Вы находитесь на странице: 1из 3

1

unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA


Campus de Guaratinguetá
Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá “Professor Carlos Augusto Patrício Amorim”

EXERCÍCIOS: SCR E DIODO SHOCKLEY


Prof. Marcelo Wendling

Exercício 1

Sobre SCR, responda:


(a) O que significam corrente e tensão de disparo (iT e vT)?
(b) O que é tensão máxima de bloqueio?
(c) Supondo que um SCR qualquer possui uma tensão de bloqueio de 500V e uma taxa crítica de elevação
de 50V/µs, e nele é aplicado um sinal de tensão que varia sua amplitude em 150V/µs. O que
aconteceria com esse SCR?

Exercício 2

A partir dos circuitos abaixo, calcule o que se pede:


(a) Com Ve igual à 15 [V], qual a corrente no diodo? Qual a tensão de entrada no ponto em que o
dispositivo está prestes a ser desligado?
(b) Qual tensão de entrada Ve dispara o SCR? Se a tensão de alimentação, inicialmente 15 [V], for
diminuída até que o SCR abra, qual será o valor dessa alimentação?

EI 2017 – Exercícios: SCR e Diodo Shockley | Prof. Marcelo Wendling


2
Exercício 3

A partir do circuito abaixo, determine o valor de R para que o SCR seja disparado quando 𝑉𝑖 ≥
15 [𝑉].

Exercício 4

Observando o circuito abaixo, responda:

(a) Qual é o funcionamento do circuito em termos no SCR empregado?


(b) Quando o SCR entrar em condução, um problema é gerado do ponto de vista da fonte de alimentação.
Que problema é esse e que dispositivo de proteção poderia ser utilizado nesse caso?

EI 2017 – Exercícios: SCR e Diodo Shockley | Prof. Marcelo Wendling


3
Exercício 5

Analisando o circuito a seguir, supondo capacitor descarregado no momento em que a fonte é ligada,
−t
calcule o tempo necessário para que o diodo dispare. Utilize a relação: vC = E⎛⎜1 − e RC ⎞⎟ .
⎝ ⎠

EI 2017 – Exercícios: SCR e Diodo Shockley | Prof. Marcelo Wendling