Вы находитесь на странице: 1из 9

jusbrasil.com.br

12 de Abril de 2017

InteiroTeor

INTEIRO TEOR

EMENTA PARA CITAÇÃO

Inteiro Teor

AgRgnoAGRAVOEMRECURSOESPECIALNº452.332­RS(2013∕0412548­8)

RELATOR

:MINISTROMAUROCAMPBELLMARQUES

AGRAVANTE

:DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DO RIO

GRANDEDOSUL­DETRAN∕RS

PROCURADOR

:SÉRGIODEBARCELLOSBOEHLEOUTRO(S)

AGRAVADO

:SILVIACHIOMENTO

ADVOGADOS

:MARCUSVINÍCIUSBATTISTELLO

RODRIGOANTÔNIOZARDO

EMENTA

PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO.AGRAVOEM RECURSOESPECIAL.

RESPONSABILIDADEDOANTIGOPROPRIETÁRIOPORINFRAÇÕESCOMETIDAS

APÓSA VENDA DOVEÍCULO.AUSÊNCIA DEREGISTRODETRANSFERÊNCIA

JUNTOAODETRAN.COMPROVAÇÃODAVENDA.REGRADOARTIGO134DOCTB

1.Ocernedacontrovérsiaresidenaexistênciaderesponsabilidadedoantigoproprietáriodo

automóvelemrelaçãoàinfraçãocometidaapósasuavendaquandoatransferêncianãoé

comunicadaaoDetran.

2.AjurisprudênciadoSuperiorTribunaldeJustiçaorientanosentidodequeanormacontida

noart.134doCódigodeTrânsitoBrasileirodevesermitigada,tendoemvistaaorientaçãode

que,havendonotíciadatransferênciadoveículo,emboratardia,inexistearesponsabilidade

doantigoproprietáriopelasinfraçõescometidasemmomentoposterioràtradiçãodobem.

Precedentes

3. Verifica­se que não houve declaração de inconstitucionalidade do art. 134 do CTB,

tampoucooafastamentodeste,mastãosomenteainterpretaçãododireitoinfraconstitucional

aplicávelàespécie,não podendo sefalaremviolação àcláusuladereservadeplenário

previstanoart.97daConstituiçãoFederalemuitomenosàSúmulaVinculanten.10doSTF.

Precedentes.

4.Agravoregimentalnãoprovido.

ACÓRDÃO

Vistos,relatadosediscutidosessesautosemquesãopartesasacimaindicadas,acordamos

MinistrosdaSEGUNDATURMAdoSuperiorTribunaldeJustiça,naconformidadedosvotose

dasnotastaquigráficas,oseguinteresultadodejulgamento:

"ATurma,porunanimidade,negouprovimentoaoagravoregimental,nostermosdovotodo

(a)Sr(a).Ministro(a)­Relator(a)."

ASra.MinistraAssuseteMagalhães,osSrs.MinistrosHumbertoMartins,HermanBenjamine

OgFernandesvotaramcomoSr.MinistroRelator.

PresidiuojulgamentooSr.MinistroMauroCampbellMarques.

Brasília(DF),18demarçode2014.

MINISTROMAUROCAMPBELLMARQUES,Relator

AgRgnoAGRAVOEMRECURSOESPECIALNº452.332­RS(2013∕0412548­8)

RELATOR

:MINISTROMAUROCAMPBELLMARQUES

AGRAVANTE

:DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DO RIO

GRANDEDOSUL­DETRAN∕RS

PROCURADOR

:SÉRGIODEBARCELLOSBOEHLEOUTRO(S)

AGRAVADO

:SILVIACHIOMENTO

ADVOGADOS

:MARCUSVINÍCIUSBATTISTELLO

RODRIGOANTÔNIOZARDO

RELATÓRIO

O EXMO. SR. MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES(Relator): Trata­se de

agravo regimentalinterposto pelo Departamento Estadualdo Trânsito do Estado do Rio

GrandedoSul­DETRAN∕RScontradecisãomonocráticademinharelatoriaementadanos

seguintestermos:

PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL.

RESPONSABILIDADEDOANTIGOPROPRIETÁRIOPOR INFRAÇÕESCOMETIDASAPÓSA

VENDADOVEÍCULO.AUSÊNCIADEREGISTRODETRANSFERÊNCIAJUNTOAODETRAN.

COMPROVAÇÃODAVENDA.REGRADOARTIGO134DOCTBMITIGADA.PRECEDENTES.

Oagravantealegaviolaçãoaoart.97daConstituiçãoFederaleaosartigos480e481doCPC.

Sustentaque"a"mitigação"oua"relativização"daobrigaçãodecomunicaçãodevendado

veículoeqüivaleaumadeclaraçãoimplícitadeinconstitucionalidadeparcialdoartigo134

doCTBe,porconseguinte,àviolação àchamadacláusulado fullbench(artigo97 da

ConstituiçãodoBrasil)"(fls.183).

Éorelatório.

AgRgnoAGRAVOEMRECURSOESPECIALNº452.332­RS(2013∕0412548­8)

EMENTA

PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO.AGRAVOEM RECURSOESPECIAL.

RESPONSABILIDADEDOANTIGOPROPRIETÁRIOPORINFRAÇÕESCOMETIDAS

APÓSA VENDA DOVEÍCULO.AUSÊNCIA DEREGISTRODETRANSFERÊNCIA

JUNTOAODETRAN.COMPROVAÇÃODAVENDA.REGRADOARTIGO134DOCTB

1.Ocernedacontrovérsiaresidenaexistênciaderesponsabilidadedoantigoproprietáriodo

automóvelemrelaçãoàinfraçãocometidaapósasuavendaquandoatransferêncianãoé

comunicadaaoDetran.

2.AjurisprudênciadoSuperiorTribunaldeJustiçaorientanosentidodequeanormacontida

noart.134doCódigodeTrânsitoBrasileirodevesermitigada,tendoemvistaaorientaçãode

que,havendonotíciadatransferênciadoveículo,emboratardia,inexistearesponsabilidade

doantigoproprietáriopelasinfraçõescometidasemmomentoposterioràtradiçãodobem.

Precedentes

3. Verifica­se que não houve declaração de inconstitucionalidade do art. 134 do CTB,

tampoucooafastamentodeste,mastãosomenteainterpretaçãododireitoinfraconstitucional

aplicávelàespécie,não podendo sefalaremviolação àcláusuladereservadeplenário

previstanoart.97daConstituiçãoFederalemuitomenosàSúmulaVinculanten.10doSTF.

Precedentes.

4.Agravoregimentalnãoprovido.

VOTO

OEXMO.SR.MINISTROMAUROCAMPBELLMARQUES(Relator):

Opresenteagravoregimentalnãomerecelograrêxito.

Comefeito,dessume­sedasrazõesrecursaisqueoagravantenãotrouxeelementossuficientes

parainfirmaradecisãoagravada,que,defato,deuasoluçãoquemelhorespelhaaorientação

jurisprudencialdoSTJsobreamatéria.

Portanto,nenhumacensuramereceodecisórioorarecorrido,quedevesermantidopelos

seusprópriosejurídicosfundamentos,inverbis:

[ ]

Ainsurgêncianãoprospera.

Ocernedacontrovérsiaresidenaexistênciaderesponsabilidadedoantigoproprietáriodo

automóvelemrelaçãoàinfraçãocometidaapósasuavendaquandoatransferêncianãoé

comunicadaaoDetran.

Estaéaletradoartigo134doCódigodeTrânsitoBrasileiro:

Art.134.Nocasodetransferênciadepropriedade,oproprietárioantigodeveráencaminhar

aoórgãoexecutivodetrânsitodoEstadodentrodeumprazodetrintadias,cópiaautenticada

docomprovantedetransferênciadepropriedade,devidamenteassinadoedatado,sobpena

deterqueseresponsabilizarsolidariamentepelaspenalidadesimpostasesuasreincidências

atéadatadacomunicação.

Noentanto,édesedestacarqueajurisprudênciadoSuperiorTribunaldeJustiçaorientano

sentidodequeanormacontidanoart.134doCódigodeTrânsitoBrasileirodevesermitigada,

tendoemvistaaorientaçãodeque,havendonotíciadatransferênciadoveículo,embora

tardia, inexiste a responsabilidade do antigo proprietário pelas infrações cometidas em

momentoposterioràtradiçãodobem.Nestesentido,osseguintesprecedentes:

ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. ALIENAÇÃO DE

VEÍCULO AUTOMOTOR. MULTAS. RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA DO ALIENANTE.

INTERPRETAÇÃO MITIGADA DO ART. 134 DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO.

PRECEDENTES DO STJ. DECLARAÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DO REFERIDO

DISPOSITIVO.INEXISTÊNCIA.

1.Conforme jurisprudênciadestaCorte,"Comprovadaatransferênciadapropriedade do

veículo,afasta­searesponsabilidadedoantigoproprietáriopelasinfraçõescometidasapósa

alienação,mitigando­se,assim,ocomandodoart.134doCódigodeTrânsitoBrasileiro"(AgRg

noREsp1.024.8687∕SP,Rel.Min.CÉSARASFORROCHA,SegundaTurma,DJede6∕9∕11).

2. A decisão impugnada, ao contrário do que alega a agravante, não declarou a

inconstitucionalidadedoart.134doCTB,tendotãosomenteindicadoaadequadaexegesedo

referidodispositivolegal.

3.Agravoregimentalaquesenegaprovimento(AgRgnoREsp1378941∕PR,Rel.Ministro

SÉRGIOKUKINA,PRIMEIRATURMA,julgadoem17∕09∕2013,DJe24∕09∕2013).

PROCESSUALCIVILEADMINISTRATIVO.ALIENAÇÃODEVEÍCULOAUTOMOTOR.MULTAS.

RESPONSABILIDADESOLIDÁRIADOALIENANTE.INTERPRETAÇÃODOART.134DOCTB.

RELATIVIZAÇÃO.PRECEDENTES.

1.Hánosautosprovadequeaoraagravadatransferiuapropriedadedoveículoantesda

ocorrênciadosfatosgeradoresdasobrigações,ouseja,asinfraçõesdetrânsitoocorreram

antigoproprietárioencaminharaoórgãodetrânsito,dentrodoprazolegal,ocomprovantede

transferênciadepropriedade,sobpenadeseresponsabilizarsolidariamentepelaspenalidades

impostas.

3.Ocorrequetalregrasofremitigaçãoquandoficarcomprovadonosautosqueasinfrações

foram cometidas após aquisição do veículo por terceiro, mesmo que não ocorra a

transferência, nos termos do art. 134 do CTB, afastando a responsabilidade do antigo

proprietário.Precedentes.Súmula83∕STJ.

4.Mostra­sedespropositadaaargumentaçãodeinobservânciadacláusuladereservade

plenário(art.97daCRFB)edoenunciado10daSúmulavinculantedoSTF,pois,aocontrário

do afirmado pelo agravante, na decisão recorrida, não houve declaração de

inconstitucionalidadedosdispositivoslegaissuscitados,tampoucooseuafastamento,mas

apenasasuaexegese.Agravoregimentalimprovido(AgRgnosEDclnoAREsp299.103∕RS,

Rel. Ministro HUMBERTO MARTINS, SEGUNDA TURMA, julgado em 20∕08∕2013, DJe

30∕08∕2013).

ADMINISTRATIVO.ALIENAÇÃODEVEÍCULOAUTOMOTOR.MULTAS.RESPONSABILIDADE

SOLIDÁRIA DOALIENANTE.RESPONSABILIDADEMITIGADA.INTERPRETAÇÃODOART.

1.AjurisprudênciadoSTJénosentidodeque,alienadoveículoautomotorsemquesefaçao

registro, ou ao menos a comunicação da venda, estabelece­se entre o novo e o antigo

proprietário vínculo de solidariedade pelas infrações cometidas, só afastadas quando a

alienaçãoécomunicadaaoDetran.

2.OcorrequeoSTJtemmitigadoaregraprevistanoart.134doCTBquandocomprovadaa

impossibilidadedeimputaraoantigoproprietárioasinfraçõescometidas,comoocorreuno

casodosautos.

3.Assim,inexistindodúvidadequeasinfraçõesnãoforamcometidasnoperíodoemquetinha

orecorridoapropriedadedoveículo,nãodeveelesofrerqualquertipodesanção.

4. Agravo Regimental não provido. (AgRg no REsp 1323441∕RJ, Rel. Ministro HERMAN

BENJAMIN,SEGUNDATURMA,julgadoem21∕08∕2012,DJe27∕08∕2012)

ADMINISTRATIVO.ALIENAÇÃODEVEÍCULOAUTOMOTOR.MULTAS.RESPONSABILIDADE

SOLIDÁRIADOALIENANTE.INTERPRETAÇÃODOART.134DOCTB.RELATIVIZAÇÃO.

ConsoanteentendimentodestaCorte,aregraprevistanoart.134doCTBsofremitigação

quandorestaremcomprovadasnosautosqueasinfraçõesforamcometidasapósaaquisição

deveículoporterceiro,aindaquenãoocorraatransferênciaafastandoaresponsabilidadedo

antigoproprietário.

Agravo regimental improvido. (AgRg no AREsp 174.090∕SP, Rel. Ministro HUMBERTO

MARTINS,SEGUNDATURMA,julgadoem26∕06∕2012,DJe29∕06∕2012)

ADMINISTRATIVO.ALIENAÇÃODEVEÍCULO.MULTAS.RESPONSABILIDADESOLIDÁRIA

DOALIENANTE.INTERPRETAÇÃODOART.134DOCTN.

­Comprovadaatransferênciadapropriedadedoveículo,afasta­searesponsabilidade do

antigo proprietário pelas infrações cometidas após a alienação, mitigando­se, assim, o

comandodoart.134doCódigodeTrânsitoBrasileiro.PrecedentesdoSTJ.

Agravo regimental improvido. (AgRg no REsp 1204867∕SP, Rel. Ministro CESARASFOR

ROCHA,SEGUNDATURMA,julgadoem09∕08∕2011,DJe06∕09∕2011)

Anteoexposto,NEGOPROVIMENTOaoAGRAVO.

Publique­se.Intimem­se.

Ademais,verifica­sequenãohouvedeclaraçãodeinconstitucionalidadedoart.134doCTB,

tampoucooafastamentodeste,mastãosomenteainterpretaçãododireitoinfraconstitucional

aplicávelàespécie,não podendo sefalaremviolação àcláusuladereservadeplenário

previstanoart.97daConstituiçãoFederalemuitomenosàSúmulaVinculanten.10doSTF.

Nessesentido:

ADMINISTRATIVOEPROCESSUALCIVIL.AGRAVOREGIMENTALNOAGRAVO

EMRECURSOESPECIAL.RESPONSABILIDADEDOANTIGOPROPRIETÁRIOPOR

INFRAÇÕES COMETIDAS APÓS A VENDA DO VEÍCULO. ART. 134 DO CTB.

1.ConformejurisprudênciadestaCorteSuperior,"Comprovadaatransferênciadapropriedade

doveículo,afasta­searesponsabilidadedoantigoproprietáriopelasinfraçõescometidasapós

aalienação,mitigando­se,assim,ocomandodoart.134doCódigodeTrânsitoBrasileiro"

(AgRgnoREsp1.024.8687∕SP,Rel.

Min.CÉSARASFORROCHA,SegundaTurma,DJede6∕9∕11).

2.Considerando que não houve declaração de inconstitucionalidade do dispositivo legal

suscitado, tampouco o afastamento deste, mas tão somente a interpretação do direito

infraconstitucionalaplicávelàespécie,nãoháquesefalaremviolaçãoàcláusuladereserva

deplenárioprevistanoart.97daConstituiçãoFederalemuitomenosàSúmulaVinculanten.

10 do STF.Nessesentido:AgRgno Ag1424283∕PA,Rel.MinistroCastroMeira,Segunda

Turma, DJe 05∕03∕2012; AgRg no REsp 1231072∕RS, Rel. Ministro Benedito Gonçalves,

PrimeiraTurma,DJe14∕05∕2012;AgRgnoAREsp262.219∕RS,Rel.MinistroMauroCampbell

Marques,SegundaTurma,DJe18∕02∕2013.

3.Agravoregimentalnãoprovido.(AgRgnoAREsp347.337∕RS,Rel.MinistroBENEDITO

GONÇALVES,PRIMEIRATURMA,julgadoem12∕11∕2013,DJe21∕11∕2013)

ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL.

ALIENAÇÃO DE VEÍCULO AUTOMOTOR. MULTAS. RESPONSABILIDADE

SOLIDÁRIA DO ALIENANTE.INTERPRETAÇÃO MITIGADA DO ART. 134 DO

CÓDIGODETRÂNSITOBRASILEIRO.PRECEDENTESDOSTJ.DECLARAÇÃODE

INCONSTITUCIONALIDADEDOREFERIDODISPOSITIVO.INEXISTÊNCIA.

1.Conforme jurisprudênciadestaCorte,"Comprovadaatransferênciadapropriedade do

veículo,afasta­searesponsabilidadedoantigoproprietáriopelasinfraçõescometidasapósa

alienação,mitigando­se,assim,ocomandodoart.134doCódigodeTrânsitoBrasileiro"(AgRg

noREsp1.024.8687∕SP,Rel.Min.CÉSARASFORROCHA,SegundaTurma,DJede6∕9∕11).

2. A decisão impugnada, ao contrário do que alega a agravante, não declarou a

inconstitucionalidadedoart.134doCTB,tendotãosomenteindicadoaadequadaexegesedo

referidodispositivolegal.

3.Agravoregimentalaquesenegaprovimento.(AgRgnoREsp1378941∕PR,Rel.Ministro

SÉRGIOKUKINA,PRIMEIRATURMA,julgadoem17∕09∕2013,DJe24∕09∕2013)

Comessasconsiderações,NEGOPROVIMENTOaoagravoregimental.

Écomovoto.

CERTIDÃODEJULGAMENTO

SEGUNDATURMA

NúmeroRegistro:2013∕0412548­8

AgRgno

AREsp452.332∕RS

NúmerosOrigem:005110000563210056321352010821000500944308020138217000

045856392201282170004585639220128217000511000056321563213520108210005

7005369803170054908827944308020138217000

PAUTA:18∕03∕2014

Relator

JULGADO:18∕03∕2014

Exmo.Sr.MinistroMAUROCAMPBELLMARQUES

PresidentedaSessão

Exmo.Sr.MinistroMAUROCAMPBELLMARQUES

Subprocuradora­GeraldaRepública

Exma.Sra.Dra.MARIACAETANACINTRASANTOS

Secretária

Bela.VALÉRIAALVIMDUSI

AGRAVANTE

AUTUAÇÃO

: DEPARTAMENTOESTADUALDETRÂNSITODOESTADODORIO

PROCURADOR

AGRAVADO

ADVOGADOS

GRANDEDOSUL­DETRAN∕RS

: SÉRGIODEBARCELLOSBOEHLEOUTRO(S)

: SILVIACHIOMENTO

: RODRIGOANTÔNIOZARDO

MARCUSVINÍCIUSBATTISTELLO

ASSUNTO:DIREITOADMINISTRATIVOEOUTRASMATÉRIASDEDIREITOPÚBLICO­Sistema

NacionaldeTrânsito­CNH­CarteiraNacionaldeHabilitação

AGRAVANTE

PROCURADOR

AGRAVADO

ADVOGADOS

AGRAVOREGIMENTAL

: DEPARTAMENTOESTADUALDETRÂNSITODOESTADODORIO

GRANDEDOSUL­DETRAN∕RS

: SÉRGIODEBARCELLOSBOEHLEOUTRO(S)

: SILVIACHIOMENTO

: RODRIGOANTÔNIOZARDO

MARCUSVINÍCIUSBATTISTELLO

CERTIDÃO

CertificoqueaegrégiaSEGUNDA TURMA,aoapreciaroprocessoemepígrafenasessão

realizadanestadata,proferiuaseguintedecisão:

"ATurma,porunanimidade,negouprovimentoaoagravoregimental,nostermosdovotodo

(a)Sr(a).Ministro(a)­Relator(a)."

ASra.MinistraAssuseteMagalhães,osSrs.MinistrosHumbertoMartins,HermanBenjamine

OgFernandesvotaramcomoSr.MinistroRelator.

Documento:1305465

InteiroTeordoAcórdão

­DJe:21/03/2014

Disponível em: http://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/25002657/agravo‐regimental‐no‐agravo‐

em‐recurso‐especial‐agrg‐no‐aresp‐452332‐rs‐2013‐0412548‐8‐stj/inteiro‐teor‐25002658