You are on page 1of 3

Música Tradicional de Havana

Havana é considerada a cidade mais musical de toda a América. Ao visitar este


sítio sente-se um misto de emoções, pois ao percorrer cada esquina deste lugar
apercebe-se da sua história nos vários edifícios, da energia e simpatia do seu povo. Nas
ruas há música e só vai sentir vontade de dançar! Havana é a capital de Cuba, por isso
os ritmos cubanos são a sua principal identidade. Por isso, deixamos aqui tudo o que
precisa saber sobre a música de Havana!

Toda a música está fortemente associada ao som de instrumentos simples como


violões espanhóis, maracas e tambores africanos e são vários os estilos musicais que
foram surgindo ao longo dos séculos e que hoje em dia fazem parte da cultura cubana
presente nas ruas, palcos e clubes musicais antigos.

Veja os principais estilos música de Havana:

1. Rumba

Este estilo musical foi criado em meados do século XIX por negros pobres de Havana
em forma de protesto contra a sociedade que se encontrava marginalizada.

De origem afro-cubana, a rumba animava as várias festas e acabou por se


internacionalizar e neste momento existem três tipos de rumba: o guaguancó de
Havana, o yambú e o columbia de Matanzas.

2. Guajira

A guarija é um género de música proveniente das províncias de Havana, Pinar Del Rio
e Matanzas. Foi o guitarrista Guilhermo Portabales quem a introduziu em grandes
clubes musicais e salões, onde tocava temas relacionados com a vida campestre.

Esta música de Havana é acompanhada com bongô e guitarra e é um sucesso


internacional. Uma das mais conhecidas por todos é a Guarija Guantanamera que é
considerada o hino da música cubana.

3. Mambo

Criado no final dos anos 30 por dois irmãos, o mambo inspira-se em músicas populares
de origem africana com jazz americano. Este estilo musical é predominante em todas
as casas noturnas de Cuba e ganhou mais impulso nos Estados Unidos.
Cantores como Perez Prado, Tito Puente e Beny Moré são considerados os grandes
impulsionadores do ritmo cubano que levou a um alcance mundial.

4. Salsa Cubana

Foi na ilha de Cuba que surge a salsa, mais especificamente em Havana, nos mais
conhecidos salões e cabarets. Esta música de Havana é uma mistura de vários estilos
musicais, daí o seu nome se referir a um condimento que dá mais sabor aos alimentos.

A salsa une toda a musicalidade cubana como a rumba e o mambo, onde são utilizados
instrumentos como guitarras, maracas, trompete, cravo e contrabaixo.

5. Chá – Chá – Chá

Este género musical foi criado pelo compositor e violinista Enrique Jorrín e é
considerado uma adaptação do mambo.

O chá – chá – chá rapidamente se impulsionou e foi fonte de inspiração para muitas
estrelas de música latino-americana como Marc Anthony, Ricky Martin e Carlos
Santana. Este tipo de música de Havana convence qualquer um a saltar da pista para
dançar fazendo-se acompanhar por instrumentos como bongôs, timbales e congas.

6. Conga

A conga é um estilo musical latino-americano que nasceu nas ruas de Cuba e


rapidamente se estendeu até aos Estados Unidos. Como os outros géneros latinos,
fazem parte da conga, vários instrumentos musicais, muita dança e alegria.

7. Bolero

Este tipo de música mistura ritmos americanos e espanhóis. O seu ritmo é lento e é
especialmente usado em temas românticos.

Com o tempo, o bolero se fundiu em outros estilos musicais como: o el bolero son,
bolero-chacha, bolero mambo, bolero ranchero, bolero moruno e la bachata.
8. Nueva Trova

Este género é considerado o ritmo cubano mais recente. Este movimento musical surgiu
na década de 60 e teve como percursores Silvio Rodrigues, Noel Nicola, Carlos Puebla,
Vicente Feliú e Pablo Milanés.

Este movimento teve grande impacto no Primeiro Encontro de Canção de Protesto em


1967 que contou com a presença de músicas de toda a América Latina em Havana.

Depois destas sugestões todas de ritmos de Havana, é só treinar uns passos de dança
pois caso viaje para lá está preparadíssimo para o fantástico ambiente que vai
encontrar!