Вы находитесь на странице: 1из 2

See discussions, stats, and author profiles for this publication at: https://www.researchgate.

net/publication/334614964

OS EFEITOS DO TREINAMENTO DE ESTABILIZAÇÃO CENTRAL EM ATLETAS


DE GINÁSTICA RÍTMICA

Conference Paper · July 2019

CITATIONS

3 authors, including:

Mariana Oliveira Souza Joao Victor Da Costa Alecrim


Dublin Business School 13 PUBLICATIONS   0 CITATIONS   
4 PUBLICATIONS   0 CITATIONS   
SEE PROFILE
SEE PROFILE

Some of the authors of this publication are also working on these related projects:

Efeitos de um programa de Taekwondo adaptado na flexibilidade de idosas View project

All content following this page was uploaded by Joao Victor Da Costa Alecrim on 22 July 2019.

The user has requested enhancement of the downloaded file.


OS EFEITOS DO TREINAMENTO DE ESTABILIZAÇÃO CENTRAL EM ATLETAS
DE GINÁSTICA RÍTMICA
³
Mariana Oliveira Souza1, João Victor da Costa Alecrim ², Gilberto Pivetta Pires

Resumo: A Ginástica Rítmica (GR) é uma modalidade esportiva olímpica que


desenvolve diversas capacidades físicas e necessita de um bom planejamento para
obter resultados positivos em competições. O objetivo desse estudo foi avaliar os
efeitos de 8 semanas de treinamento de estabilização central, também conhecido
como Core, em 12 atletas praticantes de GR, de 7 a 18 anos, do Clube de Ginástica
Sergym. As atletas foram divididas em dois grupos: o Grupo Experimental (GE) que
executou exercícios para ativação da musculatura do Core; e o Grupo de
Fortalecimento Abdominal (GF) que executou exercícios comuns para a melhoria da
força nessa região. Foram realizados testes de Abaixamento dos Membros Inferiores
e o Stork Stand, para avaliar a força da musculatura do Core e o equilíbrio estático e
propriocepção, respectivamente. Os dados foram analisados através do teste de
variância Anova considerando significância de 5% (p≤ 0,05). Os resultados das
avaliações realizadas após 8 semanas mostraram uma melhora estatisticamente
significativa na força da musculatura do Core de 90,48% para o GE e um declínio de
10,83% para o GF. Houve também aumento para os dados do teste de equilíbrio
estático e propriocepção para o GE de 29,03% e piora de 16,90% para o GF, no
entanto em ambos os grupos, neste teste, não houve diferenças estatísticas entre a
avaliação inicial e a final. Apesar dos dados encontrados mostrarem aumento
percentual, não apontam o treinamento de estabilização central como mais eficaz
que o treinamento comum de fortalecimento abdominal na melhoria do equilíbrio
estático e propriocepção de praticantes de GR. Outras pesquisas com protocolos
treino diferentes podem ser realizadas para obter uma visão mais clara acerca dos
efeitos desses tipos de treinamento para ginastas.

Palavras-chave: Ginástica, Força Muscular, Core, Equilíbrio.


Apoio financeiro: PIBICT/IFRR.

1
Bolsita do PIBICT - IFRR/Campus Boa Vista. E-mail: mari.o.souza@hotmail.com
²
Discente do IFRR/Campus Boa Vista.
³
Professor do IFRR/Campus Boa Vista.

View publication stats