Вы находитесь на странице: 1из 52

DIA D

DIA NACIONAL
DE DISCUSSÃO
SOBRE A BNCC
AGENDA  |  a.vidades  extras    

DURAÇÃO  SUGERIDA  

ATIVIDADE  A          
Estrutura  do  documento:  A  Educação  Infan.l  e  os  componentes     2h20  
curriculares  do  Ensino  Fundamental    
 
ATIVIDADE  B    
Sala  de  aula:  Planejamento  à  luz  das  competências  gerais,  campos  de     1h25  
experiências,  obje.vos  de  aprendizagem  e  desenvolvimento  e  habilidades  
 
ATIVIDADE  C    
1h  
Na  prá;ca:  Competências  do  aluno,  competências  do  professor  
A
ATIVIDADE  
Estrutura  do  documento  

A  Educação  Infan;l  e  os  componentes    

2h20  
 
curriculares  do  Ensino  Fundamental    

DURAÇÃO  SUGERIDA  
A  
ATIVIDADE  

EDUCAÇÃO  BÁSICA  
Competências  gerais    

Educação  Infan;l   Ensino  Fundamental  

Direitos  de  aprendizagem  e  desenvolvimento   Áreas  de  conhecimento  


Campos  de  experiências   Competências  específicas  de  área  
Componentes  curriculares  
Competências  específicas  de  componente  

0  -­‐  1a  6m   1a  7m  –  3a  11m   4a  –  5a  11m   Anos  iniciais   Anos  finais  
Obje.vos  de  aprendizagem  e  desenvolvimento   Unidades   Objetos  de   Habilidades  
temá.cas   conhecimento      
PASSO  1  
Como  a  BNCC  está  organizada?  
A  
ATIVIDADE  

EXEMPLO  >  Educação  Infan;l  


 
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   ENSINO  FUNDAMENTAL   ENSINO  MÉDIO   A  
ATIVIDADE  
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   ENSINO  FUNDAMENTAL   ENSINO  MÉDIO   A  
ATIVIDADE  
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   A  
ATIVIDADE  

Direitos  de  
Aprendizagem  e  
Desenvolvimento  
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   A  
ATIVIDADE  

CONVIVER   BRINCAR   PARTICIPAR   EXPLORAR   EXPRESSAR-­‐SE   CONHECER-­‐SE  


Direitos  de  
Aprendizagem  e  
Desenvolvimento  
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   A  
ATIVIDADE  

CONVIVER   BRINCAR   PARTICIPAR   EXPLORAR   EXPRESSAR-­‐SE   CONHECER-­‐SE  


Direitos  de  
Aprendizagem  e  
Conviver  com   Brincar   Par.cipar  a.vamente,   Explorar   Expressar,  como   Conhecer-­‐se  e  
Desenvolvimento   outras  crianças     co.dianamente  de   com  adultos  e  outras   movimentos,   sujeito  dialógico,   construir  sua  
e  adultos,  em   diversas  formas,   crianças,  tanto  do   gestos,  sons,   cria.vo  e  sensível,   iden.dade  pessoal,  
pequenos  e   em  diferentes   planejamento  da   formas,  texturas,   suas  necessidades,   social  e  cultural,  
grandes  grupos,   espaços  e  tempos,   gestão  da  escola  e  das   cores,  palavras,   emoções,   cons.tuindo  uma  
u.lizando   com  diferentes   a.vidades  propostas   emoções,   sen.mentos,   imagem  posi.va  de  
diferentes   parceiros  (crianças   pelo  educador  quanto   transformações,   dúvidas,  hipóteses,   si  e  de  seus  grupos  
linguagens,   e  adultos),   da  realização  das   relacionamentos,   descobertas,   de  pertencimento,  
ampliando  o   ampliando  e   a.vidades  da  vida   histórias,  objetos,   opiniões,   nas  diversas  
conhecimento  de   diversificando  seu   co.diana,  tais  como  a   elementos  da   ques.onamentos,   experiências  de  
si  e  do  outro,  o   acesso  a  produções   escolha  das   natureza,  na  escola   por  meio  de   cuidados,  
respeito  em   culturais,  seus   brincadeiras,  dos   e  fora  dela,   diferentes   interações,  
relação  à  cultura     conhecimentos,   materiais  e  dos   ampliando  seus   linguagens.   brincadeiras  e  
e  às  diferenças   sua  imaginação,   ambientes,   saberes  sobre  a     linguagens  
entre  as  pessoas.   sua  cria.vidade,   desenvolvendo   cultura,  em  suas     vivenciadas  na  
  suas  experiências   diferentes  linguagens   diversas     ins.tuição  escolar  
  emocionais,   e  elaborando   modalidades:  as     e  em  seu  contexto  
  corporais,   conhecimentos,   artes,  a  escrita,  a     familiar  e  
  sensoriais,   decidindo  e  se   ciência  e  a     comunitário.  
  expressivas,   posicionando.   tecnologia.      
  cogni.vas,  sociais            
  e  relacionais.          
           
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   A  
ATIVIDADE  

Corpo,  gestos  e   Traços,  sons,   Espaços,  tempos,  


Eu,  o  outro  e  nós     movimentos   cores  e  formas   Escuta,  fala,   quan;dades,  
Campos  de   pensamento  e  
relações  e  
Experiência   imaginação  
transformações    
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   A  
ATIVIDADE  

Corpo,  gestos  e   Traços,  sons,   Espaços,  tempos,  


Eu,  o  outro  e  nós     movimentos   cores  e  formas   Escuta,  fala,   quan;dades,  
Campos  de   pensamento  e  
relações  e  
Experiência   imaginação  
transformações    
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   A  
ATIVIDADE  

Corpo,  gestos  e   Traços,  sons,   Espaços,  tempos,  


Eu,  o  outro  e  nós     movimentos   cores  e  formas   Escuta,  fala,   quan;dades,  
Campos  de   pensamento  e  
relações  e  
Experiência   imaginação  
transformações    

0  –  1a6m   1a7m  –  3a11m   4a  –  5a11m  


Faixa  etária  (?)  

(EI02EO07)  Resolver  conflitos  nas   (EI03EO06)  Manifestar  interesse  e   (EI02EO06)  Respeitar  regras  básicas  
interações  e  brincadeiras,  com  a   respeito  por  diferentes  culturas  e   de  convívio  social  nas  interações  e  
Obje.vos  de   orientação  de  um  adulto.   modos  de  vida.   brincadeiras  
Aprendizagem  e  
Desenvolvimento  
PASSO  1    
Como  a  BNCC  está  organizada?  
A  
ATIVIDADE  

EXEMPLO  >  Ensino  Fundamental  


 
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   ENSINO  FUNDAMENTAL   ENSINO  MÉDIO   A  
ATIVIDADE  
Etapas  
EDUCAÇÃO  INFANTIL   ENSINO  FUNDAMENTAL   ENSINO  MÉDIO   A  
ATIVIDADE  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
1            Reconhecer  que  a   3            Compreender   4            Fazer  observações   6              Enfrentar   7              Desenvolver  e/ou  discu.r  
Matemá.ca  é  uma  ciência   as  relações  entre   sistemá.cas  de  aspectos   situações-­‐problema     projetos  que  abordem,  
humana,  fruto  das   conceitos  e   quan.ta.vos  e  qualita.vos   em  múl.plos   sobretudo,  questões  de  urgência  
necessidades  e   procedimentos  dos   presentes  nas  prá.cas   contextos,     social,  com  base  em  princípios  
preocupações  de  diferentes   diferentes  campos   sociais  e  culturais,  de  modo   incluindo-­‐se   é.cos,  democrá.cos,  
culturas,  em  diferentes   da  Matemá.ca   a  inves.gar,  organizar,   situações   sustentáveis  e  solidários,  
momentos  históricos,  e  é   (Aritmé.ca,   representar  e  comunicar   imaginadas,  não   valorizando  a  diversidade  de  
uma  ciência  viva,  que   Álgebra,   informações  relevantes,  para   diretamente   opiniões  de  indivíduos  e  de  
contribui  para  solucionar   Geometria,   interpretá-­‐las  e  avaliá-­‐las   relacionadas  com     grupos  sociais,  sem  preconceitos  
Competências   problemas  cienpficos  e   Estaps.ca  e   crí.ca  e  e.camente,   o  aspecto  prá.co-­‐ de  qualquer  natureza.  
tecnológicos  e  para  alicerçar   Probabilidade)  e   produzindo  argumentos   u.litário,    
Específicas     descobertas  e  construções,   de  outras  áreas  do   convincentes.   expressar  suas  
8              Interagir  com  seus  pares  de  
conhecimento,   respostas  e  sinte.zar  
de  Área   inclusive  com  impactos  no  
mundo  do  trabalho.     sen.ndo   conclusões,   forma  coopera.va,  trabalhando  
segurança  quanto   5            U.lizar  processos  e   u.lizando  diferentes   cole.vamente  no  planejamento  
à  própria   ferramentas  matemá.cas,   registros  e   e  desenvolvimento  de  pesquisas  
2            Desenvolver  o  raciocínio   capacidade  de   inclusive  tecnologias  digitais   linguagens  (gráficos,   para  responder  a  
construir  e  aplicar   disponíveis,  para  modelar  e   tabelas,  esquemas,   ques.onamentos  e  na  busca  de  
lógico,  o  espírito  de   conhecimentos   soluções  para  problemas,  de  
resolver  problemas   além  de  texto  escrito  
inves.gação  e  a  capacidade   matemá.cos,   modo  a  iden.ficar  aspectos  
co.dianos,  sociais  e  de   na  língua  materna  e    
de  produzir  argumentos   desenvolvendo  a   consensuais  ou  não  na  discussão  
convincentes,  recorrendo   outras  áreas  de   outras  linguagens  
autoes.ma  e  a   conhecimento,  validando   para  descrever   de  uma  determinada  questão,  
aos  conhecimentos   perseverança  na   respeitando  o  modo  de  pensar  
estratégias  e  resultados.     algoritmos,  como  
matemá.cos  para   busca  de  soluções.   dos  colegas  e  aprendendo    
fluxogramas).  
compreender  e  atuar     com  eles.  
no  mundo.    
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
1            Reconhecer  que  a   3            Compreender   4            Fazer  observações   6              Enfrentar   7              Desenvolver  e/ou  discu.r  
Matemá.ca  é  uma  ciência   as  relações  entre   sistemá.cas  de  aspectos   situações-­‐problema     projetos  que  abordem,  
humana,  fruto  das   conceitos  e   quan.ta.vos  e  qualita.vos   em  múl.plos   sobretudo,  questões  de  urgência  
necessidades  e   procedimentos  dos   presentes  nas  prá.cas   contextos,     social,  com  base  em  princípios  
preocupações  de  diferentes   diferentes  campos   sociais  e  culturais,  de  modo   incluindo-­‐se   é.cos,  democrá.cos,  
culturas,  em  diferentes   da  Matemá.ca   a  inves.gar,  organizar,   situações   sustentáveis  e  solidários,  
momentos  históricos,  e  é   (Aritmé.ca,   representar  e  comunicar   imaginadas,  não   valorizando  a  diversidade  de  
uma  ciência  viva,  que   Álgebra,   informações  relevantes,  para   diretamente   opiniões  de  indivíduos  e  de  
contribui  para  solucionar   Geometria,   interpretá-­‐las  e  avaliá-­‐las   relacionadas  com     grupos  sociais,  sem  preconceitos  
Competências   problemas  cienpficos  e   Estaps.ca  e   crí.ca  e  e.camente,   o  aspecto  prá.co-­‐ de  qualquer  natureza  
tecnológicos  e  para  alicerçar   Probabilidade)  e   produzindo  argumentos   u.litário,    
Específicas     descobertas  e  construções,   de  outras  áreas  do   convincentes.   expressar  suas  
8              Interagir  com  seus  pares  de  
conhecimento,   respostas  e  sinte.zar  
de  Área   inclusive  com  impactos  no  
mundo  do  trabalho.     sen.ndo   conclusões,   forma  coopera.va,  trabalhando  
segurança  quanto   5            U.lizar  processos  e   u.lizando  diferentes   cole.vamente  no  planejamento  
à  própria   ferramentas  matemá.cas,   registros  e   e  desenvolvimento  de  pesquisas  
2            Desenvolver  o  raciocínio   capacidade  de   inclusive  tecnologias  digitais   linguagens  (gráficos,   para  responder  a  ques.o-­‐
construir  e  aplicar   disponíveis,  para  modelar  e   tabelas,  esquemas,   namentos  e  na  busca  de  
lógico,  o  espírito  de   conhecimentos   soluções  para  problemas,  de  
resolver  problemas   além  de  texto  escrito  
inves.gação  e  a  capacidade   matemá.cos,   modo  a  iden.ficar  aspectos  
co.dianos,  sociais  e  de   na  língua  materna  e    
de  produzir  argumentos   desenvolvendo  a   consensuais  ou  não  na  discussão  
convincentes,  recorrendo   outras  áreas  de   outras  linguagens  
autoes.ma  e  a   conhecimento,  validando   para  descrever   de  uma  determinada  questão,  
aos  conhecimentos   perseverança  na   respeitando  o  modo  de  pensar  
estratégias  e  resultados.     algoritmos,  como  
matemá.cos  para   busca  de  soluções.   dos  colegas  e  aprendendo    
fluxogramas,    
compreender  e  atuar     com  eles  
no  mundo.     e  dados).  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
1            Reconhecer  que  a   3            Compreender   4            Fazer  observações   6              Enfrentar   7              Desenvolver  e/ou  discu.r  
Matemá.ca  é  uma  ciência   as  relações  entre   sistemá.cas  de  aspectos   situações-­‐problema     projetos  que  abordem,  
humana,  fruto  das   conceitos  e   quan.ta.vos  e  qualita.vos   As  competências  
em  múl.plos   específicas  
sobretudo,  questões  de  urgência  
necessidades  e   procedimentos  dos   presentes  nas  prá.cas   contextos,     social,  com  base  em  princípios  
preocupações  de  diferentes   diferentes  campos   sociais  e  culturais,  de  modo   de  área  
incluindo-­‐se   são  as  competências   é.cos,  democrá.cos,  
culturas,  em  diferentes   da  Matemá.ca   a  inves.gar,  organizar,   situações   sustentáveis  e  solidários,  
momentos  históricos,  e  é   (Aritmé.ca,   representar  e  comunicar   que  imaginadas,  
os  estudantes   não   devem  a  diversidade  de  
valorizando  
uma  ciência  viva,  que   Álgebra,   informações  relevantes,  para   diretamente   opiniões  de  indivíduos  e  de  
contribui  para  solucionar   Geometria,   interpretá-­‐las  e  avaliá-­‐las   desenvolver  
relacionadas  com   naquela  
  grupos   área     sem  preconceitos  
sociais,  
Competências   problemas  cienpficos  e   Estaps.ca  e   crí.ca  e  e.camente,   o  aspecto  prá.co-­‐ de  qualquer  natureza  
tecnológicos  e  para  alicerçar   Probabilidade)  e   produzindo  argumentos   de  cu.litário,  
onhecimento     (nesse  
Específicas     descobertas  e  construções,   de  outras  áreas  do   convincentes.   expressar  suas  
8              Interagir  com  seus  pares  de  
de  Área   inclusive  com  impactos  no   conhecimento,   exemplo,  
respostas  n e  a   Matemá.ca).  
sinte.zar  
mundo  do  trabalho.     sen.ndo   conclusões,   forma  coopera.va,  trabalhando  
segurança  quanto   5            U.lizar  processos  e   Todas  
u.lizando   as  competências  
diferentes   cole.vamente   de   no  planejamento  
à  própria   registros   e   e   d esenvolvimento   de  pesquisas  
2            Desenvolver  o  raciocínio   capacidade  de  
ferramentas  matemá.cas,  
inclusive  tecnologias  digitais  
áreas  
linguagens   estão   alinhadas  
(gráficos,   para  responder   às   a  ques.o-­‐
construir  e  aplicar   disponíveis,  para  modelar  e   competências   tabelas,  esquemas,   namentos  e  na  busca  de  
além  de  texto  escrito   gerais.  
lógico,  o  espírito  de   conhecimentos   soluções  para  problemas,  de  
inves.gação  e  a  capacidade   resolver  problemas  
matemá.cos,   co.dianos,  sociais  e  de   na  língua  materna  e     modo  a  iden.ficar  aspectos  
de  produzir  argumentos   desenvolvendo  a   consensuais  ou  não  na  discussão  
convincentes,  recorrendo   outras  áreas  de   outras  linguagens  
autoes.ma  e  a   conhecimento,  validando   para  descrever   de  uma  determinada  questão,  
aos  conhecimentos   perseverança  na   respeitando  o  modo  de  pensar  
estratégias  e  resultados.     algoritmos,  como  
matemá.cos  para   busca  de  soluções.   dos  colegas  e  aprendendo    
fluxogramas,    
compreender  e  atuar     com  eles  
no  mundo.     e  dados).  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Língua  
Língua   Matemá.ca  
Matemá.ca   Ciências  
Ciências   Geografia  
Geografia   Ensino  Religioso  
Portuguesa  
Portuguesa  

Arte  
Arte   História  

Educação  FFísica  
Educação   ísica  
Componentes  
Curriculares   Língua  Inglesa  
Língua   Inglesa  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Língua  
Língua   Matemá.ca  
Matemá.ca   Ciências  
Ciências   Geografia  
Geografia   Ensino  Religioso  
Portuguesa  
Portuguesa  

Arte  
Arte   História  

Educação  FFísica  
Educação   ísica  
Componentes  
Curriculares   Língua  Inglesa  
Língua   Inglesa  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Língua  
Língua   Matemá.ca  
Matemá.ca   Ciências  
Ciências   Geografia  
Geografia   Ensino  Religioso  
Portuguesa  
Portuguesa  

Arte  
Arte   História  

Educação  FFísica  
Educação   ísica  
Componentes  
Curriculares   Língua  Inglesa  
Língua   Inglesa   Cada  área  de  
conhecimento    
é  formada  por    
um  ou  mais  
componentes  
curriculares.    
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Língua  
Língua   Matemá.ca  
Matemá.ca   Ciências  
Ciências   Geografia  
Geografia   Ensino  Religioso  
Portuguesa  
Portuguesa  

Arte  
Arte   História  

Educação  FFísica  
Educação   ísica  
Componentes  
Curriculares   Língua  Inglesa  
Língua   Inglesa  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Língua  
Língua   Matemá.ca  
Matemá.ca   Ciências  
Ciências   Geografia  
Geografia   Ensino  Religioso  
Portuguesa  
Portuguesa  

Arte  
Arte   História  
Cada  um  dos  
Educação  FFísica  
Educação   ísica  
Componentes   componentes  possui  
Curriculares   Língua  Inglesa  
Língua   Inglesa   competências  
específicas  de  
componentes,  que  
estão  alinhados  às  
competências  de  área  
e  às  competências  
gerais.    
PASSO  1    
Como  a  BNCC  está  organizada?  
A  
ATIVIDADE  

O  que  os  alunos  devem  aprender    


 
em  cada  ano  do  Ensino  Fundamental?  
Anos  iniciais  
1º  ao  5°  ano  
Anos  finais  
6º  ao  9º  ano  
A  
ATIVIDADE  

UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

Para  garan.r    
o  desenvolvimento    
das  competências,  
 cada  componente  curricular  
apresenta  um  conjunto    
de  habilidades.  Essas  
habilidades  estão  
relacionadas  a  diferentes  
objetos  de  conhecimento  
que,  por  sua  vez,  estão  
organizados  em  unidades  
temá;cas.    
PASSO  1    
Como  a  BNCC  está  organizada?  
A  
ATIVIDADE  

EXEMPLO  
 
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Língua  
Língua   Matemá.ca  
Matemá.ca   Ciências  
Ciências   Geografia  
Geografia   Ensino  Religioso  
Portuguesa  
Portuguesa  

Arte  
Arte   História  

Educação  FFísica  
Educação   ísica  
Componentes  
Curriculares   Língua  Inglesa  
Língua   Inglesa  
Etapas  
ENSINO  FUNDAMENTAL  

CIÊNCIAS  DA   CIÊNCIAS   ENSINO  


A  
ATIVIDADE  

LINGUAGENS   MATEMÁTICA   NATUREZA   HUMANAS   RELIGIOSO  


Áreas  de  
Conhecimento  
Língua  
Língua   Matemá.ca  
Matemá.ca   Ciências  
Ciências   Geografia  
Geografia   Ensino  Religioso  
Portuguesa  
Portuguesa  

Arte  
Arte   História  

Educação  FFísica  
Educação   ísica  
Componentes  
Curriculares   Língua  Inglesa  
Língua   Inglesa  
CIÊNCIAS  DA  
A  
ATIVIDADE  

NATUREZA  

Ciências  
CIÊNCIAS  DA   Anos  iniciais   Anos  finais  
A  
ATIVIDADE  

NATUREZA   1º  a  5°  ano   6º  a  9º  ano  

Ciências   UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

1º  ano   2º  ano   3º  ano   4º  ano   5º  ano  


CIÊNCIAS  DA   Anos  iniciais   Anos  finais  
A  
ATIVIDADE  

NATUREZA   1º  a  5°  ano   6º  a  9º  ano  

Ciências   UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

1º  ano   2º  ano   3º  ano   4º  ano   5º  ano  


CIÊNCIAS  DA   Anos  iniciais   Anos  finais  
A  
ATIVIDADE  

NATUREZA   1º  a  5°  ano   6º  a  9º  ano  

Ciências   UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

1º  ano   2º  ano   3º  ano   4º  ano   5º  ano  


2º  ano  
A  
ATIVIDADE  

UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  


2º  ano  
A  
ATIVIDADE  

UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

MATÉRIA  E  ENERGIA  

VIDA  E  EVOLUÇÃO  

TERRA  E  UNIVERSO  
2º  ano  
A  
ATIVIDADE  

UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

MATÉRIA  E  ENERGIA  

VIDA  E  EVOLUÇÃO  

TERRA  E  UNIVERSO  
2º  ano  
A  
ATIVIDADE  

UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

VIDA  E  EVOLUÇÃO   Seres  vivos  no  ambiente  

Plantas  
2º  ano  
A  
ATIVIDADE  

UNIDADES  TEMÁTICAS   OBJETOS  DE  CONHECIMENTO   HABILIDADES  

(EF02CI04)  Descrever  caracterís.cas  


de  plantas  e  animais  (tamanho,  forma,  
cor,  fase  da  vida,  local  onde  se  
desenvolvem  etc.)  que  fazem  parte    
de  seu  co.diano  e  relacioná-­‐las  ao  
ambiente  em  que  eles  vivem.  
 
(EF02CI05)  Inves.gar  a  importância    
da  água  e  da  luz  para  a  manutenção  
VIDA  E  EVOLUÇÃO   Seres  vivos  no  ambiente   da  vida  de  plantas  em  geral.  
 
Plantas   (EF02CI06)  Iden.ficar  as  principais  
partes  de  uma  planta  e  a  função  
desempenhada  por  cada  uma  delas,    
e  analisar  as  relações  entre  as  plantas,  
o  ambiente  e  os  demais  seres  vivos.    
 
PASSO  2  
As  áreas  de  conhecimento  
A  
ATIVIDADE  

Em  grupos,  assista  ao  vídeo  explica;vo  de  uma  ou  de  


todas  as  áreas  do  conhecimento:      
ASSISTA  AO  VÍDEO  

 
Matemá.ca  |  Linguagens  |  Ciências  da  Natureza  |  Ciências  Humanas  |  Educação  Infan.l  
 
PASSO  2  
As  áreas  de  conhecimento  
A  
ATIVIDADE  

REFLITAM,  EM  GRUPOS:  

1.  Quais  as  principais  implicações  da  BNCC  para  a  Educação  Infan.l  e/ou  áreas    
do  conhecimento  do  Ensino  Fundamental  discu.das  pelo  seu  grupo?  

2.  Que  .po  de  mudança  a  BNCC  traz  para  a  prá.ca  do  professor  em  sala  de  aula?  

3.  Como  os  educadores  podem  se  organizar  para  auxiliar  uns  aos  outros  nesse  processo?  

4.  Como  inserir  as  10  competências  voltadas  ao  desenvolvimento  humano  integral    
no  dia  a  dia  do  ensino  desta  etapa/componente  curricular?  

COMPARTILHE  SUAS  IMPRESSÕES  COM  OS  DEMAIS  GRUPOS.  


 
B
ATIVIDADE  
Sala  de  aula  

Planejando  à  luz  de  habilidades    


e  de  competências  g   erais  

1h25   DURAÇÃO  SUGERIDA  


PASSO  1  
Imagine  a  seguinte  situação:  um  professor  de  Matemá;ca  de  3º  ano  do  Ensino  Fundamental    
B  
ATIVIDADE  

está  planejando  uma  aula  para  que  os  alunos,  aos  poucos,  desenvolvam  a  seguinte  habilidade:  

(EF03MA06)  Resolver  e  elaborar  problemas  de   REFLETIR  


adição  e  subtração  com  os  significados  de   QUE  ATIVIDADES  PODEM  SER  PLANEJADAS  PARA  DESENVOLVER  
juntar,  acrescentar,  separar,  re.rar,  comparar   A  HABILIDADE  CITADA?  COMO  ESSAS  ATIVIDADES  SE  ARTICULAM  
e  completar  quan.dades,  u.lizando  diferentes   COM  PELO  MENOS  UMA  DAS  10  COMPETÊNCIAS  GERAIS?    

estratégias  de  cálculo  exato  ou  aproximado,  


incluindo  cálculo  mental.  
PASSO  3  
Imagine  a  seguinte  situação:  um  professor  de  Língua  Portuguesa  de  6º  ano  do  Ensino  
B  
ATIVIDADE  

Fundamental  está  planejando  uma  aula  para  que  os  alunos  desenvolvam  a  seguinte  habilidade:  

REFLETIR  
(EF67LP03)  Comparar  informações  
QUE  ATIVIDADES  PODEM  SER  PLANEJADAS  PARA  DESENVOLVER  
sobre  um  mesmo  fato  divulgadas  em   A  HABILIDADE  CITADA?  COMO  ESSAS  ATIVIDADES  SE  ARTICULAM  
diferentes  veículos  e  mídias,  analisando   COM  PELO  MENOS  UMA  DAS  10  COMPETÊNCIAS  GERAIS?    
e  avaliando  a  confiabilidade.    
C
ATIVIDADE  
Na  prá;ca  

Competências  do  aluno,    

1h  
 
competências  do  professor  

DURAÇÃO  SUGERIDA  
PASSO  1  
Mostre  que  os  princípios     Compromisso  
C  
ATIVIDADE  

e  as  prá.cas  dos  professores  precisam     é.co,  poli.co  


ser  coerentes  com  as  competências     e  esté.co.  
a  serem  desenvolvidas  nos  alunos.     Dignidade,  
Desenvolvimento  
equidade,  jus.ça  
integral.  
e  hones.dade.  

1  
Quais  PRINCÍPIOS  
precisam  ter  os   PRINCÍPIOS  

professores?     Valorização  do  


Respeito  à  
conhecimento  
diversidade.  
e  das  culturas.  

Democracia,  
par.cipação  
e  inclusão.  
PASSO  1  
Mostre  que  os  princípios     Assegurar  que  
C  
ATIVIDADE  

e  as  prá.cas  dos  professores  precisam     todas  as  crianças  


e  jovens  
ser  coerentes  com  as  competências     aprendam.  
Estar  atento    
a  serem  desenvolvidas  nos  alunos.     às  necessidades   Dar  mais  atenção  
zsicas,  emocionais   às  crianças  e  
e  cogni.vas  das   jovens  com  maior  

2  
crianças  e  jovens.   dificuldade.    
Quais  PRINCÍPIOS  
precisam  ter  os   PRINCÍPIOS  
Aproveitar  as  
Debater,  
professores?     pesquisar  sobre   diferentes  referências  
diferentes   que  as  crianças  e  
formas  de   jovens  trazem  de  
viver.   Dar  voz  às    suas  experiências.  
crianças    
e  jovens  e  gerar  
oportunidades  de  
par.cipação  aos  
“quie.nhos”.  
PASSO  1  
Autoconhecimento    
C  
ATIVIDADE  

e  autocuidado.  
Empa.a  e  
cooperação.  
Autonomia  e   Responsabilidade  
autogestão.   e  cidadania.  
Argumentação.   Conhecimento.  

1  
O  que  deve  ser    
garan;do  nas  PRÁTICAS   PRÁTICAS  

dos  professores?     Fluência  em  


Pensamento  
tecnologia  da  
cienpfico,  
informação.  
crí.co  e  
tecnológico.  
Sensibilidade  
e  repertório  
cultural.  
PASSO  1   Dialogar    
e  compreender  os  
diferentes  
posicionamentos    
C  
ATIVIDADE  

e  possíveis    
Propor  situações     Saber  u.lizar    
conflitos.  
para  que  as  crianças     os  conhecimentos  
e  jovens  possam  agir     historicamente    
com  autonomia,  fazer   construídos.  Tomar    
escolhas,  assumir  a   decisões  com  princípios  
responsabilidade     é.cos,  democrá.cos    

2  
e  argumentar  com     e  inclusivos.  
O  que  deve  ser     base  em  fatos.  
garan;do  nas  PRÁTICAS   PRÁTICAS  

dos  professores?     Propor  uso  de   Gerar  situações    


tecnologia  de   de  inquietude  
forma  funcional.   intelectual  
Prá.ca,  crí.ca,    que  gerem  
reflexiva     Propor  prá.cas   ques.onamentos,  
e  é.ca.   arps.co-­‐culturais     buscas,  hipóteses.  
que  provoquem  as  
crianças  e  jovens  a  
atuarem  com  maior  
sensibilidade  e  
compreensão    
do  outro.  
PASSO  2   C  
ATIVIDADE  

Quais  PRINCÍPIOS  precisam  ter  os  professores?    


EM  GRUPOS:  

1.  Resgatar  as  competências  gerais  da  BNCC  e  discu.r  como    


os  princípios  e  prá.cas  apresentados  aqui  se  relacionam  com  elas.  

2.  Escolher  uma  ou  duas  competências  gerais  e  relacioná-­‐las  com  até    
três  princípios  e/ou  prá.cas  dos  professores.  Registre  numa  folha  de  papel.  

3.  Compar.lhe  o  que  foi  anotado  com  todos.  


OBRIGADO/A