Вы находитесь на странице: 1из 20

PUB

Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • 1015 •1


20 junho 2019
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Álvaro Amaro a contas


com a justiça Álvaro Amaro é um dos cinco
arguidos da operação “Rota Final”,
sobre um alegado esquema
fraudulento de viciação de
procedimentos de contratação
pública no setor dos transportes
escolares. O ex-presidente da
Câmara está também acusado,
com o seu sucessor Carlos Chaves
Monteiro, o vereador Victor Amaral
e duas técnicas superiores, por
fraude na obtenção do subsídio e
prevaricação. Amaro já disse que
não vai escudar-se em «qualquer
estatuto» para não colaborar com a
justiça Págs 5 e 7

Degradação alastra no posto


médico de Unhais da Serra
Infiltrações de água, falta de aquecimento adequado, teto a ruir e soalho descolado são alguns dos
problemas que afetam o edifício onde são prestados cuidados médicos a cerca de 1.200 utentes. O ACES
Cova da Beira adianta que as obras deverão começar «dentro de dois meses» Pág.4

PUB
Covilhã Guarda
Relação anula Cidade quer ser
sentença que absolveu “smart city”
presidente da Câmara Até 2030 a Guarda quer ser uma “Ci-
Tribunal terá de refazer a sentença na qual dade Inteligente”, um projeto que quer
Vítor Pereira e Manuel Santos Silva, então aumentar a competitividade da cidade
presidente da Assembleia Municipal, foram mais alta atraindo investimento e au-
absolvidos do crime de prevaricação de mentando a qualidade de vida dos seus
titular de cargo político ______________ 7 habitantes ________________________ 8
PUB
2• • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara
Teresa Paiva
Guarda Smart City
A mais recente iniciativa, que pretende
«É urgente Docente do IPG, membro da equipa do
projeto PIN (PoliEntrepreneurship Inno-
vation Network)
fazer da Guarda uma “Cidade Inteligente” foi
apresentada esta semana nos Paços do Con-
celho. O projeto tem como objetivo «trabalhar
fomentar o Idade: 53 anos
Naturalidade: Coimbra

empreendedorismo
para a interligação setorial e transversal Profissão: Professora do ensino superior
entre serviços da autarquia e a comunidade». politécnico
À parte do anúncio da eventual «isenção ou Currículo: Professora de Gestão e Marke-
redução» de custos de infantários para casais

na região»
ting no IPG; doutorada em Gestão pelo IUL-
jovens (que venham viver para cidade), faltou ISCTE e pós-graduada em Direção de Incu-
esclarecer as medidas e ações concretas que badoras, Aceleradoras e Desenvolvimento
serão aqui desenvolvidas. de Centros de Empreendedorismo pela
Universidade de Salamanca; Desenvolve
P - É uma das docentes do IPG pesquisas na área de Marketing, Inovação
envolvidas no PIN (PoliEntrepreneur- e Educação em Empreendedorismo e tem
Álvaro Amaro ship Innovation Network). Em que
consiste o projeto?
experiência como avaliadora de projetos
europeus (Erasmus +- KA2); Responsável
A “marcha imperial” de Álvaro Amaro R - Nascido da colaboração de uma pela área de investigação da rede europeia
rumo a Bruxelas foi interrompida bombasti- rede de 13 instituições de ensino supe- de Instituições de Ensino Superior – SPACE
camente na semana passada pela Justiça. O Network; Integra a comissão científica do
rior politécnico, o PIN visa promover o
ex-autarca da Guarda, que se prepara para International Journal of Entrepreneurship
aumento das competências empreende-
tomar posse como eurodeputado, foi con- and Governance in Cognitive Cities, Journal
doras, a criação de emprego, a inovação e
stituído arguido na operação “Rota Final”, of Advances in High Education e Egitania
o sucesso empresarial entre os alunos do Sciencia; Faz parte da PEEP (ONG), que
sobre um alegado esquema fraudulento de ensino superior e potenciais empreend-
viciação de procedimentos de contratação trabalha e desenvolve projetos na área
edores. O objetivo é fomentar a criação social e empreendedora; Promotora e
pública nos transportes escolares. Como se de empresas, registo de patentes e desen- formadora de empreendedorismo no IPG,
não bastasse, no dia seguinte soube-se que volvimento de projetos de vocação que representa na coordenação do projeto
o social-democrata está também acusado, empresarial, num processo que nacional (Poliempreende).
com outros elementos do executivo e duas envolverá estudantes e poten-
técnicas superiores da Câmara, num pro- Livro preferido: “As velas ardem até ao fim”
ciais empreendedores. O PIN
cesso mais antigo por fraude na obtenção envolve um investimento de 1,1 Filme preferido: A trilogia do “Senhor dos
do subsídio e prevaricação. A pré-reforma milhões de euros, parcialmente Anéis”
será amarga para Álvaro Amaro. financiado pelo programa Com- Hobbies: Ler, viajar e ouvir música
pete 2020, do Portugal 2020.

P - Qual a grande inovação que trouxeram metodologias diferentes com os alunos sobre as suas experiên-
CIMBSE deste projeto e quais as vanta- para o desenvolvimento das ideias e dos cias e dificuldades. O fracasso é sempre
O Plano Intermunicipal de Adaptação gens? planos de negócio. Beneficiaram também um estigma nesta área que é possível
às Alterações Climáticas foi apresentado na R - A plataforma PIN assenta numa da possibilidade de contratar serviços combater através destes testemunhos,
passada segunda-feira, mas poucos autarcas interface digital que oferece ferramentas específicos necessários, de forma a o que possibilita ultrapassar esse medo
estiveram presentes e a Câmara da Guarda, facilitadoras dos processos de implemen- passarem do plano de negócio para a de arriscar e falhar. Para além disso, os
estranhamente, não se fez representar. tação de negócios. Agrega três atividades: constituição das empresas. Já na fase projetos de negócio são sempre apresen-
Num tempo em que a preocupação sobre o e-learning, gestão de projetos e concurso. final do processo de concurso nacional tados a empresários/ empreendedores/
as mudanças no clima (neste caso, da região) O e-learning permite-nos chegar a mais puderam relacionar-se com empreend- investidores para serem analisados por
é um dos assuntos mais relevantes, é estra- potenciais empreendedores, a motivar e edores e outros colegas, nacionais e pessoas experientes, que sejam capazes
nha a falta de sentido de responsabilidade educar mais com inovação e tecnologia, internacionais, que tal como eles desen- de ajudar as equipas de alunos a evoluir
de políticos e entidades ao ponto de nem podendo ser visualizadas aulas online, volveram planos de negócio. Todas estas até à criação real da empresa. O seu
estarem atentos à apresentação do plano que conferências, desenvolvidos cursos em possibilidades foram proporcionadas a envolvimento é fundamental para a
deveria ser a referência para toda a região. “moocs” (“massive online open courses”) alunos, professores ou colaboradores evolução dos planos e mentalidade dos
Algo vai mal nesta CIM que não consegue e ter acesso a uma biblioteca virtual de do IPG, bem como a empreendedores alunos empreendedores.
envolver e atrair cidadãos e responsáveis ebooks pertinentes. O sistema disponibi- externos, tal como exigia o financiamento
para um dos poucos momentos de atividades liza formação específica sobre temas do projeto. P - Qual o papel do empreend-
pública da Comunidade Intermunicipal. relacionados com o empreendedorismo e edorismo, e deste tipo de programas,
criação de empresas, proporcionando aos P - Qual foi a resposta dos alunos no desenvolvimento da região?
participantes as condições necessárias a este género de desafios?  R - É urgente fomentar o empreend-
para o desenvolvimento de ideias, soluções R - A resposta é sempre limitada, pois edorismo na região. Esta é caracterizada
ACES Cova da Beira inovadoras e planos de negócio, num ambi-
ente colaborativo. No que respeita à gestão
o seu foco é ainda estudar para terminar
o curso e encontrar emprego. No entanto,
por um tecido empresarial reduzido e por
uma taxa de criação de novos negócios
A extensão de saúde de Unhais da de projetos dá-nos a possibilidade de gerir conseguimos sempre um grupo que fica também bastante pequena. O empreend-
Serra (Covilhã) encontra-se em avançado digitalmente o desenvolvimento das ideias motivado e que embarca nesta “viagem” edorismo é uma forma de retenção das
estado de degradação. O edifício constru- e planos de negócio apresentados pelos connosco. O processo de aprendizagem pessoas no território através da criação
ído há cerca de 50 anos nunca foi alvo de empreendedores, tendo uma vertente é dinâmico e proativo, mas exigente. Im- de emprego e de riqueza. Isto, numa
obras de requalificação, apesar da entida- pragmática de gestão de tempo e outros plica trabalho e dedicação, o que, tendo perspetiva de empreendedorismo de vo-
de responsável, o ACES (Agrupamento de recursos. Há, por fim, uma componente em conta os compromissos de estudo dos cação empresarial, porque se falarmos do
Centros de Saúde Cova da Beira) ter conhe- de concurso, na qual os planos de negócio alunos, faz com que não sejam muitos empreendedorismo enquanto mentali-
cimento do estado do imóvel. Ao invés, o desenvolvidos serão avaliados por um júri os que chegam ao fim e apresentam um dade, desenvolvimento de competências
Diretor executivo desta entidade, Manuel regional. Os mais bem classificados seguem plano de negócio completo e pronto a e atitudes, então ainda é mais pertinente.
Geraldes, afirma que «temos procurado para o júri nacional. Aqui também intro- ser apresentado aos avaliadores/ inves- Ser empreendedor implica ter um conjunto
encontrar, dentro das instalações, soluções duzimos para avaliação planos de negócio tidores. de características úteis para a vida pessoal
que minimizem o impacto na prestação de internacionais. e profissional, conseguir identificar opor-
cuidados». Resta agora saber se as obras P- De que forma os empresários tunidades, ter capacidade criativa, ser pro-
com início anunciado para daqui a «dois P - De que forma o PIN pode fa- e empreendedores são envolvidos no ativo e dinâmico, ser capaz de trabalhar em
meses», serão mesmo realizadas. vorecer o empreendedorismo dos projeto? equipa, de definir objetivos e ser capaz de
alunos do IPG? R - São sempre envolvidos no de- encontrar os recursos necessários para os
R - Na implementação do projeto os senvolvimento de ações de educação concretizar. É algo que todos percebemos
alunos usufruíram de workshops de ca- de empreendedorismo, pois trazem um ser importante nas nossas vidas, seja para
pacitação com empreendedores externos testemunho importante ao poderem falar criar um negócio ou não.
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

Amaro: culpado ou
inocente?
A semana foi dominada pela corrupção. Ou antes, pelas suspei-
tas de corrupção. Depois de Hortense Martins ter sido constituída
arguida por ter conseguido fundos para projetos turísticos familiares
concluídos há muito (Herdade do Regato, próxima de Castelo Branco),
incorrendo num procedimento ilícito, sem que houvesse qualquer
consequência política dessa acusação – o PS aumentou a sua vota-
ção nas eleições num distrito onde os socialistas são liderados pela
deputada acusada. E se um grupo de 20 socialistas veio exigir que
Hortense Martins devia abandonar a Assembleia da República, logo a
distrital (liderada pela arguida) veio mostrar a sua completa confiança
na sua líder e deputada. Ou seja, a acusação de corrupção continua
a ser vista como algo “natural”, que ocorre “nas melhores famílias”
e as consequências políticas são nulas. É estranho, mas é mesmo
assim, a sociedade é altamente permissiva com as “corruptelas”, os
“esquemas” e as “negociatas” mesmo que ilegais e lesem a “coisa
pública” - dizemos que “à mulher de César não basta ser séria”, tem
de o parecer, mas na política nem é preciso parecer, basta exercer os
cargos e dominar os aparelhos partidários.
A semana passada, de forma intrépida e surpreendente, a PJ fez
rusgas em 18 autarquias na megaoperação “Rota final”. Mais de 200
agentes terão passado a pente fino documentos, apreendido telefones
e analisado ficheiros informáticos à procura de tráfico de influência,
participação económica em negócio, prevaricação e abuso de poder.
Foram constituídos cinco arguidos, nomeadamente Álvaro Amaro,
os ex-autarcas de Lamego e Armamar, um funcionário da Câmara de
Lamego e um quadro da transportadora Transdev. Foi uma bomba que
caiu sobre a autarquia da Guarda, sobre o PSD e sobre o recém-eleito
eurodeputado Álvaro Amaro. Como é evidente, ainda a procissão vai
no adro e, por isso, qualquer comentário para além da informação é

Operação Carnaval
opinião contribuir para um julgamento público quando a investigação tem de
António Ferreira percorrer o seu caminho.
antonio.ferreira.adv@netvisao.pt No dia seguinte a revelação de um novo processo. Álvaro
Os últimos anos foram pródigos em atividade nas O problema é que, sabe-se agora, esse Carnaval Amaro, dois vereadores e duas técnicas foram constituídos
ruas e praças da Guarda. É raro o mês em que não de 2014 levou a que boa parte do executivo camarário, arguidos por fraude na obtenção de subsídio e prevaricação. Ao
aconteça alguma coisa, desde a Feira Farta às Noites incluído o presidente, esteja a braços com uma acusa- contrário do processo “Rota final”, cujos contornos são mais
Brancas, à Cidade Natal, à Feira Ibérica de Turismo, ção de fraude para obtenção de fundos comunitários. difíceis de perceber, este é um processo que não surpreende, tem
aos Santos Populares, ao Carnaval. A lógica interna O esquema, segundo foi divulgado agora, passaria a ver com “as pressas”, mas onde é preciso perceber o que cada
desses eventos é a mesma da antiga Roma, em que pela obtenção de financiamento comunitário através um dos envolvidos fez para evitar ilicitudes, até porque a violação
os imperadores aplacavam a inquietude da plebe da cooperativa Teatro Aquilo, e a fraude residiria em de regras prudenciais aplicáveis e infringir as regras na gestão da
com pão e circo. Hoje, tão pouca é a inquietude que que esse financiamento não serviria para as ativida- coisa pública é grave e inadmissível. Porém, as responsabilidades
parece bastar o circo. Nas caixas de comentários das des da cooperativa, mas sim para as que a Câmara são diferentes para o decisor político e para as técnicas - ainda
redes sociais, os apaniguados (o uso da palavra não é organizou no Carnaval de 2014. Quem quiser ver o que a assessoria dos técnicos deveria ser, precisamente, para escla-
inocente) vão dizendo que pelo menos agora há mo- programa do Carnaval de 2014 não vai encontrar em recer os decisores políticos sobre eventuais erros ou ilicitudes (e se
vimento, que a Guarda está no mapa, que acontecem lado nenhum, em nenhum dos eventos, o nome da esclareceram deviam ter deixado essa declaração registada). E, neste
coisas. Deveríamos discutir as coisas que acontecem, cooperativa Teatro Aquilo, nem como organizadora, caso, a probidade tinha de ser ainda mais efetiva pois o vereador da
por comparação ao que deveria acontecer, e podíamos nem como financiadora, nem sequer como parceira cultura era dirigente da associação cultural que terá ficado com oito
discutir o que fica depois de cada festa, fora o lixo ou apoiante. A ser assim, é grave. As sanções são mil euros por servir de “barriga-de-aluguer” numa candidatura…
nas ruas e a despesa feita. pesadas e podem envolver penas de prisão efetiva A revelação dos dois processos quase em simultâneo deixou o
Falemos mesmo assim de despesa e do que para quem praticou os factos. Para a cooperativa, PSD atordoado. Para Rio, a culpa é da Justiça e dos jornalistas; para
custou o Carnaval de 2014, nome de código “Guarda se também foi constituída arguida e for condenada, o PSD quem tem de esclarecer é a Justiça. Não, quem tem de escla-
Folia”. Em fevereiro de 2014, em conferência de pode estar em causa a sua dissolução e, no mínimo, recer são os acusados. Há uma investigação e se os indícios levaram
imprensa no café concerto, o presidente da Câmara ficar temporariamente impedida de receber financia- a Justiça a fazer acusação, pois os arguidos terão de demonstrar a
anunciava que o evento iria custar 51.000 euros, mentos públicos. sua inocência e a Justiça que faça o seu trabalho. Obviamente que
seria financiado a 85% com fundos comunitários e É urgente que os envolvidos deem explicações, houve atraso nos procedimentos de investigação para, e bem, não
que uma empresa ou instituição se encarregaria das seja a cooperativa Aquilo, seja o município. De prefe- coincidir com a campanha (estaríamos agora a ouvir Rui Rio a justificar
ações de Carnaval. No programa estava, para além rência, ambos. Não é bom que se escudem no velho o péssimo resultado do PSD com as investigações a Álvaro Amaro).
de outros acontecimentos, o habitual “Julgamento do chavão de que “há que aguardar pelas decisões dos E o antigo presidente das câmaras de Gouveia e Guarda tomou a
Galo”, agora na Praça Velha. Até aqui tudo normal, tribunais” quando uma das mais prestigiadas cole- única decisão que podia tomar nesta altura: abdicar da imunidade
tudo como em tantas outras festas e eventos: crise e tividades da cidade está em perigo e mais uma vez, parlamentar que a sua eleição lhe permitia e contribuir para o escla-
austeridade no país, foguetes na Guarda. pelos piores motivos, a Guarda volta a ser notícia. recimento dos processos em que é arguido. Não é a integridade nem
a honestidade material dos envolvidos que está em causa. Quem tem
PUB responsabilidades públicas tem de ser escrutinado. E nem Amaro, nem
os demais arguidos, devem ambicionar o papel de vítima, mas sim o
direito à defesa e à correta avaliação e julgamento dos cidadãos – até
transitar em julgado não há culpados! Entretanto, diz-se, que em breve
serão divulgados mais um par de processos que poderão envolver o
ex-autarca da Guarda.
4• • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

Posto médico de Rui Ventura diz que «não é corrupto, nem


quer estar associado a tal conotação»
«Não somos corruptos, de 2013, «os valores dos con-

Unhais da Serra em
nem queremos estar associa- tratos de transportes escolares
dos a tal conotação», reagiu Rui foram reduzidos em 145,860
Ventura, presidente da Câmara euros» e que a autarquia atuou
de Pinhel, à operação “Rota «sempre com transparência e

avançado estado
Final” realizada pela Polícia rigor, na defesa do interesse
Judiciária (PJ) na quarta-feira. público e dos cidadãos deste
Em comunicado enviado a concelho».
O INTERIOR dois dias depois, «A correção e transpa-

de degradação
o autarca considera que o rência nos procedimentos
nome da Câmara de Pinhel foi deixam-nos tranquilos e mo-
envolvido «de forma abusiva» tivados, como sempre, para
no caso e esclarece que «as re- continuar a trabalhar em prol
DR
lações contratuais que o muni- do desenvolvimento das pes-
cípio mantém com a Transdev soas e do concelho de Pinhel»,
encontram-se devidamente conclui o edil, dizendo-se
enquadradas nos procedimen- disponível para «qualquer
tos legais em vigor». Rui Ventu- esclarecimento suplementar
ra acrescenta que desde a sua dos munícipes ou de quem
toma de posse, a 9 de outubro estiver interessado».

Concelhia do PSD aguarda


«esclarecimento cabal e célere» dos
processos judiciais que envolvem
Câmara da Guarda
A concelhia do PSD da Guar- para quaisquer dúvidas», su-
da aguarda o «esclarecimento blinhando que «confiamos no
cabal» e «célere» dos processos caráter e honestidade política
judiciais que envolvem a autar- e pessoal de cada um deles e
quia, de maioria social-demo- acreditamos que, em devido
crata, e manifesta solidariedade tempo, se fará luz sobre estes
«Temos procurado encontrar, dentro das instalações, soluções que minimizem o impacto na prestação de cuidados», ao ex-presidente Álvaro Amaro, factos, sendo certo que não é
afirma Manuel Geraldes, diretor executivo desta entidade
ao atual, Carlos Chaves Montei- nesta sede que cabe contestá-
Sofia Craveiro tarca admite que «na época, era a reabilitação dos pavimentos ro, e aos demais eleitos. los e sim, apenas e tão só,
provavelmente um dos melhores interiores após a conclusão dos «Encaramos a presente em sede judicial. A concelhia
do distrito de Castelo Branco, mas trabalhos na cobertura». Já o iní- situação com surpresa e como refere igualmente que «este
Infiltrações de água, neste momento está nesta situa- cio dos trabalhos deverá ocorrer algo que obviamente não dese- não é, também, o momento
falta de aquecimento ção lamentável». Na sequência da «dentro de dois meses, de acordo jaríamos estar a viver», escreve para se tirar ilações políticas
adequado, teto a ruir e decisão do Governo de transferir a com informação disponível do o líder secção local, Tiago de factos respeitantes a pro-
soalho descolado são responsabilidade das extensões de Departamento de Instalações e Gonçalves, em comunicado di- cessos judiciais» e reitera que o
alguns dos problemas saúde para as autarquias (lei apro- Equipamentos da ARS Centro», vulgado na quinta-feira após as projeto político «amplamente
que afetam o edifício vada em julho de 2018), José Antó- confirma Manuel Geraldes. notícias sobre processos judi- sufragado nas eleições de 2017
onde são prestados nio Guerreiro refere que «a Câmara Até lá, o descontentamento ciais que envolvem a autarquia. mantém-se atual». O dirigente
cuidados médicos a da Covilhã já nos pediu informações dos utentes unhaenses pela falta A estrutura social-democrata termina o comunicado dizendo
cerca de 1.200 utentes. acerca do estado atual do posto de condições da extensão de saú- guardense deseja «profunda- que o PSD repudia «qualquer
O ACES Cova da Beira médico», contudo «não poderá de é generalizado. Luísa Januário, mente que o esclarecimento tentativa de julgamento públi-
adianta que as obras realizar qualquer intervenção até de 60 anos, relata que «no Inverno cabal destas situações e o co antecipado, tendo sempre
deverão começar ser concretizada a delegação de chove cá dentro. O edifício não apuramento da verdade ocorra presente o princípio da pre-
«dentro de dois meses». competências». Sobre esta transfe- tem condições nenhumas e está de modo célere e sem margem sunção de inocência».
rência de poderes o edil acrescenta em péssimo estado». Já Maria He-
Construído há aproxima- que «se a autarquia não aceitar a lena Freire, de 61 anos, sublinha
damente 50 anos, o edifício da delegação de competências terão os perigos daquelas instalações Estatuto de imunidade parlamentar no PE
extensão de saúde de Unhais da de ser as entidades responsáveis para a população mais idosa: «A De acordo com o Parla- expressos na sua qualidade de
Serra (Covilhã) é utilizado por da área da saúde a intervir», pois a minha mãe, quando vem a alguma mento Europeu (PE), o estatu- deputados», lê-se no site do PE,
cerca de 1.200 utentes e está em Junta de Freguesia «não possui ca- consulta aqui, por vezes tropeça to de imunidade parlamentar que diferencia duas vertentes
avançado estado de degradação. pacidades financeiras para realizar no chão, que está completamente «não é um privilégio pessoal na imunidade dos deputados
Ao entrar, é imediatamente visível as obras necessárias no edifício», descolado. É uma vergonha o do deputado, mas uma garan- europeus, sendo aplicável no
a infiltração que está a fazer com que estima serem «algumas deze- estado em que isto está», critica tia de que um deputado ao Par- território do Estado-Membro
que o revestimento do teto esteja nas de milhares de euros». a utente. O mesmo sentimento lamento Europeu pode exercer de origem e no território de
a cair aos bocados, um cenário Atualmente, a entidade res- é partilhado por Augusto Viegas livremente o seu mandato e qualquer outro Estado-Mem-
que se repete nas várias salas do ponsável por esta extensão de Lopes, de 71 anos, para quem «o não pode ser exposto a perse- bro. A imunidade parlamentar
posto. Da janela de atendimento saúde é o ACES (Agrupamento de estado do edifício afeta o serviço guições políticas arbitrárias». pode ser levantada «na sequên-
observa-se o chão irregular, onde Centros de Saúde) Cova da Beira, a todos os utentes. Está muito de- «Os deputados ao Parla- cia de um pedido das autorida-
o soalho descolado deixa ver o ci- que confirmou a O INTERIOR gradado, o teto está todo a cair...». mento Europeu não podem des nacionais competentes ao
mento da placa aqui e ali, situação ter conhecimento do estado de A qualidade dos serviços de saúde ser alvo de qualquer forma Parlamento Europeu» ou «de
comum à sala de espera. Não há degradação do imóvel. O seu prestados é uma questão também de inquérito, detenção ou um pedido de um deputado ou
climatização, apenas alguns ra- diretor executivo, Manuel Geral- mencionada pelo responsável do processo judicial pelas opini- antigo deputado para que a sua
diadores elétricos que, no Inverno des, revela estar planeada uma ACES Cova da Beira. Manuel Ge- ões emitidas ou pelos votos imunidade seja defendida».
não aquecem as salas de espera, o intervenção «para reabilitação raldes ressalva que, «atendendo
secretariado e os gabinetes médi- da cobertura/ isolamento do a que o edifício tem condições
cos e de enfermagem. edifício, estando já assegurado o e espaços considerados sobre-
José António Guerreiro, pre- respetivo cabimento orçamental». dimensionados para as atuais
sidente da Junta de Freguesia, O responsável explica que estes necessidades, o ACES Cova da
adianta que o posto médico da vila trabalhos exteriores «apenas são Beira tem procurado encontrar,
«nunca sofreu obras de requali- possíveis de concretizar com boas dentro das instalações, soluções
ficação desde que foi construído, condições climatéricas» e adian- que minimizem o impacto na Contacte o nosso departamento Comercial
em meados dos anos 70». O au- ta que «está também planeada prestação de cuidados». Tel: 271212153 Tlm: 964246491
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • •5

Câmara da
Guarda esclarece
que «nenhum
Álvaro Amaro quer
colaborador
ou eleito em
exercício» foi
«esclarecer tudo» na
operação “Rota Final”
constituído
arguido
A Câmara Municipal da
Guarda esclareceu na quarta-
AR
feira que «nenhum dos co- Luis Martins da Diretoria do Norte da PJ, que
laboradores ou eleitos em contou com o apoio de vários
exercício» na autarquia foram Departamentos de Investigação
constituídos arguidos nas O antigo presidente Criminal, entre os quais o da
buscas realizadas pela Polícia da Câmara da Guarda, e da Diretoria do Centro.
Judiciária (PJ), no âmbito da Guarda é um dos Na quarta-feira 200 elemen-
operação “Rota Final”. cinco arguidos da tos da Judiciária – inspetores,
O presidente da autarquia, operação “Rota Final”, peritos informáticos, peritos
Carlos Chaves Monteiro, con- sobre um alegado financeiros e contabilísticos –
firmou, em comunicado, que esquema fraudulento realizaram 50 buscas domici-
nessa manhã a Câmara Mu- de viciação de liárias e não domiciliárias, em
nicipal «foi objeto de buscas procedimentos de autarquias, entidades públicas e
nas suas instalações por parte contratação pública no empresas, relacionadas com «a
de agentes da PJ, no processo setor dos transportes existência de um esquema frau-
de inquérito que corre termos escolares. Álvaro dulento da viciação de procedi-
na Procuradoria da República Amaro garante que mentos de contratação pública
da Comarca de Coimbra». «jamais» usará com vista a favorecer pessoas
«No âmbito destas buscas foi «qualquer estatuto» singulares e coletivas», adianta a
solicitado pela PJ um exame e para não colaborar Judiciária em comunicado.
a consulta de um conjunto de com a justiça.
processos relativos à contrata-
ção de serviços, nomeadamente Álvaro Amaro vai tomar
Cinco arguidos
de transportes», lê-se no docu-
mento. O edil adianta que «o
posse como eurodeputado a 2 de
julho mas abdicará da imunida-
até agora
município prestou a necessária de parlamentar para colaborar
e a adequada colaboração com A investigação a esta
com a justiça na operação “Rota
vista ao cabal esclarecimento da alegada rede de favores con-
Final”, sobre um alegado esque-
verdade nos presentes autos». certada entre quadros da
ma fraudulento de viciação de
Transdev e ex-autarcas foi
procedimentos de contratação
iniciada em 2017.
Autarquias pública, de que é um dos cinco
Em causa estará a ce-
arguidos. Em declarações a
do Fundão O INTERIOR, o ex-autarca da
lebração de ajustes diretos
com a empresa sedeada em
e Belmonte Guarda afirmou que quer «es-
Matosinhos e que domina o
clarecer tudo até ao mais ínfimo
confirmam buscas pormenor» e que «jamais» usará
setor do transporte de pas-
A Câmara do Fundão con- sageiros no Norte e Centro do
«qualquer estatuto» para não o
firmou que foi alvo de buscas país. Segundo a informação
poder fazer.
por parte das autoridades disponível no Portal Base, de
«Estou tranquilo. O que
judiciárias e mostrou-se con- «Estou tranquilo e quero esclarecer tudo até ao mais ínfimo pormenor»,
informação sobre a contra-
quero é que tudo fique claro, só
victa de que as dúvidas fica- disse Álvaro Amaro a O INTERIOR tação pública, entre 2013 e
quem não me conhece é que po-
ram «cabalmente dissipadas abril deste ano, o executivo
deria pensar que eu me valeria transportes coletivos de passa- cimentos destes, terão sido
e esclarecidas». liderado por Álvaro Amaro,
de qualquer estatuto para não geiros e escolares. influenciadas decisões a nível
«A autarquia está convicta que suspendeu funções nes-
colaborar com a justiça», disse Os inspetores procuravam autárquico com favorecimento
de que as dúvidas que trou- sa altura para concorrer ao
Álvaro Amaro, declinando pres- documentos e os contratos ce- na celebração de contratos pú-
xeram esta investigação ao Parlamento Europeu, assinou
tar mais declarações. «Ninguém lebrados por ajuste direto com blicos de prestação de serviços
Fundão ficaram cabalmente contratos de mais de 774 mil
imagina o que dói não poder fa- a transportadora nas diferentes de transporte, excluindo-se das
dissipadas e esclarecidas», euros com empresas da Trans-
lar neste momento», desabafou autarquias, apreenderam car- regras de concorrência, atri-
refere o município em comu- dev, sendo os ajustes diretos
o também vice-presidente do tões de telemóveis a vários elei- buição de compensação finan-
nicado. A nota começa por justificados com a «ausência
PSD na segunda-feira. Cinco dias tos – entre os quais Álvaro Ama- ceira indevida e prejuízo para
confirmar que a autarquia de recursos próprios».
antes, o dirigente foi obrigado a ro, Carlos Chaves Monteiro, na o erário público. Também no
«foi alvo de buscas por parte Além de Álvaro Amaro,
regressar a Portugal vindo de Guarda, e António Machado, em recrutamento de funcionários
das autoridades judiciárias, os restantes arguidos da ope-
San Sebastián (Espanha), onde Almeida –, e realizaram buscas se terão verificado situações de
durante a manhã» do passado ração “Rota Final” são Fran-
participava na primeira reunião domiciliárias, nomeadamente à favorecimento».
dia 12. Também o município cisco Lopes, ex-presidente da
do Partido Popular Europeu casa do antigo edil guardense Ao final do dia, a Procura-
de Belmonte confirmou, em Câmara de Lamego, Hernâni
após as eleições de 26 de maio. em Coimbra. A PJ teve também doria-Geral Distrital de Coimbra
comunicado, a presença no Almeida, antigo autarca do
O motivo era a operação “Rota acesso a todos os computadores emitiu uma nota a confirmar
mesmo dia de uma equipa da município de Armamar, um
Final” e as 50 buscas da Polícia e equipamento informático dos que a investigação titulada pelo
PJ no município, que «solicitou funicário da Câmara de La-
Judiciária (PJ) em 18 autarquias, serviços municipais envolvidos. Departamento de Investigação e
documentação variada, tendo mego e um administrador do
entre as quais as da Guarda, Na altura, conforme noticiou O Ação Penal (DIAP) daquela cida-
recebido toda a colaboração Grupo Transdev. Na semana
Almeida, Belmonte, Fundão INTERIOR (ver última edição), a de visava «esclarecer os termos
do presidente da Câmara e passada a PJ esteve nas au-
e Pinhel, e nos escritórios da Judiciária suspeitava que, «me- em que o Grupo Transdev ob-
funcionários. Segundo o mu- tarquias de Águeda, Almeida,
Transdev, nomeadamente em diante atuação concertada de teve contratos e compensações
nicípio, esta ação decorreu no Armamar, Barcelos, Belmon-
Matosinhos e Castelo Branco. quadros dirigentes de empresa financeiras com autarquias das
seguimento de uma operação te, Braga, Cinfães, Fundão,
Em causa estava a suspeita de de transporte público, de grande zonas Norte e Centro do país. O
«mais vasta», que envolveu Guarda, Lamego, Moimenta
práticas de corrupção, tráfico de implementação em território inquérito encontra-se em segre-
várias autarquias do país, «A da Beira, Oleiros, Oliveira de
influências, participação econó- nacional, com intervenção de do de justiça e as investigações
reunião decorreu dentro da nor- Azeméis, Oliveira do Bairro,
mica em negócio, prevaricação ex-autarcas a título de consul- prosseguem na Polícia Judici-
malidade», lê-se no documento. Pinhel, Sertã, Soure e Tarouca.
e abuso de poder no setor dos tores, beneficiando dos conhe- ária». A operação está a cargo
6• • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

Projetos de alunos
S do IPG mostram
Sociedade empreendedorismo
Guarda
Encontro de
Pneumologia
na prática
Oncológica no sábado Politécnico da Guarda realizou Dia do Empreendedorismo & Emprego para despertar
A Biblioteca Municipal o espírito empreendedor nos seus estudantes
Eduardo Lourenço (BMEL) SC
vai acolher este sábado o 8º Sofia Craveiro
Encontro de Pneumologia On-
cológica da Guarda, promovido
pelo Serviço de Pneumologia O Instituto Politécnico da
da Unidade Local de Saúde. Guarda promoveu na quinta-fei-
Segundo a organização, a ra o Dia do Empreendedorismo
iniciativa, que reunirá profis- & Emprego. A atividade juntou
sionais de saúde nesta área, entidades locais para a apresen-
divide-se por três mesas re- tação dos resultados do projeto
dondas onde serão abordadas PIN (Poli-Entreprenuership
as temáticas do radão, a pato- Innovation Network), que pro-
logia respiratória provocada move o empreendedorismo e
pelo asbesto e os limites da te- iniciativas empresariais na rede
rapêutica no doente idoso. Na de ensino politécnico através da
sessão de abertura do encontro, aposta de formação de docentes
agendada para as 9 horas, será e alunos.
assinalado o 25º aniversário do Na sessão estiveram pre-
setor de Pneumologia Oncológi- sentes Jaime Andrez, presi-
ca da ULS da Guarda. dente do Compete 2020; Nuno
Mangas, presidente do IAPMEI;
Covilhã além de Pedro Dominguinhos,
presidente do Conselho Coorde-
Maria Ascensão nador dos Institutos Superiores
Simões Politécnicos (CCISP), para quem
este projeto «é forma de trans-
homenageada formação cultural que é crucial
A Câmara da Covilhã ho- Na sessão foram apresentados os resultados do projeto PIN
para as nossas instituições».
menageia a professora Maria
Por sua vez, Joaquim Brigas, ritorial». Contudo, o governante 743.126,76 euros, consistiu na foram comentadas e criticadas
Ascensão Simões esta quinta-
presidente do IPG, destacou a ressalvou que, apesar disso, «o criação de uma plataforma que por especialistas, que alertaram
feira (15 horas), no dia em
«aposta no empreendedorismo» interior tem que mostrar o que disponibiliza conteúdos, estu- os alunos para os elementos a cor-
que celebra 90 anos, pelo seu
como sendo «uma das soluções vale» neste campo. Para João dos, e-learning e diversos recur- rigir nos trabalhos desenvolvidos.
trabalho no âmbito do ensino e
para [os alunos] dos territórios Sobrinho Teixeira, «não será sos às instituições da rede, além Esta foi a primeira fase da meto-
da cultura na cidade.
de baixa densidade». Já o se- bom» que o ensino superior de fazer a gestão do concurso dologia de ensino Poliempreende.
A cerimónia decorre no sa-
cretário de Estado da Ciência e no interior e as «suas poten- Poliempreende. Uma das ativi- Numa segunda etapa será propor-
lão nobre dos Paços do Concelho
Ensino Superior, João Sobrinho cialidades de atração» estejam dades previstas no programa cionada às equipas em concurso
e inclui a inauguração da exposi-
Teixeira, sublinhou a importân- determinadas «por uma política foi precisamente a apresentação formação nas áreas necessárias
ção fotográfica “Maria Ascensão
cia da ciência e ensino superior central de promoção da coesão das ideias de negócio desenvol- para conclusão dos planos de ne-
Simões – Uma mulher à frente
no desenvolvimento das regiões territorial», como é o caso da re- vidas pelos alunos da região gócio. Estes serão apresentados
do seu tempo”. Haverá ainda um
e afirmou que a «rede de ensino dução das vagas existentes nas durante a frequência dos seus a um júri regional e os melhores
momento musical pela Acadé-
superior é a melhor relação instituições de Lisboa e Porto. cursos superiores. As ideias, irão representar a sua instituição
mia Sénior da Covilhã dedicado
custo-benefício que o país pode O projeto PIN, que ob- integradas no “Concurso Regional de ensino perante o júri nacional
à homenageada. Natural de
ter para promover a coesão ter- teve um financiamento de do Poliempreende 2019” do IPG, do Poliempreende.
Nelas, Maria Ascensão Simões
licenciou-se em Ciências Histó-
ricas e Filosóficas na Faculdade Fotolegenda
José Salvado Lopes condecorado em Salamanca
de Letras da Universidade de
Coimbra. Foi professora 33 anos
na Escola Industrial Campos DR
O Superintendente da Polí- por Mercedes Martín, delegada
Melo, da qual foi presidente do
cia de Segurança Pública (PSP) do Governo na comunidade de
Conselho Diretivo (1981-1988).
da Guarda, José Salvado Lopes, Castilla e Léon.
Na Covilhã foi sócia fundadora
recebeu a a Medalha da Ordem Para o militar esta distinção
e reitora da Academia Sénior e
de Mérito Civil do Governo espa- «representa o reconhecimento
da APAE Campos Melo, a cuja
nhol, em Salamanca. A distinção do trabalho desenvolvido no
Assembleia-Geral presidiu. Foi
aconteceu na mesma ocasião domínio da cooperação policial
ainda deputada da Assembleia
em que Luís Cunha Rasteiro, transfronteiriça entre a Polícia 
Municipal da Covilhã entre 2005
Comandante do Comando Ter- de Segurança Pública e a Polícia
e 2009. Casou em 1957 com
ritorial da GNR foi condecorado Nacional do Reino de Espanha
Duarte Cordeiro Simões (1927-
com este galardão, no passado e reforça a responsabilidade
1979), cofundador e diretor do
dia 10 de junho. de melhorar a segurança  num
Instituto Politécnico da Covilhã.
A medalha foi entregue espaço (ibérico) comum».
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • •7

Álvaro Amaro, dois PS


Socialistas «muito
vereadores e duas preocupados» com processo
judicial que envolve Câmara
funcionárias da da Guarda
A concelhia do PS da Guar- de responsáveis políticos e da

Câmara da Guarda
da manifesta «muita preocupa- administração autárquica em
ção» com o processo judicial práticas que alegadamente
que envolve eleitos do PSD e violam a lei». «O PS reafirma,
dois funcionários da Câmara e neste caso, como em todos os

acusados de fraude na
espera que as suspeitas «não outros, a defesa intransigente
se venham a confirmar». do princípio da presunção
Em comunicado, Agosti- da inocência, enquanto valor
nho Gonçalves, dirigente da inestimável de um Estado de-

obtenção de subsídio secção socialista local, refere


que «vê com muita preocupa-
ção o alegado envolvimento
mocrático garante dos direitos
individuais dos cidadãos»,
conclui o documento.

e prevaricação Covilhã
Relação anulou sentença
Em causa está o financiamento do “Guarda Folia”, no Carnaval que absolveu presidente
de 2014, em que a Câmara é suspeita de ter recorrido ao grupo
de teatro “Aquilo” para obter apoio comunitário para o evento da Câmara AR

DR - SIC

O Tribunal da Relação de Vítor Pereira e Manuel


Coimbra anulou e mandou Santos Silva estavam acusados
refazer a sentença na qual do crime de prevaricação de
Câmara da Guarda está a ponderar requerer a abertura da instrução o presidente da Câmara da titular de cargo político em
Luis Martins favor do Estado. Divulgado pela não ser possível obter um apoio Covilhã e o ex-presidente da concurso aparente com parti-
SIC na passada quinta-feira, o comunitário para o evento via Assembleia Municipal, Vítor cipação económica, por terem
despacho de acusação do Depar- empresa municipal. Na acu- Pereira e Manuel Santos Silva, estabelecido um acordo extra-
O eurodeputado Álvaro tamento de Investigação e Ação sação, a que O INTERIOR teve respetivamente, foram absolvi- judicial que pôs fim a uma ação
Amaro, Carlos Chaves Monteiro, Penal (DIAP) de Coimbra data acesso, o DIAP sustenta que esta dos do crime de prevaricação em que a mulher e a cunhada
atual presidente da Câmara da de 30 de maio e propõe a perda opção terá sido uma forma de de titular de cargo político. do segundo dos arguidos já
Guarda, Victor Amaral, vereador de mandato para o ex-autarca, o «contornar as dificuldades de Na apreciação dos recur- tinham sido condenadas em
da Cultura, Alexandra Isidro, então vice-presidente da Câma- gestão e as perdas de eficácia sos interpostos pelo Ministério duas instâncias no caso da ven-
chefe da Divisão Cultural, e Carla ra e o vereador da Cultura caso que a realização de múltiplas e Público e pelo antigo autarca da ao município de um terreno
Morgado, técnica superior do sejam condenados. O Ministé- sucessivas adjudicações de ser- Carlos Pinto, assistente no no Canhoso. As familiares de
mesmo serviço na autarquia rio Público (MP) defende ainda viços, inerentes à organização processo, os juízes da Re- Manuel Santos Silva tinham de
guardense, vão responder por que as funcionárias visadas de um evento desta natureza, lação decidiram declarar pagar ao município cerca 265
fraude na obtenção do subsídio sejam proibidas de exercer certamente implicaria». nula a sentença da primeira mil euros, mais 75 mil euros
e prevaricação. funções. Já o “Aquilo” incorre O contrato com o “Aquilo” instância, proferida em julho em juros, mas o acordo foi
Em causa está o financia- na proibição de concorrer a teve um valor superior a 51 mil de 2018, por «falta de funda- feito sem que os juros fossem
mento do evento “Guarda Folia”, subsídios ou apoios estatais e euros, IVA incluído, e foi pago mentação e por omissão de considerados e por metade
no Carnaval de 2014, em que a comunitários. pela Câmara em três presta- pronúncia» e determinaram do valor base, verba que foi
Câmara é suspeita de ter recor- Carlos Chaves Monteiro ções: na adjudicação (cerca de a sua «substituição por ou- paga com 13 mil euros em di-
rido ao grupo de teatro “Aquilo” já disse que a Câmara está a 15.400 euros), semanas de- tra que supra as nulidades» nheiro e com a entrega de um
– então presidido por Carla ponderar requerer a abertura pois da assinatura do contrato apontadas. Vítor Pereira já terreno avaliado em 119 mil.
Morgado, enquanto Victor Ama- da instrução, enquanto Álvaro (25.700 euros) e após o serviço reagiu e considera que nesta O Ministério Público sempre
ral presidia à Assembleia-Geral Amaro declarou a O INTERIOR prestado (pouco mais de 10 mil decisão o Tribunal da Relação considerou que os arguidos
– para conseguir um apoio co- ter «apenas estranhado o “ti- euros). Com grande parte desse não se pronunciou sobre a agiram de modo a fazer um
munitário de mais de 50 mil eu- ming” da divulgação» do assun- dinheiro o grupo efetuou cerca «questão de fundo», que é a «negócio que foi lesivo para a
ros para a atividade de animação to, que «é antigo». O caso come- de 90 pagamentos no âmbito do da absolvição, mas sim sobre autarquia», mas, em julho de
perante a impossibilidade de o çou em 2014 com uma queixa “Guarda Folia”, tendo o Minis- uma questão formal que se 2018, o Tribunal da Covilhã
mesmo ser obtido através da anónima depois do executivo tério Público considerado que prende com a necessidade absolveu os dois por não ter fi-
empresa municipal Culturguar- liderado por Álvaro Amaro, o “Aquilo” «ganhou» com perto de «melhor fundamentar» a cado provado que Vítor Pereira
da. Em contrapartida, a coopera- eleito no ano anterior, ter de- de 8.300 euros, montante que decisão. Nesse sentido, diz-se tenha agido «grosseiramente
tiva cultural terá recebido 8.300 cidido entregar a organização «não receberia de outro modo», convicto de que a absolvição para beneficiar» as familiares
euros, considerados perdidos a do “Guarda Folia” ao Aquilo por defende a acusação. será mantida. de Manuel Santos Silva.
8• • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

Guarda
São João marca fim dos
“Santos do Bairro”
Guarda quer ser
A sexta edição dos “Santos
do Bairro” termina este fim
de semana na Guarda com
marchas populares, a eleição
por uma exibição equestre
no Largo da Misericórdia (21
horas) organizada pela Asso-
ciação Equestre da Guarda e
“Smart City”
da “Boneca de Cristal” e a feira que contará com a participa- Autarquia quer identificar e dar resposta às necessidades da região
anual de São João. ção dos cavaleiros Miguel da SC

A festa de encerramento Fonseca e Mário Lopes. O bair-


do evento começa no sábado ro vencedor do concurso da
com artesanato e gastronomia “Boneca de Cristal”, que conta
na envolvente aos Paços do com sete participações, será
Concelho. À noite (21h30) vão conhecido às 22h30. Alfarazes,
desfilar ´no Largo do Município Bairro do Pinheiro, Bairro da
cinco marchas populares (Al- Luz, Sequeira, Bonfim, Lamei-
farazes, Bairro da Luz, Póvoa rinhas e Guarda-Gare estão na
do Mileu, Sequeira e Bairro do corrida a um prémio de 1.000
Pinheiro) num espetáculo que euros, sendo que as respetivas
terá o Alto do Pina (Lisboa) coletividades beneficiaram de
como marcha convidada. A um apoio de 3.000 euros para a
melhor marcha será avalia- conceção de figurinos e outros
da por um júri e arrecadará adereços. Na segunda-feira
1.500 euros. Segue-se um baile realiza-se a centenária feira
popular. A festa continua no anual de São João nas ruas do
domingo, que ficará marcado centro da cidade. «Temos de perceber bem quais são os nossos problemas», afirma Carlos Chaves Monteiro
Até 2030 a Guarda quer ser governação municipal», de acor- medida que «temos ainda de
Fiscalização uma “Cidade Inteligente”. O pro- do com o executivo guardense. ponderar, mediante o tipo de
jeto “Guarda Smart.City – Inves- Relativamente a medidas concre- emprego, o valor dos salários,
ASAE instaura 18 processos de timento, Talento e Progresso tas, Carlos Chaves Monteiro, pre- etc.», acrescentou Chaves Mon-
Sustentável”, apresentado na sidente da autarquia, refere que teiro, que garantiu que a mesma
contraordenação a estabelecimentos terça-feira nos Paços do Concelho, «temos de perceber bem quais será levada a discussão pública.
da Cova da Beira visa aumentar a competitividade
da Guarda através da criação de
são os nossos problemas», no-
meadamente o despovoamento,
O objetivo definido para 2030
baseia-se «no que falta ainda fa-
A Autoridade de Segu- inexistência de título habilitan-
uma «estrutura transversal», «para que seja possível dar-lhes zer» para transformar a Guarda
rança Alimentar e Económica te para o exercício da atividade,
segundo a autarquia. resposta». Nesse sentido, o edil numa cidade inteligente que «per-
(ASAE) levou a cabo uma ope- a ausência de implementação
O objetivo é definir um con- adiantou na sessão que têm vindo mite o bem-estar de todos». O edil
ração de fiscalização a estabe- do HACCP (Análise de Perigos
junto de políticas estratégicas a ser desenvolvidas, nos últimos sublinhou também que a cidade
lecimentos da Cova da Beira e Controlo de Pontos Críticos),
integradas e pensadas a longo anos, «ações de dinamização do «tem de se abrir à modernidade»
(Belmonte, Covilhã e Fundão) assim como as ausências de
prazo para atrair investimento e centro histórico», «reabilitação e por isso «temos de orientar a
que resultou em 18 processos livro de reclamações, de placa
aumentar a qualidade de vida dos de edifícios», «incentivos do mu- nossa política no sentido de criar
de contraordenação e um identificativa de empreendi-
guardenses. A iniciativa pretende nicípio ao alojamento para casais e atrair investimentos sustentá-
processo-crime por usurpação mento turístico e de avisos
englobar todos os setores e depar- jovens», «apoio ao investimento veis, onde a vida e o bem-estar
de direitos de autor, de acordo obrigatórios». A “Operação
tamentos municipais «num todo e à criação de emprego», entre das pessoas é determinante para
com nota enviada às redações. Estrela” foi assegurada pela
que dinamiza» a cidade e região. outras medidas. potenciar esses investimentos».
Nos processos instaurados Unidade Regional do Centro
Serão desenvolvidos «conteúdos, O autarca referiu ainda que A sessão contou com a presença
a ASAE destaca «o incum- e teve como alvo 73 estabe-
propostas, pareceres», paralelos à a Câmara está «a estudar a pos- de Vítor Pereira, coordenador
primento dos requisitos de lecimentos de restauração e
coordenação de «toda a informa- sibilidade de isentar (ou reduzir) do GuardaSmart.City e de Pedro
higiene, a venda de bebidas bebidas, de diversão noturna e
ção relacionada com as temáticas durante um ano» os custos de Neves, consultor sénior da UNECE
alcoólicas a menores, a falta outras atividades económicas
da “smart city”, que são já vastas infantário a casais jovens que (Comissão Económica da ONU
de manutenção de extintores, a na região da Cova da Beira.
e presentes em todas as áreas da decidam fixar-se na Guarda. Uma para a Europa).

UBI

Guardense premiado por dispositivo médico DR


O projeto de um dispositivo euros e mentoria do UBIMedical
médico para a terapia da apneia para acelerar a iniciativa.
do sono foi o vencedor do concur- O concurso teve a participa-
so “Hackathon - Mundo Biomé- ção de oito equipas de estudantes
dico” deste ano, uma competição de Ciências Biomédicas, Medi-
desenvolvida pelo UBIMedical e cina, Engenharia Informática e
a Faculdade de Ciências da Saúde engenharia eletrotécnica, que
da Universidade da Beira Interior estiveram no “pitch competition”
(UBI). realizado no dia 6 de junho. Para
O “Health Tech”, da autoria do o UBIMedical, «esta edição foi um
guardense José Rebelo (mestrado sucesso e demonstra o potencial e
em Engenharia Eletrotécnica e de o interesse dos alunos da UBI para
Computadores) e Rafaela Gomes o bioempreendedorismo e a im-
(mestrado integrado em Medi- portância deste tipo de iniciativas
cina), foi reconhecido pelo júri para a valorização da academia e da
como «um dos contributos das região». O “Hackathon - Mundo Bio-
estruturas da UBI para estimular médico” é organizado pelo docente
o desenvolvimento de ideias ino- da Faculdade de Ciências da Saúde,
vadoras, empreendedorismo e Eduardo Cavaco, no âmbito da Uni-
produtos com potencial comercial dade Curricular (UC) Projeto em
na área da saúde», de acordo com músculo da língua, controla o mo- nais e gera um estímulo elétrico de modo a deslocar a língua nova- Ciências Biomédicas, do mestrado
a UBI. Trata-se de um dispositivo mento em que o músculo deixa de de intensidade suficiente para mente para a frente. Ao vencer o em Ciências Biomédicas, e Dina
que mede a atividade elétrica do receber impulsos elétricos neuro- restaurar a atividade muscular “Hackathon” o projeto recebe 350 Pereira, gestora do UBIMedical.
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • •9

CIMBSE adota Minas da Recheira


Câmara da Covilhã esclarece requisitos
pedidos aos promotores

plano de adaptação Após os promotores terem


anunciado a desistência do
empreendimento turístico da
que o pedido de licenciamento
para a concretização da obra
apenas foi submetido em fe-

às alterações
Quinta das Minas da Recheira, vereiro deste ano e reitera que,
no Barco, a Câmara da Covilhã até essa data, já tinham sido
veio agora esclarecer a sua «executadas ilegalmente» ope-
posição. rações urbanísticas. E acres-

climáticas
Relativamente a esta obra centa que «o projeto entregue
embargada, a autarquia infor- encontrava-se mal instruído,
ma, através de comunicado, com muitos elementos em falta
que, «ao contrário do que foi e carecendo, por isso, de outras
veiculado pelo administrador correções e esclarecimentos»,
Documento vai capacitar o território das Beiras e Serra da Estrela da empresa que pretenderia justifica a autarquia. Apesar
para responder aos impactos das mudanças climáticas propondo implementar o referido “em- das acusações de Luís Sabido
preendimento”, o que está em (de que a Câmara colocaria
ações de mitigação dos seus efeitos causa, em primeiro lugar, é a sucessivos «entraves» à reali-
LM
legalização das operações ur- zação da obra), o município da
banísticas executadas no local Covilhã afirma que «continua
em violação das mais elemen- empenhada na captação de
tares normas legais e regula- investimentos», mas salienta
mentares, designadamente que não será «a qualquer cus-
de âmbito administrativo, to, recusando categoricamente
urbanístico e de ordenamento compactuar com a violação
do território, sinalizadas desde das mais elementares leis da
agosto de 2016». No documen- República, como sucedeu no
to, o município esclarece ainda presente caso».

Incêndios
Observatório coloca reservas à
rentabilidade de aeronaves retiradas
de Seia DR

«As alterações climáticas são uma das maiores ameaças sociais, económicas e ambientais que enfrentamos»,
considera Carlos Filipe Camelo, presidente da CIMBSE

Luis Martins participar, sensibilizar e divul- PIAAC é «um plano dinâmico e


gar; e cooperar a nível nacional e aberto a sugestões e melhorias»
internacional. Já os desafios são, por parte dos responsáveis e
A região das Beiras e Serra entre outros, «integrar a adapta- instituições regionais, salientou
da Estrela vai ser afetada pela ção às alterações climáticas nos António Ruas, secretário execu-
redução da chuva, pelo aumento processos de planeamento e de- tivo da CIMBSE.
da temperatura média anual e cisão», «sensibilizar os agentes Uma colaboração já aceite
O observatório técnico in- cuja rentabilidade deverá ser
estará cada vez mais sujeita a locais» e «aumentar a capacida- pelo Instituto Politécnico da
dependente criado pelo Par- sempre maximizada. «Assim,
ondas de calor e a eventos de de de incorporação de medidas Guarda (IPG), cujo presidente
lamento para acompanhar os a não ser possível a sua manu-
precipitação intensa. O cenário de adaptação e mitigação nos Joaquim Brigas manifestou «in-
incêndios coloca reservas quan- tenção em Seia, e atendendo
foi partilhado pelo presidente instrumentos de planeamento». teira disponibilidade» em par-
to à rentabilidade dos meios ao histórico da mobilização dos
da Comunidade Intermunicipal Segundo Elsa Nunes, da ticipar na «aplicação, desenvol-
aéreos pesados retirados de meios aéreos pesados em anos
na apresentação do Plano In- equipa que elaborou o docu- vimento e atualização» do plano
Seia (Guarda) e colocados em anteriores, o observatório con-
termunicipal de Adaptação às mento, a saúde e segurança nos próximos anos. Presente na
Castelo Branco. sidera que a relocalização destes
Alterações Climáticas (PIAAC) das pessoas e bens, transpor- sessão de encerramento, o se-
Numa análise sobre os meios aéreos deverá ter como
na segunda-feira, no IPG. tes, infraestruturas e energia, cretário de Estado do Ambiente
meios que este ano integram o referência outro Centro de Meios
«São projeções, mas é che- governação e ordenamento do considerou que «este é o tempo
Dispositivo Especial de Combate Aéreos (CMA) a norte de Seia,
gado o momento de agir de uma território, agricultura, florestas, de colocar no terreno ações
aos Incêndios Rurais (DECIR), garantindo uma melhor centra-
forma estruturada e célere às recursos hídricos e biodiversi- concretas de resposta às alte-
divulgada na sexta-feira, aquela lidade às áreas de maior risco de
mudanças que aí veem e de co- dade são os setores mais vulne- rações climáticas, construídas
entidade instituída em 2018 forma a garantir a sua máxima
locar este tema na agenda públi- ráveis às alterações climáticas. numa lógica preventiva, e não
começa por recordar que as rentabilidade», sugere, reconhe-
ca», disse Carlos Filipe Camelo, Entre as medidas propostas de mera resposta à emergência».
ocorrências se registam «gene- cendo as condições de excelência
segundo o qual as alterações para adaptar o território da João Ataíde acrescentou que «é
ralizadamente» a norte do rio do CMA de Castelo Branco.
climáticas são «uma das maiores CIMBSE às alterações climáticas também o tempo de fomentar o
Tejo, com particular incidência No início deste mês a Auto-
ameaças sociais, económicas e estão a melhoria do uso eficiente envolvimento das várias partes
nos distritos localizados a nor- ridade Nacional de Emergência
ambientais» que enfrentamos». de água e a redução de desper- com intervenção no território»
te do país, para referir que a e Proteção Civil (ANEPC) in-
Nesse sentido, o plano vai capa- dícios, bem como aumentar e de apostar na educação e sen-
relocalização dos dois Canadair vocou «razões de segurança»
citar o território da CIMBSE para o aproveitamento das águas sibilização ambiental para as al-
de Seia para Castelo Branco, a na pista do CMA de Seia para
responder aos seus impactos pluviais em zonas urbanas. terações climáticas. Com sede na
uma distância em linha reta de relocalizar aqueles dois meios
propondo ações de mitigação Sugere-se também a criação de Guarda, a CIMBSE é constituída
71 quilómetros, «irá diminuir aéreos pesados para o aeródro-
dos seus efeitos e estabelece um alternativas complementares por 15 municípios: 12 do distri-
significativamente o tempo de mo de Castelo Branco. A mudan-
roteiro estratégico que facilita a de armazenamento de água e a to da Guarda (Almeida, Celorico
autonomia no teatro de opera- ça resultou de várias situações
adaptação da região aos riscos possibilidade de utilizar águas da Beira, Figueira de Castelo
ções destes de meios, sempre reportadas pelo operador das
climáticos. O PIAAC tem como residuais para usos compatíveis Rodrigo, Fornos de Algodres,
que forem mobilizados para aeronaves, entre eles o abati-
objetivos principais conhecer com a sua qualidade. Elaborado Guarda, Gouveia, Manteigas,
norte de Seia». O observatório mento da pista e o mau estado
e caracterizar; possibilitar a no âmbito de uma candidatura Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e
acrescenta que estes aviões são da vedação, que se refletem na
redução da vulnerabilidade e ao POSEUR - Programa Ope- Trancoso) e três do distrito de
«únicos no dispositivo, escassos segurança de voo e trabalho
aumentar a capacidade de res- racional Sustentabilidade e Castelo Branco (Belmonte, Co-
no mercado, dispendiosos» e diário dos operadores.
posta do território; informar, Eficiência no Uso de Recursos, o vilhã e Fundão).
10 • • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

«O contributo do vinho já é muito


significativo para a empregabilidade
na Beira Interior»
Sofia Craveiro
DR
homens». Será a primeira vez que se real-
izará em Portugal a escolha no feminino
num concurso de vinhos deste tipo.
As provas cegas do Concurso O presidente do júri falou ainda sobre
de Vinhos da Beira Interior o papel dos vinhos na dinamização da
decorreram na segunda e Beira Interior, referindo que «já é muito
terça-feira. O júri presidido significativo o contributo do vinho para a
por Aníbal Coutinho, enólogo empregabilidade da região». Na sua opin-
e jornalista da especialidade, ião, o que falta é «ter uma outra estrutura
avaliou 83 vinhos da região na sociedade de vinho», pois «a dimensão
onde «é difícil encontrar económica dos produtores é um entrave»
um mau vinho», garante o ao crescimento deste setor. Neste sentido,
especialista. Aníbal Coutinho afirma que a melhor opção
seria estabelecer uma rota de enoturismo,
Estão a concurso, nesta 12ª edição, 30 algo que «faz todo o sentido, numa região
produtores da Beira Interior, que podem localizada fora dos grandes centros». Os
apresentar até quatro vinhos, desde que vinhos distinguidos serão conhecidos a
um deles seja branco. A avaliação inclui 6 de julho, no castelo de Trancoso, onde
tintos, brancos e rosados, espumantes terá lugar a gala de entrega dos prémios
e frisantes certificados como DOC Beira Os vinhos distinguidos serão conhecidos a 6 de julho, em Trancoso, que acolhe a gala de entrega desta competição regional organizada pela
de prémios
Interior ou como IG Terras da Beira, das Comissão Vitivinícola Regional da Beira
colheitas efetuadas entre os anos de 1999 dos «no top 5 das regiões produtoras a Queirós, presidente da CVRBI, que se Interior. Além das habituais distinções,
a 2018, inclusive. nível nacional», são vinhos «que agradam disse «expectante» quanto aos resultados serão galardoadas a Melhor Imagem a; o
O júri efetuou as provas cegas no início a qualquer pessoa, mas não deixam de ter desta distinção. Esta novidade reflete-se na Melhor Vinho (no Feminino) e também a
desta semana no Solar do Vinho da Beira uma assinatura». A inclusão da categoria composição paritária do júri (sete homens Melhor Imagem a Concurso no Feminino.
Interior, na Guarda, onde Aníbal Coutinho “Escolha da Mulher” é a grande novidade e sete mulheres, todos especialistas nesta A iniciativa conta com o apoio do NERGA
distinguiu a «personalidade» dos néctares da edição deste ano, já que pretende salien- área), o que é «perfeitamente natural», - Associação Empresarial da Região da
produzidos na região, afirmando que tar «o papel cada vez mais importante da disse Aníbal Coutinho, segundo o qual «as Guarda e da Associação Empresarial da
embora ainda não estejam ainda incluí- mulher na sociedade», justificou Rodolfo mulheres compram tanto vinho quanto os Beira Baixa – AEBB.

PUB

DUAS FORÇAS,
UM FUTURO.
NOVOS HÍBRIDOS PLUG-IN
BMW iPERFORMANCE.

O futuro está aí e vem cheio de vantagens para a sua Empresa, consulte-nos.

Matos & Prata, S.A.


Rua Vila de Manteigas, 1
6300-617 Guarda
Tel.: 271 208 608
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • • 11

Fundão Trancoso
Ministro diz que não Homem detido quando ameaçava de morte a mãe idosa
A GNR deteve um homem de 44 anos, litares deslocaram-se de imediato para presente no a tribunal no dia seguinte.
há «risco iminente» no concelho de Trancoso, por violência o local tendo surpreendido o individuo, O indivíduo saiu em liberdade, mas está
doméstica. em flagrante delito, a ameaçar de morte proibido de se aproximar da vítima,
de derrocada Segundo o Comando Territorial da a sua mãe de 75 anos», refere a GNR em medida de coação controlada através de
Guarda, a detenção foi efetuada no dia comunicado. O suspeito, com anteceden- pulseira eletrónica. Está ainda obrigado
nas Minas da 13 por elementos do posto trancosense tes criminais por condução ilegal e dano, a fazer tratamentos à dependência do

Panasqueira após uma denúncia de vizinhos. «Os mi- ficou detido nas instalações da GNR e foi álcool e droga de que padece.
PUB
O ministro do Ambiente e Transição
Energética garante que a escombreira
com deposição de lamas tóxicas decor-
rentes da exploração das Minas da Pa-
nasqueira «não está com risco iminente
de derrocada», de acordo com um estudo
do Laboratório Nacional de Engenharia
Civil (LNEC).
João Pedro Matos Fernandes falava
na Comissão de Ambiente, Ordena-
mento do Território, Descentralização,
Poder Local e Habitação, na terça-feira,
a requerimento do Bloco de Esquerda a
propósito do Cabeço do Pião. De acordo
com o ministro, é necessário «definir a
prospeção geotécnica», ter um «progra-
ma de observação» e elaborar «um plano
de emergência, rapidamente». Segundo
o governante, a «responsabilidade de
gestão» dos terrenos pertence à Câmara
do Fundão, que assumiu «o território com
o ónus daquilo que já lá existia», pelo
que quem tem de resolver o problema
das lamas tóxicas é aquele município e a
empresa Beralt Tin and Wolfram: «Não
tenho a menor dúvida que são eles que
têm de responder face ao problema e de
partilhar a responsabilidade», disse o
ministro no Parlamento.

PUB PUB

Porquê ser seguidor,

quando podes ser LÍDER?


ENTÃO...

MUDA-TE

Precisamos de Profissionais com experiência no ramo imobiliário e pagamos 2500 € para


vires trabalhar com o Grupo Casas do Interior. Responde a este anúncio com as palavras
“Sim, quero receber 2500 €” e envia email para tgaio@remax.pt.
Guardamos sigilo absoluto.

Prestígio no Interior, SMI, Lda. | AMI 5157 | Cada agência é de propriedade e gestão independente
12 • • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

Aldeias Históricas
22 empresas com qualidade certificada
Vinte e duas empresas que Região da Guarda, a AEBB - As-
Lançada petição
pública para
operam na área das 12 Aldeias sociação Empresarial da Beira
Históricas de Portugal são Bios- Baixa e a ADDLAP - Associa-
phere Commited Companies, ção de Desenvolvimento Dão
certificados atribuídos pela Lafões. Segundo o presidente

reativação da
Biosphere Responsible Tourism, da Associação das Aldeias
que garante a qualidade do Históricas de Portugal, António
serviço prestado aos visitantes. Robalo, também autarca do
Os certificados foram en- Sabugal, esta distinção resul-
tregues em Linhares da Beira tou de um plano de formação

Linha do Douro
(Celorico da Beira) na terça- realizado durante cerca de
feira durante o fórum de de- dois anos. «Poderão pensar
senvolvimento sustentável que qualificar e certificar é
“Desafios e Oportunidades um processo caro e inútil, mas

até Barca d’Alva


para os Destinos Alternativos”. não é. É um processo essencial
A atividade foi promovida pela para a qualificação de uma
AIRV - Associação Empresarial oferta turística em territórios
da Região de Viseu, em coor- que são qualificados, que são
ganização com as Aldeias His- excelentes, como é o caso das
tóricas de Portugal, o NERGA Aldeias Históricas e das suas
- Associação Empresarial da gentes», disse o responsável.
Promotores querem levar assunto ao Parlamento até ao final
do ano e a inclusão da reabilitação na versão final do Programa
Seia Nacional de Investimentos (PNI) 2030
Festa dos pastores na Folgosa DR
DR

A Folgosa da Madalena tem como objetivo deslocar,


(Seia) vai ser palco, este do- durante o período de seca, os
mingo, da festa dos pastores rebanhos para locais que ofe-
que inclui a romaria das ove- recem melhores condições de
lhas à capela de São João Ba- pasto, na montanha. A subida é Troço entre o Pocinho e Barca d’Alva está desativado desde 1987
tista e antecede a tradicional aberta a todos os interessados
subida dos rebanhos e dos (mediante inscrição prévia no A reabertura da linha fer- ao final do ano, sendo necessárias do património ferroviário do
pastores à Serra da Estrela, site da autarquia www.cm-seia. roviária que liga o Pocinho (Vila 4.000 assinaturas para que seja Douro, aproveitando o seu con-
agendada para 6 de julho. pt) e partirá do largo da Câmara Nova de Foz Côa) a Barca d’Alva discutido em plenário. Aos depu- tributo para o desenvolvimento
No dia de São João, os pelas 7h30 rumo ao Sabugueiro. (Figueira de Castelo Rodrigo) e tados pede-se para «ponderarem económico, particularmente de
pastores vão desfilar, à vez, em Pelo caminho estão preparadas à fronteira espanhola está a ser e promoverem que seja devidam- regiões desfavorecidas». Outro
volta da capela para pedir ao degustações gastronómicas, reclamada numa petição pública. ente contemplado na versão final argumento invocado é que, desde
padroeiro um bom ano de pas- como a típica merenda do alfor- A reivindicação foi lançada no do Programa Nacional de Investi- que a ligação a Espanha pela
to e proteção para o gado. Na ge, um almoço com os pastores sábado, na Régua, pela Liga dos mentos (PNI) 2030, ou em outro Linha do Douro foi encerrada, o
cerimónia as ovelhas ostentam e um programa de animação. A Amigos do Douro Património instrumento público adequado, troço tem recebido atenções dife-
os maiores e melhores choca- iniciativa é organizada pelo mu- Mundial e pela Fundação Museu o investimento na reabertura, rentes dos dois lados da fronteira:
lhos e são enfeitadas com “pe- nicípio de Seia e a Associação de do Douro e defende a «completa requalificação e modernização de «Enquanto do lado espanhol a
ras e cabeçadas”. Já a 6 de julho Desenvolvimento Integrado da requalificação e reabertura da toda a Linha do Douro, até Barca linha foi declarada Bem de In-
cumprir-se-á a transumância, Rede das Aldeias de Montanha Linha do Douro», de Ermesinde d’Alva». No documento, disponível teresse Nacional com Categoria
uma prática ainda enraizada na (ADIRAM), em articulação com até Barca d’Alva e a subsequente no site da Assembleia da República, de Monumento, recebendo in-
comunidade pastoril local que os pastores do concelho. ligação a Salamanca, em Espanha. são salientados elementos como a speções e intervenções mensais,
Desativado desde a déca- herança histórica da ferrovia, o seu do lado português, a ligação entre
da de 80 do século passado, o «interesse estratégico» devido à o Pocinho e o posto fronteiriço foi
Turismo troço Pocinho-Barca d’Alva é localização geográfica, as valências deixado ao abandono e encontra-
Clássicos nas estradas da região atualmente muito procurado por
caminheiros dada a beleza da
turísticas e ainda «os atributos
que levaram à classificação do Alto
se neste momento em degradação
profunda», alertam os promo-
no fim de semana paisagem envolvente, conforme Douro Vinhateiro como Património tores. A petição agora lançada
Começa esta sexta-feira o como o Renault R8 Gordini noticiado por O INTERIOR (ver Mundial pela UNESCO». vai estar registada “online” no
“Classic Cars Tour”, um passeio de Albino Carpinteiro, vários edição de 9 de maio). O objetivo A petição destaca ainda a im- “site” da Assembleia da República,
de clássicos organizado pelo Porsche 911 e 356C, o Fiat 124 dos promotores desta petição é portância de «reverter a tendên- estando ainda disponível para as-
Clube Escape Livre que contará Spider, o Jaguar MK2, os Datsun levar o assunto ao Parlamento até cia de abandono e degradação sinatura em papel.
com 50 equipas, algumas delas 1200 e 240Z, o MG BGT, os Alfa
espanholas. Romeo Spider e Giulia Super,
O encontro levará os par- vários modelos Mercedes-Benz, Clássicos
ticipantes pelo Fundão, Penama- o Renault Alpine A110 e muitos Modelos raros para ver na ANIL a partir de sexta-feira
cor, Belmonte, Manteigas e outros. Estarão presentes cinco O Tortosendo Motorizado, de viaturas clássicas no pavilhão modelos raros em Portugal. A
Guarda e inclui uma prova de viaturas do Museo de Historia a secção de desportos motor- da ANIL, na Covilhã. organização adianta que no
regularidade. Entre os veículos de la Automocion de Salamanca izados do Sport Tortosendo e Segundo os promotores, ano passado a exposição foi
que vão despertar as atenções e duas inscrições do Jarama Benfica, organiza entre sexta- estarão patentes «verdadeiras visitada por cerca de 2.000
estão exemplares históricos, Sport Classics. feira e domingo uma exposição relíquias», sendo muitas delas pessoas.
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • • 13

Belmonte
“Mostra Espanha” traz concerto
e conferência
SIAC terminou,
mas exposições
Belmonte é a primeira de ra’ no seu contexto sociocultural”.
três localidades da região a A sessão terá lugar no auditório
receber atividades da “Mostra do Museu Judaico a partir das 19
Espanha”, cuja finalidade é divul- horas. A “Mostra Espanha” é or-

continuam
gar o dinamismo e a criatividade ganizada pela Dirección General
das indústrias culturais do país de Industrias Culturales y Coop-
vizinho. eración del Ministerio español de
Na terça-feira (21 horas) Cultura y Deporte, em parceria
o castelo vai ser o palco de um com a Acción Cultural Española e
concerto de música sefardita a Embaixada de Espanha em Lis- Dada a procura e interesse suscitado, o antigo Cine-Teatro da
por Ana Alcaide e no dia seguinte boa. Depois de Belmonte, estão
Esther Mucznik dará uma confer- programadas mais atividades no
Guarda vai permanecer de portas abertas até ao final do mês
ência sobre “Gracia Nasi, ‘A Senho- Fundão e Guarda. LM
Luis Martins

Distinção
Prémio Eduardo Lourenço para Carlos Reis O Simpósio Internacio-
nal de Arte Contemporânea
Carlos Reis, investigador e
(SIAC) terminou no domingo
professor da Universidade de
na Guarda, mas as principais
Coimbra, é o vencedor da 15ª
exposições vão continuar pat-
edição do Prémio Eduardo Lou-
entes até setembro. Também
renço, atribuído pelo Centro de
o antigo Cine-Teatro perman-
Estudos Ibéricos (CEI), sedeado
ecerá de portas abertas até ao
na Guarda.
final do mês tal foi o interesse
O anúncio foi feito na sexta-
dos guardenses e de outros
feira no final da reunião do júri
visitantes em conhecer o em-
do galardão, que adiantou que
blemático edifício de meados
a decisão foi aprovada «por
do século passado.
consenso». A escolha do profes-
Entretanto, município e
sor de literaturas portuguesa
proprietários estão a acertar
e espanhola e especialista em
as condições de um contrato de
estudos queirosianos foi justifi-
comodato para que o espaço,
cada pelo «mérito de Carlos Reis DR
onde decorreu a sessão de
como investigador e professor ros, vai ser entregue na Guarda,
encerramento do SIAC, possa
universitário e a sua trajetória em data a anunciar.
acolher mais eventos cult-
que objetiva um trabalho de Carlos Reis, fundador e
urais no futuro. Segundo João
cooperação entre os âmbitos antigo reitor da Universidade
Mendes Rosa, diretor do Museu
académicos e culturais de Portu- Aberta e ex-diretor da Biblioteca
da Guarda e coordenador do
gal e Espanha, cuja aproximação, Nacional, já disse que receber
Simpósio, mais de 6.200 pes-
substanciada e crítica, sempre o Prémio Eduardo Lourenço é
soas foram ver as exposições
o mobilizou e fomentou como «obviamente uma grande honra,
fixas do SIAC patentes no mu-
responsável de diferentes insti- antes de mais pelo seu patrono,
seu, Paço da Cultura, capela do
tuições e organismos públicos, por quem tenho uma velhíssima
Solar dos Póvoas e Cine-Teatro.
contribuindo a um intercâmbio admiração. Sempre fui e serei
Para Carlos Chaves Monteiro,
cultural de alto valor ibérico», um discípulo de Eduardo Lou-
presidente do município, o
justificou o júri. Instituído pelo renço». Sugerido pelo pensador
balanço da quarta edição do
CEI para distinguir personali- e filósofo durante as comemora-
simpósio é «positivo, motiva-
dades ou instituições com inter- ções dos 800 anos da Guarda, o Obras produzidas na Praça Velha vão ser «disseminadas» pela cidade
dor e obriga-nos a ter mais
venção relevante no âmbito da CEI junta a autarquia local e as
motivação na realização do çada na candidatura a Capital de poesia, colóquios, cursos de
cultura, cidadania e cooperação Universidades de Salamanca e
próximo simpósio para atingir Europeia da Cultura porque formação artística, música con-
ibéricas, o prémio, de 7.500 eu- de Coimbra.
uma cada vez maior dimensão consolida a aptidão univer- temporânea e dança, bem como
nacional e internacional na salista da cidade e a ideia de pintura e escultura ao ar livre.
Cinema cultura». O autarca considerou proximidade da arte com os ci- As atividades decorreram
“Mysteria e o Feitiço da Aldeia” que a Guarda tem que ser con- dadãos na Guarda», acrescen- no museu, na Praça Luís de
hecida «como cidade de fruição tou Chaves Monteiro. Este ano, Camões, na Torre de Mena-
apresentado em Lisboa DR da arte, pelo que vamos dis- o SIAC envolveu 130 artistas gem, no Teatro Municipal e no
O filme “Mysteria e o seminar as obras produzidas de 15 países, que trabalharam antigo Cine-Teatro, fechado
Feitiço da Aldeia”, do jovem nesta edição pelo espaço públi- durante 14 dias na cidade mais desde 1987. Até setembro
realizador João Morais Inácio, co». Para o futuro está prevista alta. Organizado pela autarquia ainda pode ver a exposição
foi apresentado na última ed- a construção do “Quarteirão e pelo Museu, o simpósio teve conjunta de Pedro Cabrita Reis,
ição dos Encontros do Cinema das Artes”, onde vai surgir um como tema “Terra Herdada – Rui Chafes, José Pedro Croft e
Português, em Lisboa, no pas- museu de arte contemporânea Paisagens Legadas” e contou Zulmiro de Carvalho no Museu,
sado dia 5. que será enriquecido com o com oficinas e workshops de o surpreendente trabalho do
A longa metragem baseia- espólio legado pelas diferentes pintura, escultura, exposições, ceramista João Carqueijeiro no
se nas lendas e mitos de Cantar edições do SIAC. gravura, cerâmica, desenho, Paço da Cultura e a pintura de
Galo e da Vila do Carvalho, no «O projeto já existe e essa é fotografia, instalações, cinema, intervenção de Luís Herberto
concelho da Covilhã, e inspira- uma ambição da Câmara alicer- poesia experimental, recitais na galeria de arte do TMG.
se no evento “Mysteria, Aldeia
Mistério”, organizado anual-
mente pela União de Fregue-
Publicação
sias daquelas localidades da Caderno “Palavras Escritas na Neblina” lançado dia 21
encosta da Serra da Estrela. da ASTA e selecionados num O caderno “Palavras Escri- seleção dos trabalhos escritos sob orientação de Alexandre
O filme é protagonizado pelos “casting”. “Mysteria e o Feitiço tas na Neblina” vai ser lançado criados no âmbito da oficina Gonçalves. A atividade decor-
atores Pedro Rodil, Raquel da Aldeia” está pronto para no dia 21 (17h30) na Biblioteca dinamizada pela Divisão de reu entre novembro de 2018
Jacob, Leonor Mendes (natural estrear e conta com o apoio da Municipal Eduardo Lourenço, Educação, Intervenção Social e junho de 2019, no âmbito
da Vila do Carvalho, tal como o União das Freguesias de Cantar na Guarda. e Saúde da Câmara da Guarda da colaboração entre as duas
realizador) e por artistas locais Galo e Vila do Carvalho. A publicação inclui uma na Casa de Saúde Bento Menni, entidades.
14 • • Quinta-feira • 20 de junho de 2019 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
ORTOPEDIA | Dr. António Mendes | Dr. Eduardo Ferreira COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
ADVANCECARE, SAMS CENTRO, SAMS QUADROS, SS CGD, CHEQUE DENTISTA, ZURICH, POPULAR SEGUROS, SANTANDER TOTTA
SEGUROS, UNA SEGUROS, GENERALLI, TRANQUILIDADE, MGEN, AÇOREANA, LUSITÂNIA, ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


Garcia Pires L. Taborda Barata
Neurologista
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
ORTOPEDIA Exames: Electromiografia
e Potenciais Evocados
Asma e Doenças Alérgicas
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral - Tel: 275334876
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda Tel: 271211905

UNIDADE DE OTORRINOLARINGOLOGIA
Prof. Celso Pereira DA BEIRA INTERIOR
Alameda Pêro da Covilhã,

Imuno-Alergologia 29, r/c Esq – COVILHÃ


Telf: 275 324 236 www.uobi.pt
(Doenças Alérgicas) 2ª a 6ª feira 10-13h e 14-19h
Ass Graduado HU Coimbra / Consultas de Otorrinolaringologia
Fac Medicina UC (Ouvidos, Nariz e Garganta)
- Dra. Rafaela Teles Consultas todos os dias
- Prof. Dr. Rui Cerejeira Atendimento URGENTE
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela Consultas de Pneumologia/Doenças Alérgicas
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455 - Dr. Nuno Sousa
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda Terapia da Fala/Voz
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 - Terap. Ana Rita Fonseca
Fisioterapia Respiratória / Reabilitação Vestibular
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560
- Terap. Tânia Churro
EXAMES: Audiograma; Timpanograma; Reflexos
ADVOGADOS ADVOGADOS Estapédicos; Estudo do Sono; Provas funcionais
respiratórias; Testes Cutâneos de Alergia

Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo


& Associados Médico
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL
Diogo Cabrita
Telefone: 271 086 518 Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765 Cirurgião geral
e_mails:
e_mails: antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com tratamento de varizes e suas complicações, pequenas
cirurgias, hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2 Marcações : (Clínica Cembi)
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO) Telef.: 271213445
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda Protocolo com a Médis

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda •
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio. • Conselho Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira.
Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana C. Pereira,
Joana Dente, João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel, José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento, Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto Gonçalves, Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e
Víctor Afonso. Desporto: António Silva, Arlindo Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins • Impressão:
FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone 239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. • Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito
Legal:146398/00 • Tiragem desta edição: 7.200 exemplares • Periodicidade: Semanário • Edição Internet: O Interior • Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.
Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ • Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt

Classificados
Imobiliário Vende-se/Arrenda-se/Diversos Emprego Diversos
Férias. Praia da Oura - Albu- Sta Cruz, Guarda: 5,69 ha - Cul- Procuro trabalho como Oferece-se Senhora desem- Executam-se trabalhos de con- Se tem problemas com o divórcio,
feira. T2. A 200 metros da praia. tura - Água - Lameiro - Pastagem. limpezas, passar a ferro, con- pregada cuida de senhora idosa strução civil, pinturas, aplicação nós apoiamos-te. Acolher. Con-
Telef.289367024 Vendo. Tlm. 964278087 domínios, umas horas na res- e trabalhos domésticos. Zona da de pladur, azulejos/mosaicos, en- tacto: 919568551
tauração, cuidar de idosos ou Guarda ou Covilhã. Tlm. 911996779 tre outros. Contacto: 960136446
Vende-se Casa c/ terreno, água Arrendamento parcial, crianças, etc. Contacto móvel: Cavalheiro viúvo, com boa
e árvores de fruto. Mizarela. Bons Apartamento Mobilado na Guar- 969497622 Cavalheiro solteiro, reformado, Senhora procura cavalheiro, situação, procura senhora até aos
acessos. Tlm. 965199646 da-Gare. Tlm.: 968362728 sem filhos, deseja encontrar compa- dos 50 aos 50 anos. Assunto 65 anos. Assunto sério e respeito.
Senhora precisa urgente de tra- nheira dos 50 aos 55 anos. Escrever sério. Tlm.: 965210062 Informa tlm: 916497810
Vende-se Apart. Duplex c/ cobe- balho na Guarda. Tlm. 912216331 para Luís Duarte Rato, Travessa das
rtura, 4 quartos, 3 WC, terraço, Moitinhas nº8, 6200-684 Teixoso Cavalheiro reformado com Cavalheiro reformado, não
garagem, 230m2, acab. de luxo. boa situação e casa própria, fumador e respeitador, com boa
Centro de Viseu. Telm. 910491439 Banda Mega Star - Grandes assunto muito sério, procura se- situação, procura senhora hon-
Músicas - João Marques Almeida. nhora ate aos 70 anos. Informa esta entre os 60 e os 70 anos
Tlm. 914889442/919546447 (24h) telemóvel 911017067 para companheira. Relação séria.
Contacto: 926501732
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • • 15

Trancoso Futebol
Grupo Desportivo
organiza “free trail”
no domingo
Guarda inicia Torneio Lopes da Silva
A primeira edição do “free
trail” de Trancoso, um evento
não competitivo, realiza-se no
frente a Vila Real DR
A Associação de Futebol da
domingo na “cidade de Bandarra”. Guarda (AFG) inicia na segunda-
A organização é do Grupo feira o Torneio Interassociações
Desportivo local e o objetivo é sub-14 Lopes da Silva 2019 fr-
«promover a prática da atividade ente à seleção de Vila Real. A 25ª
física em meio natural». O “free edição da competição decorre
trail” inclui uma caminhada e um em Leiria e Santarém até ao final
“trail” de 14 e 24 quilómetros, do mês.
cujos percursos darão a conhecer Trata-se da maior com-
locais e costumes de Moreira de petição de formação organizada
Rei e da União de Freguesias de anualmente pela Federação Por-
Trancoso e Souto Maior. A ativi- tuguesa de Futebol e vai envolver
dade tem início pelas 8h45 e ter- cerca de 400 atletas em repre-
minará com um almoço convívio. sentação das 22 seleções das As-
sociações de Futebol regionais
Montanha e distritais. Os jovens têm aqui
uma boa oportunidade para dar
João Fonseca cada nas vistas, sendo que o torneio
vez mais líder com irá servir de base para a próxima
vitória na Rampa de seleção nacional sub-15. Depois
de Vila Real, os guardenses vão
Santa Marta DR
defrontar Santarém na terça- frente no dia 29. A final entre Belo e João Ferreira (Figuei- (Sp. Mêda), Diogo Baltazar e
feira e na quarta jogam com a as duas melhores formações do rense), Rodrigo Ramos, Simão Alex Gomes (Sp. Vilar Formoso),
seleção do Algarve. As equipas torneio está marcada para dia Santos, Martim Mendonça, Dio- João Fiúza, Dário Jesus, José Sal-
folgam na quinta-feira e o fute- 30, no Estádio Papa Francisco, go Fernandes e Leandro Soares vador Silva, Guilherme Lourenço
bol regressa na sexta, dia em em Fátima. (NDS), Ricardo Marcelo (Man- e Eduardo Tomaz (Guarda Uni-
que Évora será o adversário da Estão convocados para a teigas), Alexandre Cardoso (Os da), Martim Gonçalves (Aguiar
AF Guarda, que terá Leiria pela seleção distrital da AFG Daniel Pinhelenses), Pedro Branquinho da Beira) e Marco Garcia (Seia).

Judo
CDCSS do Pinheiro arrecada seis medalhas em Alcains
João Fonseca (Silver Car A recém-criada secção de e outra de ouro. Os pequenos
EF10) continua em alta no Cam- Judo do Centro de Desporto atletas, que já eram praticantes
peonato Nacional de Montanha Cultura e Solidariedade Social da modalidade, mas estavam
e somou no domingo a terceira (CDCSS) do Bairro do Pinheiro, inativos há algum tempo, reini-
vitória da época na Rampa de na Guarda, obteve seis medalhas ciaram os treinos em abril com
Santa Marta, em Santa Marta de no IIº Torneio Memorial Ricardo o treinador David Carreira. Após
Penaguião. Louro, realizado em Alcains no estes resultados, o clube revela
O piloto covilhanense foi no- domingo. ter já recebido novas inscrições
vamente o mais rápido em prova, A coletividade guardense na modalidade e adianta, em
fruto dos 400 cv do seu protótipo competiu com seis judocas do comunicado, «que com o trabalho
espanhol, e não deu hipóteses à escalão até 12 anos, que regres- necessário, se irá conseguir um
concorrência. «Sabíamos que esta saram a casa com quatro medal- crescimento na demografia desta
seria uma das provas mais difíceis has de bronze, uma de prata DR modalidade na cidade da Guarda».
do ano, visto que o carro é bastan-
te potente e o traçado da Rampa PUB

de Santa Marta tem zonas muito


estreitas e técnicas. Felizmente,
conseguimos estar no comando
ao longo de todo o fim de semana,
numa prova onde recolhemos um
feedback importante ao nível das
afinações e da própria condução
do Silver Car», disse João Fonseca
no final da prova. O covilhanense
não poderia ter melhor regresso
ao Nacional da modalidade, que
comanda destacadamente após
ganhar as três rampas já dispu-
tadas na Penha (Guimarães),
Falperra (Braga) e Santa Marta.
«Espero que estas vitórias
nos ajudem a garantir o orça-
mento de que precisamos para
completar a época e lutarmos
pelo título», acrescentou o piloto
do Sporting Clube da Covilhã,
que aposta em repetir o título de
campeão nacional de Montanha
obtido em 2015. O campeonato
prossegue na Covilhã, a 29 e 30 de
junho, para a emblemática Rampa
Serra da Estrela.
16 • • Quinta-feira • 20 de junho de 2019 Publicidade

Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda Lic. Nº 2890 – AMI


VIDENTE
Com longos anos de experiência Tribunal Judicial da Comarca da Guarda
Rua do Campo,
Telefone: 5 – 1º Dto - -6300-672
271211730 Guarda
967543140 Lic. Nº 2890 – AMI
www.predialdaguarda.pt
Juízo de Competência Genérica de Celorico da Beira
Telefone: 271211730 - 967543140 www.predialdaguarda.pt Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios, Palácio da Justiça - Praça da República
6360-306 Celorico da Beira
2
VENDE
.
ID:1196 Terreno Com 1300 m ,p/ construção de uma moradia isolada .20.000€
empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc. Telef.: 271747490 • Fax: 271090249 • Mail: cbeira.judicial@tribunais.org.pt

ID:1220 V3 Guarda Vivenda isolada, no centro de aldeia, arrumos….. ..27.000€ Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas. ANÚNCIO
Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo
D:1140B Casa Rustica Toda em pedra, isolada, 10 minutos do centro. .27.500€
D:1143 Casa Rustica Bem localizada, toda em pedra c/ terrenos …. …35.000€ Processo: 157/19.7T8GVA Acompanhamento de Maior Referência: 27001936
D:1258 Casa Rustica A necessitar algumas obras de remodelação……40.000€ corre mal em sua vida? Data: 07-06-2019
ID:1158BT4Centro Bem localizado, necessitar obras de remodelação...52.000€ Requerente: Rosa Fernanda Tenreiro de Almeida
ID:0790 T2 Centro Em bom estado de conservação, coz. remodelada. .55.000€ Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ: Acompanhado: Maria dos Anjos Tenreiro Ferreira
ID:1119 T3 Centro Boa localização,3 quartos, 2 wc, 2 varandas,sótão ..60.000€
ID:0691 T2 Guarda Cozinha mobilada, lareira e despensa, 1wc, sótão .60.000€
271238451 ou 969012923 Faz-se saber que foi distribuído neste tribunal, o processo de Acompanhamento de Maior
ID:1252 T2 Centro Lareira na sala, roupeiros, sótão,lugar de garagem .70.000€ em que é beneficiária Maria dos Anjos Tenreiro Ferreira, nascida em 28-10-1962, filha
ID:1158 T4 Centro Todo remodelado, 2 wc´s, lavandaria, 4 quartos… ..80.000€ de Francisco de Almeida Ferreira e de Rosa de Jesus Tenreiro, natural de: Matança
ID:0971 T3 Centro Remodelado, roupeiros, sótão, lugar de garagem....95.000€ [Fornos de Algodres]; nacional de Portugal, com o nº de Identificação civil 11539243 com
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€ domicílio: Rua da Corujeira, S/n, Matança, 6370-353 Matança - Fornos de Algodres,
ID:1253 T3 Guarda Coz. mobilada, recuperador de calor, 2wc, sótão… 95.000€ com vista à determinação de medidas adequadas, designadamente a aplicação do
ID:1254 T3 Guarda Lareira na cozinha, despensa, sótão, garagem … ..95.000€ regime da representação geral e da administração dos bens.
2
ID:0000 Vivenda A 10minutos do centro,isolada,c/ 2500m de terreno 100.000€
2
ID:1105 Casas Rústicas Em pedra c/ 710m de terreno envolvente….100.000€
A Juiz de Direito,
ID:0577 V3 Nova C/ roupeiros embutidos,3wc´s,varandas,logradouro. 107.500€
Maria Beatriz de Castro Tavares Monteiro Pacheco
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal… …115.000€ O Oficial de Justiça,
ID:1239 T3 Guarda Aquec. central a lenha e a gás, sótão, garagem… 125.000€ Carlos Lopes
ID:1022 V4 Guarda Coz. e sala comum, aquec. central, garagem… …145.000€ O Interior, nº 1015 de 20/06/2019
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal. ..150.000€
ID:0000 V5 Guarda Coz. c/ lavandaria, garagem, sótão, logradouro....150.000€
ID:1236 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros. 185.000€
ID:1230 V4 Guarda Painéis solares,3wc´s, garagem,sótão,logradouro240.000€
ID:1251 V4 Quinta C/ 3ha, várias arvores de fruto, toda murada…… ..245.000€

ID:0972C
ARRENDA
Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€ Tribunal Judicial da Comarca da Guarda
IID:1050 Loja Guarda Espaço amplo, 2 wc´s, e um armazém………… …...220€ Juízo de Competência Genérica de Celorico da Beira
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...250€
Palácio da Justiça - Praça da República
6360-306 Celorico da Beira
ID:1238 T2 Pinhel Coz. c/ lareira, 2 quartos, 1wc, garagem, logradouro ….250€
Telef.: 271747490 • Fax: 271090249 • Mail: cbeira.judicial@tribunais.org.pt
ID:0489C T1 Centro Cozinha mobilada e equipada,quarto mobilado, 1 wc .250€
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc. .275€
ID:1005B T3 Guarda Coz. c/marquise, 3 quartos,2 wc´s, sótão e garagem. 350€
ANÚNCIO
2
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas . .….350€ Processo: 73/19.2T8CLB Acompanhamento de Maior Referência: 26996346
IID:1069 Loja Guarda Licença p/ comércio, 2 pisos, escritório,4 wc´s…. ....400€ Data: 05-06-2019
ID:0117 T3 Guarda Completamente mobilado e equipado, garagem…. …..500€ Requerente: Ministério Público
Requerido: Maria da Glória de Campos Gomes
Empresa de transportes admite:
Vende-se
Faz-se saber que foi distribuído neste tribunal, o processo de Acompanhamento de
Maior em que é beneficiária Maria da Glória de Campos Gomes, filha de Paulo
COMERCIAL Gomes de Campos e de Herminia Lima de Campos, nascido em 05-03-1974, nacional
Procuramos profissional com o seguinte perfil: Quinta com Casa, cerca de 12 ha de Portugal, portadora do B.I. nº 10952424 com domicílio: Rua da Escola, S/n,
• Fluente na língua francesa (imprescindível); à beira do rio Mondego, perto das rotundas 6370-373 Queiriz - Fornos de Algodres, com vista à determinação de medidas
adequadas, designadamente, a aplicação do regime da representação geral e da
• Conhecimentos de língua inglesa; da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego administração dos bens.
• Informática na ótica do utilizador; Contactos: 966473371 • 271926638 A Juiz de Direito,
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais Drª. Maria Beatriz de Castro Tavares Monteiro Pacheco
no setor de transportes;
António Gil
O Oficial de Justiça,
Oferecemos: Advogado Carlos Lopes
O Interior, nº 1015 de 20/06/2019
• Formação; Tel. / Fax 271 238 344
• Disponibilização de computador portátil;
R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
• Trabalho a partir de casa;
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA antonio.gil-5388C@adv.oa.pt
Tribunal Judicial da Comarca da Guarda
G e n t e b o n i ta po r d e n t r o
PUB PUB
Juízo de Competência Genérica de Celorico da Beira
Palácio da Justiça - Praça da República
é f e l i z po r f o r a 6360-306 Celorico da Beira
Telef.: 271747490 • Fax: 271090249 • Mail: cbeira.judicial@tribunais.org.pt
• Cabeleireiro
• Estética ANÚNCIO
• Massagens Processo: 72/19.4T8CLB Acompanhamento de Maior Referência: 26996621
• Depilação a Laser Filipe Pinto
Requerente: Ministério Público
Data: 05-06-2019
• Terapia podal Fotojornalista Requerido: José António Dinis de Almeida
• Terapias holísticas:
mesa radiónica quântica, Faz-se saber que foi distribuído neste tribunal, o processo de Acompanhamento de
Maior em que é requerido José António Dinis de Almeida, nascido em 10-10-1967,
pedras e cristais filho de António de Almeida Cruz e de Amélia Nunes Dinis, com domicílio: Fonte Fria,
• Reiki Shambala Matança, 6370-000 Fornos de Algodres, com vista à determinação da patologia de
• Biomagnetismo médico que padece o requerido e dos concretos actos para o qual o mesmo necessite de
• Fisioterapia Rua Combatentes da Grande Guerra, acompanhamento.
• Terapia de Bowen nº41 • 6200-076 COVILHÃ A Juiz de Direito,
• Aulas de Yoga Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 Drª. Maria Beatriz de Castro Tavares Monteiro Pacheco
• Workshops 978 • Telem. 964 196 950 O Oficial de Justiça,
Rua Dr. Francisco Sá Carneiro, nº 6 • 6300-559 Guarda E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • Avelino Santos
fotoacademica@hotmail.com
astresmariassuasestrelas@gmail.com • www.facebook.com/tresmariasestrelas O Interior, nº 1015 de 20/06/2019

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • • 17

Ultra trail Atletismo

Atletas postos à prova Sortes diferentes para CA Seia e Senhora


do Desterro nos Nacionais de clubes

na Serra da Estrela
Já estão definidos os clubes marães, Pombal, Ribeira Brava e
que vão disputar as três finais Torres Vedras) em que decorreu
(Iª, IIª e IIIª divisões) dos Nacio- a fase de apuramento. Os senen-
nais de atletismo a realizar em ses vão ter como adversários
DR - Matias Novo Leiria, a 27 e 28 de julho. o Sporting, Estreito, Sp. Braga,
O Centro de Atletismo de Juventude Vidigalense, Jardim
Seia mantém-se no escalão prin- da Serra, Água de Pena e o cam-
cipal de masculinos, enquanto a peão Benfica. Em femininos não
ACR Senhora do Desterro (São há nenhum clube da região re-
Romão) deixou de fazer parte presentado na Iª Divisão, sendo
dos oito melhores clubes nacio- que a Senhora do Desterro vai
nais e desceu para a IIIª divisão. competir no segundo escalão
A classificação final resultou do e o GCA das Donas (Fundão)
cruzamento dos resultados das conseguiu o apuramento para
cinco pistas (Faro, Funchal, Gui- alinhar na final da IIIª Divisão.

Pentatlo moderno
Juliana Guerreiro com boa prestação
nos Europeus de sub-17
DR
A covilhanense Juliana Guer-
reiro foi 22ª no Campeonato da
Europa de pentatlo moderno de
sub-17, que decorreu em Kaunas
(Lituânia).
A representar a seleção na-
cional, a atleta do Penta Clube teve
Mais de 500 atletas partici- Miguel Lopes (Boavista Trail) Inês Jordão (Monsanto Running uma notável prestação entre os
param no fim de semana na 9ª com a marca de 36h28m91s. Team) nos 20 quilómetros, 50 participantes do seu escalão ao
edição da prova “Oh Meu Deus Nas restantes modalidades, Catarina Fernandes (Viriathvs concluir a prova com 736 pontos.
- Ultra Trail Serra da Estrela”, na Luís Graça (Clube de Atletismo Runners Vielpeças Trail) nos O título foi para a búlgara Svetla
zona de Seia. de Ferreira do Zêzere) venceu 50 quilómetros (Luz Paulo, do Zgurova, com 821 pontos. Juliana
A competição contou com os 100 quilómetros, enquanto Clube de Montanhismo da Guar- Guerreiro concluiu o segmento
quatro provas, de 160, 100, 50 Diogo Santos (GD Trancoso) foi da, foi terceira) e Maria João de natação (200 metros) com o
e 20 quilómetros. A primeira foi terceiro. Já António Quaresma Abreu (Porto Moniz) nos 100 tempo de 2m39s (41ª) e o “Laser
um verdadeiro teste à resistên- (Coimbra Trail Running) ganhou quilómetros. O “Oh Meu Deus - Run” em 10m25s (11ª). Com este
cia física da dezena de inscritos as 100 milhas. Nos 50 quilóme- Ultra Trail Serra da Estrela” foi resultado a jovem covilhanense
nesta distância, já que tinham o tros o melhor foi André Ribeiro organizado pela empresa Hori- consegue obter o Estatuto de
tempo limite de 34 horas para (AB Cansado Trail) e nos 20 qui- zontes, tendo como promotores Atleta de Alto Rendimento e segue
concluir e conquistarem o título lómetros venceu Luís Fernandes o município de Seia e a União agora para os Campeonatos da
de “Viriatos” da Serra da Estre- (Clube de Praças da Armada). das Freguesias de Seia, São Ro- Europa de Biatle & Triatle, que
la. Um estatuto alcançado por Em femininos ganharam mão e Lapa dos Dinheiros. terão lugar no Machico (Madeira),
de 27 junho a 1 de julho. De 17 a
Futebol feminino 23 de julho participará no Cam-
peonato do Mundo de sub-17 e

Torneio de sub-18 em Pinhel


Pinhel volta a ser palco do da “cidade falcão” a partir das A prova conta com o apoio do
sub-19, em Sofia (Bulgária).

torneio de futebol feminino de 9 horas de sábado. Este torneio município. Os torneios locais
Esgrima
sub-18 que integra a competição envolve cerca de 25 países que “Meet the World” começaram Nicolás Matias nos Europeus
sueca “Meet the World”. disputam regionalmente a em 2007 e fazem parte do com a seleção
Este fim de semana seis participação no “Gothia Cup”, maior programa de responsa-
Nicolás Matias, atirador do atletas distribuídos pelas armas
equipas – Âncora Praia Futebol realizado anualmente na Sué- bilidade social do Grupo SKF. A
Penta Clube da Covilhã, integra de espada e florete, em ambos
Clube, Valadares Gaia Futebol cia. A realização da competição equipa vencedora é premiada
a seleção portuguesa que parti- os sexos, bem como sabre mas-
Clube, Associação Cultural e em Pinhel resulta do facto do com a participação no “Gothia
cipa nos Europeus de esgrima, culino, sempre no escalão de
Recreativa Maceirinha, Sport seu embaixador português – Cup”, que decorre em julho em
que começou na segunda-feira seniores. O luso-descendente
Clube União Torreense, Atléti- Armando Lopes – ser natural Gotemburgo (Suécia), com to-
e termina este sábado em Dus- com ligações familiares à Covi-
co Clube da Malveira, Escola de do concelho e ter estabelecido das as despesas pagas. No ano
seldorf (Alemanha). lhã iniciou a prova de sabre esta
Futebol Feminino de Setúbal – uma parceria com o Grupo passado a prova foi ganha pelo
Portugal compete com 12 quarta-feira.
vão jogar no estádio municipal SKF, entidade organizadora. CA Ouriense.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

Honorato Robalo *
crónicaPOLÍTICA
opinião
Pedro Narciso Quo Vadis Guarda
No princípio era o Monstro. E o Monstro estava com direto, em que práticas como o milagre da divisão dos

PS/ PSD/ CDS


Cavaco Silva, e o Monstro era o Estado. Ele crescia desde contratos, os que ficam a apenas 1 euro abaixo do
o princípio com o Estado. Tudo foi feito por ele; e nada limite, a insuficiência de informação e uma plataforma
do que tem sido feito, foi feito sem ele. Nele estava a transparente para concorrer simplesmente não existe.

sempre ao serviço do vida, e a vida era a luz dos homens. Um monstro que,
identificado na década de 90, cresceu, multiplicou-se e
É nesta República do Ajuste Direto que há ainda quem
queira dar mais responsabilidades do poder central às
ganhou força, qual Gremlin molhado e esfomeado. E nem autarquias. Como se quisessem que acreditássemos que
poder económico em Guterres conseguiu sobreviver à sua força. O pântano
cresceu e a água já lhe está agora bem acima dos joelhos.
a personagem mais idónea para negociar o resgate do
Capuchinho Vermelho fosse o próprio Lobo Mau.

detrimento do povo
Com 30 milhões de dívida à Águas de Portugal, na Guar- A “Qualidade da Governação Local em Portugal”
da, já temos uns bons palmos de líquido acima do nariz. faz parte do Index de uma certa inquisição política, que
Não estamos perante um boato do Lago Ness, mas gosta de questionar, mas não de agir. Pergunta o que
No augúrio de uma nova dimensão da gestão autár- na frente de um Cavalo desgovernado de Madonna num pode fazer para colocar mais portugueses a votar numas
quica local surgem contratempos decorrentes de decisões qualquer palácio de Sintra! Ainda que haja discursos em eleições europeias, mas na hora de dar credibilidade
políticas e sobre essas importa aferir qual ou quais os sentido contrário, ninguém acredita que a UNCC da PJ ao sistema, desvaloriza as acusações de que um dos
posicionamentos dos diversos atores e fazedores de opi- possa estar a perder tempo na promoção de uma espécie membros é alvo. Porque na política, além de ser, é ne-
nião quando o cerne da questão é o défice estrutural de de Campeonato Nacional de alegada corrupção. Quase cessário parecer, ou não fossem estes cargos públicos
financiamento dos municípios e freguesias, a cartelização parece que se está a usar como arma o pega monstro, eleitos. Na prática, o cabeça de lista optou pela clássica
do mercado de transportes e a concentração em multinacio- um “slime” dos anos 80 que quanto mais alvos atingia defesa da mãe revoltada contra o sistema escolar que não
nais que se apoderaram da rede de transportes da outrora mais sujo e viscoso se tornava. compreende as travessuras e limitações do filho e que
Rodoviária Nacional – empresa pública de capitais públi- E se as claques estão sempre prontas para dizer não só o defende de forma incondicional, como ainda lhe
cos. Infelizmente, no presente há empresas privadas com que a acusação não é mais do que um golpe baixo dos oferece um L-casei imunitase parlamentar para o lanche.
capitais públicos e um emaranhado de decisões políticas adversários, depois de duelos Tutti-Frutti com supostos O discurso do 10 de Junho de João Miguel Tavares,
comprometedoras da autonomia do exercício de funções esquemas de financiamento partidário ilegais, suporta- novo para quem não o lê, salazarento já desde janeiro
públicas e demais responsabilidades de gestão do erário dos por procedimentos concursais viciados e contratação para outros, bem pode falar do mérito e de algo em que
público. Há responsáveis políticos claros, onde se incluem de pessoal, a Teia veio dar o diagnóstico final. Corrupção acreditar. Porque enquanto a perceção de justiça for
os atuais governantes quer no poder central quer no poder por adjudicação direta, com metástases por todo o país. a de que, apesar das montanhas de processos, só se
local, outras dimensões não são chamadas à liça. A derRota Final de um Portugal que se perfila para ganhar conseguem parir ratos, o desinteresse e a alienação vão
Nesta situação como noutras, o PCP sempre esteve esta Liga das Nações na arte da cara de pau a históricos, continuar. «Quando se investiga, tem que se investigar
sozinho na defesa dos interesses das populações e bem como a Itália, Albânia e Bulgária. tudo, para se fazer um julgamento adequado». E outra
particularmente do mundo rural. Eis que é conhecida Realizado pelo investigador Luís de Sousa e António coisa não podemos esperar, porque quem não transdeve
agora a proposta do Governo minoritário do PS sobre Tavares, o estudo que denuncia a falta de transparência não teme!
a criação de freguesias e que não passa de um logro, na contratação pública, que pode tornar-se causa de O município da Guarda ocupa o lugar 175 (total
defraudando a expectativa de muitas populações que má despesa pública e fonte de corrupção, foi atacado de 308) do ranking municipal da transparência. Em
lutam pela reposição das freguesias extintas contra a e menosprezado no discurso da sessão solene do Dia anos anteriores ocupou mesmo as últimas posições. A
sua vontade por PSD e CDS. Aqui também sairá caro da Cidade de 2018 pelo presidente da Câmara à altura. Guarda entrou no radar mediático pelas piores razões.
a todos os que residimos nos ditos territórios de baixa Porque recusar a “vacina” da ciência para os nossos pro- Estaremos na rota correta? Estará associado esse ne-
densidade, mesmo quem apregoa que os presidentes de blemas de apodrecimento coletivo está na moda. Mas não voeiro informativo com as dúvidas das próprias equipas
Junta nem residem na freguesia. Recordam as parango- será por isso que deixa de ser profundamente estúpido. de investigação? Nunca se conseguirá determinar essa
nas na comunicação social acerca da desconcentração e O estudo refere ainda que, nas autarquias, mais relação de causa-efeito, mas sabemos, como diziam os
delegação de competências no Poder Local e o conjunto de 60% dos procedimentos são realizados por ajuste Ornatos Violeta, que o Monstro precisa de Amigos.
de medidas para os territórios de “baixa densidade” entre
o PSD e PS? Numa palavra – embuste.
O PSD e CDS no Governo aniquilaram os esteios do
financiamento do Poder Local criando ardilosas formu-
lações que permitissem aos municípios financiarem-se
através de fundos comunitários. Bastou a alienação anotações Um roteiro de pelo
país real…
por parte da antiga Estradas de Portugal – JAE, para
opinião
os mais velhos – das estradas nacionais para a alçada
Hélder Sequeira
dos municípios para permitir a estes candidaturas para
a requalificação de vias rodoviárias outrora sob alçada “Ausência e Território: as aldeias da Serra, do Vale e trabalhos fotográficos destinados a futuras exposições
do poder central. Novo quadro comunitário de apoio e da Meseta” foi o tema proposto para o roteiro fotográfico e publicações, servindo igualmente de relevante recolha
mais uma vez goradas as expectativas dos municípios. organizado, no passado sábado e domingo, pelo Centro documental.
Lá se fazem e cá se pagam, mas sempre com os mesmos de Estudos Ibéricos e Fotoclube da Guarda. Para além disso, o envolvimento de pessoas
actores políticos – PS/PSD/CDS. Tratou-se, como foi referido, de um desafio envolto oriundas de diferenciados locais perspetiva o desejo
Recordam a batalha do PCP e do MSU/ CGTP-IN con- na paixão pela fotografia e orientado para a (re)descober- e o regresso de aprofundar o conhecimento de terri-
tra a privatização da água e a concentração das empresas, ta de realidades tão próximas e tão longínquas; territórios tórios, alargando esse entusiasmo a círculos pessoais
outrora AdZC, depois Lisboa e Tejo, hoje concentradas de solidão, de ausência que foram berço de múltiplos ou profissionais; tanto mais que a hospitalidade beirã,
nas Águas de Portugal, tal como nos transportes rodo percursos individuais, de sonhos e de aventura… a forma de estar e de ser das nossas gentes, cativa
e ferroviários, a concentração da componente rodo e Através da fotografia, «uma escrita tão forte porque quem nos visita.
ferroviárias nas Infraestruturas de Portugal, e sempre o pode ser lida em todo o mundo sem tradução», na eluci- A disponibilidade para esclarecer, orientar, guiar,
mesmo diapasão: subfinanciamento crónico das estru- dativa expressão de Sebastião Salgado, os participantes mostrar o património local, alertar para pormenores
turas públicas ao serviço das populações. No entanto centraram as suas objetivas em pormenores, rostos, arquitetónicos, sublinhar a tipicidade de habitações, a
mantêm-se parcerias público-privadas em diversos se- arquitetura, artefactos, caminhos, solidão, religiosi- descrição de tradições e episódios intimamente ligados
tores estratégicos da economia. dade, tradições, paisagens, flora, patrimónios, afetos, às comunidades locais foi uma nota comum às aldeias
Como sempre o PCP afirmou e afirmará, a entrega ausências, sulcos do tempo, ou caprichos da natureza… visitadas, num roteiro que percecionou outra dimensão
de funções sociais do Estado aos municípios trará mais Iniciativas como esta, se por um lado permitem um do país, uma sólida matriz identitária, nossa.
efeitos negativos às populações e criará periclitantes registo de realidades transversais às aldeias do interior, Vila Soeiro, Aldeia Viçosa (aldeias do Vale), Avelãs da
relações que podem despoletar episódios menos trans- desertificado, envelhecido, por outro viabilizam a divul- Ribeira (aldeia da Meseta), Fernão Joanes e Videmonte
parentes nas decisões políticas. Não haja ilusões que gação de múltiplos valores humanos, sociais e culturais (aldeias da Serra) balizaram um trajeto rico de imagens
a promiscuidade entre o poder económico e político que podem despertar consciências e incentivar esforços e emoções, num território que temos de salvaguardar,
compromete a mais nobre função de uma democracia conducentes a medidas de valorização e revitalização de valorizar e divulgar, esbatendo ausências e abrindo cami-
– o Poder do Povo. tantos lugares de memória. nhos para o futuro, através do contributo de todo, num
As imagens obtidas consubstanciam narrativas e empenho permanente e coletivo, liberto de calendários
* Militante do PCP olhares que se ampliam agora nas redes sociais ou em pessoais ou políticos.
Quinta-feira • 20 de junho de 2019 • • 19

mitocôndrias e quasares
opinião
António Costa
bilhete postal
antoniomanuelcosta@gmail.com
dcabrita@iol.pt

As alterações climáticas e as espécies


Diogo Cabrita

As glaciações foram o elemento climático mais


característico dos últimos dois milhões de anos da
100 mil anos antes do presente.
Nas épocas mais frias os gelos cobriam grandes
Do paradigma McDonald
ao “Doençapp”
história do nosso planeta. A influência deste fenó- extensões no norte e no sul do planeta, e em épocas
meno é tão grande que marca o início de um período mais temperadas, as águas geladas cingiam-se às
geológico que é designado por Quaternário. Foi neste imediações dos polos ou às regiões de altas mon-
período que se deu a evolução da espécie humana. tanhas. Estas oscilações climáticas tiveram uma Em 2003 fiz uma palestra em Portimão sobre a cultura hospita-
Quando se estuda o aparecimento de diversas grande influência na distribuição dos seres vivos. lar vigente, que ainda persiste, e falava da consolidação do método
espécies de hominídeos, bem como a sua distribui- A diferença da temperatura média entre um período da McDonalds: a saúde, tal com a loja de hambúrguer há 80 anos,
ção geográfica ou as peculiaridades anatómicas que quente e um período frio é de apenas 4 a 7ºC, mas classifica, tem protocolos e normas e codifica todos os atos e
podem dar resposta a diferentes adaptações, dedica- o seu efeito é contundente: os glaciares avançam diagnósticos que realiza sobre os clientes e regista em computador
se uma atenção especial às variações climáticas, na em direção ao Equador ou retrocedem milhares de para uma fiscalização afinada e depois o pagamento respetivo.
medida em que estas influenciam decisivamente as quilómetros. Estas alterações nas grandes massas Também é assim em saúde, onde códigos de barras, GTINS, QRS
migrações, o tipo de vegetação e de alimentos que de gelo afetam o nível do mar (que pode subir ou ajudam a conferenciar materiais, despesas e necessidades para os
podem obter-se em determinadas zonas e, inclusiva- descer várias dezenas de metros), o caudal dos atos a realizar. A diferença da McDonalds para o sistema de saúde
mente, o tipo de refúgio e vestuário que são neces- rios, a distribuição da pluviosidade e o clima de internacional é a formação. A McDonalds é muito mais criteriosa
sários à sobrevivência. uma forma geral. no ensino dos que coloca ao seu serviço.
Durante a história da Terra registaram-se sete O Holoceno, que teve início há pouco menos de Este é o paradigma em decomposição no mundo que se
episódios – porventura mais – de vastas glaciações 12 mil anos, é um período interglaciar durante o qual avizinha. Uma empresa de saúde estética trabalha com os com-
nas eras Pré-câmbrica e Paleozóica. Chama-se Qua- grandes massas de gelo se derreteram, o que levou à putadores e utiliza apps que permitem um contacto quase online
ternário ao período que compreende os últimos 2,5 subida do nível dos mares mais de 120 cm e causou a com os seus clientes. Consultas a 4.000 kms são possíveis com
milhões de anos. Tudo o que se refere à evolução inundação de grandes porções da superfície terrestre. médicos a banhos de sol. O controlo biométrico é substituído pelo
humana registou-se neste período, que se distingue Há 2,8 milhões de anos o clima de África foi facto de a campainha tocar no telemóvel e o Whatsapp se abrir
pelo arrefecimento do planeta e pela diminuição do seriamente afetado por estas oscilações climáticas e como previamente combinado. O lugar do angariador de clientes
valor médio da precipitação. O período Quaternário as florestas deram lugar à savana, processo que não não carece institucionalização. O lugar da consulta não carece de
divide-se, por sua vez, em duas épocas geológicas: o parou desde então. As espécies que conseguiram paredes. O sistema de documentação está na nuvem e, portanto,
Pleistoceno e o Holoceno. Durante o Pleistoceno (que adaptar-se aos ambientes áridos foram favorecidas, não carece transporte físico. Tudo isto já existe e é praticado por
vai dos 2,5 milhões de anos aos 11.784 anos antes do o que pode ter sucedido, por exemplo, no caso dos empresas privadas e por alguns visionários no Estado sempre mal
presente) os períodos glaciares (quando a temperatura hominídeos, que saíram de África há cerca de um tratados por abencerragens que vivem de favores políticos e de
baixa) alternaram com períodos interglaciares (quando milhão de anos e chegaram à Europa, onde, durante desonestas escolhas, nunca avaliadas nos resultados.
a temperatura sobe), intervalos entre os 40 mil e os o Pleistoceno, colonizaram o continente. A construção de centros de saúde e hospitais do velho paradig-
ma é pisar com insistência num caminho perdulário. Especializada
uma equipa em duodeno pancreatectomias, construído um lugar
adequado à sua realização, os doentes utilizadores de Internet e
sabedores de inglês vão vasculhar o Google Ads (Google Ads,
antes conhecido como Google AdWords, é o principal serviço de
publicidade da Google e principal fonte de receita desta empresa
representando 96% dos quase 37,9 bilhões de dólares que faturou
em 2011. Wikipédia) e utilizam o seu seguro para chegar aqueles
que o podem salvar do seu cancro pelo melhor preço e com os
melhores resultados. Usam o Whatsapp, falam com o responsável
da empresa (por exemplo - http://www.londonbridgehospital.com/
LBH/treatments-specialties/liver-biliary-and-pancreas-surgery/)
Esta nova verdade dói aos cultores de um empedernido sistema
em decomposição. O Serviço Nacional de Saúde tem de mudar para
ser melhor e mais fácil de responder aos novos anseios. A cultura da
população moderna é a mesma do primado da mercadoria. Como diz
Emmanuel Coccia, hoje somos «a própria mercadoria que compramos,
vendemos, distribuímos». O Instagram mostra como expomos o pro-
duto “eu” para receber negócios da exposição e da venda narcísica.
Como diz Biung - Chul Han, o eu narcísico expulsa o outro e damos
depois com as novas doenças do eu sozinho que, exposto como
mercadoria, é uma coisa amorfa entre a transparência e a pornografia
(a transparência total). Deste modo temos um paradigma diferente
onde o cliente é mercadoria e busca uma solução única e para ele,
porque ele tem de si uma visão narcísica e aquisitiva. Esta experiência
de padrões sociais com classe média é visível em sistemas de saúde
onde os hospitais competem como lojas de serviços. Os perigos são
inúmeros como “forçar indicações”, prestar serviços em excesso,
alongar classificações, bordejando a fronteira da fraude e entrando
na ganância fria. Mas este cliente que não quer a cicatriz, que deseja
copa G, que quer um chip na orelha, que quer lentes com desenhos no
lugar do cristalino, já não quer ser calvo, coloca desafios inovadores,
por certo disparatados no paradigma McDonalds, mas agora fáceis
de adquirir em saúde loja. As app aproximam o cliente do especia-
lista. Estamos no domínio do indivíduo com novos “welfare rights”,
do aparecimento do direito a ser diferente como uma imposição de
Participe no espaço do leitor. direito social ou direito de segunda (talvez terceira) geração. O eu que
muda de sexo, que muda de cor, que adota cabelo, que acrescenta
Diga de sua justiça. motores de performance sensorial para o prazer. Interessante como
uma esquerda “vestida de esquerda” (vestimos a força dos argumentos
Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto • 6300-825 Guarda que defendemos, como explicava Jean Baudrillard) levou à explosão
ointerior@ointerior.pt
deste egocentrismo narcísico.
20 • • Quinta-feira • 20 de junho de 2019

rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda


Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

Covilhã Guarda

Fábrica António Estrela/ Caminhada solidária da Delta


juntou 200 pessoas
Júlio Afonso pode ser
DR

imóvel de interesse público


A Fábrica de António Es-
DR

trela/ Júlio Afonso, que alberga


atualmente o projeto criativo
New Hand Lab, no centro da
Covilhã, está em vias de classifi-
cação como imóvel de interesse A caminha solidária or- Diz e as inscrições custaram 5
público. ganizada pela delegação da euros. As receitas vão reverter
O procedimento aberto pela Guarda da Delta Cafés juntou para as corporações dos bom-
Direção-Geral do Património cerca de 200 participantes na beiros de Vila Nova de Foz Côa,
Cultural foi publicado em “Diário manhã de domingo. Mêda, Trancoso, Celorico, Vila
da República” na segunda-feira Intitulada “É Tempo de Franca das Naves e Pinhel. A
e foi desencadeado pela atual Caminhar”, a iniciativa teve caminhada terminou com um
direção da fábrica, em parceria início no Parque Urbano do Rio almoço convívio.
com a Câmara da Covilhã. Trata-
se de um edifício de 1853, que
ainda mantém a atividade fabril Guarda
no setor têxtil e dos lanifícios
e que possui um património
Novidades sobre Pavilhão 5
único ao nível da maquinaria e
dos arquivos. «É um processo
do Hospital daqui a um mês
relevante porque pode ajudar O Movimento de Apoio à Face à atitude demonstrada,
a reconhecer e a preservar a Saúde Materno Infantil (MAS- predispusemo-nos em aceitar
memória da fábrica, que é tam- MI) do distrito da Guarda o pedido de aguardar um mês
bém a história das pessoas que de classificação, nos termos e da respetiva zona geral de reuniu no passado dia 12 com para que nos seja apresen-
ali trabalharam e trabalham e da e condições estabelecidas no proteção) estão disponíveis a ministra da Saúde, Marta tado o desenvolvimento do
própria cidade», disse Francisco Código do Procedimento Ad- nos sites da Direção-Geral do Temido, a propósito da neces- projeto», refere o MASMI em
Afonso, proprietário do imóvel. ministrativo, sem prejuízo da Património Cultural (www.pat- sidade de obras no Pavilhão 5 comunicado. No mesmo dia, o
Segundo o despacho publi- possibilidade de impugnação rimoniocultural.pt), da Direção do Hospital Sousa Martins. movimento entregou uma pe-
cado, os interessados podem contenciosa». Os elementos Regional de Cultura do Centro «A senhora ministra de- tição com 18.670 assinaturas
«reclamar ou interpor recurso relevantes do processo (funda- (www.culturacentro.pt) e do monstrou interesse, sensibi- na Assembleia da República. A
hierárquico do ato que decide mentação, despacho, planta da município da Covilhã (www. lidade e vontade de assumir próxima reunião terá lugar na
a abertura do procedimento fábrica em vias de classificação cm-covilha.pt). um compromisso de resolução. ARS Centro, em Coimbra.

PUB