículos e, num segundo momento, alteram a
configuração cerebral masculina. No cérebro existe uma área responsável pelo desejo sexual, chamado hipotálamo,
que nas mulheres é menor do que nos homens. (Aí a resposta do maior apetite sexual do homem do que da mulher).
Se nas primeiras semanas de vida do feto a mãe sofrer um estresse emocional muito forte ou constantes brigas, ou
algo que lhe altere a sua configuração hormonal, o corpo barra a inserção dos hormônios necessários para a
formação do cérebro masculino, contraindo o hipotálamo. Teríamos então um menino com desejo sexual igual de
uma mulher. Isso pode ser catalogado como patológico, portanto pode ser curado pelo Poder de Deus!
Quando oramos por pessoas homossexuais, devemos levar em conta os fatores espirituais, sociais e também
patológicos, para obter uma perfeita recuperação. Os demônios devem ser expulsos, as doenças curadas e os desvios
sociais tratados e restaurados.

FINANÇAS NO LAR
Como ter um casamento abençoado em meio a turbulências financeiras? É complicado. Uma grande parcela
dos problemas familiares é decorrente de problemas financeiros.
Vivemos em tempos realmente difíceis, onde o dinheiro não vale mais como valia antes, mas não podemos
esmorecer. Devemos, em primeiro lugar, abençoar diariamente o nosso dinheiro e as entradas financeiras de nossa

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 14


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

casa, através da oração. Muitos recebem o salário e amaldiçoam dizendo: “esta porcaria não dá pra nada!”.
Infelizmente, deste jeito, nunca vai dar pra nada mesmo. Precisamos iniciar com a bênção!
Um ponto importantíssimo é o planejamento financeiro. Planejar é fazer o que Jesus nos disse, leia:

Lucas 14:28-30 Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a
despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a
podendo acabar, todos os que a virem zombem dele, dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar.

Quando planejamos, não corremos o risco ou, pelo menos, reduzimos drasticamente os riscos de sermos
zombados. Sentem-se os dois, com papel e caneta nas mãos e calculem tudo o que ganham, sempre arredondando os
valores “para mais”, e decidindo o que será gasto no decorrente mês. Nunca façam uma conta sem ter quitado outra
primeiro.
Evitem comprar comida a prazo, no crédito ou no cartão, pois sempre dependerá do seu crédito e não mais do
Senhor. Prefira confiar e orar ao Senhor. Ele SEMPRE responde, pode acreditar!
Sejam fiéis no DÍZIMO e nas OFERTAS, pois só assim o Senhor poderá encher de bênçãos o seu lar.

GERENCIAMENTO DE PRIORIDADES
Não gaste com bobeiras. Gerencie as suas prioridades! Veja o que realmente é necessário para se comprar ou
investir. Assegure-se que o seu capital será bem empregado e não se arrisque em qualquer negócio.
Em casa, muitas famílias gastam exorbitâncias em coisas supérfluas, como trocar várias vezes de móveis ou
comprar um eletrodoméstico que acabou usando uma vez apenas.

Hebreus 13:5 Seja a vossa vida sem avareza. Contentai-vos com as coisas que tendes; porque ele tem dito:
De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.

ATÉ ONDE O DINHEIRO É IMPORTANTE?


Prosperidade é a condição de se viver bem com aquilo que se tem, e não a condição de adquirir riqueza. Deus
quer que enriquecemos, mas não há todos, pois caso contrário o próprio Jesus não teria afirmado que sempre
haveriam pobres na terra (Jo 12:8).
Definitivamente não vale a pena discutir em casa por causa de dinheiro. Se existem contas para pagar é
porque as dívidas foram contraídas em família. Vamos tentar resolve-las em família também. Evite fazer
empréstimos para pagar contas... é ilusão ter “apenas uma conta para pagar”. A dívida ainda existirá. Tente negociar
suas dívidas e resolver não faze-las mais.
A família é mais importante. Aprenda com os erros e não volte mais a cometê-los. O dinheiro só é importante
enquanto for usado sabiamente para o seu conforto e proteção. Além disso, pode trazer maldição e desarmonia.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 15


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

DIVÓRCIO

Malaquias 2:16 Pois aborreço o divórcio, diz Jeová, Deus de Israel, e aquele que cobre de violência os seus
vestidos, diz Jeová dos exércitos; portanto guardai o vosso espírito, para que não vos hajais aleivosamente.

Jesus falou sobre o divórcio:

Mateus 5:31-32 Também foi dito: Aquele que repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio. Eu, porém, vos
digo: qualquer que repudiar sua mulher, exceto em caso de relações sexuais ilícitas, a expõe a tornar-se adúltera; e
aquele que casar com a repudiada comete adultério. (leia também Mateus 19:9)
Romanos 7:2-3 Ora, a mulher casada está ligada pela lei ao marido, enquanto ele vive; mas, se o mesmo
morrer, desobrigada ficará da lei conjugal. De sorte que será considerada adúltera se, vivendo ainda o marido, unir-
se com outro homem; porém, se morrer o marido, estará livre da lei e não será adúltera se contrair novas núpcias.

Estes textos da Bíblia Sagrada nos mostram CLARAMENTE que Deus se desagrada do divórcio. Hoje em
dia está muito normal, caso haja uma “incompatibilidade de genes”, a separação litigiosa. Deus condena o repúdio e
ordena que o casamento seja indissolúvel.

1 Coríntios 7:10-15 Ora, aos casados, ordeno, não eu, mas o Senhor, que a mulher não se separe do marido
(se, porém, ela vier a separar-se, que não se case ou que se reconcilie com seu marido); e que o marido não se aparte
de sua mulher. Aos mais digo eu, não o Senhor: se algum irmão tem mulher incrédula, e esta consente em morar
com ele, não a abandone; e a mulher que tem marido incrédulo, e este consente em viver com ela, não deixe o
marido. Porque o marido incrédulo é santificado no convívio da esposa, e a esposa incrédula é santificada no
convívio do marido crente. Doutra sorte, os vossos filhos seriam impuros; porém, agora, são santos. Mas, se o
descrente quiser apartar-se, que se aparte; em tais casos, não fica sujeito à servidão nem o irmão, nem a irmã; Deus
vos tem chamado à paz.

O Apóstolo Paulo, em sua carta aos coríntios afirmou que “a mulher crente não abandone o marido
incrédulo”, para santificar o lar. Mas caso o descrente quiser se apartar (divorciar), que se aparte e o crente fica livre
para contrair novo matrimônio.

Com base nestes textos bíblicos, concluímos que:


• Casais crentes em Jesus NÃO PODEM SEPARAR-SE por motivos banais.
• A separação só pode haver através do ADULTÉRIO de uma das partes.
• O que adulterou não pode mais contrair matrimônio, porque tornará a próxima pessoa ADULTERA com
ele.
• O conjugue que foi vítima de adultério poderá contrair novo matrimônio.
• O crente casado com ímpio não pode separar.
• Caso o ímpio quiser separar, o crente está livre para casar novamente.
• O crente viúvo poderá casar livremente.

No caso de pessoas que se converteram APÓS um divórcio e acabaram conhecendo uma outra pessoa na
igreja, poderão casar livremente, pois o Senhor não tem em conta o tempo da ignorância.

Atos 17:30 Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que
todos, em toda parte, se arrependam;

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 16


Seminário para Casais – Pastores Carlo e Francine Ribas

MINISTÉRIO CARLO RIBAS


O MCR nasceu em 10/02/1998. Após observar a necessidade de maior preparo quanto ao
ministério de libertação em diversas igrejas, somados à falta de tempo dos pastores para dedicar
a este assunto, surgiu a iniciativa do Pr. Carlo Ribas em desenvolver, treinar e possibilitar a
instalação de Ministérios de Libertação nas igrejas evangélicas, com pessoas preparadas,
consagradas e dispostas a atuar nessa área.
Através de cursos e seminários ministrados, em todo o Brasil e no Mundo, vão-se
formando Ministros de Libertação, membros das diversas igrejas evangélicas, que trabalham em
parceria com o MCR. Na época se chamava “Ministério Internacional de Libertação” e, com o
passar do tempo, mudou o nome para “Carlo Ribas Ministries” ou, simplesmente “Ministério
Carlo Ribas”.
O MCR não é uma denominação, e sim uma entidade sem fins lucrativos. Trabalha em
parceria direta com igrejas evangélicas. Os Ministros do MCR solicitam cadastro através do site
www.carloribas.com.br ou ainda em contato direto com representantes regionais ou estaduais do
ministério. Sua aceitação se fará mediante a autorização do pastor de sua igreja. O ministros
formados pelo MCR, quando necessário, são convocados para atuarem em congressos,
libertações ou auxílio à igrejas, em casos de libertação.

Carlo Ribas Ministries - www.carloribas.com.br 17

Похожие интересы