Вы находитесь на странице: 1из 94

O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

SANGUE

Imagem: Autor Sansculotte / disponibilizado por Phrood / Creative Commons


É a porção circulante do sistema
cardiovascular, responsável por
transportar material de uma parte do
corpo para outra.

É considerado um tipo de tecido


conjuntivo, por apresentar células
separadas (elementos figurados) por

Attribution-Share Alike 2.5 Generic.


grande quantidade de matriz
extracelular.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

PLASMA SANGUÍNEO

 Conceito:
• Porção líquida amarelada do sangue, na qual os elementos
celulares estão suspensos.

 Função:
 Transportar substâncias pelo corpo.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 Composição do plasma sanguíneo:

 Água

 Íons Lipídios Albuminas


Proteínas Globulinas
 Moléculas Orgânicas Glicose Fibrinogênio
Aminoácidos
Resíduos nitrogenados

 Elementos traço e Vitaminas

 Gases CO₂
O₂
Imagem: Autor Bobjgalindo / Imagem: Autor NCI-Frederick /
GNU Free Documentation disponibilizado por WhatamIdoing
License / United States Public Domain

Plaquetas.
Eritrócitos (células
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio

vermelhas ou hemácias).
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

Leucócitos

Imagem: Autor NCI-Frederick /


disponibilizado por
WhatamIdoing / United States
ELEMENTOS FIGURADOS DO SANGUE

(células brancas ).

Public Domain
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

PRODUÇÃO DOS ELEMENTOS FIGURADOS


DO SANGUE – HEMATOPOESE

São descendentes de um tipo de célula precursora, célula pluripotente


do tronco hematopoético, presente na medula óssea.
A síntese desses elementos tem início no desenvolvimento
embrionário e continua até o fim da vida do indivíduo.
Na fase embrionária, a hematopoese ocorre no baço, no fígado e na
medula óssea.
Na infância, a hematopoese ocorre dentro dos ossos do esqueleto.
Na fase adulta, a hematopoese ocorre nos ossos pélvicos, no osso
esterno, nas costelas, na clavícula, na escápula, nos ossos cranianos
e nas extremidades do fêmur e do úmero.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

HEMATOPOESE
(Formação das células sanguíneas)

´ ´

´ ´

´
´ ´
´
Imagem: Autor Arcadian - Traduzido por MatNet / United States Public Domain
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

MEDULA ÓSSEA
Vermelha
Consiste em uma rede de tecido conjuntivo frouxo, que contém
conjuntos de células-tronco hematopoiéticas.
Produz ativamente células sanguíneas.
Apresenta coloração vermelha em razão da presença de
hemoglobina (pigmento carregador de oxigênio das hemácias).

Amarela
É inativa.
Sua coloração amarelada é por causa da presença de muitos
adipócitos (células de gordura).
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

ERITRÓCITOS
(Glóbulos vermelhos ou hemácias)

 Características:
 são os elementos figurados mais abundantes do sangue;

 apresentam células discoidais bicôncavas e anucleadas (na fase


adulta);
 sua coloração é vermelha, por causa da presença da hemoglobina
(proteína responsável pela cor vermelha do sangue e transporte de
O₂);
 possuem um ciclo de vida curto (duram de 120 a 130 dias na
circulação).
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 Função:
 Transportar oxigênio e dióxido de carbono entre os pulmões e os
tecidos.

Imagem: Fisiologia Hemoglobina (detalhe) /Autor Peter Forster, v. Varenna 75, CH-
6600 Locarno / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

DISTÚRBIOS NAS CÉLULAS VERMELHAS

A hemoglobina (presente nas células vermelhas) desempenha


uma função essencial no transporte do oxigênio, por isso seu
conteúdo no corpo é de extrema importância. Se houver uma
diminuição nesse conteúdo, o indivíduo apresentará um quadro de
anemia e, assim, o sangue não conseguirá transportar oxigênio
suficiente para os tecidos.

 Sintomas da Anemia

Falta de vigor.

Cansaço físico e mental.


Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 Causas da Anemia
 Perda acelerada de células vermelhas do sangue:
 perda de sangue – células são normais em tamanho e conteúdo de
hemoglobina, mas baixas em número;
 anemias hemolíticas – ruptura de células em taxa anormalmente alta.
Defeitos na membrana (esferocitose hereditária)
o Hereditárias Defeitos em enzimas
Hemoglobina anormal (anemia falciforme)

Infecções parasíticas (malária)


o Adquiridas Drogas
Reações autoimunes
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 Causas da Anemia
 Diminuição na produção de células vermelhas do sangue:

• síntese defeituosa de células vermelhas do sangue ou


hemoglobina pela medula óssea:
o anemia aplástica – pode ser causada por certas drogas ou
radiação;
o dieta inadequada de nutrientes essenciais:
 deficiência de ferro (necessário para a produção da
hemoglobina);
 deficiência em ácido fólico (necessário para a síntese de
DNA);
 deficiência de vitamina B₁₂ (necessária para a síntese
de DNA).

 Produção inadequada de eritropoetina (hormônio que regula a


produção de hemácias).
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

EXEMPLOS DE CAUSA DA ANEMIA

Anemia Falciforme Esferocitose Hereditária


(Hemácias em forma de foice) (Hemácias com membranas defeituosas)

Imagem: Anemia falciforme (detalhe) / Autor Ed Uthman, MD. / Imagem: Autor Paulo Henrique Orlandi Mourao / GNU Free
disponibilizado por Patho / Public domain Documentation License
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

LEUCÓCITOS
(Glóbulos Brancos)

 Características:
 células esféricas, achatadas, nucleadas e quase incolores;

 maiores que os eritrócitos;

 movimentam-se por meio de pseudópodes;

 circulam pelo sangue;

 maioria das células são fagocíticas.

 Função:
 defender o corpo contra agentes invasores (parasitas, bactérias,
vírus e substâncias estranhas).
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 Classificação de acordo com sua morfologia e características


funcionais:
 fagócitos (fagocitam partículas estranhas):
• neutrófilos;
• monócitos;
• macrófagos.

 imunócitos (responsáveis pela resposta imune específica contra


invasores):
• linfócitos.

 granulócitos (contêm inclusões citoplasmáticas que lhes conferem


um aspecto granuloso)
• basófilos;
• eosinófilos;
• neutrófilos.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

Tipos de Leucócitos
1 – Neutrófilo

Imagem: Autor Edgardolanza / CreativeCommonsAttribution-ShareAlike3.0Unported


2 – Eosinófilo 1 2
3 – Basófilo
4 – Linfócito
5 – Monócito
6 - Monócito

3 4

5 6
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

NEUTRÓFILOS
(Células Camicases)
 Características e Funções:
 representam de 45% a 75% dos leucócitos do sangue;

 possuem núcleo com 2 a 5 lóbulos e grânulos;

 apresentam função fagocitária (são particularmente ativos no início


de uma infecção);
 Chegam, em primeiro lugar, ao local infectado porque são atraídos
pelas substâncias lançadas pelos invasores ou pela dor;
Bactéria

disponibilizado por ArturoJuárezFlores


 resolvem a maior parte das infecções de

curta duração. Neutrófilo

Imagem: Autor NIAID/NIH /


Bactéria sendo fagocitada

/ Public domain
por um neutrófilo.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

EOSINÓFILOS
(Acidófilos)
 Características e Funções
 representam 2% a 4% dos leucócitos do sangue;
 possuem núcleo bilobulado e grânulos;
 apresentam função de combate a invasores de grande tamanho (vermes e
parasitas);
 são importantes em doenças alérgicas (asma);
 fagocitam o complexo antígeno-anticorpo;
 têm pouca capacidade fagocitária em relação aos
demais leucócitos.

Eosinófilo
Imagem: Eosinófilo (detalhe) / Autor BQmUB2011030 /
Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

BASÓFILOS
 Características e Funções:
 representam de 0,5% a 1% dos leucócitos do sangue;

 possuem núcleo de forma irregular;

 desempenham um importante papel nas inflamações e respostas


alérgicas, pois liberam mediadores (histamina, leucotrienos e
heparina);
 na presença dos invasores, liberam substâncias que provocam

Imagem: Autor User CS99 at German Wikipedia /


disponibilizado por Lennert B / Public domain
uma inflamação, favorecendo o isolamento da Basófilo
região atingida;
 apresentam semelhanças com os mastócitos.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

MONÓCITOS
(Células progenitoras dos macrófagos)

 Características e Funções:
 representam de 2% a 8% dos leucócitos do sangue;

 possuem núcleo de morfologia única;

 entram em diferentes tecidos e se diferenciam em macrófagos.

Imagem: Monócito (detalhe) / Autor Bobjgalindo /


GNU Free Documentation License
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

MACRÓFAGOS

 Características e funções:
 apresentam alta capacidade fagocitária;

 representam a primeira linha de defesa do organismo (já que são


encontrados nos tecidos);
 dependendo do tecido, recebem os seguintes nomes:

 histiócito (tecido conjuntivo);


 célula de Kupper (fígado);
 célula da micróglia (cérebro);
 macrófagos alveolares (alvéolos pulmonares);
 osteoclastos (ossos).
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

LINFÓCITOS
 Características e Funções:
 representam de 20% a 30% dos leucócitos do sangue;

 possuem núcleo arredondado e pouca ou nenhuma granulação no


citoplasma;
 são responsáveis pela resposta imune adquirida.

 Classificação
 linfócitos T – células do sistema imune que se ligam a células-alvo
para fagocitá-las.
 linfócitos B – células do sistemas imunológico que secretam
anticorpos.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

Linfócito T humano

Imagem: Autor NIAID/NIH / disponibilizado por ArturoJuárezFlores /


Public domain

Vírus HIV infectando


um linfócito T
humano
Imagem: Autor NIAID/NIH / disponibilizado por ArturoJuárezFlores / Public
domain
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

RESPOSTA INFLAMATÓRIA

 Inicia-se com a liberação de histamina – basófilos e mastócitos:


 promove a vasodilatação e o aumento da permeabilidade do
capilar;

 propicia um aumento de fluxo sanguíneo no local, deixando-o


avermelhado;

 o aumento da temperatura no local contribui para evitar a entrada


de microrganismos sensíveis ao calor;

 a permeabilidade propicia a saída dos neutrófilos e macrófagos,


pelos capilares e também a saída do plasma – inchaço ou edema.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 Logo em seguida, macrófagos e neutrófilos entram em cena:

 1ª linha – macrófagos que já estão nos tecidos:


 células de Kupfer – fígado;

 células reticulares – nódulos linfáticos, baço e medula óssea;


 macrófagos alveolares;
 teciduais ou histiócitos – pele.

 2ª linha – formada pela chegada dos neutrófilos – Camicases:


 esse aumento no sangue é resultado – fator indutor de
leucocitose – liberado pelos tecidos inflamados;
 é lançado no sangue e este o transporta – medula óssea ⇒
liberação de neutrófilos no sangue circulante.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 3ª linha – representada pelo aumento lento, mas prolongado, do


número de macrófagos. Isso resulta

 da multiplicação dos macrófagos já existentes no tecido:

 pela migração de grande número de monócitos para a área


inflamada;
 no período de 8 a 12 horas, atingem os tecidos, aumentam
de tamanho e são chamados macrófagos.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

RESPOSTA INFLAMATÓRIA

Vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=jH436sGSiY8
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

COMO UMA INFECÇÃO CAUSA A FEBRE?

 no local, os macrófagos liberam pirógenos;

 os pirógenos passam para a corrente sanguínea;

 logo após, são levados ao cérebro;

 contração dos músculos – tremor – produz calor;

 pele – vasoconstrição – diminui a perda de calor – o calor fica retido


no corpo – febre.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

O QUE É PUS?

As regiões do nosso corpo, em que macrófagos e neutrófilos


estão fagocitando partículas estranhas, são verdadeiros “campos de
batalha”. Neles se “engalfinham” leucócitos vivos com agentes
invasores também vivíssimos. No final da “batalha”, jazem sobre o
“campo de guerra” microscópico muitos “cadáveres” de invasores
destruídos, junto com fragmentos de glóbulos brancos mortos durante a
“luta” em defesa de nossa saúde e bem-estar.
O pus, líquido viscoso e branco-amarelado que encontramos, por
exemplo, em espinhas e furúnculos, é constituído por esses restos.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

PLAQUETAS
(Trombócitos)
 Características:
 são fragmentos celulares cheios de grânulos que contêm proteínas
coagulantes e citocinas;

 são menores que os eritrócitos, não são coloridas nem possuem


núcleo;

 sua média de vida típica é de 10 dias;

 são ativadas quando ocorre dano no endotélio vascular.


Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

 Hemostasia

É o processo que ocorre para conter o sangue dentro dos vasos


sanguíneos quando há uma lesão.

O oposto da hemostasia é a hemorragia.

A hemostasia ocorre em três etapas:


1. vasoconstrição;
2. bloqueio temporário por uma plaqueta tampão;
3. coagulação sanguínea.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

COAGULAÇÃO SANGUÍNEA

Plaquetas e células danificadas

Tromboplastina Ca⁺ e vitamina K

Protrombina Trombina

Fibrinogênio Fibrina
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

COAGULAÇÃO SANGUÍNEA

Vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=e4cQw70owYA
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

PROBLEMAS NA COAGULAÇÃO SANGUÍNEA

 Hemofilia:
 doença hereditária que afeta a coagulação sanguínea;

 há uma incapacidade genética de fabricar o fator VIII (necessário


ao processo de coagulação);

 o indivíduo pode apresentar sangramento prolongado e hemorragia


interna (principalmente nas articulações);

 para evitar hemorragia, os portadores de hemofilia devem se


submeter a transfusões sanguíneas ou de plasma ou, ainda, tomar
uma injeção concentrada de fatores de coagulação.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

TESTANDO SEUS CONHECIMENTOS


1. (UFC – CE) Sobre os elementos figurados do sangue dos mamíferos, são
feitas as afirmativas abaixo:
I. Os leucócitos são os elementos figurados mais numerosos na corrente
sanguínea e desempenham importante papel na defesa do organismo.
II. As hemácias são elementos figurados anucleados, presentes na circulação
e desempenham importante papel no transporte de gases.
III. As plaquetas são elementos celulares menos numerosos, presentes na
circulação, atuando nos processos de coagulação sanguínea.
Qual é a opção correta:
a. I, II e III são verdadeiras.
b. Somente I e II são verdadeiras.
c. Somente II e III são verdadeiras.
d. Somente II é verdadeira.
e. Somente III é verdadeira.
Biologia , 1º Ano do Ensino Médio
O Plasma e os Elementos Figurados do Sangue

2. (UFPB) Células especializadas patrulham o nosso corpo circulando pelos vasos


sanguíneos e linfáticos. Assim que percebem a presença de microrganismos,
essas células atravessam a parede dos vasos e invadem os tecidos,
fagocitando esses microrganismos que, depois, são digeridos pelos seus
lisossomos. As células mencionadas são
a. Neutrófilos e linfócitos.

b. Neutrófilos e plaquetas.

c. Macrófagos e linfócitos.

d. Macrófagos e plaquetas.

e. Neutrófilos e macrófagos.

3. (UFPE) Os glóbulos vermelhos (hemácias) do sangue humano normal são:


a) Nucleados e de forma bicôncava.
b) Anucleados e de forma bicôncava.
c) Nucleados e de forma esférica.
d) Anucleados e de forma esférica.
e) Nucleados e falciformes.
Doença Falciforme
Glóbulos vermelhos {hemácias ou eritrócitos)

Fonte: BESSIS, M. - Corpuscules - essai sur la forme des


globules rouges de l"homme springer international - 1976
Hemoglobina

Função: Captar e transportar o oxigênio

dos pulmões para todas as células.

Hemoglobina normal do adulto: Hb A


Hemoglobina fetal {Hb F)

• Produzida durante a vida intra-uterina


• Constitui cerca de 800/o da hemoglobina do
recém-nascido

• No 5° dia de vida {coleta do teste do


pezinho) é a hemoglobina predominante

• A Hb F é a primeira Hb escrita nos


resultados do teste do pezinho
A partir do nascimento, até por volta do 6° mês
de vida, a Hb F vai sendo gradativamente
substituída pelas hemoglobinas produzidas
pela criança, a partir da sua própria herança
genética, podendo estar presente, no adulto,
em quantidades muito pequenas ou
indetectáveis.
Doença falciforme

• É uma doença genética

• Ocorre uma alteração em um gene


estrutural, resultando na produção de uma
hemoglobina {Hb) variante: Hb S
Origem do gene

África

Desde a época do Brasil - colônia, houve


grande miscigenação racial.

A doença falciforme não deve ser relacionada


exclusivamente à população negra.
Doença falciforme

• Os genes são herdados dos pais

• Os pais podem ser sadios, porém


portadores do gene para Hb S {traço
falciforme)
Traço falciforme

• Hb AS {FAS)
• Não tem anemia
• Não deve ser considerado doença
• Não tem alterações físicas ou mentais
• Não necessita de acompanhamento no
hemocentro
• Deve fazer a puericultura no posto de saúde
• Solicitar a eletroforese dos pais, caso
demonstrem interesse, após as orientações
iniciais
• Orientação genética
Doença falciforme

Genótipos:

• SS {FS) : anemia falciforme ou


drepanocitose
• SC {FSC)
• SD {FSD)
• SA {FSA) : S beta+ talassemia
Hemoglobinas raras

• São hemoglobinas variantes pouco comuns em


nosso Estado.
• São melhor analisadas a partir do 6° mês de
vida, devido à diminuição da Hb F e
conseqüente produção das outras
hemoglobinas.
• Resultado da 1ª amostra geralmente é
indeterminado, sendo solicitada nova
coleta no 6° mês de vida.
Hemoglobinas raras

• Podem ou não demandar acompanhamento


médico especializado.

• O estudo eletroforético dos pais deve ser feito


utilizando a mesma técnica usada para a
análise do sangue da criança.
Fisiopatologia

Hemoglobina S

febre,frio,infecções,
desidratação,atividade

física intensa { O2)


Hemácias em forma de foice

Hemólise Vaso-oclusão

Anemia Isquemia-dor-disfunção
Hemácia em forma de foice
Diagnóstico

Detecção da Hb S e sua associação com


outras hemoglobinas

Técnicas:

• Eletroforese de hemoglobina
• HPLC
• Estudo genético
Doença falciforme
Sinais e sintomas
Anemia

P alidez
Crise álgica

Dactilite ou síndrome mão-pé


Fonte: A guide to sickle cell disease. Sickle cell trust
Fonte: A guide to sickle cell disease. Sickle cell trust
Sequestro esplênico

Fonte: A guide to sickle cell disease. Sickle cell trust


Infecções

Principal causa de óbito:

• Deficiência imunológica como


conseqüência da asplenia funcional.
• A febre no doente falciforme exige
propedêutica e diagnóstico preciso.
Infecções - medidas profiláticas

• Antibiótico: Penicilina {até os 5 anos)

• Vacinas:

- Esquema básico
- Anti-pneumocócica
- Varicela
- Hepatite A
- Gripe
- Anti-meningococo
Síndrome torácica aguda

Fonte: A guide to sickle cell disease. Sickle cell trust


Acidente vascular cerebral
Úlcera de
perna

I cterícia

Necrose
avascular
da cabeça
do fêmur

Fonte: A guide to sickle cell disease. Sickle cell trust


A atenção básica e a doença falciforme

Ações iniciais:

• Reconhecer o teste do pezinho como uma


importante ação de saúde pública que visa ao
diagnóstico precoce da DF, se antecipando às
manifestações da doença

• Conhecer a fisiopatologia da doença falciforme,


aspectos clínicos, caracterização socioeconômica
e cultural da população acometida
Visita domiciliar acolhimento
• Mapear as pessoas com doença falciforme na
área de abrangência da UBS

• Desenvolver ações para promover a nclusão e


reforçar o vínculo do paciente à UBS:
A atenção básica e a doença falciforme

A Equipe de Saúde e a pessoa com DF

• Identificar riscos
• Vincular o paciente aos programas de saúde já
desenvolvidos na UBS:

Criança
acompanhamento do crescimento e
desenvolvimento, desnutrição, asma,
imunização e outros
A atenção básica e a doença falciforme {cont.)

Adolescente e adulto
HAS, diabetes, planejamento familiar, saúde da
mulher, DST, imunização e outros

• Desenvolver ações de vigilância à saúde da


pessoa com DF
• Desenvolver ações de educação para a
saúde em DF: autocuidado
A atenção básica e a doença falciforme

Ações de vigilância à saúde da pessoa com DF:

• Criança

- crescimento e desenvolvimento
- imunização básica
- imunobiológicos especiais
- penicilina profilática
A atenção básica e a doença falciforme {cont.)

• Adulto

- doenças associadas
- imunização
- úlceras de perna
- saúde da mulher

A UBS deve trabalhar em parceria com o PETN a fim de


garantir o comparecimento dos pacientes às consultas
agendadas no hemocentro.
A atenção básica e a
doença falciforme
Atendimento aos eventos agudos

• Reconhecimento

• Risco

• Resolutividade

• Referência

• Transporte
A atenção básica e a
doença falciforme
Agendamento de consulta especializadas e
exames

• Ao agendar procedimentos na central de


marcação de consultas especializadas e
exames, sempre informar que se trata de
pessoa com DF a fim de que se possa
classificar corretamente a demanda dentro
dos perfis de prioridade.
Hemofilia
 CONCEITO:
 Hemofilia é uma doença genético-hereditária que
se caracteriza por desordem no mecanismo de
coagulação do sangue e manifesta-se quase
exclusivamente no sexo masculino.
Hemofilia
 A hemofilia é um distúrbio na coagulação do
sangue. Por exemplo: Quando cortamos alguma
parte do nosso corpo e começa a sangrar, as
proteínas (elementos responsáveis pelo
crescimento e desenvolvimento de todos os
tecidos do corpo) entram em ação para estancar
o sangramento. Esse processo é chamado de
coagulação
TIPOS DE HEMOFILIA

 A hemofilia é classificada nos tipos A e B.


Pessoas com Hemofilia tipo A são deficientes de
fator VIII (oito).
 Já as pessoas com hemofilia do tipo B são
deficientes de fator IX.
 Os sangramentos são iguais nos dois tipos,
porém a gravidade dos sangramentos depende
da quantidade de fator presente no plasma
(líquido que representa 55% do volume total do
sangue).
TRANSMISSÃO

 A hemofilia é uma doença genética, ou seja, é


transmitida dos pais para os filhos no momento
em que a criança é gerada.
O corpo humano se desenvolve a partir de uma
única célula. Esta célula é formada pela união do
espermatozóide do pai com o óvulo da mãe.
TRANSMISSÃO

 Cada um destes possui um núcleo com 23 pares


de cromossomos, que se juntam e dão origem
aos 23 pares de cromossomos que contem todas
as informações necessárias para a formação de
uma pessoa, como tipo de cabelo, cor dos olhos,
etc. Cada cromossomo é formado por um
conjunto de genes. Se apenas um desses genes
apresentar alguma alteração, também
representará uma alteração na criança que está
sendo gerada.
CAUSA

 O gene que causa a hemofilia é transmitido pelo


par de cromossomos sexuais XX. Em geral, as
mulheres não desenvolvem a doença, mas são
portadoras do defeito. O filho do sexo masculino é
que pode manifestar a enfermidade.
DIAGNÓSTICO

 Além dos sinais clínicos, o diagnóstico é feito por


meio de um exame de sangue que mede a
dosagem do nível dos fatores VIII e IX de
coagulação sanguínea.
Sintomas

 Nos quadros graves e moderados, os sangramentos


repetem-se espontaneamente. Em geral, são
hemorragias intramusculares e intra-articulares que
desgastam primeiro as cartilagens e depois
provocam lesões ósseas. Os principais sintomas são
dor forte, aumento da temperatura e restrição de
movimento. As articulações mais comprometidas
costumam ser joelho, tornozelo e cotovelo.
sangramentos, principalmente dentro das juntas e
dos músculos.
Sintomas
 Outros locais que podem apresentar
sangramento espontâneo são: a pele, os
músculos e as mucosas (revestimento que cobre
os orifícios naturais, como a boca). Manchas
roxas na pele são chamadas equimoses. Se
ocorrerem no tecido subcutâneo (camada de
gordura abaixo da pele) e nos músculos, gerando
coleções de sangue, são chamados hematomas
Tratamento

 O tratamento da hemofilia evoluiu muito e,


basicamente, consiste na reposição do fator anti-
hemofílico. Paciente com hemofilia A recebe a
molécula do fator VIII, e com hemofilia B, a
molécula do fator IX. Os hemocentros distribuem
gratuitamente essa medicação que é fornecida
pelo Ministério da Saúde.
Tratamento

 Quanto mais precoce for o início do tratamento,


menores serão as seqüelas que deixarão os
sangramentos. Por isso, o paciente deve ter em
casa a dose de urgência do fator anti-hemofílico
específico para seu caso e ser treinado para
aplicá-la em si mesmo tão logo apareçam os
primeiros sintomas.
 Deve também fazer também aplicações de gelo,
no mínimo, três vezes por dia, por 15 ou 20
minutos, até que a hemorragia estanque.
Tratamento

 Deve também fazer também aplicações de gelo,


no mínimo, três vezes por dia, por 15 ou 20
minutos, até que a hemorragia estanque.

 Vencida a fase aguda, o portador de hemofilia


deve ser encaminhado para fisioterapia a fim de
reforçar a musculatura e promover estabilidade
articular.
Recomendações

 * Os pais devem procurar assistência médica se o


filho apresentar sangramentos frequentes e
desproporcionais ao tamanho do trauma;
 * Manchas roxas que aparecem no bebê, quando
bate nas grades do berço, podem ser um sinal de
alerta para diagnóstico da hemofilia;
Recomendações

 * Os pais precisam ser orientados para saber


como lidar com o filho hemofílico e devem
estimular a criança a crescer normalmente;
 * A prática regular de exercícios que fortaleçam a
musculatura é fundamental para os hemofílicos.
No entanto, esportes como judô, rúgbi e futebol
são desaconselhados;
Recomendações

 * Episódios de sangramento devem receber


tratamento o mais depressa possível para evitar
as sequelas musculares e articulares causadas
pela hemorragia.
O termo leucemia corresponde a um conjunto de neoplasias
malignas (cancro/câncer) que atingem o sangue e possuem
origem na medula óssea, baço ou sistema linfático.

As causas do aparecimento da doença é desconhecida,


podendo haver vários fatores associados, como exposição a
irradiação, intoxicação química, infecção virótica e
hereditariedade.

Classificação
o De Acordo com a linha celular envolvida: linfocítica,
granulocítica ou monocítica;
o De acordo com a maturidade celular: Aguda ou Crônica;
Leucemia Aguda
(aquelas de início e evolução
rápidos) É caracterizada pelo
crescimento rápido
de células imaturas do sangue.
A incidência maior se dá em
entre crianças e adultos

Leucemia Crônica
(aquelas em que a instalação é
aos poucos) é caracterizada
pelo aumento de células
maduras mas anormais. Sua
progressão pode demorar de
meses a anos. Geralmente se dá
entre adultos e idosos.
Diagnóstico
Confirmado mediante avaliação hematológica, biópsia
de medula óssea, RX do tórax e do esqueleto;

Tratamento
•Medicamentos inibidores da proliferação anormal dos
leucócitos;
• Quimioterápicos, antibióticos, hormônios alcaloides;
• Transfusão sanguínea, Oxigenoterapia;
•Antitérmicos, antieméticos, analgésicos e complexos
vitamínicos;
• Transplante de medula óssea;
• Dieta nutritiva, hidratação;
• Profilaxia de infecções;
Cuidados de
Enfermagem
Proporcionar ambientes calmos e confortáveis;
Manter a unidade de pacientes sempre limpa e livre de
microrganismos patogênicos;
cuidados especiais com cateteres venosos e sondas;
Prevenir hemorragias, evitando traumatismos e tendo cuidados
especiais quando administrados medicamentos por vias IM e EV;
Observar e relatar a frequência e as características das
eliminações gastrintestinais e urinárias (observar a presença de
sangue)
Verificar e registrar os sinais vitais de 6/6 horas;
Observar e registrar os efeitos colaterais dos quimioterápicos;
Oferecer a dieta, líquidos e auxiliar na alimentação;
anotar os volumes de ingestão e excreção hídricas e
administrar a medicação prescrita para a dor;
Proporconar atividades recreativas;
Atender as solicitações do paciente;
Fim