Вы находитесь на странице: 1из 4

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA


IF-SUL – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA
PLANO DE ENSINO Semestre: 2011/1
Disciplina: PROJETO INTEGRADOR I Código:
Pré-Requisito(s): Metodologia Científica e 45 créditos aprovados
Professor: Renato Neves Allemand
Número de Créditos: 05 Número Total de Horas: 15 Documento:

Ementa
Desenvolvimento e apresentação de projeto integrando disciplinas e seus conteúdos.
Carga Horária: Ativ. Teórica (20 h-a); Ativ. Prática (80 h-a); Créditos: 05
(a disciplina prevê carga horária de trabalhos extra-classe de 4 h-a semanais)

Objetivos
De acordo com o PPC – Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica existe forte necessidade de
um processo de integração teoria-prática, de interdisciplinaridade, de pesquisa como elemento educativo, bem
como de problematização e contextualização, de integração ao mercado de trabalho, de capacidade de trabalho em
equipe, autônoma e empreendedora. Também, como paradigma estrutural do Curso, consta atividade
integradora de conteúdos e matérias, que norteiam a formação do aluno.
Neste sentido, o aluno deverá ser capaz de desenvolver de forma individual um projeto de pesquisa
tecnológica em alguma das áreas de conhecimento que fazem parte do Curso de Engenharia Elétrica.
Na abordagem dos conteúdos esta disciplina prevê a compreensão pelos alunos dos conceitos básicos sobre
elaboração e gestão de projetos, como também conceitos sobre inovação e propriedade industrial.
Será opcional, por parte do aluno, a construção e apresentação de protótipo conceitual durante o semestre
corrente.
No aspecto de integração de conteúdos com outras disciplinas do Curso de Engenharia Elétrica, no mínimo
duas outras disciplinas devem ter seus conteúdos presentes e estruturantes na elaboração do projeto.
A disciplina Projeto Integrador I prevê uma carga horária (mínima) de trabalhos extraclasse de 4 h-a
semanais a serem desenvolvidas pelos alunos, além da carga horária de 1 h-a a ser ministrada pelo professor em
momentos presenciais.

Conteúdo Programático

Unidade 1. Aula inaugural da disciplina. (1 h-a)


1.1. Perfil e objetivos das três disciplinas (Projeto Integrador I, II e III).
1.2. Explicação e entrega do Plano de Ensino.
1.3. Explicação e entrega de documentos (arquivos).
Unidade 2. Roteiro de elaboração de projeto. (1 h-a)
2.1. Apresentação do roteiro de elaboração de projeto.
2.2. Cronograma de atividades da disciplina.
2.3. Escolha do tema para a elaboração do projeto.
2.4. Revisão teórica – estado da arte.
Unidade 3. Conceitos sobre inovação e exemplos. (3 h-a)
3.1. Inovação.
3.2. Empresa inovadora.
3.3. Inovação de produto.
3.4. Inovação de processo.
3.5. Inovação de marketing.
3.6. Inovação organizacional.
3.7. Grau de novidade das inovações.
3.8. Inovação incremental e inovação radical.
3.9. Mecanismos para a inovação nas empresas brasileiras (fontes de apoio financeiro, tecnológico e
gerencial).
Unidade 4. Conceitos sobre elaboração e gestão de projetos. (4 h-a)
4.1. Importância, definição e exemplos de projetos.
4.2. Projetos com sucesso e com fracasso.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA
IF-SUL – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA
4.3. Ciclo de vida do projeto.
4.4. Perfil do gerente de projetos.
Unidade 5. Desenvolvimento do projeto. (5 h-a)
5.1. Acompanhamento aos alunos com explicação das etapas do projeto (roteiro).
5.2. Seminários de apresentação pelos alunos da revisão teórica - estado da arte.
Unidade 6. Desenvolvimento do artigo científico. (1 h-a)
6.1. Acompanhamento aos alunos com explicação do artigo científico.
Unidade 7. Conceitos sobre propriedade industrial. (3 h-a)
7.1. Legislação sobre propriedade industrial.
7.2. Patente de invenção.
7.3. Patente de modelo de utilidade.
7.4. Programa de computador.
7.5. Orientações práticas.
Unidade 8. Cases e tendências em elaboração de projetos. (2 h-a)
8.1. Apresentação de cases e tendências em elaboração de projetos.

Metodologia
Serão ministradas aulas expositivas e dialogadas, com a eventual participação de palestrantes convidados.
Serão utilizados recursos convencionais (quadro branco) e computacionais (multimídia).

Avaliação
Ao final da primeira etapa (50% da carga horária do semestre), cada aluno deverá entregar por escrito a
revisão teórica – estado da arte, do projeto que estiver sendo elaborado pelo mesmo. A avaliação com fins
orientativos será feita baseada no critério de integridade e profundidade dos dados e informações apresentados,
visando a que os alunos dêem prosseguimento na confecção do roteiro de elaboração do projeto e do artigo
científico. Será aceito como mínimo um documento com quatro páginas A4, com informações baseadas em
literatura, revistas, sites da internet, artigos, etc., sobre o assunto estudado.
A avaliação principal ao final do semestre será realizada tomando como base a elaboração escrita do
projeto de pesquisa tecnológica, pela apresentação baseada no roteiro de elaboração de projeto apresentado no
início do semestre, bem como pela elaboração escrita do artigo científico. Ambos documentos, roteiro de
elaboração de projeto e o artigo científico, serão em forma individual.
Será considerado aprovado, o aluno que alcançar nota mínima 6,0 (seis vírgula zero).
A seguinte ponderação será utilizada:
- Artigo científico (modelo IEEE): peso 3,0 (três vírgula zero);
- Projeto de pesquisa (roteiro de elaboração de projeto): peso 7,0 (sete vírgula zero);

Bibliografia
Básica:

GIDO, Jack & CLEMENTS, James. GESTÃO DE PROJETOS. São Paulo: Thomson Learning, 2007.
OCDE/FINEP. MANUAL DE OSLO: DIRETRIZES PARA COLETA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS
SOBRE INOVAÇÃO. 3 ed. FINEP – Financiadora de Estudos e Projetos / OCDE – Organização para
Cooperação e Desenvolvimento Econômico. 1997.
< http://www.finep.gov.br/imprensa/sala_imprensa/manual_de_oslo.pdf>. Acesso em 20/05/2011.
VIEIRA, Marcos Antonio. PROPRIEDADE INDUSTRIAL – PATENTES. Ed. Conceito, 2008.

Complementar:

ALLEMAND, Renato Neves. APOSTILA SOBRE ELABORAÇÃO E GESTÃO DE PROJETOS. 2011.


KEELING, Ralph. GESTÃO DE PROJETOS – UMA ABORDAGEM GLOBAL. São Paulo: Saraiva, 2009.
MATTOS, João Roberto Loureiro de. GESTÃO TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - UMA ABRODAGEM
PRÁTICA. Saraiva, 2005.
MENEZES, Luis César de Moura. GESTÃO DE PROJETOS. São Paulo: Atlas, 2009.
VARGAS, Ricardo Viana. GERENCIAMENTO DE PROJETOS – Estabelecendo diferenciais competitivos.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA
IF-SUL – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA
Brasport, 7ª Ed. 2009.
XAVIER, Carlos M. G. da Silva. GERENCIAMENTO DE PROJETOS: COMO DEFINIR E CONTROLAR O
ESCOPO DO PROJETO. São Paulo: Saraiva, 2008.

Observações (continua na próxima página)

1) Quanto à possível prototipagem do projeto, os alunos devem atentar ao seguinte:


- o professor da disciplina deverá ser avisado pelo(s) aluno(s) por escrito e assinado pelos mesmos, antes de
iniciar quaisquer atividades, nos recintos do IFSul, ou mesmo fora dele;
- no aviso por escrito, deverá constar além do nome e aceite do(s) professor(es) orientador(es), o
cronograma de atividades a ser desenvolvido, locais e horários, bem como, se for o caso, os procedimentos
relacionados a prevenção de acidentes com choques elétricos, baseado nas normas aplicáveis;
- custos envolvidos na prototipagem, como materiais, insumos, matéria prima e mão-de-obra, não serão
reembolsados nem antecipados pelo IFSul, a não ser por tratativas por escrito com a instituição, que garanta
estes custeios;
- as possíveis obtenções de conhecimento que gerem direitos à propriedade industrial, como depósito de
pedido de patente de invenção, patente de modelo de utilidade e código de computador, deverão atender a
legislação e regulamentação específica que envolve professores e estudantes do IFSul, a unidade (Curso de
Engenharia Elétrica) e a própria instituição de ensino (IFSul).
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA
IF-SUL – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA
2) Levando-se em conta que as disciplinas Projeto Integrador I, II e III são interligadas entre si,
pelos objetivos a que se propõem, abaixo será informada uma tabela (usada nos planos de ensino das outras
duas disciplinas), para melhor entendimento da seqüência dos conteúdos a serem abordados e as
habilidades/competências a serem adquiridas pelos alunos.

Proj. Integrador I Proj. Integrador II Proj. Integrador III


CONTEÚDOS (4º semestre) (6º semestre) (8º semestre)

Conceitos sobre elaboração e gestão de projetos

 Importância, conceito, gestão e


4 h-a
metodologias de projetos
 Padrões de gerenciamento de projetos
1 h-a
(NBR 10006 e PRINCE2)
 Padrões de gerenciamento de projeto
6 h-a
(PMI/PMBOK)
 Software MS-Project/OpenProj para
7 h-a
elaboração de projetos
Conceitos sobre inovação 3 h-a

Conceitos sobre propriedade industrial 3 h-a

Conceitos sobre trabalho em equipe e liderança 3 h-a

Conceitos sobre conflitos e negociação 3 h-a

Proj. Integrador I Proj. Integrador II Proj. Integrador III


HABILIDADES/COMPETÊNCIAS (4º semestre) (6º semestre) (8º semestre)
(roteiro básico modelo
da disciplina/ (roteiro avançado
Elaboração de projetos (através de roteiro de FAPERGS/FINEP, (roteiro intermediário modelo PMBOK e MS-
projeto da disciplina, PMBOK e MS ênfase busca de verba modelo PMBOK) PROJECT ou
Project/OpenProj, etc.) e revisão (9 h-a) OPENPROJ)
teórica/estado da arte) (9 h-a)
(9 h-a)
(básico, escrito em (intermediário, escrito (avançado, escrito em
Elaboração de artigos científicos (respectivos aos
português) em português) português ou inglês)
projetos)
(1 h-a) (1 h-a) (1 h-a)
(desejável protótipo (desejável protótipo da (desejável protótipo da
Prototipagem (durante o semestre corrente)
conceitual) fase alpha) fase betha)
Depósito de pedido de patente (P.I. e/ou M.U.) e
(desejável) (desejável) (desejável)
programa de computador
Carga horária por semestre
20 h-a 20 h-a 20 h-a
(horas aulas presenciais)