Вы находитесь на странице: 1из 17
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E JUSTIÇA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO DA ACADEMIA E ENSINO

SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E JUSTIÇA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO DA ACADEMIA E ENSINO BOMBEIRO MILITAR

MILITAR COMANDO DA ACADEMIA E ENSINO BOMBEIRO MILITAR MANUAL DE CANÇÕES DE CORRIDA Corpo de Bombeiros
MILITAR COMANDO DA ACADEMIA E ENSINO BOMBEIRO MILITAR MANUAL DE CANÇÕES DE CORRIDA Corpo de Bombeiros

MANUAL DE CANÇÕES DE CORRIDA

Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás - CBMGO

“Vidas alheias e riquezas salvar”

ORGANIZAÇÃO: CAD BAZÍLIO e CAD RICARDO

Bolas de Fogo Se bolas de fogo caírem do céu Chama o bombeiro pra apagar o fogaréu Se a terra se abrir e num abismo tu cair Salvamento em altura vai tirar você daí Se a terra inundar não precisa se assustar Guarnição de salva-vidas sempre pronta pra salvar Mas se mesmo assim se acabar o mundo inteiro Ao lado de Deus tem um trono pro bombeiro

Sangue frio como gelo Tenho a força do urso e a coragem do leão olhos de lince veneno de escorpião. Corre em nossas veias sangue frio como o gelo. Estou preparado pra qualquer fustigação. Quem é é, quem não é não se mistura Não, não toque em mim, senão passa frouxura Pode preparar meu brevê de metal ou então prepara a reza pro meu funeral.

Quando eu ainda sonhava Há muito tempo quando eu ainda sonhava Uma voz veio me dizer Você precisa fazer algo Pra que eu me orgulhe de voce!!! Eu não o que estais pensando Nao sei e não quero nem saber Eu só quero que me tragas, Uma CAVEIRA em forma de brevê. Mas não serve qualquer CAVEIRA, Essa parece religião, E só tem essa CAVEIRA Quem acredita nessa Nação.

Mania de Bombeiro Eu tenho uma mania que já é tradição De nunca me entregar e nunca ir ao chão

Eu sei o que eu faço, pouca gente quer fazer

A fome, o frio é grande, o sono é pra valer

De coturno engraxado e pouca água no cantil

A mochila bem pesada guarda alto o meu fuzil

Quando corro com essa tropa sinto muita vibração

E o importante desta turma é a nossa união

Corre combatente

Corre, corre combatente, corre, corre sem parar, Para ver a menininha, que parou só pra olhar, Debruçada na janela, olha só que coisa bela,

É bonita é morena, faz correr valer à pena.

Tem também uma loirinha, que bonita a garotinha,

É coisa muito linda, é lindo de se ver,

Uma tropa de bombeiros, de bombeiros do pra valer.

Coveiro Raimundo

Era um coveiro chamado Raimundo Era um coveiro com cara de defunto Raimundo, Raimundo levanta vagabundo Raimundo, Raimundo chegou mais um defunto Até as caveiras já o conheciam Até as caveiras sempre lhe diziam Raimundo, Raimundo levanta vagabundo Raimundo, Raimundo chegou mais um defunto Mas um belo dia Raimundo adoeceu

E sem que se esperasse Raimundo morreu

Raimundo, Raimundo bem-vindo ao nosso mundo Raimundo, Raimundo veja o seu buraco fundo

E no cemitério foi aquela festança

Caveiras dançavam em cima das catacumbas

Raimundo, Raimundo bem-vindo ao nosso mundo Raimundo, Raimundo bem-vindo ao nosso mundo

E

no cemitério Raimundo foi se enturmando

E

pela vizinha logo se apaixonando

Era uma caveira magra feia desdentada Que pelo Raimundo ficou logo apaixonada Raimundo, Raimundo seu olhar é tão profundo Raimundo, Raimundo vem fundo vagabundo

E dona caveira que era uma gracinha

Com o tal Raimundo teve várias caveirinhas

Depois de nove meses foi aquela choradeira Mamãe, mamãe eu quero mamadeira Desculpa meu filinho não tenho peito Eu sou caveira eu não tenho peito

Me diz bombeiro Me diz bombeiro por que tu corres tanto, Onde vais com tanta disposição:

Correndo eu vou salvar o lesionado, Vou resgatar e cumprir minha missão

Por isso eu não quero nem saber Eu vou sair bombeiro nem que tenha que morrer

E rererere

Me diz bombeiro pq tu nadas tanto, Onde vais com tanta disposição:

Nadando eu vou salvar o afogado, Vou resgatar e cumprir minha missão

Aluno quer usar camiseta e brevê

Lampião

Olê mulher rendeira, Olê mulher rendá

Ô tu me ensinas a fazer renda

Que eu te ensino a salvar

Lampião subiu a serra Com sapato de algodão

A serra pegou fogo

Lampião ficou na mão

Se Lampião voltasse a terra Não seria cangaceiro Ele viria a Goiânia

E

entraria no bombeiro.

 
 

Mergulhador

Ai

Mergulhador

Ai ai ai mergulhador

(2X)

O

rio é meu amigo

Ele é muito legal Ele ensina afogando Isso é sensacional

 

Ai

Mergulhador

Ai ai ai mergulhador

(2X)

O

sol é meu amigo

Ele é muito legal Ele queima a vapor Isso é fenomenal

Bom dia cidadão

Bom dia Bom dia Bom dia cidadão Para ser bombeiro não é moleza não Tem que ter muita moral e que disposição Tem que ter o braço forte e ser bom de flexão Tem que ter o pulmão forte e ser bom de natação Tem que ter a perna forte e ser bom de corridão. Bom dia, bom dia, bom dia cidadão

O nosso objetivo é a sua proteção

Bom dia, bom dia, bom dia nas crianças

O nosso objetivo é a sua segurança

Bom dia bom dia bom dia senhoritas

O nosso objetivo é salvar as suas vidas

Missão de Bombeiro Bombeiro, bombeiro Qual é sua missão Missão de um bombeiro é salvar de coração Bombeiro bombeiro Qual é o seu salário Salário de um bombeiro é o bem comunitário Bombeiro bombeiro Qual é o seu segredo Segredo de um bombeiro é salvar sem sentir medo.

O bombeiro e o guerrilheiro

O bombeiro e o guerrilheiro tiveram uma discussão

Pra quem era o melhor na selva da região Os dois se propuseram a conquistar o objetivo, Quem chegasse primeiro era mesmo invencível Entraram na selva e logo escureceu

Agora vou contar tudo que aconteceu O bombeiro se adianta na frente do guerrilheiro Mostrando sua fibra, sua moral de guerreiro Porém não teve sorte uma cobra lhe mordeu Agora vou contar tudo que aconteceu Diziam que o veneno da cobra era muito forte E que levaria o bravo bombeiro a morte Porem nesse caso o veneno se inverteu Em vez de morrer o bombeiro foi a cobra quem morreu Ficou comprovado: bombeiro é combatente Não teme o guerrilheiro nem tampouco a serpente

Camarada Boris

Camarada Boris Boris Skaloviski Camarada Boris Boris Skaloviski Ele é quem manda Com a sua lamba Lamba lamba lamba Caveira maldito Quis ser meu amigo Me deu tapa na cara Me deu muita porrada Camarada Boris Boris Skaloviski Me deu choque elétrico Me pôs no espicha lombo Chutou minha canela Quebrou minha costela

Bicho danado

Bicho danado, pra matar a corridinha, é a subidinha

é a subidinha.

Bicho danado pra ajudar na corridinha, é a descidinha, é a descidinha.

Bicho danado que não tem dó da gente. É o tenente,

é o tenente.

Bicho danado que judia na ralação, é o capitão, é o capitão.

Bicho danado que rala a gente sem dó, é o majór, é

o majór.

Bicho danado que quando morre vai pro céu, é o coronel, é o coronel

Não venha me dizer

Não venha me dizer que vc já vai cansar/ Que a perna esta bamba e que pode desmaiar/ Que o braço tá doendo de tanta flexão/

E se não parar vai morrê do coração

Ia, ha,ha e eu não tô nem aí Se vc não consegue pede pra sair Ia, ha,ha e eu não tô nem aí Se vc não consegue pede pra sair Mas que guerreiro é tu que não aguenta ralação?/ Pega a gravatinha e volta pra seção/ Não fica aí chorando por que corre um pouquinho/ Para de frescura de tomar so danoninho Por isso corre pouco e já ta passando mal Veio porque quis, já sabia que era pau Ia, ha,ha e eu não tô nem aí Se vc não consegue pede pra sair Ia, ha,ha e eu não tô nem aí Se vc não consegue pede pra sair

E

tem que ser assim quem não aguenta sai/

E

é pra se lascar papai é pra se lascar papai/

Não venha me dizer que vc já vai morrê/ Quem disse que era facil ter esse brêve/ Ia, ha,ha e eu não tô nem aí Se vc não consegue pede pra sair Ia, ha,ha e eu não tô nem aí Se vc não consegue pede pra sair

Aqui só tem guerreiro

A nánánáná ê ê, aê aê aha! (refrão)

Sou do corpo de bombeiros Esse nome é tradição Aqui só tem guerreiro Pode confiar, irmão

Eu subo a montanha Pra buscar quem não voltou Eu mergulho em água negra Pra resgatar o que afundou Venho voando na aeronave Deslizando pela corda Sou o tal do homem- aranha

A morte já não me importa

Com a foice rasgo a mata Vou em busca do ferido

Com bússola e carta Rumo ao desconhecido Vivo sempre em perigo Não tenho que reclamar Esse é o nosso lema Vidas alheias a salvar

E se dias eu passar

Passando sede, fome e frio

Vou fazer sobrevivência Vencer mais um desafio Eu quero a montanha Eu quero a altura! Quero mais e mais façanhas Prova de grande bravura Estou cantando agora Porque estou aqui correndo Tá chegando a minha hora Um novo herói está nascendo.

Quase morro

Essa noite eu quase morro Morro de contentamento Minha casa pegou fogo Minha sogra tava dentro Mas a alegria durou pouco

O bombeiro lá chegou

Apagou aquele fogo

E a vida dela salvou

Bombeiro Militar

Eu desci do pão-de-açucar Num pedaço de barbante Arrisquei a minha vida Mas salvei a estudante

O menino La no prédio queria se atirar

Guarnição de salvamento Não deixou ele pular

A menina lá no rio

Quase que se afogou Guarda-vidas atento Pulou na água e não deixou

Essa é nossa missão Vidas alheias a salvar Sou guerreiro, sou do fogo Sou BOMBEIRO MILITAR!

Bombeiro

Salva, salva

Salvador

Nada, nada

Nadador

Malha, malha

Malhador

Corre, corre

Corredor

Ele salva, nada, malha e corre

Ele é bombeiro e bombeiro não dá mole No rapel ele desce das alturas Ele é bombeiro e adora aventuras Ele corre no asfalto Ele corre na areia Ele salva o afogado

E faz amor com a sereia

Ai ai mamãe

Ai, ai, mamãe

O que é que estou fazendo aqui

A minha vida lá em casa

Era beber, comer, dormir Era beber, comer, dormir Sentado no sofá vendo a televisão Comendo biscoitinho com requeijão Agora todo dia polichinelo e flexão Eu queria estar agora

Numa mesa de barzinho Tomando uma coca cola Ou um chopp geladinho

Mas como tudo nessa vida

É pra dar moral pra gente

Faço essa corridinha Que anima o combatente.

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca Que não dá nem pra cansar Nesse passo, nesse passo Volta ao mundo vamos dar Corridinha mixuruca Que não dá nem pra cansar Nesse passo, nesse passo Vou até o sol raiar Corridinha mixuruca Que não dá nem pra cansar

Nesse passo, nesse passo Vou cantando sem parar Corridinha mixuruca Que não dá nem pra cansar Nesse passo, nesse passo Todos juntos vão chegar

E se alguém não agüentar

Eu vou ter que arrastar

E se o arrasto me matar

Podes crer tu vai fica Vai ficar na mão de outro Até eu me recuperar Pois Nesse passo, nesse passo Mesmo morto vou te buscar

Nem que morra Eu vou chegar, eu vou chegar, Nem que eu morra, eu vou chegar Eu vou provar, para o sargento, que eu sou forte, que eu aguento Eu vou chegar, eu vou chegar, Nem que eu morra, eu vou chegar, Eu sou soldado, eu sou bombeiro, Estou aqui, para salvar. Eu vou chegar, eu vou chegar, Nem que eu morra, eu vou chegar Eu sou bombeiro(militar), sou uniao, Eu sou força, sou vibração. Eu vou chegar, eu vou chegar, Nem que eu morra, eu vou chegar Seja na terra, seja no ar, seja na agua, Eu vou chegar…

Tropa Operacional Faço parte de uma tropa Que tem fibra e moral Disciplina elevada Tropa operacional Na missão eu vou sem medo No ataque sou guerreiro Tenho força e vibração Protegendo a Nação Na conduta de patrulha No combate aproximado Dando lance com fuzil Na defesa do Brasil Faço parte de uma tropa Que tem fibra e moral

Disciplina elevada Sou da Força Nacional.

Sonho da criança

O sonho da criança ser bombeiro é uma aventura

É muito bom, é 10, é uma emoção, é uma loucura

Mas ela ainda não sabe a ralação que tem aqui Correr, pular, nadar, flexionar e sem dormir Eu tive esse sonho, está virando realidade No final desse curso eu sou tenente (bombeiro) de verdade

Salvar em alto mar Trago a bóia e a nadadeira Tenho raça pra salvar A onda é minha companheira Se eu tenho que salvar, eu vou salvar em alto mar Se o mar estiver baixinho Nado de peito, nado golfinho Se o mar estiver grandão Eu vou varar a arrebentação

Alegria de Bombeiro Acordo bem cedinho e isso é natural Mas o que me alegra é corridinha matinal Sou do bombeiro e não posso negar Sou a esperança do bombeiro militar Passo sede, fome e até mesmo frio Estou preparado pra vencer o desafio Chora companhia, companhia chora Sou mais um bombeiro contando a nossa história

Bombeiro Vibrador

Bem que ele avisou, bem que ele avisou Bem que ele avisou que o bombeiro é vibrador

O

acidentado agonizando no chão

O

bombeiro pega ele e salva com viração

no incêndio com risco de explosão

O

bombeiro salva todos sem deixar ninguém no

chão

O suicida quer se jogar lá no chão

Bombeiro negociando vai ser sua salvação Preso em ferragens depois de uma colisão Bombeiro desencarcera salvar é sua missão Bem que ele avisou, bem que ele avisou Bem que ele avisou que o bombeiro é vibrador

Homem de Vermelho Homem de vermelho, o que é que você faz?

Eu salvo todo mundo sem deixar ninguém pra trás

Homem de vermelho, qual é sua missão?

Entrar pelos escombros e salvar com vibração Homem de vermelho, se o sinistro te chamar? Não tem medo da morte, o fogo vai se ajoelhar Homem de vermelho, escalada na montanha A fome, o frio é grande, sua força é tamanha Homem de vermelho, qual é sua missão? Entrar no Araguaia e salvar com vibração Homem de vermelho se o afogado te chamar?

O medo não me atinge, o rio vai se ajoelhar

Homem de vermelho quem é que vocês são?

O sou cfo o melhor da região.

Que barulho é esse Que barulho é esse que parece uma ventania? É o terceiro ano (primeiro ano/pelotão bravo) retornando à academia Que barulho é esse que parece um furacão? É o terceiro ano (primeiro ano/pelotão bravo), o melhor da região

Forró em Pedreira Fui convidado pra um forró lá em Pedreiria Rua da Golada, não gostei da brincadeira Caxangá era o tocador Só tocava pisa na fulô Pisa na fulô, Pisa na fulô Pisa na fulô, mas não maltrate o meu amor Até vovó pegou no braço do vovô E disse “meu velhinho, vamo pisá na fulô” Pisa na fulô, Pisa na fulô Pisa na fulô, mas não maltrate o meu amor Deu meia-noite e Zeca Caxangá Disse meu amigo não precisa me pagar Mas por favor arrume outro tocador Que eu também quero pisá na fulo Pisa na fulô, Pisa na fulô Pisa na fulô, mas não maltrate o meu amor Seu Serafim cochichava mais Dio Sô capaz de jura que nunca vi forró mió Eu vi menina que nem tinha 12 anos Agarra seu par e também sair dançando Vem cá, menina que eu também quero Que eu também vô pisá na fulô

Tô saindo da ABM To saindo da ABM Pra cumprir minha missão Percorrer toda a cidade Com moral e vibração No caminho dificuldades Sempre vão aparecer Como eu sou um bombeiro Todas elas vou vencer

Quando eu morrer

Quando eu morrer, me enterre em um caixão, mas deixe um espacinho, para pagar minha flexão. Quando eu morrer me enterre em um baú, mas deixe um espacinho, para pagar meu canguru.

E o coveiro tem que ser um bom guerreiro

Abrir a cova com granada de morteiro

E a namorada que por mim não choraria

Irá cantar a canção da infantaria.

Moreninha Oh moreninha por que estás tão triste? Mas o que foi que aconteceu? Foi o bombeiro que não foi à praça que levou pernoite que o tenente deu Ah moreninha, ah meu amor Não fique triste o bombeiro é todo seu, o tenente liberou do pernoite que ele deu Não fique triste o bombeiro é todo seu, o tenente liberou do pernoite que ele deu