Вы находитесь на странице: 1из 6

Relacionado

Carta de uma criança Índigo a um professor

· Mais sobre Diversos


'Olá e obrigado por ler a minha carta. · Notícias por webmaster
Eu sou aquela criança que normalmente não pára quieta na Os artigos mais lidos
carteira, e a quem está sempre a dizer para se calar. É que, às sobre Diversos:
vezes, eu entendo as coisas antes do Senhor acabar de O Segredo -
explicar a matéria e, se tem de repetir, aborreço-me. documentário The Secret

Às vezes posso ser muito mal-educado ou explosivo para chamar a atenção.


Gosto de falar de temas que o senhor "acredita" não serem para a minha idade.
Está sempre a dizer aos meus pais que não consigo aprender, no entanto, se Classificação
alguma coisa me interessa aprendo facilmente, mas quando já tenho
conhecimentos suficientes ponho de lado porque me aborreço. Pontuação Média: 4.67
Votos: 43
Não contesto a autoridade, mas o entendimento e as explicações. Aprendo por
imitação: o seu exemplo para mim é muito importante. Segundo o senhor,
estou sempre a transgredir as normas e a criar outras. Sou esse génio em
"potência" que se se concentrasse em algo seria melhor... Vote neste artigo:

Os meus pais levaram-me ao médico e dizem que tenho ADHD, uma coisa
chamada "Deficiência de Atenção com Hiperactividade", e isso quer dizer que
não paro quieto, não posso prestar atenção durante muito tempo, distraio-me
facilmente e, além disso, sou hiperactivo.

O médico queria que eu tomasse Ritalin (a minha mãe recusou dizendo que as
anfetaminas criam toxicodependentes). Então, ela investigou e, agora, faço
coisas que direccionam a minha energia (desporto, artes marciais, Tai-chi,
Yoga), e evita dar-me alimentos com açúcar ou glucose e sinto-me mais calmo.

Não gosto que me tratem como criança, talvez saiba menos de certas coisas,
mas isso não significa que não saiba. Estou no meu processo.
Votar
Dê-me mais tempo para assimilar as coisas, pois aprendo de maneira diferente.

Opções
Se eu não aprendo de uma forma tradicional... porque usa sempre a mesma
maneira? Quem sabe se fosse um método mais prático?

Estou sempre a perguntar... porquê? Isso não quer dizer que o estou a pôr à Imprimir
prova, tenho somente curiosidade. Se não souber a resposta diga-me. Não seja
evasivo, guie-me para eu encontrar a resposta. Envie este artigo a
um amigo
Gostaria que me incluísse quando tomasse decisões que me afectam, não sou
simplesmente mais um aluno.

Gostaria que reconhecesse que sou diferente e não que me classificasse como
diferente.

Não sou nem mais nem menos que o senhor. Se me explicasse para que serve
o que estudamos e que para conseguir certas coisas preciso de disciplina,
reagiria de maneira diferente.

Quando não me conseguir concentrar faça alguma actividade para me distrair:


um jogo, música, dança... Mas não grite comigo.

Sei que muitas vezes se desespera na sala de aula pois nenhum de nós lhe
presta atenção. Já se preocupou em saber o que realmente nos interessa?

Despeço-me com Amor José Manuel'

(Este texto foi escrito por José Manuel Piedrafita Moreno, Educador e Índigo
Adulto. É livre de usar e divulgá-lo desde que não altere integral ou
parcialmente, incluindo os créditos)

*****
SOBRE JOSÉ MANUEL PIEDRAFITA MORENO
Nasceu em Jaca, província de Huesca (España) em 1969.

Seus estudos básicos foram realizados em Jaca.

Estudou Canto Lírico em Barcelona, sob a direcção de Roberto Kaiser e José


Filloy.

É professor de Técnica Vocal.

Depois muda-se para Inglaterra e tirou os cursos de Educador e Professor de


inglês como língua estrangeira.

Trabalhou dando aulas de inglês, espanhol e técnica vocal, faz traduções e


serviços de interprete de inglês e espanhol.

Actualmente dedica-se a fazer cursos e conferências sobre as Crianças Índigo e


a Nova Educação além de dirigir o CEP3D (Centro Educativo Pirenaico 3D)
situado em Jaca, Espanha.

No final de Fevereiro administrará conferência e seminário em Lisboa, na Torre


da Aguilha sobre as Crianças Índigo. Para mais informações ver em conferência
e em seminário.

Ver mais em http://www.geocities.com/elclubdelosninosindigo/

Tópicos Associados

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por Promethian , Terça, 27 de Janeiro @ 14:05:58 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário)
Olá!

Achei este texto muito interessante e gostava de colocar uma pergunta: "O que é um Indigo?"

Já andei à uns tempos atras a pesquisar sobre as crianças e adultos indigos, mas continuo sem saber
exactamente o que são.. cheguei a ler um doc. que falava de certos atributos comuns aos adultos indigos
com os quais, na sua maioria, me identificava.. mas o que quer isso dizer??

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por AnaEugenio , Quarta, 28 de Janeiro @ 12:04:19 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário) http://facilitareiki.blogs.sapo.pt/
olá :)

ser Índigo é nascer com uma aura índigo! basicamente é por isso que tem esse nome! é alguém que nasce
com uma aura mais espiritual... com menos bloqueios! mais próximo dos níveis "superiores"!

ser Índigo é nascer mais consciente de que somos seres de Luz... mais consciente do Amor Incondicional
que é a nossa essência! nesta perspectiva, os índigo têm menos implantes... e nascem com o propósito de
desbloquear os outros!

pelo menos é como eu o interpreto ;)

Luz e Paz
Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)
por AnaEugenio , Quarta, 28 de Janeiro @ 12:11:52 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário) http://facilitareiki.blogs.sapo.pt/
oops!

resta explicar que índigo é a cor do Chacra do Terceiro Olho ;)

Bjs

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por Promethian , Quarta, 28 de Janeiro @ 18:04:50 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário)
"ser Índigo é nascer mais consciente de que somos seres de Luz... mais consciente do Amor Incondicional
que é a nossa essência! nesta perspectiva, os índigo têm menos implantes... e nascem com o propósito de
desbloquear os outros!"
Ah, finalmente uma esplicação que eu perceba ;)
Bigada :)

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por reikiana , Quinta, 29 de Janeiro @ 18:51:29 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem)
Olá

Ao ler esta carta, tudo nela me é familiar, pois meu filho tem 6 anos e tem todo o mesmo comportamento e
temperamento que ( Jose Manuel ).Desde que ele era Bebe que senti que é uma criança especial, porque?!
não sei bem.O seu olhar, atitudes conversas não me parecem ser ele nem para a idade dele. A nivel da
escola tem muitos problemas, o que me deixa muito preocupada, pois não para quieto faz questão de não
ouvir a Professora, etc.......Está a ter apoio Psicologico, mas não se deteta nada de anormal. Gostava muito
de saber se ele será uma criança INDIGO? Haverá alguma maneira de eu saber se ele é uma criança
INDIGO? Exame, testes, etc....?
Se alguem me souber responder, desde já agradeço pois não é facil passar pelo que estou a passar, sem ter
dados concretos de parte alguma. Obrigada

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por Erica , Quinta, 29 de Janeiro @ 20:21:30 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem)
Olá!

Reikiana, só pelo que disse acerca do seu filho posso garantir-lhe que ele é mesmo uma criança índigo. Eles
estão em todo o lado, e com essas características então, pode trr a certeza! É perfeitamente normal a
atitude dele na escola, pois estas crianças já não entram no jogo dos humanos. E a escola faz parte do jogo.
Não será necessário o acompanhamento psicológico, pois eles são mesmo assim. Deixe o seu filho tomar o
caminho que decidir, ele tem essa capacidade.

Muitos beijinhos!!

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por AnaEugenio , Sexta, 30 de Janeiro @ 11:48:42 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário) http://facilitareiki.blogs.sapo.pt/
bom dia :)

ena! a conversa 'tá a aquecer!!

reikiana ;) os Índigo têm uma aura índigo ('tá aí uma hipótese para os "identificar") há alguns sites em que
se partilha informação sobre o que sente e como "lidar" com um Índigo... e, este mês, a revista Pais &
Filhos publicou um artigo sobre as crianças índigo :)

ter um filho índigo é conviver com um ser que questiona tudo o que está instituído... é uma
responsabilidade, mas tb é uma benção luminosa ;) como nada do que existe se coaduna com os Índigo...
as respostas, para cada situação, estão no seu coração :)
concordo com a Erica, os Índigo ñ são crianças com problemas, são crianças diferentes... nós é que criamos
os problemas, contrariando o seu modo de ser!

é apenas como eu o sinto :)

Luz e Paz

 Re: Carta de uma criança Índigo a um professor por reikiana , Sexta, 30 de Janeiro @ 15:01:48 WET

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por AnaEugenio , Sexta, 30 de Janeiro @ 16:53:46 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário) http://facilitareiki.blogs.sapo.pt/
Saudações de Luz

Em resposta à reikiana ;)

As crianças índigo nascem para ajudar-nos a transformar o Mundo. Nós precisamos aprender com elas,
escutando-as e observando-as.

Eis um aperitivo sobre as regras básicas para lidar com elas... disponíveis na tradução do livro de Drunvalo
Melchizedek sobre Crianças Índigo in. http://www.flordavida.com.br/HTML/indigo.html

Trate os Índigos com respeito. Honre a sua existência na família.


Ajude-os a criar as suas próprias soluções disciplinadas.
Dê-lhes escolha em tudo.
Nunca os diminua, nunca.
Explique sempre o porquê das coisas.
Faça deles um parceiro no relacionamento. (Pense bastante sobre este aspecto.)
Evite a crítica negativa. Deixe-os saber sempre que você os apoiará em todos os momentos. Eles crescerão
segundo as suas verbalizações e irão surpreendê-lo durante o processo. Então, celebrem juntos. Não os faça
simplesmente realizar, encoraje-os.

Ser firme mas justo é necessário para a segurança deles e para nossa.

Links sobre os Índigo:


http://www.kryon.com
http://www.indigochild.com

E um fórum (em inglês) para pais e professores de crianças índigo ;)


http://www.fosters-solutions.com/Postnuke/html/modules.php?op=modload&name=XForum&file=index

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por AnaEugenio , Sexta, 30 de Janeiro @ 17:19:50 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário) http://facilitareiki.blogs.sapo.pt/
Luz e Paz

Partilho convosco o excerto de um artigo fantástico sobre crianças índigo...

Parenting of the Magical Indigo Child

“Do as I say, don’t ask questions.” Our generation and those before often complied with that explanation.
Even if we didn’t agree with it, we followed our parent’s orders without question, believing it was for our
own good. We did our schoolwork without justification, or any meaning behind its content. We did it because
we were supposed to regardless of whether or not we would need the information when we grew up.

Today’s children are different than we were. They have entered this world with a sense of who they are and
their purpose on this planet. They are already highly spiritual and intuitive— a level at which we strive to
achieve. The term Indigo is derived from the 6th chakra or otherwise known as the third eye chakra. The
color indigo is associated with the third eye and intuition. Things need to have a meaning, a value, and a
purpose. They place a high value on integrity, truth, and love. (...)

Indigo children are no different than any other child in that they need to have guidance and discipline. If
anything these children require even more structure and balance in their lives. The only difference is how we
as parents go about providing this for them. For example, instead of telling them that they must clean their
room, “just because I said so.” It would derive much better results by telling them it is important to keep a
neat room so that they can find their belongings easier.

artigo completo in. http://www.childrenofthenewearth.com/articles/parentingofthemagicalindigo.shtml

a net pode ser um manancial de respostas ;)

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por Promethian , Sexta, 30 de Janeiro @ 18:06:49 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário)
Olás :)

Bem, na minha perspectiva pessoal, sejam crianças índigo ou não, acho que todas elas devem ser tratadas
como iguais, da mesma forma que tratamos outro adulto. Ou seja, não ignorar o que elas têm para nos
dizer, falar com elas como seres inteligentes que são e sair do ciclo vicioso "é uma criança! o que sabe ela?"
ou "ainda és muito jovem para compreender...", etc.

Ainda me lembro bem de como eu próprio era tratado na 1ª classe, da professora dizer à minha mãe que eu
era preguiçoso e que não queria fazer as coisas que todos os outros faziam e que assim não ia dar gente…
bla bla bla..
Ainda me lembro dos espancamentos e humilhações a que eu e os meus colegas éramos submetidos quando
não sabíamos algo e nem sequer me atrevia a questionar para que serviam as coisas que aprendíamos,
embora ainda hoje me questione internamente...
Hoje estou no ensino superior…:) e ainda continuo a ser pressionado… :

O que quero dizer com isto tudo é que estes tratamentos “especiais” e pressões podem ser bastante
prejudiciais para as crianças. Até vem mesmo a calhar, li esta semana um artigo, no site vidanova, sobre a
forma como os pais tratam as crianças e passo a expressão “são como potros de corrida”. Acontece muito
frequentemente os pais visionarem uma vida de sonho para os seus filhos e muitas vezes se esquecerem de
lhes perguntar o que eles realmente querem e pressiona-los a tomar as decisões que para eles estão
correctas.

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por Erica , Sábado, 31 de Janeiro @ 01:23:09 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem)
Olá!

Ana, obrigada pela informação (só tu mesmo para nos dar tais informações da net :D) e bigada, Promethian
pela tua intervenção ;)

Quanto à maneira de tratar estas crianças, o que tenho a dizer é que concordo com o facto de não as
tratarmos como crianças. Mas em relação a não termos uma maneira de lidar com elas um tanto especial...
acho que, sendo elas seres diferentes, a maneira de as educar também difere, pois já não aderem às
"educações normais" (e vemos agora que muitas estão em psicólogos e psiquiatras). Existe até um
seminário, mais concretamente para recentes pais e educadores, que os ensina a educarem estas crianças.
Deve ser espectacular! Quam quiser saber mais informações deste seminário, está no site
http://www.velatropa.com/via_teorica/criancas_indigo/index.html

Meus amores, chegámos à Noa Era! ;D Muitos beijinhos!

Re: Carta de uma criança Índigo a um professor (Pontuação: 1)


por smorgado , Segunda, 02 de Fevereiro @ 09:43:12 WET
(Informações do Utilizador | Enviar a Mensagem | Diário) http://blog.sofiamorgado.net
Bom dia! :D

Este assunto está deveras interessante! Quanto ao seminário, as informações constam neste mesmo
artigo... ;)

Concordo com o Promethian... as crianças são todas elas especiais, apenas umas trazem menos 'véus' que
outras... o mesmo acontece com os já adultos.

Creio que 'a coisa' passa mais por rever o nosso sistema de educação. Não será mais útil renovarmos aquilo
que já não nos serve? Estou-me a lembrar do livro 'A Profecia Celestina' e do que Redfield introduziu em
relação ao tratamento/relação das/com as crianças. Concordo em género, número e grau! Há que explicar-
lhes as coisas, mesmo que duma forma que elas entendam - subentenda-se de forma simples e com todas
as palavras e não com analogias de abelhas e ursos, e tratá-las como seres inteligentes, especiais e
promissores que são.

Lembrei-me agora de algo que ouvi num video sobre Budismo... cada indivíduo é um potencial Buda, pode
tornar-se um se lhe forem dadas as devidas condições para tal.

abracinhos luminosos,
Sofia