Вы находитесь на странице: 1из 14

PROCESSO

DE
FABRICAÇÃO

INJEÇÃO DE PLÁSTICO

Equipe 9
Sara
Gabrieli
Andressa
Luana Caroline
Componentes da Máquina

• Funil.
• Cilindro (ou canhão).
• Rosca.
• Resistência.
• Bico.
• Molde.
• Canais de refrigeração.
Componentes da Máquina
Etapas do Processo
• Fechamento do molde.
• Dosagem.
• Injeção (preenchimento).
• Recalque.
• Resfriamento.
• Extração.

Gif demonstrativo*
Fechamento de Molde
• Mecânico → manual.

• Hidráulico - Mecânico → automatizado.

Video 1 e 2.
Tempo do Processo
Materiais

• Polímeros → Termoplásticos.
→ Termofixos.

• Termoplásticos: Polietileno (PE)


Polipropileno (PP)
Poliestireno (PS)
Polietileno (PE)
• Aplicações
Polipropileno (PP)
• Aplicações
Poliestireno (PS)
• Aplicações

Vídeo lego.
Acabamento

• Influências:
1. Qualidade do molde.
2. Temperatura do material.
3. Temperatura do molde.
4. Tempo de intervalo entre injeções.
5. Velocidade de extração.
Tolerância
As tolerâncias comerciais alcançadas com a
maioria dos moldes são: ±0,05 mm para
dimensões de até 25 mm e aproximadamente
±0,001 mm para cada mm adicional.

Mediante um cuidadoso controle das variáveis


de moldagem podem ser obtidas tolerâncias
mais precisas quando forem requeridas.
Vantagens
• Produção em grande quantidade.
• Precisão dimensional.
• Baixa necessidade de acabamento.
• Grande flexibilidade em termos de
geometria e dimensões das moldagens.
• Custo de fabricação relativamente
baixo.
• Processo automatizado.
Desvantagens
• Custo elevado da máquina e do molde.
• Rigorosidade no controle de processo
para obter produtos de qualidade.
• Pouca margem de lucro.