Вы находитесь на странице: 1из 1

Repúdio ao Assédio Moral e às arbitrariedades contra trabalhadores

terceirizados na CLDF
Recentemente, o Sindical teve notícias de que trabalhadores
prestadores de serviços terceirizados na CLDF estariam sendo vítimas de
perseguições configuradoras de arbitrariedades e de assédio moral por parte de
suas chefias.
Uma funcionária da limpeza de excelente reputação e apreço junto aos
servidores da Casa chegou a ser demitida, segundo informações, por ter
reclamado da qualidade do material usado no serviço.
Ao ter conhecimento dessas situações, o Sindical imediatamente tomou
as seguintes providências:
1. Oficiou ao Sindiserviços, sindicato representativo dos
trabalhadores terceirizados no DF, dando conta da possível
ocorrência de situações de arbitrariedade e de assédio moral
contra trabalhadores na CLDF e sugerindo àquela entidade que
acompanhasse mais de perto a situação desses trabalhadores.
2. Solicitou à Divisão de Serviços Gerais cópia dos contratos da
Câmara com as empresas prestadoras de serviços, para verificar
a existência de cláusulas preventivas contra o tratamento
arbitrário e inaceitável do ponto de vista do legítimo direito de
expressão e manifestação dos trabalhadores.
3. Procurou os executores dos contratos na Câmara para buscar
informações sobre a ocorrência dessas situações e questionar a
atuação das direções dessas empresas em relação à questão.
4. Decidiu deflagrar imediatamente campanha contra
arbitrariedades e assédio moral contra trabalhadores na CLDF,
com a confecção e distribuição de cartilha em toda a Casa.
O Sindicato está reunindo mais elementos sobre as denúncias e avalia
a possibilidade de entrar com representação junto à Delegacia Regional do
Trabalho caso se comprovem as situações denunciadas.
Não aceitamos tratamento indigno e autoritário contra trabalhadores,
sejam eles servidores da Casa ou empregados de empresas prestadoras de
serviço!
A dignidade dos trabalhadores é nossa luta aqui, alhures e sempre!!!