Вы находитесь на странице: 1из 14

29/05/2019 Disciplina Portal

Contabilidade Básica

Aula 8 - Demonstração do Resultado do


Exercício
INTRODUÇÃO

Nesta aula, abordaremos a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), enfatizando as operações com
mercadorias.

A DRE retrata a acumulação dos gastos e das perdas de uma entidade em determinado período, revelando a
dinâmica do negócio – sob a ótica das origens (receitas) e das aplicações de recursos (custos, despesas, impostos,
contribuições e participações) – bem como o resultado obtido (lucro ou prejuízo).

Assim, a DRE tem como objetivo principal apresentar, de forma resumida e vertical, o resultado das operações
realizadas pela entidade durante o exercício social.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 1/14
29/05/2019 Disciplina Portal

O conhecimento desse resultado é fundamental para as empresas, pois sua atividade é comprar e vender
mercadorias, produtos e serviços.

Bons estudos!

OBJETIVOS

Descrever a Demonstração de Resultado do Exercício (DRE).

Identificar o resultado com mercadorias.

Reconhecer a importância da análise desse resultado.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 2/14
29/05/2019 Disciplina Portal

Estrutura da DRE
A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) apresenta todos os itens de receita (glossário) e despesa (glossário)
reconhecidos no período, excluindo aqueles relativos a outros resultados abrangentes.

As estruturas da DRE e da Demonstração do Resultado do Exercício Abrangente (DRA) incluem:

Fonte da Imagem:

Em termos legais, o artigo 187 da Lei nº 6.404/1976 trata sobre a DRE.

Para conhecê-lo, clique aqui (glossário).

Além disso, devemos obedecer, ainda, ao regime de competência dos exercícios para as receitas e despesas que serão
reconhecidas quando auferidas ou incorridas, independente do efetivo recebimento ou pagamento.

Vamos conhecer a estrutura da DRE. Iremos dividir a estrutura para que possamos apresentar a descrição de cada
item.

Estrutura da DRE
Receita bruta de vendas ou receita operacional bruta (glossário) 

(-) Deduções da receita bruta

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 3/14
29/05/2019 Disciplina Portal

(-) Devoluções de vendas (glossário)

(-) Abatimentos sobre vendas (glossário)

(-) Descontos incondicionais concedidos (glossário)

(-) ISS / ICMS / PIS e COFINS sobre vendas (glossário) 

(=) Receita líquida de vendas ou receita operacional líquida (glossário)

(-) Custo das Mercadorias/Produtos Vendidos/Serviços Prestados (glossário)

(=) Resultado operacional bruto (glossário)

(-) Despesas com vendas (glossário)

(-) Despesas gerais e administrativas (glossário)

(-) Outras despesas operacionais (glossário)

(+) Outras receitas operacionais (glossário)

(-) Despesas financeiras (glossário)

(+) Receitas financeiras (glossário)

(+) Outras receitas (glossário)

(-) Outras despesas (glossário)

(=) Resultado operacional líquido

(-) CSLL ou despesa com provisão para CSLL

(=) Resultado do exercício antes do Imposto de Renda

(-) Despesa com provisão do Imposto de Renda

(=) Resultado do exercício após o Imposto de Renda

(-) Despesa com participações societárias sobre o lucro

Participações de debêntures

Participações de empregados

Participações de administradores

Participações de partes beneficiárias – Fundos de assistência e previdência de empregados

(=) Resultado líquido do exercício – Lucro/Prejuízo Líquido por Ação

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 4/14
29/05/2019 Disciplina Portal

Eliminação de receitas e despesas não


operacionais
A Medida Provisória n° 449/2008 (que foi convertida na Lei nº 11.941/2009 (glossário)) acatou mais esta regra
existente nas normas internacionais:

A não segregação dos resultados em operacionais e não operacionais.


Assim, no âmbito do processo de convergência com as normas internacionais (leitura sistemática das normas e
orientações), as entidades deverão apresentar “outras receitas/despesas” no grupo operacional, e não após a linha do
“resultado operacional”.

De acordo com o Decreto nº 3.000/1999 (glossário) – Regulamento do Imposto de Renda (RIR/1999):

Atenção
, Nesse modelo, o resultado significa lucro ou prejuízo!

Em outras palavras:

• Resultado operacional bruto = Lucro ou prejuízo operacional bruto, ou lucro ou prejuízo bruto; 
• Resultado operacional líquido = Lucro ou prejuízo operacional líquido; 
• Resultado do exercício antes do Imposto de Renda = Lucro ou prejuízo do exercício antes do Imposto de Renda; 
• Resultado do exercício após o Imposto de Renda = Lucro ou prejuízo do exercício após o Imposto de Renda.

Se existir prejuízo, não haverá Imposto de Renda a pagar, e os resultados antes e após o Imposto de Renda serão iguais, ou
seja:

• Resultado líquido do exercício = Lucro ou prejuízo líquido do exercício

Lucros ou prejuízos acumulados


Com a publicação da Lei nº 11.638/2007 (glossário), a conta “Lucros ou prejuízos acumulados” foi extinta como
componente do Patrimônio Líquido e passou a ser chamada de “Prejuízos acumulados”.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 5/14
29/05/2019 Disciplina Portal

Atenção
, A não manutenção de saldo positivo nessa conta só pode ser exigida das Sociedades por Ações, e não das demais sociedades
e entidades.

Além disso, de acordo com a Lei nº 10.303/2001 (glossário), o lucro do período que não for distribuído para reservas
ou dividendos também deverá ser partilhado como dividendos adicionais.

Conforme destacam os itens 42 e 43 da Deliberação CVM nº 565/2008, a conta “Lucros acumulados” permanecerá
nos planos de contas.

Essa conta continuará sendo usada para receber o resultado do exercício, as reversões de determinadas reservas e os
ajustes de exercícios anteriores, a fim de distribuir os resultados em suas várias formas e de destinar valores para
reservas de lucros.

Contribuição Social sobre o Lucro Líquido


(CSLL)
A Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) é um tributo incidente sobre o lucro da empresa após ajustes,
conforme destacado a seguir:

(-) Participações Estatutárias sobre o Lucro

Como já vimos, o artigo 187 da Lei nº 6.404/1976 – Lei das S/A – define que as Participações
Estatutárias sobre o Lucro (PEL) são:

“VI - as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias,


mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou
previdência aos empregados, que não se caracterizem como despesa;”.

A base de cálculo da PEL é a seguinte:

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 6/14
29/05/2019 Disciplina Portal

(=) Resultado do exercício após o Imposto de Renda


(-) Saldo da conta Prejuízos acumulados

O artigo 190 da mesma lei afirma que:

“As participações de empregados, administradores e partes beneficiárias serão


determinadas, sucessivamente e nessa ordem, com base nos lucros que remanescerem
depois de deduzida a participação anteriormente calculada”.

De acordo com o RIR/1999:

“Art. 462. Podem ser deduzidas do lucro líquido do período de apuração as participações nos
lucros da pessoa jurídica:

I - asseguradas as debêntures de sua emissão;


II - atribuídas a seus empregados segundo normas gerais aplicáveis, sem discriminações, a
todos que se encontrem na mesma situação, por dispositivo do estatuto ou contrato social,
ou por deliberação da assembleia de acionistas ou sócios quotistas;
III - atribuídas aos trabalhadores da empresa, nos termos da Medida Provisória nº 1.769-55,
de 1999 (art. 359)”.

Esse regulamento também estabelece que as participações de partes beneficiárias de sua


emissão e de administradores não são dedutíveis na apuração do lucro real.

No caso específico da apuração da base de cálculo da CSLL, todas as PEL são dedutíveis,
visto que não há restrição legal a respeito.

(-) Exclusões

As exclusões representam valores a serem subtraídos da base de cálculo da CSLL.

(-) Compensações – base de cálculo da CSLL

As compensações referem-se ao saldo da base de cálculo negativa da CSLL de períodos


anteriores, que diminuirá a base em períodos futuros até zerar esse saldo.

É passível de compensação o saldo correspondente à base de cálculo negativa, apurada a


partir do ano-calendário de 1992.

Assim como a legislação do Imposto de Renda, há a limitação de compensação da base de


cálculo negativa da CSLL em 30% (trinta por cento) do lucro líquido após adições e exclusões.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 7/14
29/05/2019 Disciplina Portal

Atenção
, Se depois dos ajustes (adições, exclusões e compensações), a base de cálculo da CSLL for negativa (menor do que zero), não
haverá CSLL no período.

Vejamos alguns exemplos:

Despesas indedutíveis

• Despesas com provisões – EXCETO para férias e para 13º salário;


• Perda com Equivalência Patrimonial;
• Despesas relativas à depreciação, à amortização, à manutenção, aos seguros,
aos tributos etc. com bens não relacionados à produção ou à comercialização
de bens e serviços;
• Despesas com brindes;
• Despesas com alimentação de sócios, acionistas e administradores;
• Excesso de juros sobre o Capital Próprio;
• Outras adições.

Receitas não tributáveis

• Ganho de Equivalência Patrimonial;


• Receita de dividendos;
• Reversão de provisões indedutíveis;
• Juros sobre o Capital Próprio.

Resultado do exercício antes do Imposto de


Renda
O resultado do exercício antes do Imposto de Renda é calculado subtraindo-se o resultado operacional líquido da
CSLL do período.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 8/14
29/05/2019 Disciplina Portal

Caso não haja CSLL no período, esse resultado será igual ao resultado operacional líquido. Logo:

(=) Resultado operacional líquido


(-) CSLL ou despesa com provisão para CSLL
(=) Resultado do exercício antes do Imposto de Renda

Fonte da Imagem:

Alíquota e adicional do IRPJ


A alíquota do Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas é de 15%.

Além do imposto cobrado a essa alíquota, será cobrado um adicional de 10% sobre a parcela do lucro real
(presumido ou arbitrado) que exceder o valor resultante da multiplicação de R$ 20.000,00 pelo número de meses do
respectivo período de apuração.

Vejamos:

Lucro Líquido por Ação

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 9/14
29/05/2019 Disciplina Portal

Esta é a última informação da DRE e corresponde ao lucro líquido do exercício (caso haja lucro no período) dividido
pelo número total de ações da empresa. Logo:

Lucro Líquido por Ação (LLA) = LLEx/Total de ações

ATIVIDADE
1 - Uma sociedade empresária realizou as seguintes aquisições de produtos no primeiro bimestre de 2011:

• 03/01/2011 – 40 unidades a R$ 30,00;


• 24/01/2011 – 50 unidades a R$ 24,00;
• 01/02/2011 – 50 unidades a R$ 20,00;
• 15/02/2011 – 60 unidades a R$ 20,00.

A empresa não apresentava estoque inicial. No dia 10/02/2011, foram vendidas 120 unidades de produtos a R$
40,00 cada uma.

Aqui, não consideraremos a incidência de ICMS nas operações de compra e venda. O critério de avaliação adotado
para as mercadorias vendidas é o PEPS.

No dia 28/02/2011, o lucro bruto com mercadorias, a quantidade final de unidades em estoque e o valor unitário de
custo em estoques de produtos são de:

R$ 1.800,00 e 80 unidades a R$ 20,00 cada.


R$ 1.885,71 e 80 unidades a R$ 24,29 cada.
R$ 1.980,00 e 80 unidades a R$ 23,50 cada.
R$ 2.040,00 e 80 unidades a R$ 23,00 cada.
R$ 1.500,00 e 70 unidades a R$ 22,00 cada.

Justificativa

2 - Uma sociedade empresária apresentou o balancete de verificação (glossário) levantado em 31/07/2013.

Com base nos dados desse balancete e desconsiderando a incidência tributária, o valor do lucro líquido é:

R$ 5.950,00
R$ 6.200,00
R$ 6.600,00
R$ 6.850,00
R$ 6.000,00

Justificativa

3 - Em relação à DRE, analise as afirmativas a seguir:

I. Nesta, as receitas e despesas são apropriadas ao período em função de sua inocorrência, da vinculação da receita
a despesas e de seu impacto no caixa da entidade. 
II. Sua finalidade é evidenciar o ganho, tendo em vista as necessidades de informações do usuário externo, bem como
fornecer os dados essenciais à análise da formação do resultado dos exercícios. 

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f… 10/14
29/05/2019 Disciplina Portal

III. Seu caráter é econômico (relacionado à riqueza da entidade) e não financeiro (relacionado a dinheiro). 
IV. Com esta, o gestor da entidade tem uma visão estratégica, determinando o melhor caminho a ser seguido pela
organização para o aumento de sua lucratividade, o que o permite definir a redução de custos e de despesas sem
comprometer a qualidade dos produtos e serviços.

Considerando V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas, assinale a opção que apresenta a sequência
CORRETA:

V, V, V, V
V, V, F, F
F, V, V, V
F, F, V, V
F, V, V, F

Justificativa

Glossário
RECEITA

Elevação de benefícios econômicos durante o período contábil na forma de entradas ou de aumentos de ativos, ou, ainda, de
reduções de passivos que resultam em aumento do Patrimônio Líquido, com exceção daqueles relativos a contribuições de
capital feitas por proprietários.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f… 11/14
29/05/2019 Disciplina Portal

DESPESA

Em sentido restrito, utilização ou consumo de bens e serviços no processo de produção de receitas. O que caracteriza a
despesa é o fato de tratar de expirações de termos de serviços relacionados, direta ou indiretamente, com a produção ou com
a venda do produto (serviço) da entidade.

RECEITA BRUTA DE VENDAS OU RECEITA OPERACIONAL BRUTA

Receita total de vendas ou prestação de serviços no período de apuração, que pode ser identificada com base na soma do
faturamento bruto da entidade.

(-) DEVOLUÇÕES DE VENDAS

As mercadorias compradas retornam do cliente ao fornecedor por estar em desacordo com o pedido.

(-) ABATIMENTOS SOBRE VENDAS

Caso esteja insatisfeito com a mercadoria adquirida por culpa do fornecedor e não julgar necessário devolvê-la, o cliente pode
entrar em acordo com o fornecedor e exigir um abatimento, a fim de evitar a devolução.

(-) DESCONTOS INCONDICIONAIS CONCEDIDOS

Descontos dados incondicionalmente pelo fornecedor ao cliente, visto que independem das condições de pagamento.

(-) ISS / ICMS / PIS E COFINS SOBRE VENDAS

Tributos que incidem sobre as vendas.

(=) RECEITA LÍQUIDA DE VENDAS OU RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

Resultado da subtração da receita bruta de vendas pelas deduções de vendas.

(-) CUSTO DAS MERCADORIAS/PRODUTOS VENDIDOS/SERVIÇOS


PRESTADOS

Custo efetivo das mercadorias pelo método de apuração e absorção, mediante o qual os custos fixos e variáveis dos produtos
vendidos são deduzidos da receita líquida.

(=) RESULTADO OPERACIONAL BRUTO

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f… 12/14
29/05/2019 Disciplina Portal

Lucro ou prejuízo operacional bruto após a dedução de Custo das Mercadorias Vendidas ou dos Serviços Prestados da receita
operacional líquida.

(-) DESPESAS COM VENDAS

Gastos com a comercialização e distribuição das mercadorias ou dos produtos.

Exemplos:

• Comissões de vendedores;
• Propaganda e publicidade;
• Brindes;
• Embalagens;
• Despesas com provisões para créditos de liquidação duvidosa;
• Frete sobre vendas a cargo do fornecedor etc.

(-) DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS

Despesas que ocorrem no processo de administração e de funcionamento da empresa.

Exemplos:

• Salários;
• 13º salário;
• Férias;
• Encargos sociais;
• Assistência médica e social;
• Transporte;
• Honorários da diretoria;
• Aluguéis;
• Seguros;
• IPTU;
• Energia elétrica;
• Telefone;
• Água e esgoto;
• Material de expediente;
• Depreciação;
• Amortização.

(-) OUTRAS DESPESAS OPERACIONAIS

Apesar de não serem comerciais, financeiras ou administrativas, estas também são consideradas despesas operacionais.

Exemplo: Perda com Equivalência Patrimonial.

(+) OUTRAS RECEITAS OPERACIONAIS

Exemplos:

• Aluguéis ativos ou receita de aluguéis;


• Reversão de provisões;
• Receita de dividendos;
• Receita de Equivalência Patrimonial.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f… 13/14
29/05/2019 Disciplina Portal

(-) DESPESAS FINANCEIRAS

Remunerações aos capitais de terceiros que financiam as atividades da empresa.

Exemplos:

• Juros passivos ou despesas de juros;


• Descontos concedidos ou condicionais concedidos.

(+) RECEITAS FINANCEIRAS

Exemplos:

• Juros ativos – juros ganhos em aplicações financeiras, em concessão de empréstimos a terceiros, cobrados por atraso no
pagamento de duplicatas por clientes;
• Descontos condicionais obtidos;
• Variações monetárias ativas – correção pós-fixada ativa e ganhos cambiais.

(+) OUTRAS RECEITAS

Receitas do período que não estão diretamente ligadas à atividade-fim da empresa.

Exemplos:

• Ganho obtido com a venda de bens do ativo não circulante;


• Reversão da provisão para perdas prováveis da realização de investimentos;
• Receitas decorrentes de eventos que resultem no aumento da porcentagem no capital social de coligada ou controlada.

(-) OUTRAS DESPESAS

Despesas do período que não estão diretamente ligadas à atividade-fim da empresa.

Exemplos:

• Valor contábil do bem do ativo não circulante (custo do bem) por ocasião de sua alienação;
• Despesas decorrentes da constituição de provisão para perdas prováveis da realização de investimentos;
• Despesas decorrentes de eventos que resultem na redução de porcentagem no capital social de coligada ou controlada.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2510949&courseId=13139&classId=1134924&topicId=2653490&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f… 14/14