Вы находитесь на странице: 1из 2

PORTARIA Nº 521, DE 10 DE ABRIL DE 2019 - Diário Oficial da Uniã

http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/

Publicado em: 11/04/2019 | Edição: 70 | Seção: 1 |

Publicado em: 11/04/2019 | Edição: 70 | Seção: 1 | Página: 251 Órgão: Ministério da Saúde/Gabinete do Ministro

PORTARIA Nº 521, DE 10 DE ABRIL DE 2019

Habilita leitos de Unidade de Terapia Intensiva Pediátrico Tipo II, e estabelece

recurso do Bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde a ser

incorporado ao Grupo de Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar - MAC do Estado do Rio Grande do Sul.

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições que lhe conferem os incisos I e II do Parágrafo único do

art. 87 da Constituição, e

Considerando a Portaria GM/MS nº 1.506 de 18 de julho de 2014, que aprova o componente hospitalar da Etapa II do Plano

de Ação da Rede de Atenção às Urgências do Estado do Rio Grande do Sul e Municípios, e aloca recursos financeiros para a sua

implantação;

Considerando art. 1º do Anexo III da Portaria de Consolidação GM/MS nº 3, de 28 de setembro de 2017, que institui a Rede

de Atenção às Urgências no Sistema Único de Saúde e o art. 2º que estabelece diretrizes para a organização da Rede de Atenção à

Saúde no âmbito do SUS;

Considerando a Portarias de Consolidação GM/MS nº 3, Anexo III, Livro II, Título I, art. 13 a art. 18 e art. 35 a 38; e nº 6,

Título VIII, Cap. II, Seção I art. 858 a 874, que organizam o Componente Hospitalar da Rede de Atenção às Urgências no âmbito do

Sistema Único de Saúde (SUS);

Considerando a Portaria de Consolidação GM/MS nº 3, de 28 de setembro de 2017, Anexo III, Livro II, Título X - Do Cuidado

Progressivo ao Paciente Crítico ou Grave;

Considerando a Portaria nº 3.992/GM/MS, de 28 de dezembro de 2017, que altera a Portaria de Consolidação nº 6/GM/MS,

de 28 de setembro de 2017, para dispor sobre o financiamento e a transferência dos recursos federais para as ações e os serviços

públicos de saúde do Sistema Único de Saúde;

Considerando a Parecer Técnico Nº 1.001 SEI/2018- CGUE/DAHU/SAS/MS, constante no NUP 25000.142614/2018-26; e

Considerando a avaliação técnica da Coordenação-Geral de Atenção Hospitalar - DAHU/SAS/MS, resolve:

Art. 1º Fica habilitado, o número de leitos da Unidade de Tratamento Intensivo Pediátricos, Tipo II da FAHERG - Fundação

de Apoio Hospital de Ensino Rio Grande.

Art. 2º Fica determinado que as referidas unidades poderão ser submetidas à avaliação por técnicos da Secretaria de

Atenção à Saúde/MS, e, no caso de descumprimento dos requisitos estabelecidos no Título X, da Portaria de Consolidação GM/MS nº

3, de 28 de setembro de 2017, terão suspensos os efeitos de seus cadastramentos.

Art. 3º Fica estabelecido recurso do Bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde no montante anual de R$

2.682.000,00 (dois milhões seiscentos e vinte e oito mil reais) a ser incorporado ao Grupo de Atenção de Média e Alta Complexidade

Ambulatorial e Hospitalar - MAC do Estado do Rio Grande do Sul.

Art. 4º Os recursos financeiros estabelecidos no art. 3° desta Portaria referem-se à habilitação de 10 leitos de UTI

Pediátricos, Tipo II, Código 26.03 da FAHERG - Fundação de Apoio Hospital de Ensino Rio Grande, CNES 2707675, localizada no

Município de Rio Grande (RS), da proposta SAIPS n° 57.053, previstos no Plano de Ação Regional da Rede de Atenção às Urgências e

Emergências do Estado e Municípios do Rio Grande do Sul, aprovado pela Portaria GM/MS nº 1.506 de 18 de julho de 2014.

Art. 5º Determinar que o Fundo Nacional de Saúde adote as medidas necessárias para a transferência, regular e automática,

do montante estabelecido no Art. 3º, ao Fundo Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, em parcelas mensais, mediante processo

autorizativo encaminhado pela Secretaria de Atenção à Saúde.

Art. 6º Estabelecer que os recursos orçamentários, objeto desta Portaria, correrão por conta do orçamento do Ministério da

Saúde, devendo onerar o Programa de Trabalho 10.302.2015.8585 - Atenção à Saúde da População para Procedimentos em Média e

Alta Complexidade - Plano Orçamentário 0000.

Parágrafo único - o recurso relativo ao estabelecimento consignado ao programa de trabalho de que trata o caput tem como

finalidade o custeio de quaisquer ações e serviços de média e alta complexidade para atenção à saúde da população, desde que

garantida a manutenção da unidade.

PORTARIA Nº 521, DE 10 DE ABRIL DE 2019 - Diário Oficial da Uniã

http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/

Art. 7º Esta Portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos financeiros a partir da 5ª (quinta) parcela de 2019.

LUIZ HENRIQUE MANDETTA

com efeitos financeiros a partir da 5ª (quinta) parcela de 2019. LUIZ HENRIQUE MANDETTA 2 de