You are on page 1of 6

MATEMÁTICA

31) No ano de 2002, tomei três vacinas diferentes em um mesmo dia: Vacina A, B e C. De acordo com o calendário, a
vacina A deve ser reaplicada a cada 3 anos, a B a cada 15 anos, e a C a cada 9 anos. Diante das informações
apresentadas, em que ano tomarei novamente as três vacinas no mesmo dia?
a) 2056.
b) 2047.
c) 2032.
d) 2025.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA B)


Tempo de reaplicação (anos):
A=3
B = 15
C=9
Calculando o Mínimo Múltiplo Comum:
3, 15, 9 | 3
1, 5, 3 | 3
1, 5, 1 | 5
1, 1, 1 | MMC = 3² * 5 = 9 * 5 = 45 anos
Desse modo, a cada 45 anos, eu tomarei essas três vacinas no mesmo dia. Portanto, se tomei as três vacinas, no
mesmo dia, em 2002, a próxima vez que isso acontecerá será no ano de 2002 + 45 = 2047.
Fonte:
IEZZI, Gelson; HAZZAN, Samuel. Fundamentos de matemática elementar: sequências, matrizes, determinantes,
sistemas. 7 ed. São Paulo: Atual, 2004. v.4.

32) Em determinado jardim há um canteiro cujo formato é triangular e está dividido em 10 seções, sendo que na
primeira há 20 flores. A partir da primeira seção, o número de flores contidas em cada uma das seções seguintes
cresce de acordo com uma progressão aritmética de razão 17. Desse modo, qual o número total de flores contidas
nesse grande canteiro?
a) 965.
b) 882.
c) 798.
d) 640.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA A)


A1 = 20
R = 17
n = 10 canteiros
Décimo termo da P.A.:
An = A1 + (n – 1) * r
A10 = 20 + (10 – 1) * 17
A10 = 20 + 9 * 17
A10 = 20 + 153
A10 = 173
Soma dos 10 primeiros termos de uma P.A.:
Sn = n * (A1 + An) / 2
S10 = 10 * (20 + 173) / 2
S10 = 10 * 193 / 2
S10 = 1930/ 2
S10 = 965 flores

Assim, neste grande canteiro há um total de 965 flores.

Fonte:

Gabarito Comentado – Matemática – CFOE 2017 – AV / COM / CTA / SUP – Versão A -1-
IEZZI, Gelson; HAZZAN, Samuel. Fundamentos de matemática elementar: sequências, matrizes, determinantes,
sistemas. 7 ed. São Paulo: Atual, 2004. v.4.

33) Considere 9 pontos do plano cartesiano. Desse modo, ponderando que se tais pontos não são colineares, quantos
polígonos de 4 lados e quantos triângulos, respectivamente, podem se formar utilizando tais pontos?
a) 252 e 78.
b) 245 e 196.
c) 189 e 212.
d) 126 e 84.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA D)


Trata-se de um problema de combinação simples (combinações de n elementos entre m elementos possíveis):
Cm,n = m! / [n! (m – n)!]

Para os polígonos de 4 lados:


m=9
n=4
C9,4 = 9! / [4! (9 – 4)!]
C9,4 = 9! / [4! 5!]
C9,4 = 9 * 8 * 7 * 6 * 5! / [4! 5!]
C9,4 = 9 * 8 * 7 * 6 / [4!]
C9,4 = 9 * 8 * 7 * 6 / [4 * 3 * 2 * 1]
C9,4 = 3024/ [24]
C9,4 = 126 polígonos de 4 lados

Para os triângulos:
m=9
n=3
C9,3 = 9! / [3! (9 – 3)!]
C9,3 = 9! / [3! 6!]
C9,3 = 9 * 8 * 7 * 6! / [3! 6!]
C9,3 = 9 * 8 * 7 / [3!]
C9,3 = 504 / 6
C9,3 = 84 triângulos

Fonte:
HAZZAN, Samuel. Fundamentos de matemática elementar: combinatória, probabilidade. 7 ed. São Paulo: Atual,
2004. v.5. Cap. I: Análise combinatória (VIII – Combinações).

34) Analise a figura a seguir. O triângulo de vértices A, B e C é um equilátero de lado igual a 2L e os pontos M, N e O
correspondem ao ponto médio, respectivamente, dos lados AB, BC e CA. Sendo assim, qual o valor da área
sombreada?


a)
b)

Gabarito Comentado – Matemática – CFOE 2017 – AV / COM / CTA / SUP – Versão A -2-

c)
d)

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA C)

Seja P o ponto no centro do triângulo ABC (P está entre M e O), temos:


( ) ( ) ( )
( ) ( ) ( )
( ) ( )

( )
( ) ( )
( )

( )

Logo a área do triângulo APO é:


( ) ( )
AAPO =

AAPO =

AAPO =

Portanto, é possível perceber que há a relação entre os triângulos sombreados:


MBN = ONC = AMO
Logo:
Asombreada = 4 * AAPO

Asombreada =

Asombreada =

Asombreada =

Fonte:
DOLCE, Osvaldo. POMPEO, José Nicolau. Fundamentos de matemática elementar: geometria plana. 8 ed. São
Paulo: Atual, 2005. v. 9.

35) Em um plano cartesiano, cujos valores atribuídos à abcissa e à ordenada estão em metros, o módulo da distância
entre os pontos A = (2, y1) e B = (10, y2) é igual a 10 m. Sabe-se que y1 é maior que zero e que y2 é igual ao menor
número natural simultaneamente primo e ímpar. Sendo assim, quais as coordenadas de A?
a) A = (2, 7).
b) A = (2, 9).
c) A = (2, 3).
d) A = (2, 1).

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA B)


Portanto,
(2 – 10)² + (Y1 – 3)² = 100
(-8)² + Y1² - 2 * 3 * Y1 + 9 = 100
64 + Y1² - 6 * Y1 + 9 = 100
Y1² - 6 * Y1 + 73 – 100 = 0
Y1² - 6 * Y1 – 27 = 0  EQ. DE SEGUNDO GRAU
DELTA² = 6² - 4 * 1 * (-27) = 36 + 108 = 144  DELTA = 12
Y1 = [-(-6) ± 12] / [2 * 1] = [6 ± 12] / 2
Y1 = [6 + 12] / 2 = 18 / 2 = 9
OU

Gabarito Comentado – Matemática – CFOE 2017 – AV / COM / CTA / SUP – Versão A -3-
Y1 = [6 – 12] / 2 = -6 / 2 = -3
Logo, como Y1>0, temos A = (2, 9).

Fonte:
IEZZI, Gelson; HAZZAN, Samuel. Fundamentos de matemática elementar: geometria analítica. 5 ed. São Paulo:
Atual, 2005. v.7.

36) Em um plano cartesiano ( ( )) são consideradas pares as funções que apresentam simetria em relação ao eixo
vertical e são consideradas ímpares aquelas que apresentam simetria em relação à origem. Portanto, sobre a
paridade das funções, analise as afirmativas abaixo.
I. A função ( ) ( ) é uma função par.
II. A função ( ) ( ) é uma função ímpar.
III. A função ( ) é uma função ímpar.
IV. A função ( ) é uma função par.
Estão corretas apenas as afirmativas
a) I, II e III.
b) III e IV.
c) I e II.
d) I, II e IV.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA C)

Uma função f é par se:


f(x) = f(-x)
E é ímpar se
-f(x) = f(-x)

Consideremos as funções trigonométricas seno e cosseno. Atentando-se às características dessas funções, é possível
afirmar que:
II A função f(x)=sen⁡(x) é uma função par.
CORRETO, pois – f(x) = sen (x) = - sen (-x) = -f(-x)
I A função f(x)=cos⁡(x) é uma função ímpar.
CORRETO, pois f(x) = cos (x) = cos (-x) = f(-x)
III A funçãof(x)=x^2 é uma função ímpar.
INCORRETO, pois f(x) = x^2 ≠ -f(-x)=-(-x)^2=-(x^2), no entanto, f(x) = x^2 = f(-x) = (-x)^2, portanto f(x) = x^2 é uma
função par.
IV A função f(x)=x^3 é uma função par.
INCORRETO, pois f(x) = x^3 ≠ f(-x) = (-x)^3, no entanto, -f(x) = -x^3 = f(-x) = (-x)^3 = -x^3, portanto f(x) = x^3 é uma
função ímpar.

Fontes:
IEZZI, Gelson. Fundamentos de matemática elementar: trigonometria. 8.ed. São Paulo: Atual, 2004. v.3.
2.1.4 ___. Fundamentos de matemática elementar: complexos, polinômios, equações. 7 ed. São Paulo: Atual, 2005.
v.6.
IEZZI, Gelson. MURAKAMI, Carlos. Fundamentos de matemática elementar: conjuntos, funções. 8 ed. São Paulo:
Atual, 2004. v.1

Gabarito Comentado – Matemática – CFOE 2017 – AV / COM / CTA / SUP – Versão A -4-
37) Considere o gráfico a seguir.

Que tipo de função está representada no gráfico apresentado?


a) Exponencial.
b) Logarítmica.
c) Polinomial de grau 3.
d) Quadrática.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA D)


O gráfico apresenta uma função par, isto é, simétrica em relação ao eixo vertical.
Analisando a função, pode-se afirmar que se trata de uma função quadrática tal que para três números reais a≠0, b e c
tal que f(x)=ax² + bx + c para qualquer x real.
O conjunto imagem da função quadrática corresponde ao conjunto dos números reais, positivos ou negativos,
dependendo dos coeficientes da função.
O gráfico desta função corresponde a uma curva.

Fonte:
IEZZI, Gelson. MURAKAMI, Carlos. Fundamentos de matemática elementar: conjuntos, funções. 8 ed. São Paulo:
Atual, 2004. v.1

38) A função ( ) possui uma única raiz. Sendo assim, qual o valor do coeficiente b?
a) 5.
b) 3.
c) 2.
d) 8.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA D)


A função ( ) corresponde a uma função quadrática, logo possuirá uma única raiz se:
DELTA² = b² - 4 * a * c = 0
Com a = 2 e c = 8:
DELTA² = b² - 4 * 2 * 8 = 0
b² - 64 = 0
b² = 64
b = 64 ^ (1/2)
b=8
Sendo assim, o valor do coeficiente b é 8.

Fonte:

Gabarito Comentado – Matemática – CFOE 2017 – AV / COM / CTA / SUP – Versão A -5-
IEZZI, Gelson. MURAKAMI, Carlos. Fundamentos de matemática elementar: conjuntos, funções. 8 ed. São Paulo:
Atual, 2004. v.1.

39) Sejam , , e números reais positivos no que tange as propriedades da função logarítmica, analise as
assertivas a seguir:
I.
II. ( )
III. ( )
Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(a)
a) III.
b) I e III.
c) I e II.
d) II.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA B)


I

II ( )
INCORRETO, ( )

III ( )
Fonte:
IEZZI, Gelson. MURAKAMI, Carlos. DOLCE, Osvaldo. Fundamentos de matemática elementar: logaritmos. 9 ed. São
Paulo: Atual, 2004. v.2.

40) Assinale a seguir a alternativa que apresenta o nome empregado àquela função trigonométrica que corresponde ao
quociente da função seno pela função cosseno
a) secante.
b) cossecante.
c) arco-seno.
d) tangente.

JUSTIFICATIVA DA ALTERNATIVA CORRETA: (LETRA D)


Por definição:
tg (x) = sen(x) / cos(x)
Portanto, a função trigonométrica que corresponde ao quociente da função seno pela função cosseno é a função
tangente.

Fonte:
IEZZI, Gelson. Fundamentos de matemática elementar: trigonometria. 8.ed. São Paulo: Atual, 2004. v.3.
2.1.4 ___. Fundamentos de matemática elementar: complexos, polinômios, equações. 7 ed. São Paulo: Atual, 2005.
v.6.

Gabarito Comentado – Matemática – CFOE 2017 – AV / COM / CTA / SUP – Versão A -6-