Вы находитесь на странице: 1из 1

Os atributos comunicáveis.

compromissado em buscar a mais alta


Esses atributos revelados por Deus são, honra do Seu próprio nome e do Seu próprio povo.
pelo menos, parcialmente entendidos e vivenciados Deus é fiel: Ele é leal tanto a si mesmo
na existência humana. quanto ao Seu povo, no sentido de que Ele
Deus é vida: isso se refere à energia interior eterna, sempre faz aquilo que prometeu fazer.
ilimitada, pessoal, autoconsciente, autodeterminada Deus é misericordioso: significa a compaixão e
e vibrante, que só piedade de Deus por aqueles que
pode ser encontrada na própria essência de estão profundamente aflitos, mesmo que a
Deus. pessoa envolvida tenha causado seus pró
Deus é uma Pessoa: Ele existe e tem prios problemas por meio de atividades
consciência da Sua existência, tendo o poder da pecaminosas.
autodeterminação e possuindo todos os atributos da Deus é gracioso: refere-se ao Seu favor
personalidade. imerecido. A graça e a misericórdia são lados
Deus é reto e justo: Suas ações estão em diferentes da mesma moeda. A misericórdia é o ato
perfeita harmonia com a Lei divina que Ele de conter a punição merecida, enquanto a graça é o
mesmo estabeleceu. Portanto, como Ele é ato de conceder o
o padrão de tudo o que é certo, Ele sempre favor não merecido. Portanto, a misericórdia
fará o que é certo. garante que o pecador não receba o
Deus é soberano: Ele é o único e absoluto que merece, a saber, o inferno, ao passo que
governante do universo, tendo total a graça garante que ele receba aquilo que
liberdade, poder, conhecimento, sabedoria ele não merece, a saber, o céu.
e determinação para realizar toda a Sua divina Deus é amor: tem a ver com a Sua preocupação
vontade com sucesso. altruística, ilimitada, incondicional, imerecida e
Deus é verdadeiro: significa que o Seu infinita com o nosso bem-
ser e o Seu conhecimento estão em conformidade -estar, pela qual Ele sempre busca o que é
eterna um com o outro. Portanto, melhor para nós.
Deus é verdadeiro porque só Ele representa as
coisas como elas realmente são e porque a verdade é
a realidade revelada.
Deus é sábio: refere-se à Sua habilidade
de aplicar corretamente todo o Seu conhecimento
no que diz respeito ao bem das Suas criaturas.
Deus é bom: a bondade divina é aquele
princípio eterno da natureza de Deus que
o leva a comunicar Sua própria vida e Suas
bênçãos a toda a Sua criação.
Deus é santo: no sentido positivo da
palavra, a santidade de Deus garante a
abundância de todos os elementos limpos e puros
em Sua divina Pessoa; no
sentido negativo, ela garante a ausência
absoluta de qualquer elemento impuro
ou mal.
Deus é paciente e longânimo: isso se
refere ao Seu autocontrole com relação à
Sua justa ira diante da rebelião e do pecado.
Deus é um Deus de ira: isso se refere à Sua
reação imediata e contínua à impiedade do
homem, ou seja, uma oposição definitiva a
tudo aquilo que é contrário à Sua santidade.
Deus é zeloso: Ele está profundamente