Вы находитесь на странице: 1из 4

O Postulado de exclusão.

A Vida pode conhecer qualquer coisa (nenhuma coisa).


O Ser Racional é sem Energia, Espaço, ou tempo.
A Vida pode conhecer qualquer coisa = (nenhuma coisa).
Até que um postulado seja feito tudo é possível
Todos os universos consistem de Vida e postulados.
Todos os postulados limitam o possível e assim definem o
que é razoável.
O propósito do postulado é limitar as possibilidades.
O que é razoável é o que é consistente com o postulado.
Na ausência de postulados o conceito de razão é sem
significado.
Podemos definir razão como um postulado
complementar.
Todos os jogos devem ser não razoáveis.
Eles contêm postulados em conflito.
Um jogo é uma disputa de convicção. Há duas pessoas a
tentarem convencer uma á outra acerca de postulados
opostos.
Quanto mais conflito quanto menos razão.
O Postulado básico deste universo.
A Classe do conhecível é co extensiva com a classe das
coisas trazidas á existência para serem conhecidas.
A classe do conhecível. A Classe das coisas que é possível
conhecer.
Deves fazer um postulado e assim limitar as
possibilidades para que possas conhecer. Assim podemos
deduzir que todas as coisas são conhecidas á priori. Fazes
o postulado e limitas a possibilidade de conhecimento
para que assim possas jogar a conhecer o que não existe
a não conhecer o que existe. Assim nada de fato é tirado
da existência ou trazido á existência pois toda a existência
é já existente. E a não existência nunca existiu ou jamais
existirá.

Se a classe do conhecível é co extensiva com a classe das


coisas trazidas á existência para serem conhecidas. Então
uma coisa ou é conhecível pela razão de existir ou é não
conhecível pela razão de não existir. Assim uma coisa ou
existe ou não existe, assim uma coisa não pode existir e
não existir ao mesmo tempo.
Assim existem duas atividades fúteis: Tentar conhecer
algo que não existe. Tentar não conhecer algo que existe.
O jogar de jogos consiste nestas duas atividades fúteis.
Acreditar que podemos escapar ao conhecer do universo
ou seja não o conhecer quando estamos nele é fútil.
Assim como conhecer o universo quando não estamos
nele. Isso é o que tentamos fazer todo o tempo isso
mantem o jogo da dor em seu lugar.
Realizei: Não posso escapar ao conhecer do Universo o
Universo é existente e assim sendo é conhecível logo é
inevitável de conhecer! Não posso não conhecer! O (Not
is) não é uma possibilidade real! Tudo o que há tudo o
que existe é conhecimento isso é o que sou. Somente
existem estados de Ser! Não existem estados de (Não Ser)
Somente por meio de instalar algum tipo de limite é
possível algum tipo de jogo ser jogado.
Quais as diferenças entre um postulado e um objeto?
Bem um postulado pode aumentar de zero a cem
positivos e decair a zero negativos até cem negativos.
Intensidade. Isso não acontece com um objeto.
Os postulados se satisfazem um ao outro essa é a lei do
postulado complementar. Assim se desvanecem. Essa lei
não aplica a objetos.
Que uma coisa não possa existir e não existir também se
aplica a postulados. Os objetos no universo somente
obedecem a esta lei. Não podem existir e não existir ao
mesmo tempo.
Os postulados inatamente obedecem a estas três leis.
A Lei da escala. Aumento e diminuição de intensidade.
A lei do complemento que satisfaz mutuamente os
postulados e os faz desaparecer.
A lei de que um postulado não pode existir e não existir
ao mesmo tempo.
Estas são as únicas três leis que governam o
comportamento dos postulados no universo. Não há
outras. A classe dos postulados complementares tende a
desvanecer no jogar do jogo. A falta de apreço pelo fato
de que podes terminar o jogo adotando um postulado
complementar.
Assim ficamos presos no jogo sem saber como sair.
Somente pela aplicação de postulados complementares
podemos desvanecer a condição de jogo compulsiva e
começar a jogar jogos voluntários mais razoáveis.
Mas qualquer jogo nunca será razoável por completo.
Agora estou na posse do conhecimento da aplicação dos
postulados complementares e de oposição e posso jogar
em forma racional.