You are on page 1of 1

Formação do plural

I. Regra geral: o plural dos nomes terminados em vogal ou ditongo forma-se acrescentando-se –s ao singular.
mesa → mesas, casa → casas, estudante → estudantes, pé → pés, nó → nós
Nota: quando os nomes acabam em –m, o plural é –ns: jardim → jardins, homem → homens
II. Casos especiais: nomes terminados em –ão
a) Plural em –ões (a maioria): limão → limões, revolução → revoluções, leão → leões, canção → canções
b) Plural em –ães (alguns): alemão → alemães, cão → cães, pão → pães, capitão → capitães
c) Plural em –ãos (alguns): mão → mãos, cidadão → cidadãos, irmão → irmãos, órfão → órfãos, órgão →
órgãos
III. Nomes terminados em –n, –r, –s, –z formam o plural acrescentando –es.
dólmen → dólmenes, professor → professores, ananás → ananases, português → portugueses, nariz →
narizes
Nota: lápis → lápis
IV. Nomes terminados em –l:
a) –al, –el, –ol, –ul: plural mudando o –l em –is: animal → animais, papel →papéis, nível → níveis, lençol →
lençóis, azul → azuis
Exceção: cônsul → cônsules, mal → males
b) –il:
(1) Se o acento é na última sílaba, mudam o –l em –s: funil → funis, carril → carris, gentil → gentis
(2) Se o acento é na penúltima sílaba, mudam o –il em –eis: réptil → répteis, fóssil → fósseis

Formação do feminino

I. Masculino em –o, feminino em –a: o primo → a prima, o secretário → a secretária, branco → branca
II. Masculino e feminino em –e: o/a estudante, o/a presidente, verde, inteligente
III. Masculino e feminino em –a: o/a artista, o/a jornalista, o/a taxista
IV. Masculino em –ês, feminino em –esa: (o) português → (a) portuguesa, (o) francês → (a) francesa
V. Masculino em –or, feminino em –ora: o professor → a professora, o cantor → a cantora
Exceção: São invariáveis: inferior, superior, posterior, maior, melhor, pior, menor.
VI. Masculino em –ão, feminino em –ã: o irmão → a irmã, o cidadão → a cidadã
VII. Masculino em –ão, feminino em –ona: o rapagão → a raparigona, o grandalhão → a grandalhona
VIII. Masculino em –ão, feminino em –oa: o leão → a leoa, o patrão → a patroa

Nomes, casos particulares


a) Femininos com terminações diferentes: o avô → a avó, o cão → a cadela, o galo → a galinha,
o rei → a rainha, o herói → a heroína, o rapaz → a rapariga, o ator → a atriz, o imperador → a imperatriz
b) Femininos com raízes diferentes do masculino: o homem → a mulher, o pai → a mãe, o padrinho →
a madrinha, o genro → a nora, o bói → a vaca, o cavalo → a égua, o carneiro → a ovelha, o bode → a cabra
c) Femininos em –essa, –esa, –isa: o conde → a condessa, o barão → a baronesa, o poeta → a poetisa

Adjetivos, casos particulares


I. São invariáveis os adjetivos que terminam em –l, –ar, –z, –es, –em, –im, –um.
a) (im)possível, (des)agradável, azul, especial, difícil, fácil (exceção: espanhol → espanhola)
b) familiar, militar, espetacular
c) feliz, eficaz, feroz, capaz
d) simples, reles
e) selvagem
f) ruim
g) comum
II. O masculino é diferente do feminino: –eu
europeu → europeia, hebreu → hebreia, ateu → ateia (exceção: judeu → judia)

Related Interests