Вы находитесь на странице: 1из 2

Sustentabilidade na Terra 27

Atividade 13 Ecossistemas
Nome:

N.º Turma:
Páginas 104 a 116 do manual

1 Lê o texto e, com base nele, tenta responder às questões que se seguem:

O Tudy, uma linda tartaruga-verde, está deliciado observar os raios solares a penetrar na água, um
com a viagem que vai fazer em alto-mar. A hora che- fator necessário para que o fitoplâncton (algas
gou finalmente. Uhau! Tantas sardinhas, nunca vi microscópicas) possa realizar a fotossíntese. Aliás, é
tal, tão bonitas e organizadas nos seus movimentos ao fitoplâncton que o zooplâncton vai buscar a ener-
à procura de zooplâncton para se alimentarem. Ups, gia química de que necessita para viver. O mundo
um atum enorme…, fujam sardinhas, senão é o vosso marinho é fantástico e o melhor de tudo é que eu
fim. Que susto! Bem, vou continuar a minha aven- faço parte dele.
tura um pouco mais perto da superfície onde posso

1.1. Elabora uma cadeia trófica com quatro níveis tróficos.

1.2. Indica o nome de um produtor e de um consumidor de 2.a ordem.

1.3. Explica o facto de o fitoplâncton se encontrar nas zonas mais superficiais do oceano.

2 Observa atentamente a figura 1.


Coelho Ervas

Gafanhoto

Cobra

Águia Sapo
Pardal

1 Milho Rato

2.1. Refere, justificando, o que pretende representar a figura 1.

2.2. Tendo em conta a figura 1, indica:


VT8CA © Porto Editora

2.2.1. o nível trófico que o sapo ocupa.


2.2.2. os seres vivos que podem ocupar mais do que um nível trófico.
2.2.3. o ser vivo que está no topo das cadeias tróficas.
28 Atividade 13

2.3. Partindo dos dados fornecidos na figura 1, seleciona:


2.3.1. uma cadeia trófica com três níveis tróficos.

VT8CA © Porto Editora


2.3.2. uma cadeia trófica com quatro níveis tróficos que não inclua a cobra.

2.4. Menciona quantas cadeias tróficas diferentes poderás construir:


2.4.1. com o pardal como produtor.
2.4.2. com o pardal como consumidor de 1.a ordem.
2.4.3. com o rato como consumidor de 2.a ordem.

2.5. Assinala com X a letra da opção que completa corretamente a frase:

“Com base na figura 1, podemos construir…”


A – 4 cadeias tróficas diferentes. C – 4 teias alimentares diferentes.
B – mais de 4 cadeias tróficas diferentes. D – mais de 4 teias alimentares diferentes.
2.6. Utilizando apenas uma seta, transforma a cadeia trófica que se segue numa teia alimentar.

Ervas Coelho Cobra Águia

3 A figura 2 representa um ecossistema onde o pensamento do ser vivo mostra o que cada um deles
procura no local para se poder alimentar.

Garça-real

Perna-vermelha
Caniços

Caboz-da-areia Camarão-
Robalo -mouro

Tainha

Caranguejo-verde
Fitoplâncton
Zooplâncton
Labujinha

3.1. Indica o nome de:


3.1.1. dois produtores representados na figura.
3.1.2. um predador do caranguejo-verde.

3.2. Constrói duas cadeias tróficas: uma que inclua a garça-real no 3.° nível trófico e outra que
inclua o robalo como consumidor de 4.a ordem.