Вы находитесь на странице: 1из 2

ATIVIDADE SÍSMICA

SISMOLOGIA
O que é a Sismologia?

Sismologia
▪ ciência que estuda os sismos
Sismos
▪ vibrações bruscas da crosta terrestre, num determinado lugar
durante um determinado período de tempo

Hipocentro e Epicentro

Hipocentro (ou Foco)


▪ local do interior da Terra onde se dá a libertação de energia
Epicentro
▪ ponto que se encontra na superfície terrestre, na vertical do
hipocentro

Tsunami

- ondas de grandes dimensões que se deslocam a grande


velocidade

Abalos Premonitórios e Réplicas

Origem dos Sismos (causas)

Sismos vulcânicos
▪ originados devido a erupções vulcânicas
Sismos artificiais
▪ originados por explosões e vibrações produzidas pelo Homem
Sismos induzidos
▪ consequências de trabalhos realizados pelo Homem (ex:
enchimento de barragem)
Sismos de afundamento
▪ originados pelo abatimento de uma cavidade
Sismos tectónicos
▪ originados devido à fratura e deslocamento de rochas
Principais zonas sísmicas

▪ cintura do Pacifico
▪ cintura do mediterrâneo
▪ crista média do oceano Atlântico
A zona da Terra de maior intensidade sísmica encontram-se
situadas sobre falhas ativas nos limites das placas tectónicas.

Consequências de um sismo

Principais consequências:

▪ fissuras nas estradas


▪ deslizamento de terrenos
▪ destruição de habitações, industrias, …
▪ ferimentos / morte de pessoas e animais

Medição de um sismo
Escala de Mercalli

▪ mede a intensidade (consequências do sismo)


▪ escala de I a XII
▪ subjetivo
▪ a partir da intensidade fazem-se as cartas de issoutas (linhas
que unem pontos de igual intensidade)

Escala de Richter
▪ mede a magnitude (energia libertada)
▪ escala sem limite
▪ mais exato

Deteção e registo dos sismos

Sismógrafos
▪ instrumentos que registam as vibrações sísmicas
Sismograma
▪ gráfico obtido pelo sismógrafo