Вы находитесь на странице: 1из 1

CASO Chad´s Creative Concepts

A empresa CCC (Chad´s Creative Concepts) foi fundada para a concepção e produção de
mobílias em madeira "à medida" para casas de férias na zona do Lago Erie e rapidamente criou
uma sólida reputação com base na elevada qualidade dos seus design e da sua mão de obra.
A expansão do negócio levou a que o seu mercado acabasse por se estender a toda a região
dos Grandes Lagos. Naturalmente novas oportunidades surgiram.
No início, a produção era feita exclusivamente por encomenda, sendo o cliente quem dava
indicações sobre a peça que queria e especificando a madeira a ser usada. Com o crescimento
do negócio, começaram-se a vender os modelos mais populares a cadeias de lojas de
mobiliário, o que obrigou a ter uma produção mais normalizada. Os clientes destas lojas davam
uma importância muito maior ao preço e a prazos de entrega curtos do que os clientes do
mobiliário "à medida".
De notar que o mobiliário "à medida" continuou a representar a maior parte do negócio da
CCC, representando 60 % em quantidades e 75 % em valor. Até ao momento a CCC continua
a dispor de uma única fábrica onde produz as mobílias para os dois segmentos de mercado. O
equipamento é de utilização genérica, proporcionando a flexibilidade necessária à produção de
mobiliário "à medida". O arranjo (layout) dos equipamentos agrupa as máquinas do mesmo
tipo: serras num local, tornos noutro, etc. A qualidade do produto final depende da qualidade
da madeira e da habilidade e competência dos operários. O mobiliário "à medida" e o
normalizado usam os mesmos recursos de equipamento e mão de obra.
Nos últimos meses, as vendas dos modelos normalizados cresceram continuamente, permitindo
uma carga mais regular nesta gama. No entanto, quando há conflito na utilização de recursos,
dá-se sempre prioridade ao mobiliário "à medida", dadas as maiores vendas e margens. Como
consequência, é frequente verem-se na fábrica lotes de mobiliário normalizado, parados, em
fases diversas de produção.
A revisão do negócio do último trimestre proporcionou informações de sinal diverso: as vendas
cresceram significativamente, mas as margens ficaram abaixo do esperado. Uma análise mais
detalhada permitiu verificar que os custos da produção normalizada e dos stocks de matéria
prima e de produção em vias de fabrico estavam a subir. Tinha mesmo sido necessário alugar
espaço num armazém exterior. Os prazos de entrega, quer no mobiliário "à medida”, quer no
normalizado, estavam também a aumentar apesar da capacidade estar a ser utilizada até ao
limite, não havendo espaço circundante para ampliar a fábrica.
O patrão, Thomas Chad, reconheceu que era tempo de pensar cuidadosamente no futuro.
a) Que razões de fundo identifica para a diminuição das margens e aumento dos prazos de
entrega da CCC ?
b) Que tipo de planeamento lhe parece mais adequado para a CCC na situação actual ?
Justifique.
c) Qual o seu diagnóstico da situação com que a CCC se está a deparar ?
d) Que soluções propõe ? Justifique.

(Adaptado de Krajewsky e Ritzman, Operations Management, 5th edition, 1999).