Вы находитесь на странице: 1из 13

pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL


INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO
EDITAL Nº 26/2012-GR

PROVA ESCRITA PARA O EIXO PROFISSIONAL

CONTROLE E PROCESSOS
INDUSTRIAIS
- Opção 313 -
INFORMAÇÕES AO CANDIDATO
1. Escreva seu nome e número de CPF, de forma legível, nos locais abaixo indicados:

NOME: __________________________________________________________________ Nº. CPF: ___________________

2. Verifique se o EIXO PROFISSIONAL e o CÓDIGO DE OPÇÃO, colocados acima, são os mesmos constantes da sua
FOLHA RESPOSTA. Qualquer divergência, exija do Fiscal de Sala um caderno de prova, cujo EIXO
PROFISSIONAL e o CÓDIGO DE OPÇÃO sejam iguais aos constantes da sua FOLHA RESPOSTA.
3. A FOLHA RESPOSTA tem, obrigatoriamente, de ser assinada. Essa FOLHA RESPOSTA não poderá ser substituída,
portanto, não a rasure nem a amasse.
4. DURAÇÃO DA PROVA: 3 horas, incluindo o tempo para o preenchimento da FOLHA RESPOSTA.
5. Na prova há 40 (quarenta) questões, sendo 10 (dez) questões de Conhecimentos Pedagógicos e 30 (trinta) questões de
Conhecimentos Específicos, apresentadas no formato de múltipla escolha, com cinco alternativas, das quais apenas uma
corresponde à resposta correta.
6. Na FOLHA RESPOSTA, as questões estão representadas pelos seus respectivos números. Preencha, por completo, com
caneta esferográfica (tinta azul ou preta), toda a área correspondente à opção de sua escolha, sem ultrapassar as bordas.
7. Será anulada a questão cuja resposta contiver emenda ou rasura, ou para a qual for assinalada mais de uma opção. Evite
deixar questão sem resposta.
8. Ao receber a ordem do Fiscal de Sala, confira este CADERNO com muita atenção, pois, nenhuma reclamação sobre o
total de questões e/ou falhas na impressão será aceita depois de iniciada a prova.
9. Durante a prova, não será admitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem será
permitido o uso de qualquer tipo de equipamento (calculadora, telefone celular, etc.), chapéu, boné, ou similares, e
óculos escuros.
10. A saída da sala só poderá ocorrer depois de decorrida 1 (uma) hora do início da prova. A não observância dessa
exigência acarretará a sua exclusão do concurso.
11. Ao sair da sala, entregue este CADERNO DE PROVA, juntamente com a FOLHA RESPOSTA, ao Fiscal de Sala.
12. Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala de prova e somente poderão sair juntos do recinto, após a
aposição em Ata de suas respectivas identificações e assinaturas.

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS
1. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, apresenta diretrizes
para todas as modalidades e níveis de ensino, disciplinando a educação escolar. Sobre os conhecimentos
profissionais informais adquiridos em experiências extra-escolares, essa Lei possibilita
a) a análise para inclusão sistêmica dos conhecimentos formais e informais nas matrizes curriculares ou
nos componentes curriculares de áreas afins.
b) o reconhecimento e a certificação de conhecimentos adquiridos na educação profissional, tecnológica
ou no trabalho para fins de conclusão de estudos.
c) o reconhecimento dos conhecimentos formais e informais adquiridos em experiências extra-escolares
para promover a contextualização.
d) a observância desses conhecimentos, via análise criteriosa, para isenção de estudos em componentes
curriculares correspondentes.
e) a identificação dos conhecimentos extra-escolares para ressignificação do currículo formal, promovendo
maior relação teoria-prática.
2. A Lei Nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008, institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e
Tecnológica; cria, portanto, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. A partir dessa Lei, é
correto afirmar que os Institutos Federais
a) são equiparados às universidades devido a sua excelência predominante na oferta de educação
tecnológica voltada para formação de tecnólogos nas áreas de engenharia.
b) constituem-se centros de educação preferencialmente tecnológica para atender às demandas produtivas
locais e regionais, investindo em ciência e tecnologia.
c) ao serem equiparados às universidades, tendem à diminuição da oferta de educação profissional em
nível técnico, investindo mais em educação superior tecnológica.
d) ofertarão 50% das suas vagas para educação profissional de nível superior, tendo em vista sua nova
reestrutura organizacional e sistêmica de instituição superior tecnológica.
e) são equiparados às universidades, para efeito das disposições legais que regem a regulação, supervisão e
avaliação das instituições de educação superior.
3. Mais especificamente sobre os Direitos Humanos como princípio de vida que visa contribuir com uma
melhor convivência humana em sociedade, através do respeito às diferenças, a Resolução CNE/CEB Nº 2,
de 30 de janeiro de 2012, determina que os direitos humanos
a) sejam tratados de forma integrada, como princípio norteador, permeando todo currículo do ensino
médio.
b) constituam-se em nova disciplina curricular eletiva em todos os anos do ensino médio.
c) sejam incluídos nos currículos escolares em forma de componente curricular opinativo.
d) sejam propostos e implementados pelo projeto político-pedagógico como área das ciências humanas.
e) constituam-se em conteúdos obrigatórios de Filosofia e Sociologia, com a finalidade de promover a
cidadania.
4. Analisando a Resolução CNE/CEB Nº 2, de 30 de janeiro de 2012, que define as diretrizes curriculares
nacionais para o ensino médio, encontramos uma proposta pedagógica voltada para transformações
humanas e sociais permanentes em prol da construção de um mundo melhor. Com base nesse dispositivo
legal, é correto afirmar que essas diretrizes curriculares propõem
a) uma estruturação curricular sistemática com ênfase na formação propedêutica, ou seja, no acúmulo de
conhecimentos científicos e tecnológicos que mais preparem jovens e adultos para adaptarem-se às
inovações contemporâneas ocasionadas pelo desenvolvimento dos processos produtivos.
b) uma estruturação curricular sistemática, com ênfase na formação profissional de jovens e adultos, a fim
de capacitá-los melhor para o exercício de uma profissão específica, contribuindo, assim, com a
diminuição do desemprego e, consequentemente, favorecendo a formação de uma sociedade brasileira
mais apta a enfrentar as inovações científicas e tecnológicas ocasionadas pelos processos produtivos.
c) uma estruturação curricular sistemática com ênfase na formação intelectual de estudantes para
democratizar os conhecimentos científicos e tecnológicos, contribuindo, assim, com uma formação
humana mais preparada para o exercício da cidadania, combatendo discriminações e preconceitos de
classe, étnicos e outros que acentuam as injustiças sociais.
d) uma estruturação curricular sistemática com ênfase na formação humana integral de sujeitos críticos,
reflexivos, mais humanizados, incluindo a formação profissional, o cultivo do respeito às diferenças
humanas de um modo geral, ao meio ambiente, e a formação de valores éticos que combatam as
discriminações e os preconceitos geradores de desumanizações.
e) uma estruturação curricular sistemática com ênfase na formação intelectual mais ampla de estudantes
do ensino médio, objetivando principalmente a verticalidade de seus estudos em níveis mais elevados
do conhecimento formal, para um melhor enfrentamento da competitividade no mercado de trabalho.

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

5. Considerando o Decreto Nº 5.840, de 13 de julho de 2006, que instituiu o Programa Nacional de Integração
da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos –
PROEJA, indique a alternativa correta.

a) A finalidade desse programa, além de ampliar a escolarização e profissionalização, consiste, sobretudo,


em desenvolver habilidades e competências necessárias ao empreendedorismo local e regional,
contribuindo para que estudantes concluintes iniciem seu próprio negócio no mundo do trabalho.
b) A finalidade desse programa consiste em ampliar a escolarização de jovens e adultos, sua formação
intelectual e profissional, respeitando os conhecimentos experienciais e profissionais prévios, aliando
formação geral e educação profissional para uma melhor inclusão de jovens e adultos no mundo do
trabalho.
c) A finalidade principal e definidora desse programa consiste, tão somente, em investir na formação
política e intelectual de jovens e adultos trabalhadores, para conquistarem um espaço no competitivo e
excludente mercado de trabalho, compreenderem melhor os seus direitos e, assim, assumirem a
cidadania de forma mais participativa.
d) A finalidade dessa revolucionária intervenção política do Governo Federal consiste em preparar mão de
obra qualificada e pragmática para atender ao mercado de trabalho, bem como profissionalizar jovens e
adultos a partir das demandas locais e regionais do mundo produtivo, com vistas unicamente ao
exercício de uma profissão, independentemente do nível de escolarização.
e) O programa pauta-se no princípio de que o conhecimento sistemático é condição primeira para o
mercado de trabalho, por isso investe na ampliação da formação propedêutica e intelectual, preparando
a classe trabalhadora e social mais ampla, para atuar no mercado de trabalho.

6. “[...] uma teoria do Capital Humano rejuvenescida, com ênfase no privado e no individual, ao invés de no
investimento público, mercantiliza a educação, vendo-a como uma grande estratégia para potencializar a
flexibilidade de trabalho e, consequentemente, para melhorar a competitividade da economia. Nesta visão,
os indivíduos são maximizadores de consumo racionais e acredita-se que a busca pelo interesse pessoal no
mercado de trabalho produzirá resultados desejáveis, econômica e socialmente (p.13)” (apud Maclaren,1997,
p. 27).

Com base na citação apresentada, é correto afirmar que o autor

a) apresenta a importância da teoria do Capital Humano em prol da eficácia das políticas públicas e
transformações socioeconômicas mais igualitárias, possibilitando um desenvolvimento social, cultural e
econômico mais pautado na justiça social, sendo a educação escolar compreendida como fundamental
ao alcance dessa finalidade.
b) apresenta uma teoria do Capital Humano defensora dos ideais socialistas, compreendidos como
indispensáveis ao êxito do cenário capitalista que se antagoniza com ideologias individualistas e
economicistas em prol do desenvolvimento social. Nesse sentido, a educação escolar passa a ser vista
como um dos mecanismos para disseminar valores.
c) traz uma reflexão sobre a lógica da teoria do Capital Humano, que busca, pela via da educação escolar,
dentre outros meios, semear valores conservadores fundamentais ao êxito dos ideais capitalistas que
alimentam, no cenário social mundial, o desenvolvimento do mercado de trabalho nesse sistema
econômico, dificultando intervenções político-educativas opostas a essas ideias.
d) enfatiza a importância da teoria do Capital Humano como defensora das políticas públicas voltadas
para o social, pois ela compreende a preparação profissional integral como fator indispensável à ordem
social e econômica capitalista, capaz de contribuir com a diminuição das desigualdades econômicas e
sociais.
e) demonstra a intenção política da teoria do Capital Humano de enfatizar, via educação escolar, a
importância dos valores neoliberais como fundamentais ao predomínio das intervenções socialistas no
cenário capitalista mundial. Nesse sentido, o neoliberalismo semeia valores humanistas fundamentais à
diminuição das exclusões sociais.

7. “Vistos a partir da perspectiva de um multiculturalismo crítico, os ataques conservadores contra o


multiculturalismo (de ser separatista e etnocêntrico) revelam a compreensão errada dos seus porta-vozes da
cultura branca anglo-americana de que a sociedade norte-americana fundamentalmente constitui relações de
acordo ininterrupto. A visão liberal serve para sublinhar a ideia de que a sociedade norte-americana é
simplesmente um fórum de consenso com diferentes pontos de vista das minorias acrescidas por enxerto.
Nós nos deparamos aqui com uma política de pluralismo que ignora amplamente as ações de poder e
privilégio.” (Maclaren, 1997, p.124)

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

A partir da citação proposta, é correto afirmar que

a) o multiculturalismo crítico busca o consenso ideopolítico entre os seus ideais transformadores com os
ideais do conservadorismo opressor, pois sua essência defende uma democracia harmoniosa e
consensual de sociedade global, combatendo, assim, o ódio e a violência de qualquer espécie. Nesse
sentido, o consenso político-ideológico passa a ser compreendido como fundamental para uma cultura
de paz.
b) existe um embate político, ideológico e axiológico no cenário socioeconômico mundial, no qual valores
conservadores e opressores buscam, camufladamente, permanecer hegemônicos em prol do status quo,
enquanto outras perspectivas e ideais de um mundo mais humanizado empenham-se por
transformações em prol de mais ampla justiça social, econômica, cultural e ambiental.
c) a visão neoliberal constrói e emite uma crítica contra hegemônica que objetiva contrapor-se ao
conservadorismo cultural mundial, e assim harmonizar-se com os ideais de resistência e transformação
social, econômica e cultural disseminados pelo multiculturalismo crítico para combater,
ideologicamente, qualquer tipo fetichizado de interesse mantenedor da moral opressora.
d) as críticas conservadoras lançadas ao multiculturalismo crítico e de resistência buscam um consenso
político com o mesmo, para colocar em evidência seus interesses e valores sociais que primam pela
defesa das transformações culturais imprescindíveis à construção histórica de um mundo mais humano,
pautado na lógica capitalista, na qual o êxito e o sucesso de cada pessoa só depende do fator individual.
e) o multiculturalismo de resistência objetiva mitificar, fetichizar e mistificar as ideologias neoliberais que
omitem interesses políticos pela manutenção dos privilégios de uma classe social sobre outra. Nesse
sentido, sua finalidade consiste na formação de uma sociedade mundial mais harmoniosa, consensual e
sem cicatrizes ocasionadas pelas lutas sociais em prol da construção de outras formas de organização
social, econômica e cultural.

8. O pensamento de Paulo Freire que expressa sua concepção de educação, de mundo e de ser humano
constituiu-se a partir da sua infância, da sua vida, do que ele viveu, tanto na dimensão pessoal quanto
profissional. Tornou-se um cidadão do mundo pelo reconhecimento da sua contribuição praxiológica para
educação, sendo sua obra considerada um clássico. Partindo do reconhecimento internacional do legado
desse educador, é correto afirmar que o pensamento dele constitui-se em um(a)

a) conjunto de experiências educacionais que, após serem vivenciadas nas mais renomadas universidades
nacionais e internacionais, principalmente no período do exílio, deram forma a uma teoria da educação
cujo objetivo geral consiste em fornecer subsídios a serem aplicados no dia a dia da prática docente no
âmbito da educação escolar.
b) filosófica, sociológica e política configuração de educação escolar, sistemática, de repercussão mundial,
voltada para atender à educação de jovens e adultos, cujo objetivo primordial consiste na politização e
conscientização das pessoas participantes, com vistas à transformação pessoal e social.
c) gigantesco método internacional de alfabetização de adultos que, tendo iniciado na cidade do Recife e,
posteriormente, em Angicos – RN, na década de 60 do século passado, ainda pode ser aplicado sem
adaptações em qualquer lugar do mundo, independentemente das diferenças culturais linguísticas.
d) inovador e revolucionário paradigma de educação formal para ser analisado e socializado através dos
currículos universitários e dos movimentos sociais, com a finalidade de formar profissionais de
qualquer área do conhecimento, com mais ampla formação humana, profissional e visão crítica de
mundo.
e) pedagogia de resistência e teoria crítica da educação cujo conteúdo filosófico, sociológico, ético,
estético, político e pedagógico prima por transformações pessoais, culturais, sociais, econômicas, etc,
em prol da construção histórica e permanente de um mundo mais humanizado.

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

9. Analisando a complexidade do fenômeno Educação como objeto de estudo da Pedagogia compreendida


como ciência da teoria e da prática dos processos educativos, João Francisco de Souza (2009, p.37), ao nutrir
preocupações epistemológicas sobre Educação, percebe alguns equívocos presentes no imaginário social a
respeito do significado desse fenômeno. Ele ressalta que “a educação quase nunca é compreendida nem
organizada como atividades culturais para o desenvolvimento da cultura”. Assim, considerando a reflexão
desse autor, indique a alternativa correta.

a) A educação ainda não é valorizada como deve ser, e essa desvalorização histórica por parte dos poderes
públicos em muito vem contribuindo com a desvalorização da classe docente. Nesses termos, para a
educação funcionar de maneira mais satisfatória, faz-se necessária, a princípio, a valorização dessa
classe de profissionais, bem como da escola como produtora de conhecimentos.
b) A escola, devido a seu funcionamento sistêmico baseado em currículos a serem cumpridos, calendário,
horas e normas estabelecidas, bem como em leis que precisam ser respeitadas, encontra dificuldades
para promover o desenvolvimento do ser humano e, portanto, não consegue desenvolver-se como
atividade cultural de forma mais salutar.
c) A gestão escolar tem possibilidades de ousar na sua autonomia administrativa e construir, juntamente
com sua comunidade interna e externa, um perfil de escola que atenda às necessidades da sociedade
mais ampla, contribuindo, assim, com a formação de cidadãos e cidadãs mais conscientes dos seus
direitos e deveres no mundo do trabalho e no cenário social mais amplo.
d) A educação precisa ser compreendida, mais amplamente, como um fenômeno social, cultural e
humano presente em toda dimensão da nossa existência pessoal e profissional, pois sua função primeira
consiste em contribuir para um salutar desenvolvimento do ser humano, como ser inconcluso que se
transforma e transforma o mundo.
e) A educação ainda não é prioridade na agenda política dos governos. E esse descaso impossibilita o
êxito que a educação necessita alcançar e que consiste em melhor atender à classe social menos
favorecida. Essa ausência de prioridade governamental alimenta processos de exclusão social, pois a
educação passa a ter dificuldades para cumprir seu papel de transmitir conhecimentos.

10. Em seu livro dialógico “Medo e ousadia, o cotidiano do professor”, Paulo Freire (2003, p.25) afirma que
“além de um ato de conhecimento, a educação é também um ato político. É por isso que não há pedagogia
neutra.” Partindo dessa reflexão, é correto afirmar que, para Paulo Freire, a educação:

a) não escapa das estratégias governamentais, constituindo-se em um dos instrumentos para alcance de
interesses político-partidários.
b) tem uma dimensão política, metodológica, técnica, axiológica, gnosiológica, constituindo-se assim em
um ato de conhecimento em prol das mudanças sociais.
c) tem uma natureza política em todas as suas dimensões constituintes. Por isso, ela poderá ser libertadora
ou conservadora do status quo.
d) não tem como funcionar sem as interferências governamentais, pois, de certa forma, ela depende dessas
intervenções para se manter.
e) sempre receberá influências políticas dos grupos partidários que estão no poder, pois eles a utilizam
para atingirem suas estratégias políticas.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
11. Em relação ao circuito apresentado, considerando-se Vcc = 10V, VEE = -2V, RB = 2,7kΩ, RC = 3,6kΩ e RE =
1kΩ, assinale a alternativa que contém os valores corretos.

a) IE = 1,3maA, VCE = 6V
b) IC = 10mA, VCE = 4,5V
c) Vc = 2V, IC = 5mA
d) Vc = 0V, IC = 15mA
e) IB = 100µA, VCE = 0V

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

12. Qual a expressão para a tensão de saída do circuito dado.

a) Vsaída = V1 - V2
b) Vsaída = V1 + V2
c) Vsaída = K1 · V1 - K2 · V2, K1 e K2 > 0
d) Vsaída = k · (V1 + V2), k>0
e) Vsaída = K1 · V1 + K2 · V2, K1 e K2 >0

13. Considerando que a corrente de Gate vale IGT = 150 µA e a tensão do diodo Gate-Catodo VGT = 0,6V,
encontre a variação aproximada do ângulo de disparo do SCR no circuito a seguir.

Considere, ainda, que sen(kα) ≅ k·sen(α). Use a tabela fornecida.


α sen(α)
0° 0
0,5° 0,009
1° 0,017
1,5° 0,026
2° 0,035
2,5° 0,044
3° 0,052

a) 0° e 90°
b) 1° e 10°
c) 2° e 45°
d) 1,5° e 15°
e) 3° e 30°

14. Quanto as portas lógicas, analise as seguintes afirmações:


I. A expressão S = A ⋅ B ⋅ C + A ⋅ B ⋅ C + A ⋅ B ⋅ C + A ⋅ B ⋅ C + A ⋅ B ⋅ C pode ser simplificada para
S = A⋅ B ⋅C + A⋅C + D
II. A porta NAND pode implementar qualquer função lógica.
III. Não se deve ligar, juntas, duas portas coletor aberto.
IV. Os parâmetros FAN-IN e FAN-OUT não são importantes.

Está(ão) correta(s), apenas,

a) I.
b) I, II e III.
c) II e IV.
d) IV.
e) III.

15. O circuito representado, a seguir,

a) trata-se de um dobrador de frequência


b) é uma memória
c) divide a frequência de entrada por 3
d) trata-se de um contador
e) é um somador

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

16. Com relação às interrupções é correto afirmar que

a) os flags de interrupção são limpos automaticamente pelo próprio microcontrolador/microprocessador


após o desvio para a rotina de tratamento de interrupção.
b) o Reset não é uma interrupção, pois não existe uma rotina de tratamento de interrupção para o Reset.
c) as interrupções são sempre atendidas na borda de descida, por questões de temporização.
d) jamais uma interrupção pode interromper a rotina de tratamento de outra interrupção. O atendimento
sempre será feito após o término da rotina que estiver sendo atendida no momento.
e) o uso de interrupções, no lugar do pooling, é vantajoso.

17. Sobre microprocessadores e microcontroladores, é correto afirmar que

a) os microprocessadores mais antigos implementavam seus periféricos (Temporizadores, Contadores,


Gerador de sinais PWM, etc) no núcleo do processador, visando reduzir o ciclo de instrução.
b) a arquitetura Harvard, compartilhando os barramentos de dados e endereços, consegue otimizar a
velocidade através de uma técnica conhecida pelo nome de pipeline.
c) em um microcontrolador com arquitetura CISC, consegue-se um menor número de instruções,
aumentando-se, porém, a complexidade das mesmas.
d) as portas de Entrada e Saída de um microcontrolador, normalmente, são do tipo Dreno aberto (ou
coletor aberto).
e) arquitetura RISC caracteriza-se por apresentar um pequeno número de instruções.

18. Acerca dos Microcontroladores/Microprocessadores, é correto afirmar que

a) os registradores de uso especial (SFR) são bit-endereçáveis.


b) os dispositivos que se comunicam com o microcontrolador/microprocessador por meio de um
barramento I2C são dispositivos lentos.
c) a comunicação I2C é um tipo de comunicação paralela, desenvolvida pela Philips, que visa permitir o
acesso fácil a memórias EEPROM.
d) um sistema microcontrolado difere de um microprocessado, pois, neste último, os periféricos já fazem
parte do sistema.
e) as memórias EEPROM são pouco voláteis e, portanto, precisam de um ciclo de refrescamento mais
intenso.

19. Com relação aos sistemas de controle em Malha Aberta, analise as seguintes proposições.
I. Esses sistemas possuem construção simples e de fácil manutenção.
II. Esse tipo particular de sistema apresenta problemas de estabilidade.
III. São sistemas mais baratos do que os equivalentes em malha fechada.
IV. Esses sistemas são sempre oscilatórios.
São verdadeiras, apenas,

a) III e IV.
b) I.
c) I e III.
d) I e II.
e) IV.

20. De acordo com o diagrama em blocos, a seguir, é correto afirmar, que trata-se de

a) um sistema de controle com ação Proporcional.


b) um sistema de controle com ação Proporcional-Integral-Derivativa.
c) um sistema de controle Proporcional-Derivativo.
d) um sistema de controle puramente Integral.
e) um sistema de controle com ação Derivativa.

b/(a+b) K

aATi s
(a + b) ⋅ k s ⋅ (Ti s + 1) ⋅ (Td s + 1)

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

21. Em relação aos sistemas de controle, é correto afirmar que

a) a principal finalidade da realimentação em sistemas de controle é aumentar a sensibilidade do sistema


em relação a variações de parâmetros e distúrbios indesejáveis.
b) sempre devemos utilizar a ação de controle derivativa sozinha.
c) a ação de controle proporcional é, essencialmente, um amplificador de ganho fixo.
d) a ação de controle derivativa possui a vantagem de ser antecipatória, mas tem as desvantagens de
amplificar os sinais de ruído e de causar um efeito de saturação no atuador.
e) os controladores PID devem ser evitados em sistemas pneumáticos.

22. Sabe-se que o VisuALG é utilizado no apoio ao ensino de algoritmos estruturados, possibilitando ao
estudante uma maior interação com a teoria e a possibilidade de visualização do resultado algorítmico na
prática. Acerca do aplicativo supracitado, assinale V (verdadeiro) ou F (falso) para cada uma das proposições
abaixo.
( ) Todo programa escrito em VisuALG deve, obrigatoriamente, ter um comentário indicando o autor e a
data que o algoritmo foi criado.
( ) Toda instrução VisuALG é terminada por um dois-pontos.
( ) O visuALG disponibiliza funções matemáticas em sua implementação (ex. raizq, mod).
( ) Um programa VisuALG não declara todas as suas variáveis antes de usá-las.
( ) A função leia é usada para receber informações do usuário.

A sequência correta, de cima para baixo, é, respectivamente,

a) V,V,F,V,F.
b) V,F,F,V,F.
c) F,F,F,V,V.
d) F,F,V,F,V.
e) V,V,F,V,V.

23. Os trechos de código, a seguir, referem-se a estruturas de repetição comumente utilizadas em algoritmos e
lógica de programação. Analise o comportamento de cada uma delas, atentando para seu valor de saída.

algoritmo “testA” algoritmo “testB” algoritmo “testC”


var var var
s1 : inteiro s1 : inteiro s1 : inteiro
inicio inicio inicio
s1<-0 s1<-0 para s1 de 0 ate 3 faca
enquanto (s1<3) faca repita escreva(s1)
escreva(s1) escreva(s1) fimpara
s1<-s1+1 s1 <- s1+1 fimalgoritmo
fimenquanto ate(s1<3)
fimalgoritmo fimalgoritmo

As saídas previstas pelos algoritmos testA, testB e testC em seus únicos comandos “escreva”, respectivamente,
serão
a) 012, 0 e 0123.
b) 0123, 0 e 0123.
c) 0123, 012 e 012.
d) 012, 012 e 012.
e) 0123, 0123 e 0123.

24. Sabe-se que a linguagem C é utilizada por muitas universidades no mundo, possibilitando a articulação entre
a teoria e a possibilidade de visualização do resultado algorítmico na prática. Acerca dessa linguagem de
programação, assinale V (verdadeiro) ou F (falso) para cada uma das proposições.

( ) Em um laço “while”, a expressão de teste é avaliada depois do corpo do laço ser executado.
( ) Zero em C é avaliado como falso e qualquer outro valor diferente de zero é avaliado como verdadeiro.
( ) Uma função é dita recursiva se, dentro dela, há uma instrução de chamada a ela própria.
( ) Em C, laços não são colocados no corpo de outros laços.
( ) O comando “return” provoca o término imediato da execução de uma função.

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

A sequência correta, de cima para baixo, é, respectivamente,


a) F,V,V,V,F.
b) F,F,V,V,V.
c) V,V,F,F,F.
d) V,F,F,F,V.
e) F,V,V,F,V.

25. Os trechos de código abaixo referem-se a estruturas de repetição disponíveis na linguagem C. Analise o
comportamento de cada uma delas, atentando para seu valor de saída. Suponha que demais partes do código
(#include, função main) já estão implementadas.

int a; int b; int c;


for (a=30;a>0;a/=2) b=20; c=10;
printf("%d ",a); while ((b%2)==0) { do
printf("%d ",b); {
b = b/2; printf("%d ",c);
} c=c*4;
} while (c<100);

As saídas previstas das variáveis a, b, e c, em seus únicos comandos de saída, respectivamente serão
a) a: 30 15 7,5 3,75 1,875; b: 20 10; c: 10 40.
b) a: 30 20 10; b: 20 10; c: 10 20 30 40.
c) a: 30 15 7 3 2 1; b: 20 10; c: 10 40.
d) a: 30 15 7 3 2 1; b: 10 20; c: 10 20 30 40.
e) a: 30 15 7 3 2 1; b: 20 10 5 2 1; c: 10 20 30 40.

As três (3) questões, a seguir, são relativas à análise de trechos de códigos


em linguagem algorítmica (VisuALG).

26. Analise o comportamento do algoritmo abaixo, atentando para seu contexto (suponha que demais partes do
código, e.g., algoritmo, var, inicio, funções etc., já estejam implementadas).
1. para i de 0 ate vetor.tamanho-1 faca
2. para j de 0 ate vetor.tamanho-1 faca
3. se (vetor[j]>vetor[j+1]) entao
4. troca(v[j],v[j+1])
5. fimse
6. fimpara
7. fimpara

Após sucessivas execuções, o resultado real do trecho de código implementado no vetor é


a) percorrer e inverter o vetor.
b) percorrer e calcular a média.
c) percorrer e ordenar em formado decrescente.
d) percorrer e calcular a mediana.
e) percorrer e ordenar em formato crescente.

27. Analise o comportamento do algoritmo abaixo, atentando para seu contexto (suponha que demais partes do
código, e.g., algoritmo, var, inicio, funções, etc., já estejam implementadas).
1. se (K<1 ou K>N) entao
2. sinal <- falso
3. senao
4. sinal <- verdadeiro
5. se (K<N) entao
6. para i de K+1 ate N faca
7. A[i-1] <- A[i]
8. Fimpara
9. N<-N-1
10. fimse
11. fimse

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

O resultado real do trecho de código implementado no vetor é

a) remove uma posição K em uma dada lista A.


b) remove uma posição A em uma dada lista K.
c) troca uma posição A por uma outra posição K.
d) troca uma posição K por uma outra posição A.
e) ordena as posições K em uma dada lista A.

28. Dadas duas (2) matrizes, A e B, de ordem M x N e N x T, respectivamente. Analise o comportamento do


algoritmo abaixo, atentando para seu contexto (suponha que demais partes do código, e.g., algoritmo, var,
inicio, funções, etc., já estejam implementadas).

1. para i de 0 ate M faca


2. para j de 0 ate T faca
3. C[i,j] <- 0
4. para k de 0 ate N faca
5. C[i,j] <- A[i,k] * B[k,j]
6. fimpara
7. fimpara
8. fimpara

O resultado real do trecho de código implementado é

a) calcular o produto matricial de duas matrizes A e B, armazenando-o na matriz C.


b) calcular o produtório de duas matrizes A e B, armazenando-o na matriz C.
c) calcular o somatório de duas matrizes A e B, armazenando-o na matriz C.
d) calcular a soma matricial de duas matrizes A e B, armazenando-o na matriz C.
e) calcular o logaritmo matricial de duas matrizes A e B, armazenando-o na matriz C.

As duas (2) questões, a seguir, são relativas à análise de trechos de códigos


em linguagem C.

29. Analise o comportamento do algoritmo abaixo, atentando para seu valor de saída. Suponha que demais
partes do código (#include, função main) já estejam implementadas).

1. int main( )
2. {
3. int pix [2][2];
4. int result;
5. for (int i = 0; i < 2 ; i++){
6. for (int j = 0; j < 2 ; j++){
7. pix[i][j] = i + j;
8. }
9. }
10. result= pix[0][1] + pix[1][0];
11. printf ("%d", result);
12. }

A saída prevista pelo comando da linha 11 será

a) 4.
b) 3.
c) 2.
d) 5.
e) 6.

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

30. Analise o comportamento do algoritmo abaixo, atentando para seu contexto.Suponha que demais partes do
código (#include, função main) já estejam implementadas.

1. int funcaoX(int num) {


2. int v1 = 1;
3. for (int i = num; i != 0; i--) {
4. v1 = v1 * i;
5. }
6. return v1;
7. }

A utilidade real da função X implementada é

a) calcular o produtório dos números do intervalo i.


b) calcular o fatorial do parâmetro num.
c) calcular o somatório dos números do intervalo i.
d) calcular o logaritmo do parâmetro num.
e) calcular a raiz quadrada do parâmetro num.

31. Examine as proposições a seguir:


I. Se E é a intensidade do campo elétrico e q uma carga de prova colocada neste campo elétrico em um
ponto no espaço, o produto “E.q” representa a intensidade da força elétrica sobre esta carga neste
ponto.
II. O potencial elétrico é uma grandeza escalar e corresponde à energia potencial elétrica adquirida por
unidade de carga colocada em um ponto de um campo elétrico.
III. O vetor campo elétrico em um ponto tem sempre a mesma direção, mas o sentido oposto da força que
atua sobre uma carga positiva colocada nesse ponto.
IV. A direção do vetor campo elétrico, em determinado ponto do espaço, coincide sempre com a direção da
força que atua sobre uma carga de prova colocada no mesmo ponto.

Estão corretas, apenas,

a) III e IV.
b) I e II.
c) II, III e IV.
d) I, II e IV.
e) II e III.

32. Na Figura abaixo, tem-se duas cargas elétricas puntiformes iguais, QA = QB = 0,01µC, fixas nos pontos A e
B, separadas pela distância d = 16 metros, no vácuo (k0 = 9.109 N.m²/C²). O trabalho da força elétrica
resultante que atua em uma carga de prova q = 2,0 nano-Coulomb, ao ser levada de C para D, será, em
nano-Joule, de

a) 9,0.
b) nulo.
c) 10.
d) 18.
e) 45.

33. No circuito a seguir, temos a alimentação composta por quatro pilhas idênticas de 1,5V / 0,5Ω cada, ligadas
conforme desenho. Essa associação de pilhas alimenta outra associação de capacitores. Sabendo-se que, em
regime permanente, a energia equivalente armazenada é de 67,5 micro-Joule, o valor de “C”, em micro-
Farad, será

a) 15.
b) 50.
c) 25.
d) 35.
e) 30.

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

34. No circuito abaixo, sabendo-se que a tensão no nó A é de 18V, a força eletromotriz E, em volts, da fonte
ideal será
a) 18.
b) 39.
c) 15.
d) 28.
e) 25.

35. Analise as afirmações a seguir:


I. O tempo que dura um ciclo completo de um sinal senoidal de frequência 10 Hz é de 10 milissegundos.
II. O tempo necessário para uma senoide de tensão de frequência 60 Hz percorrer o trecho compreendido
entre zero radiano e 4̟/3 radiano é de, aproximadamente, 11 milissegundos.
III. Uma senóide que percorre o trecho de 3̟/4 em 7,5 milissegundos tem frequência de 50 Hz.
IV. Uma tensão senoidal possui o valor máximo de 10V no instante t = 15 milissegundos. Então, se sua
frequência é de 1000Hz, o valor em t = 0 é de -10V.
Estão corretas, apenas,
a) III e IV.
b) I e IV.
c) I, II e III.
d) I e II.
e) II e III.

36. Analisando o circuito abaixo, pode-se afirmar que as leituras no amperímetro e voltímetro são,
respectivamente,

a) 2,5A e 4,5V.
b) 1,0A e 5,0V.
c) 1,5A e 5,5V.
d) 1,0A e 6,0V.
e) 1,5A e 3,5V.

37. Analise as assertivas em relação aos motores de indução trifásicos.


I. Devido às suas excelentes características, têm sido usados nos mais diversos acionamentos
eletromecânicos, desde um simples ventilador a um poderoso compressor.
II. Não possuem capacidade de acionamento de cargas que requeiram força.
III. Em termos construtivos, é um motor bastante complexo.
IV. Seu princípio de funcionamento, baseado apenas na Lei de Faraday, permite sua fácil compreensão.
Está(ão) correta(s), apenas,

a) I e IV.
b) I.
c) II.
d) III.
e) II e III.

38. Assinale as afirmações.


I. Os termos relé interno, relé auxiliar e marcador, são usados para o que pode ser considerado um relé de
CLP. Eles se comportam como relés com seus contatos associados, mas, na realidade, são simulações
de relés feitas pelo software do CLP.
II. Para a movimentação de dados, o comando contém a instrução de movimentação, o endereço da fonte
de dados e o endereço de destino, conforme a figura ao lado.

III. Um CLP, equipado com canais de entrada analógica, pode ser usado para executar uma função de
controle contínuo, ou seja, um controle PID.
IV. Os CLP’s, normalmente, por si só, não realizam em seu programa a comparação de dados, ou seja,
não existe recurso de softwares para comparar variáveis de entrada.

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6YjE4MzowODAx:U3VuLCAxNiBEZWMgMjAxOCAxMDoxMjozOSAtMDIwMA==

Estão corretas, apenas, as afirmações

a) II e III.
b) I e II.
c) II, III e IV.
d) III e IV.
e) I, II e III.

39. Examinando a linha do programa em linguagem LADDER,

podemos afirmar que corresponde, respectivamente, às instruções


a.) b.) c.) d.) e.)
LD X400 LDN X400 LDN X400 LDN X401 LD X400
OR Y430 LD Y430 AND X401 AND X401 LD Y430
OUT Y430 ORB AND Y430 AND Y430 ORNB
OUT T450 AND X401 ORNB ORNB ANI X400
K50 OUT Y430 OUT Y400 OUT Y430 OUT Y430

40. Examine as proposições a seguir.


I. Os encoders de posição podem ser agrupados em duas categorias: encoders incrementais, que detectam
variações na rotação a partir de uma posição dada, e encoders absolutos, que fornecem a posição
angular real.
II. Pode-se escolher entre um encoder incremental e um absoluto para a medição de um deslocamento
linear. A diferença principal entre os resultados que podem ser obtidos é que o incremental tem ângulo
a partir de uma referência, e o absoluto, é a identificação única de um ângulo.
III. Os sensores de proximidade indutivos são capazes de detectar qualquer tipo de material a uma distância
que oscila entre 0 e 2 mm, dependendo, também, do tamanho do material a ser detectado e das
características especificadas pelos diferentes fabricantes.
IV. Um sensor é um elemento que produz um sinal relacionado a uma grandeza medida. Um transdutor é
um elemento que, quando submetido a alguma alteração física, apresenta uma variação relacionada.
Portanto, os sensores são transdutores.

Estão corretas, apenas,

a) III e IV.
b) I e II.
c) II, III e IV.
d) I e IV.
e) II e IV.

www.pciconcursos.com.br