Вы находитесь на странице: 1из 2

ITESP – LITERATURA PAULINA

Prof. Antônio César Seganfredo, cs

Perguntas orientavas

para a prova escrita:


1 – Cite, cfr. apresentado em aula, três perspectivas atuais aplicadas ao estudo da
Literatura Paulina: (Alessandro Magno)
2 – Cite, cfr. apresentado em aula, quatro pressupostos importantes no estudo da
Literatura Paulina: (Aquelino Aurélio)
3 – Explique a chamada “Nova perspectiva” aplicada aos estudos paulinos: (Armando)
4 – Explique quem são os “helenistas” dos quais se fala em Atos 6,1. Há alguma diferença
em relação aos “helenistas” dos quais se fala em Atos 9,29 e Atos 11,20? (Carlos Eduardo)
5 – Quais seriam as duas características teológicas próprias dos “helenistas” e que
causaram a perseguição que culminou com a morte de Estevão e a fuga deles de Jerusalém
(cfr. Atos 6,8 – 8,4)? (Davidson Bertuce)
6 – Quais são os dois elementos que tornam o grupo dos “helenistas” particularmente
importante para a Igreja das origens? (Diego Antônio)
7 – Fale sobre a possível “cidadania romana” de Paulo. Como ele a poderia ter recebido?
Quais os motivos favoráveis e contrários nos Atos e nas Cartas? (Elisvaldo Vieira)
8 – Talvez Paulo tenha recebido uma educação segundo o modelo grego em Tarso. Fale
sobre as três etapas que o currículo grego previa e cite quais eram os três tipos de discurso
retórico que eram aprendidos na terceira etapa. (Estevão Oliveira)
9 – Em Filipenses 3,5 Paulo afirma ter pertencido ao grupo dos fariseus: “[Fui] circuncidado
ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à
lei, fariseu” (Fl 3,5 – ARA). Quais eram as características principais do grupo dos fariseus?
(Geverson Marcelo)
10 – Paulo afirma que, antes de sua “conversão”, perseguia a Igreja (cfr. Fl 3,6; 1Cor 15,9;
Gl 1,13). Comente este aspecto (lembre-se que Paulo era um fariseu): (Janilton José)
11 – Para falar da “experiência” vivida por Paolo com Jesus Cristo, e que provocou uma
mudança em sua vida, a psicologia social fala de “estado alterado de consciência”.
Comente: (Jesus Antônio)
12 – A mudança que aconteceu na vida de Paulo a partir do encontro com Jesus Cristo
pode ser chamada de “conversão” ou de “vocação”? Argumente a partir do vocabulário
usado pelo próprio Paulo: (João Paulo)
13 – Em Damasco, a partir da leitura teológica que os helenistas fazem da morte de Jesus
Cristo (qual é?), Paulo tem a oportunidade de compreender a centralidade da cruz de
Cristo (cfr. o que ele dirá depois em Gl 3,1; 6,14; 1Cor 1,23). O que isso significa? (Jonas
Luiz)
14 – Quais é a principal diferença entre uma Cronologia Tradicional da biografia de Paulo
e uma Cronologia Revisionista? (José Eduardo)
15 – Existem dois eventos da História Imperial testemunhados por fontes externas às
Cartas de Paulo e a Atos dos apóstolos e que são muito importantes na constução da
Cronologia paulina. Cite e comente: (José Miguel)
16 – Fale sobre os “anos pouco conhecidos” da biografia de Paulo (cfr. Gl 1,18.21; 2,1):
(Juan José)
17 – Como fruto do “Incidente de Antioquia” (cfr. Gl 2,11-16), Paulo compreendeu
definitivamente que a Lei era uma poderosa rival de Cristo, de modo que era preciso
escolher entre eles. Comente: (Jwakim Ekka)
18 – O que a assembleia de Jerusalém (cfr. Atos 15,1-29 e Gl 2,1-10) resolveu e o que não
resolveu? Explique: (Leandro Rafael)
19 – Qual foi a solução de mediação encontrada para o conflito de Antioquia (cfr. Gl 2,11-
14) pela Igreja de Antioquia? Qual foi a reação de Paulo? (Maksuel Gomes)
20 – (Manuelinho Moreira) – (Renato dos Santos)
21 – (Marco Moretto) – (Rimar César)
22 – (Nguyen Van Hoach) – (Ronaldo Oliveira)
24 – (Nguyen Van Toán) – (Siprinanus)