Вы находитесь на странице: 1из 5

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

EDITAL N. 125/2010

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS DO


MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

A COMISSÃO DE SELEÇÃO de estagiários para o Ministério Público do Estado de


Santa Catarina para as vagas existentes na Comarca de ITÁ, designada pela Portaria n. 06009,
de 6 de outubro de 2010, no exercício das atribuições legais que lhe são conferidas pelo art. 2º,
c/c com o §§ 1º e 2º, do art. 12, ambos do Ato n. 003/2001/PGJ, de 8-2-2001, c/c a Lei n. 11.788,
de 25 de setembro de 2008, faz saber a quem interessar possa que se acham abertas as
inscrições para o PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO
ESTADO DE SANTA CATARINA, conforme as disposições abaixo.

I - DAS VAGAS

O presente Processo de Seleção visa ao preenchimento imediato das seguintes


vagas para estagiários do curso de graduação em Direito:

LOCAL DO ESTÁGION. VAGASPromotorias de Justiça da Comarca de Itá01 (UMA)


Enquanto não vencido o prazo de validade deste Processo Seletivo, os candidatos
classificados e ainda não admitidos poderão ser aproveitados nas vagas que vierem a ocorrer.

II - DAS INFORMAÇÕES GERAIS

A carga horária do estágio é de 20 (vinte) horas semanais.


A remuneração da bolsa de estágio é de R$ 550,00 e R$ 60,00, auxílio transporte.
O período de estágio é de, no máximo, 2 (dois) anos.

III - DO PRAZO DE INSCRIÇÃO

As inscrições estão abertas no período de 27 de outubro a 9 de novembro de


2010, das 9h30min às 11h30min e das 13h30min às 18h30min.

IV - DOS LOCAIS PARA INSCRIÇÃO

Fórum de Justiça da Comarca de Itá – Promotoria de Justiça


Telefone: 49-3458-9604

Fórum de Justiça da Comarca de Concórdia – Secretaria do MP


Telefone: 49-3441-1564

V - DOS DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO


MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

A inscrição será formalizada em requerimento-padrão fornecido no local de sua


realização, no qual constará nome completo, filiação, endereço, entidade de ensino e fase na qual
o candidato se encontra matriculado e freqüentando o curso de Direito, e indicação da vaga
desejada.
Juntamente com o formulário-padrão, o candidato deverá firmar declaração de que
dispõe de 4 (quatro) horas diárias para dedicação exclusiva ao estágio, que não o acumulará com
outro estágio em órgão público ou escritório de advocacia, ainda que não remunerado, e de que
preenche os requisitos legais para a admissão ao estágio remunerado no Ministério Público.

Na inscrição, deverão ser apresentados os seguintes documentos:

a) certidão de que o candidato está matriculado, no mínimo, na quinta


fase do curso de graduação em Direito, em entidade de ensino oficial ou
reconhecida, e, no máximo, na penúltima fase;

b) certidão das notas obtidas nas últimas quatro fases (semestres) do


curso; e

c) títulos que possua, segundo o disposto no item “VI” deste Edital.

VI - DA SELEÇÃO

O Processo de Seleção compreende três etapas, sendo a primeira de avaliação


curricular, a segunda de prova de redação e a terceira de entrevista individual.

A) DA PRIMEIRA ETAPA

AVALIAÇÃO CURRICULAR

Na fase de avaliação curricular, será analisado o histórico escolar do candidato,


sendo classificados para a etapa seguinte aqueles que apresentarem a maior média nas notas
obtidas nos dois semestres letivos imediatamente anteriores ao processo de seleção, somados
aos pontos obtidos com a apresentação de títulos, até o máximo de 5 (cinco) candidatos por vaga
para a mesma Comarca ou mesmo Órgão de atuação.

Na hipótese de a entidade de ensino freqüentada pelo candidato adotar o sistema


de conceitos, será feita a sua conversão, para a aferição da média das notas, pelo seguinte
critério:

a) conceito A - nota 9,5


b) conceito B - nota 8,0
c) conceito C - nota 6,5
d) conceito D - nota 5,0
e) conceito E - nota 3,5

Nesta fase, será atribuída pontuação aos títulos apresentados, cuja soma não
poderá ser superior a dois pontos, sendo para tanto considerado:

a) cursos universitários já concluídos, comprovados pelo respectivo


MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

Diploma ou Certidão de Colação de Grau: 0,4 pontos;

b) títulos de pós-graduação, comprovados pelo respectivo Diploma ou


Certificado: 0,3 pontos para especialização; 0,4 pontos para mestrado; e 0,5
pontos para doutorado;

c) cursos de extensão universitária de, no mínimo, 20 horas, comprovado


pelo respectivo Certificado: 0,2 pontos;

d) curso de informática de no mínimo 20 horas, comprovado pelo


respectivo Certificado: 0,2 pontos;

e) cursos de línguas estrangeiras com, no mínimo, 180 horas: 0,2 pontos;


e

f) outros cursos cujo tema tenha relação com as atribuições do estagiário


do Ministério Público, não inferiores a 15 horas: 0,1 ponto.

A nota a ser atribuída ao candidato nesta fase, a qual não poderá ser superior a
dez, será a soma da média geral das notas com o total de pontos obtidos na análise dos títulos.

Em caso de empate na última posição de classificação para a próxima fase, todos


os candidatos empatados serão classificados.

DO RESULTADO DA PRIMEIRA ETAPA

O resultado desta etapa será divulgado no dia 12 de novembro de 2010, por meio
de Edital afixado nos locais onde foram realizadas as inscrições.

B) DA SEGUNDA ETAPA

PROVA DE REDAÇÃO

Os candidatos classificados na etapa da avaliação curricular serão submetidos à


prova de redação, com duração de 1 (uma) hora, versando sobre tema jurídico, a qual não poderá
ultrapassar 30 (trinta) linhas.

A redação adotará formulário-padrão a ser entregue no local de realização da


prova, sendo permitido apenas o uso de caneta azul ou preta. Não será permitido o uso de
máquina de escrever ou microcomputador.

Não será permitida a consulta a quaisquer livros, cadernos ou anotações.

À redação será atribuída nota de 0 (zero) a 10 (dez), que será considerada como a
nota da 2ª etapa.

DIA E LOCAL DA PROVA


MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

A prova de redação será realizada no dia 16 de novembro de 2010, às 9h30min

Local: Fórum da Comarca de Itá

Endereço: Rua 11, 500, Pça. dos Expedicionários, bairro Pioneiros, Itá-SC

Os candidatos deverão comparecer ao local da prova com, no mínimo, 15 (quinze)


minutos de antecedência, portando o canhoto da inscrição e documento de identidade.

DO RESULTADO DA SEGUNDA ETAPA E DAS IMPUGNAÇÕES

Serão classificados, para a 3ª etapa, os candidatos que obtiverem a maior média


aritmética entre a avaliação curricular e a prova de redação, até o máximo de 3 (três) candidatos
por vaga para cada Comarca ou Órgão de atuação.
Em caso de empate na última posição de classificação para a próxima fase, todos
os candidatos empatados serão classificados.

O resultado dos candidatos classificados para a 3ª etapa, cuja lista será organizada
na ordem decrescente das notas, será divulgado no dia 18 de novembro de 2010, por meio de
Edital afixado nos locais onde foram realizadas as inscrições.

Será permitido ao candidato impugnar tão-somente a sua colocação na lista de


classificados para a terceira etapa, por erro no cálculo de sua média final, a impugnação deverá
ser dirigida ao Procurador-Geral de Justiça e protocolada, na Secretaria-Geral do Ministério
Público, até 48 horas da divulgação do resultado, cuja análise e respostas às impugnações será
no dia 23 de novembro de 2010.

C) DA TERCEIRA ETAPA

ENTREVISTA INDIVIDUAL

A entrevista individual será realizada pelo Órgão do Ministério Público perante o


qual haja a vaga a ser preenchida e avaliará os conhecimentos jurídicos do candidato e sua
aptidão para os serviços afetos à função.

Os candidatos serão convidados para a entrevista segundo a ordem de


classificação e, mesmo não sendo selecionados por aquele Órgão do Ministério Público, serão
mantidos na lista para entrevista perante os demais, considerando que a seleção do candidato
ficará condicionada à prévia concordância do Órgão do Ministério Público perante o qual o
estagiário deverá oficiar (artigo 68, parágrafo único da Lei Complementar n. 197, de 13 de julho de
2000).

A entrevista realizar-se-á no dia 24 de novembro de 2010, oportunidade em que o


candidato deverá apresentar atestado de idoneidade fornecido por membro do Ministério Público
em atividade.
Selecionado o candidato, ele será admitido na vaga se cumprir os requisitos legais
a seguir discriminados.

VII - DOS REQUISITOS PARA ADMISSÃO AO ESTÁGIO


MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

Para ser admitido ao estágio no Ministério Público, o candidato selecionado deverá:

a) ter preenchido corretamente todos os dados da ficha de inscrição,


prestado as declarações nela constantes e ter apresentado atestado de
idoneidade fornecido por membro do Ministério Público em atividade;
b) ser brasileiro;

c) estar em dia com as obrigações militares, se do sexo masculino; e

d) apresentar atestado médico que comprove gozar de boa saúde física e


mental.

VIII - DO PRAZO DE VALIDADE

O presente processo de seleção terá validade de 1 (um) ano, contado da data da


sua homologação.

XI – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

O presente Processo de Seleção é regido pelas disposições da Lei Complementar


n. 197, de 13-7-2000, e do Ato n. 003/2001/PGJ, de 8-2-2001.

Os casos omissos serão resolvidos pelo Procurador-Geral de Justiça.

Itá, 25 de outubro de 2010

Marcelo S. Netto Campos


Promotor de Justiça