You are on page 1of 48

Efetivando direitos e aprendizagens na Educação Infantil

Efetivando
Efetivando
Efetivando
direitos
direitos
direitos
e eaprendizagen
eaprendizage
aprendizag
nanana
Educação
Educação
EducaçãoInfantil
Infantil
Infantil
En cooperación con la

En cooperación con la
APRESENTAÇÃO ESTRUTURA DO DOCUMENTO

Este material foi elaborado para apoiar professores 03 Os 6 direitos


e gestores na implementação da Base Nacional Comum de aprendizagem
Curricular (BNCC) na Educação Infantil. Referencial para
todos os currículos da Educação Básica, a BNCC determina
10 Apresentação do conceito
os conhecimentos e habilidades que todas as crianças
campos de experiência
e jovens têm o direito de aprender.

Tomando como referência as Diretrizes Curriculares Nacionais


16 CAMPOS DE EXPERIÊNCIA
da Educação Infantil, a BNCC propõe, para esta etapa, uma 18 O Eu, o Outro
e o Nós
organização curricular em campos de experiência, onde
as práticas pedagógicas acontecem com intencionalidade Corpo, Gestos
22
e Movimentos
e levando em consideração que bebês e crianças aprendem
Traços, Sons,
e se desenvolvem a partir de experiências cotidianas. 26 Cores e Formas
Ao navegar no documento a seguir, você encontrará um resumo Escuta, Fala, Pensamento
30
do que a BNCC traz para a Educação Infantil (direitos, campos e Imaginação
de experiência, objetivos de aprendizagem) e algumas sugestões 34 Espaço, Tempos, Quantidades,
aos professores de práticas considerando as especificidades Relações e Transformações
etárias e integrando os campos de experiências.
Esta sistematização tem como base a publicação “Campos de
38 FAIXAS ETÁRIAS
Experiências: Efetivando Direitos e Aprendizagens na Educação 39 Bebês
Infantil”, de autoria de Zilma de Moraes Ramos de Oliveira,
Crianças
Bebês Crianças bem Crianças

42
pequenas pequenas

lançada pelo Ministério da Educação, em 2018.


(de zero a 1 ano
e 6 meses) (de 1 ano e 7 meses (de 4 anos a 5 anos
a 3 anos e 11 meses) e 11 meses)

bem pequenas
Boa navegação e bom trabalho! 45 Crianças
pequenas
Bebês Crianças bem Crianças
(de zero a 1 ano pequenas pequenas
e 6 meses) (de 1 ano e 7 meses (de 4 anos a 5 anos
a 3 anos e 11 meses) e 11 meses)
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC organiza a Educação


Infantil em torno de 6 DIREITOS
DE APRENDIZAGEM de todas
as crianças:

EXPRESSAR CONVIVER

Direitos de
CONHECER-SE aprendizagem BRINCAR

EXPLORAR PARTICIPAR
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC organiza a Educação


Infantil em torno de 6 DIREITOS
DE APRENDIZAGEM de todas
as crianças:

EXPRESSAR CONVIVER
COM OUTRAS CRIANÇAS E
ADULTOS, em pequenos e
grandes grupos, utilizando
diferentes linguagens, ampliando
o conhecimento de si e do outro,
o respeito em relação à cultura e Direitos de
CONHECER-SE aprendizagem BRINCAR
às diferenças entre as pessoas.

EXPLORAR PARTICIPAR
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC organiza a Educação


Infantil em torno de 6 DIREITOS
DE APRENDIZAGEM de todas
as crianças:

EXPRESSAR CONVIVER
DE DIVERSAS FORMAS, em
diferentes espaços e tempos,
com diferentes parceiros de
forma a ampliar e diversificar suas
possibilidades de acesso
a produções culturais. Direitos de BRINCAR
CONHECER-SE aprendizagem
A participação e as transformações
introduzidas pelas crianças nas
brincadeiras devem ser valorizadas,
tendo em vista o estímulo
ao desenvolvimento de seus
conhecimentos, sua imaginação, EXPLORAR PARTICIPAR
criatividade, experiências
emocionais, corporais, sensoriais,
expressivas, cognitivas, sociais
e relacionais.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC organiza a Educação


Infantil em torno de 6 DIREITOS
DE APRENDIZAGEM de todas
as crianças:

EXPRESSAR CONVIVER
ATIVAMENTE, com adultos
e outras crianças, tanto do
planejamento da gestão da escola
e das atividades propostas pelo
educador quanto da realização
das atividades da vida cotidiana, Direitos de
CONHECER-SE aprendizagem BRINCAR
tais como a escolha das
brincadeiras, dos materiais e
dos ambientes, desenvolvendo
diferentes linguagens e elaborando
conhecimentos, decidindo e se
posicionando. EXPLORAR PARTICIPAR
PARTICIPAR
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC organiza a Educação


Infantil em torno de 6 DIREITOS
DE APRENDIZAGEM de todas
as crianças:

EXPRESSAR CONVIVER
MOVIMENTOS, gestos, sons,
formas, texturas, cores, palavras,
emoções, transformações,
relacionamentos, histórias, objetos,
elementos da natureza, na escola e
fora dela, ampliando seus saberes Direitos de
CONHECER-SE aprendizagem BRINCAR
sobre a cultura em suas diversas
modalidades: as artes, a escrita,
a ciência e a tecnologia.

EXPLORAR
EXPLORAR PARTICIPAR
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC organiza a Educação


Infantil em torno de 6 DIREITOS
DE APRENDIZAGEM de todas
as crianças:

EXPRESSAR CONVIVER
E CONSTRUIR sua
identidade pessoal, social
e cultural, constituindo uma
imagem positiva de si e de
seus grupos de pertencimento,
nas diversas experiências de CONHECER Direitos de
CONHECER-SE aprendizagem BRINCAR
cuidados, interações, brincadeiras
e linguagens vivenciadas na
instituição escolar e em seu
contexto familiar e comunitário.

EXPLORAR PARTICIPAR
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC organiza a Educação


Infantil em torno de 6 DIREITOS
DE APRENDIZAGEM de todas
as crianças:

EXPRESSAR
EXPRESSAR CONVIVER
SUAS NECESSIDADES,
emoções, sentimentos, dúvidas,
hipóteses, descobertas, opiniões
e questionamentos, por meio
de diferentes linguagens,
como sujeito dialógico, criativo Direitos de
CONHECER-SE aprendizagem BRINCAR
e sensível.

EXPLORAR PARTICIPAR
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

Todos os direitos de aprendizagem são contemplados


em campos de experiências. Cada campo possui
objetivos de aprendizagem e desenvolvimento
específicos para DIFERENTES FAIXAS ETÁRIAS:

Bebês Bebês Crianças


Crianças bembembem
Crianças Crianças
Crianças
Crianças
(de zero (de zero a 1 ano
a 1 ano pequenas
pequenas
pequenas pequenas
pequenas
pequenas
e 6 meses)
e 6 meses) (de (de 1(de
1 ano ano eano
7 meses
e 71 meses (de
(de4
e 7 meses (de 4 anos a4anos
5anosaa55anos
anos anos
a 3 anos
a 3 anos ae311 emeses)
anos 11 emeses)
11 meses) ee11
11meses)
e 11 meses) meses)
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS:
Os campos de experiências reconhecem que a
imersão das crianças em práticas sociais e culturais
criativas e interativas promove aprendizados
significativos. São um arranjo curricular que
organiza e integra brincadeiras, observações,
interações que acontecem na rotina da creche/escola.
Dão intencionalidade para as práticas pedagógicas
e colocam a criança no centro do processo.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

Os campos de experiências precisam ser trabalhados com


INTENCIONALIDADE PEDAGÓGICA. Isso significa planejar atividades que
integrem o que está proposto no currículo com os interesses e ideias das
crianças do grupo. A partir da escuta ativa da turma e do conhecimento
aprofundado do documento curricular, o professor promove aprendizagens
significativas às crianças. Essas atividades não devem ser concentradas
em aulas específicas nem realizadas com hora marcada. Elas devem fazer
parte de todos os momentos da jornada na Educação Infantil, como:

• acolhimento e despedida; • momentos • diferentes contextos


de pequenos grupos; de aprendizagem, como
• atividades de livre escolha;
atividades dirigidas pelo
• momentos na área externa;
• momentos professor, festividades
de grande grupo; • rotinas de cuidado e e encontros com as
famílias, roda de conversa
e hora da história.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

O arranjo curricular por campos de experiências PERMITE:

Organização de práticas abertas às iniciativas, desejos e formas


próprias de agir das crianças, que são mediadas pelas professoras.

Imersão da criança em vivências que promovem aprendizagem


e desenvolvimento, sempre tomando as interações e a brincadeira
como eixos estruturantes.

Mudança do foco do currículo da perspectiva do/a professor/a


para a perspectiva da criança, que empresta um sentido singular
às situações que vivencia e efetiva aprendizagens.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

ISSO LEVA A:

Garantir a todas as crianças tempo para explorar as proposições que a


professora faz e entender que elas precisam repetir essa mesma proposição
outras vezes, de modo a não só apropriar-se de determinadas ações, mas
também elaborar um sentido para a experiência vivida.

Abandonar a ideia de crianças como seres frágeis e incompetentes,


e da infância como período de passividade, dependência ou debilidade.

Rejeitar toda postura pedagógica (incluindo as instruções, os materiais


didáticos, as histórias) de rigidez e inflexibilidade, sem atentar para a forma
como as crianças reagem ao que lhe é proposto.

Não definir o processo pedagógico como metas que são impostas à criança,
negligenciando o significado que aquele processo tem na experiência infantil.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

A BNCC na etapa da Educação Infantil propõe a organização das atividades


pedagógicas usando o conceito de campo de experiência. Para saber mais sobre
esse arranjo, escolha como quer navegar: conhecendo um campo de experiência
por vez ou entendendo, por faixa etária, qual é a proposta de cada um:

CAMPOS DE FAIXAS
EXPERIÊNCIAS ETÁRIAS
pág. 16 pág. 38
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

CAMPOS DE
EXPERIÊNCIAS
No planejamento de uma atividade ou de um conjunto
de atividades, os campos de experiência devem ser
pensados de maneira integrada, ou seja, objetivos
de diferentes campos de experiência podem estar
presentes em uma mesma proposta.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

SÃO 5 CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS


Clique no campo de experiência sobre o qual deseja saber mais:

ESCUTA, FALA,
PENSAMENTO
E IMAGINAÇÃO

TRAÇOS,
O EU, O OUTRO SONS, CORES
E O NÓS E FORMAS
CAMPOS DE
EXPERIÊNCIAS

ESPAÇO, TEMPOS,
CORPO, QUANTIDADES,
GESTOS E RELAÇÕES E
MOVIMENTOS TRANSFORMAÇÕES
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS

O EU,
O OUTRO
E O NÓS
Trabalha com as experiências de interação
com os pares e os adultos, a partir das quais
as crianças constroem um modo próprio de
agir, sentir e pensar e vão descobrindo que
existem outros modos de vida e pessoas
diferentes. Ao mesmo tempo que vivem suas
primeiras experiências sociais, desenvolvem
autonomia e senso de autocuidado.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

O EU,
O OUTRO
E O NÓS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

OBJETIVOS DE Perceber que suas ações têm efeitos


nas outras crianças e nos adultos.
Demonstrar atitudes de cuidado e
solidariedade na interação com crianças
Demonstrar empatia pelos outros,
percebendo que as pessoas têm diferentes
APRENDIZAGEM e adultos. sentimentos, necessidades e maneiras de
pensar e agir.

Interagir com crianças da mesma faixa Demonstrar imagem positiva de si e Ampliar relações interpessoais, com
etária e adultos ao explorar materiais, confiança em sua capacidade para enfrentar atitudes de participação e cooperação.
objetos e brinquedos. dificuldades e desafios. Saber lidar com conflitos nas interações.

Comunicar necessidades, desejos, Compartilhar os objetos e os espaços com Agir de maneira independente,
emoções, utilizando gestos, balbucios crianças da mesma faixa etária e adultos. com confiança em suas capacidades,
e palavras. reconhecendo suas conquistas e limitações.

Reconhecer seu corpo e expressar suas Respeitar regras básicas de convívio social Comunicar ideias e sentimentos
sensações em momentos de alimentação, nas interações e brincadeiras. a pessoas e grupos diversos.
higiene, brincadeira e descanso.

Interagir com outras crianças da mesma Perceber que as pessoas têm características Demonstrar valorização das características
faixa etária e adultos, adaptando-se ao físicas diferentes, respeitando essas de seu corpo e respeitar as características
convívio social. diferenças. das crianças e adultos com os quais convive.

Comunicar-se com os colegas e os adultos, Manifestar interesse e respeito por


buscando compreendê-los diferentes culturas e modos de vida.
e fazendo-se compreender.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

O EU,
O OUTRO
E O NÓS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

APRENDIZAGENS • Compartilhar brinquedos e objetos


com outros bebês e adultos e imitar
• Escolher com os companheiros uma
história a ser encenada, usando
• Brincar no pátio, praça ou jardim, em
constante contato com a natureza.

ESPERADAS seus gestos. justificativas e argumentos ligados a seus


sentimentos. • Interagir com outras crianças em
• Experimentar sabores, perceber brincadeiras e atividades. Participar
cheiros e escolher o que quer comer. • Apoiar parceiros em dificuldade, sem de jogos de regras e aprender a construir
Identificar no ambiente texturas e sons. discriminá-los por suas características. estratégias de jogo.

• Vestir uma bermuda ou sapato • Brincar de se esconder, de faz de conta, • Pesquisar em casa sua tradições
e os retirar sem ajuda. cuidar de animais domésticos, ouvir e familiares, reconhecendo elementos
contar histórias, observar o ambiente, de sua identidade cultural.
• Brincar diante do espelho, observando colecionar objetos.
os próprios gestos ou imitar outros. • Arrumar a mesa para um almoço
• Vestir fantasias, experimentando ser com os amigos e manter a organização
• Ouvir histórias lidas ou contadas outras pessoas e personagens de seus pertences.
pela professora e cantar com ela de histórias.
e as crianças. • Estabelecer relações entre seu modo
• Torcer a favor de um grupo: um time de vida e as formas de viver de outros
esportivo, uma equipe musical, grupos. Explorar brincadeiras e
um grupo de gincana. organização social de diferentes culturas.

• Cantar, respeitando sua vez • Falar de situações pessoais ou narrar


e ouvindo os companheiros. histórias familiares. Discutir situações-
problemas em grupo ou formas de planejar
um evento.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

O EU,
O OUTRO
E O NÓS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

A MEDIAÇÃO Criar situações em que as crianças possam expressar afetos, desejos e saberes
e aprendam a ouvir o outro, conversar, argumentar, fazer planos, enfrentar
DO PROFESSOR conflitos, participar de atividades em grupo e criar amizades.

Apoiar as crianças no desenvolvimento de uma identidade pessoal, um sentimento


de autoestima, autonomia, confiança em suas possibilidades e de pertencimento
a determinados grupos: étnico-racial, religioso, regional.

Fortalecer os vínculos afetivos de todas as crianças com suas famílias e


ajudá-las a captar as possibilidades trazidas por diferentes tradições culturais
para a compreensão do mundo e de si mesmas.
Incentivar as crianças a refletir sobre a forma injusta como os preconceitos
étnico-raciais e outros foram construídos e se manifestam, e a construir atitudes
de respeito, não-discriminação e solidariedade.

Construir com as crianças o entendimento da importância de cuidar de sua saúde


e bem-estar, no decorrer das atividades cotidianas.

Criar com as crianças hábitos ligados à limpeza e preservação do ambiente,


à coleta do lixo produzido nas atividades, à reciclagem.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS

CORPO,
GESTOS E
MOVIMENTOS
Destaca experiências em que gestos,
posturas e movimentos constituem
uma linguagem com a qual crianças
se expressam, se comunicam e
aprendem sobre si e sobre o universo
social e cultural.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

CORPO,
GESTOS E
MOVIMENTOS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

OBJETIVOS DE Movimentar as partes do corpo para


exprimir corporalmente emoções,
Apropriar-se de gestos e movimentos
de sua cultura no cuidado de si, nos
Criar com o corpo formas diversas
de expressão de sentimentos, sensações
APRENDIZAGEM necessidades e desejos. jogos e brincadeiras. e emoções, em situações do cotidiano
e brincadeiras.

Experimentar possibilidades corporais nas Explorar formas de deslocamento no Demonstrar controle e adequação
brincadeiras e interações em ambientes espaço (pular, saltar, dançar) combinando do uso do corpo em jogos, contação
acolhedores e desafiantes. movimentos e seguindo orientações. de histórias, atividades artísticas
e brincadeiras.

Imitar gestos e movimentos de outras Demonstrar progressiva independência Criar movimentos, gestos, olhares, mímicas
crianças, adultos e animais. no cuidado do seu corpo. e sons com o corpo em jogos, atividades
artísticas e brincadeiras.

Utilizar os movimentos de preensão, Desenvolver progressivamente Adotar hábitos de autocuidado relacionados


encaixe e lançamento, ampliando as habilidades manuais, adquirindo controle a higiene, alimentação, conforto e aparência.
possibilidades de manuseio de diferentes para desenhar, pintar, rasgar, folhear,
materiais e objetos. entre outros.

Participar do cuidado do seu corpo Coordenar habilidades manuais no


e da promoção do seu bem-estar. atendimento adequado a seus interesses
e necessidades em situações diversas.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

CORPO,
GESTOS E
MOVIMENTOS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

APRENDIZAGENS • Pegar, amassar, empilhar, montar,


encaixar, mover, lançar longe, chutar
• Participar de jogos de faz de conta
assumindo determinadas posturas
• Brincar de esconde, de pique, de siga
o mestre. Andar como robôs, zumbis

ESPERADAS objetos de diferentes formas, cores,


pesos, texturas, tamanhos.
corporais, gestos e falas que delineiam
papéis.
e de outros jeitos.

• Participar de jogos que envolvam


• Brincar com água, terra e outros • Dançar com diferentes expressões orientar-se (em frente, atrás,
elementos naturais. Brincar de procurar faciais, posturas corporais ao som no alto, embaixo), em resposta
e achar objetos escondidos. de diferentes gêneros. a comandos da professora.

• Explorar espaços, rolando, sentando, • Brincar com marionetes reproduzindo • Teatralizar histórias, com gestos
rastejando, engatinhando, erguendo falas de personagens que memorizaram e expressões. Usar fantoches e
o tronco e a cabeça. ou que inventam. confeccionar cenários e figurinos.

• Participar com autonomia crescente • Manipular diferentes objetos: pegar, • Incluir em jogos desafios motores
dos momentos de cuidados pessoais, lançar, encaixar, empilhar, rasgar, (jogar futebol com uma bola menor)
como a hora do banho, de vestir-se, amassar, folhear, pintar. ou conteúdo simbólico (pega vira
de desvestir-se. “pega-monstro”).
• Explorar desafios do espaço com
• Acompanhar a narrativa ou leitura de maior autonomia e presteza. • Dançar. Imitar, criar e coordenar
uma história fazendo expressões e gestos Correr, saltar, escalar. movimentos, explorando o espaço
para seguir a ação dos personagens. e as qualidades do movimento.
• Brincar seguindo orientações como:
em frente, atrás, no alto, em cima, • Descrever, avaliar e reproduzir
embaixo, dentro, fora. apresentações de dança e outras
expressões da cultura corporal (circo,
esportes, mímica, teatro).
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

CORPO,
GESTOS E
MOVIMENTOS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

A MEDIAÇÃO Garantir propostas, organizações espaciais e de materiais que possibilitem


à criança mobilizar seus movimentos para explorar o entorno e as possibilidades
DO PROFESSOR de seu corpo. E fazer com que elas se sintam instigadas a isso.

Compreender o corpo em movimento como instrumento expressivo e de


construção de novos conhecimentos de si, do outro e do universo, sem interpretá-lo
como manifestação de desordem ou indisciplina.

Agir sem pressa em momentos de atenção pessoal, contando à criança o intuito


da ação que está mediando (“agora vamos vestir a camiseta”), enquanto aguarda
sinal de que ela está disponível para participar.

Interpretar os gestos das crianças em sua intenção comunicativa e/ou expressiva,


verbalizando para elas sua compreensão do significado desses gestos.

Reunir crianças com diferentes competências corporais e validar os avanços


motores de todas elas, respeitando suas características corporais.

Observar as expressões do corpo das crianças nas mais diferentes manifestações


culturais e brincadeiras tradicionais.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

TRAÇOS, SONS,
CORES E FORMAS
Possibilita à criança viver de forma criativa
experiências com o corpo, a voz, instrumentos
sonoros, materiais plásticos e gráficos que
alimentem percursos expressivos ligados
à música, à dança, ao teatro, às artes
plásticas e à literatura.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

TRAÇOS,
SONS, CORES
E FORMAS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

OBJETIVOS DE Explorar sons produzidos com


o próprio corpo e com objetos cotidianos.
Utilizar diferentes fontes sonoras
disponíveis no ambiente em brincadeiras
Utilizar sons produzidos por materiais,
objetos e instrumentos musicais durante
APRENDIZAGEM cantadas, canções, músicas e melodias. brincadeiras de faz de conta, encenações,
criações musicais ou festas.

Traçar marcas gráficas em diferentes Utilizar materiais moldáveis (massa de Expressar-se livremente por meio de
suportes, usando instrumentos riscantes modelar, argila), explorando cores, texturas, desenho, pintura, colagem, dobradura e
e tintas. planos, superfícies, formas e volumes ao escultura, criando produções bidimensionais
criar objetos tridimensionais. ou tridimensionais.

Explorar diferentes fontes sonoras e Criar sons com materiais, objetos Reconhecer as qualidades do som
materiais para acompanhar brincadeiras e instrumentos musicais, para (intensidade, duração, altura e timbre)
cantadas, canções, músicas e melodias. acompanhar ritmos diversos. utilizando-as em suas produções sonoras
e ao ouvir músicas e sons.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

TRAÇOS,
SONS, CORES
E FORMAS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

APRENDIZAGENS • Reagir a sons e músicas por meio


de movimento corporal, ou batendo,
• Explorar com diferentes materiais,
relações de peso, tamanho e volume na
• Contar histórias com modulações de voz,
objetos sonoros e instrumentos musicais.

ESPERADAS chacoalhando objetos sonoros. criação de formas tridimensionais.


• Criar formas planas e volumosas
• Explorar qualidades sonoras de objetos • Participar de jogos musicais e explorar por meio da escultura/modelagem
e instrumentos musicais. formas de produzir som com o corpo. e expressar-se sobre o processo de
produção.
• Brincar com as possibilidades • Identificar sons da natureza (animais,
expressivas da própria voz. chuva), da cultura (voz, instrumentos), • Reconhecer padrões no uso de cores
ou o silêncio. em várias culturas e aplicar esse
• Utilizar a seu modo tintas caseiras, conhecimento.
guache, aquarela em produções • Expressar sensações conforme explora
visuais, ampliando possibilidades objetos e materiais com várias texturas. • Fazer dobraduras com papel, construir
de exploração da cor. castelos de cartas, experimentar efeitos
• Cantar, sozinha ou em grupo, partes de luz e sombra com velas e lanternas.
• Explorar materiais gráficos na criação de ou frases das canções que já conhece.
garatujas e outras formas de expressão. • Pintar usando diferentes suportes (papéis,
• Criar formas planas e com volume por panos, telas, pedaços de metal ou acrílico)
meio da escultura e da modelagem. e materiais (aquarela, guache, lápis).

• Fazer improvisações e composições com


objetos sonoros e construir instrumentos
musicais com materiais alternativos.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

TRAÇOS,
SONS, CORES
E FORMAS Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

A MEDIAÇÃO Compreender as manifestações expressivas dos bebês e crianças pequenas,


acolhendo seus desejos e preferências estéticas (cheiros, gostos, sons, texturas,
DO PROFESSOR temperaturas, traços, formas, imagens).

Incentivar a interação com diferentes companheiros em variadas situações


que ampliam suas possibilidades expressivas por meio de gestos, movimentos,
falas e sons, no contato com elementos que compõem cada ambiente.
Incentivar as crianças a se expressarem em linguagens diferentes, acompanhando
percursos de produções de desenhos, pinturas, esculturas, músicas e reconhecer
o que elas já sabem, como se expressam, o que gostam de produzir, olhar, escutar,
suas intenções, e propor desafios que façam sentido para elas.
Promover experiências com linguagens musicais e visuais, por um lado
oferecendo um repertório musical e objetos sonoros e/ou instrumentos musicais
a serem explorados. E, por outro, incentivando a criação plástica, com variedade
de materiais e suportes.
Proporcionar o contato com recursos tecnológicos, audiovisuais e multimídia,
cada vez mais presentes, permitindo às crianças explorar sons, traços, imagens
e se arriscar, experimentar.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS

ESCUTA, FALA,
PENSAMENTO
E IMAGINAÇÃO
Promove situações de fala e escuta, em que as
crianças participam da cultura oral (contação de
histórias, descrições, conversas). Também envolve
a imersão na cultura escrita, partindo do que
as crianças conhecem e de suas curiosidades e
oferecendo o contato com livros e gêneros literários
para, intencionalmente, desenvolver o gosto pela
leitura e introduzir a compreensão da escrita como
representatividade gráfica.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

ESCUTA, FALA,
PENSAMENTO
E IMAGINAÇÃO Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

OBJETIVOS DE Reconhecer quando é chamado por seu


nome e reconhecer os nomes das pessoas
Dialogar com crianças e adultos,
expressando seus desejos, necessidades,
Expressar ideias, desejos e sentimentos
sobre suas vivências, por linguagem oral
APRENDIZAGEM com quem convive. sentimentos e opiniões. e escrita, de fotos, desenhos e outras
formas de expressão.

Demonstrar interesse ao ouvir a leitura Demonstrar interesse ao ouvir histórias, Escolher e folhear livros, procurando
de poemas, apresentação de músicas diferenciando escrita de ilustrações, orientar-se por temas e ilustrações, e
e ao ouvir histórias lidas ou contadas. e seguindo, com a ajuda do adulto-leitor, tentando identificar palavras conhecidas.
a direção da leitura.

Comunicar-se com outras pessoas usando Relatar experiências, fatos, histórias, filmes Recontar histórias ouvidas e planejar
movimentos, gestos, balbucios, fala e peças e criar e contar histórias oralmente, coletivamente suas encenações. E produzir
e outras formas de expressão. com base em imagens ou temas sugeridos. recontos escritos, com o professor
como escriba.

Reconhecer elementos das ilustrações Formular e responder questões sobre Produzir suas próprias histórias orais e
de histórias, apontando-as, e imitar as fatos das histórias, identificando cenários, escritas (escrita espontânea) em situações
variações de entonação e gestos realizados personagens e fatos. com função social significativa.
pelos adultos ao ler histórias e ao cantar.

Conhecer e manipular materiais impressos Manipular textos e participar de situações Levantar hipóteses sobre gêneros textuais,
e audiovisuais em diferentes portadores. de escuta para ampliar seu contato com recorrendo a estratégias de observação gráfica
diferentes gêneros textuais. Manusear e de leitura, e sobre a linguagem escrita,
diferentes portadores textuais. registrando palavras e textos por
meio da escrita espontânea.

Manusear diferentes instrumentos Inventar brincadeiras cantadas, poemas


e suportes de escrita para desenhar, e canções, com rimas, aliterações etc.
traçar letras e outros sinais gráficos.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

ESCUTA, FALA,
PENSAMENTO
E IMAGINAÇÃO Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

APRENDIZAGENS • Participar de jogos rítmicos ou


de nomeação em que a professora
• Explorar ferramentas e suportes de
escrita para, a seu modo, desenhar,
• Saber organizar etapas de uma tarefa,
como uma receita culinária ou as regras

ESPERADAS aponta para algo, propõe a questão:


“O que é isso?”, e o bebê responde.
traçar letras e sinais gráficos. E saber
identificar a escrita do nome próprio.
de um jogo.

• Expressar-se na linguagem oral,


• Brincar com outros bebês, com ou • Identificar e criar sons, rimas musical, corporal, na dança, no desenho,
sem objetos, expressando-se, corporal e gestos em brincadeiras de roda na escrita, na dramatização e outras.
e/ou verbalmente. e outras interações sociais.
• Debater assuntos polêmicos do cotidiano,
• Conversar com a professora • Reconhecer as histórias e personagens como a forma de organizar os brinquedos.
em ambiente tranquilo e lúdico. nos livros. E adotar procedimentos
básicos de um leitor, como ler a partir da • Recontar histórias com recursos
• Repetir acalantos, cantigas, poesias capa e virar as páginas sucessivamente. expressivos próprios, preservando
explorando o ritmo, as palavras elementos da linguagem escrita.
e a sonoridade. • Comunicar regras de jogos aos colegas
e orientar outras crianças. • Expor impressões sobre prosas ou poesia
• Brincar de traçar marcas gráficas em que ouviu e relatar aos colegas histórias
cartolinas ou outro suporte, usando os • Relatar fatos acontecidos, histórias lidas por alguém da família.
dedos ou pincéis. de livros, filmes e peças. E conversar
sobre diferentes assuntos. • Levantar hipóteses sobre o que está
escrito e como se escreve. Localizar
• Apreciar e comentar leituras de histórias um nome específico em uma lista
e criar narrativas oralmente, a partir de palavras.
de imagens e temas sugeridos.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

ESCUTA, FALA,
PENSAMENTO
E IMAGINAÇÃO Bebês Crianças bem Crianças
(de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

A MEDIAÇÃO Perceber avanços nas tentativas de comunicação dos bebês, observando seus
balbucios, gestos, expressões faciais, entonação e modulação da voz e os ajudando
DO PROFESSOR a organizar seus pedidos, relatos, memórias, para que possam pouco a pouco se
expressar oralmente.

Promover vivências nas quais a linguagem verbal, aliada a outras linguagens,


não seja um conteúdo a ser tratado de modo descontextualizado das práticas
sociais significativas das quais a criança participa.

Possibilitar que a criança explore a língua, experimente seus sons, diferencie


modos de falar, de escrever, reflita por que se fala do jeito que se fala, e por que
se escreve do jeito que se escreve.

Permitir às crianças se apropriarem de diversas formas sociais de comunicação,


como cantigas, brincadeiras de roda, jogos cantados, e de formas de comunicação
presentes na cultura: conversas, informações, reclamações.

Instigar o interesse pela língua escrita por meio da leitura de histórias, do incentivo
para que a criança aprenda a escrever o próprio nome e para que comece a
organizar ideias sobre o sistema de escrita.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

ESPAÇO, TEMPOS,
QUANTIDADES,
RELAÇÕES E
TRANSFORMAÇÕES
Promove interações e brincadeiras nas quais a criança
possa observar, manipular objetos, explorar seu
entorno, levantar hipóteses e buscar respostas às suas
curiosidades e indagações. Isso amplia seu mundo
físico e sociocultural e desenvolve sua sensibilidade,
incentivando um agir lúdico e um olhar poético sobre
o mundo, as pessoas e as coisas nele existentes.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

ESPAÇO, TEMPOS,
QUANTIDADES,
RELAÇÕES E Bebês Crianças bem Crianças
TRANSFORMAÇÕES (de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

OBJETIVOS DE Explorar e descobrir as propriedades


de objetos e materiais (odor, cor, sabor,
Observar, relatar e descrever incidentes
do cotidiano e fenômenos naturais (luz solar,
Identificar e selecionar fontes de
informações, para responder a questões
APRENDIZAGEM temperatura). vento, chuva etc.). sobre a natureza, seus fenômenos, sua
conservação.

Explorar relações de causa e efeito Utilizar conceitos básicos de tempo (agora, Estabelecer relações de comparação
(transbordar, tingir, misturar, mover antes, durante, depois, ontem, hoje, amanhã, entre objetos, a partir de suas
e remover etc.) na interação com lento, rápido, depressa, devagar). propriedades.
o mundo físico.

Explorar o ambiente pela ação e Classificar objetos, considerando Observar e descrever mudanças
observação, manipulando, experimentando determinado atributo (tamanho, peso, resultantes de ações em experimentos
e fazendo descobertas. cor, forma). com fenômenos naturais e artificiais.

Manipular, experimentar, arrumar Identificar relações espaciais (dentro e fora, Relatar fatos importantes sobre seu
e explorar o espaço por meio de em cima, embaixo, acima, abaixo, entre e do nascimento e desenvolvimento, a história
experiências de deslocamentos de si e lado) e temporais (antes, durante e depois). dos seus familiares e da sua comunidade.
dos objetos. Manipular materiais diversos e
variados para comparar as diferenças
e semelhanças entre eles.

Vivenciar diferentes ritmos, velocidades Explorar e descrever semelhanças e Registrar observações, manipulações e
e fluxos nas interações e brincadeiras diferenças entre as características e medidas, usando múltiplas linguagens
(em danças, balanços etc). propriedades dos objetos (sonoridade, (desenho, registro por números ou escrita
textura, massa, tamanho, posição). espontânea), em diferentes suportes.

Compartilhar, com outras crianças, Classificar objetos e figuras, de acordo


situações de cuidado de plantas e animais com suas semelhanças e diferenças.
nos espaços da instituição e fora dela.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

ESPAÇO, TEMPOS,
QUANTIDADES,
RELAÇÕES E Bebês Crianças bem Crianças
TRANSFORMAÇÕES (de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

APRENDIZAGENS • Explorar objetos com formas e volumes


variados, percebendo propriedades
• Explorar objetos de vários formatos e
tamanhos, com intencionalidade, a partir
• Utilizar diferentes instrumentos de
medição convencional e não convencional
ESPERADAS simples como: luminosidade,
consistência, textura.
de suas propriedades. Por exemplo:
empilhar objetos do menor para o maior.
para estabelecer distâncias, comprimento
e massa.

• Deslocar-se livre em espaços planejados, • Resolver problemas cotidianos, como • Explorar relações de peso, tamanho e
enfrentando obstáculos: subindo, divisão de materiais, desenvolvendo volume de formas bi ou tridimensionais,
descendo, pulando, passando por cima, noções de direção, quantidade, tempo. percebendo a transformação do espaço.
por baixo.
• Observar animais em livros, revistas • Brincar de vender frutas na feira,
• Acompanhar corporalmente o canto da e filmes, reproduzir os sons que eles olhar lista de preços, localizar data no
professora alterando o ritmo e o timbre produzem e descrever seu físico calendário. São práticas que apoiam
(alto, baixo, grave, agudo) e reproduzir (pelagem, forma do corpo), alimentação a elaboração de conhecimentos acerca
parlendas ou cantigas de roda sobre e habitat. da escrita de números.
quantidades.
• Nomear partes do próprio corpo, • Solucionar problemas envolvendo noções
• Brincar com materiais com possibilidades comparar e entender as diferenças geométricas, espaciais e de medidas.
transformadoras: com água e areia, ou corporais entre meninos e meninas. Comunicar quantidades e números,
com terra, “melecas”, pasta de maisena, de forma oral e escrita.
que podem ser amassados ou deslocados. • Observar fenômenos e elementos
da natureza e reconhecer algumas • Desenhar e interpretar imagens de
• Explorar alimentos, objetos e cheiros características do clima: calor, chuva, objetos a partir de diferentes pontos
e ampliar suas experiências visuais, claro-escuro, quente-frio. de vista. Observar e comentar obras
auditivas, gustativas e olfativas, que exploram formas simétricas.
comunicando suas sensações ao/à • Explorar traços e formas utilizando
professor/a e às outras crianças. os materiais e procedimentos do fazer • Explicar fenômenos e elementos
plástico. naturais, estabelecendo regularidades,
relacionando-os à necessidade dos
humanos por abrigo e cuidados básicos
e às mudanças nos hábitos dos animais.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
aprendizagens
professor

ESPAÇO, TEMPOS,
QUANTIDADES,
RELAÇÕES E Bebês Crianças bem Crianças
TRANSFORMAÇÕES (de zero - 1a6m) pequenas pequenas
(de 1a7m - 3a11m) (de 4 anos - 5a11m)

A MEDIAÇÃO Oferecer oportunidades para a criança investigar questões acerca do mundo


e de si mesmas. A partir disso, o professor pode aprender mais sobre ela
DO PROFESSOR e sua forma de conhecer.

Discutir noções de espaço, tempo, quantidade, assim como relações e de


transformações de elementos, motivando um olhar crítico e criativo do mundo.
A criança deve ser estimulada a fazer perguntas, construir hipóteses
e generalizações.

Realizar a “escuta” das crianças, para ajudá-las a perceber relações entre objetos
e materiais, estimulá-las a fazer novas descobertas e construir novos
conhecimentos a partir dos saberes que já possuem.

Estimular a exploração de quantidades em diferentes situações e


o desenvolvimento de noções espaciais (longe, perto, em cima, embaixo, dentro, fora,
para frente, para trás, para o lado, para cima, para baixo), temporais (quer dizer no
tempo físico - dia e noite, estações do ano - e cronológico - ontem, hoje, amanhã)
e de noções sobre unidades de medida e grandezas. além de oferecer a oportunidade
de observar e identificar as relações sociais assim como fenômenos naturais.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

FAIXAS ETÁRIAS
Cada campo de experiência define objetivos
de aprendizagem e desenvolvimento específicos
para cada faixa etária.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

FAIXAS ETÁRIAS

BEBÊS
(de zero a 1 ano e 6 meses)

Bebês Crianças bem


(de zero a 1 ano pequenas
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
indicadores
BEBÊS
(de zero - 1a6m) OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
por campo de experiência:
Bebês Crianças bem Crianças
(de zero a 1 ano pequenas pequenas ESPAÇO, TEMPOS,
O EU,
e 6 meses) CORPO, TRAÇOS, ESCUTA, FALA, QUANTIDADES,
(de 1 ano e 7GESTOS
meses E (de 4 anos a 5 anos
SONS, CORES PENSAMENTO RELAÇÕES E
O OUTRO a 3 anos e 11 meses) e 11 meses)
E O NÓS MOVIMENTOS E FORMAS E IMAGINAÇÃO TRANSFORMAÇÕES

Perceber que suas ações têm Movimentar as partes do corpo Explorar sons produzidos com Reconhecer quando é chamado Explorar e descobrir as propriedades
efeitos nas outras crianças e nos para exprimir corporalmente o próprio corpo e com objetos por seu nome e reconhecer os de objetos e materiais (odor, cor, sabor,
adultos. emoções, necessidades e desejos. cotidianos. nomes das pessoas com quem temperatura).
convive.

Interagir com crianças da mesma Experimentar possibilidades Traçar marcas gráficas em Demonstrar interesse ao ouvir a Explorar relações de causa e efeito
faixa etária e adultos ao explorar corporais nas brincadeiras diferentes suportes, usando leitura de poemas, apresentação (transbordar, tingir, misturar, mover
materiais, objetos e brinquedos. e interações em ambientes instrumentos riscantes e tintas. de músicas e ao ouvir histórias e remover etc.) na interação com
acolhedores e desafiantes. lidas ou contadas. o mundo físico.

Comunicar necessidades, desejos, Imitar gestos e movimentos Explorar diferentes fontes sonoras Comunicar-se com outras pessoas Explorar o ambiente pela ação
emoções, utilizando gestos, de outras crianças, adultos e materiais para acompanhar usando movimentos, gestos, e observação, manipulando,
balbucios e palavras. e animais. brincadeiras cantadas, canções, balbucios, fala e outras formas experimentando e fazendo descobertas.
músicas e melodias. de expressão.

Reconhecer seu corpo e expressar Utilizar os movimentos de Reconhecer elementos das Manipular, experimentar, arrumar
suas sensações em momentos de preensão, encaixe e lançamento, ilustrações de histórias, e explorar o espaço por meio de
alimentação, higiene, brincadeira e ampliando as possibilidades de apontando-as, e imitar as experiências de deslocamentos de si
descanso. manuseio de diferentes materiais variações de entonação e gestos e dos objetos. Manipular materiais
e objetos. realizados pelos adultos ao ler diversos e variados para comparar as
histórias e ao cantar. diferenças e semelhanças entre eles.

Interagir com outras crianças Participar do cuidado do seu corpo Conhecer e manipular materiais Vivenciar diferentes ritmos, velocidades
da mesma faixa etária e adultos, e da promoção do seu bem-estar. impressos e audiovisuais em e fluxos nas interações e brincadeiras
adaptando-se ao convívio social. diferentes portadores. (em danças, balanços etc).
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
indicadores
BEBÊS
(de zero - 1a6m) ESSES OBJETIVOS SÃO ALCANÇADOS
pelos bebês conforme eles:
Bebês Crianças bem Crianças
(de zero a 1 ano pequenas pequenas ESPAÇO, TEMPOS,
O EU,
e 6 meses) CORPO, TRAÇOS, ESCUTA, FALA, QUANTIDADES,
(de 1 ano e 7GESTOS
meses E (de 4 anos a 5 anos
SONS, CORES PENSAMENTO RELAÇÕES E
O OUTRO a 3 anos e 11 meses) e 11 meses)
E O NÓS MOVIMENTOS E FORMAS E IMAGINAÇÃO TRANSFORMAÇÕES

Compartilham brinquedos e Pegam, amassam, empilham, Reagem a sons e músicas por Participam de jogos rítmicos ou Exploram objetos com formas
objetos com outros bebês e montam, encaixam, movem, meio de movimento corporal, de nomeação em que a professora e volumes variados, percebendo
adultos e imitam seus gestos. lançam longe, chutam objetos de ou batendo, chacoalhando aponta para algo, propõe a propriedades simples dos materiais
diferentes formas, cores, pesos, objetos sonoros. questão: “O que é isso?”, como: luminosidade, temperatura,
texturas, tamanhos. e o bebê responde. consistência, textura.
Experimentam sabores, percebem Brincam com água, terra e outros Exploram qualidades sonoras Brincam com outros bebês, com Deslocam-se livres em espaços
cheiros e escolhem o que querem elementos naturais. Brincam de objetos e instrumentos ou sem objetos, expressando-se, planejados, enfrentando obstáculos nos
comer. Identificam no ambiente de procurar e achar objetos musicais. corporal e/ou verbalmente. trajetos: subindo, descendo, pulando,
texturas e sons. escondidos. passando por cima, por baixo, rodeando,
equilibrando-se.
Vestem uma bermuda Exploram espaços, rolando, Brincam com as possibilidades Conversam com a professora em Acompanham corporalmente o canto da
ou sapato e os retiram sentando, rastejando, expressivas da própria voz. ambiente tranquilo e lúdico. professora alterando o ritmo e o timbre
sem ajuda. engatinhando, erguendo o tronco (alto, baixo, grave, agudo) dos sons e
e a cabeça. reproduzem parlendas ou cantigas de
roda que tratem de quantidades.
Brincam diante do espelho, Participam com autonomia Utilizam a seu modo tintas Repetem acalantos, cantigas, Brincam com materiais com
observando os próprios gestos crescente dos momentos de caseiras, guache, aquarela poesias explorando o ritmo, possibilidades transformadoras: com
ou imitam outros. cuidados pessoais, como do banho, na produção visual, ampliando as palavras e a sonoridade. água e areia, ou com terra, “melecas”,
do vestir-se, do desvestir-se. possibilidades de exploração pasta de maisena ou outros materiais e
da cor. com objetos que podem ser amassados
ou deslocados.
Ouvem histórias lidas ou contadas Acompanham a narrativa ou Exploram materiais gráficos na Brincam de traçar marcas gráficas Exploram alimentos, objetos e cheiros
pela professora e cantam com leitura de uma história fazendo criação de garatujas e outras em cartolinas ou outro suporte, e ampliam suas experiências visuais,
ela e as crianças. expressões e gestos para seguir formas de expressão. usando os dedos ou pincéis. auditivas, gustativas e olfativas,
a ação dos personagens. comunicando suas sensações ao/à
professor/a e às outras crianças.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

FAIXAS ETÁRIAS

CRIANÇAS
BEM PEQUENAS
(de 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
indicadores
CRIANÇAS
BEM PEQUENAS OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
(de 1a7m - 3a11m) por campo de experiência:

ESPAÇO, TEMPOS,
O EU, CORPO, TRAÇOS, ESCUTA, FALA, QUANTIDADES,
O OUTRO GESTOS E SONS, CORES PENSAMENTO RELAÇÕES E
E O NÓS MOVIMENTOS E FORMAS E IMAGINAÇÃO TRANSFORMAÇÕES

Demonstrar atitudes de cuidado Apropriar-se de gestos e Utilizar diferentes fontes sonoras Dialogar com crianças e adultos, Observar, relatar e descrever incidentes
e solidariedade na interação com movimentos de sua cultura disponíveis no ambiente em expressando seus desejos, do cotidiano e fenômenos naturais (luz
crianças e adultos. no cuidado de si, nos jogos e brincadeiras cantadas, canções, necessidades, sentimentos e solar, vento, chuva etc.).
brincadeiras. músicas e melodias. opiniões.

Demonstrar imagem positiva Explorar formas de deslocamento Utilizar materiais moldáveis Demonstrar interesse ao ouvir Utilizar conceitos básicos de tempo
de si e confiança em sua no espaço (pular, saltar, dançar) (massa de modelar, argila), histórias, diferenciando escrita (agora, antes, durante, depois, ontem,
capacidade para enfrentar combinando movimentos e explorando cores, texturas, planos, de ilustrações, e seguindo, hoje, amanhã, lento, rápido, depressa,
dificuldades e desafios. seguindo orientações. superfícies, formas e volumes ao com a ajuda do adulto-leitor, devagar).
criar objetos tridimensionais. a direção da leitura.
Compartilhar os objetos Deslocar o corpo no espaço, Criar sons com materiais, objetos Relatar experiências, fatos, Classificar objetos, considerando
e os espaços com crianças da orientando-se por noções como: e instrumentos musicais, para histórias, filmes e peças e criar determinado atributo (tamanho, massa,
mesma faixa etária e adultos. em frente, atrás, no alto, embaixo, acompanhar ritmos diversos. e contar histórias oralmente, cor, forma).
ao se envolver em brincadeiras e com base em imagens ou temas
atividades. sugeridos.
Respeitar regras básicas de Demonstrar progressiva Formular e responder questões Explorar e descrever semelhanças
convívio social nas interações independência no cuidado do seu sobre fatos das histórias, e diferenças entre as características
e brincadeiras. corpo. identificando cenários, e propriedades dos objetos (sonoridade,
personagens e fatos. textura, massa, tamanho, posição).
Perceber que as pessoas têm Desenvolver progressivamente Manipular textos e participar de Identificar relações espaciais
características físicas diferentes, habilidades manuais, adquirindo situações de escuta para ampliar (dentro e fora, em cima, embaixo, acima,
respeitando essas diferenças. controle para desenhar, pintar, seu contato com diferentes abaixo, entre e do lado) e temporais
rasgar, folhear, entre outros. gêneros textuais. Manusear (antes, durante e depois).
diferentes portadores textuais.
Comunicar-se com os colegas Manusear diferentes instrumentos Compartilhar, com outras crianças,
e os adultos, buscando e suportes de escrita para situações de cuidado de plantas e
compreendê-los e fazendo-se desenhar, traçar letras e outros animais nos espaços da instituição
compreender. sinais gráficos. e fora dela.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
indicadores
CRIANÇAS
BEM PEQUENAS ESSES OBJETIVOS SÃO ALCANÇADOS
(de 1a7m - 3a11m) pelas crianças bem pequenas conforme elas:

ESPAÇO, TEMPOS,
O EU, CORPO, TRAÇOS, ESCUTA, FALA, QUANTIDADES,
O OUTRO GESTOS E SONS, CORES PENSAMENTO RELAÇÕES E
E O NÓS MOVIMENTOS E FORMAS E IMAGINAÇÃO TRANSFORMAÇÕES

Escolhem com os companheiros Participam de jogos de faz de Com diferentes materiais, Exploram ferramentas e suportes Exploram objetos de vários formatos e
uma história a ser encenada, conta assumindo determinadas exploram relações de peso, de escrita para, a seu modo, tamanhos e utilizam o conhecimento de
usando justificativas e argumentos posturas corporais, gestos e falas tamanho e volume na criação de desenhar, traçar letras e sinais suas propriedades para explorá-los com
ligados a seus sentimentos. que delineiam papéis. formas tridimensionais. gráficos. E sabem identificar a maior intencionalidade: por exemplo,
escrita do nome próprio. empilhar objetos do menor para o maior
e vice-versa.
Apoiam parceiros em dificuldade, Dançam com diferentes Participam de jogos musicais e Identificam e criam sons, rimas e Resolvem problemas cotidianos (divisão
sem discriminá-los por suas expressões faciais e posturas exploram formas de produzir som gestos em brincadeiras de roda e de materiais, execução de uma receita),
características. corporais ao som de diferentes com o corpo. outras interações sociais. desenvolvendo noções de direção,
gêneros. quantidade, tempo.
Brincam de se esconder, de Brincam com marionetes Identificam sons da natureza Reconhecem as histórias e Observam animais em livros, revistas
faz de conta, cuidar de animais reproduzindo falas de personagens (animais, chuva), da cultura (voz, personagens nos livros. E adotam e filmes, reproduzem os sons por eles
domésticos, ouvir e contar que memorizaram ou que instrumentos), ou o silêncio. procedimentos básicos de um produzidos e descrevem-nos fisicamente
histórias, observar o ambiente, inventam. leitor, como ler a partir da capa e (pelagem, forma do corpo), além de citar
colecionar objetos. virar as páginas sucessivamente. alimentação e habitat.
Vestem fantasias, experimentando Manipulam diferentes objetos: Expressam sensações conforme Comunicam regras de jogos Nomeam partes do próprio corpo,
ser outras pessoas e personagens pegam, lançam, encaixam, exploram objetos e materiais com aos colegas e orientam outras comparam e entendem as diferenças
de histórias. empilham, rasgam, amassam, várias texturas. crianças. corporais entre meninos e meninas.
folheam, pintam.
Torcem a favor de um grupo: Exploram desafios do espaço Cantam, sozinhas ou em grupo, Relatam fatos acontecidos, Observam fenômenos e elementos
um time esportivo, uma equipe com maior autonomia e presteza. partes ou frases das canções que histórias de livros, filmes e peças. da natureza e reconhecem algumas
musical, um grupo de gincana. Correm, saltam, escalam. já conhecem. E conversam sobre diferentes características do clima: calor, chuva,
assuntos. claro-escuro, quente-frio.
Cantam, respeitando sua vez Brincam seguindo orientações Criam formas planas e com Apreciam e comentam leituras Exploram traços e formas utilizando
e ouvindo os companheiros. como: em frente, atrás, no alto, volume por meio da escultura de histórias e criam narrativas os materiais e procedimentos
em cima, embaixo, dentro, fora. e da modelagem. oralmente, a partir de imagens e do fazer plástico.
temas sugeridos.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

FAIXAS ETÁRIAS

CRIANÇAS
PEQUENAS
(de 4 anos a 5 anos e 11 meses)

Crianças
pequenas
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
indicadores
CRIANÇAS
PEQUENAS OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
(de 4a - 5a11m) por campo de experiência:
Crianças
ESPAÇO, TEMPOS,
pequenas
O EU, CORPO, TRAÇOS, ESCUTA, FALA, QUANTIDADES,
(de 4 anos aO5OUTRO
anos GESTOS E SONS, CORES PENSAMENTO RELAÇÕES E
e 11 meses)
E O NÓS MOVIMENTOS E FORMAS E IMAGINAÇÃO TRANSFORMAÇÕES

Demonstrar empatia pelos outros, Criar com o corpo formas diversas Utilizar sons produzidos por Expressar ideias, desejos e Identificar e selecionar fontes de
percebendo que as pessoas de expressão de sentimentos, materiais, objetos, e instrumentos sentimentos sobre suas vivências, informações, para responder a questões
têm diferentes sentimentos, sensações e emoções, em musicais durante brincadeiras por meio de linguagem oral e sobre a natureza, seus fenômenos, sua
necessidades e maneiras de situações do cotidiano e de faz de conta, encenações, escrita, de fotos, desenhos e conservação.
pensar e agir. brincadeiras. criações musicais ou festas. outras formas de expressão.
Ampliar relações interpessoais, Demonstrar controle e adequação Expressar-se livremente por meio Escolher e folhear livros, Estabelecer relações de comparação
com atitudes de participação do uso do corpo em jogos, do desenho, pintura, colagem, procurando orientar-se por entre objetos, a partir de suas
e cooperação. Saber lidar com contação de histórias, atividades dobradura e escultura, criando temas e ilustrações, e tentando propriedades.
conflitos nas interações. artísticas e brincadeiras. produções bidimensionais ou identificar palavras conhecidas.
tridimensionais.
Agir de maneira independente, Criar movimentos, gestos, olhares, Reconhecer as qualidades do Recontar histórias ouvidas e Observar e descrever mudanças
com confiança em suas mímicas e sons com o corpo som (intensidade, duração, altura planejar coletivamente suas resultantes de ações em experimentos
capacidades, reconhecendo suas em jogos, atividades artísticas e e timbre) utilizando-as em suas encenações. E produzir recontos com fenômenos naturais e artificiais.
conquistas e limitações. brincadeiras. produções sonoras e ao ouvir escritos, com o professor como
músicas e sons. escriba.
Comunicar ideias e sentimentos a Adotar hábitos de autocuidado Produzir suas próprias histórias Relatar fatos importantes sobre seu
pessoas e grupos diversos. relacionados à higiene, orais e escritas (escrita nascimento e desenvolvimento, a
alimentação, conforto e aparência. espontânea) em situações com história dos seus familiares e da sua
função social significativa. comunidade.
Demonstrar valorização das Coordenar suas habilidades Levantar hipóteses sobre gêneros Registrar observações, manipulações e
características de seu corpo e manuais no atendimento adequado textuais, recorrendo a estratégias medidas, usando múltiplas linguagens
respeitar as características das a seus interesses e necessidades de observação gráfica e de leitura, (desenho, registro por números ou
crianças e adultos com os quais em situações diversas. e sobre a linguagem escrita, escrita espontânea), em diferentes
convive. registrando palavras e textos por suportes.
meio da escrita espontânea.
Manifestar interesse e respeito Inventar brincadeiras cantadas, Classificar objetos e figuras, de acordo
por diferentes culturas e poemas e canções, com rimas, com suas semelhanças e diferenças.
modos de vida. aliterações etc.
DIREITOS DE APRENDIZAGEM O CONCEITO CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS FAIXAS ETÁRIAS

objetivos
indicadores
CRIANÇAS
PEQUENAS ESSES OBJETIVOS SÃO ALCANÇADOS
(de 4a - 5a11m) pelas crianças pequenas conforme elas:
Crianças
ESPAÇO, TEMPOS,
pequenas
O EU, CORPO, TRAÇOS, ESCUTA, FALA, QUANTIDADES,
(de 4 anos aO5OUTRO
anos GESTOS E SONS, CORES PENSAMENTO RELAÇÕES E
e 11 meses)
E O NÓS MOVIMENTOS E FORMAS E IMAGINAÇÃO TRANSFORMAÇÕES

Brincam no pátio, praça ou jardim, Brincam de esconde, de pique, de Contam histórias com modulações Sabem organizar etapas de uma Utilizam diferentes instrumentos
em constante contato com a siga o mestre. Andam como robôs, de voz, objetos sonoros e tarefa, como uma receita culinária de medição convencional e não
natureza. zumbis e de outros jeitos. instrumentos musicais. ou as regras de um jogo. convencional para estabelecer
distâncias, comprimento e massa.

Interagem com outras crianças em Participam de jogos que envolvam Criam formas planas e volumosas Expressam-se na linguagem oral, Exploram relações de peso, tamanho e
brincadeiras e atividades. Participam orientar-se (em frente, atrás, no por meio da escultura/modelagem musical, corporal, na dança, no volume de formas bi ou tridimensionais,
de jogos de regras e aprendem a alto, embaixo), em resposta a e expressam-se sobre o processo desenho, na escrita, percebendo a transformação do espaço
construir estratégias de jogo. comandos da professora. de produção. na dramatização e outras. tridimensional em bidimensional.
Pesquisam em casa sua tradições Teatralizam histórias, com gestos Reconhecem padrões no uso de Debatem assuntos polêmicos Brincam de vender frutas na feira,
familiares, reconhecendo e expressões. Usam fantoches e cores em várias culturas e aplicam do cotidiano, como a forma de contar pontos em um jogo, olhar lista
elementos de sua identidade confeccionam cenários e figurinos. esse conhecimento. organizar os brinquedos. de preços, localizar data no calendário.
cultural. São práticas sociais que apoiam a
elaboração de conhecimentos acerca
da escrita de números.
Arrumam a mesa para um almoço Incluem em jogos desafios Fazem dobraduras com papel, Recontam histórias com recursos Solucionam problemas envolvendo
com os amigos e mantêm a motores (jogar futebol com uma constroem castelos de cartas, expressivos próprios, preservando noções geométricas, espaciais e de
organização de seus pertences. bola menor) ou conteúdo simbólico experimentam efeitos de luz e elementos da linguagem escrita. medidas como idade, altura, datas.
(pega vira “pega-monstro”). sombra com velas e lanternas. Comunicam quantidades e números,
de forma oral e escrita.
Estabelecem relações entre seu Dançam, imitam, criam e Pintam usando diferentes suportes Expõem impressões sobre prosas Desenham e interpretam imagens
modo de vida e as formas de coordenam movimentos, (papéis, panos, telas, pedaços ou poesia que ouviram e relatam de objetos a partir de diferentes pontos
viver de outros grupos. Exploram explorando o espaço e as de metal ou acrílico) e materiais aos colegas histórias lidas por de vista. Observam e comentam obras
brincadeiras e organização social qualidades do movimento. (aquarela, guache, lápis). alguém da família. que exploram formas simétricas.
de diferentes culturas.
Falam de situações pessoais Descrevem, avaliam e reproduzem Fazem improvisações e Levantam hipóteses sobre o que Explicam fenômenos e elementos
ou narram histórias familiares. apresentações de dança e outras composições com objetos sonoros está escrito e como se escreve. naturais, estabelecendo regularidades,
Discutem situações-problemas expressões da cultura corporal e constroem instrumentos musicais Localizam um nome específico em relacionando-os à necessidade dos
em grupo ou formas de planejar (circo, esportes, mímica, teatro). com materiais alternativos. uma lista de palavras. humanos por abrigo e cuidados básicos
um evento. e às mudanças nos hábitos dos animais.
Efetivando
Efetivando
Efetivando
direitos
direitos
direitos
e eaprendizagens
eaprendizagens
aprendizagens
nanana
Educação
Educação
EducaçãoInfantil
Infantil
Infantil
En cooperación con la

En cooperación con la