Вы находитесь на странице: 1из 3

omo tratar uma infecção urinária sem antibióticos

Infecções urinárias podem causar um ardor insuportável na hora de urinar, além de obrigar
o paciente a ir ao banheiro incontáveis vezes ao dia e conseguir urinar apenas algumas
gotas. É essencial tratar esse problema antes que ele evolua para uma infecção nos rins -
o que pode ser fatal.
Porém antes que a infecção se intensifique você pode remediar da seguinte forma:
• A primeira coisa a fazer são os BANHOS DERIVATIVOS*
Resfriar localmente a zona ganglionar diretamente afetada pela infecção é a primeira
terapêutica a ser aplicada.
• Explicação no final da página*
Beber uma quantidade suficientemente de água. A água desempenha um papel importante
no tratamento de infecções do trato urinário.
Beber um copo de água por hora de preferência rica em magnésio como Hepar por
exemplo. O objetivo é aumentar o volume de urina na bexiga para que você consiga urinar
mais e expelir parte das bactérias além de resfriar constantemente os rins e dilatar os
canais de evacuação.
Se você parar de tomar água por medo de urinar por causa da dor, a infecção pode piorar
mais rápido.
*A ingestão de refrigerantes, certos chás, café e álcool podem piorar a ITU. (Infecção do
trato urinário)
Vitamina C. e outros fortificantes do sistema imunológico
Para superar uma infecção urinária mais rápido, aumente a ingestão de vitamina C. Ela
fortalece o sistema imunológico e ajuda a combater infecções.
Tomar 1.000 mg por dia no caso de infecção urinária.
Suporte para o sistema imunológico:
Hidraste (conhecida como “raiz amarela”), cápsulas de acidophilus/acidófilos (probiótico),
urva ursina, equinácea e erva-de-são-jorge (urtica dioica). São algumas das substancias
que ajudam a uma restauração do sistema imunológico.
Suco de cramberies:
• O suco de cramberry contém uma substância chamada proantocianidina, a qual impede
que as bactérias se fixem nas paredes da bexiga.
• Dois copos por dia podem ser suficientes como preventivo, mas durante uma infecção,
há pacientes que precisam tomar até 1 litro do suco por dia durante 3 dias ou mais.
• Exitem suplementos de cramberry em cápsulas eficazes em casos cronicos menos
eficazes em momento de crise.
*Cuidados especiais: o cramberry é extremamente ácido porém no interior do corpo fica
alcalino e o meio alcalino impede que as bactérias patogênicas se proliferem, não
encontrando um terreno propicio para elas.
Para o sistema renal isso é benéfico podendo no entanto acidificar o estomago. Logo
durante estes dias de tratamento intenso, aumente o consumo de óleos vegetais de coco,
ou coco palmiste, ou coco babaçu, e/ou azeite virgem e/ou linhaça ricos em ômegas e/ou
ácido láurico anti-inflamatórios eficazes e sem nenhum efeito colateral.
*Evitar qualquer outro suco ácido ou cítricos como laranja por exemplo.
Restaurar a flora intestinal:
Para restaurar a flora intestinal (responsável por grande parte da eficiência do sistema
imunológico), tome lactobacilos ou acidófilos em cápsulas
*(evite Yakult ou outros leites fermentados - eles contém muito açúcar, e o açúcar é um
dos principais supressores do sistema imunológico além de servirem de alimento para as
bactérias patogênicas)
Pianto gastronômico é o mais eficiente e indicado para restaurar super eficazmente o
terreno alcalino de todo o organismo!!!!!!
No Brasil se encontra direto com o importador Sr. Ramon ( BIOIMEX) encomendando pelo
número verde:0800129698
Na França onde é fabricado, se encontra em diversas lojas de produtos naturais abaixo
algumas delas:
Biodessa 75014 Paris metro Montparnasse ou Edgard Quinet 0143207985
Pianto France 75017 Paris metro Place de Clichy 0142936027
No momento de crises agudas, salvo em caso de aleitamento ou gravidez use 2 gotas de
óleo essencial de pinheiro silvestre 3X ao dia entre as refeições estomago vazio durante
uma semana; depois passar a 2 gotas pela manhã em jejum e 2 gotas ao deitar durante
um mês ou no mínimo 20 dias consecutivos; (diluído em colherzinha de chá de óleo de
vegetal palmiste coco ou linhaça)
Banho relaxante: é indispensavel para diminuir a irritailidade:
Para isso mergulhe num banho morno com 5 gotas de óleo essencial de salvia esclareia, 5
gotas de lavanda, 3 gotas de tea tree diluídas em um pouco de óleo de nigele ou outro
oleo vegetal
Se quiser, coloque uma colher de sopa de sal de Epson, (ou cloreto de magnésio), na
água do banho para promover o relaxamento e a diminuição da dor além de ser anticeptico
e esses oleos essenciais, poderosos bactericidas.
Dicas e advertências:
Evite tudo que for irritar a bexiga e uretra e dar aquela terrível sensação de ardência ao
urinar.
• Corte tudo que conter cafeína, álcool, ácido cítrico, frutas cítricas (incluindo o tomate) e
pimentas em geral.
• A cafeína (além do café, ela é encontrada em chás de mate e preto, refrigerantes,
guaraná) e o álcool fazem mal em dobro: além de irritar as vias urinárias, eles desidratam
o corpo, prolongando assim a infecção.
• Caso você tenha infecção urinária com frequência, fique longe da cafeína e do álcool
mesmo quando estiver bem - assim você diminui as chances de ter o problema
novamente.
Se suspeitar de uma infecção do trato urinário, deverá se abster de ter relações sexuais
até que os sintomas melhorem
Banhos de espuma, roupas apertadas e roupas íntimas de nylon podem agravar uma
infecção do trato urinário
Existe também uma nova fonte de infecção urinaria ainda pouco conhecida e mau
diagnosticada pela medicina atual chamada: Cistite intersticial alérgica:
Esse é um problema recentemente diagnosticado, e a comunidade médica ainda não tem
conclusões unânimes sobre o assunto. Se você já passou por vários exames de urina que
deram negativo (ou seja, não havia bactérias) mas ainda assim sentia ardor ao urinar, as
chances de você ter o problema não podem ser descartadas.
• Estudos têm mostrado uma relação direta entre cistite CRONICA e intolerância ao glúten.
Experimente cortar tudo que leva farinha ou aveia, além de todos os produtos
industrializados que contém glúten. Se você sentir uma melhora no ardor ao urinar em
uma semana, é muito provável que você tenha intolerancia mais ou menos severa ao
gluten( investigar outros intomas doença ciliaca)
*Maladie coeliaque
http://www.passeportsante.net/fr/Maux/Problemes/Fiche.aspx…
• Há pacientes que conseguem se curar definitivamente simplesmente adotando uma dieta
sem nenhum produto industrializado, nenhum açúcar - com exceção das frutas in natura,
nenhuma cafeína e nada ácido - vinagre, frutas cítricas, tomate, etc.
Mudar o modo de funcionar em função de suas necessidades especificas é inteligente e
denota uma grande aceitação e respeito de si mesmo.
Esta foi a solução para internações sem fim, procedimentos invasivos na bexiga (existem
médicos extremamente intervencionistas que chegam a prescrever a retirada da bexiga),
antibióticos cada vez mais fortes e qualidade de vida cada vez mais comprometida
(abstinência sexual forçada, perda do emprego - quem tem infecção urinária com
frequência sabe o sacrifício que é ficar ao menos 2 horas sem ir ao banheiro, não poder
viajar, etc.).
Logo, cabe ao paciente decidir o que ele quer - a qualidade de vida de volta ou continuar a
comer e a beber do que o cruel mercado da doença propõe como alimento.
• No entanto o problema da cistite intersticial é que o diagnóstico é complexo - geralmente,
pede-se uma biópsia da bexiga.
• Tentar um dieta adaptada a seu biótipo, de preferência 100% natural e organica o
maximo possivel livre de aditivos químicos, pode resolver o seu problema quanto aos
agentes irritantes das vias urinárias.
• Assim sai muito mais barato a longo prazo mudar hábitos nefastos de higiene de vida do
que passar o resto da vida à base de antibióticos que acabam deteriorando a flora
intestinal, que por sua vez compromete intensamente a sua imunidade.
Fique de olho na higiene íntima
Manter a área genital limpa e seca e livre de agentes alergênicos é parte essencial na
recuperação e prevenção de infecções urinárias.
• Após evacuar, limpe-se da frente para trás. Assim você evita arrastar bactérias
(principalmente a E.Coli, comumente encontrada em exames de urina em pacientes com
infecção) do ânus para a região genital e a uretra.
• As mulheres devem urinar antes e depois das relações sexuais (beber um copo de suco
de cranberry antes também ajuda). A vagina e o ânus devem ser lavados com bastante
água corrente e um sabonete íntimo suave com ácido lático.
• Evite a banheira, piscina ou praia durante uma infecção ou para evitar uma recaída.
Bactérias dos pés e outras partes do corpo, além de coliformes fecais podem acabar na
sua uretra. Além disso, o Ph da água desses ambientes desequilibram a flora vaginal,
favorecendo infecções vaginais.
• Os absorventes normais são melhores do que os internos - pesquisas mostram que os
absorventes internos podem piorar uma infecção urinária existente ou causar uma. Além
de trocar os absorventes internos pelos normais, troque o absorvente toda vez que for ao
banheiro para manter a área o mais seca possível.