Вы находитесь на странице: 1из 10

Guitarra

Módulo I
Crédito Notas no Braço
da Guitarra
MATERIAL DIDÁTICO - GTR INSTITUTO DE MÚSICA
DIREÇÃO GERAL
Marcelo Barbosa

DIREÇÃO PEDAGÓGICA E COORDENAÇÃO


Clóvis Reis

PROFESSOR CONTEUDISTA
Marcelo Barbosa

PROJETO GRÁFICO
Henrique Gera e Fernando Zimmermann

REVISÃO
André Medeiros

DIAGRAMAÇÃO
Pedro Teixeira

www.gtr.com.br

BRASÍLIA ASA NORTE


SCRN 708/9 - Bloco C - Loja 10 - Brasília - DF - 61 3340 8972

BRASÍLIA ASA SUL


SCLS 111 - Bloco A - Loja 10 - Brasília - DF - 61 3245 7140

FLORIANÓPOLIS
Rua Tenente Silveira, 456 - Centro - Florianópolis - SC - 48 3024 0800
CRÉDITO > NOTAS NO BRAÇO DA GUITARRA GUITARRA MÓDULO I 3

ÍNDICE

Notas no braço da guitarra.........................................................................................................................................................................5


Somente as notas naturais..........................................................................................................................................................................5
Notas naturais e alteradas no braço da guitarra................................................................................................................................5
Dicas ..................................................................................................................................................................................................................6

GTR - INSTITUTO DE MÚSICA


CRÉDITO > NOTAS NO BRAÇO DA GUITARRA GUITARRA MÓDULO I 5

NOTAS NO BRAÇO DA GUITARRA


Para compreendermos a disposição das notas no braço da guitarra começaremos pelas cordas soltas.

Abaixo, seguem algumas dicas para assimilação das notas na afinação standard da guitarra:

Note que, ao contrário do que possa parecer, a primeira corda é a mais aguda e a sexta a mais grave, ou
seja, contamos as cordas da guitarra de baixo para cima.

Um processo mnemônico interessante para decorar os nomes das cordas soltas é o seguinte:

“Milagre, o sol sumiu!”.

Mi Lá Ré Sol Si Mi - do grave para o agudo.

Utilizando as informações aprendidas sobre tom e semitom, podemos dispor as outras notas no braço
do instrumento como nas imagens a seguir:

1) SOMENTE AS NOTAS NATURAIS


Cordas
1 E F G A B C D E F G A B
2 B C D E F G A B C D E F
3 G A B C D E F G A B C D
4 D E F G A B C D E F G A
5 A B C D E F G A B C D E
6 E F G A B C D E F G A B
Casas 3 5 7 9 12 15 17 19

2) NOTAS NATURAIS E ALTERADAS NO BRAÇO DA GUITARRA:


Cordas
1 E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb B C C#/Db D D#/Eb E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb B
2 B C C#/Db D D#/Eb E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb B C C#/Db D D#/Eb E F F#/Gb

3 G G#/Ab A A#/Bb B C C#/Db D D#/Eb E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb B C C#/Db D


4 D D#/Eb E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb B C C#/Db D D#/Eb E F F#/Gb G G#/Ab A
5 A A#/Bb B C C#/Db D D#/Eb E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb
B C C#/Db D D#/Eb E
6 E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb B C C#/Db D D#/Eb E F F#/Gb G G#/Ab A A#/Bb B
Casas 3 5 7 9 12 15 17 19

Uma deficiência que vemos na maioria dos guitarristas, independente do seu nível técnico, é a
dificuldade em identificar notas rapidamente em qualquer região do braço. É muito importante que
tenhamos o braço de nosso instrumento totalmente dominado, pois este é um pré-requisito que dará
liberdade e confiança para diversas situações como, por exemplo, uma improvisação sobre mudança de
acordes ou uma rearmonização de uma música em tempo real, onde não teremos oportunidade para
pensar e “catar notas”.

GTR - INSTITUTO DE MÚSICA


6 GUITARRA MÓDULO I CRÉDITO > NOTAS NO BRAÇO DA GUITARRA

Dicas:

Para facilitar a identificação das notas no braço do instrumento é interessante estipularmos três pontos
de referência:

O primeiro corresponde às próprias cordas soltas que são, de cima para baixo, E, A, D, G, B e E.

O nosso segundo ponto de referência será a quinta casa. Neste ponto, todas as cordas pressionadas
soarão exatamente como a corda imediatamente abaixo solta. Por exemplo, a sexta corda solta emite
um E grave, a mesma pressionada na quinta casa emite a nota A, que é a nota da quinta corda solta.
A corda A, se pressionada na quinta casa soa a nota D, que é a quarta corda solta e assim sucessivamente.
A exceção fica com a terceira corda (G) que emite a mesma nota da corda abaixo (B) quando pressionada
na quarta casa e não na quinta. Em todas as outras cordas a referência será a quinta casa.

Este ponto de referência na quinta casa nos será muito útil, pois se precisarmos saber o nome de uma
nota localizada na sétima casa da quarta corda, por exemplo, não precisaremos contar todas as notas
desde a corda solta até a sétima casa. Já sabemos que na quinta casa a quarta corda soa idêntica a
terceira corda solta, ou seja, é a nota G. Como a sétima casa encontra-se um tom acima da quinta, fica
fácil deduzir que a nota é A.

O terceiro ponto de referência é a décima segunda casa. Nela, todas as notas soam exatamente uma
oitava acima da corda solta e por isso têm o mesmo nome (E, A, D, G, B e E). Por isso, na maioria das
guitarras esta casa é identificada na escala por duas bolinhas ao invés de uma, como acontece nos
outros pontos. No caso de precisarmos identificar uma nota que está mais próxima deste ponto do que
das outras duas referências, ele nos servirá de ponto de partida.

Da décima segunda casa em diante temos exatamente uma miniatura do braço da guitarra até a casa
doze. A décima terceira casa abriga as mesmas notas da primeira, a décima quarta as notas da segunda
e assim sucessivamente. Seguindo essa linha de raciocínio deduzimos que a décima sétima casa é igual
à quinta, nosso segundo ponto de referência.

Diagrama:
Cordas
1 E A E A
2 B E B E
3 G B G B
4 D G D G
5 A D A D
6 E A E A
Casas 5 12 17

GTR - INSTITUTO DE MÚSICA


CRÉDITO > NOTAS NO BRAÇO DA GUITARRA GUITARRA MÓDULO I 7

EXERCÍCIOS
1) Notas Naturais

Este exercício consiste em tocar todas as notas naturais da guitarra, corda por corda, desde a corda
solta até a última casa, na ordem ascendente e descendente.

Começando pela sexta corda solta, toque todas as notas naturais, sempre dizendo o nome da mesma
em voz alta antes de fazê-la soar. Após cobrir todas as casas na sexta corda faça o mesmo na quinta,
depois na quarta e assim sucessivamente.

Dicas:
»»Neste momento, não se preocupe com a técnica tampouco com a velocidade. Este é um exercício
para ser executado de forma lenta. O dedo ou os dedos da mão esquerda que você usará para
executá-lo também não importam, pois aqui o foco é a localização das notas no braço, não o
desenvolvimento técnico.

»»Se você já é musicalizado, resista à tentação de procurar as notas pelo som. A intuição é
muito importante e deve ser muito explorada em música, mas a intenção aqui é desenvolver a
visualização e o raciocínio no braço do instrumento. Portanto, nesse caso o método de tentativa/
erro não deve ser utilizado. Para isso, diga o nome da nota somente depois de estar com o dedo
posicionado na casa onde você SABE que se encontra a nota e só toque depois de ter certeza de
quem ela é.

2) Encontre a nota

Aleatoriamente escolha uma nota, por exemplo, o F#. Agora, começando pela sexta corda você tocará
todos os F# encontrados no braço de sua guitarra. Na sexta corda, teremos F# na segunda e na décima
quarta casa, na quinta corda o F# estará na nona e na vigésima primeira casa. Já na quarta corda, o
encontraremos na quarta e na décima sexta casa. E assim por diante.

Depois de fazer isso algumas vezes você estará familiarizado com a posição dessa nota em cada uma
das cordas. É hora de ligar o metrônomo em 60 BPM e tentar tocar um F# a cada quatro batidas (beats).
Quando estiver fácil toque uma nota a cada 3 beats, em seguida a cada dois, até chegar a uma nota por
beat.

Dicas:
»»Resista à tentação de escolher notas com as quais você já está familiarizado. Escolha notas menos
comuns aos seus olhos e dê uma atenção especial aos acidentes!

»»Faça esse exercício diariamente com, pelo menos, duas notas por dia. Você verá que em pouco
tempo o seu conhecimento do braço irá melhorar muito!

3) Pestanas

Diga o nome de todas as notas das cordas soltas. (E, A, D, G, B e E). Agora posicione o dedo 1 (indicador)
da mão esquerda na primeira casa de forma a pressionar todas as cordas de uma só vez e diga o nome
de todas as notas pertencentes àquela casa. Siga de casa em casa, passando por todas e dizendo em
voz alta o nome das notas correspondentes a cada uma das cordas naquela casa. Ao chegar à décima
segunda casa inverta o sentido voltando de casa em casa até atingir as cordas soltas novamente.
Lembre-se que as notas no braço se repetem oitavadas após a décima segunda casa, mas depois que
esta primeira parte do braço estiver dominada, vale à pena concentrar a atenção nas casas mais agudas,
a partir da décima segunda.

GTR - INSTITUTO DE MÚSICA


8 GUITARRA MÓDULO I CRÉDITO > NOTAS NO BRAÇO DA GUITARRA

Dicas:
»»Na ordem ascendente use o nome das notas acidentadas com bemóis e na descendente com
sustenidos. Isto o ajudará a estudar as notas enarmônicas por igual.

»»Depois de um tempo não posicione mais o dedo sobre as casas, apenas olhe para o braço do
instrumento e “imagine” a pestana. Em um segundo momento faça o exercício sem o instrumento,
apenas imaginando o braço. É divertido e pode ser feito em qualquer lugar!

»»Com o exercício dominado você pode estudar escolhendo números de casas aleatórios e dizendo
o nome das notas daquela casa. Use também as casas mais agudas, acima da décima segunda casa.

4) Quadro corda/casa/nota.

Em um quadro, como o apresentado abaixo, preencha a primeira coluna com números aleatórios de
casas (de 1 a 6) e a segunda coluna com números aleatórios de casas (de 0 a 24, normalmente). Na
terceira coluna, você preencherá os nomes das notas em cada linha combinando o número da corda
com o da casa.

Siga o exemplo a seguir e preencha as linhas em branco:

Cordas Casas Notas


4 7 A
2 16 D#
6 1
1 8
5 11
6 15
3 6
2 10
1 9
4 4
2 3
1 14
5 10
6 15
4 4
5 9
3 8
1 6
3 9

GTR - INSTITUTO DE MÚSICA


CRÉDITO > NOTAS NO BRAÇO DA GUITARRA GUITARRA MÓDULO I 9

Para os nerds de plantão recomendo o software “Absolute Fretboard Trainer”, que é simplesmente
fantástico para estudar notas no braço.

Interface simples, mas uma concepção genial te ajuda de maneira muito eficiente a dominar a posição
das notas no braço do seu instrumento. Pesquise na internet!

GTR - INSTITUTO DE MÚSICA


www.gtr.com.br

BRASÍLIA ASA NORTE


SCRN 708/9 - Bloco C - Loja 10 - Brasília - DF - 61 3340 8972

BRASÍLIA ASA SUL


SCLS 111 - Bloco A - Loja 10 - Brasília - DF - 61 3245 7140

FLORIANÓPOLIS
Rua Tenente Silveira, 456 - Centro - Florianópolis - SC - 48 3024 0800