Вы находитесь на странице: 1из 123

Livro Eletrônico

Aula 00 (Prof. Celson Junior)

Sistemas Operacionais p/ DATAPREV (Analista de Processamento)

Professores: Bruno Holanda, Celson Carlos Martins Junior

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

AULA 06 – VIRTUALIZAÇÃO

SUMÁRIO

Conceitos iniciais .............................................................................................................................. 3


Tipos de virtualização ..................................................................................................................... 5
Monitor de máquina virtual ........................................................................................................ 12
Virtualização total .......................................................................................................................... 14
Virtualização por container ......................................................................................................... 14
Tipos de máquinas virtuais ......................................................................................................... 16
Hipervisores ...................................................................................................................................... 17
Modo usuário vs. Modo supervisor .......................................................................................... 19
Virtualização completa ................................................................................................................. 21
Paravirtualização ............................................................................................................................ 22
Virtualização assistida por hardware ...................................................................................... 23
VMWare vSphere ............................................................................................................................ 25
VMWare vCenter ............................................................................................................................. 27
VMWare Vmotion ............................................................................................................................ 29
VMWare ESXi ................................................................................................................................... 31
VMWare DRS .................................................................................................................................... 34
VMWare HA ....................................................................................................................................... 35
VMWare DPM .................................................................................................................................... 35
Resolução de questões ................................................................................................................. 38
Questões resolvidas na aula ...................................................................................................... 92
Gabarito ........................................................................................................................................... 120
Considerações finais.................................................................................................................... 121

www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

1. Conceitos de Virtualização

Pessoal, o objetivo desta aula é abordarmos os conceitos e as


soluções de Virtualização mais exigido pela banca.

Pessoal, antes de iniciar nosso assunto propriamente dito,


precisamos esclarecer alguns pontos.

Haja vista que este é nosso curso regular, temos que abordar
conceitos e as soluções de virtualização. Em virtude disto, nesta
aula, abordaremos os conceitos e as soluções mais exigidas pela
banca.

Nesta aula abordaremos mais de 100 questões recentes


explorando conceitos ou soluções de virtualização. Este assunto
possui um ótimo custo-benefício!!!!

Não há como negar a importância, em termos de eficiência e em


termos operacionais, do uso de soluções de virtualização nos modernos
ambientes de TI.

Mas essa justificativa é de ordem prática, vocês poderiam retrucar.


Se formos atentar para o ponto que nos é precioso, o apetite das bancas
pelo tema, daí é que concluímos pela importância de estudar com calma o
assunto.

Nosso roteiro será o seguinte: abordaremos, inicialmente, os


conceitos atrelados a Virtualização e, posteriormente, trataremos
especificamente das soluções de Virtualização.

Iremos conhecer as soluções de Virtualização descrevendo suas


principais funcionalidades e características, sempre recorrendo às
questões de concursos para nos balizar.

Precisamos destacar também nossas principais fontes de auxílio


como o Livro Virtualização, Componente Central do Datacenter, de
Manoel Veras. Este livro tem sido marcadamente utilizado pelas bancas
na elaboração de questões. Além deste, também o livro Sistemas
Operacionais Moderno, de Andrew Tanenbaum, é outra fonte de consulta
recorrente.

www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Ademais, foram utilizadas os sites das soluções de Virtualização


VMWare, Hyper-V, etc. Não tenham preciosismo com relação a este
ponto, os examinadores têm adotado textos das mais diversas
fontes.

Atenção, focaremos na teoria e nas soluções mais recorrentes


em concursos. Portanto, resolveremos as questões relativas a estas
soluções, mas ressalto que é inviável abranger todas as soluções de
Virtualização.

Por fim, tentaremos ao máximo nos cercar de recursos que tornem a


aula menos maçante, recorreremos a tabelas, gráficos e figuras.
Reiteramos que a didática será priorizada, na medida do possível.

Conceitos iniciais

Uma máquina física é formada por vários componentes que fornecem


recursos para o sistema operacional e suas aplicações.

Os sistemas de computadores são projetados com basicamente três


componentes: hardware, sistema operacional e aplicações. O papel
do hardware é executar as operações solicitadas pelas aplicações através
do sistema operacional. O sistema operacional recebe as solicitações das
operações (por meio das chamadas de sistema) e controla o acesso ao
hardware.

Para que programas e bibliotecas sejam executados sobre uma


plataforma, é necessário que tenham sido compilados para ela,
respeitando o conjunto de instruções e o conjunto de chamadas de
sistema do sistema operacional.

Mas, limitações das interfaces dos componentes de um sistema


computacional acarretam redução na interoperabilidade, devido à sua
pouca flexibilidade. Por isso, não é possível executar diretamente em um
processador Intel uma aplicação compilada para um processador da
Apple. As instruções em linguagem de máquina do programa não serão
compreendidas pelo outro processador.

Uma solução para contornar esses problemas de compatibilidade é


através de uma camada de virtualização.

www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

A camada de virtualização constrói uma interface de acordo com as


necessidades dos componentes de sistema que farão uso dela.

Esta interface é denominada máquina virtual. A camada de


virtualização em si é denominada hipervisor ou monitor de
máquina virtual.

Um ambiente de máquina virtual consiste de três partes básicas:

• O sistema real, nativo ou hospedeiro (host system), que


contém os recursos reais de hardware e software do sistema;

• o sistema virtual ou sistema convidado (guest system), que


executa sobre o sistema virtualizado; vários sistemas virtuais podem
coexistir sobre o mesmo sistema real;

• a camada de virtualização, hipervisor ou monitor (VMM –


Virtual Machine Monitor), é a camada que disponibiliza as interfaces
virtuais e provê suporte às máquinas virtuais.

Na década de 70, autores como Popek e Goldberg definiram


conceitos associados às máquinas virtuais, e as condições necessárias
para que uma plataforma de hardware suporte de forma eficiente a
virtualização. Para esses autores, “Uma máquina virtual é vista como uma
duplicata eficiente e isolada de uma máquina real. Essa abstração é
construída por um “monitor de máquina virtual” (VMM - Virtual Machine
Monitor).”

Ainda de acordo com os autores, toda instrução sensível deve ser


também privilegiada. Mas, quanto maior o número de instruções
sensíveis, maior o volume de interpretação de código a realizar, e menor
o desempenho da máquina virtual.

Instruções sensíveis são aquelas que podem consultar ou alterar o


status do processador, ou seja, os registradores que armazenam o status
atual da execução na máquina real; Em suma, podem alterar o estado de
consistência do sistema.

www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

As instruções privilegiadas são aquelas acessíveis somente por


meio de códigos executando em nível privilegiado (código de núcleo).
Quando um código não-privilegiado tente executar uma instrução
privilegiada, uma exceção (interrupção, trap) é gerada.

Uma solução para isto é a tradução dinâmica: ao carregar um


programa na memória, o hipervisor analisa seu código e substitui essas
instruções sensíveis por chamadas a rotinas que as interpretam dentro do
hipervisor. Isso implica em um tempo maior para o lançamento de
programas, mas torna possível a virtualização.

Essa parte teórica, apesar de aparentemente obsoleta, ainda


constitui o suporte teórico para a virtualização. Observem que as
definições de Popek e Goldberg foram objeto de questão recente.

Tipos de virtualização

Atualmente, a virtualização é uma das soluções em tecnologia


predominantes para otimizar os processos dentro do ambiente de TI.

Existem softwares que atuam nesse cenário, cada um com suas


especificações, agregando qualidade e melhor desempenho à rede. Com
os recursos que essa tecnologia proporciona é possível para a empresa
economizar em equipamentos e em consolidação de servidores.

Com ela é possível otimizar a utilização de recursos de hardware. Por


exemplo, em vez de ter dez servidores, é possível ter apenas cinco com
mais capacidade que os dez anteriores, isso representa acima de tudo
economia.

Um uso frequente de sistemas baseados em virtualização é a


consolidação de servidores. A consolidação de servidores consiste em
centralizar ou diminuir o número de equipamentos e aplicações instaladas
em cada um dos servidores da organização.

Muitos autores ressaltam que a virtualização não é um conceito novo,


ela vem evoluindo desde a época dos Mainframes, e hoje é usada nos
mais diversos contextos. Podendo ser aplicada desde a virtualização de
aplicações até a própria infraestrutura.

www.estrategiaconcursos.com.br 5 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Um objetivo primordial e sempre presente quando falamos em


virtualização é a otimização e a economia de recursos. Se
considerarmos desde a época dos Mainframes até o estágio atual de
tecnologia de servidores, um fator comum ao hardware é o alto
consumo e a possibilidade de desperdício de capacidade de
processamento.

Nesse sentido, a virtualização é um conceito muito fundamentado no


uso eficiente dos recursos computacionais. Nesse sentido, um conceito
que veremos adiante é o de consolidação de servidores.

A definição mais comum de virtualização afirma que o propósito da


virtualização é aproveitar ao máximo a capacidade do hardware, que
muitas vezes fica ociosa em determinados períodos do dia, da semana ou
do mês. Podemos ilustrar esse ponto observando a figura abaixo.

www.estrategiaconcursos.com.br 6 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O aproveitamento do hardware é maior devido à possibilidade de


fornecer ambientes de execução independentes a diferentes usuários em
um mesmo equipamento físico, concomitantemente. Além disso, esse
procedimento diminui a importância dos sistemas operacionais, que,
muitas vezes, restringem o uso do hardware, quanto à utilização de
software. Isso acontece porque softwares normalmente só rodam sobre o
sistema operacional para o qual foram projetados para rodar.

Diferentes sistemas operando em uma mesma máquina aumentam a


gama de softwares que podem ser utilizados sobre o mesmo hardware.
Essa técnica, muito empregada em servidores, ainda tem como vantagem
oferecer uma camada de abstração dos verdadeiros recursos físicos.

O objetivo principal da virtualização é aumentar a


produtividade da infraestrutura, melhorar o gerenciamento do
ambiente, aumentar a segurança, diminuir a manutenção e
economizar em recursos humanos, físicos e financeiros.

No entanto, existem vantagens e desvantagens para utilização de


máquinas virtuais em sistemas de computação!

Vamos ver algumas delas a seguir:

VANTAGENS
Melhor aproveitamento da infraestrutura existente: ao executar
vários serviços em um servidor ou conjunto de máquinas, por exemplo, pode-
se aproveitar a capacidade de processamento destes equipamentos o mais
próximo possível de sua totalidade;
O parque de máquinas é menor: com o melhor aproveitamento dos
recursos, a necessidade de aquisição de novos equipamentos diminui, assim
como gastos com instalação, espaço físico, refrigeração, manutenção, energia,
etc.
Gerenciamento centralizado: dependendo da solução de virtualização
utilizada, fica mais fácil monitorar os serviços em execução, já que o seu
gerenciamento é feito de maneira centralizada;

Implementação mais rápida: dependendo da aplicação, a virtualização

www.estrategiaconcursos.com.br 7 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

pode permitir sua implementação mais rápida, uma vez que a infraestrutura já
está instalada;

Uso de sistemas legados: pode-se manter em uso um sistema legado,


isto é, antigo, mas ainda essencial às atividades da companhia, bastando
destinar a ele uma máquina virtual compatível com o seu ambiente;

Diversidade de plataformas: pode-se ter uma grande diversidade de


plataformas e sistemas operacionais e, assim, realizar testes de desempenho
de determinada aplicação em cada uma delas, por exemplo;

Ambiente de testes: é possível avaliar um novo sistema ou uma


atualização antes de efetivamente implementá-la, diminuindo
significativamente os riscos inerentes a procedimentos do tipo;

Segurança e confiabilidade: como cada máquina virtual funciona de


maneira independente das outras, um problema que surgir em uma delas -
como uma vulnerabilidade de segurança - não afetará as demais;
Migração e ampliação mais fácil: mudar o serviço de ambiente de
virtualização é uma tarefa que pode ser feita rapidamente, assim como a
ampliação da infraestrutura.

Criação de pontos de salvaguarda e migração: por exemplo, para o


balanceamento de carga entre diferentes servidores são muito mais fáceis do
que no caso dos processos funcionando em sistema operacional normal.
Resiliência dos serviços: é cada vez mais comum as soluções de
virtualização disporem de recursos de migração dos serviços, ao vivo (live
migration), reduzindo a indisponibilidade e aumentando a resiliência dos
serviços virtualizados.

DESVANTAGENS
Sobrecarga afeta a todas as máquinas virtuais: a quantidade de
máquinas virtuais que um computador pode suportar não é ilimitada, razão
pela qual é necessário encontrar um equilíbrio para evitar sobrecarga, do
contrário, o desempenho de todas as máquinas virtuais será afetado;
Segurança: se houver uma vulnerabilidade de segurança no
gerenciador de máquinas virtuais (VMM), por exemplo, todas as
máquinas virtuais poderão ser afetadas pelo problema;

Portabilidade: dependendo da solução em uso, migrar uma máquina


virtual pode ser um problema. Um exemplo hipotético: quando um sistema
utiliza instruções AMD-V, mas precisa ser transferido para uma máquina Intel;
Contingência: em aplicações críticas, é importante ter um computador
que possa atuar imediatamente no lugar da máquina principal (como um

www.estrategiaconcursos.com.br 8 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

servidor), pois se esta parar de funcionar, todos os sistemas virtualizados que


rodam nela também serão interrompidos;
Desempenho: a virtualização pode não ter bom desempenho em todas
as aplicações, por isso é importante avaliar muito bem a solução antes de sua
efetiva implementação;

Gastos: pode haver gastos não previstos com manutenção, mão-de-


obra, treinamento, implementação e outros.

A virtualização pode ser realizada em diferentes contextos e de


diferentes formas, incluindo:

 Virtualização de servidores: é a forma mais corriqueira de


virtualização que atualmente é bastante difundida em virtude da
predominância de servidores x86. A virtualização de servidores será o
foco de nossa aula.
 Virtualização de desktops: também é uma forma de
virtualização, porém focada nos desktops dos usuários finais. As
aplicações de desktop também passam a ser executadas em um
datacenter, sob a forma de máquinas virtuais, surgindo o conceito de
Virtual Desktop Infrastructure (VDI).
 Virtualização dos dispositivos de armazenamento
(storage): permite que as diversas unidades heterogêneas de
armazenamento (discos físicos) sejam vistas como um conjunto
homogêneo de recursos de armazenamento, mas apesar de suas
vantagens não é tão popular quanto à virtualização de servidores.
Atualmente, tem ganhado força a virtualização e a “tierização” de
storage.
 Virtualização das aplicações: é a execução dos programas
ou aplicativos em um repositório central, permitindo melhorar seu
gerenciamento e configuração, que passa a ser feito em um único lugar.
 Virtualização de redes: é a separação ou segmentação da
rede da organização por áreas ou unidade, utilizando uma única
infraestrutura compartilhada de rede, aparentando ao usuário final que
ele tem acesso a uma rede própria, com recursos dedicados e de
segurança independentes. Um conceito relacionado é o de rede definida
por software (Software Defined Network).

www.estrategiaconcursos.com.br 9 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

As soluções de virtualização podem ser classificadas em três


categorias:

 Nível do hardware: a camada de virtualização é posta


diretamente sobre a máquina física e a apresenta às camadas superiores
como uma abstração do hardware, mas guardando similaridade com o
hardware original, são exemplos o VMware ESX, Xen e Hyper-V.

No nível do hardware, a virtualização mais comum é a de servidores.


A virtualização de servidores consolida vários servidores físicos, em geral
com processamento subutilizado, em um servidor físico com alto grau de
utilização. Reduz a complexidade do gerenciamento, o espaço físico e o
consumo de energia e refrigeração.

 Nível do sistema operacional: essa estratégia de


virtualização insere a camada de virtualização entre o sistema operacional
e as aplicações. Ela permite a criação de partições lógicas que aparentam
máquinas isoladas, mas compartilham o mesmo sistema operacional. São
exemplos: Jails, Containers, Linux-VServer, SandBox, KVM e Sun
VirtualBox.

 Nível da linguagem de programação: a camada de


virtualização é executada sobre o sistema operacional da plataforma. É
estabelecida uma máquina abstrata sobre a qual executa uma aplicação
desenvolvida em uma aplicação de alto nível. A máquina virtual Java
(JVM) é o exemplo mais marcante de virtualização ao nível da linguagem
de programação.

A abordagem mais comum utilizada para conceituar a virtualização é


defini-la como uma camada entre o hardware e o software, que
protege os recursos físicos do hardware do acesso direto do software.

www.estrategiaconcursos.com.br 10 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

A forma como essa camada é implementada dá origem aos


conceitos de máquinas virtuais de processo ou aos monitores de
máquinas virtuais.

Essa camada, criada com a virtualização, varia de acordo com as


necessidades dos componentes de sistema que farão uso dela.

Agora atenção para esta diferenciação, pessoal.

A interface que utilizamos e que vai sobre a camada de virtualização


é denominada máquina virtual. Já a camada de virtualização em si é
denominada hipervisor ou monitor de máquina virtual.

A virtualização ocorre quando coexistem três elementos. Um


ambiente virtualizado consiste de três partes básicas, que podem são
detalhadas abaixo:

 sistema hospedeiro, real, ou nativo (host system) contém


os recursos reais de hardware e software do sistema; É o sistema
operacional que é executado por uma máquina física.
 camada de virtualização, chamada hipervisor ou monitor
(VMM – Virtual Machine Monitor);
 sistema virtualizado, também denominado sistema
convidado (guest system), executa sobre o sistema virtualizado; vários
sistemas virtuais podem coexistir, simultaneamente sobre o mesmo
sistema real; O hóspede é o sistema virtualizado que deve ser executado
pelo hospedeiro.

www.estrategiaconcursos.com.br 11 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

MÁQUINA VIRTUAL DE PROCESSO


Em seus primórdios, a virtualização inicialmente utilizava o conceito
de máquina virtual de processo, que nada mais é que uma aplicação
que executa sobre um sistema operacional A e emula o comportamento
de um sistema operacional B.

A máquina virtual de processo permite que as aplicações


desenvolvidas para o sistema B possam ser executadas sobre o sistema
A, essa técnica de implementação permite emular o sistema operacional
ou emular processadores. Normalmente a máquina virtual de processo
é também chamada emulação.

As desvantagens dessa técnica são basicamente duas:


 desperdiça a capacidade do hardware;
 piora o desempenho, já que há uma tradução de um sistema a
outro.

As máquinas virtuais de processo somente oferecem dispositivos de


Entrada e Saída genéricos, o que acaba acarretando o desperdício da
capacidade do hardware.

Monitor de máquina virtual

Os monitores de máquinas virtuais (Virtual Monitor Machine ou


VMM) surgiram para resolver as desvantagens das máquinas virtuais de
processo.

Também conhecidos como hipervisores (hypervisors), os monitores


de máquinas virtuais são implementados como uma camada de software

www.estrategiaconcursos.com.br 12 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

entre o hardware e o sistema operacional, e oferecem uma máquina


virtual para o Sistema Operacional (SO).

Os hipervisores permitem que os dispositivos físicos de Entrada e


Saída sejam conhecidos e utilizados de forma mais eficiente, se
comparados às máquinas virtuais de processo.

Basicamente, os hipervisores podem utilizar duas técnicas:


virtualização total ou paravirtualização.

Na paravirtualização o sistema operacional hóspede precisar ser


modificado. O sistema operacional do hóspede roda em uma máquina
virtual similar ao hardware físico, mas não equivalente.

Como este método, o hóspede é modificado para recorrer ao


hypervisor quando necessitar de qualquer instrução privilegiada e, não,
diretamente ao processador. Assim, o VMM não precisa interceptar estas
solicitações e testá-las, como acontece na virtualização total.

Além disso, a paravirtualização diminui expressivamente os


problemas com compatibilidade de hardware, porque o sistema
operacional do hóspede acaba podendo utilizar drivers adequados - na
virtualização total, os drives disponíveis são genéricos, isto é, criados
para suportar o máximo possível de dispositivos, mas sem considerar as
particularidades de cada componente.

www.estrategiaconcursos.com.br 13 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

A principal desvantagem da paravirtualização é a necessidade


de o sistema operacional ter que sofrer modificações para saber que está
sendo virtualizado, podendo gerar custos com adaptação e atualização ou
limitações referentes à migração para um novo conjunto de hardware, por
exemplo. Pessoal, convenhamos que custo alto pode ser uma
desvantagem considerável.

Virtualização total

Na virtualização total o sistema operacional hóspede não precisa


ser modificado para executar sob o hipervisor. Essa é a diferença
essencial entre os tipos de hipervisores.

Na virtualização total, vale relembrar, não há necessidade de


alteração do sistema, por outro lado o procedimento fica sujeito aos
problemas já mencionados. Assim, a adoção de um modo ou outro
depende de análises e testes que possam determinar qual é mais
vantajoso para determinado serviço.

Na virtualização total, o sistema operacional do hóspede trabalha


como se de fato houvesse uma máquina física inteiramente a sua
disposição. Dessa forma, o sistema não precisa sofrer nenhuma
adaptação e trabalha como se não houvesse virtualização ali.

O problema é que esta abordagem pode ter algumas limitações. Uma


delas é o risco de algumas solicitações do hóspede não serem atendidas
da maneira esperada.

Isso acontece, por exemplo, quando o hypervisor não consegue lidar


com determinada instrução privilegiada ou quando um recurso de
hardware não pode ser plenamente acessado por não haver drivers na
virtualização capazes de garantir sua plena compatibilidade.

Virtualização por container

www.estrategiaconcursos.com.br 14 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Um container é uma forma de virtualização no nível do sistema


operacional, um ambiente totalmente isolado, simulando um sistema
independente no mesmo host.

A virtualização baseada em conteineres ou virtualização a nível


de sistema operacional utiliza uma camada para as chamadas do sistema
(system calls), o que permite o isolamento entre o sistema hospedeiro e a
máquina virtual. O principal benefício da virtualização baseada em
containers é a performance nativa do sistema.

O container não necessita de uma camada de sistema operacional


para cada aplicação, como pode ser visto na figura.

Ao compararmos com a virtualização tradicional, uma aplicação


sendo executada em um container demanda muito menos recursos e
consume menos espaço em disco e tem maior nível de portabilidade.

Uma solução de container que tem se difundido bastante é o Docker,


mas o Docker não é um sistema de virtualização tradicional.

www.estrategiaconcursos.com.br 15 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Em um ambiente de virtualização tradicional há um S.O. completo e


isolado. No Docker os recursos estão isolados e utilizam bibliotecas de
kernel em comum.

O Docker possibilita o empacotamento de uma aplicação ou ambiente


inteiro dentro de um container, e a partir desse momento o ambiente
inteiro torna-se portável para qualquer outro Host que contenha o Docker
instalado.

Docker reduz o tempo para disponibilizar infraestrutura e para deploy


de aplicações. A necessidade de ajustes de ambiente é reduzida.

Uma característica do Docker é a disponibilidade para criar templates


(containers prontos para deploy) a partir de arquivos de definição
chamados Dockerfiles.

O Docker utiliza como backend default o LXC (gerenciador de


containers), permite definir limitações de recursos por container
(memória, cpu, I/O, etc), e é escrito em Go, linguagem de programação
desenvolvida pela Google.

Tipos de máquinas virtuais

Por fim, existem dois tipos de máquinas virtuais: as máquinas


virtuais de sistemas e as máquinas virtuais de aplicação (ou processo).

As máquinas virtuais de sistemas fornecem uma plataforma de


sistemas completa que suporta a execução de um sistema operacional
completo. Geralmente, eles emulam uma arquitetura existente e são
construídas com o propósito de prover uma plataforma para rodar
programas em que o hardware real não está disponível para uso.

Outro propósito é ter múltiplas instâncias de máquinas virtuais


levando ao uso mais eficiente de recursos computacionais, ambos em
termos de consumo de energia, efetividade de custo ou ambos (Ex:
VMWare).

Já as máquinas virtuais de aplicação (ou processo) são


projetadas para rodar um programa único, o que significa que ela suporta
um único processo (Ex: JVM).

www.estrategiaconcursos.com.br 16 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

As máquinas virtuais de aplicação são geralmente mais adequadas a


uma ou mais linguagens de programação e são construídas com a
finalidade de fornecer a portabilidade e flexibilidade do programa, entre
outras coisas.

Uma característica essencial de uma máquina virtual é que o


software rodando dentro dela é limitado aos recursos e abstrações
providas pela máquina virtual – ele não pode sair do ambiente virtual.

Hipervisores

Muita atenção para este tópico pessoal. Despeeeenca nas


provas!!!!!!!!!!

Os hipervisores são classificados em dois tipos:

Hipervisor Tipo I: Esse hipervisor executa diretamente no


hardware do servidor e controla o hardware e o acesso do sistema
operacional convidado. Também é conhecido como metal nu, bare
metal, nativo ou supervisor.

O hipervisor nativo compartilha os recursos de hardware entre as


máquinas virtuais, de forma que cada uma delas imagina ter recursos
exclusivos. São exemplos de hipervisor nativo o VMware ESX Server,
Microsoft Hyper-V e Xen Server.

www.estrategiaconcursos.com.br 17 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O monitor controla todas as operações de acesso requisitadas pelos


SOs convidados, simulando máquinas físicas com propriedades distintas,
trabalhando de forma isolada. Diferentes computadores virtuais operam
sobre o mesmo hardware.

Hipervisor Tipo II (hóspede ou hosted): Nesse tipo, o hipervisor


é uma aplicação que fornece um ambiente de execução para outras
aplicações. Executa sob um sistema operacional nativo como se fosse um
processo.

No hipervisor tipo II, a camada de virtualização é composta por um


sistema operacional hóspede e um hardware virtual. Ambos são criados
sobre os recursos de hardware reais, que são gerenciados pelo Sistema
Operacional nativo.

Nessa arquitetura, implementa-se o monitor de máquina virtual


sobre o sistema operacional instalado no hardware anfitrião e opera como
um processo desse sistema operacional. Vale observar que as operações
que seriam controladas pelo sistema operacional do hospedeiro são
simuladas pelo monitor para as máquinas virtuais.

São exemplos de hipervisor tipo II, o VMware player, Virtualbox e


Virtual PC.

Hipervisor Tipo I Hipervisor Tipo II

www.estrategiaconcursos.com.br 18 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Executa diretamente no hardware Executa sob um sistema


(bare metal) do servidor operacional nativo

Controla o hardware e o acesso do O hipervisor também é uma


sistema operacional convidado aplicação do SO nativo

Hipervisor Híbrido: reúne qualidades das duas anteriores. Podem


ser agregadas características da arquitetura tipo I à arquitetura tipo II ou
o contrário.

Tais mudanças são feitas habitualmente, pois a aplicação pura de


apenas uma das arquiteturas citadas nos itens anteriores pode
comprometer o desempenho da máquina virtual.

Logo, a hibridização busca otimizar as características dos outros


hipervisores. Exemplos: VirtualPC e Virtual Server.

Modo usuário vs. Modo supervisor

Pessoal, um aspecto recorrentemente exigido em concursos são os


tipos de virtualização.

O Hipervisor pode ser executado no Modo Supervisor, enquanto


programas comuns (aplicativos) normalmente rodam no Modo Usuário.

No Modo Supervisor, o software pode requisitar instruções que


lidam diretamente com certos recursos de hardware, como
funcionalidades específicas do processador.

www.estrategiaconcursos.com.br 19 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

No Modo Usuário, os recursos mais críticos não podem ser


acessados diretamente. Como assim, professor? Nesse caso, o sistema
operacional faz uma espécie de intermediação quando necessário.

Nesse modo, o Hipervisor é que tem acesso privilegiado porque cabe


a ele alocar os recursos a serem utilizados por cada máquina virtual sob
sua responsabilidade, assim como determinar a ordem pela qual cada
solicitação destas será atendida.

Para entendermos melhor esse assunto, temos também que falar um


pouco da arquitetura x86, que entre as arquiteturas CISC é a mais
amplamente disseminada.

A arquitetura x86 provê quatro modos ou níveis de acesso ao


processador, identificados de 0 a 3, também chamados de anéis de
proteção. O nível 0 detém os maiores privilégios, e é o nível usado pelo
sistema operacional. O nível 3, de menor privilégio, é utilizado pelos
processos dos usuários.

Na arquitetura x86, existem instruções que podem afetar o


funcionamento do processador, mas que podem estar sendo executadas
em modo usuário. Essas instruções privilegiadas são denominadas
“privilegiadas ou sensíveis”, e seu uso em sistemas operacionais não
virtualizados não causa problemas.

No entanto, quando adotamos um ambiente virtualizado, esses


aspectos ganham relevância. Nos sistemas operacionais virtualizados, as
instruções sensíveis devem ser tratadas adequadamente.

www.estrategiaconcursos.com.br 20 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Se não forem apropriadamente tratadas pelo Sistema Operacional


virtualizado, as instruções podem alterar o comportamento do sistema
operacional nativo ou de outro sistema operacional convidado.

A depender das diferentes estratégias de lidar com as requisições do


Sistema Operacional, surgem os hipervisores baseados em virtualização
completa e a paravirtualização.

Virtualização completa

A virtualização completa (full virtualization) cria um sistema


físico virtual completo, sobre o qual o sistema operacional
convidado é executado. Não é necessário fazer qualquer modificação
no sistema operacional convidado ou em suas aplicações.

A segurança é favorecida pelo isolamento entre as máquinas


virtuais, já que cada instância da máquina virtual é um processo do
sistema operacional nativo.
A virtualização completa facilita a migração de máquinas virtuais
entre servidores físicos, pois existe total independência das aplicações em
relação aos recursos físicos do servidor.
Uma desvantagem da virtualização completa é o desempenho,
pois o hipervisor passa a intermediar a execução de todas as instruções
privilegiadas ou sensíveis feitas pelo sistema operacional convidado.
Outra desvantagem da virtualização completa é a implementação de
hardwares virtuais que emulam dispositivos de entrada e saída genéricos.
Devido a diversidade e heterogeneidade dos dispositivos de entrada e
saída existentes, essa emulação de dispositivos de entrada e saída

www.estrategiaconcursos.com.br 21 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

genéricos pode causar a subutilização dos dispositivos de entrada e saída


reais.

Paravirtualização

Algumas arquiteturas de processadores, como o Intel x86,


apresentam dificuldades para a virtualização total, devido a fatores como
a complexidade de instruções. Devido a isto, surgiu a paravirtualização.

A paravirtualização cria entre o hipervisor e o sistema


operacional convidado um hardware virtual. O sistema
operacional convidado (ou hóspede) é alterado para chamar a
máquina virtual.

A principal característica e desvantagem da paravirtualização é a


necessidade de modificação do sistema operacional hospedado ou
convidado.

A paravirtualização surgiu para contornar os problemas de


desempenho e subutilização de recursos da virtualização total.
Os hipervisores que empregam paravirtualização permitem que o
hipervisor controle os drivers do dispositivo físico real, o que otimiza o
desempenho.
O Xen é baseado em paravirtualização, virtualiza o processador e a
memória, usando um núcleo Linux modificado.

www.estrategiaconcursos.com.br 22 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Virtualização assistida por hardware

A virtualização total permite o uso de um sistema operacional


convidado sem modificações. A paravirtualização precisa alterar o
sistema operacional convidado, mas oferece um melhor desempenho.
Na prática, a escolha entre virtualização total e a paravirtualização
envolve uma relação custo/benefício no que diz respeito ao desempenho
que se deseja.
Para superar esse dilema, os fabricantes Intel e AMD criaram
extensões diretamente no hardware da arquitetura x86, que são
genericamente denominadas de virtualização assistida por hardware
(Hardware Assisted Virtualization – HAV).
A proposta da virtualização assistida por hardware é melhorar o
suporte a virtualização e melhorar o desempenho, por meio das
extensões em hardware.

Como vimos a pouco, o sistema operacional é executado em modo


protegido, e os processos que executam em modo usuário têm menores
privilégios.
A virtualização assistida por hardware criou dois novos modos de
operação para o processador: modo “root” e modo “non-root”. Dessa
forma, um sistema operacional mantém seu privilégio, mas o hipervisor é
executado no anel adicional de maior prioridade (modo “root”).
Portanto, o hipervisor passou a ter total prioridade sobre o
sistema operacional. Neste novo modo de operação, as instruções
privilegiadas executadas pelo sistema operacional convidado são
encaminhadas ao hipervisor, que tem a responsabilidade de tratá-las
adequadamente.

www.estrategiaconcursos.com.br 23 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

2. VMWare

Pessoal, vimos até agora a parte conceitual de virtualização.


Passamos agora a ver as soluções de virtualização, começando pelo
VMWare.

Observem que para o tópico sobre Hyper-V, muitos conceitos são


similares, e observar as diferenças e similaridades entre as soluções
auxilia a entender melhor o assunto e a resolver as questões.

A VMware é uma tradicional empresa que desenvolve soluções para


facilitar o gerenciamento das plataformas de virtualização. As soluções
VMware para virtualização de servidores disponíveis estão divididos em
dois grandes pacotes:

Na figura abaixo, vemos a arquitetura da solução de


virtualização da VMWare, com seus principais componentes, que
veremos adiante.

O VMware tem um consumo de CPU razoável, portanto deve sempre


ser analisada a capacidade de processamento adequada, considerando as

www.estrategiaconcursos.com.br 24 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

características da solução a ser virtualizada, e ainda as características das


aplicações que serão hospedadas.

O VMware tem um alto consumo de memória, portanto:

 Para o cálculo do tamanho da memória deve ser considerado


o número de máquinas virtuais, a quantidade de memória necessária para
cada máquina virtual e uma capacidade adicional para migração.

 A memória consumida pelo hipervisor varia de acordo com o


número de máquinas virtuais e com a memória alocada para cada uma.

VMWare vSphere

O vSphere é o hypervisor da Vmware, tornando o gerenciamento do


ambiente virtualizado mais simples.

O VMware vSphere utiliza os recursos da virtualização para


transformar datacenters em infraestruturas simplificadas de
computação em nuvem, que permite fornecer serviços flexíveis e
confiáveis, com segurança e baixo risco.

O hipervisor VMware executa diretamente no hardware, ou


seja, é um monitor de máquina virtual do tipo I (bare metal).

O VMware Hipervisor permite que cada máquina virtual, composta


dos aplicativos e do sistema operacional, utilize um hardware virtual
exclusivo.

Na figura abaixo vemos um apanhado dos recursos


disponibilizados pelo vSphere.

www.estrategiaconcursos.com.br 25 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O VMware VSphere utiliza diversos tipos de arquivos para


armazenar as máquinas virtuais, configuração e snapshots. As
extensões mais comuns são:

 <Nome_da_MV>.vmx: nome arquivo que contém todas as


informações de configuração e definições do hardware da
máquina virtual.
 <Nome_da_MV>.nvram: nome do arquivo que contém o BIOS
da máquina virtual, usado durante o boot da máquina virtual.
 vmdk: diferentes tipos de arquivos “Virtual Disk Data” que
podem ser usados pelas máquinas virtuais.
 <Nome_da_MV>.vswp: é um tipo de arquivo de memória
swap usado quando falta memória física do host.

O vSphere pode ser utilizado na forma single, na qual é instalado em


hosts com gerenciamentos isolados. A vantagem dessa modalidade de
instalação é que não necessário a aquisição de licença, mas seus recursos
ficam limitados.

www.estrategiaconcursos.com.br 26 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Esta forma de utilização é indicada se deseja analisar a conveniência


da virtualização, como em uma prova de conceito.

Existem também formas de licenciamento que proporcionam


ambientes mais completos, como Enterprise e Enterprise Plus.

O VMware vSphere também é um dos primeiros sistemas


operacionais para computação em nuvem (cloud computing). Ele é
formado pelos seguintes componentes:

Os serviços de infraestrutura são o conjunto de componentes que


virtualizam os recursos de servidor, storage e rede, e agregam e alocam
esses recursos sob demanda a aplicativos.

Os Serviços de infraestrutura oferecidos são:

 vCompute: (composto pelo hipervisor (ESXi) e pelo


Distributed Resource Scheduler - DRS);
 vStorage;
 vNetwork.

VMWare vCenter

Nas versões licenciadas o vSphere pode ser instalado em


vários hosts físicos. Esses hosts podem ser gerenciados de forma
centralizada pelo vCenter.

O vCenter Server permite o gerenciamento unificado de todos os


hosts vSphere e máquinas virtuais no data center a partir de um único
console. Além disso, possibilita o gerenciamento unificado de todos os
hosts e máquinas virtuais em um data center a partir de um único
console, permitindo aprimorar o controle, simplificar as tarefas de
gerenciamento e reduzir a complexidade e o custo de gerenciamento dos
ambientes virtualizados.

www.estrategiaconcursos.com.br 27 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O vCenter pode ser instalado em uma máquina 64 bits utilizando os


sistemas operacionais Windows ou Linux, esta máquina inclusive, pode
ser, uma máquina virtual dentro do ambiente virtualizado.
AVmware disponibiliza um virtual applience em linux Suse Enterprise com
o vCenter para ser instalado de forma prática e rápida.

Assim, o vCenter é a solução de gerenciamento da


plataforma, e é essencial para administrar os serviços
disponibilizados pelo vSphere.

O vCenter tem como recursos principais o gerenciamento


centralizado da infraestrutura e a operação da plataforma virtualizada,
gerenciamento das aplicações e gerenciamento do negócio de TI.

A imagem abaixo ilustra o funcionamento do vCenter em um


ambiente virtualizado.

www.estrategiaconcursos.com.br 28 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

No cenário acima temos três hosts onde as máquinas virtuais estão


em execução. Na parte de cima da imagem, temos o gerenciamento deste
ambiente com o vCenter.

O gerenciamento com o vCenter, para grande parte das atividades é


executado de forma automatizada, reduzindo a necessidade de
intervenção humana para gestão do ambiente de virtualização.

VMWare Vmotion

Snapshot de uma máquina virtual é um instantâneo do contexto


de uma máquina virtual. Serve, principalmente, para testes e depuração
de possíveis erros.

Por exemplo, antes de instalar qualquer software que possa interferir


no funcionamento da máquina virtual, deve-se tirar um snapshot. Caso a
instalação do software resulte em algum erro que prejudique o
funcionamento, basta retornar ao estado anterior com o uso do snapshot.

Um recurso bastante importante em uma solução de virtualização é a


possibilidade de migrar máquinas virtuais de um host a outro.

O vMotion permite migrar uma VM de um host para outro com a


máquina virtual em funcionamento sem interrupção do serviço. Este
recurso é bastante útil, por exemplo, para realizar manutenção em
servidores virtualizados, por meio da migração das máquinas virtuais para
um outro host. O vMotion permite a migração sem que sejam
interrompidos os serviços e aplicações virtualizados.

Na figura abaixo, vemos uma ilustração do VMotion permitindo a


migração dinâmica de cargas de trabalho, com o uso do VMotion.

www.estrategiaconcursos.com.br 29 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O VMotion permite a migração de máquinas virtuais em tempo real.


Exige a utilização de um storage compartilhado por vários servidores,
onde a máquina virtual é encapsulada por um conjunto de arquivos
armazenados neste storage.

A migração realizada com o VMotion permite, por exemplo, que


máquinas virtuais sejam transferidas de servidores muito carregados para
servidores ociosos.

O VMWare VMotion é o recurso que contribui para o


funcionamento da alta disponibilidade e do balanceamento
dinâmico de recursos das soluções de virtualização VMware.

No VMWare, é possível agregar mecanismos de Alta Disponibilidade


(High Availability – HA) para qualquer máquina virtual,
independentemente do hardware ou sistema operacional utilizado.

Uma máquina virtual que executa em um servidor que venha a falhar


é reiniciada automaticamente em outro servidor.

www.estrategiaconcursos.com.br 30 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Se um servidor virtualizado falha, as máquinas virtuais que estão


hospedadas nele são automaticamente reiniciadas e movidas para outro
servidor. A figura acima ilustra o uso da alta disponibilidade.

A migração de máquinas virtuais com o vMotion é ilustrada na figura


abaixo.

O vMotion é um dos recursos mais importante no vSphere, pois


permite o funcionamento de muitas outras.

VMWare ESXi

O VMware ESXi é a arquitetura de hypervisor mais recente da


VMware. Ele possui uma arquitetura que não depende de um sistema
operacional e oferece a mesma funcionalidade e desempenho do VMware
ESX.
A figura abaixo ilustra uma ideia básica do servidor ESXi na
arquitetura bare metal. Observem a execução diretamente sobre o
hardware.

www.estrategiaconcursos.com.br 31 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O VMWare ESXi oferece uma camada de virtualização que abstrai os


recursos de hardware do servidor e permite o compartilhamento destes
recursos entre várias máquinas virtuais. Na figura abaixo vemos uma
arquitetura de virtualização com o VMWare ESXi.

O VMware ESXi melhora a segurança da plataforma de virtualização,


a segurança e a confiabilidade, pois sua base de código representa uma
menor “superfície de ataque”, com menos código.

O VMware ESX e o VMware ESXi são instalados diretamente no


hardware de servidor, inserindo uma camada de virtualização entre o
hardware e o sistema operacional.

O VMware ESX e o ESXi particionam um servidor físico em várias


máquinas virtuais seguras e portáveis que podem ser executadas lado a
lado no mesmo servidor físico.

www.estrategiaconcursos.com.br 32 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Cada máquina virtual representa um sistema completo — com


processadores, memória, rede, armazenamento e BIOS — de modo que o
sistema operacional e os aplicativos de software possam ser instalados e
executados na máquina virtual sem qualquer modificação.

As máquinas virtuais também são isoladas umas das outras pela


camada de virtualização, evitando, desta maneira, que uma falha ou um
erro de configuração em uma máquina virtual afete as demais.

Atenção! O VMware ESX e o VMware ESXi são hypervisores


bare metal instalados diretamente no hardware de servidor.

O VMware ESX e o ESXi permitem o controle dos recursos de


servidor alocados a cada máquina virtual, além de oferecer desempenho e
escalabilidade às máquinas virtuais. O VMware ESX e o ESXi fornecem às
máquinas virtuais recursos de alta disponibilidade, gerenciamento de
recursos e funções de segurança que proporcionam melhores níveis de
serviço.

Na tabela abaixo, trazemos um resumo das principais características


do VMware ESX e o ESXi:

Descrição
 Arquitetura bare metal de 64 bits

 Melhor desempenho para os aplicativos de I/O intense com


armazenamento iSCSI

 Suporte a máquinas virtuais com até 64 núcleos físicos de CPU,


256 CPUs virtuais, 1 TB de RAM e até centenas de máquinas
virtuais em um único host

 Suporte a SMP virtual

 Recursos de rede virtual

 Inicialização a partir de SAN

www.estrategiaconcursos.com.br 33 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

 acessem diretamente os dispositivos de hardware subjacentes com


VMDirectPath para máquinas virtuais

 Utiliza arquivos VMDK (virtual machine disk, disco de máquina


virtual)

 Proteção aos ataques e as explorações mais comuns, com o


VMkernel

 Conexão segura (atenção pois há versões do SSL, como o v3, que


possuem vulnerabilidades conhecidas como o POODLE) aos hosts
com criptografia SSL

 Gerenciamento do VMware ESX e o ESXi por meio de linha de


commando (vCLI)

VMWare DRS

O Distributed Resource Scheduler (DRS) é o balanceamento de


carga da vSphere. Com ele ativado, o VMware identifica quando as cargas
de trabalho de um host superam seus recursos de processamento ou
memória (host sobrecarregado) e automaticamente migra as máquinas
virtuais para outro host adequado.

O DRS possibilita um balanceamento dentro do ambiente


virtualizado. Ele é um recurso do VMWare que incorpora recursos de
computação em vários clusters e os aloca dinamicamente nas máquinas
virtuais, reduzindo a complexidade do gerenciamento por meio de
automação.

www.estrategiaconcursos.com.br 34 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O VMware DRS dispõe de três níveis de configurações: manual;


parcialmente automatizado; e full automatizado.

Quando o VMware DRS está em modo automatizado


o VMware assume o controle do balanceamento de carga realizando as
migrações e nivelamentos.

VMWare HA

O recurso de alta disponibilidade (HA) tem se tornado indispensável


em todas as soluções de tecnologia, sejam físicas ou virtualizadas.

O VMware apresenta para um ambiente virtualizado um recurso da


alta disponibilidade denominado VMWare HA.

Quando ativada o VMware HA identifica falha no hosts hospedeiro,


tanto de hardware como de software, e após a detecção faz a migração
das VMs do host com problema para um outro host disponível.

A figura abaixo ilustra o funcionamento do VMware HA, na ocasião de


falha de um host (servidor destacado em vermelho).

O VMware HA reduz o tempo de indisponibilidade (downtime) e,


consequentemente possibilita que as aplicações virtualizadas funcionem
mais tempo, reduzindo o impacto dos hosts com falhas por problemas
físicos na continuidade dos serviços.

VMWare DPM

www.estrategiaconcursos.com.br 35 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O recurso de Distributed Power Management do vSphere otimiza o


consumo de energia no nível do cluster e do host.

Ao ativar o DPM, é comparada a capacidade no nível do cluster e do


host com a demanda da máquina virtual, incluindo a demanda histórica
recente.

Se a demanda por capacidade aumentar, o DPM ativa os hosts em


espera para absorver a carga de trabalho adicional. O DPM ao encontro de
uma das necessidades mais discutidas nos dias atuais, a economia de
energia elétrica.

Por exemplo, se algum host no cluster estiver totalmente


subutilizado, e, se existir alguma VM em funcionamento
neste host o Vmware DPM a migra para um outro host, liberando o host
para ser desligado.

Este processo é automatizado e baseado em algoritmo da VMware.


Se a situação se inverter, o VMware usa o DPM para ligar novamente o
host o devolvendo-o para uso.

VMware Fault Tolerance

Em alguns casos, alguns servidores precisam ficar 100% do tempo


disponíveis. Nestes casos claros de alta disponibilidade,
a VMware disponibiliza o recurso VMware Fault Tolerance.

O VMware Fault Tolerance é ativado para garantir a maior


disponibilidade das Vms que não puderem ficar indisponível, nem que
seja por poucos minutos.

www.estrategiaconcursos.com.br 36 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Ao ser ativado VMware Fault Tolerance cria uma cópia da VM em


outro host, e esta copia é mantida sincronizada junto com a original.

As ações realizadas na VM original são replicadas para a cópia. Se


o host em que a VM original esta vier a falhar, automaticamente
a VM copia assume, sem necessidade de intervenção humana.

www.estrategiaconcursos.com.br 37 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Resolução de questões

1. (2010 - CESPE – MPU - Informática/Suporte Técnico) - Por


meio da virtualização, várias aplicações de sistemas operacionais
diferentes podem ser executadas em um mesmo hardware.

Comentários:
Questão bem trivial pessoal. Vejam que mesmo o Cespe pode exigir
questões menos rebuscadas. Atentem que a questão trata de
virtualização de aplicações, e agora sabemos que existem vários.
O intuito da virtualização é efetivamente permitir que vários cliente sejam
executados sobre um mesmo hardware, aumentando a eficiência no uso
dos recursos computacionais, reduzir a ociosidade e o consumo
energético. A virtualização de aplicações permite que várias aplicações de
sistemas operacionais diferentes possam ser executadas em um mesmo
hardware. Correta a assertiva.

Gabarito: Certa

2. (CESPE – 2010 – BASA – Analista de Sistemas) A virtualização


permite que um único computador hospede múltiplas máquinas
virtuais, cada uma com o próprio sistema operacional. A vantagem
dessa abordagem é que a falha em uma das máquinas virtuais não
gera falha automática nas outras.

Comentários:
VANTAGENS
Segurança e confiabilidade: como cada máquina virtual funciona de
maneira independente das outras, um problema que surgir em uma delas -
como uma vulnerabilidade de segurança - não afetará as demais;

Pessoal, conforme vimos em aula, essa é uma das vantagens da


virtualização! Com a virtualização, cada máquina virtual funciona de
maneira independente das outras.

Gabarito: Certa

3. (CESPE – 2010 – EMBASA – Analista de Sistemas) Com a


virtualização, é possível criar servidores isolados no mesmo

www.estrategiaconcursos.com.br 38 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

equipamento, o que permite aumentar a eficiência energética, sem


prejudicar as aplicações e sem haver risco de eventuais conflitos
causados por uma consolidação.

Comentários:
Um dos propósitos da virtualização é ter múltiplas instâncias de máquinas
virtuais levando ao uso mais eficiente de recursos computacionais, em
termos de consumo de energia, efetividade de custo ou ambos (Ex:
VMWare). Melhora-se bastante a eficiência energética. Por que? Porque
temos várias máquinas em uma só!

Gabarito: Certa

4. (2013 - CESPE - SERPRO - Analista – Redes) - Uma das


vantagens da virtualização de servidores é a possibilidade de
diferentes máquinas virtuais poderem utilizar recursos de um
mesmo servidor físico, o que permite um melhor aproveitamento
dos recursos de CPU e memória disponíveis.

Comentários:
Parece repeteco da questão anterior, mas não é. Correto pessoal. A
Virtualização possibilita diferentes máquinas virtuais poderem utilizar
recursos de um mesmo servidor físico, por exemplo, permite que um
servidor físico seja compartilhado para a execução de diversas aplicações
em diferentes sistemas operacionais. Esse compartilhamento é que
otimiza a utilização dos recursos de processamento e memória.

Gabarito: Certa

5. (2014 - CESPE - ANTAQ - Analista Administrativo -


Infraestrutura de TI) - O processo de virtualização permite que
um único servidor seja dividido em partes e cada uma das partes
executa uma aplicação de usuário de forma distinta, devendo o
sistema operacional ser o mesmo em todo o servidor.

Comentários:
Pessoal, vejam como as questões se repetem. Como temos visto, o intuito
da virtualização é efetivamente permitir que vários cliente sejam
executados sobre um mesmo hardware, aumentando a eficiência no uso
dos recursos computacionais, reduzir a ociosidade e o consumo
energético. O servidor físico é compartilhado entre as partes e cada uma
das partes executa uma aplicação de usuário de forma distinta. No
entanto, não há a limitação que o sistema operacional seja o mesmo em

www.estrategiaconcursos.com.br 39 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

todo o servidor ou em todas as VMs. Esta afirmação invalida a questão.


Assertiva Errada.

Gabarito: Errada

6. (2014 - CESPE - TJ-SE - Analista Judiciário - Suporte


Técnico em Infraestrutura) - A consolidação de servidores por
meio da aplicação de técnicas e de ferramentas de virtualização
permite economia nos custos operacionais e de aquisição da
infraestrutura de tecnologia da informação.

Comentários:
Palavras chave: economia nos custos operacionais e na aquisição da
infraestrutura. Realmente, a virtualização ao permitir superar o
paradigma “um servidor por aplicação”, reduz o custo de aquisição de
infraestrutura. Ao permitir compartilhar o hardware, permite economia
nos custos operacionais. Questão correta.

Gabarito: Certa

7. (2011 - CESPE - MEC - Administrador de Redes) - Para a


gerência de ambientes computacionais em que alta disponibilidade
seja uma característica, a técnica de virtualização deve ser evitada,
pois permite vulnerabilidades dos equipamentos.

Comentários:
Errado. Se houver requisitos de uma gerência de ambientes
computacionais com alta disponibilidade, a técnica de virtualização é
recomendada, pois permite aumentar a disponibilidade e reduzir a
vulnerabilidades dos equipamentos. Podemos também aliar a virtualização
a outras técnicas como clusterização, que propiciam também alta
disponibilidade.

Gabarito: Errada

8. (2010 - CESPE - TCU - Auditor Federal de Controle


Externo - Tecnologia da Informação) - Na virtualização, o
armazenamento de dados é feito em servidores remotos com
grande redundância, aumentando, assim, a disponibilidade de
recursos de armazenamento.

www.estrategiaconcursos.com.br 40 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Comentários:
Pessoal, o erro da questão é que na virtualização o armazenamento pode
ser feito com redundância, e não há uma obrigatoriedade de
armazenamento remoto. É comum o armazenamento em storage local
ou nos próprios dispositivos de armazenamento do hardware local.
Assertiva errada.

Gabarito: Errada

9. (2012 – CESPE - TRE RJ - Apoio Especializado/Análise de


Sistemas) - É possível utilizar a tecnologia de virtualização para
servidores, banco de dados e desktops, mas ainda não para
softwares como o Exchange e o Oracle.

Comentários:
Assertiva totalmente descabida, atualmente, a virtualização é sim
compatível com o uso do Microsoft Exchange ou do SGBD Oracle. Não é
possível caracterizar algum serviço como incondicionalmente incompatível
com a virtualização. É necessário analisar as características determinadas
dos serviços, como consumo excessivo de processamento ou grandes
volumes de dados. Daí sim, é possível verificar se a virtualização é uma
solução adequada e que não prejudicará o funcionamento do serviço
virtualizado, visto que também a solução de virtualização demanda
recursos de processamento e memória.

Gabarito: Errada

10. (CESPE - 2013 - ANP - Analista Administrativo - Área 5)


O gerenciamento de máquinas virtuais é feito pelo hypervisor,
também conhecido como monitor de máquinas virtuais, que é
responsável por prover acesso a recursos como CPU, memória e
dispositivos de entrada e saída de dados para cada máquina virtual.

Comentários:
Correto pessoal, o hipervisor (ou Monitor de Máquina Virtual – MMV) é
uma camada de abstração implementada em software que é
responsável por hospedar, gerenciar e controlar as máquinas
virtuais e seus recursos (Hardware e Software).
Conforme vimos em aula, o hipervisor é responsável por prover acesso a
recursos como CPU, memória e dispositivos de entrada e saída de dados
para cada máquina virtual.

www.estrategiaconcursos.com.br 41 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Gabarito: Certa

11. (CESPE - 2012 - TCE-ES - Auditor de Controle Externo -


Tecnologia da Informação) O hypervisor apresenta ao sistema
operacional visitante uma plataforma virtual de execução (hardware
e software), assim como realiza o gerenciamento da execução do
sistema operacional visitante.

Comentários:
O hipervisor (ou Monitor de Máquina Virtual – MMV) é uma camada de
abstração implementada em software que é responsável por
hospedar, gerenciar e controlar as máquinas virtuais e seus
recursos (Hardware e Software). Assim, a plataforma sobre a qual o
sistema operacional visitante é executado é propiciada pelo hipervisor.
Além disso é o hipervisor quem gerencia a execução do SO visitante,
verificando a forma como as intruções serão repassadas ao hardware.
Correto então não é pessoal? É o hipervisor responsável pelos recursos
citados na questão!

Gabarito: Certa

12. (CESPE - 2011 - MEC - Administrador de redes) Os


hipervisores de tipo 2, a exemplo do VMware, são executados
diretamente no hardware.

Comentários:
Hipervisor Tipo I: nessa arquitetura, o monitor de máquina virtual é
implementado diretamente sobre o hardware hospedeiro. O monitor
controla todas as operações de acesso requisitadas pelos SOs convidados,
simulando máquinas físicas com propriedades distintas, trabalhando de
forma isolada. Diferentes computadores virtuais operam sobre o mesmo
hardware. Exemplos: Xen e VMWare ESX Server.

Hipervisor Tipo I

www.estrategiaconcursos.com.br 42 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Conforme vimos em aula, as características citadas conferem com o


Hipervisor Tipo I, e não com o Tipo II! Assertiva errada.

Gabarito: Errada

13. (2014 - CESPE - ANATEL - Analista Administrativo


- Suporte e Infraestrutura de TI) - Na paravirtualização, quando
uma instrução é executada, são alterados tanto o sistema
convidado como as instruções de usuário, as quais são executadas
diretamente sobre o processador nativo.

Comentários:
Na Paravirtualização, o sistema operacional convidado é alterado e já
contém os comandos de hardware corretos, ou seja, não é necessário
tradução de comandos ou alteração das instruções de usuário.

Gabarito: Errada

14. (2011 - CESPE - Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - A virtualização por meio de
emuladores o hypervisor oferece como vantagem a disponibilização
de uma máquina virtual que permite a execução de aplicativos no
ambiente simulado; esse esquema, que simula hardware não
disponível fisicamente, apresenta desempenho superior ao da
paravirtualização.

Comentários:
Pessoal, como vimos na emulação uma aplicação é executada sobre um
sistema operacional e emula o comportamento de um outro sistema
operacional.

www.estrategiaconcursos.com.br 43 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

O emulador permite que as aplicações desenvolvidas para um sistema


possam ser executadas sobre outro sistema. A emulação é também
chamada de máquina virtual de processo. Dito isto, realmente, os
emuladores oferecem como vantagem a disponibilização de uma máquina
virtual que permite a execução de aplicativos no ambiente simulado.
Mas, o erro da questão é que os emuladores não simulam o hardware,
simulam um SO diferente, na verdade. Outro erro da assertiva é que a
emulação não proporciona melhor desempenho em relação à
paravirtualização e a virtualização total.

Gabarito: Errada

15. (2013 - CESPE - Telebras - Especialista em Gestão


de Telecomunicações - Analista de TI) - A paravirtualização
proporciona melhor desempenho em relação à virtualização total,
uma vez que não há teste de cada instrução e os dispositivos de
hardware são acessados por drivers da própria máquina
virtualizada.

Comentários:
Conforme comentários anteriores, a paravirtualização proporciona melhor
desempenho em relação à virtualização total. A modificação do SO
possibilita que haja teste de cada instrução e que os dispositivos de
hardware sejam acessados por drivers da própria máquina virtualizada.
Assertiva correta.

Gabarito: Certa

www.estrategiaconcursos.com.br 44 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

16. (2011 - CESPE - MEC - Administrador de Redes) -


A paravirtualização não é uma virtualização autêntica, pois ela é
uma abordagem que modifica o código-fonte do sistema operacional
hóspede de modo que, em vez de executar instruções sensíveis, ele
faça chamadas de hipervisor.

Comentários:
Segundo Tanenbaum, a paravirtualização é uma abordagem diferente
para o gerenciamento de instruções de controle que modifica o sistema
operacional (paravirtualização) para removê-las. Segundo o autor, essa
abordagem não é uma virtualização autêntica, e sim uma
paravirtualização.

Gabarito: Certa

17. (2012 - CESPE - TRE-RJ - Analista Judiciário -


Análise de Sistemas) - A vantagem de se implementar a
tecnologia de virtualização dentro do processador,
comparativamente à realizada somente por software, é a existência
de novas instruções de controle, que resultam em maior
desempenho geral.

Comentários:
Processadores (VT-x e AM-v) com tecnologia de virtualização assistida por
hardware possuem um conjunto de instruções extra chamado virtual
machine extension, são exemplos dessas instruções: VMXON, VMXOFF,
VMRESUME .
A inserção de novas instruções, diretamente no processador, retira esse
encargo do hipervisor, e acarreta redução da latência e aumento do
desempenho.

Gabarito: Certa

18. (2012 - CESPE - TCE-ES - Auditor de Controle


Externo) - O hypervisor apresenta ao sistema operacional visitante
uma plataforma virtual de execução (hardware e software), assim
como realiza o gerenciamento da execução do sistema operacional
visitante.

Comentários:
O hipervisor, ou monitor de máquinas virtuais, é implementado como
uma camada de software entre o hardware e o sistema operacional, e
oferece uma máquina virtual para o Sistema Operacional.

www.estrategiaconcursos.com.br 45 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

É uma extensão de termo supervisor, utilizado para se referir aos kernels


dos sistemas operacionais. Assertiva correta, é o hipervisor quem passa
a realizar o gerenciamento da execução do sistema operacional visitante.

Gabarito: Certa

19. (2011 - CESPE - MEC - Administrador de Redes) -


Com a tecnologia de máquinas virtuais, o único software de
virtualização que funciona no modo núcleo é o monitor de máquina
virtual.

Comentário:
O hipervisor, ou monitor de máquina virtual, é implementado como uma
camada de software entre o hardware e o sistema operacional, e oferece
uma máquina virtual para o Sistema Operacional.
O papel do hipervisor é compartilhar os recursos de hardware entre as
máquinas virtuais, de forma que cada uma delas imagina ter recursos
exclusivos.
O hipervisor passa a ser o único programa funcionando no modo núcleo,
privilegiado. Assertiva correta.

Gabarito: Certa

20. (2010 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Tecnologia da Informação) - As ferramentas de
virtualização podem ser implementadas de duas maneiras
diferentes: hipervisores executados diretamente no hardware ou
hipervisores executados como programas aplicativos na camada
superior de algum sistema operacional.

Comentários:
A questão nos indaga as duas formas de implementação de hipervisores:

Hipervisor tipo I - hipervisores executados diretamente no hardware,


também chamados bare metal;

www.estrategiaconcursos.com.br 46 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Hipervisor tipo II - hipervisores executados como programas aplicativos


na camada superior de algum sistema operacional.

Como a questão é um pouco antiga, temos que lembrar que hoje além
dos dois tipos clássicos, temos hipervisores híbridos.

Gabarito: Certa

21. (2011 - CESPE - Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - Para que a ferramenta de
virtualização se comunique diretamente com o hardware, pode ser
utilizado um hypervisor nativo, também conhecido como bare
metal.

Comentários:
Um hipervisor (ou Monitor de Máquinas Virtuais) é uma plataforma de
virtualização que permite executar múltiplos sistemas operacionais
simultaneamente em uma máquina física (host).
Hipervisor Tipo 1, também chamado de nativo ou bare metal, é aquele
que conversa diretamente com o hardware. As máquinas virtuais rodam
diretamente sobre ele. O Hyper-V é um hypervisor de Tipo 1.

www.estrategiaconcursos.com.br 47 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Já no hipervisor Tipo 2 (ou hosted), o software responsável pela


virtualização roda sobre um sistema operacional. A máquina virtual roda
sobre estas 2 camadas de software. O Oracle VM Virtual Box e o Virtual
Server são hipervisor de Tipo 2.

Gabarito: Certa

22. (2012 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Produção e Infraestrutura) - Uma ferramenta de
virtualização de storage tem como um de seus benefícios centrais o
ganho de mobilidade no armazenamento.

Comentários:
O storage é um componente fundamental da infraestrutura de TI,
responsável direto pelos serviços de armazenamento fornecidos por um
datacenter. Como vimos, a virtualização de storage é uma dentre os
vários tipos de virtualização.
Correto! A virtualização de storage tem como um de seus benefícios
centrais o ganho de mobilidade no armazenamento, que pode assim ser
livremente utilizado e alocado, conforme as necessidades das máquinas
virtuais.

Gabarito: Certa

23. (2010 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Tecnologia da Informação) - Uma das desvantagens
da virtualização é a migração, usada, por exemplo, para
balanceamento de carga entre diferentes servidores.

Comentários:
Uma das vantagens da virtualização é a possibilidade de migração de
servidores virtuais, usada, por exemplo, para balanceamento de carga
entre diferentes servidores. Portanto, o inverso da assertiva está correto.

Gabarito: Errada

24. (2015 - CESPE - CGE-PI - Auditor Governamental)


- Mediante o uso de técnicas de virtualização de servidores, é
possível migrar cargas de trabalho de forma transparente entre
servidores físicos.

Comentários:

www.estrategiaconcursos.com.br 48 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Uma das vantagens da virtualização é a possibilidade de migração de


servidores virtuais, usada, por exemplo, para migrar cargas de trabalho
entre diferentes servidores, sem interrupção dos serviços e de forma
transparente. Para a migração de cargas de trabalho ou de VM, as
soluções de virtualização atuais contam com recursos especializados,
como o VMWare vMotion ou o Hyper-V Live Migration. Assertiva correta.

Gabarito: Certa

25. (2013 - CESPE - Telebras - Especialista em Gestão


de Telecomunicações - Analista de TI) - Não é possível mover
máquinas virtuais entre servidores físicos sem desligá-las, uma vez
que é necessário modificar os apontamentos do hypervisor de
virtualização.

Comentários:
O Hyper-V dispõe de uma solução de migração de máquinas virtuais cujo
nome é Live Migration, permite migrar (sem desligar) uma ou mais
máquinas virtuais de um servidor físico para outro.
O VMWare também conta com solução similar, o VMotion que facilita ao
gerenciamento na migração de VMs.
É possível sim mover máquinas virtuais entre servidores físicos sem
desligá-las. Assertiva incorreta.

Gabarito: Errada

26. (2014 - CESPE - TJ-SE - Analista Judiciário -


Suporte Técnico em Infraestrutura) - KVM (Kernel-based Virtual
Machine) é uma solução de virtualização de código aberto e suporta
apenas a instalação de máquinas virtuais que usam uma
distribuição Linux como sistema operacional da máquina virtual.

Comentários:
Máquina Virtual baseada em Núcleo (Kernel-based Virtual Machine -
KVM), é uma infraestrutura de virtualização, que pode ser integrada ao
Linux. Uma variedade de sistemas operacionais funcionam em KVM,
incluindo distribuições de GNU/Linux, BSD, Solaris; mas também é
possível instalar sistemas operacionais proprietários, como Windows ou
Mac OS.

Gabarito: Errada

www.estrategiaconcursos.com.br 49 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

27. (2010 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Tecnologia da Informação) - VMware, Xen, e
VirtualBox são exemplos de ferramentas de virtualização.

Comentários:
Alternativa correta. Existem diversas soluções de virtualização para
servidores, virtualização de desktops, virtualização de aplicações,
virtualização de storages, redes, etc.
VMWare, Xen, e Hyper-V são soluções de virtualização de servidores tipo
I. Já o VirtualBox e VMPlayer são hipervisores tipo II.

Gabarito: Certa

28. (2015 - CESPE - CGE-PI - Auditor Governamental)


- A virtualização de desktops exige o uso de seu próprio hardware,
de sistema operativo e de software.

Comentários:
A virtualização de desktops é um dos possíveis tipos de virtualização,
temos outros, como virtualização de storage, virtualização de rede,
virtualização de servidores. A virtualização de desktops pode utilizar
recursos de um servidor de virtualização, como Hyper-V, que permita
virtualização de desktops. Por isso a assertiva está errada, não é
necessário o uso de hardware exclusivo.

Gabarito: Errada

29. (2011 – CESPE – ECT – Analista de Sistemas) Entre as


ferramentas de virtualização disponíveis no mercado incluem-se a
VMWARE e a XEN, que não possuem versões gratuitas.

Comentários:
Pessoal, ambas possuem versões gratuitas! Claro, limitada a apenas uma
máquina virtual.

Gabarito: Errada

30. (2013 - CESPE - MS - Analista Administrativo) - O


utilitário Vcenter, em virtualização VMWare, proporciona interface
de gerenciamento centralizado dos recursos utilizados pelas
máquinas virtualizadas.

www.estrategiaconcursos.com.br 50 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Comentários:
O vCenter Server faz parte do VMWare e permite o gerenciamento
unificado de todos os hosts vSphere e máquinas virtuais.

Gabarito: Certa

31. (2013 - CESPE - STF - Analista Judiciário - Suporte


em Tecnologia da Informação) - O hardware virtualizado pelo
VMWare utiliza dispositivos proprietários que dependem de
determinadas características. O VMWare suporta virtualização de
discos SATA e SCSI para os sistemas operacionais virtualizados.

Comentários:
Correto, o hardware virtualizado pelo VMWare utiliza dispositivos
proprietários que dependem de determinadas características. Como a
primeira camada do VMWare interaje com o hardware, o VMware suporta
diversos hardware de rede e de armazenamento disponíveis em
servidores comerciais. Quando novos dispositivos de hardware são
lançados, os drivers específicos do VMware precisam ser escritos para dar
suporte a eles. O VMWare atualmente suporta virtualização de discos
SATA e SCSI para os sistemas operacionais virtualizados. Assertiva
correta.

Gabarito: Certa

32. (2012 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Redes e Telecomunicações) - A tecnologia de
virtualização VMWARE permite a configuração de máquinas virtuais
(VMs) em configuração de cluster de alta disponibilidade, de modo
que, quando um servidor físico do cluster falha, as máquinas
virtuais que executavam no servidor são migradas automaticamente
para outro servidor do cluster.

Comentários:
Assertiva correta. O VMWARE permite a configuração de máquinas
virtuais em cluster de alta disponibilidade. Isso pode ser feito com o
VMWare ESXi que suporta balanceamento de carga e a alta
disponibilidade. A vantagem desse arranjo é que quando um servidor
físico do cluster falha, as máquinas virtuais que executavam no servidor
são migradas automaticamente para outro servidor do cluster.

www.estrategiaconcursos.com.br 51 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Gabarito: Certa

33. (2013 - CESPE - MS - Analista Administrativo) -


Considerando-se que em uma rede de computadores existam dois
equipamentos físicos, cada um com um hypervisor para
virtualização de servidores (KVM e Vsphere), é possível gerenciá-los
como um único recurso, utilizando-se uma ferramenta para
gerenciar uma nuvem computacional.

Comentários:
A VMware tem um produto chamado vRealize, que fornece gerenciamento
unificado, gerenciando o vSphere e também outros hipervisores,
infraestrutura física e nuvens externas. A questão está correta, é possível
gerenciar diferentes hipervisores (KVM e Vsphere), como um único
recurso, utilizando-se de uma ferramenta para gerenciar uma nuvem
computacional como o vCloud Suite.

Gabarito: Certa

34. (2013 – CESPE – BACEN - Analista - Suporte à


Infraestrutura) - O Vmware Vsphere suporta diversos serviços de
rede que são disponibilizados para as máquinas virtuais. Com o
propósito de tornar uma conexão disponível para um dispositivo
ISCSI, deve-se configurar o serviço de conexão com VMKernel.

Comentários:
Correto. No Vmware, o VMKernel é que possibilita ligações entre uma VM
e a camada de hardware. O VMware precisa do VMkernel porque ele é
hipervisor tipo I (bare metal - executado diretamente sobre o hardware).
O VMkernal é que aloca memória, CPUs, etc.
O protocolo iScsi, por sua vez, é um protocolo de transporte que
transporta comandos SCSI. Quando utilizamos VMWare VSphere, para
disponibilizar uma conexão com um dispositivo ISCSI, é necessário
configurar o VMKernel.

Gabarito: Certa

35. (2011 – CESPE - TRE-ES - Analista - Análise de


Sistemas) - OpenVZ é uma solução de virtualização para criação
de ambientes virtuais isolados que funcionam como servidores

www.estrategiaconcursos.com.br 52 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

standalone convencionais, porém, com a utilização de um único


hardware em comum. Esses ambientes virtuais seguros são
conhecidos como VE ou Virtual Private Server (VPS).

Comentários:
Pessoal, Open VZ é uma solução de virtualização por container. Um
container também pode ser chamado Virtual Enviroment (VE) ou Virtual
Private Server (VPS). Na virtualização por container, temos então um
único hardware no qual são criados ambientes os VE. Assertiva correta.

Gabarito: Certa

36. (2012 – CESPE - Banco da Amazônia - Técnico Científico


- Redes e Telecomunicações) - As tecnologias de virtualização
VMWARE e XEN distribuem cores de processamento e memória de
um servidor físico entre as máquinas virtuais instaladas nesse
servidor, devendo o número de máquinas virtuais criadas em um
servidor físico limitar-se ao número de cores de processamento
existentes no servidor, já que cada máquina virtual deve ter, pelo
menos, um core de processamento alocado.

Comentários:
Pessoal, essa questão é muito interessante, principalmente para entender
as razões da adoção da virtualização, principalmente a eficiência. Vamos
dividir a questão em dois segmentos:
1 – “As tecnologias de virtualização VMWARE e XEN distribuem cores de
processamento e memória de um servidor físico entre as máquinas
virtuais instaladas nesse servidor”. Correto, VMWARE e XEN são
hipervisores nativos (tipo I) que compartilham os recursos de hardware
entre as máquinas virtuais
2 – “Devendo o número de máquinas virtuais criadas em um servidor
físico limitar-se ao número de cores de processamento existentes no
servidor, já que cada máquina virtual deve ter, pelo menos, um core de
processamento alocado”. Errado, o número de máquinas virtuais não se
limita ao número de cores existentes, muito menos cada máquina virtual
deve ter, pelo menos, um core de alocado. Essas afirmações
descaracterizam a flexibilidade inerente à virtualização, a qual se
beneficia principalmente do compartilhamento do hardware adjacente,
reduzindo a ociosidade.

Gabarito: Errada

www.estrategiaconcursos.com.br 53 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

37. (2008 – CESPE – SERPRO - Analista - Suporte Técnico) -


Um hipervisor é uma plataforma de virtualização que visa
possibilitar mais de um sistema operacional convidado (guest) ser
executado em um mesmo computador. Há hipervisores que
executam sobre o hardware e os sistemas operacionais convidados
executam em uma segunda camada sobre o hardware. Os
hipervisores podem ser empregados para a consolidação de
servidores, estratégia na qual vários servidores são movidos para
uma mesma máquina.

Comentários:
Perfeito pessoal, como vimos hipervisor é uma plataforma de virtualização
que visa possibilitar mais de um sistema operacional convidado (guest)
ser executado em um mesmo computador. Os hipervisores que executam
sobre o hardware são chamados bare metal, e as VM que executam
sobre um sistema operacional são chamados convidados.

Gabarito: Certa

38. (2014 – CESPE - TJ-SE - Analista Judiciário – Redes) - O


produto comercial VMware emula máquinas convidadas virtuais
completas na parte superior de um sistema operacional hospedeiro,
que deve ser, necessariamente, o Linux ou o Windows. Uma
abordagem semelhante é empregada pelo sistema Wine, que
converte chamadas nativas da API Windows em suas contrapartes
Linux.

Comentários:
Questão para enganar os desavisados pessoal.
O Wine é um emulador Linux que permite a execução de programas
Windows em um sistema Linux.
O VMware é um hipervisor Tipo I, como vimos, ele não emula (emulador
ou máquina virtual de processo) máquinas convidadas virtuais completas
na parte superior de um sistema operacional hospedeiro. O sistema
operacional hospedeiro não precisa ser, necessariamente, o Linux ou o
Windows. Portanto, o VMWare não é uma abordagem similar ao Wine.

Gabarito: Errada

www.estrategiaconcursos.com.br 54 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

39. (2011 – CESPE – Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - Na paravirtualização, a
máquina virtual simula o hardware e possibilita que o sistema
convidado (guest) seja executado de maneira isolada.

Comentários:
Pessoal, já vimos bastante questões sobre esse tópico. Já sabemos que
existem dois tipos de virtualização: virtualização completa (full
virtualization) e paravirtualização.
Na paravirtualização, o sistema operacional hóspede precisar ser
modificado. O sistema operacional do hóspede roda em uma máquina
virtual similar ao hardware físico, mas não equivalente. É o hipervisor que
simula o hardware, e não a máquina virtual.

Gabarito: Errada

40. (2011 – CESPE - TJ-ES - Analista Judiciário - Análise de


Sistemas) - Considere que em uma máquina física que execute um
sistema operacional para servidor, haja quatro máquinas virtuais
(M1, M2, M3 e M4), cada uma delas executando um sistema
operacional, também para servidor, mas distinto do sistema da
máquina física. Nessa situação, se os dois sistemas operacionais
suportarem clustering, será possível implementar cluster nos
servidores virtualizados entre as máquinas virtuais (M1, M2, M3 e
M4).

Comentários:
Pessoal, clustering ou clusterização é um conjunto de computadores
independentes que trabalham em conjunto para aumentar a
disponibilidade e escalabilidade. Os servidores em cluster (chamados
de nós) são conectados por cabos ou por software. Se um ou mais dos
nós do cluster falhar, o outro nó começará a fornecer o serviço, processo
conhecido como failover.
Cada host executa uma cópia separada dos dados ou informações
e distribui as solicitações de entrada dos clientes pelos hosts do
cluster. É possível adicionar hosts dinamicamente ao cluster para
atender aumentos de carga. Além disso, este cluster pode direcionar
todo o tráfego para um único host designado, chamado de host padrão.
Geralmente, o cluster permite que todos os computadores do
cluster sejam identificados pelo mesmo conjunto de endereços IP de
cluster e mantém um conjunto de endereços IP dedicados para cada host.
Isso facilita o gerenciamento e mantém a estrutura clusterizada
transparente para o usuário. Uma prática comum é a utilização da
clusterização combinada com virtualização, e é sobre este

www.estrategiaconcursos.com.br 55 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

contexto que a questão trata. Dessa forma, quando utilizamos clusters


virtualizados, é possível que tenhamos uma máquina física que execute
um sistema operacional para servidor, e nesse sistema haja várias
máquinas virtuais, cada VM executa seu próprio sistema operacional,
também para servidor, mas distinto do sistema da máquina física.
A questão colocada é se, nessa situação, os sistemas operacionais
suportarem clustering, será possível implementar cluster nos
servidores virtualizados entre as máquinas virtuais?
Sim pessoal, é plenamente possível. Segundo o site Technet, atualmente
temos soluções que possibilitam isso. Por exemplo, em ambientes
Windows, no Hyper-V, existe um recurso chamado Hyper-V Guest
Clustering que permite a criação de um cluster, entre os servidores
virtualizado nas máquinas virtuais. A assertiva é correta.

Gabarito: Certa

41. (2013 – CESPE - Polícia Federal - Perito Criminal


Federal) - A substituição da chamada de uma instrução sensível
pela chamada de um tratador de interrupção de software (trap) com
uma parametrização adequada de registradores é conhecida como
hypercall.

Comentários:
Pessoal, vimos que na paravirtualização o sistema hóspede é modificado
para chamar a máquina virtual sempre que for executar uma instrução
ou ação considerada sensível. Nesse caso, é usado o termo hypercall,
ou seja, a substituição da chamada de uma instrução sensível pela
chamada a um tratador de interrupção de software (trap) com os
parâmetros adequados. Não é um termo consagrado na prática, mas é
academicamente correto. Assertiva correta.

Gabarito: Certa

42. (2015 – CESPE - TRE-GO - Técnico Judiciário -


Programação de Sistemas) - Paravirtualização é a situação em
que um sistema operacional que esteja sendo executado em uma
máquina virtual faz suas chamadas diretamente no hardware para
operações de entrada e saída.

Comentários:
Questão novinha, saída do forno Cespe. A questão inverteu a definição de
paravirtualização, com as características da virtualização total. Ainda bem
que nessa o Cespe não nos pega mais, não é pessoal. Assertiva errada.

www.estrategiaconcursos.com.br 56 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Gabarito: Errada

43. (2011 – CESPE – MEC - Gerente de Segurança) - Em uma


máquina virtual que esteja comprometida devido a um ataque, o
atacante pode obter o controle da estação que gerencia a máquina
virtual (hipervisor). Essa técnica utiliza despejo de memória e
acessa os registros de controle da máquina virtual.

Comentários:
Pessoal, como comentamos, existem várias preocupações quando
adotamos a virtualização, uma delas é a segurança. Mas, com relação ao
texto constante da questão, faço uma ressalva. Os aspectos de
segurança, entre eles as vulnerabilidades, variam entre as várias
plataformas de virtualização. Diante disso, um princípio de segurança
comum a todas as soluções é: “a máquina virtual não pode
comprometer a segurança das demais VMs, nem do sistema.” Ou
seja, mesmo que uma máquina virtual seja invadida, infectada,
comprometida, isso não deve representar uma ameaça para o sistema. As
máquinas virtuais devem ser completamente isoladas. A forma de
implementação desse princípio de segurança varia de solução para
solução. Também temos que atentar que as implicações de segurança são
diferentes, caso seja comprometida uma VM ou um hipervisor, por
exemplo.

Gabarito: Errada

44. (2012 – CESPE – ANAC - Analista Administrativo - Área


5) - O VMWARE é um hipervisor do tipo 1, ou seja, ele atua como o
sistema operacional, pois é o único programa que funciona no modo
núcleo, sendo sua tarefa gerenciar múltiplas cópias do hardware
real, denominadas máquinas virtuais, como os processos que um
sistema operacional comum gerencia.

Comentários:
Pessoal, vejam como atenção é essencial na resolução de provas do
Cespe. Realmente, o VMware é um hypervisor Tipo I (bare-metal),
instalado diretamente no servidor físico, e atua como o sistema
operacional, pois é o único programa que funciona no modo núcleo.
Porém, o erro da assertiva é afirmar que "sendo sua tarefa gerenciar

www.estrategiaconcursos.com.br 57 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

múltiplas cópias do hardware real, denominadas máquinas virtuais." As


VMs não são cópias do Hardware real, muito menos são como os
processos que um sistema operacional comum gerencia. Assertiva errada.

Gabarito: Errada

45. (2012 - CESPE - TJ-RO - Analista Judiciário - Analista de


Sistemas Suporte) - Assinale a opção que descreve corretamente
o recurso Vmotion do Vmware.

a) Mover em tempo real uma máquina virtual de um servidor físico para


outro, sem interromper o funcionamento da máquina virtual.
b) Prover recuperação de falhas em caso de interrupção do
funcionamento de uma aplicação.
c) Gerenciar todos os hosts físicos em uma única interface de
gerenciamento.
d) Manter a replicação de dados para outros servidores secundários.
e) Gerenciar o armazenamento distribuído dos dados e movimentá-los
de acordo com a disponibilidade de armazenamento da storage.

Comentários:
Vamos comentar as alternativas erradas:
b) DRS - Provê recuperação de falhas em caso de interrupção do
funcionamento de uma aplicação.
c) System Center Virtual Machine Manager - Gerencia todos os hosts
físicos em uma única interface de gerenciamento.
d) Réplica - Mantém a replicação de dados para outros servidores
secundários.
e) High-availability virtual machines - Gerencia o armazenamento
distribuído dos dados e movimentá-los de acordo com a disponibilidade de
armazenamento da storage.
Na questão anterior, vimos o LiveMigration, recurso de migração de VM
do Hyper-V. Nessa questão, abordamos recurso similar do VMWare. O
VMware vMotion também permite a migração em tempo real de máquinas
virtuais em execução de um servidor físico para outro, sem tempo de
parada e sem necessidade de interromper o funcionamento delas. Nosso
gabarito então é a letra A.

Gabarito: A

www.estrategiaconcursos.com.br 58 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

46. (2011 – CESPE – MEC - Administrador de Redes) - Os


hipervisores de tipo 2, a exemplo do VMware, são executados
diretamente no hardware.

Comentários:
Errada pessoal. Comentamos bastante, está ficando até batido não é.
Hipervisor tipo I é instalado diretamente no hardware (bare metal).
Hipervisor tipo 2 é instalado sobre um SO.

Gabarito: Errada

47. (2013 – CESPE – STF - Analista Judiciário - Suporte em


Tecnologia da Informação) - O VMWare ESXI 5.5 permite
instalar um sistema operacional a partir da utilização de uma
imagem do tipo ISO ou um CD/ROM do sistema operacional a ser
virtualizado.

Comentários:
Correto, a instalação pode ser feita com imagens ISO ou a partir de
mídias. Na Console do VMware vSphere, e com a conexão ao Servidor
ESXi a instalação das VMs pode ser feita usando imagens ISO ou o drive
de DVD do sistema operacional a ser virtualizado.

Gabarito: Certa

48. (2011 - CESPE - TJ-ES - Analista Judiciário - Análise de


Suporte) - O Xen e o Vmware são software do tipo open source e
livres, sob a licença GPL. Ambos permitem gerenciar uma ou mais
máquinas virtuais sobre uma única plataforma de hardware, mas,
ao contrário do Vmware, o Xen não suporta máquinas com sistema
operacional Windows.

Comentários:
Errado, VMware não é opensource. VMware possui uma versão free,
VMware Player, mas com máquinas virtuais limitadas. O Xen sim é
opensource, sob licença GPL.

Gabarito: Errada

www.estrategiaconcursos.com.br 59 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

49. (2013 – CESPE – MS - Analista Administrativo) - O


utilitário VMWare View é utilizado para mover máquinas virtuais
entre hosts, sem que estas fiquem indisponíveis.

Comentários:
E então pessoal, falamos algo sobre VMWare View? Não! Mais uma
questão fácil de resolver, nada de errar hein. Para mover máquinas
virtuais entre hosts, sem que estas fiquem indisponíveis, é utilizado o
VMWare vMotion. Errada a questão.

Gabarito: Errada

50. (2011 – CESPE – Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - A ferramenta Vmware
permite que a interface de rede do servidor virtual seja configurada
no modo bridge, o que possibilita a utilização da mesma faixa de
endereços IPs do servidor físico.

Comentários:
A configuração de interfaces de rede das VMs no VMWare pode ser feita
em 3 modos:
a) bridge - a VM participa da rede externa; no modo bridge, é possível a
utilização da mesma faixa de endereços IPs do servidor físico.
b) NAT – é construída uma rede à parte com acesso à rede externa pela
máquina hospedeira ou alguma VM;
c) Host-only - a VM funciona de maneira isolada.

Gabarito: Certa

51. (2011 – CESPE – Correios - Analista de Correios - Analista de


Sistemas – Produção) - A ferramenta Vmware oferece recursos
que possibilitam mover, de um servidor físico para outro, uma
máquina virtual em funcionamento, sem a necessidade de
interrupção do funcionamento da máquina virtual.

Comentários:
Novamente pessoal. A questão trata do VMware vMotion. Assertiva
correta. Tomara que repita na prova, não haverá perigo de vocês
errarem, não é?

Gabarito: Certa

www.estrategiaconcursos.com.br 60 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

52. (2014 – CESPE - TC-DF - Analista de Administração


Pública - Microinformática e Infraestrutura de TI) - No
VMware vSphere 5.5, o vSphere App HA é um recurso que oferece
ao usuário a funcionalidade de reiniciar um serviço quando um
problema é detectado ou até mesmo reiniciar a máquina virtual
caso o aplicativo falhe ao reiniciar.

Comentários:
O VMware vSphere HA (High Availability) é um recurso de alta
disponibilidade que permite o monitoramento e solução de problemas se
houver problemas com um serviço. Ele possui várias opções de
recuperação, como reinicialização do serviço de aplicativo ou da máquina
virtual.

Gabarito: Certa

53. (2013 – CESPE – STF - Analista Judiciário - Suporte em


Tecnologia da Informação) - Por questões de instalação e
compatibilidade, o vCenter Server deve estar na mesma máquina
física que o vCenter Single Sign-On.

Comentários:
Anteriormente a autenticação era feita pela integração do Active Directory
e do vCenter Server. Agora, existe o vCenter Single Sign-On, um
recurso do VMware vSphere que centraliza a autenticação. Com o vCenter
Single Sign-On, é necessário criar um domínio de segurança definido para
o vSphere. O servidor único Sign-On vCenter pode ser configurado com
várias fontes, como o Active Directory ou OpenLDAP. Após a
autenticação, o nome de usuário e senha são trocados por um token de
segurança que é então utilizado para acessar os componentes do vSphere
como vCenter Server, etc. Por questões de segurança, é recomendável
que o vCenter Server esteja em uma máquina física diferente do vCenter
Single Sign-On, como vemos na figura.

www.estrategiaconcursos.com.br 61 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Gabarito: Errada

54. (2013 – CESPE – BACEN - Analista - Suporte à


Infraestrutura de Tecnologia da Informação) - Na VSAN da
VMware, o tamanho de um armazenamento de dados VSAN é
regido pelo número de HDDs por host vSphere e pelo número de
hosts vSphere no cluster, devendo-se considerar também espaço
para os metadados.

Comentários:
Pessoal, questão do BACEN, muito técnica, mas vamos aproveitá-la para
ver alguns conceitos. Storage Area Network (SAN) é uma arquitetura para
a criação de uma rede específica e exclusiva para tráfego de grande
volume de dados e armazenamento. A VMware Virtual SAN é um recurso
para a criação de SAN virtual, definida por software, que disponibiliza
uma rede de armazenamento para o VMware. Com o VSAN, é feito o
agrupamento de discos rígidos ligados ao servidor (HDDs e / ou SSDs),
como vemos na figura.

www.estrategiaconcursos.com.br 62 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

A SAN Virtual é incorporada diretamente no hypervisor e não requer


software adicional para ser instalado, facilitando a implementação da SAN
de simples.

Gabarito: Certa

55. (2014 – CESPE - TC-DF - Analista de Administração


Pública - Microinformática e Infraestrutura de TI) - O recurso
VMware vSphere Replication tem como principal objetivo prover
balanceamento de carga por meio de replicação de dados, seguindo
a diretiva round-robin entre as máquinas virtuais, possibilitando aos
usuários, ao acessarem as máquinas virtuais, não sobrecarregarem
apenas uma máquina, o que torna a infraestrutura resiliente.

Comentários:
Errado pessoal. O VMware vSphere Replication faz replicação de
máquinas virtuais, e balanceamento de carga. O recurso responsável por
fazer balanceamento de carga de dados é o VMware vSphere Storage
DRS.

Gabarito: Errada

56. (2015 - Cespe - TJDFT - Analista Judiciario) - Julgue os


próximos itens, relativos ao VMWare. O VMWare, embora aumente
a produtividade, não possibilita reduzir custos de TI em uma
organização.

Comentários:

www.estrategiaconcursos.com.br 63 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Como vimos, as soluções de virtualização, como o VMWare, possibilitam


sim reduzir custos de TI, pois permitem a implementação de estratégias
de consolidação de servidores. Isto é, as soluções de virtualização, como
o VMWare, permitem a criação e o uso simultâneo de máquinas virtuais
(VM) sobre um mesmo hardware, propiciando eficiência no uso dos
servidores físicos, aumento de produtividade, redução do consumo de
energia elétrica, redução dos custos totais de TI, etc. Assertiva errada,
pessoal.

Gabarito: Errada

57. (2015 - Cespe - TJDFT - Analista Judiciario) - O VMWare


é útil em ambientes de suporte devido ao fato de permitir a
execução simultânea de diferentes sistemas operacionais em uma
única máquina física.

Comentários:
Enunciado perfeito! Essa é uma das vantagens de uma solução de
virtualização, convivência multiplataforma. O VMWare permite a execução
simultânea de diferentes sistemas operacionais, Windows, Linux, em uma
única máquina física. Assertiva correta.

Gabarito: Certa

58. (2015 - Cespe - TRE-RS - Tecnico Judiciario - Cargo 7) -


Considerando o teorema de Popek e Goldberg, segundo o qual, para
qualquer computador convencional de terceira geração, um
hipervisor poderá ser construído se o conjunto de instruções
sensíveis daquele computador for um subconjunto de seu conjunto
de instruções privilegiadas, assinale a opção correta.

a) A replicação de hardware é uma forma de virtualização na qual as


aplicações de um sistema operacional X são executadas sobre outro
sistema operacional Y, na mesma plataforma de hardware.
b) Os hipervisores nativos oferecem uma camada de virtualização
composta por um sistema operacional hóspede e por um hardware virtual
criado sobre os recursos de hardware oferecidos pelo sistema operacional
nativo.
c) Em processadores que não sigam a restrição enunciada no teorema de
Popek e Goldberg, é possível realizar a virtualização sem custo de
desempenho, tratando-se as instruções sensíveis por meio da
virtualização total ou da paravirtualização.

www.estrategiaconcursos.com.br 64 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

d) Na virtualização por emulação, o sistema operacional convidado e suas


aplicações, desenvolvidas para uma plataforma de hardware A, são
executados sobre uma plataforma de hardware B, distinta daquela.
e) Na tradução dinâmica, as instruções de máquina das aplicações são
traduzidas, durante a execução, em outras instruções mais eficientes para
a mesma plataforma.

Comentários:
Esta questão do TRE-RS, ano 2015, trouxe um assunto relativamente
novo aos tópicos tradicionalmente exigidos pelo examinador, no que
tange a virtualização. Um hipervisor ideal deve satisfazer às seguintes
propriedades: equivalencia, eficiencia, Controle de recursos, isolamento,
inspeção, Recursividade. Mas essas propriedades básicas que
caracterizam um hipervisor ideal nem sempre podem aendidas nas
plataformas de hardware existentes. Em virtude disso, Popek e Goldberg
teorizaram que as condições que possibilitam a construção de um
hipervisor em uma determinada plataforma são definidas da seguinte
forma:
“Para qualquer computador convencional de terceira
geração, um hipervisor pode ser construído se o conjunto
de instruções sensíveis daquele computador for um sub-
conjunto de seu conjunto de instruções privilegiadas.”
De acordo com os autores, toda instrução sensível deve ser também
privilegiada. Mas, quanto maior o número de instruções sensíveis, maior o
volume de interpretação de código a realizar, e menor o desempenho da
máquina virtual. Uma solução para isto é a tradução dinâmica: ao
carregar um programa na memória, o hipervisor analisa seu código e
substitui essas instruções sensíveis por chamadas a rotinas que as
interpretam dentro do hipervisor. Isso implica em um tempo maior para o
lançamento de programas, mas torna possível a virtualização. Assim,
entre as alternativas da questão, a mais correta é a E.

Gabarito: E

59. (2015 - Cespe - TCE/RN - Auditor TI) - A respeito de


virtualização, julgue os itens que se seguem. Na virtualização por
computação em nuvem, os aplicativos e dados são armazenados em
servidores fora da organização, podendo ser acessados por meio de
tablets e smartfones, sem, necessariamente, se acessar a Internet.

Comentários:
O examinador misturou dois conceitos distintos: virtualização e
computação em nuvem. A assertiva mais correta ficaria nos seguintes
termos; “Na computação em nuvem, os aplicativos e dados são
armazenados em servidores fora da organização, podendo ser acessados

www.estrategiaconcursos.com.br 65 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

por meio de tablets e smartfones, necessariamente com acesso a


Internet.” Este trecho grifado é uma premissa básica para a computação
em nuvem, o acesso a Internet. Em virtude da mistura dos conceitos e do
erro patente do trecho destacado, a assertiva está errada.

Gabarito: Errada

60. (2015 - Cespe - TCE/RN - Auditor TI) - A respeito de


virtualização, julgue os itens que se seguem. Para se reduzir os
gastos com a compra de equipamentos mais potentes e
direcionados aos usuários finais de uma rede, deve-se optar pela
virtualização de desktops executados no servidor, o que propiciará
melhor desempenho na área de trabalho da máquina e também
acesso por meio de tablets.

Comentários:
Pessoal, atenção às premissas sobre as tecnologias, como a virtualização
de desktops. Muitas questões abordam pontualmente o entendimento de
características e vantagens. A virtualização de desktops permite reduzir
os gastos com a compra de equipamentos. A virtualização de desktops
também pode (não necessariamente, pois este benefício depende de
infraestrutura adequada) propiciar melhor desempenho no acesso a área
de trabalho das máquinas. Assertiva correta.

Gabarito: Certa

61. (2015 – Cespe – TRE/PE – Tecnico Judiciário) - O tipo de


virtualização utilizada para separar o sistema operacional e suas
aplicações do dispositivo físico é denominado virtualização de:

a) hardware.
b) servidor.
c) aplicação.
d) desktop.
e) aplicativos.

Comentários:
O tipo de virtualização utilizada para separar o sistema operacional e suas
aplicações do dispositivo físico é denominado virtualização de desktop.
Nosso gabarito é a letra D.

Gabarito: D

www.estrategiaconcursos.com.br 66 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

62. (2014 - ESAF - MF - Assistente Técnico


Administrativo) - A virtualização de servidores é o
particionamento de um servidor físico em múltiplos servidores a fim
de que cada um:

a) tenha os provedores e as capacidades de monitoramento em sua


própria máquina de compilação.
b) tenha a execução e as aparências de provedores semânticos em
sua própria hierarquia dedicada.
c) tenha a aparência e as capacidades de execução em sua
própria máquina dedicada.
d) virtualize usuários dedicados em sua máquina de centralização
dedicada
e) tenha a aparência lógica das capacidades de roteamento em sua
própria máquina de depuração.

Comentários:
O intuito da virtualização é efetivamente permitir que vários cliente sejam
executados sobre um mesmo hardware, com a aparência e as
capacidades de execução em sua própria máquina dedicada,
aumentando a eficiência no uso dos recursos computacionais, reduzir a
ociosidade e o consumo energético.

Gabarito: C

63. (2013 - ESAF – STN - AFC Tecnologia da Informação) -


A tecnologia de virtualização permite que um único computador:

a) hospede apenas uma única máquina virtual, com diferentes sistemas


operacionais.
b) hospede múltiplas máquinas virtuais, desde que cada uma tenha o
mesmo sistema operacional.
c) hospede até duas máquinas virtuais de particionamento, apenas tendo
cada uma o mesmo sistema operacional.
d) hospede múltiplas máquinas virtuais, cada uma com seu próprio
sistema operacional.
e) hospede apenas múltiplas máquinas virtuais de compartilhamento de
compilação, cada uma com seu próprio sistema operacional de mesmo
desempenho.

Comentários:
Segundo Tanenbaum, a virtualização permite que uma máquina hospede
múltiplas máquinas virtuais, cada uma com seu próprio sistema
operacional. Alternativa D é o gabarito da questão.

www.estrategiaconcursos.com.br 67 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Gabarito: D

64. (2012 - ESAF – CGU - Tecnologia da Informação - Infra-


estrutura de TI) - A Virtualização pode ser classificada em três
tipos na arquitetura x86:

a) Virtualização total, Paravirtualização, Virtualização assistida pelo


hardware.
b) Virtualização abrangente, Metavirtualização, Virtualização assistida
pelo software.
c) Virtualização assistida pelo sistema operacional, Metavirtualização,
Virtualização assistida pelo hardware.
d) Virtualização total, hipervirtualização, Virtualização de translação
binária.
e) Virtualização assistida pelo sistema operacional, hipervirtualização,
Virtualização assistida pela máquina virtual.

Comentários:
Virtualização abrangente, Metavirtualização, Virtualização assistida pelo
software são alternativas descabidas e as alternativas que se refiram a
elas podem ser descartadas.
Atentem para a alusão a arquitetura x86, e lembrem das restrições que
deram causa ao surgimento da virtualização assistida por hardware. Na
virtualização assistida por hardware, o SO tem acesso direto aos
recursos sem qualquer emulação ou modificação.
A virtualização total simula completamente o hardware e permite que
todos os softwares, sistemas operativos e aplicações, que podem ser
executados diretamente no hardware, também possam ser executados na
máquina virtual.
Na paravirtualização nós temos como principal característica a
necessidade de adaptação no sistema operacional hospede.

Gabarito: A

65. (2012 - ESAF - CGU - Analista de Finanças e


Controle) - A Virtualização pode ser classificada em três tipos na
arquitetura x86:

www.estrategiaconcursos.com.br 68 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

a) Virtualização total, Paravirtualização, Virtualização assistida pelo


hardware.
b) Virtualização abrangente, Metavirtualização, Virtualização assistida
pelo software.
c) Virtualização assistida pelo sistema operacional, Metavirtualização,
Virtualização assistida pelo hardware.
d) Virtualização total, hipervirtualização, Virtualização de translação
binária.
e) Virtualização assistida pelo sistema operacional, hipervirtualização,
Virtualização assistida pela máquina virtual.

Comentários:
Virtualização completa - técnica de virtualização em que o sistema
operacional hospedeiro recebe os comandos de hardware do sistema
operacional convidado e os traduz para o hardware. Acarreta custo pelo
esforço de interceptar e traduzir os comandos, já que não é necessário
modificar o SO convidado.
Paravirtualização - técnica de virtualização em que o sistema
operacional convidado a ser virtualizado é modificado. O desempenho é
mais alto, mas a desvantagem é a restrição de uso de sistemas
operacionais próprios para paravirtualização.
Virtualização assistida por hardware - técnica de virtualização em
que o processador já possui suporte nativo para tradução de comandos de
hardware para comandos executáveis em ambientes virtualizados, ou
seja, podemos dizer que é uma virtualização completa em que a tradução
é feita por hardware, ao invés do sistema operacional hospedeiro.

Gabarito: A

66. (2012 - ESAF – 2012 – CGU - Tecnologia da


Informação/Infra-estrutura de TI) - O Hypervisor, ou Monitor
de Máquina Virtual (Virtual Machine Monitor − VMM), é uma camada
de software entre

a) o sistema operacional e a máquina virtual.


b) o sistema operacional e o aplicativo.
c) o hardware e o sistema operacional.
d) o aplicativo e o hardware.
e) o hardware e a máquina virtual.

Comentários:
O Monitor de Máquina Virtual ou hipervisor é uma camada de software
entre o hardware e o Sistema Operacional. Alternativa C correta.

www.estrategiaconcursos.com.br 69 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

As alternativas D e E são descabidas e poderiam ser descartadas. As


alternativas A e B poderiam ser alternativas válidas, caso a questão
tratasse de máquina virtual de processos (emulação)

Gabarito: C

67. (2012 - ESAF - Receita Federal - Analista


Tributário da Receita Federal) - A virtualização é a tecnologia
central de um Data Center e, basicamente, transforma um servidor
físico em vários servidores virtuais. De maneira simples, isto é
realizado por meio da camada de virtualização que entrega para o
sistema operacional convidado um conjunto de instruções de
máquina equivalente ao processador físico. A camada de
virtualização de servidores mais conhecida é o

a) Virtual Supervisor.
b) Mega Supervisor.
c) Megavisor.
d) Opervisor.
e) Hypervisor.

Comentários:
Segundo Manoel Veras, a camada de virtualização entrega para o sistema
operacional um conjunto de instruções de máquinas equivalente ao
processador físico. Esta camada de virtualização é conhecida como
hipervisor ou monitor de máquina virtual (Virtual Machine Monitor).
A virtualização pode ser realizada por meio de uma camada de
virtualização que entrega para o sistema operacional convidado um
conjunto de instruções de máquina equivalente ao processador físico, é
conceito de hipervisor.
A camada de software responsável pela virtualização de servidores mais
conhecida é o HiperVisor. O hipervisor (ou Monitor de Máquina Virtual –
MMV) é uma camada de abstração implementada em software que é
responsável por hospedar, gerenciar e controlar as máquinas virtuais e
seus recursos (Hardware e Software). A arquitetura de virtualização pode
ser classificada em dois tipos, de acordo com os hipervisores.

Gabarito: E

www.estrategiaconcursos.com.br 70 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

68. (2012 - ESAF - CGU - Analista de Finanças e


Controle) - A solução de Virtualização da VMware é baseada nos
hypervisors ESX e ESXi, que são considerados hypervisors do tipo:

a) Vstorage.
b) De borda.
c) Double.
d) Baremetal.
e) Double sphere.

Comentários:
VMware ESX e o VMware ESXi são hipervisores VMWare, e são do tipo
bare metal pois são instalados diretamente no hardware de servidor.

Gabarito: D

69. (2013 - FUNRIO - MPOG - Analista de Tecnologia


da Informação) - Como é conhecida a técnica que permite um
sistema operacional rodar vários sistemas operacionais convidados
diferentes em um único equipamento?

a) Máquina virtual.
b) Virtualização de sistema operacional.
c) Consolidação de sistema operacional.
d) Virtualização de aplicação.
e) Consolidação de aplicação.

Comentários:
Máquina virtual é o container lógico que hospeda o sistema ou programa,
portanto a alternativa A está incorreta.
Virtualização de aplicações permite um sistema operacional rodar várias
aplicações clientes, e não é equivalente a Virtualização de sistema
operacional.
Consolidação de sistema operacional e de aplicação não dizem respeito à
virtualização, alternativa C e E incorretas.
Portanto, a alternativa correta é a letra B. Virtualização de sistema
operacional é técnica que permite um sistema operacional rodar vários
sistemas operacionais convidados diferentes em um único equipamento
físico.

Gabarito: B

www.estrategiaconcursos.com.br 71 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

70. (2013 - CESGRANRIO - BNDES - Profissional


Básico - Análise de Sistemas – Suporte) - Na aplicação das
técnicas de virtualização, as máquinas virtuais

a) podem utilizar sistemas operacionais diferentes no mesmo


computador.
b) operam uma de cada vez e a sua troca exige novo boot.
c) aumentam a despesa com a energia elétrica.
d) consomem memória do host mesmo desligadas.
e) multiplicam a disponibilidade de memória física do host.

Comentários:
A virtualização permite que um único computador hospede múltiplas
máquinas virtuais, cada uma com seu próprio sistema operacional.
O intuito da virtualização é permitir que vários cliente sejam executados
sobre um mesmo hardware, aumentando a eficiência no uso dos recursos
computacionais, reduzir a ociosidade e o consumo energético.
O servidor físico é compartilhado entre as partes e cada uma das partes
executa uma aplicação de usuário de forma distinta, de forma
independente e as partes são executadas simultâneamente.
Não há a limitação que o sistema operacional seja o mesmo em todo o
servidor, portanto as máquinas virtuais (VM) podem utilizar sistemas
operacionais diferentes no mesmo computador.

Gabarito: A

71. (2014 - FUMARC - AL-MG - Analista de Sistemas) -


Muitas empresas têm caminhado no sentido de virtualizar seu
parque de servidores e estações de trabalho. Considerando essa
técnica de virtualização, analise as seguintes afirmativas:

I. Alguns pontos favoráveis da virtualização são: economia com energia e


espaço físico; facilidade de adequação do recurso, ou seja, quando um
servidor virtual precisar de mais CPU ou memória, é possível alocar sem
maiores problemas; entre outros benefícios.
II. O investimento inicial em uma estrutura para virtualização é menor do
que em uma estrutura física real, sendo que a virtual pode ser comprada
aos poucos, ou ainda, podemos comprar primeiro os servidores, depois o
storage, em seguida o switch core que integram os servidores etc.
III. O tempo para se disponibilizar um serviço em um ambiente virtual é
maior que em um ambiente físico, considerando que, nos dois casos, será
necessário instalar o sistema operacional do servidor e o serviço
desejado.

www.estrategiaconcursos.com.br 72 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Está CORRETO apenas o que se afirma em:

a) I
b) II
c) III
d) I e III

Comentários:
São pontos positivos da virtualização a economia com energia e espaço
físico e a facilidade de adequação do recurso. Alternativa I correta.
A alternativa II está equivocada, pois o investimento inicial em uma
estrutura virtualizada geralmente é maior, pois além da infraestrutura
física, há necessidade de aquisição da solução de virtualização.
O tempo de implementação dos serviços é menor no ambiente
virtualizado, portanto o item III está incorreto.

Gabarito: A

72. (2012 - FAPERP - TJ-PB - Técnico Judiciário -


Tecnologia da Informação) - Um sistema de virtualização
permite particionar um único servidor em diversos servidores
virtuais independentes, sendo que cada servidor pode executar um
sistema operacional diferente. Uma consequência dessa
virtualização e:

a) Dificulta a realização de backup.


b) Aumento do uso de memória.
c) Dificulta a transferência das máquinas virtuais.
d) Melhora o aproveitamento dos recursos da máquina.

Comentários:
A virtualização permite superar o paradigma “um servidor por aplicação”,
reduzindo o custo de aquisição de infraestrutura. O compartilhamento dos
servidores físicos permite aproveitar melhor a capacidade de
processamento e memória dos servidores, facilita a recuperação failover e
a migração das máquinas virtuais.

Gabarito: D

73. (2010 - CESGRANRIO - IBGE - Analista de


Sistemas) - Durante uma reunião da equipe de TI de uma
empresa, para discutir a estratégia de virtualização dos seus

www.estrategiaconcursos.com.br 73 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

servidores, um analista fez as seguintes considerações sobre os


inconvenientes relacionados à virtualização:

I - a virtualização não pode ser utilizada quando as aplicações que


rodarão em um ambiente virtualizado precisam acessar dispositivos
conectados à porta paralela ou à USB, pois os softwares de virtualização
ignoram a existência desses dispositivos;
II - existe um grande consumo de memória RAM dos servidores, dado que
cada máquina virtual vai ocupar uma área separada da mesma;
III - o gerenciamento fica descentralizado, e o suporte e a manutenção
ficam mais complexos quando comparados a um ambiente que não utiliza
virtualização, mas sim, máquinas físicas para suprir as necessidades.

Está(ão) correto(s) a(s) consideração(ões)


a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) III, apenas.
d) I e II, apenas.
e) I, II e III.

Comentários:
I - A virtualização permite a consolidação de vários servidores físicos e
subutilizados em um único servidor com alto grau de utilização, reduzindo
a complexidade do gerenciamento, o espaço físico e os requisitos de
energia e refrigeração. As soluções de virtualização reconhecem e
permitem o uso dos dispositivos de entrada e saída do equipamento
físico.
II - A virtualização permite aproveitar melhor os recursos físicos de um
servidor físico. Por exemplo, se tivermos um servidor físico com 10 GB de
RAM, utilizando apenas 4 GB do total de RAM, com a virtualização é
possível utilizar o restante dos recursos físicos (6 GB de RAM) para outro
servidor virtualizado.
III - Com a virtualização o ambiente fica menos complexo e mais simples
de gerenciar, segundo autores como Manoel Veras.

Gabarito: B

74. (2013 - CETRO – ANVISA - Área 5) - Com relação a


sistemas virtualizados, é correto o que se afirma em

I. Os sistemas virtualizados são menos seguros que as máquinas físicas,


pois se o sistema operacional hospedeiro tiver alguma vulnerabilidade,
todas as máquinas virtuais que estão hospedadas nessa máquina física
estão vulneráveis.

www.estrategiaconcursos.com.br 74 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

II. Nos sistemas virtualizados, a introdução de uma camada extra de


software entre o sistema operacional e o hardware gera um custo de
processamento superior ao que se teria sem a virtualização.
III. Há máquinas que permitem a virtualização no nível de processador
em que as instruções são executadas diretamente no processador
hospedeiro, exceto as instruções privilegiadas que serão virtualizadas pelo
Monitor de Máquina Virtual.

É correto o que se afirma em:

a) I, II e III.
b) II e III, apenas
c) III, apenas.
d) II, apenas.
e) I, apenas.

Comentários:
Alternativa I correta, o uso da virtualização traz implicações de
segurança como a citada, mas também permite obter ganhos em
segurança se bem gerenciada.
Alternativa II correta, a solução de virtualização também requer uso de
processamento para o gerenciamento dos recursos virtualizados, o que
acarreta custo adicional de processamento.
Alternativa III correta, na virtualização assistida por hardware (HAV)
as instruções root são executadas diretamente no processador
hospedeiro, e as instruções privilegiadas non-root serão tratadas pelo
Monitor de Máquina Virtual.

Gabarito: A

75. (2012 - MPE-RS - MPE-RS - Técnico Superior de


Informática) - Em relação à virtualização, considere as afirmações
abaixo.

I. Os sistemas operacionais que executam em máquinas virtuais não


precisam de licenças, pois as mesmas estão relacionadas apenas aos
sistemas instalados diretamente no hardware. É preciso respeitar apenas
a licença da ferramenta de virtualização empregada.
II. A virtualização completa possibilita a execução, em uma máquina
virtual, de um sistema operacional hóspede, sem a necessidade de
modificá-lo.

www.estrategiaconcursos.com.br 75 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

III. Ao instalar programas aplicativos em sistemas operacionais que


executam em máquinas virtuais, é necessário respeitar as suas
respectivas licenças de software.
Quais afirmações estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

Comentários:
I - Os sistemas operacionais que executam em máquinas virtuais
continuam a precisar de licenças, item incorreto. Não há qualquer relação
da virtualização com a necessidade de licenciamento.
As alternativas II e III estão corretas, nosso gabarito letra D.

Gabarito: D

76. (2014 - FUNCAB - MDA - Analista de Sistema


Operacional) - Existem modos diferentes de virtualização, cada
um com suas vantagens e desvantagens. O modo de virtualização
que não necessita de uma tecnologia de virtualização assistida pelo
hardware, porém necessita mudanças no sistema operacional
hospede é mais conhecido como:

a) virtualização completa.
b) virtualização simples.
c) pró-virtualização.
d) virtualização conceitual.
e) paravirtualização

Comentários:
Virtualização completa - técnica de virtualização em que o sistema
operacional hospedeiro recebe os comandos de hardware do sistema
operacional convidado e os traduz para o hardware. Acarreta custo pelo
esforço de interceptar e traduzir os comandos, porém não é necessário
modificar o SO convidado.
Paravirtualização - técnica de virtualização em que o sistema
operacional convidado a ser virtualizado, é modificado par incluir os
comandos de hardware corretos, ou seja, não é necessário tradução de
comandos. O desempenho é mais alto, mas a desvantagem é a restrição
de uso de sistemas operacionais próprios para paravirtualização.
Virtualização assistida por hardware - técnica de virtualização em
que o processador já possui suporte nativo para tradução de comandos de
hardware para comandos executáveis em ambientes virtualizados, ou

www.estrategiaconcursos.com.br 76 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

seja, podemos dizer que é uma virtualização completa em que a tradução


é feita por hardware, ao invés do sistema operacional hospedeiro.

Gabarito: E

77. (2014 - CESGRANRIO - FINEP - Analista - Suporte


de Informática) - Cada máquina virtual, que recebe uma cópia da
máquina real, pode fornecer facilidades e recursos a uma aplicação
ou mesmo a um sistema operacional convidado (guest). A técnica
de virtualização na qual o sistema operacional convidado sofre
modificações para que a interação com o hypervisor (monitor de
máquina virtual) seja mais eficiente é a técnica de;

a) virtualização limitada
b) virtualização parcial
c) virtualização total
d) paravirtualização
e) metavirtualização

Comentários:
A paravirtualização surgiu como uma forma de contornar as desvantagens
de uso da virtualização completa(full virtualization).
É uma técnica de virtualização em que o sistema operacional convidado a
ser virtualizado, é modificado par incluir os comandos de hardware
corretos, ou seja, não é necessário tradução de comandos.
O desempenho é mais alto, mas a desvantagem é a restrição de uso de
sistemas operacionais próprios para paravirtualização.
A máquina virtual enxerga uma abstração do hardware que não é idêntico
ao hardware físico, o hardware é acessado por drivers do hypervisor.
A paravirtualização requer modificação do sistema operacional hospedado
ou convidado, mas por outro lado permite obter uma perfomance
otimizada.
O Xen é um exemplo de solução de virtualização baseada em
paravirtualização.

Gabarito: D

78. (2014 - FGV - PROCEMPA - Analista em TI e


Comunicação - Analista em Infraestrutura e Redes
Computacionais) - Um determinado ambiente de virtualização
apresenta as características a seguir.

www.estrategiaconcursos.com.br 77 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

I. Sistema operacional modificado.


II. Acesso direto ao hardware.
III. Uso de múltiplos processadores.
IV. Uso de chamadas de monitor (hypervisor calls) de alto nível.

Dentre os itens listados, assinale a opção que apresenta as características


de um sistema paravirtualizado.
a) Apenas I e IV.
b) Apenas I, II e III.
c) Apenas II e IV.
d) Apenas II, III e IV.
e) Apenas I e III.

Comentários:
A paravirtualização é uma técnica de virtualização em que o sistema
==0==

operacional convidado a ser virtualizado é modificado. A máquina virtual


enxerga uma abstração do hardware que não é idêntico ao hardware
físico, o hardware é acessado por drivers do hypervisor. A
paravirtualização requer o uso de chamadas de sistema pelo hipervisor.

Gabarito: A

79. (2013 - FCC - DPE-SP - Agente de Defensoria -


Engenheiro de Redes) - Dentre as técnicas de virtualização de
computadores, a que apresenta melhor desempenho computacional
é a técnica de

a) emulação de hardware.
b) paravirtualização.
c) virtualização baseada em containers.
d) virtualização completa.
e) virtualização paralela.

Comentários:
Virtualização completa - técnica de virtualização em que o sistema
operacional hospedeiro recebe os comandos de hardware do sistema
operacional convidado e os traduz para o hardware. Acarreta custo pelo
esforço de interceptar e traduzir os comandos, já que não é necessário
modificar o SO convidado.
Paravirtualização - técnica de virtualização em que o sistema
operacional convidado a ser virtualizado é modificado. O desempenho é
mais alto, mas a desvantagem é a restrição de uso de sistemas
operacionais próprios para paravirtualização.
Virtualização assistida por hardware - técnica de virtualização em
que o processador já possui suporte nativo para tradução de comandos de

www.estrategiaconcursos.com.br 78 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

hardware para comandos executáveis em ambientes virtualizados, ou


seja, podemos dizer que é uma virtualização completa em que a tradução
é feita por hardware, ao invés do sistema operacional hospedeiro.
Virtualização baseada em containers - técnica de virtualização em
que os sistemas operacionais convidados compartilham parte do SO,
chamado de camadas de sistema, o que um o melhor desempenho, mas
todas as máquinas virtuais devem possuir o mesmo sistema operacional.

Gabarito: C

80. (2013 - FCC - DPE-SP - Agente de Defensoria -


Engenheiro de Redes) - A virtualização de computadores é uma
tecnologia que utiliza uma camada de abstração dos recursos reais
dos computadores. Existem diferentes técnicas de virtualização
aplicadas em plataformas comerciais, dentre eles: VMWare,
VirtualBox e KVM que utilizam a técnica de

a) simulação.
b) paravirtualização.
c) virtualização incompleta.
d) virtualização completa.
e) divisão.

Comentários:
Virtualização completa é a técnica de virtualização em que o sistema
operacional hospedeiro recebe os comandos de hardware do sistema
operacional convidado e os traduz para o hardware. Acarreta custo pelo
esforço de interceptar e traduzir os comandos, já que não é necessário
modificar o SO convidado. Na Virtualização Completa o hardware
hospedeiro é completamente abstraído e todas as instruções solicitadas
pelo sistema convidado são interpretados no hipervisor. O sistema
hospedado desconhece a existência da máquina virtual e opera como se
funcionasse diretamente sobre o sistema operacional para o qual foi
projetado para funcionar.

Gabarito: D

81. (2013 - IADES - EBSERH - Analista de Tecnologia


da Informação - Suporte e Redes) - Sobre máquinas virtuais,
assinale a alternativa correta.

www.estrategiaconcursos.com.br 79 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

a) Na paravirtualização, o sistema convidado (guest) pode acessar


diretamente recursos de hardware, proporcionando melhor desempenho.
b) Na virtualização total, o monitor de máquinas virtuais pode ser
dispensado, pois o sistema convidado é completo e tem plenos poderes
sobre o hospedeiro.
c) Não há diferença de desempenho entre virtualização total e
paravirtualização.
d) Na paravirtualização, é necessária a implementação de máquina
virtual JAVA, para que se possa prover serviços de acesso e controle
remotos.
e) A memória do sistema hospedeiro é, normalmente, compartilhada
entre convidados, de forma que as máquinas virtuais sobre um sistema
real têm a possibilidade de livre comunicação e troca de dados,
diretamente na RAM.

Comentários:
Virtualização completa - técnica de virtualização em que o sistema
operacional hospedeiro recebe os comandos de hardware do sistema
operacional convidado e os traduz para o hardware. Acarreta custo pelo
esforço de interceptar e traduzir os comandos, já que não é necessário
modificar o SO convidado.
Paravirtualização - técnica de virtualização em que o sistema
operacional convidado a ser virtualizado é modificado. O desempenho é
mais alto, mas a desvantagem é a restrição de uso de sistemas
operacionais próprios para paravirtualização.
Na paravirtualização, o sistema convidado pode acessar diretamente
recursos de hardware, proporcionando melhor desempenho. Na
paravirtualização, não é necessária a implementação de máquina virtual
JAVA.
Na virtualização total, permanece a necessidade do monitor de máquinas
virtuais. E há sim diferença de desempenho entre virtualização total e
paravirtualização. Nas duas técnicas, a memória e o processador do
sistema real é compartilhada entre os sistemas convidados.

Gabarito: A

82. (2012 - CESGRANRIO - LIQUIGAS - Profissional


Júnior - Análise de Infraestrutura) - A paravirtualização é uma
solução alternativa para quando ocorrem problemas de desempenho
da virtualização total. Para possibilitar esse tipo de virtualização,

a) apenas o sistema convidado deve ser modificado para chamar a


máquina virtual sempre que for executar uma instrução privilegiada.

www.estrategiaconcursos.com.br 80 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

b) apenas os programas aplicativos executados no sistema convidado


devem ser modificados para chamarem a máquina virtual sempre que
forem executar uma instrução privilegiada.
c) o sistema convidado e os programas aplicativos que nele são
executados devem ser modificados para chamarem a máquina virtual
sempre que forem executar uma instrução privilegiada.
d) o sistema convidado e os programas aplicativos nele executados não
devem ser modificados, por isso não precisam chamar a máquina virtual
quando forem executar uma instrução privilegiada.
e) o sistema convidado deve utilizar a virtualização total, já os
programas nele executados devem utilizar a paravirtualização.

Comentários:
Paravirtualização - técnica de virtualização em que o sistema
operacional convidado, a ser virtualizado, é modificado par incluir os
comandos de hardware corretos, ou seja, não é necessário tradução de
comandos. Na paravirtualização, o sistema convidado pode acessar
diretamente recursos de hardware, proporcionando melhor desempenho.

Gabarito: A

83. (2014 - FCC - Câmara Municipal de São Paulo - SP -


Consultor Técnico Legislativo – Informática) - Ao longo dos
anos, as máquinas virtuais vêm sendo utilizadas em processamento
distribuído e para diversas finalidades. Considere os conceitos
relacionados à virtualização.

I. Em vez da utilização de vários equipamentos com seus respectivos


sistemas operacionais, utiliza-se somente um computador com máquinas
virtuais abrigando os vários sistemas operacionais e suas respectivas
aplicações e serviços.
II. Trata-se de uma espécie de plataforma implementada no hospedeiro
que recebe os sistemas a serem virtualizados, controlando os seus
recursos e mantendo-os "invisíveis" em relação aos outros.
III. Técnica utilizada para virtualização em que o sistema a ser
virtualizado (sistema convidado) sofre modificações para que a interação
com o monitor de máquinas virtuais seja mais eficiente. O sistema
operacional do hóspede executa em uma máquina virtual similar ao
hardware físico, mas não equivalente.

Os itens I, II e III definem, correta e respectivamente,


a) server center, emulador e recompilação dinâmica.
b) time-sharing, Virtual Machine Monitor e virtualização total.
c) consolidação de servidores, hypervisor e paravirtualização.
d) server center, Virtual Machine Monitor e virtualização total.
e) consolidação de servidores, emulador e paravirtualização.

www.estrategiaconcursos.com.br 81 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Comentário:
Consolidação de servidores característica em que há somente um
computador com máquinas virtuais abrigando os vários sistemas
operacionais e suas respectivas aplicações e serviços.
Hipervisor é uma espécie de plataforma implementada no hospedeiro
que recebe os sistemas a serem virtualizados e controla os seus recursos.
Paravirtualização é a técnica utilizada de virtualização em que o
sistema a ser virtualizado (sistema convidado) sofre modificações para
que a interação com o monitor de máquinas virtuais seja mais eficiente.

Gabarito: C

84. (2014 - FGV - PROCEMPA - Analista em TI e


Comunicação - Analista em Infraestrutura e Redes
Computacionais) - O uso de recursos de virtualização presentes
em processadores modernos, como VT-x e AMD-V, caracteriza a

a) virtualização de entrada e saída


b) virtualização executada por CPU.
c) emulação por CPU.
d) virtualização assistida por hardware.
e) paravirtualização.

Comentários:
A virtualização assistida por hardware ou Hardware Assisted é uma
tecnologia de virtualização, desenvolvida pelas fabricantes Intel (VT-x) e
AMD (AMD-v), que privilegiam a execução de instruções de CPU com uma
nova tecnologia que permite que a VMM rode em um novo modo chamado
root. Este método privilegia as chamadas sensíveis que são
automaticamente encaminhadas ao hipervisor, removendo a necessidade
de tradução ou paravirtualização.

Gabarito: D

85. (2014 - FCC - TRF - 1ª REGIÃO - Analista


Judiciário - Área de Apoio Especializado) - A capacidade do
kernel do SO hóspede comunicar-se com hypervisor resulta em
melhor desempenho. Trata-se de um esquema de

a) emuladores por zonas.


b) paravirtualização.
c) máquinas virtuais por zonas.

www.estrategiaconcursos.com.br 82 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

d) máquina virtual de núcleo único.


e) virtualização cliente-servidor.

Comentários:
Na paravirtualização o hypervisor interage de forma eficiente com o
sistema operacional hóspede reduzindo overheads, mas o sistema
operacional deve ser modificado para otimizar essa compatibilidade. O
núcleo (kernel) do sistema operacional hóspede é modificado
especificamente para ser executado no hypervisor. A paravirtualização
permite que os sistemas operacionais hóspedes tenham acesso direto ao
hardware, portanto, permite a comunicação entre o sistema operacional
hóspede e o hipervisor visando melhorar o desempenho e eficiência.

Gabarito: B

86. (2014 - FEPESE - MPE-SC - Analista - Tecnologia


da Informação) - Analise as afirmativas abaixo com relação à
Virtualização.

1. A implementação de máquinas virtuais pode ser obtida por intermédio


das técnicas de virtualização total e paravirtualização.
2. Permite aperfeiçoar a estrutura de TI, rodando diversos servidores
virtuais em uma mesma máquina física.
3. No uso da virtualização dois tipos de arquitetura são encontrados: a
hosted e a bare metal.
4. No caso da virtualização Bare Metal o monitor de máquinas virtuais é
implementado como uma aplicação sobre o sistema operacional
hospedeiro.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.


a) São corretas apenas as afirmativas 2 e 4.
b) São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 3.
c) São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 4.
d) São corretas apenas as afirmativas 2, 3 e 4
e) São corretas as afirmativas 1, 2, 3 e 4.

Comentários:
As alternativas 1, 2 e 3 estão corretas. A alternativa 4 está incorreta, pois
o hipervisor Bare metal é implementado diretamente sobre o hardware, e
não sobre um SO hospedeiro.

Gabarito: B

www.estrategiaconcursos.com.br 83 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

87. (2015 - SRH - UERJ - Analista de Sistemas) - O


software hipervisor usado em soluções de virtualização de
servidores também virtualiza as interfaces de rede. Uma
consequência que isso tem para o appliance de rede virtual é:

a) futuramente, a latência de processamento das operações de rede


podem ser diminuídas
b) a troca de dados entre máquinas virtuais é facilitada pelo acesso
direto aos seus espaços de endereçamento
c) softwares importantes, como os de decodificação e análise de
contexto, que usam muitos ciclos de CPU serão beneficiados
d) operações de entrada e saída feitas pelos appliances de rede virtuais
resultam em ciclos extras de CPU associados às trocas de contexto.

Comentários:
Como o hipervisor também virtualiza as interfaces de rede, uma
consequência é que operações de entrada e saída feitas pelos appliances
de rede virtuais resultam em ciclos extras de CPU.

Gabarito: D

88. (2014 - FEPESE - MPE-SC - Analista - Tecnologia


da Informação) - Com relação à tecnologia de virtualização são
realizadas as seguintes afirmativas:

1. A tecnologia de virtualização permite que existam vários sistemas


operacionais de maneira concorrente em um único servidor físico, em que
cada um dos sistemas operacionais é executado como um computador
independente.
2. Uso eficiente de recursos de hardware é um dos benefícios de utilização
da tecnologia de virtualização.
3. Hosted e bare-metal constituem duas arquiteturas de virtualização que
podem ser usadas na instalação do software de virtualização.
4. Parallels Desktop e VMWare Workstation são exemplo de produtos que
permitem o uso da tecnologia de virtualização.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.


a) São corretas apenas as afirmativas 1 e 3.
b) São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 3.
c) São corretas apenas as afirmativas 1, 3 e 4.
d) São corretas apenas as afirmativas 2, 3 e 4.
e) São corretas as afirmativas 1, 2, 3 e 4.

Comentários:

www.estrategiaconcursos.com.br 84 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Todas as alternativas correspondem às características de virtualização


que vimos nas questões anteriores. Todas as alternativas são corretas,
gabarito letra E.

Gabarito: E

89. (2014 - VUNESP - EMPLASA - Analista


Administrativo - Tecnologia da Informação) - Muitos
ambientes de virtualização permitem que snapshots do sistema
virtual sejam criados. Eles têm a função de

a) testar o desempenho do sistema em um determinado momento.


b) evitar que a máquina virtual seja infectada por softwares mal
intencionados
c) copiar o conteúdo da tela e salvar em um arquivo de imagem
d) armazenar o estado do sistema em um determinado instante no
tempo.
e) verificar os dados do sistema à procura de erros.

Comentários:
Os snapshots de máquina virtual que armazenam todo o estado de um
sistema como arquivos de estado, dados de disco e configuração de uma
máquina virtual em um ponto especifico no tempo. Snapshots permitem
reverter a máquina virtual para qualquer um dos estados anteriores.

Gabarito: D

90. (2012 - UNIRIO - UNIRIO - Técnico em Tecnologia


da Infomação – Desenvolvimento) - São exemplos de
ferramentas de virtualização de sistemas operacionais, EXCETO :

a) Xen.
b) VirtualDesk.
c) VMWare.
d) VirtualPC.
e) VirtualBox.

Comentários:
Existem diversas soluções de virtualização para servidores, virtualização
de desktops, virtualização de aplicações, virtualização de storages, redes,
etc. VMWare, Xen, e Hyper-V são soluções de virtualização de servidores,
ou de sistemas operacionais, como a questão se refere. Também são

www.estrategiaconcursos.com.br 85 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

soluções de virtualização o VirtualBox e VirtualPC, hipervisores tipo II,


mas que são executados sobre um sistema operacional nativo.
A alternativa B apresenta o VirtualDesk, que não se trata de uma solução
de virtualização, portanto está equivocada alternativa.

Gabarito: B

91. (2012 - FCC - MPE-PE - Analista Ministerial –


Informática) - O sistema de virtualização VMware, quando
executado em um processador x86 sem extensões de virtualização,
se comporta como um hipervisor:

a) tipo 2, empregando interpretação pura para acelerar a execução do


hóspede.
b) tipo 2, empregando tradução binária para acelerar a execução do
hóspede.
c) tipo 1, empregando trap and emulate para acelerar a execução do
hóspede.
d) tipo 1, empregando interpretação pura para acelerar a execução do
hóspede.
e) tipo 1, emulando apenas os dispositivos de E/S para acelerar a
execução do hóspede.

Comentários:
Pessoal, como vimos, temos os seguintes tipos de hipervisores:
tipo 1: também denominado nativo, unhosted o bare metal (sobre o
metal nu), é executado diretamente sobre o hardware, para oferecer a
funcionalidade descrita. O VMWare é um hipervisor tipo I.
tipo 2: também denominado hosted, é executado sobre um sistema
operacional para oferecer a funcionalidade descrita.
Mas, essa questão foge do convencional, e pode causar dúvidas. Via de
regra, o VMware ESXi é um hypervisor bare-metal, ou seja, é instalado
diretamente no servidor físico. Mas, a redação da questão mudou o
cenário: "O sistema de virtualização VMware, quando executado em
um processador x86 sem extensões de virtualização". Essa
informação destacada é relevante para a resolução, pois muda o
contexto. Neste caso, como não existem as extensões de virtualização, o
VMWare se comporta como um hipervisor tipo 2, e ele mesmo faz a
tradução dos requisitos do guest. Assim, nosso gabarito é a letra B.

Gabarito: B

www.estrategiaconcursos.com.br 86 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

92. (2008 - CESGRANRIO - CAPES - Analista de


Sistemas) - Xen e VMWare são produtos relacionados à tecnologia

a) Virtualização
b) Banco de dados
c) VoIP
d) BPM
e) XML

Comentários:
Como vimos na parte conceitual, VMWAre é uma solução de virtualização,
cuja utilização é bastante difundida.

Gabarito: A

93. (2014 - UNIRIO - UNIRIO - Analista Tecnologia da


Informação - Segurança da Informação) - Com relação aos
softwares que fazem parte da plataforma de virtualização VMware,
é CORRETO dizer que

a) o vSphere ESXi é um hipervisor do tipo bare-metal e o vCenter é uma


plataforma de gerenciamento e análise de desempenho da infraestrutura
virtualizada.
b) o Xen Server é um hipervisor do tipo bare-metal e o vSphere é uma
plataforma de gerenciamento e análise de desempenho da infraestrutura
virtualizada.
c) o Xen Server é um hipervisor do tipo hospedado e o vSphere é uma
plataforma para acesso individualizado e monitoramento de cada máquina
virtual.
d) o vCenter ESXi é um hipervisor do tipo bare-metal e o vSphere é uma
plataforma para acesso individualizado e monitoramento de cada máquina
virtual.
e) o vSphere ESXi é um hipervisor do tipo hospedado e o Xen é uma
plataforma de gerenciamento e análise de desempenho da infraestrutura
virtualizada

Comentários:
Segundo a VMware, o vCenter Server oferece uma plataforma
centralizada de gerenciamento do VMware vSphere e das VMs. O VMware
ESXi é um hypervisor bare-metal, instalado diretamente no servidor
físico, permitindo que ele seja dividido em vários servidores lógicos
chamados de máquinas virtuais.

Gabarito: A

www.estrategiaconcursos.com.br 87 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

94. (2013 - COVEST-COPSET - UFPE - Analista de


Tecnologia da Informação - Suporte e Redes) - Qual dos
seguintes produtos de virtualização representa virtualizações na
modalidade bare metal:

a) DOS EMU
b) Virtual PC
c) Parallels
d) VMware ESXi
e) Virtual Box

Comentários:
O VMWare é um hipervisor nativo também denominado unhosted ou bare
metal (sobre o metal nu), ele é executado diretamente sobre o hardware.

Gabarito: D

95. (2015 - FCC - CNMP - Analista do CNMP -


Tecnologia de Informação e Comunicação Suporte e
Infraestrutura) - Atualmente existem diversos sistemas de
virtualização de plataformas computacionais, dentre eles, o VMWare
e o Xen, sendo que o VMWare tem como característica

a) realizar a virtualização total e o Xen realizar a paravirtualização.


b) realizar a paravirtualização e o Xen realizar a hipervirtualização.
c) apresentar desempenho maior, se comparado ao Xen.
d) realizar a hipervirtualização e o Xen realizar a virtualização total.
e) necessitar de configurações específicas para o sistema operacional
virtualizado e o Xen não necessitar.

Comentários:
O VMWare é uma solução de virtualização que realiza virtualização total,
enquanto o Xen realiza paravirtualização.

Gabarito: A

96. (2014 - FGV - TJ-GO - Analista Judiciário - Análise


de Sistemas) - Em relação à virtualização de um sistema
computacional, a alternativa que NÃO representa um fator
importante sobre o tempo de resposta do sistema virtualizado é:

www.estrategiaconcursos.com.br 88 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

a) o uso de chamadas de monitor (hypervisor calls) de alto nível;


b) a arquitetura de CPU do sistema virtualizado;
c) o tipo da emulação de E/S;
d) o suporte a ACPI na máquina virtual (guest);
e) o sistema de arquivos do hospedeiro (host).

Comentários:
Pessoal, ACPI é uma tecnologia de gerenciamento energia, não diz
respeito a virtualização e não afeta o tempo de resposta do sistema
virtualizado. Alternativa incorreta letra D. Os demais itens impactam o
tempo de resposta do sistema virtualizado.

Gabarito: D

97. (CESGRANRIO – 2008 – CAPES – Analista de Sistemas)


Xen e VMWare são produtos relacionados à tecnologia:

a) Virtualização
b) Banco de dados
c) VoIP
d) BPM
e) XML

Comentários:
Como vimos em aula, Xen e VMWare referem-se à tecnologia de
Virtualização.

Gabarito: A

98. (CESGRANRIO – 2013 – BNDES – Analista de Sistemas)


Na aplicação das técnicas de virtualização, as máquinas virtuais:

a) podem utilizar sistemas operacionais diferentes no mesmo


computador.
b) operam uma de cada vez e a sua troca exige novo boot.
c) aumentam a despesa com a energia elétrica.
d) consomem memória do host mesmo desligadas.
e) multiplicam a disponibilidade de memória física do host.

Comentários:
Pessoal, uma das grandes vantagens da utilização de máquinas virtuais é
permitir que um único computador hospede múltiplas máquinas virtuais,
cada uma com seu próprio sistema operacional. As máquinas virtuais

www.estrategiaconcursos.com.br 89 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

operam simultaneamente e não é necessário novo boot. Além disso, é


mais comum a economia de energia elétrica, não consomem memória
quando desligadas e nem multiplicam disponibilidade de memória física.

Gabarito: A

99. (FUNCAB - 2013 - CODATA - Auxiliar de Informática -


Apoio ao Usuário) Analise as seguintes sentenças.

I. Na virtualização de servidores, existe um único sistema operacional e


vários programas trabalhando em paralelo.
II. Existem várias ferramentas de virtualização no mercado e o VMware é
uma delas.
III. A virtualização de desktops permite que as aplicações rodem em
máquinas virtuais isoladas e ao mesmo tempo compartilhem recursos de
hardware como CPU, memória, disco e rede.

É (são) verdadeira(s), somente:

a) I
b) II
c) III
d) I e III
e) II e III

Comentários:
(I) Errada - Conforme vimos em aula, a ideia é ter vários sistemas
operacionais!
(II) Certa - Conforme vimos em aula, VMWare é uma ferramenta de
virtualização!
(III) Certa - Conforme vimos em aula, é exatamente isso!

Gabarito: E

100. (2015 - FCC - Analista Judiciário – Análise de Sistemas


– TRE-RS) - No que se refere à virtualização, assinale a opção
correta.

a) As implementações da virtualização total utilizam controladores de


dispositivos padronizados e específicos, que garantem o uso da
capacidade total dos dispositivos, com reflexo direto no desempenho geral
do sistema.

b) Um dos aspectos de segurança importantes das máquinas virtuais é


que, por conta do isolamento, caso o sistema operacional hospedeiro

www.estrategiaconcursos.com.br 90 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

apresente alguma vulnerabilidade de segurança, as máquinas virtuais


hospedadas nessa máquina física não estarão sujeitas a essa
vulnerabilidade, desde que executem outro sistema operacional.

c) Entre os usos da virtualização, a consolidação de servidores é que


prevê a colocação de vários servidores virtuais em cada máquina física e
a virtualização de toda a estrutura da rede, com a criação de
comutadores, roteadores e outros equipamentos virtuais interconectados
às máquinas virtuais.

d) Os hipervisores do tipo 2 são executados diretamente sobre o


hardware para controlar e gerenciar diretamente os sistemas operacionais
visitantes das máquinas virtuais.

e) Na paravirtualização, o sistema operacional é modificado para chamar


o hipervisor sempre que executar uma instrução sensível que possa
alterar o estado desse sistema.

Comentários:
Questão de nível mediano de dificuldade, vamos aos comentários:
a) a virtualização insere, em certo grau, overhead no uso dos
dispositivos, não é possível garantir o uso da capacidade total dos
dispositivos. Alternativa errada.
b) os sistemas modernos de virtualização dispõem de recursos para
reduzir a superfície de ataque e minorar riscos de difusão da
contaminação citada na alternativa. Questão errada.
c) Alternativa errada. A consolidação de servidores prevê a colocação
de vários servidores virtuais em uma (não em cada) máquina física. A
consolidação de servidores não trata de virtualização de estrutura da
rede.
d) Os hipervisores do tipo 1 são executados diretamente sobre o
hardware, ditos bare-metal. Alternativa errada.
e) Definição correta de paravirtualização. Alternativa E está correta.

Gabarito: E

www.estrategiaconcursos.com.br 91 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Questões resolvidas na aula

1. (2010 - CESPE – MPU - Informática/Suporte Técnico) - Por


meio da virtualização, várias aplicações de sistemas operacionais
diferentes podem ser executadas em um mesmo hardware.

2. (CESPE – 2010 – BASA – Analista de Sistemas) A virtualização


permite que um único computador hospede múltiplas máquinas
virtuais, cada uma com o próprio sistema operacional. A vantagem
dessa abordagem é que a falha em uma das máquinas virtuais não
gera falha automática nas outras.

3. (CESPE – 2010 – EMBASA – Analista de Sistemas) Com a


virtualização, é possível criar servidores isolados no mesmo
equipamento, o que permite aumentar a eficiência energética, sem
prejudicar as aplicações e sem haver risco de eventuais conflitos
causados por uma consolidação.

4. (2013 - CESPE - SERPRO - Analista – Redes) - Uma das


vantagens da virtualização de servidores é a possibilidade de
diferentes máquinas virtuais poderem utilizar recursos de um
mesmo servidor físico, o que permite um melhor aproveitamento
dos recursos de CPU e memória disponíveis.

5. (2014 - CESPE - ANTAQ - Analista Administrativo -


Infraestrutura de TI) - O processo de virtualização permite que
um único servidor seja dividido em partes e cada uma das partes
executa uma aplicação de usuário de forma distinta, devendo o
sistema operacional ser o mesmo em todo o servidor.

6. (2014 - CESPE - TJ-SE - Analista Judiciário - Suporte


Técnico em Infraestrutura) - A consolidação de servidores por

www.estrategiaconcursos.com.br 92 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

meio da aplicação de técnicas e de ferramentas de virtualização


permite economia nos custos operacionais e de aquisição da
infraestrutura de tecnologia da informação.

7. (2011 - CESPE - MEC - Administrador de Redes) - Para a


gerência de ambientes computacionais em que alta disponibilidade
seja uma característica, a técnica de virtualização deve ser evitada,
pois permite vulnerabilidades dos equipamentos.

8. (2010 - CESPE - TCU - Auditor Federal de Controle


Externo - Tecnologia da Informação) - Na virtualização, o
armazenamento de dados é feito em servidores remotos com
grande redundância, aumentando, assim, a disponibilidade de
recursos de armazenamento.

9. (2012 – CESPE - TRE RJ - Apoio Especializado/Análise de


Sistemas) - É possível utilizar a tecnologia de virtualização para
servidores, banco de dados e desktops, mas ainda não para
softwares como o Exchange e o Oracle.

10. (CESPE - 2013 - ANP - Analista Administrativo - Área 5)


O gerenciamento de máquinas virtuais é feito pelo hypervisor,
também conhecido como monitor de máquinas virtuais, que é
responsável por prover acesso a recursos como CPU, memória e
dispositivos de entrada e saída de dados para cada máquina virtual.

11. (CESPE - 2012 - TCE-ES - Auditor de Controle Externo -


Tecnologia da Informação) O hypervisor apresenta ao sistema
operacional visitante uma plataforma virtual de execução (hardware
e software), assim como realiza o gerenciamento da execução do
sistema operacional visitante.

www.estrategiaconcursos.com.br 93 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

12. (CESPE - 2011 - MEC - Administrador de redes) Os


hipervisores de tipo 2, a exemplo do VMware, são executados
diretamente no hardware.

13. (2014 - CESPE - ANATEL - Analista Administrativo


- Suporte e Infraestrutura de TI) - Na paravirtualização, quando
uma instrução é executada, são alterados tanto o sistema
convidado como as instruções de usuário, as quais são executadas
diretamente sobre o processador nativo.

14. (2011 - CESPE - Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - A virtualização por meio de
emuladores o hypervisor oferece como vantagem a disponibilização
de uma máquina virtual que permite a execução de aplicativos no
ambiente simulado; esse esquema, que simula hardware não
disponível fisicamente, apresenta desempenho superior ao da
paravirtualização.

15. (2013 - CESPE - Telebras - Especialista em Gestão


de Telecomunicações - Analista de TI) - A paravirtualização
proporciona melhor desempenho em relação à virtualização total,
uma vez que não há teste de cada instrução e os dispositivos de
hardware são acessados por drivers da própria máquina
virtualizada.

16. (2011 - CESPE - MEC - Administrador de Redes) -


A paravirtualização não é uma virtualização autêntica, pois ela é
uma abordagem que modifica o código-fonte do sistema operacional
hóspede de modo que, em vez de executar instruções sensíveis, ele
faça chamadas de hipervisor.

17. (2012 - CESPE - TRE-RJ - Analista Judiciário -


Análise de Sistemas) - A vantagem de se implementar a
tecnologia de virtualização dentro do processador,
comparativamente à realizada somente por software, é a existência

www.estrategiaconcursos.com.br 94 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

de novas instruções de controle, que resultam em maior


desempenho geral.

18. (2012 - CESPE - TCE-ES - Auditor de Controle


Externo) - O hypervisor apresenta ao sistema operacional visitante
uma plataforma virtual de execução (hardware e software), assim
como realiza o gerenciamento da execução do sistema operacional
visitante.

19. (2011 - CESPE - MEC - Administrador de Redes) -


Com a tecnologia de máquinas virtuais, o único software de
virtualização que funciona no modo núcleo é o monitor de máquina
virtual.

20. (2010 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Tecnologia da Informação) - As ferramentas de
virtualização podem ser implementadas de duas maneiras
diferentes: hipervisores executados diretamente no hardware ou
hipervisores executados como programas aplicativos na camada
superior de algum sistema operacional.

21. (2011 - CESPE - Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - Para que a ferramenta de
virtualização se comunique diretamente com o hardware, pode ser
utilizado um hypervisor nativo, também conhecido como bare
metal.

22. (2012 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Produção e Infraestrutura) - Uma ferramenta de
virtualização de storage tem como um de seus benefícios centrais o
ganho de mobilidade no armazenamento.

www.estrategiaconcursos.com.br 95 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

23. (2010 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Tecnologia da Informação) - Uma das desvantagens
da virtualização é a migração, usada, por exemplo, para
balanceamento de carga entre diferentes servidores.

24. (2015 - CESPE - CGE-PI - Auditor Governamental)


- Mediante o uso de técnicas de virtualização de servidores, é
possível migrar cargas de trabalho de forma transparente entre
servidores físicos.

25. (2013 - CESPE - Telebras - Especialista em Gestão


de Telecomunicações - Analista de TI) - Não é possível mover
máquinas virtuais entre servidores físicos sem desligá-las, uma vez
que é necessário modificar os apontamentos do hypervisor de
virtualização.

26. (2014 - CESPE - TJ-SE - Analista Judiciário -


Suporte Técnico em Infraestrutura) - KVM (Kernel-based Virtual
Machine) é uma solução de virtualização de código aberto e suporta
apenas a instalação de máquinas virtuais que usam uma
distribuição Linux como sistema operacional da máquina virtual.

27. (2010 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Tecnologia da Informação) - VMware, Xen, e
VirtualBox são exemplos de ferramentas de virtualização.

28. (2015 - CESPE - CGE-PI - Auditor Governamental)


- A virtualização de desktops exige o uso de seu próprio hardware,
de sistema operativo e de software.

29. (CESPE – 2011 – ECT – Analista de Sistemas) Entre as


ferramentas de virtualização disponíveis no mercado incluem-se a
VMWARE e a XEN, que não possuem versões gratuitas.

www.estrategiaconcursos.com.br 96 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

30. (2013 - CESPE - MS - Analista Administrativo) - O


utilitário Vcenter, em virtualização VMWare, proporciona interface
de gerenciamento centralizado dos recursos utilizados pelas
máquinas virtualizadas.

31. (2013 - CESPE - STF - Analista Judiciário - Suporte


em Tecnologia da Informação) - O hardware virtualizado pelo
VMWare utiliza dispositivos proprietários que dependem de
determinadas características. O VMWare suporta virtualização de
discos SATA e SCSI para os sistemas operacionais virtualizados.

32. (2012 - CESPE - Banco da Amazônia - Técnico


Científico - Redes e Telecomunicações) - A tecnologia de
virtualização VMWARE permite a configuração de máquinas virtuais
(VMs) em configuração de cluster de alta disponibilidade, de modo
que, quando um servidor físico do cluster falha, as máquinas
virtuais que executavam no servidor são migradas automaticamente
para outro servidor do cluster.

33. (2013 - CESPE - MS - Analista Administrativo) -


Considerando-se que em uma rede de computadores existam dois
equipamentos físicos, cada um com um hypervisor para
virtualização de servidores (KVM e Vsphere), é possível gerenciá-los
como um único recurso, utilizando-se uma ferramenta para
gerenciar uma nuvem computacional.

34. (2013 – CESPE – BACEN - Analista - Suporte à


Infraestrutura) - O Vmware Vsphere suporta diversos serviços de
rede que são disponibilizados para as máquinas virtuais. Com o
propósito de tornar uma conexão disponível para um dispositivo
ISCSI, deve-se configurar o serviço de conexão com VMKernel.

www.estrategiaconcursos.com.br 97 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

35. (2011 – CESPE - TRE-ES - Analista - Análise de


Sistemas) - OpenVZ é uma solução de virtualização para criação
de ambientes virtuais isolados que funcionam como servidores
standalone convencionais, porém, com a utilização de um único
hardware em comum. Esses ambientes virtuais seguros são
conhecidos como VE ou Virtual Private Server (VPS).

36. (2012 – CESPE - Banco da Amazônia - Técnico Científico


- Redes e Telecomunicações) - As tecnologias de virtualização
VMWARE e XEN distribuem cores de processamento e memória de
um servidor físico entre as máquinas virtuais instaladas nesse
servidor, devendo o número de máquinas virtuais criadas em um
servidor físico limitar-se ao número de cores de processamento
existentes no servidor, já que cada máquina virtual deve ter, pelo
menos, um core de processamento alocado.

37. (2008 – CESPE – SERPRO - Analista - Suporte Técnico) -


Um hipervisor é uma plataforma de virtualização que visa
possibilitar mais de um sistema operacional convidado (guest) ser
executado em um mesmo computador. Há hipervisores que
executam sobre o hardware e os sistemas operacionais convidados
executam em uma segunda camada sobre o hardware. Os
hipervisores podem ser empregados para a consolidação de
servidores, estratégia na qual vários servidores são movidos para
uma mesma máquina.

38. (2014 – CESPE - TJ-SE - Analista Judiciário – Redes) - O


produto comercial VMware emula máquinas convidadas virtuais
completas na parte superior de um sistema operacional hospedeiro,
que deve ser, necessariamente, o Linux ou o Windows. Uma
abordagem semelhante é empregada pelo sistema Wine, que
converte chamadas nativas da API Windows em suas contrapartes
Linux.

www.estrategiaconcursos.com.br 98 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

39. (2011 – CESPE – Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - Na paravirtualização, a
máquina virtual simula o hardware e possibilita que o sistema
convidado (guest) seja executado de maneira isolada.

40. (2011 – CESPE - TJ-ES - Analista Judiciário - Análise de


Sistemas) - Considere que em uma máquina física que execute um
sistema operacional para servidor, haja quatro máquinas virtuais
(M1, M2, M3 e M4), cada uma delas executando um sistema
operacional, também para servidor, mas distinto do sistema da
máquina física. Nessa situação, se os dois sistemas operacionais
suportarem clustering, será possível implementar cluster nos
servidores virtualizados entre as máquinas virtuais (M1, M2, M3 e
M4).

41. (2013 – CESPE - Polícia Federal - Perito Criminal


Federal) - A substituição da chamada de uma instrução sensível
pela chamada de um tratador de interrupção de software (trap) com
uma parametrização adequada de registradores é conhecida como
hypercall.

42. (2015 – CESPE - TRE-GO - Técnico Judiciário -


Programação de Sistemas) - Paravirtualização é a situação em
que um sistema operacional que esteja sendo executado em uma
máquina virtual faz suas chamadas diretamente no hardware para
operações de entrada e saída.

43. (2011 – CESPE – MEC - Gerente de Segurança) - Em uma


máquina virtual que esteja comprometida devido a um ataque, o
atacante pode obter o controle da estação que gerencia a máquina
virtual (hipervisor). Essa técnica utiliza despejo de memória e
acessa os registros de controle da máquina virtual.

www.estrategiaconcursos.com.br 99 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

44. (2012 – CESPE – ANAC - Analista Administrativo - Área


5) - O VMWARE é um hipervisor do tipo 1, ou seja, ele atua como o
sistema operacional, pois é o único programa que funciona no modo
núcleo, sendo sua tarefa gerenciar múltiplas cópias do hardware
real, denominadas máquinas virtuais, como os processos que um
sistema operacional comum gerencia.

45. (2012 - CESPE - TJ-RO - Analista Judiciário - Analista de


Sistemas Suporte) - Assinale a opção que descreve corretamente
o recurso Vmotion do Vmware.

a) Mover em tempo real uma máquina virtual de um servidor físico para


outro, sem interromper o funcionamento da máquina virtual.
b) Prover recuperação de falhas em caso de interrupção do
funcionamento de uma aplicação.
c) Gerenciar todos os hosts físicos em uma única interface de
gerenciamento.
d) Manter a replicação de dados para outros servidores secundários.
e) Gerenciar o armazenamento distribuído dos dados e movimentá-los
de acordo com a disponibilidade de armazenamento da storage.

46. (2011 – CESPE – MEC - Administrador de Redes) - Os


hipervisores de tipo 2, a exemplo do VMware, são executados
diretamente no hardware.

47. (2013 – CESPE – STF - Analista Judiciário - Suporte em


Tecnologia da Informação) - O VMWare ESXI 5.5 permite
instalar um sistema operacional a partir da utilização de uma
imagem do tipo ISO ou um CD/ROM do sistema operacional a ser
virtualizado.

48. (2011 - CESPE - TJ-ES - Analista Judiciário - Análise de


Suporte) - O Xen e o Vmware são software do tipo open source e
livres, sob a licença GPL. Ambos permitem gerenciar uma ou mais
máquinas virtuais sobre uma única plataforma de hardware, mas,

www.estrategiaconcursos.com.br 100 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

ao contrário do Vmware, o Xen não suporta máquinas com sistema


operacional Windows.

49. (Questão 102 – 2013 – CESPE – MS - Analista


Administrativo) - O utilitário VMWare View é utilizado para mover
máquinas virtuais entre hosts, sem que estas fiquem indisponíveis.

50. (2011 – CESPE – Correios - Analista de Correios -


Analista de Sistemas – Produção) - A ferramenta Vmware
permite que a interface de rede do servidor virtual seja configurada
no modo bridge, o que possibilita a utilização da mesma faixa de
endereços IPs do servidor físico.

51. (2011 – CESPE – Correios - Analista de Correios - Analista de


Sistemas – Produção) - A ferramenta Vmware oferece recursos
que possibilitam mover, de um servidor físico para outro, uma
máquina virtual em funcionamento, sem a necessidade de
interrupção do funcionamento da máquina virtual.

52. (2014 – CESPE - TC-DF - Analista de Administração


Pública - Microinformática e Infraestrutura de TI) - No
VMware vSphere 5.5, o vSphere App HA é um recurso que oferece
ao usuário a funcionalidade de reiniciar um serviço quando um
problema é detectado ou até mesmo reiniciar a máquina virtual
caso o aplicativo falhe ao reiniciar.

53. (2013 – CESPE – STF - Analista Judiciário - Suporte em


Tecnologia da Informação) - Por questões de instalação e
compatibilidade, o vCenter Server deve estar na mesma máquina
física que o vCenter Single Sign-On.

www.estrategiaconcursos.com.br 101 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

54. (2013 – CESPE – BACEN - Analista - Suporte à


Infraestrutura de Tecnologia da Informação) - Na VSAN da
VMware, o tamanho de um armazenamento de dados VSAN é
regido pelo número de HDDs por host vSphere e pelo número de
hosts vSphere no cluster, devendo-se considerar também espaço
para os metadados.

55. (2014 – CESPE - TC-DF - Analista de Administração


Pública - Microinformática e Infraestrutura de TI) - O recurso
VMware vSphere Replication tem como principal objetivo prover
balanceamento de carga por meio de replicação de dados, seguindo
a diretiva round-robin entre as máquinas virtuais, possibilitando aos
usuários, ao acessarem as máquinas virtuais, não sobrecarregarem
apenas uma máquina, o que torna a infraestrutura resiliente.

56. (2015 - Cespe - TJDFT - Analista Judiciario) - Julgue os


próximos itens, relativos ao VMWare. O VMWare, embora aumente a
produtividade, não possibilita reduzir custos de TI em uma organização.

57. (2015 - Cespe - TJDFT - Analista Judiciario) - O VMWare é útil


em ambientes de suporte devido ao fato de permitir a execução
simultânea de diferentes sistemas operacionais em uma única máquina
física.

58. (2015 - Cespe - TRE-RS - Tecnico Judiciario - Cargo 7) -


Considerando o teorema de Popek e Goldberg, segundo o qual, para
qualquer computador convencional de terceira geração, um
hipervisor poderá ser construído se o conjunto de instruções
sensíveis daquele computador for um subconjunto de seu conjunto
de instruções privilegiadas, assinale a opção correta.

a) A replicação de hardware é uma forma de virtualização na qual as


aplicações de um sistema operacional X são executadas sobre outro
sistema operacional Y, na mesma plataforma de hardware.
b) Os hipervisores nativos oferecem uma camada de virtualização
composta por um sistema operacional hóspede e por um hardware virtual

www.estrategiaconcursos.com.br 102 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

criado sobre os recursos de hardware oferecidos pelo sistema operacional


nativo.
c) Em processadores que não sigam a restrição enunciada no teorema de
Popek e Goldberg, é possível realizar a virtualização sem custo de
desempenho, tratando-se as instruções sensíveis por meio da
virtualização total ou da paravirtualização.
d) Na virtualização por emulação, o sistema operacional convidado e suas
aplicações, desenvolvidas para uma plataforma de hardware A, são
executados sobre uma plataforma de hardware B, distinta daquela.
e) Na tradução dinâmica, as instruções de máquina das aplicações são
traduzidas, durante a execução, em outras instruções mais eficientes para
a mesma plataforma.

59. (2015 - Cespe - TCE/RN - Auditor TI) - A respeito de


virtualização, julgue os itens que se seguem. Na virtualização por
computação em nuvem, os aplicativos e dados são armazenados em
servidores fora da organização, podendo ser acessados por meio de
tablets e smartfones, sem, necessariamente, se acessar a Internet.

60. (2015 - Cespe - TCE/RN - Auditor TI) - A respeito de


virtualização, julgue os itens que se seguem. Para se reduzir os
gastos com a compra de equipamentos mais potentes e
direcionados aos usuários finais de uma rede, deve-se optar pela
virtualização de desktops executados no servidor, o que propiciará
melhor desempenho na área de trabalho da máquina e também
acesso por meio de tablets.

61. (2015 – Cespe – TRE/PE – Tecnico Judiciário) - O tipo de


virtualização utilizada para separar o sistema operacional e suas
aplicações do dispositivo físico é denominado virtualização de:

a) hardware.
b) servidor.
c) aplicação.
d) desktop.
e) aplicativos.

www.estrategiaconcursos.com.br 103 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

62. (2014 - ESAF - MF - Assistente Técnico


Administrativo) - A virtualização de servidores é o
particionamento de um servidor físico em múltiplos servidores a fim
de que cada um:

a) tenha os provedores e as capacidades de monitoramento em sua


própria máquina de compilação.
b) tenha a execução e as aparências de provedores semânticos em
sua própria hierarquia dedicada.
c) tenha a aparência e as capacidades de execução em sua
própria máquina dedicada.
d) virtualize usuários dedicados em sua máquina de centralização
dedicada
e) tenha a aparência lógica das capacidades de roteamento em sua
própria máquina de depuração.

63. (2013 - ESAF – STN - AFC Tecnologia da Informação) -


A tecnologia de virtualização permite que um único computador:

a) hospede apenas uma única máquina virtual, com diferentes sistemas


operacionais.
b) hospede múltiplas máquinas virtuais, desde que cada uma tenha o
mesmo sistema operacional.
c) hospede até duas máquinas virtuais de particionamento, apenas tendo
cada uma o mesmo sistema operacional.
d) hospede múltiplas máquinas virtuais, cada uma com seu próprio
sistema operacional.
e) hospede apenas múltiplas máquinas virtuais de compartilhamento de
compilação, cada uma com seu próprio sistema operacional de mesmo
desempenho.

64. (2012 - ESAF – CGU - Tecnologia da Informação - Infra-


estrutura de TI) - A Virtualização pode ser classificada em três
tipos na arquitetura x86:

a) Virtualização total, Paravirtualização, Virtualização assistida pelo


hardware.
b) Virtualização abrangente, Metavirtualização, Virtualização assistida
pelo software.

www.estrategiaconcursos.com.br 104 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

c) Virtualização assistida pelo sistema operacional, Metavirtualização,


Virtualização assistida pelo hardware.
d) Virtualização total, hipervirtualização, Virtualização de translação
binária.
e) Virtualização assistida pelo sistema operacional, hipervirtualização,
Virtualização assistida pela máquina virtual.

65. (2012 - ESAF - CGU - Analista de Finanças e


Controle) - A Virtualização pode ser classificada em três tipos na
arquitetura x86:

a) Virtualização total, Paravirtualização, Virtualização assistida pelo


hardware.
b) Virtualização abrangente, Metavirtualização, Virtualização assistida
pelo software.
c) Virtualização assistida pelo sistema operacional, Metavirtualização,
Virtualização assistida pelo hardware.
d) Virtualização total, hipervirtualização, Virtualização de translação
binária.
e) Virtualização assistida pelo sistema operacional, hipervirtualização,
Virtualização assistida pela máquina virtual.

66. (2012 - ESAF – 2012 – CGU - Tecnologia da


Informação/Infra-estrutura de TI) - O Hypervisor, ou Monitor
de Máquina Virtual (Virtual Machine Monitor − VMM), é uma camada
de software entre

a) o sistema operacional e a máquina virtual.


b) o sistema operacional e o aplicativo.
c) o hardware e o sistema operacional.
d) o aplicativo e o hardware.
e) o hardware e a máquina virtual.

67. (2012 - ESAF - Receita Federal - Analista


Tributário da Receita Federal) - A virtualização é a tecnologia
central de um Data Center e, basicamente, transforma um servidor
físico em vários servidores virtuais. De maneira simples, isto é
realizado por meio da camada de virtualização que entrega para o

www.estrategiaconcursos.com.br 105 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

sistema operacional convidado um conjunto de instruções de


máquina equivalente ao processador físico. A camada de
virtualização de servidores mais conhecida é o

a) Virtual Supervisor.
b) Mega Supervisor.
c) Megavisor.
d) Opervisor.
e) Hypervisor.

68. (2012 - ESAF - CGU - Analista de Finanças e


Controle) - A solução de Virtualização da VMware é baseada nos
hypervisors ESX e ESXi, que são considerados hypervisors do tipo:

a) Vstorage.
b) De borda.
c) Double.
d) Baremetal.
e) Double sphere.

69. (2013 - FUNRIO - MPOG - Analista de Tecnologia


da Informação) - Como é conhecida a técnica que permite um
sistema operacional rodar vários sistemas operacionais convidados
diferentes em um único equipamento?

a) Máquina virtual.
b) Virtualização de sistema operacional.
c) Consolidação de sistema operacional.
d) Virtualização de aplicação.
e) Consolidação de aplicação.

70. (2013 - CESGRANRIO - BNDES - Profissional


Básico - Análise de Sistemas – Suporte) - Na aplicação das
técnicas de virtualização, as máquinas virtuais

a) podem utilizar sistemas operacionais diferentes no mesmo


computador.
b) operam uma de cada vez e a sua troca exige novo boot.
c) aumentam a despesa com a energia elétrica.
d) consomem memória do host mesmo desligadas.
e) multiplicam a disponibilidade de memória física do host.

www.estrategiaconcursos.com.br 106 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

71. (2014 - FUMARC - AL-MG - Analista de Sistemas) -


Muitas empresas têm caminhado no sentido de virtualizar seu
parque de servidores e estações de trabalho. Considerando essa
técnica de virtualização, analise as seguintes afirmativas:

I. Alguns pontos favoráveis da virtualização são: economia com energia e


espaço físico; facilidade de adequação do recurso, ou seja, quando um
servidor virtual precisar de mais CPU ou memória, é possível alocar sem
maiores problemas; entre outros benefícios.
II. O investimento inicial em uma estrutura para virtualização é menor do
que em uma estrutura física real, sendo que a virtual pode ser comprada
aos poucos, ou ainda, podemos comprar primeiro os servidores, depois o
storage, em seguida o switch core que integram os servidores etc.
III. O tempo para se disponibilizar um serviço em um ambiente virtual é
maior que em um ambiente físico, considerando que, nos dois casos, será
necessário instalar o sistema operacional do servidor e o serviço
desejado.

Está CORRETO apenas o que se afirma em:

a) I
b) II
c) III
d) I e III

72. (2012 - FAPERP - TJ-PB - Técnico Judiciário -


Tecnologia da Informação) - Um sistema de virtualização
permite particionar um único servidor em diversos servidores
virtuais independentes, sendo que cada servidor pode executar um
sistema operacional diferente. Uma consequência dessa
virtualização e:

a) Dificulta a realização de backup.


b) Aumento do uso de memória.
c) Dificulta a transferência das máquinas virtuais.
d) Melhora o aproveitamento dos recursos da máquina.

73. (2010 - CESGRANRIO - IBGE - Analista de


Sistemas) - Durante uma reunião da equipe de TI de uma

www.estrategiaconcursos.com.br 107 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

empresa, para discutir a estratégia de virtualização dos seus


servidores, um analista fez as seguintes considerações sobre os
inconvenientes relacionados à virtualização:

I - a virtualização não pode ser utilizada quando as aplicações que


rodarão em um ambiente virtualizado precisam acessar dispositivos
conectados à porta paralela ou à USB, pois os softwares de virtualização
ignoram a existência desses dispositivos;
II - existe um grande consumo de memória RAM dos servidores, dado que
cada máquina virtual vai ocupar uma área separada da mesma;
III - o gerenciamento fica descentralizado, e o suporte e a manutenção
ficam mais complexos quando comparados a um ambiente que não utiliza
virtualização, mas sim, máquinas físicas para suprir as necessidades.

Está(ão) correto(s) a(s) consideração(ões)


a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) III, apenas.
d) I e II, apenas.
e) I, II e III.

74. (2013 - CETRO – ANVISA - Área 5) - Com relação a


sistemas virtualizados, é correto o que se afirma em

I. Os sistemas virtualizados são menos seguros que as máquinas físicas,


pois se o sistema operacional hospedeiro tiver alguma vulnerabilidade,
todas as máquinas virtuais que estão hospedadas nessa máquina física
estão vulneráveis.
II. Nos sistemas virtualizados, a introdução de uma camada extra de
software entre o sistema operacional e o hardware gera um custo de
processamento superior ao que se teria sem a virtualização.
III. Há máquinas que permitem a virtualização no nível de processador
em que as instruções são executadas diretamente no processador
hospedeiro, exceto as instruções privilegiadas que serão virtualizadas pelo
Monitor de Máquina Virtual.

É correto o que se afirma em:

a) I, II e III.
b) II e III, apenas
c) III, apenas.
d) II, apenas.
e) I, apenas.

www.estrategiaconcursos.com.br 108 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

75. (2012 - MPE-RS - MPE-RS - Técnico Superior de


Informática) - Em relação à virtualização, considere as afirmações
abaixo.

I. Os sistemas operacionais que executam em máquinas virtuais não


precisam de licenças, pois as mesmas estão relacionadas apenas aos
sistemas instalados diretamente no hardware. É preciso respeitar apenas
a licença da ferramenta de virtualização empregada.
II. A virtualização completa possibilita a execução, em uma máquina
virtual, de um sistema operacional hóspede, sem a necessidade de
modificá-lo.
III. Ao instalar programas aplicativos em sistemas operacionais que
executam em máquinas virtuais, é necessário respeitar as suas
respectivas licenças de software.
Quais afirmações estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

76. (2014 - FUNCAB - MDA - Analista de Sistema


Operacional) - Existem modos diferentes de virtualização, cada
um com suas vantagens e desvantagens. O modo de virtualização
que não necessita de uma tecnologia de virtualização assistida pelo
hardware, porém necessita mudanças no sistema operacional
hospede é mais conhecido como:

a) virtualização completa.
b) virtualização simples.
c) pró-virtualização.
d) virtualização conceitual.
e) paravirtualização

77. (2014 - CESGRANRIO - FINEP - Analista - Suporte


de Informática) - Cada máquina virtual, que recebe uma cópia da
máquina real, pode fornecer facilidades e recursos a uma aplicação
ou mesmo a um sistema operacional convidado (guest). A técnica
de virtualização na qual o sistema operacional convidado sofre

www.estrategiaconcursos.com.br 109 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

modificações para que a interação com o hypervisor (monitor de


máquina virtual) seja mais eficiente é a técnica de;

a) virtualização limitada
b) virtualização parcial
c) virtualização total
d) paravirtualização
e) metavirtualização

78. (2014 - FGV - PROCEMPA - Analista em TI e


Comunicação - Analista em Infraestrutura e Redes
Computacionais) - Um determinado ambiente de virtualização
apresenta as características a seguir.

I. Sistema operacional modificado.


II. Acesso direto ao hardware.
III. Uso de múltiplos processadores.
IV. Uso de chamadas de monitor (hypervisor calls) de alto nível.

Dentre os itens listados, assinale a opção que apresenta as características


de um sistema paravirtualizado.
a) Apenas I e IV.
b) Apenas I, II e III.
c) Apenas II e IV.
d) Apenas II, III e IV.
e) Apenas I e III.

79. (2013 - FCC - DPE-SP - Agente de Defensoria -


Engenheiro de Redes) - Dentre as técnicas de virtualização de
computadores, a que apresenta melhor desempenho computacional
é a técnica de

a) emulação de hardware.
b) paravirtualização.
c) virtualização baseada em containers.
d) virtualização completa.
e) virtualização paralela.

80. (2013 - FCC - DPE-SP - Agente de Defensoria -


Engenheiro de Redes) - A virtualização de computadores é uma

www.estrategiaconcursos.com.br 110 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

tecnologia que utiliza uma camada de abstração dos recursos reais


dos computadores. Existem diferentes técnicas de virtualização
aplicadas em plataformas comerciais, dentre eles: VMWare,
VirtualBox e KVM que utilizam a técnica de

a) simulação.
b) paravirtualização.
c) virtualização incompleta.
d) virtualização completa.
e) divisão.

81. (2013 - IADES - EBSERH - Analista de Tecnologia


da Informação - Suporte e Redes) - Sobre máquinas virtuais,
assinale a alternativa correta.

a) Na paravirtualização, o sistema convidado (guest) pode acessar


diretamente recursos de hardware, proporcionando melhor desempenho.
b) Na virtualização total, o monitor de máquinas virtuais pode ser
dispensado, pois o sistema convidado é completo e tem plenos poderes
sobre o hospedeiro.
c) Não há diferença de desempenho entre virtualização total e
paravirtualização.
d) Na paravirtualização, é necessária a implementação de máquina
virtual JAVA, para que se possa prover serviços de acesso e controle
remotos.
e) A memória do sistema hospedeiro é, normalmente, compartilhada
entre convidados, de forma que as máquinas virtuais sobre um sistema
real têm a possibilidade de livre comunicação e troca de dados,
diretamente na RAM.

82. (2012 - CESGRANRIO - LIQUIGAS - Profissional


Júnior - Análise de Infraestrutura) - A paravirtualização é uma
solução alternativa para quando ocorrem problemas de desempenho
da virtualização total. Para possibilitar esse tipo de virtualização,

a) apenas o sistema convidado deve ser modificado para chamar a


máquina virtual sempre que for executar uma instrução privilegiada.
b) apenas os programas aplicativos executados no sistema convidado
devem ser modificados para chamarem a máquina virtual sempre que
forem executar uma instrução privilegiada.
c) o sistema convidado e os programas aplicativos que nele são
executados devem ser modificados para chamarem a máquina virtual
sempre que forem executar uma instrução privilegiada.

www.estrategiaconcursos.com.br 111 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

d) o sistema convidado e os programas aplicativos nele executados não


devem ser modificados, por isso não precisam chamar a máquina virtual
quando forem executar uma instrução privilegiada.
e) o sistema convidado deve utilizar a virtualização total, já os
programas nele executados devem utilizar a paravirtualização.

83. (2014 - FCC - Câmara Municipal de São Paulo - SP -


Consultor Técnico Legislativo – Informática) - Ao longo dos
anos, as máquinas virtuais vêm sendo utilizadas em processamento
distribuído e para diversas finalidades. Considere os conceitos
relacionados à virtualização.

I. Em vez da utilização de vários equipamentos com seus respectivos


sistemas operacionais, utiliza-se somente um computador com máquinas
virtuais abrigando os vários sistemas operacionais e suas respectivas
aplicações e serviços.
II. Trata-se de uma espécie de plataforma implementada no hospedeiro
que recebe os sistemas a serem virtualizados, controlando os seus
recursos e mantendo-os "invisíveis" em relação aos outros.
III. Técnica utilizada para virtualização em que o sistema a ser
virtualizado (sistema convidado) sofre modificações para que a interação
com o monitor de máquinas virtuais seja mais eficiente. O sistema
operacional do hóspede executa em uma máquina virtual similar ao
hardware físico, mas não equivalente.

Os itens I, II e III definem, correta e respectivamente,


a) server center, emulador e recompilação dinâmica.
b) time-sharing, Virtual Machine Monitor e virtualização total.
c) consolidação de servidores, hypervisor e paravirtualização.
d) server center, Virtual Machine Monitor e virtualização total.
e) consolidação de servidores, emulador e paravirtualização.

84. (2014 - FGV - PROCEMPA - Analista em TI e


Comunicação - Analista em Infraestrutura e Redes
Computacionais) - O uso de recursos de virtualização presentes
em processadores modernos, como VT-x e AMD-V, caracteriza a

a) virtualização de entrada e saída


b) virtualização executada por CPU.
c) emulação por CPU.
d) virtualização assistida por hardware.
e) paravirtualização.

www.estrategiaconcursos.com.br 112 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

85. (2014 - FCC - TRF - 1ª REGIÃO - Analista


Judiciário - Área de Apoio Especializado) - A capacidade do
kernel do SO hóspede comunicar-se com hypervisor resulta em
melhor desempenho. Trata-se de um esquema de

a) emuladores por zonas.


b) paravirtualização.
c) máquinas virtuais por zonas.
d) máquina virtual de núcleo único.
e) virtualização cliente-servidor.

86. (2014 - FEPESE - MPE-SC - Analista - Tecnologia


da Informação) - Analise as afirmativas abaixo com relação à
Virtualização.

1. A implementação de máquinas virtuais pode ser obtida por intermédio


das técnicas de virtualização total e paravirtualização.
2. Permite aperfeiçoar a estrutura de TI, rodando diversos servidores
virtuais em uma mesma máquina física.
3. No uso da virtualização dois tipos de arquitetura são encontrados: a
hosted e a bare metal.
4. No caso da virtualização Bare Metal o monitor de máquinas virtuais é
implementado como uma aplicação sobre o sistema operacional
hospedeiro. Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas
corretas.

a) São corretas apenas as afirmativas 2 e 4.


b) São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 3.
c) São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 4.
d) São corretas apenas as afirmativas 2, 3 e 4
e) São corretas as afirmativas 1, 2, 3 e 4.

87. (2015 - SRH - UERJ - Analista de Sistemas) - O


software hipervisor usado em soluções de virtualização de
servidores também virtualiza as interfaces de rede. Uma
consequência que isso tem para o appliance de rede virtual é:

a) futuramente, a latência de processamento das operações de rede


podem ser diminuídas

www.estrategiaconcursos.com.br 113 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

b) a troca de dados entre máquinas virtuais é facilitada pelo acesso


direto aos seus espaços de endereçamento
c) softwares importantes, como os de decodificação e análise de
contexto, que usam muitos ciclos de CPU serão beneficiados
d) operações de entrada e saída feitas pelos appliances de rede virtuais
resultam em ciclos extras de CPU associados às trocas de contexto.

88. (2014 - FEPESE - MPE-SC - Analista - Tecnologia


da Informação) - Com relação à tecnologia de virtualização são
realizadas as seguintes afirmativas:

1. A tecnologia de virtualização permite que existam vários sistemas


operacionais de maneira concorrente em um único servidor físico, em que
cada um dos sistemas operacionais é executado como um computador
independente.
2. Uso eficiente de recursos de hardware é um dos benefícios de utilização
da tecnologia de virtualização.
3. Hosted e bare-metal constituem duas arquiteturas de virtualização que
podem ser usadas na instalação do software de virtualização.
4. Parallels Desktop e VMWare Workstation são exemplo de produtos que
permitem o uso da tecnologia de virtualização.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.


a) São corretas apenas as afirmativas 1 e 3.
b) São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 3.
c) São corretas apenas as afirmativas 1, 3 e 4.
d) São corretas apenas as afirmativas 2, 3 e 4.
e) São corretas as afirmativas 1, 2, 3 e 4.

89. (2014 - VUNESP - EMPLASA - Analista


Administrativo - Tecnologia da Informação) - Muitos
ambientes de virtualização permitem que snapshots do sistema
virtual sejam criados. Eles têm a função de

a) testar o desempenho do sistema em um determinado momento.


b) evitar que a máquina virtual seja infectada por softwares mal
intencionados
c) copiar o conteúdo da tela e salvar em um arquivo de imagem
d) armazenar o estado do sistema em um determinado instante no
tempo.
e) verificar os dados do sistema à procura de erros.

www.estrategiaconcursos.com.br 114 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

90. (2012 - UNIRIO - UNIRIO - Técnico em Tecnologia


da Infomação – Desenvolvimento) - São exemplos de
ferramentas de virtualização de sistemas operacionais, EXCETO :

a) Xen.
b) VirtualDesk.
c) VMWare.
d) VirtualPC.
e) VirtualBox.

91. (2012 - FCC - MPE-PE - Analista Ministerial –


Informática) - O sistema de virtualização VMware, quando
executado em um processador x86 sem extensões de virtualização,
se comporta como um hipervisor:

a) tipo 2, empregando interpretação pura para acelerar a execução do


hóspede.
b) tipo 2, empregando tradução binária para acelerar a execução do
hóspede.
c) tipo 1, empregando trap and emulate para acelerar a execução do
hóspede.
d) tipo 1, empregando interpretação pura para acelerar a execução do
hóspede.
e) tipo 1, emulando apenas os dispositivos de E/S para acelerar a
execução do hóspede.

92. (2008 - CESGRANRIO - CAPES - Analista de


Sistemas) - Xen e VMWare são produtos relacionados à tecnologia

a) Virtualização
b) Banco de dados
c) VoIP
d) BPM
e) XML

93. (2014 - UNIRIO - UNIRIO - Analista Tecnologia da


Informação - Segurança da Informação) - Com relação aos
softwares que fazem parte da plataforma de virtualização VMware,
é CORRETO dizer que

www.estrategiaconcursos.com.br 115 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

a) o vSphere ESXi é um hipervisor do tipo bare-metal e o vCenter é uma


plataforma de gerenciamento e análise de desempenho da infraestrutura
virtualizada.
b) o Xen Server é um hipervisor do tipo bare-metal e o vSphere é uma
plataforma de gerenciamento e análise de desempenho da infraestrutura
virtualizada.
c) o Xen Server é um hipervisor do tipo hospedado e o vSphere é uma
plataforma para acesso individualizado e monitoramento de cada máquina
virtual.
d) o vCenter ESXi é um hipervisor do tipo bare-metal e o vSphere é uma
plataforma para acesso individualizado e monitoramento de cada máquina
virtual.
e) o vSphere ESXi é um hipervisor do tipo hospedado e o Xen é uma
plataforma de gerenciamento e análise de desempenho da infraestrutura
virtualizada

94. (2013 - COVEST-COPSET - UFPE - Analista de


Tecnologia da Informação - Suporte e Redes) - Qual dos
seguintes produtos de virtualização representa virtualizações na
modalidade bare metal:

a) DOS EMU
b) Virtual PC
c) Parallels
d) VMware ESXi
e) Virtual Box

95. (2015 - FCC - CNMP - Analista do CNMP -


Tecnologia de Informação e Comunicação Suporte e
Infraestrutura) - Atualmente existem diversos sistemas de
virtualização de plataformas computacionais, dentre eles, o VMWare
e o Xen, sendo que o VMWare tem como característica

a) realizar a virtualização total e o Xen realizar a paravirtualização.


b) realizar a paravirtualização e o Xen realizar a hipervirtualização.
c) apresentar desempenho maior, se comparado ao Xen.
d) realizar a hipervirtualização e o Xen realizar a virtualização total.
e) necessitar de configurações específicas para o sistema operacional
virtualizado e o Xen não necessitar.

www.estrategiaconcursos.com.br 116 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

96. (2014 - FGV - TJ-GO - Analista Judiciário - Análise


de Sistemas) - Em relação à virtualização de um sistema
computacional, a alternativa que NÃO representa um fator
importante sobre o tempo de resposta do sistema virtualizado é:

a) o uso de chamadas de monitor (hypervisor calls) de alto nível;


b) a arquitetura de CPU do sistema virtualizado;
c) o tipo da emulação de E/S;
d) o suporte a ACPI na máquina virtual (guest);
e) o sistema de arquivos do hospedeiro (host).

97. (CESGRANRIO – 2008 – CAPES – Analista de Sistemas)


Xen e VMWare são produtos relacionados à tecnologia:

f) Virtualização
g) Banco de dados
h) VoIP
i) BPM
j) XML

98. (CESGRANRIO – 2013 – BNDES – Analista de Sistemas)


Na aplicação das técnicas de virtualização, as máquinas virtuais:

f) podem utilizar sistemas operacionais diferentes no mesmo


computador.
g) operam uma de cada vez e a sua troca exige novo boot.
h) aumentam a despesa com a energia elétrica.
i) consomem memória do host mesmo desligadas.
j) multiplicam a disponibilidade de memória física do host.

99. (FUNCAB - 2013 - CODATA - Auxiliar de Informática -


Apoio ao Usuário) Analise as seguintes sentenças.

I. Na virtualização de servidores, existe um único sistema operacional e


vários programas trabalhando em paralelo.
II. Existem várias ferramentas de virtualização no mercado e o VMware é
uma delas.
III. A virtualização de desktops permite que as aplicações rodem em
máquinas virtuais isoladas e ao mesmo tempo compartilhem recursos de
hardware como CPU, memória, disco e rede.

www.estrategiaconcursos.com.br 117 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

É (são) verdadeira(s), somente:


a) I
b) II
c) III
d) I e III
e) II e III

100. (2015 - FCC - Analista Judiciário – Análise de Sistemas –


TRE-RS) - No que se refere à virtualização, assinale a opção correta.

a) As implementações da virtualização total utilizam controladores de


dispositivos padronizados e específicos, que garantem o uso da capacidade total
dos dispositivos, com reflexo direto no desempenho geral do sistema.

b) Um dos aspectos de segurança importantes das máquinas virtuais é que, por


conta do isolamento, caso o sistema operacional hospedeiro apresente alguma
vulnerabilidade de segurança, as máquinas virtuais hospedadas nessa máquina
física não estarão sujeitas a essa vulnerabilidade, desde que executem outro
sistema operacional.

c) Entre os usos da virtualização, a consolidação de servidores é que prevê a


colocação de vários servidores virtuais em cada máquina física e a virtualização
de toda a estrutura da rede, com a criação de comutadores, roteadores e outros
equipamentos virtuais interconectados às máquinas virtuais.

d) Os hipervisores do tipo 2 são executados diretamente sobre o hardware para


controlar e gerenciar diretamente os sistemas operacionais visitantes das
máquinas virtuais.

e) Na paravirtualização, o sistema operacional é modificado para chamar o


hipervisor sempre que executar uma instrução sensível que possa alterar o
estado desse sistema.

www.estrategiaconcursos.com.br 118 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Dicas de estudo

Pessoal, não fiquem satisfeitos simplesmente ao saber a resposta,


seja ela certa ou errada. Um ponto importante é analisar por que vocês
erraram uma questão. Se acertarem a resposta, observem a questão
como um todo, ela pode nos dizer muito.

Identifiquem e anotem os erros. Concurseiro aprovado é aquele que


erra menos. ;)

Para as questões erradas, vocês podem adotar um código como o


seguinte:

0 – Errei! Esqueci o conteúdo.


1 – Errei! Não li o conteúdo.
2 – Errei! Falta de atenção.
3 – Errei! Não entendi a questão.
4 – Errei! Não identifiquei o motivo. ;-)

Depois revisem e atentem para os principais motivos de estarem


errando a resposta. Não deixem de acompanhar sua evolução no decorrer
do curso.

Aproveitem agora para revisar o assunto. Como viram, as questões


são recorrentes, e muitas vezes repetitivas. Revisar é fundamental.

Anotem abaixo o desempenho de vocês nesta aula.

ASSUNTO ACERTOS ERROS


1. Virtualização
2. VMWare
TOTAL

www.estrategiaconcursos.com.br 119 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Gabarito

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
CERTA CERTA CERTA CERTA ERRADA CERTA ERRADA ERRADA ERRADA CERTA
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
CERTA ERRADA ERRADA ERRADA CERTA CERTA CERTA CERTA CERTA CERTA
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
CERTA CERTA ERRADA CERTA ERRADA ERRADA CERTA ERRADA ERRADA CERTA
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
CERTA CERTA CERTA CERTA CERTA ERRADA CERTA ERRADA ERRADA CERTA
41 42 43 44 45 46 47 48 49 50
CERTA ERRADA ERRADA ERRADA A ERRADA CERTA ERRADA ERRADA CERTA
51 52 53 54 55 56 57 58 59 60
CERTA CERTA ERRADA CERTA ERRADA ERRADA CERTA E ERRADA CERTA
61 62 63 64 65 66 67 68 69 70
D C D A A C E D B A
71 72 73 74 75 76 77 78 79 80
A D B A D E D A C D
81 82 83 84 85 86 87 88 89 90
A A C D B B D E D B
91 92 93 94 95 96 97 98 99 100
B A A D A D A A E E
101 102 103 104 105 106 107 108 109 110
- - - - - - - - - -

www.estrategiaconcursos.com.br 120 de 121

00000000000 - DEMO
Tecnologia da Informação- Sistemas Operacionais
Prof Celson Jr. - Aula 06

Considerações finais

Pessoal, chegamos ao final da nossa aula! Espero que tenham


gostado e que tenham chegado animados ao final da aula.

Que acharam? Cumprimos nosso objetivo? Se quiserem ver alguma


questão de Virtualização comentada, podem mandar sugestões para meu
e-mail.

Pessoal, nesta aula conhecemos melhor os conceitos e as principais


características das Soluções de Virtualização. Mantendo nossa proposta,
nos aprofundamos apenas no nível que pode ser exigido pelas bancas.

Na próxima aula veremos outros tópicos de Sistemas Operacionais.

Grande abraço. Até a próxima!

Celson Jr.

www.estrategiaconcursos.com.br 121 de 121

00000000000 - DEMO