Вы находитесь на странице: 1из 6

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ARQUITETURA DA CIDADE:

SUAS DEMANDAS E TECNOLOGIAS

ALUNOS:

IARA SALLES

PEDRO BARCELOS

VICTOR LIMA

REFLEXÃO SOBRE O TEXTO DE SANCHEZ DE MADARIAGA, INÉS.


INTRODUCCIÓN AL URBANISMO. CONCEPTOS Y MÉTODOS DE LA
PLANIFICACIÓN URBANA. MADRID: ALIANZA, 1999. CAPÍTULO 1.

Campos dos Goytacazes/RJ

2017
ALUNOS: IARA SALLES, PEDRO BARCELOS E VICTOR LIMA

REFLEXÃO SOBRE O TEXTO DE SANCHEZ DE MADARIAGA, INÉS.


INTRODUCCIÓN AL URBANISMO. CONCEPTOS Y MÉTODOS DE LA
PLANIFICACIÓN URBANA. MADRID: ALIANZA, 1999. CAPÍTULO 1.

Trabalho apresentado ao Instituto Federal de


Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense de
Campos como requisito parcial para conclusão da
disciplina História, Teoria e Crítica da Cidade do
Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em
Arquitetura da Cidade: suas Demandas e
Tecnologias.

Professora: Aline Couto da Costa

Campos dos Goytacazes/RJ

2017
INTRODUÇÃO

Este estudo propõe responder as questões propostas a partir da leitura do texto de


SANCHES MADARIAGA e os exemplos apresentados pelos grupos referentes aos temas do
texto descritos abaixo:
a) Urbanismo como problema estético-formal
b) Urbanismo como realidade científico-técnico
c) Urbanismo como meio de transformação social

1 O QUE A EQUIPE ENTENDEU DE CADA TEORIA DO URBANISMO?

a) Urbanismo como problema estético-formal


b) Urbanismo como racionalidade científico-técnico
Esta teoria tentava sanar as demandas da cidade industrial. As cidades medievais não
atendiam a sociedade industrial e o novo sistema econômico, tendo no primeiro momento, os
teóricos urbanos do século XIX tentando sanar o problema da higiene e circulação através do
urbanismo da regularização nas cidades. No início do século XX o urbanismo funcionalista
propõem um projeto urbano universal baseado nas atividades principais humanas (trabalhar,
morar, circulação e lazer) e durante o século XX é conhecido como urbanismo moderno.

c) Urbanismo como meio de transformação social


A revolução industrial trouxe desenvolvimento para a cidade, porém, também trouxe
consigo alguns problemas que nos tempos atuais persistem em existir. Um deles é o fenômeno
da guetização que são grandes áreas residenciais deterioradas pela ocupação irregular,
proveniente da migração da população do campo para a cidade em busca de melhores
condições de trabalho. Este fenômeno pode ser visto claramente na paisagem urbana em
forma de desigualdade social, a qual produziu massas de excluídos dos melhores espaços
urbanos. O urbanismo, portanto, juntamente com a aplicação do conhecimento científico-
técnico, surge como um meio de transformação social para este ambiente. O debate de
diferentes interesses, provenientes de grupos sociais diversos da sociedade, é um ponto que é
levado em consideração, afim de tomar decisões democráticas para o transformação social da
cidade.
2 QUAIS AS VANTAGENS DE CADA TEORIA?

a) Urbanismo como problema estético-formal


b) Urbanismo como racionalidade científico-técnico
Esta teoria tem como principal vantagem o planejamento urbano universal onde se
buscou um plano urbano em cima de um paradigma da funcionalidade das atividades básicas
humanas (trabalhar, morar, circular e lazer).

c) Urbanismo como meio de transformação social


As vantagens da transformação social através do apoio da sociedade são múltiplas, ao
passo que os interesses do coletivo, são atendidos de maneira democrática. Esse debate ativa
uma sociabilidade entre os indivíduos de uma cidade e isso reflete numa cidade mais justa,
mais igualitária, plural e convidativa a todos.

3 QUAIS AS DESVANTAGENS DE CADA TEORIA?

a) Urbanismo como problema estético-formal


b) Urbanismo como racionalidade científico-técnico
Uma das principais desvantagens é que não se levava em conta a topografia e a cultura
presente na cidade.

c) Urbanismo como meio de transformação social


Por levar as ideias de transformação do espaço urbano à sociedade afim de debatê-las
e culminar num resultado prático, os agentes públicos sentem que este é um processo lento
que é preciso muita sensatez ao ouvir o apelo da sociedade e transformar isso em realidade.

ESTABELEÇA UMA RELAÇÃO ENTRE AS CIDADES INTERNACIONAIS


4
APRESENTADAS DE ACORDO COM AS TEORIAS DADAS

A cidade Tel Aviv em Israel tem relação com a teoria do urbanismo como
racionalidade científico-técnico na tipologia da sua arquitetura toda no estilo Bauhaus com
construções simples, funcionais e lineares e no plano urbanístico com Plano diretor do Patrick
Geddes onde planejou a parte norte da cidade. E com o urbanismo como meio de
transformação no princípio do desenvolvimento da cidade com o modelo de Cidade – Jardim.

ESTABELEÇA UMA RELAÇÃO ENTRE AS CIDADES NACIONAIS


5
APRESENTADAS DE ACORDO COM AS TEORIAS DADAS:

A cidade de Palmas em Tocantins tem relação com a teoria do urbanismo como


racionalidade científico – técnico, pois seu plano urbano segue o conceito do urbanismo
moderno onde a cidade é divida conforme as funções (trabalhar, morar, circular e lazer).

O QUE PODEMOS TIRAR PROVEITO DESSAS TEORIAS PARA O


6
URBANISMO ATUAL?

Podemos tirar proveito de não cometer os equívocos dos primeiros teóricos do


urbanismo tentando esquecer o passado, a cultura do lugar e principalmente das pessoas que
utilizam os espaços da cidade.

ALÉM DOS ASPECTOS RETRATADOS NO TEXTO E NAS


APRESENTAÇÕES, QUAIS DEVEM SER CONSIDERADOS NO URBANISMO
7
ATUAL, PARTICULARMENTE NO QUE SE REFERE À FORMAÇÃO,
TRATAMENTO E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES?

O urbanismo atual deveria considerar os aspectos como a qualidade de vida, segurança


e a sustentabilidade dos espaços urbanos.

COMO ACHA QUE PODE TRABALHAR ESSES ASPECTOS NO ÂMBITO


8
DAS CIDADES ATUAIS? EXPLIQUE E EXEMPLIFIQUE:

O urbanismo atual deveria trabalhar os aspectos como a qualidade vida, segurança e a


sustentabilidade dos espaços urbanos buscando planejar cidades mais compactas e
socialmente mais igualitárias na oferta de bens e serviços públicos. Na cidade de Madrid na
Espanha, por exemplo, estes aspectos estão sendo bem desenvolvidos através do Plano de
Mobilidade Urbana e Sustentável promovido pela prefeitura juntamente com a população.
Esta união entre agente público e a população tem trazido grandes ganhos para a cidade como
a revitalização e urbanização das margens do Rio Manzanares, além da qualidade de vida e
saúde com a diminuição do tráfego de carros pelo centro da cidade, atraindo as mais variadas
classes sociais, dando lugar aos transportes públicos, ciclovias e grande áreas de lazer e
convivência.