Вы находитесь на странице: 1из 9

Autárquicas 2018

1º Plano

Editorial

Sábados

Arquivo

Registar

Login

Aviso

|

1º Plano Editorial Sábados Arquivo Registar Login Aviso | Director: Júlio Manjate | | Director(a) Adjunto(a):

Director: Júlio Manjate

|| Director(a) Adjunto(a):

Please select responsive menu in administrator!

EntradaEntrada NacionalNacional CENTRALCENTRAL ELÉCTRICAELÉCTRICA FLUTUANTEFLUTUANTE EMEM NACALA-PORTO:NACALA-PORTO: RegiãoRegião nortenorte comcom energiaenergia dede qualidadequalidade

CENTRAL ELÉCTRICA FLUTUANTE EM NACALA-PORTO:

Região norte com energia de qualidade

/ Imprimir

à Email

Categoria: Nacional

s

Publicado em 20 março 2016

n

Visualizações: 2727

Gosto 0
Gosto 0

Tweet

ShareShare
ShareShare

A

REGIÃO norte

beneficia agora de

qualidade

e

segurança

energéticas,

na

sequência

da

inauguração,

sábado último, de

uma

central

eléctrica flutuante

na

cidade

de

Nacala Porto,

na

província

de

Nampula. A infra-

estrutura, que não

servir

Moçambique como também a Zâmbia, foi inaugurada pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, com o seu homólogo zambiano, Edgar

Lungu.

vai

Trata-se da primeira central transfronteiriço em África, da necessidade de prover mais este recurso energético em qualidade e quantidade aos dois povos.

O Presidente da República, Filipe Nyusi, intervindo na cerimónia, considerou a entrada em funcionamento da central

flutuante de Nacala-Porto como um exemplo de cooperação em benefício dos cidadãos e das economias de Moçambique e da Zâmbia.

O Chefe do Estado definiu a energia como sendo um dos sectores prioritários definidos pelo seu Executivo e assumido

como estratégico para o desenvolvimento do país.

O mais alto magistrado da nação disse ainda que para além de energia eléctrica que a partir de agora sai de Nacala-

Porto para a Zambia, o corredor do norte possui, hoje, a melhor e a mais nova infra-estrutura ferroviária capaz de servir com competência necessária a economia deste país vizinho, a partir da região de Chipata.

“Há um mês, precisamente a 19 de Fevereiro, por ocasião da inauguração da central eléctrica a gás de Ressano Garcia, na província de Maputo, afirmámos que a região norte do país teria melhor qualidade e maior segurança energética. Voltamos a afirmar com actos aqui em Nacala que o nosso Programa Quinquenal está comprometido com a geração, transporte e distribuição de energia eléctrica, e este acto é demonstrativo de um dos projectos concebidos para esta região”, anotou Filipe Nyusi.

Para além da inauguração da central eléctrica com capacidade de produzir 115 mega watts, o Presidente da República sublinhou na sua intervenção que durante a visita de Edgar Lungu ao nosso país foram assinados memorandos de entendimento a nível governamental e empresarial, instrumentos que visam desenvolver conjuntamente um projecto de geração de energia eléctrica em Tete, com recurso a carvão térmico, bem como a construção de uma linha de transmissão que vai interligar os dois territórios.

“Este passo representa uma viragem no paradigma da integração económica regional em que duas nações irmãs apostam na implantação de empreendimentos como este, que tem o condão de fortalecer a competitividade das economias, acelerar o desenvolvimento económico dos nossos países e que permite fornecer um serviço essencial à população”, sustentou Nyusi.

Por seu turno, Edgar Lungu, Presidente da Zâmbia, considerou estratégica a entrada em funcionamento desta central eléctrica flutuante, que vai minimizar o défice deste recurso no seu país e com menos custos, apontando o Porto de Nacala como sendo um destino futuro de entrada e saída de produtos e bens para este país do hinterland, com apenas 800 quilómetros de distância.

“É nosso desejo começar a explorar as potencialidades que o Porto de Nacala oferece por sentirmos um ponto estratégico e que dista pouco quilómetros da nossa capital. Aliás, quero exprimir a minha gratidão em nome do povo da

Zâmbia a pronta e oportuna resposta que o Governo moçambicano teve para facilitar este projecto energético para o nosso país”, disse Edgar Lungu.

Referiu que a adopção desta infra-estrutura energética se deve essencialmente à fraca situação hidrológica que o seu país enfrenta nos últimos dois anos, cuja produção de energia está a ser negativamente influenciada, através das bacias hídricas.

Importa referir que a barcaça que alberga a central eléctrica se encontra atracada em Nacala, desde o passado dia 18 de Fevereiro, altura em que se procedeu à montagem dos cabos 110 kv, após à erecção de duas torres especiais de recepção de 65 e 85 metros de altura, esta última a mais alta da África subsahariana.

Luís Norberto

Save

0 Comments

Share Share
Share Share

Tweet

Like 0 Share
Like 0
Share

Sort by

Oldest

e 0 Comments Share Share Tweet Like 0 Share Sort by Oldest Add a comment Facebook

Add a comment

Facebook Comments Plugin

Facebook Social Comments

Pesquisa

Pesquisar

‹ Câmbio Banca   Moeda USD ZAR Compra 59,96 4,17 Venda 61,15 4,25  

Câmbio

Banca

 

Moeda

USD

ZAR

Compra

59,96

4,17

Venda

61,15

4,25

 
 
 

19.10.2018 Banco de Moçambique

+ Recentes + Lidas CLICLADAS: Depois A MUITOS interessa apenas a festa: os comes e
+ Recentes
+ Lidas
CLICLADAS: Depois
A MUITOS interessa apenas a festa: os comes e bebes, a dança, momentos
que
s sábado, 05 janeiro 2019
TEMA DE FUNDO: SOMOS, enquanto indivíduos, resultado de vários acontecimentos, que s sábado, 05 janeiro
TEMA DE FUNDO:
SOMOS, enquanto indivíduos, resultado de vários acontecimentos, que
s sábado, 05 janeiro 2019
CLICKADAS
s sábado, 05 janeiro 2019
05 janeiro 2019 CLICKADAS s sábado, 05 janeiro 2019 Facebook Jornal Notícias Like Page 24K likes
05 janeiro 2019 CLICKADAS s sábado, 05 janeiro 2019 Facebook Jornal Notícias Like Page 24K likes

Facebook

janeiro 2019 CLICKADAS s sábado, 05 janeiro 2019 Facebook Jornal Notícias Like Page 24K likes Be

Jornal Notícias

Like Page

24K likes

Be the first of your friends to like this

O mundo Breves CLICLADAS: Depois A MUITOS interessa apenas a festa: os comes e bebes,
O mundo
Breves
CLICLADAS: Depois
A MUITOS interessa apenas a festa: os comes e bebes, a dança, momentos
que
s sábado, 05 janeiro 2019 ‹ › TEMA DE FUNDO: SOMOS, enquanto indivíduos, resultado de
s sábado, 05 janeiro 2019
TEMA DE FUNDO:
SOMOS, enquanto indivíduos, resultado de vários acontecimentos, que
s sábado, 05 janeiro 2019
CLICKADAS
s sábado, 05 janeiro 2019
que s sábado, 05 janeiro 2019 CLICKADAS s sábado, 05 janeiro 2019 Temos 273 3 visitantes

Canais

Ú Autárquicas 2018

Ú 1º Plano

Ú Editorial

Ú Sábados

Ú Arquivo

Ú Registar

Ú Login

Ú Aviso

Menu principal

Ú J ornal Digital

• Como cadastrar-se para o J ornal Digital?

Ú

• Como aceder ao J ornal Digital no seu computador?

Ú

• Como efectuar compra na ATM?

Ú

• Como efectuar pagamento no MOBILE.24?

Ú

• Como efectuar compra na Loja?

Ú

• Como activar ou renovar subscrição no computador?

Ú

• Como activar ou renovar subscrição no Android ou iOS?

Ú

• Como efectuar pagamento via depó sito ou transferê ncia bancária?

Ú

Ú Opinião

Ú Recreio

Ú Mulh er

Ú Tecnologias

Ú Internacional

Ú Desporto

Ú Internacional

Ú Nacional

Ú Nacional

Ú Capital

Ú Maputo

Ú Beira

Ú Nampula

Ú Politica

Ú Economia

Ú H ome

Sábados

A MUITOS interessa apenas a festa: os comes e bebes, a dança,Ú Nampula Ú Politica Ú Economia Ú H ome Sábados TEMA DE SOMOS, enquanto indivíduos, resultado

TEMA DE SOMOS, enquanto indivíduos, resultado de vários SOMOS, enquanto indivíduos, resultado de vários

CLICKADAS

SOMOS, enquanto indivíduos, resultado de vários CLICKADAS Conselh o de administração Presidente: Bento Baloi

Conselh o de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogé rio Sitó e

Administrator: Cezerilo Matuce

Conselh o de administração Presidente: Bento Baloi Administrator: Rogé rio Sitó e Administrator: Cezerilo Matuce
Siga-nos
Siga-nos

Copy righ

t

SN 2018. Todos Direitos Reservado

©

Implementado pela Sociedade do Noticias