Вы находитесь на странице: 1из 5

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO


CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO
Curso Técnico em Eletrotécnica Nota
Lista de Exercícios I: Instalações Elétricas (IEX)
Professor: Alexandre Ataide Carniato

Aluno(a): ___________________________________ Data: ____/ ____ / 2014

Lista de Exercícios I – IEX

1. Descreva sucintamente os conceitos abaixo:


a. Potência instalada;
b. Demanda;
c. Consumo;
d. Fator de demanda;
e. Fator de carga;
f. Horário de ponta;
g. Horario fora de ponta;
h. Período seco;
i. Período úmido;
j. Tarifas horo-sazonais;
k. Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas.

2. O gráfico abaixo representa a demanda de uma indústria ao longo de um dia.

Figura 1 – gráfico de demanda

a. Em quais horários é possível observar os pontos de demanda máxima e de


demanda mínima?
b. Sabendo-se que a potência instalada na indústria é de 400kW, encontre o fator
de demanda.
c. Sendo o consumo mensal 110.000 Kwh, a tarifa de consumo fora de ponta
TC=0,045 $/kWh e a tarifa de demanda fora de ponta TD=6,25 $/kW calcule o
fator de carga mensal e o valor da conta de energia. Considere que a indústria
utilize a estrutura de tarifa convencional.
d. Observando o gráfico acima, dê sugestões de como otimizá-lo. Como tais
mudanças afetariam no valor da conta de energia? Comente.

3. Certa indústria opera um grande número de motores num período entre 17h00min e
22h00min e decide passar a operá-los entre às 8h00min e13h00min. Essa foi uma
boa escolha? Comente.

4. Com relação à estrutura atual de faturamento de energia elétrica no Brasil, é


INCORRETO afirmar que:

a. A tarifa monômia é a tarifa de fornecimento de energia elétrica constituída por


preços aplicáveis unicamente ao consumo de energia elétrica ativa;
b. A tarifa binômia é o conjunto de tarifas de fornecimento constituído por preços
aplicáveis à média dos consumos de energia elétrica ativa nos horários de
ponta e fora de ponta;
c. A estrutura tarifária horo-sazonal é caracterizada pela aplicação de tarifas
diferenciadas de consumo de energia elétrica e de demanda de potência de
acordo com as horas de utilização do dia e dos períodos do ano;
d. A demanda de potência ativa é a média das potências elétricas ativas
solicitadas ao sistema elétrico pela parcela da carga instalada em operação na
unidade consumidora, durante um intervalo de tempo especificado, e é
expressa em quilowatts (kW);
e. Demanda contratada é a demanda de potência ativa a ser obrigatória e
continuamente disponibilizada pela concessionária, no ponto de entrega,
conforme valor e período de vigência fixados no contrato de fornecimento. Essa
demanda contratada deverá ser integralmente paga pela unidade consumidora,
seja ou não utilizada durante o período de faturamento.
5. Com relação à estrutura atual de faturamento de energia elétrica no Brasil, é
INCORRETO afirmar que:
a. Tarifa Azul é a modalidade estruturada para aplicação de tarifas
diferenciadas de consumo de energia elétrica de acordo com as horas de
utilização do dia e os períodos do ano, bem como de tarifas diferenciadas
de demanda de potência de acordo com os períodos do ano.
b. Tarifa Verde é a modalidade tarifária que prevê tarifas diferenciadas de
consumo de energia elétrica de acordo com as horas de utilização do dia e
os períodos do ano, bem como de uma tarifa única de demanda de potência;
c. Para aplicação da tarifa horo-sazonal, define-se o chamado Período Úmido
(U) como o período de 5 (cinco) meses consecutivos, compreendendo os
fornecimentos abrangidos pelas leituras de dezembro de um ano a abril do
ano seguinte e o Período Seco (S) como sendo o período de 7 (sete) meses
consecutivos, compreendendo os fornecimentos abrangidos pelas leituras
de maio a novembro.
d. As unidades consumidoras que integram o Grupo "A" são aquelas que têm
fornecimento em tensão igual ou superior a 2,3 kV, ou, ainda, atendidas em
tensão inferior a 2,3 kV a partir de sistema subterrâneo de distribuição.
e. As unidades consumidoras que integram o Grupo "A" são aquelas que têm
fornecimento em tensão igual ou superior a 2,3 kV, ou, ainda, atendidas em
tensão inferior a 2,3 kV a partir de sistema subterrâneo de distribuição.

6. O consumo de energia da instalação industrial abaixo ao fim de 30 dias foi 178.560


kWh. Considerando-se a curva de carga constante a cada dia, mostrada na figura 4,
o fator de carga mensal foi:

Figura 2 – demanda diária


7. Um consumidor industrial que apresentava a curva de demanda diária mostrada na
Figura 3 (a), mediante uma modificação dos procedimentos de produção, conseguiu
alterá-la para a curva mostrada na Figura 3 (b).

Figura 3 (a) Figura 4 (b)

Pede-se:

a. Para cada uma das duas curvas acima determine a demanda máxima
(Dmax) e a energia consumida em um mês (Em) (considerando mês de 30
dias úteis).
b. Determine o valor da fatura mensal da situação inicial deste consumidor
(curva da Figura 3 (a)) caso ele pague uma tarifa Binômia Verde em que:
Custo de energia: Cen = 82,00 R$/MWh e Custo da Demanda Máxima:
Cdem = 5,80 R$/kW no mês.
c. Determine o valor da fatura mensal da situação final deste consumidor
(curva da Figura 3 (b)) caso ele pague a mesma tarifa Binômia Verde do
item anterior.

8. Considere um galpão agropecuário de alvenaria, com 45 metros de altura. Considere que


todas as outras partes do SPDA já estejam instaladas. O proprietário resolve instalar um
para-raio do tipo FRANKLIM no centro do terraço, apoiado em uma haste de 7m. A
superfície do prédio é retangular tem área de 220m² e um lado mede 22m. Após a
instalação do para-rário, qual a área coberta? Apenas um para-raio é suficiente? Se não,
quantos para-ráios são necessários?
9. Considere um circuito de motores elétricos, tendo como dados: 4 motores de 10 CV, V =
380V, isolação de EPR, eletroduto embutido em alvenaria; temperatura ambiente: 45oC;
comprimento do circuito: 12 m.
a. Qual a bitola mínima de acordo com o critério de capacidade de corrente
elétrica?
b. Qual a bitola mínima de acordo com o critério de queda de tensão elétrica?
c. Sendo você, o responsável pelo projeto e execução deste circuito, qual cabo
você recomendaria e porquê?

10. Considere um circuito de motores elétricos, tendo como dados: 4 motores de 10 CV, V =
380V, isolação de EPR, eletroduto embutido no solo (cabo multipolar); temperatura
ambiente: 460oC; comprimento do circuito: 12 m.
a. Qual a bitola mínima de acordo com o critério de capacidade de corrente
elétrica?
b. Qual a bitola mínima de acordo com o critério de queda de tensão elétrica?
c. Sendo você, o responsável pelo projeto e execução deste circuito, qual cabo
você recomendaria e porquê?
d. Compare os valores encontrados nos exercícios 9 e 10.