Вы находитесь на странице: 1из 20

PUB

Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • •1

PUB
1021
01 agosto 2019
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Guarda perde Troço Guarda-Covilhã


da Linha da Beira Baixa
filósofo autodidata concluído no primeiro
semestre de 2020

Hotel Turismo vai reabrir


com a MRG ou «com
outras empresas»
Secretária de Estado do Turismo diz não ter «dúvidas nenhumas» que a reabilitação do edifício em-
blemático da Guarda será feita e que o hotel vai abrir dentro do prazo. Ana Mendes Godinho confirma
também que a MRG está interessada em «várias hipóteses de parceria para concretizar uma das partes
da unidade», mas lembra que cabe ao Estado «autorizar ou não sub-rogações de partes do projeto» Pág.5

Autor multifacetado e historiador natural de Quadrazais Legislativas


(Sabugal), Jesué Pinharanda Gomes faleceu no sábado, em
Lisboa, aos 80 anos. O Presidente da República considerou- Ana Mendes Godinho diz Carlos Peixoto e Carlos
o «um dos nomes mais destacados no estudo e divulgação que PS não tem «problema Condesso nos lugares
do pensamento português» Pág.4 nenhum» na Guarda ___________ 5 elegíveis do PSD ________________ 20
PUB

Covilhã Almeida
Carlos Pinto denuncia Quartel das Esquadras
venda de lotes junto no Programa Revive
ao “Data Center” Monumento nacional situado no centro
Vítor Pereira garante que a expansão do de Almeida vai ser concessionado por
centro de dados da Altice está assegura- todo o país para fins turísticos no âmbito
da ________________________________ 8 da segunda fase desta iniciativa ____ 11
PUB

Novas Instalações
Rua Marquês de Pombal, nº 45 Rch Também nas

GUARDA Passamos atestados para carta de condução


Tel. 969 431 832 • Tel. 271 227 360
(ao lado da Papelaria Véritas)
Galerias do Intermarché (Guarda)
www.ergovisaoguarda.com Tel. 924 290 689 • Tel. 271 225 114
2• • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara

«A poluição
Bruno Almeida
UBI Presidente da direção do Núcleo Regio-
nal da Guarda da Quercus
A campanha da Universidade da Beira
Interior (UBI) “Não Desistas - Aposta em

nos rios Diz e


Idade: 32 anos
ti” vai continuar a apoiar estudantes que,
após concluírem o secundário com médias Naturalidade: Guarda
elevadas, não tenham meios financeiros para
Profissão: Técnico de calibrações e
ingressar no ensino superior.
ensaios

Noéme é um
A instituição de ensino continua a
apostar em mais apoios para estudantes Currículo: Licenciado em Engenharia do
com dificuldades financeiras, em especial Ambiente e mestre em Sistemas Energé-
direcionadas ao novo curso em Matemática ticos Sustentáveis pela Universidade de

problema que
e Aplicações e a pouco solicitada licenciatura Aveiro em 2012, técnico de calibrações
em Engenharia Civil. e ensaios desde 2016

Livro preferido: “Walden ou a vida nos


bosques”

se se arrasta»
Joaquim Brigas Filme preferido: “The letter writer”
O presidente do Instituto Politécnico da
Hobbies: Natação, meditação, leitura
Guarda (IPG), Joaquim Brigas quer o Centro
Nacional da Educação Rodoviária sediado
nesta instituição de ensino. O desafio foi P – Como está a Quercus na Guarda? prolongando a sua vida útil, do que uma
lançado ao ministro da Administração R – Não muito diferente de há 10 anos, mera substituição replicando o modelo
Interna, Eduardo Cabrita, no passado dia quando comecei a colaborar com a Quer- descartável de consumo que conduziu à
24 de julho durante a sessão de assinatura cus. Temos mais de 250 sócios inscritos urgência da situação atual».
do protocolo que define a realização de um desde que existe na Guarda, no entanto são
estudo, com vista à identificação das boas poucos os que participam e acompanham P – Quais são neste momento as
práticas europeias em matéria de segurança a atividade do Núcleo – como pode sobre- maiores preocupações ambientais na
rodoviária. O dirigente chamou à atenção viver uma associação de base voluntária região?
para a qualidade das instalações do politéc- se não tiver os seus associados a colabora- R - Para além das preocupações refe-
nico e para a investigação aplicada já feita rem/ participarem/ darem eles próprios ridas atrás é nosso objetivo acompanhar o
nas áreas deste estudo. ideias. Fica o desafio – se és sócio entra em uso generalizado de herbicidas em espaços
contacto com o Núcleo e procura colaborar, públicos. A Lei 26/2013 refere que o uso
se não és sócio mas tens interesse pela dos pesticidas seja feito em último recurso
proteção do ambiente entra também em quando os meios mecânicos ou biológi-
contacto com o Núcleo. cos não são viáveis e a legislação atual
(Decreto-Lei 35/2017) impõe restrições
P – Até que ponto os problemas de forma mais explícita, proibindo a aplica-
com a direção nacional, nomeadamen- ção de qualquer pesticida nalgumas áreas
Governo PS te a não transferência das quotas dos
associados e de outras verbas, afeta o
urbanas, como jardins e parques urbanos,
escolas e hospitais. No entanto, a recente di-
À moda antiga e em força, tem sido funcionamento do Núcleo Regional da vulgação (fevereiro de 2019) de análises ao
assim o corrupio de governantes a vir à Guarda? O que ficou por fazer nestes úl- glifosato presente na urina de voluntários
região nos últimos tempos para anunciar timos anos devido a essas dificuldades? portugueses revelaram uma preocupante
projetos, intenções de investimento, apa- R – As dificuldades sentidas com a contaminação crónica. Desde 2016, em
drinhar protocolos e equipamentos, lançar Direção Nacional da Quercus nos últimos que a Plataforma Transgénicos Fora, da
concursos e adjudicar obras. O PS faz tudo três ou quatro anos não se limitam apenas qual a Quercus faz parte, mostrou pela
para marcar o terreno e não se coíbe de às questões financeiras. A eliminação por com potenciais impactes para Portugal primeira vez que a situação portuguesa
usar a “máquina” do Estado enquanto o parte da Direção Nacional dos processos dados os ventos dominantes de leste e as era inesperadamente preocupante, ainda
puder fazer. Pelas nossas contas, só falta de discussão interna democrática entre águas utilizadas correrem para a bacia hi- não foram tomadas quaisquer medidas que
a ministra Marta Temido vir anunciar o dirigentes nacionais e regionais, impedindo drográfica do Douro. Assim como a “bomba permitam desvendar o que se passa de fac-
protocolo para a construção do Pavilhão 5 a circulação de informação, a transparência relógio” que representa a central nuclear to no país e iniciar um caminho de redução
do Hospital Sousa Martins. da gestão interna, as dificuldades de comu- de Almaraz, cuja licença de exploração é do uso dos herbicidas à base de glifosato. É
nicação entre os outros núcleos regionais junho de 2020. também necessário aumentar as taxas de
e os órgãos sociais, a ausência de resposta reciclagem. Muitos cidadãos não separam
às solicitações dos serviços centrais da P – Está preocupado com os projetos os resíduos porque não sentem que são
Câmara da Covilhã associação, têm contribuído, infelizmente, de prospeção de lítio na região? beneficiados, além de que pagam taxas de
resíduos na fatura da água independente-
para o afastamento de muitos dirigentes R – Muito se tem falado e escrito, nas
A venda de lotes para construção de mente de os separarem ou não. O sistema
históricos da Associação que consigo levam últimas semanas e meses, sobre a explo-
moradias junto ao “Data Center” da Covi- designado de PAYT (Pay-as-You-Throw),
todo o conhecimento técnico de ambiente ração de lítio – e de outros minérios – em
lhã, aprovada na reunião de Câmara de 27 existente em diversas cidades europeias,
em Portugal ao longo de mais de 30 anos. Portugal. Desde janeiro de 2016 a junho de
de junho, está a gerar polémica na cidade permitiria substituir a taxa de resíduos em
2019 houve um total de 93 requerimentos
neve. Esta decisão foi contestada por Car- função do consumo de água. Na semana
P - E quais são as suas prioridades de prospeção e pesquisa de minérios, cerca
los Pinto, que, não estando presente no em que a humanidade consumiu todos os
neste mandato? de 19,3% da área territorial de Portugal
momento de discussão da decisão, alega recursos que a natureza pode dar durante
R - A direção atual do Núcleo da Guarda (17.797,92 km2), sendo que só no primeiro
agora que a operação lesa os interesses um ano gostaríamos de incentivar os 14
irá continuar a acompanhar e a pressionar semestre de 2019 foi requerida uma área
do concelho relativamente a uma área municípios do distrito da Guarda a darem
pelo fim das descargas poluentes nos rios global de 8.848,40 km2, cerca de 49,7%
destinada à criação de emprego. Os comu- o exemplo tornando-se ainda mais sus-
Diz e Noéme – um problema que teima em da área total dos últimos 3 anos e meio.
nicados enviados - pela autarquia e pelo tentáveis com a manutenção e criação de
arrastar-se. Os trilhos pelo Noéme estão a Os municípios a nível nacional com mais
vereador - às redações mostram não só as mais espaços verdes, de corredores verdes,
ser feitos e praticamente concluídos, mas requerimentos de prospeção de lítio são:
justificações dos motivos da discórdia nes- a redução de consumos energéticos e a
as descargas poluentes na Gata continuam Guarda e Figueira de Castelo Rodrigo.
te assunto como uma troca de acusações implementação de unidades de autocon-
a ser visíveis e da própria ETAR de São Estamos conscientes da importância do
entre o líder da maioria socialista, Vítor sumo, o incentivo ao uso da bicicleta e dos
Miguel há muitas dúvidas que a água saia lítio para a mobilidade elétrica, mas como
Pereira, e Carlos Pinto que supera o tema transportes públicos, o abandono do uso
totalmente tratada. Vamos igualmente referiu o consórcio iNature, «a mudança
em debate e alcança os ataques pessoais. de pesticidas. O Núcleo Regional da Guarda
continuar a acompanhar o projeto de ex- que o planeta necessita reside muito
ploração de urânio a céu aberto previsto mais num modelo circular de reaprovei- da Quercus estará sempre disponível para
em Retortillo (Salamanca), a cerca de 40 tamento e reutilização das baterias e dos acompanhar e colaborar com os municípios
quilómetros da fronteira portuguesa, e componentes dos diversos equipamentos, e demais entidades.
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

A passadeira
estendida ao PS
António Costa não o diz; o PS desvaloriza essa
possibilidade; todos sabemos que os socialistas
querem a maioria na próximas legislativas. Para isso,
sabem que o Verão tem de lhes correr bem. E correr
bem é não haver imprevistos, nem incêndios. Nem
haver polémicas que lhes façam perder votos.
O anúncio da greve dos transportadores de com-
bustíveis, que pode parar o país, já foi passado para o
foro das relações entre sindicato e patrões (e o Gover-
no do país não tem nada a ver com o diferendo e menos
ainda com as consequências que pode causar…); a
aprovação do estudo de impacto ambiental do novo
aeroporto no Montijo não teve contestação, apesar dos
três milhões de aves que vão estar no caminho dos
aviões; os serviços públicos paupérrimos e o envelhe-
cimento dos trabalhadores não é tema de conversa; os
professores foram silenciados; os enfermeiros calam
perante as despesas da Ordem; os médicos foram de
férias e esqueceram os problemas do SNS; os negócios
entre famílias socialistas e os “jobs for the boys” já
não incomodam ninguém - e a lei até vai mudar para
poder haver negócios entre Estado e familiares de
membros do Governo (uma normalização que temos
de agradecer aos atuais deputados. Vai ser um fartar
vilanagem!), enquanto um secretário de Estado não
se demite, mesmo que a lei, ainda em vigor, assim
o determine; o Verão com temperaturas extremas
na Europa, está anormalmente fresco em Portugal e
o risco de incêndio é menor que o habitual… Mas é
precisamente aqui que tudo pode emperrar a máquina
socialista e a ambição da maioria de Costa.

opinião
Parvoíces estivais e Depois da tragédia de 2017, com a morte de mais de
100 pessoas e a destruição de aldeias da região Centro,

misérias de sempre
o Estado tinha a responsabilidade de promover e imple-
António Ferreira mentar medidas extraordinárias para que nunca mais se
antonio.ferreira.adv@netvisao.pt
repetissem tragédias e a redução do fogo fosse efetiva.
O país arde de novo, como é suposto arder com este puro e duro ao simples encolher de ombros, talvez até à Mas, os poucos dias quentes, revelaram as fragilidades
clima e esta floresta, mas a culpa é do Governo. Esta opo- simples coincidência feliz, mas a nossa classe política já da proteção civil, a má gestão da floresta e a dificuldade
sição do PSD, como a anterior oposição do PS, acha que deixou há muito de querer parecer honesta. em defender as aldeias e o campo do flagelo do fogo
a culpa pelos incêndios e pela sua dimensão é da falta de A legislação sobre contratos públicos procura por – mesmo com poucos dias de calor intenso, Portugal
coordenação, de estratégia, de meios, de inúmeras coisas todos os meios prevenir o nepotismo e a corrupção, arde como sempre. Tanto que o Governo reagiu mal às
que se estivesse ela, oposição, no Governo, haveria com tentando assegurar que quem fornece o Estado é quem críticas e partiu para o ataque ao poder local. Depois veio
fartura e proficiência. São as parvoíces do costume a o fará melhor, com mais garantias e menor custo, num a polémica das golas inflamáveis, que afinal não o são,
que se dá cada vez menos atenção. “Vamos ver o Quem processo justo e transparente, mesmo que complicado e mas são um negócio absurdo, numa suposta proteção
Quer Casar com o Agricultor ou vemos as parvoíces dos às vezes moroso. Sendo este o problema (sim, o proble- que não protege ninguém. Cheira a esturro ao lado, nas
políticos no Telejornal?” Tenham dó. ma), há quem o procure contornar de muitas maneiras adjudicações e nas negociatas entre gente do partido ou
Pior do que isso é a miséria a que chegaram os para que o processo seja mais simples, mais rápido, mas da família, mas não há consequências…
concursos em Portugal, reveladas mais uma vez com também mais opaco e mais caro para os contribuintes E perante tudo isto, onde está a oposição? O PSD
o episódio, também parvo (do latim parvus, pequeno), (mas mais lucrativo para eles). faz uma purga interna. Depois de um péssimo resul-
das golas inflamáveis destinadas a ser usadas sob ame- É assim que se dividem obras em obras mais peque- tado nas europeias, com o PSD a ter 15% dos votos
aça de incêndio. Segundo dizem, o preço é caro, ainda nas, que dispensem concurso público e visto do Tribunal em Lisboa, Rui Rio sem estratégia, nem ideias, vê as
por cima para um produto inadequado, o processo de de Contas, em que se poderão convidar os amigos e as sondagens levarem o partido para um irrelevante 20%
aquisição (sem concurso público) levanta suspeitas e empresas dos filhos. Ou que se invoca a urgência na das intenções de voto nas legislativas. A renovação que
há relações perigosas entre quem vendeu o produto e contratação depois de deixar propositadamente para a o presidente do PSD reclama é pouco mais do que o
quem o encomendou. última hora a decisão de contratar, também para evitar afastamento dos adversários internos; a regeneração
Podíamos pensar que não, mas das mulheres dos as maçadas que implica um concurso público. Ou que de Rio é contrariada na Guarda onde o cabeça-de-
antigos ministros e secretários de Estado do Cavaco até se elabora um programa de concurso à medida de modo lista do PSD “parte” para o seu quarto mandato como
ao genro de Jerónimo de Sousa já todos beneficiaram a que ganhe o concorrente que se quer e com quem se deputado; a inépcia de Rui Rio vai muito para além da
das vantagens do Estado. Não há, afinal, inocentes no combinou já a percentagem – e se for necessário vai haver incapacidade de fazer oposição e aproveitar os erros
espectro político. É verdade que houve de tudo, do abuso um júri, também escolhido à medida, para tratar do resto. do Governo, está na sua incapacidade em consolidar
os eleitores de centro-direita e conquistar o centro. O
PUB
PS passou a ser o único partido confiável, ao centro,
onde se ganham as eleições, e à esquerda. O PS pode
continuar a cometer erros, mas se ninguém morrer
durante o Verão, por causa dos fogos ou das golas,
António Costa corre o risco de ganhar com maioria.
Mesmo que a abstenção cresça…
4• • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019

Pinharanda
Opinião

Um hermeneuta da cultura
Gomes: o
Foto: Hélder Sequeira

filósofo
autodidata
Autor multifacetado e historiador natural de
Quadrazais (Sabugal) faleceu no sábado em Lisboa,
aos 80 anos
O filósofo e historiador Jesué Pinharan- português e da vida de Portugal». Para o
da Gomes faleceu no sábado aos 80 anos, Presidente da República, o historiador e
em Lisboa. filósofo era «um dos nomes mais destaca-
Natural de Quadrazais (Sabugal), dos no estudo e divulgação do pensamento
era um dos mais ilustres investigadores português». Numa nota divulgada no site da
da cultura portuguesa contemporânea, Presidência da República, Marcelo Rebelo
tendo escrito sobre antropologia cultural, de Sousa recordou que Pinharanda Gomes
filosofia, história, religião, literatura e era um «autodidata erudito, um trabalha- O ensaísta, filósofo e historiador Beira Interior, promovido, na Guarda,
temas de temática local e regional. Pu- dor incansável, um homem de convicções Jesué Pinharanda Gomes, falecido no pela Rádio Altitude que os meus con-
blicou mais de 300 títulos, que incluem profundas e um indefetível de uma certa passado dia 27 de julho, foi considerado tactos com Pinharanda Gomes foram
opúsculos e separatas e/ou dispersos, ideia de Portugal». na nota difundida pela Presidência da regulares, acentuados com a colaboração
para além de traduções e das mais diversas «Escreveu sobre o Cancioneiro de República como «um dos nomes mais por ele dada ao quinzenário “Notícias
colaborações em volumes coletivos e em Quadrazais (a sua terra natal), o platonismo destacados no estudo e divulgação do da Guarda”. Aliás – é justo e oportuno
dicionários e enciclopédias. Estudou na e o aristotelismo, sobre Frei Bartolomeu pensamento português» e «trabalhador realçar – foi sempre um inquestionável
Guarda e acabou por se estabelecer em dos Mártires, Guilherme Braga da Cruz, incansável, um homem de convicções defensor da imprensa regional, subli-
Lisboa, onde trabalhou até 2002, tendo Santo Agostinho ou Leonardo Coimbra, profundas». nhando sempre o seu importante papel
desempenhado funções numa empresa entre outros, bem como inúmeros estudos Pinharanda Gomes (nascido em informativo e cultural.
de máquinas agrícolas. Foi cofundador do sobre a Guarda e sobre figuras da Igreja Quadrazais, Sabugal), figura incontorná- Recordemos que em 1983 publicou
Instituto de Filosofia Luso-Brasileira e era em Portugal» recordou o chefe de Estado. vel da cultura portuguesa, foi tudo isso e “Memórias de Riba Coa e da Beira Serra
sócio correspondente, eleito, da Academia A Câmara do Sabugal decretou três dias muito mais; foi «um exemplo vivo de um – A Imprensa da Guarda”, obra através
Internacional da Cultura Portuguesa e da de luto municipal pela morte do pensador, estudioso desinteressado, sem preben- da qual quis evocar os «homens e mu-
Academia Portuguesa de História. que foi agraciado com a medalha de ouro do das nem honras institucionais, fazendo lheres que, desde meados do século XIX,
Em 2012 doou cerca de 5.000 livros concelho em 2012. O funeral realizou-se em do estudo erudito uma vocação de vida», fizeram os jornais no distrito da Guarda,
e documentos da sua biblioteca pessoal Quadrazais, na passada segunda-feira, como escreveu Miguel Real. pioneiro da imprensa política regional e
para o Centro de Estudos que tem após uma missa celebrada pelo Literariamente falando, Pinharanda da imprensa católica nacional». Na nota
o seu nome e foi inaugurado em cardeal patriarca de Lisboa, Gomes era natural da Guarda, embora introdutória desse livro, Pinharanda
junho desse ano no Sabugal. D. Manuel Clemente, na realizado em Lisboa, como nos referiu; Gomes afirmava que a «progressão
Em 2018, a Universidade da Igreja de Santo António foi na cidade mais alta de Portugal que cronológica do aparecimento de jornais,
Beira Interior outorgou-lhe o dos Cavaleiros. Na Guar- lançou as primeiras raízes. A sua fidelida- a tipologia diferenciada, as alternâncias
grau de doutor honoris cau- da, a comissão de toponí- de à “mátria” foi constante, exemplar, de ideológicas, são quadros vivos mesmo
sa, tendo Jesué Pinharanda mia do município já tinha uma grandeza própria de personalidades agora que, de muitos deles, já não temos
Gomes afirmado na altura deliberado a atribuição de enorme saber, mas simultaneamente senão raros exemplares». Leitor atento
que esta era «uma distinção do nome de Jesué Pinha- simples, humanas e profundamente soli- da imprensa regional, mormente da
para a qual jamais trabalhei, randa Gomes a uma rua, dárias com a sua terra de origem. Guarda, Pinharanda Gomes bem pode
é muito superior ao modesto e entre as piscinas munici- No conjunto vasto de títulos publi- ser considerado um paladino dos jornais
artesanal contributo pais e o parque in- cados por Pinharanda Gomes avultam editados no país real. A imprensa tem o
que procurei dustrial. três áreas: os contributos na História dever da memória, assim como a Rádio
levar a efei- da Filosofia; as monografias da história da sua Guarda, onde interveio, no plano
to em prol da Igreja e os estudos regionais. De- cultural, em finais da década de 50 do
do pen- fensor convicto, e incansável, do nosso passado século.
samento património histórico-cultural assumiu Nestas breves notas solicitadas
igualmente a salvaguarda dos valores pelo diretor de O INTERIOR, mais do
humanos, mormente desta zona raiana. que discorrer pela obra, vastíssima, de
Em entrevista que nos concedeu, há Pinharanda Gomes importa relembrar o
alguns anos atrás, para a revista “Praça mestre, o homem de cultura atento ao
Velha”, declarava-se «um hermeneuta da que se passava na região onde nasceu;
cultura» pois procurava «interpretar os correspondendo sempre aos convites
seres, os factos e as coisas do âmbito formulados para aqui transmitir o seu
cultural, sobretudo do pensamento, mas saber, partilhar a sua experiência, incen-
de modo a preenchê-las» com o seu tivar o estudo.
próprio significado. O seu vasto labor não A melhor homenagem que lhe pode-
se circunscreveu, contudo, às edições remos fazer será, sem dúvida, conhecer
conhecidas, pois «há uma atividade que e divulgar a sua obra onde sobejam
não vem muito a público e que diz respei- inúmeras indicações para diferenciadas
to às centenas de verbetes» que redigiu e interessantes linhas de investigação e
para Dicionários e Enciclopédias, quase conhecimento, em vários campos do sa-
Jesué Pinharanda Gomes era «um dos sempre assinados, ou com as letras P.G. ber; perpetuando assim a sua memória.
nomes mais destacados no estudo e Desde 1981, e após a realização do
divulgação do pensamento português», I Encontro de Comunicação Social da Hélder Sequeira
DR disse o Presidente da República
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • •5

Polémica
Secretariado da Federação do PS Ana Mendes
Godinho diz que PS
da Guarda demitiu-se em bloco
O secretariado da Federa- lista, sem que a Federação e mais
ção do PS da Guarda demitiu- concretamente o Secretariado,

não tem «problema


se em bloco na semana pas- ainda em funções, tenha sido
sada por discordar da forma ouvido, o que é intolerável»,
como a direção nacional do acrescentou o antigo presidente
partido geriu a escolha dos da Câmara de Celorico da Beira.

nenhum» na Guarda
candidatos às legislativas. A lista candidata pela Guarda
José Luís Cabral, vice- às eleições de 6 de outubro
presidente demissionário, é liderada pela secretária de
confirmou a demissão dos 15 Estado do Turismo, Ana Men-
elementos do Secretariado des Godinho, seguindo-se o
porque aquele órgão «não foi deputado Santinho Pacheco, Cabeça de lista socialista pelo círculo eleitoral da Guarda reuniu na
auscultado» para a elaboração Cristina Sousa (vice-presidente segunda-feira com autarcas e líderes concelhios para apelar à mobilização
da lista. «Entendemos que o da Câmara de Seia), Fábio Pinto LM

Secretariado não reúne con- (presidente da Federação da


dições para continuar o seu JS), Marisa Fonseca (presi-
trabalho de forma profícua e dente do Departamento das
transparente», considerou o Mulheres Socialistas) e Rita
dirigente. «A Guarda acaba por Mendes (vice-presidente da
ter um conjunto de nomes numa Câmara de Aguiar da Beira).

Legislativas
Henrique Monteiro lidera lista do CDS AR

na Guarda
A Comissão Política Dis-
trital da Guarda do CDS-PP re-
velou os nomes que integram
a lista de candidatos a depu-
tados nas próximas eleições
legislativas de outubro.
Na reunião realizada no Ana Mendes Godinho visitou O INTERIOR onde disse que lidera uma lista «muito bem conseguida»
passado dia 11 de julho, foi Luis Martins onde ainda tem «muita família – trabalho seja assumido e con-
aprovado para liderar a lista o diz ter sentido «orgulho» ao saber tinuado também noutras áreas
presidente da distrital Henri- que o seu nome foi proposto pela da governação para garantir
que Monteiro, professor com (empresária de 45 anos), Rui Ana Mendes Godinho reuniu Federação, entretanto caída em que a coesão territorial não
58 anos. Seguem-se, por esta Manuel Maurício (engenheiro com autarcas e presidentes das desgraça. «Foi também uma sur- seja só uma expressão teórica
ordem, Maria das Neves Tomaz agrário de 60 anos) e Edite Ma- concelhias do PS na segunda- presa, mas acaba por ser um de- e é de facto uma realidade. Atu-
(professora de 51 anos, a residir ria Barbeira (administrativa de feira e apelou à mobilização na safio muito grande porque seria almente, no distrito da Guarda
em Trancoso) e António Manuel 41 anos) integram a lista, que sequência da demissão em bloco muito mais confortável ir numa temos 52 projetos turísticos
Gomes Nascimento (bancário de será agora submetida para apro- do Secretariado da Federação e lista por Lisboa. Aqui tenho esta em desenvolvimento. No inte-
54 anos). Também Dora Vilhena vação em Conselho Nacional. do presidente da Distrital, Pedro responsabilidade de defender rior são 619», elenca. Quanto à
Fonseca. estas terras nas quais acredito campanha, a socialista promete
Guarda Em declarações a O INTE- tanto», justifica. Uma tarefa que estar «permanentemente» no
RIOR, durante uma visita à reda- Ana Mendes Godinho diz já ter terreno e «olhar as pessoas nos
Protocolado terreno para delegação ção, a cabeça de lista pela Guarda iniciado nas suas funções gover- olhos» para identificar «com elas
do SEF LM
garante que «não há problema
nenhum» com as estruturas locais
nativas ao «abrir o mapa turístico
de Portugal e apostar muito nos
os seus problemas, as soluções, os
desafios e construir em conjunto
do partido. «Tenho no distrito um territórios do interior utilizando projetos de futuro». E o seu com-
conjunto de pessoas cheias de cada vez mais o turismo como promisso será mesmo «respon-
vontade de dar valor ao grande instrumento de desenvolvimento der com ações e não com filosofia
histórico do PS e ao papel que tem territorial». ou boas intenções, não vou meter
tido em termos de Governo», afir- «Há uma aposta fortíssima a cabeça na areia», promete. A
mou a candidata, reiterando que e com resultados que se estão a lista socialista será apresentada
tem sentido «um grande apoio de sentir. Mas queremos que este oficialmente no final de agosto.
todos, até mesmo de gente que
não é do PS». Na sua opinião, «es- Hotel Turismo vai reabrir com «esta empresa
tamos todos mobilizados, tenho
uma lista muito bem conseguida, ou com soluções combinadas com outras»
que reúne várias sensibilidades e
Ana Mendes Godinho diz não ter «dúvida nenhuma» que o
pessoas reconhecidas na região».
Hotel Turismo da Guarda «se fará e será aberto, seja com esta
Já o seu objetivo é «fazer o melhor
empresa ou com soluções combinadas com outras».
possível e afirmar, acima de tudo,
A Câmara da Guarda e edifício de raiz para o SEF e A secretária de Estado do Turismo comentou a notícia de O IN-
a importância da Guarda e dos
o Serviço de Estrangeiros e de um centro temporário de TERIOR da semana passada para dizer que está a acompanhar o caso
territórios do interior no todo da
Fronteiras (SEF) assinaram acolhimento. A cerimónia foi após uma das empresas do Grupo MRG ter apresentado um Plano
governação do país». Para isso,
no passado dia 24 de julho apadrinhada pelo ministro da Especial de Recuperação, mas garantiu que não está preocupada.
Ana Mendes Godinho conta com
o protocolo de cedência de Administração Interna, Edu- «O consórcio está a cumprir todos os prazos previstos, tem estado
o envolvimento de «todos» para
terreno para a construção das ardo Cabrita, segundo o qual o a desenvolver os projetos de arquitetura para o licenciamento da
elaborar um programa de ação
novas instalações da delegação Serviço de Estrangeiros e Fron- própria unidade», referiu a governante, confirmando que a MRG está
em que «as pessoas se revejam»
regional do SEF na cidade. teiras é «uma área que terá interessada em «várias hipóteses de parceria para concretizar uma
e para ser implementado. «Se o
O espaço cedido situa-se à um incremento significativo das partes da unidade». De resto, Ana Mendes Godinho esclarece
conseguirmos, essa sim será uma
entrada do parque industrial, nas próximas décadas, daí que que cabe ao Estado «autorizar ou não sub-rogações de partes do
conquista», acrescentou a atual
junto à VICEG, e serão inves- tenhamos que nos preparar». projeto». O concessionário da reabilitação do Hotel Turismo tem
secretária de Estado do Turismo.
tidos cerca de três milhões de Ainda não há data para o início quatro anos para reabrir a unidade, uma contagem que começou
A candidata – cuja mãe é
euros na construção de um das obras. em março de 2018 com a assinatura do contrato.
natural de Vila Nova de Foz Côa,
6• • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019

“Le‘Haim”! Brindar
S às Beiras e à cerveja
Sociedade
kosher que lhe bebe
Guarda
La Vie celebra
Volta A Portugal
do nome
Sofia Craveiro
SC

na Guarda
Sob o pretexto da aproxi-
mação da etapa da Volta A A religião judaica e o
Portugal em Bicicleta, o centro nicho de mercado a ela
comercial La Vie, na Guarda, associado juntaram-
terá várias atividades alusivas se à vontade de
ao tema. Na segunda-feira será promover a região da
feita uma angariação de fundos Beira Interior. Assim
para os Bombeiros Voluntários nasceu a Beirã, uma
da cidade. A atividade denomi- cerveja artesanal
nada “Pedalar Solidário” vai disponível em cinco
decorrer das 10 às 16 horas e, variedades, uma
por cada quilómetro pedalado, delas com certificação
o La Vie oferecerá dois euros a kosher, e que já vende
esta causa. No mesmo dia terá em todas as regiões do
lugar o atelier infantil “Pinta país.
a tua bicicleta”. A iniciativa,
destinada a crianças de todas Luís Morão é um empre-
as idades, decorre no piso 2, sário natural da Covilhã, com
das 10 às 16 horas, e é gratuita. raízes familiares em Belmonte,
Os trabalhos resultantes serão e a residir na Guarda. Tem três
posteriormente expostos no negócios distintos, todos ligados
“Arte La Vie”. à comercialização de produtos
gastronómicos: a Portugal Gour-
met, Cantinho Kosher (relacio-
Empresas nado com a venda de alimentos A cerveja “Belmonte” é a primeira em Portugal a obter certificação kosher

A. Ezequiel investe kosher) e a Cerveja Beirã, que a certificação de produto kosher, lhados, ligeiro sabor a melaço e vendas», revela Luís Morão,
5 milhões em foi criada em outubro de 2018.
A crença no judaísmo e as ativi-
que significa “permitido” ou
“correto”, em hebraico. Trata-se
mais amarga. «A ideia foi criar,
dentro destes estilos, varie-
que, por enquanto, aposta nos
estabelecimentos de bebidas e
duas unidades na dades profissionais a ela ligadas de um documento que confirma dades mais suaves, feitas com restauração. «No futuro gosta-
Guarda e Covilhã sempre estiveram presentes no que o produto alimentar obede- dupla fermentação», declara Luís ríamos também de chegar às
A empresa de distribuição seio familiar do empresário. «O ce às normas estabelecidas pela Morão. «Mesmo os clientes que grandes superfícies, com quem
alimentar A. Ezequiel vai abrir meu pai era um membro ativo religião judaica e é sinónimo não estejam habituados ao sabor já estamos a tentar estabelecer
duas novas unidades comer- da comunidade judaica em Bel- de um rigoroso controlo de característico da cerveja artesanal contacto», adianta o responsá-
ciais na Guarda e na Covilhã. monte, tendo sido o presidente qualidade. «Este é um projeto não estranham tanto», assegura. vel. Produzida em Coimbra, a
Os projetos representam da primeira associação judaica que já desenvolvemos há cerca Ainda em fase de expansão, a Beirã possui vários pontos de
um investimento de cerca de da vila», recorda Luís Morão. de dois anos. Tivemos de obter cerveja Beirã tem desfrutado venda pelo país, nomeadamen-
cinco milhões de euros e per- A religião e o nicho de mer- aprovação, de apurar a receita e de boas críticas do público. «No te na Guarda. «Temos também
mitirão criar 25 novos postos cado que lhe está associado estruturar o negócio e até agora geral, a reação que temos é de alguns clientes no estrangeiro,
de trabalho. A unidade da estiveram na origem de uma está a correr muito bem», consi- agradável surpresa por parte dos sobretudo no Brasil, França e
Guarda tem abertura prevista cerveja que preenchesse todos dera o promotor da marca Beirã, clientes. Embora possam estra- Israel», conta o empresário. O
para setembro deste ano e a da os requisitos judaicos. «Vi uma a primeira cerveja reconhecida- nhar um pouco de início, quase preço ronda os 3,50 euros por
Covilhã, localizada no parque necessidade de mercado e como mente kosher em Portugal. todos regressam para comprar unidade, ou doze euros pelo
industrial do Tortosendo, de- já estava ligado à produção Além da “Belmonte”, exis- mais», revela o empresário, que já pack de quatro cervejas. Há ain-
verá abrir no primeiro trimes- de produtos kosher achei que tem mais quatro variedades vendeu cerca de 1.760 unidades da uma garrafa de litro, vendida
tre do 2020, sob a designação poderia completar a oferta com disponíveis. A cerveja Pilsener, desde que iniciou atividade, em por 15 euros. Atualmente, por
comercial de Quiel Cash & esta nova cerveja», adianta o de cor levemente dourada e outubro do ano passado. cada unidade vendida a marca
Carry. Segundo o fundador da empresário, que lançou a gama com suave a aroma a lúpulo; «Embora tenhamos atra- irá doar cinco cêntimos a uma
empresa, António Ezequiel, a “Belmonte”. «O que difere é o a Dunkel, mais escura e carac- vessado uma fase experimental, instituição de solidariedade so-
estratégia de ter oferta global acompanhamento feito pelo ra- terizada pelo aroma torrado; para perceber a reação do mer- cial do município de Belmonte.
diversificada requer «um forte bino de todo o processo de pro- a Weiss, de matriz dourada e cado, é um número que deriva Luís Morão vai também apostar
investimento a nível de infra- dução», refere, acrescentando aspeto turvo, mas sabor intenso; de um crescimento contínuo, num site de venda online para
estruturas para fazer face ao que é essa vigilância que garante e a Âmbar, com traços averme- sem épocas de decréscimo nas chegar a mais clientes.
crescimento da atividade e res-
ponder às necessidades cres- Seia
centes dos nossos clientes».
Sediada no parque industrial Exposição evoca 110 anos da Empresa Hidroelétrica da Serra da Estrela
do Tortosendo, a A. Ezequiel Os 110 anos da Empre- em Seia, até julho de 2020. concelho» de Seia, segun- endedores» e trabalhadores,
opera nos distritos de Castelo sa Hidroelétrica da Serra da A mostra pretende «recor- do o município. A iniciativa contribuindo para recordar
Branco, Portalegre, Guarda, Estrela (EHESE) são o tema dar e homenagear os obreiros apresenta factos e números, «uma história que se faz de
Viseu, Coimbra, Aveiro e Leiria, de uma exposição patente no de um dos mais importantes mas também evoca empre- perseverança, de paciência,
onde tem 3.500 clientes. Museu Natural da Eletricidade, c o m p l exo s i n d u s t r i a i s d o sários «arrojados e empre- de inovação e de querer».
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • •7

Obras entre a Troço Guarda-Covilhã da Linha


da Beira Baixa concluído no
Guarda e Cerdeira primeiro semestre de 2020
O ministro das Infraestru-
turas garante que o Governo
em conta que é uma alternativa
à Linha da Beira Alta, a conclu-

do Côa dão início


está a «trabalhar» para recu- são do troço Guarda-Covilhã
perar os atrasos verificados na é indispensável para que as
conclusão da modernização da obras de modernização na-
Linha da Beira Baixa, entre a quela via arranquem», afirmou

à modernização da
Guarda e a Covilhã. Carlos Fernandes aos jornalis-
«A obra está em curso», tas. Inicialmente, a ligação en-
disse Pedro Nuno Santos, en- tre as duas cidades, que inclui
quanto Carlos Fernandes, vice- a construção da Concordância

Linha da Beira Alta


presidente da Infraestruturas das Beiras, deveria estar fina-
de Portugal acrescentou que lizada antes do final deste ano
«as perspetivas apontam para e representa um investimento
que a empreitada possa ser total de cerca de 77 milhões
concluída durante o primeiro de euros, 52 milhões dos quais
Empreitada de renovação integral de 14 quilómetros de ferrovia semestre do próximo ano». O respeitantes à obra física. O
foi adjudicada à Teixeira Duarte e tem um prazo de dez meses responsável adiantou que só troço de 46 quilómetros está
LM «poderemos avançar a sério fechado desde 2009 e a sua
na Linha da Beira Alta» quando modernização foi consignada
este troço ficar pronto. «Tendo em março de 2018.

Fotolegenda
Bombeiros da Guarda homenageados
com mural João Mendes Rosa

Infraestruturas de Portugal anunciou que terminal ferroviário da Guarda deverá ser adjudicado nas «próximas semanas»
No edifício da casa-escola prol das populações e defesa do
Luis Martins investimento neste setor é «uma que a obra consignada «é um do quartel dos Bombeiros Vo- território habitado e florestal»,
das maiores apostas» do Governo grande projeto para a Guarda, luntários da Guarda está a ser de acordo com a organização,
porque é «também para as pesso- para o país e também para a Eu- elaborado um mural, a cargo do levada a cabo pelo Museu da
A modernização da Linha da as, para o turismo e não apenas ropa» e recordou o ministro do artista urbano Rojo. Guarda e Câmara Municipal. O
Beira Alta vai arrancar no troço para as mercadorias». projeto do terminal ferroviário O trabalho pictórico preten- tema da pintura remete para a
Guarda-Cerdeira do Côa, cuja Na Guarda esteve também o a instalar na cidade, onde vão de homenagear não só os bom- mitológica Fénix «convertida
empreitada foi consignada na coordenador europeu para o Cor- confluir as linhas da Beira Alta beiros guardenses, como todos em bicefalia e a proteção da
sexta-feira à Teixeira Duarte por redor Atlântico, o italiano Carlo e Beira Baixa. «Há muitos anos os que, em Portugal, desempe- humanidade», como símbolo
cerca de 8,7 milhões de euros. A Sequi, que recordou que Portugal que almejamos esse projeto, que nham uma «ação abnegada em do trabalho dos soldados da paz.
obra tem um prazo de dez meses obteve 500 milhões de euros de é fundamental para fixar pessoas,
e consistirá na renovação integral financiamento comunitário para empresas e gerar desenvolvimen-
de 14 quilómetros de ferrovia. 17 projetos e que a modernização to», disse Carlos Chaves Monteiro.
UBI
O auto de consignação foi as- da ferrovia está atrasada, pelo O edil também não esqueceu o Programa “Não Desistas” reforça apoios
sinado na estação da Guarda, onde
também foi lançado o concurso
que o nosso país poderá ter que
devolver dinheiro à União Euro-
protocolo celebrado com a In-
fraestruturas de Portugal para
aos melhores candidatos
A campanha da Universi- benefícios que podem isentar
público para a modernização do peia e até perder fundos do novo a construção da variante da Se-
dade da Beira Interior (UBI) o pagamento de propinas os
troço Pampilhosa-Santa Comba quadro comunitário. Um cenário queira e de novas infraestruturas
“Não Desistas - Aposta em ti” estudantes que ingressem na
Dão, que inclui a construção da que, para Pedro Nuno Santos, não rodoviárias na zona da estação
vai continuar a apoiar estu- nova licenciatura em Mate-
ligação ferroviária entre a Linha se coloca: «Estamos a trabalhar guardense. O ponto da situação foi
dantes que, após concluírem mática e Aplicações durante
do Norte e a Linha da Beira Alta, a todo o gás para recuperar os feito por Carlos Fernandes, vice-
o secundário com médias os três anos do curso. Por
denominada de Concordância da atrasos e cumprir o “deadline” presidente da IP, segundo o qual
elevadas, não tenham meios sua vez, as Bolsas Santander
Mealhada. Esta intervenção vai que a UE nos impôs para concluir a gestão do terminal ferroviário
financeiros para ingressar no Futuro garantem também
motivar o encerramento total da o Ferrovia 2020, que é 31 de está novamente em processo de
ensino superior. isenção de propinas durante
via durante nove meses e custará dezembro de 2023, e não perder concurso. «Esperamos adjudicar
À semelhança de anos um ano para os três estudantes
cerca de 66 milhões de euros. Pre- um cêntimo», disse o ministro aos este terminal dentro de poucas
anteriores, a UBI vai atribuir que obtenham melhor média
sente na cerimónia, o ministro das jornalistas no final da cerimónia. semanas para o ter novamente em
um prémio no valor da pro- de entrada no mestrado in-
Infraestruturas e da Habitação, O titular da pasta das Infraestru- operação», afirmou o responsável
pina anual «aos estudantes tegrado de Engenharia Civil.
Pedro Nuno Santos, referiu-se ao turas justificou este problema aos jornalistas. Já a melhoria das
colocados na universidade Além destes apoios, a UBI tem
início da beneficiação da Linha dizendo que «Portugal perdeu ligações rodoviárias continua em
através das fases nacionais de mais ajudas para estudantes
da Beira Alta como sendo «uma capacidade de engenharia, de fase de projeto, que «estamos a
acesso, em primeira opção e carenciados, como o Fundo de
grande oportunidade para o projeto, desde a crise financeira e trabalhar com a Câmara da Guar-
com nota de candidatura igual Apoio Social ou o projeto “Ser
desenvolvimento da Guarda e da ainda não recuperou a capacidade da para o ter concluído de forma
ou superior a 18 valores», Solidário”, e bolsas atribuídas
Beira Interior», pois a ferrovia é o que tinha». a que integre também a emprei-
adianta a universidade. Já o por autarquias de todo o país
«meio de transporte do futuro». Por sua vez, o presidente da tada global da Concordância das
programa “+UBI” prevê ainda aos seus residentes.
O governante acrescentou que o Câmara da Guarda considerou Beiras».
8• • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019

Ministro inaugurou videovigilância


para detenção de incêndios nas Carlos Pinto
Beiras e Serra da Estrela
Câmaras colocadas em 17 torres têm alcance superior contesta
venda de lotes
a 30 quilómetros e cobrem a quase totalidade da
Comunidade Intermunicipal
O ministro da Administração Inter- lipe Camelo, presidente da CIMBSE.
na inaugurou na semana passada, na Para o ministro Eduardo Cabrita,

para moradias
Guarda, o sistema de videovigilância este sistema vai «permitir que o com-
para deteção de incêndios na área da bate, quando necessário, possa ser
Comunidade Intermunicipal das Beiras feito de imediato, reduzindo o risco e a
e Serra da Estrela. probabilidade de os incêndios ganha-

junto ao
O SARADO (Sistema de Acompa- rem grande dimensão». O governante
nhamento Remoto e Apoio à Decisão disse ser «fundamental» a aposta em
Operacional) implicou a colocação de instrumentos de videovigilância para
17 torres com câmaras de vigilância «aumentar a capacidade de apoio à
com alcance de mais de 30 quilóme- decisão» e o combate aos incêndios

“Data Center”
tros, que cobrem a quase totalidade rurais. Na cerimónia realizada no Cen-
do território da CIMBSE, e que estão tro Distrital de Operações e Socorro
ligadas a centros de gestão e controlo, (CDOS) da Guarda, o titular da pasta
localizados na Guarda e em Castelo da Administração Interna referiu que
DR
Branco. Lançado em 2018, o projeto modelos similares já estão a funcio-
representou um investimento supe- nar na Beira Baixa, no Médio Tejo, na
rior a 900 mil euros, cofinanciados por Lezíria do Tejo e na região de Leiria.
fundos da União Europeia no âmbito «Trabalhos semelhantes estão em fase
de uma candidatura da Comunidade adiantada de realização no Algarve,
Intermunicipal. «O SARADO tem como em Coimbra, em Viseu Dão-Lafões,
objetivo dotar os agentes de proteção no Tâmega e Sousa, no Alto Minho, na
civil de mecanismos que possibilitem área metropolitana do Porto e na área
uma intervenção mais rápida na verifi- metropolitana de Lisboa», acrescen-
cação de riscos de incêndio e um apoio tou, sublinhando que estes sistemas
à decisão mais eficiente no combate permitirão «ter mais segurança a nível
aos fogos rurais», lembrou Carlos Fi- nacional».

PUB

Ex-autarca da Covilhã acusa Câmara de por em


causa «futuro “campus” de empresas de tecnologia
e serviços»
A venda de lotes para construção De resto, Carlos Pinto anuncia que
de moradias junto ao “Data Center” da irá denunciar o caso à Inspeção-Geral de
Covilhã, aprovada na reunião de Câmara Finanças e ao Tribunal de Contas, bem
de 27 de junho, está a gerar discórdia. A como ao Ministério Público. Confronta-
decisão já foi contestada pelo vereador do com estas acusações, Vítor Pereira,
Carlos Pinto, do Movimento “De Novo presidente do município, acusa o eleito
Covilhã”, para quem esta operação «é da oposição de criar «narrativas em que
lesiva dos superiores interesses do mu- a ficção se sobrepõe sempre à realidade»
nicípio quanto à destruição de uma área e lembra que a questão foi «amplamente
destinada a empresas e emprego». debatida por todos os vereadores» na re-
Em comunicado enviado a O IN- ferida reunião, à qual «o vereador Carlos
TERIOR, o eleito da oposição e antigo Pinto faltou e não se fez representar».
presidente da autarquia, denuncia que os Quanto à intenção de alienar 36 lotes
terrenos em causa estão avaliados, «para junto ao “Data Center”, o autarca socialis-
efeitos tributários, em 6.187.440 euros e ta garante que a expansão da Altice está
vão ser postos em hasta pública com uma assegurada «nos terrenos que a empresa
base de licitação de cerca de 2 milhões já detém» e que continuam «a estar dis-
de euros». Carlos Pinto alerta ainda que poníveis 121.000 metros quadrados para
a venda destes 36 lotes coloca em risco comércio, serviços, habitação e indústria
«a segurança máxima atribuída» ao “Data compatível com a habitação, tal como prevê
Center”, «o futuro de um “campus” de o Plano de Urbanização da Grande Covilhã».
empresas de tecnologias e serviços» e a A resposta não satisfez Carlos Pinto,
construção dos restantes três blocos de que voltou novamente à carga em novo
alojamento de dados, «previstos por con- comunicado para dizer que as suas
trato com a PT/ Altice, num investimento dúvidas não foram esclarecidas. «Por
de mais de 300 milhões de euros». O ve- que razão a Câmara decidiu fazer de um
reador do Movimento “De Novo Covilhã” parque que nasceu para acolher empre-
acrescenta que «tudo se fará para impedir sas – próximo de uma grande e única
este crime municipal que compromete o infraestrutura tecnológica – lotes para
futuro do concelho e do investimento da moradias», insistiu o ex-autarca social-
Altice e dos 400 empregos ali existentes». democrata.
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • •9

PUB

A tensão alta
não tira férias
O SNS 24 também não
Informam-se os estimados cidadãos que o SNS 24 estará
aberto entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro, de segunda
a domingo, entre as 0 e as 24 horas.
Para qualquer assunto relacionado com alterações da tensão
arterial como fraqueza, dores de cabeça ou tonturas é favor
contactar-nos através do 808 24 24 24 para triagem
e aconselhamento.
10 • • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019

Combustíveis Guarda

Saiba onde ficam os onze postos IPG quer ser sede do Centro Nacional
prioritários na região
A greve dos motoristas de • Galp Aguiar da Beira EN229,
de Educação Rodoviária AR
matérias perigosas, marcada Sítio dos Lameirões
para 12 de agosto e por tempo • Prio Vilar Formoso (Almei-
indeterminado, ameaça criar da), Av. da Fronteira
fortes dificuldades no abasteci- • Galp Celorico da Beira, A25
mento de combustíveis. • Alves Bandeira (Gouveia),
Há 333 locais que vão des- EN232, zona industrial
frutar de abastecimento pri- • Repsol Guarda, Avenida Ci-
oritário, mas, provavelmente, dade de Bejar
racionado, como sucedeu du- • Galp Guarda, Av. Rainha D.
rante a paralisação anterior. Amélia
Na região, estes são os onze • Galp Sabugal, Rua Cidade da
postos prioritários incluídos Guarda
na Rede de Emergência de Pos- • Repsol Seia, Avª Terras de
tos de Abastecimento (REPA), Sena
divulgada pelo Governo, para • Galp Trancoso, Largo da Feira
veículos em geral: • Intermarché Vila Nova de Foz
• Galp Covilhã, Quinta do Alvito Côa, zona industrial O presidente do Instituto europeias em matéria de segurança rodoviária nacionais», de acordo
DR
Politécnico da Guarda (IPG) quer rodoviária. O estudo prevê ainda com o descrito no documento.
o Centro Nacional da Educação a investigação de uma localização Nesse estudo, o Politécnico irá
Rodoviária sediado nesta in- para o futuro Centro Nacional de realizar um relatório – que será
stituição de ensino. O desafio Educação Rodoviária, que terá entregue num prazo máximo de
foi lançado por Joaquim Brigas sede na Guarda. «Não há, em todo seis meses – relativo ao «modelo
ao ministro da Administração o concelho, melhores instalações de instalação» do futuro Centro
Interna, Eduardo Cabrita, no pas- para futuras ações de formação e Nacional de Educação Rodoviária
sado dia 24 de julho. temos investigação aplicada nas em Portugal a criar na Guarda. A
O governante esteve na Guar- áreas chave da educação e preven- instalação deste organismo na
da para assistir à assinatura do ção rodoviária», justificou Joaquim cidade mais alta tinha sido pro-
protocolo entre o IPG, a Autoridade Brigas na ocasião. Recorde-se que posta pelo deputado socialista
Nacional de Segurança Rodoviária o estudo protocolado irá focar-se Santinho Pacheco, tendo o min-
(ANSR) e o Instituto da Mobilidade nas boas práticas de educação istro Eduardo Cabrita confirmado
e dos Transportes (IMT), que define rodoviária existentes nos Estados a localização na sessão solene do
a realização de um estudo com vista da União Europeia «e sua adap- Dia da Cidade, a 27 de novembro
à identificação das boas práticas tação às realidades educacional e de 2018.

Publireportagem

Clínica dentária Anjo da Guarda


coloca próteses no próprio dia
A clínica dentária Anjo da tenham sofrido traumatismos
Guarda, localizada na Rua Nuno ósseos que impeçam a colocação
Álvares, na Guarda, realiza ser- de próteses convencionais. A
viços inovadores na área da clínica Anjo da Guarda dispõe
medicina dentária em apenas de vários planos e facilidades
um dia. Entre as várias inter- de pagamento para os servi-
venções realizadas destaca-se a ços prestados, nomeadamente
colocação de próteses dentárias, acordos com instituições fi-
removíveis ou fixas. nanceiras, e a possibilidade de
A clínica, a cargo do médico realizar pagamentos num prazo
dentista Pedro Alcides Lopes, até quatro anos. A clínica irá
possui laboratório próprio, ainda ter uma unidade móvel
acelerando todos os processos que vai circular pelo distrito e
inerentes à colocação de uma prestar serviços em zonas de
prótese (como a moldagem, fa- maior carência dos mesmos.
brico e experimentação). Neste «Será um consultório móvel
laboratório existe uma máquina perfeitamente normal, com
especializada – a ZirkonZahn – todas as valências e normas de
que permite a fresagem das pró- segurança de um consultório
teses a colocar – uma espécie de dentário habitual», adianta o
impressão a três dimensões, que responsável.
molda a matéria-prima da futura Sedeado em Figueira de
prótese, consoante as caracte- Castelo Rodrigo, o Grupo Clínica
rísticas definidas virtualmente, Dentária Pedro Alcides Rodri-
permitindo não só rapidez no gues possui oito clínicas, entre
processo, como a obtenção de Vila Nova de Foz Côa e Castelo
um produto final mais fiel às Branco. Na Guarda, o estabele-
características individuais. A clí- sem recurso a substâncias me- serviços de topo de uma forma Existe ainda a possibilidade cimento de saúde abriu há cerca
nica está, assim, equipada com tálicas, sendo apenas utilizada que, até agora, sai do conven- de realizar cirurgias especia- de um ano e está projetado para
tecnologia de topo, realizando zircónia na reparação do dente. cional», afirma Pedro Alcides lizadas para reabilitação oral disponibilizar brevemente ser-
também restaurações dentárias «Estamos equipados para fazer Rodrigues. de doentes oncológicos ou que viços de ótica no mesmo local.
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • • 11

Quartel das Esquadras na segunda


fase do Programa Revive
Monumento nacional situado no centro de Almeida é um dos catorze imóveis que vão ser concessionados por todo o país para fins turísticos
DR
Luis Martins dras, a segunda fase do Revive
inclui os monumentos nacionais
do Mosteiro de São José (Évo-
O edifício do antigo Quartel ra) e da Fortaleza da Torre Velha
das Esquadras, classificado como (Almada), além de imóveis de
monumento nacional, em Almeida, interesse público como o Palacete
integra a segunda edição do Progra- Viscondessa de Santiago do Lobão
ma Revive, lançada na quinta-feira, (Porto), a Fortaleza da Juromenha
em Lisboa. (Alandroal) e o Forte da Cadaveira
A iniciativa contempla mais (Cascais). O Gabinete de Estratégia
14 imóveis, entre monumentos e Estudos do Ministério da Eco-
nacionais e imóveis de interesse nomia (Lisboa), o Forte Velho do
público, atualmente sem uso, que Outão (Setúbal), a Casa do Outeiro
serão concessionados à iniciativa (Paredes de Coura), o Castelo de
privada para reabilitação e poste- Almada, o Centro Educativo Vila
rior exploração para fins turísticos. Fernando (Elvas), a Casa das Fardas
O Revive é um programa conjunto (Estremoz), a Quinta do Cabo das
das áreas da Economia, Cultura e Lezírias (Vila Franca de Xira), Casa
Finanças que, na região, vai per- da Igreja (Mondim de Basto) e o
Antigo quartel de infantaria foi construído no século XVIII e está sem uso há vários anos
mitir requalificar e reabrir o Hotel Palacete Conde Dias Garcia (São
Turismo da Guarda. Construído no arcaria. A escadaria externa, com artistas, bem como um museu com de euros. O governante destacou João da Madeira) são os restantes
século XVIII no centro da vila fortifi- três lanços de degraus, implanta-se o espólio cedido à autarquia pelo ainda que o objetivo desta inicia- imóveis selecionados. O Revive foi
cada, o Quartel das Esquadras tem nos topos. professor Adriano Vasco Rodri- tiva é fazer com que estes imóveis lançado em 2016, com 33 imóveis,
planta retangular longa e estreita, Recentemente, o vice-pre- gues». Na quinta-feira, o ministro históricos «possam conhecer uma e até ao momento foram abertos
com dois pisos, composta pela jus- sidente da Câmara, José Alberto da Economia, Pedro Siza Vieira, nova utilização e ser colocados à 17 concursos. O primeiro imóvel
taposição de casernas transversais Morgado, revelou que o município considerou que o programa Revive fruição dos portugueses e daqueles reabilitado ao abrigo deste progra-
intercomunicantes, abobadadas e pretende desenvolver naquele está em «velocidade de cruzeiro» que visitam Portugal, independen- ma, o Convento de São Paulo, em
equipadas com lareira. O acesso ao imponente edifício «uma incuba- e lembrou que os sete projetos já temente do modelo de ocupação Elvas, abriu ao público em junho.
segundo piso é facilitado por uma dora de empresas, uma zona franca adjudicados representam um in- que possam ter». Na Guarda, o novo Hotel Turismo
varanda contínua sustentada por cultural com uma residência para vestimento superior a 54 milhões A par do Quartel das Esqua- deverá abrir portas em 2022.
PUB
12 • • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019

Gouveia

Festival Praça Mysteria: fantasia e


das Origens
a partir de
terror tornados realidade
sexta-feira
Gouveia acolhe no fim de semana
o Festival Praça das Origens, que
na Vila do Carvalho
SC
A “Mysteria - Mercado Encantado”
decorre nos claustros do edifício dos atrai participantes de vários pontos do
Paços do Concelho e é organizado país, motivados pela temática. É o caso
pelo grupo Escola Velha - Teatro de de Vera Martins, taróloga natural de
Gouveia. Azeitão, que esteve na Vila do Carvalho
O evento inclui animação, gas- pela primeira vez. Na sua banca fez lei-
tronomia, artesanato e produtos re- turas de oráculos de conchas, criados
gionais, entre outras atividades. Este pela própria. «O tema do evento foi o
ano destacam-se os espetáculos do que me trouxe aqui. Já sigo a feira há
grupo Fado em Si (esta sexta-feira), algum tempo, mas ainda não tinha tido
das danças de salão com o projeto oportunidade de a presenciar, até este
Sabor Latino (sábado) e da Ronda ano», declara a participante que enverga
dos Quatro Caminhos (domingo). um traje de «bruxa marinha» criado por
Haverá ainda provas de vinhos e si mesma. Apesar da fama, o foco desta
a eleição da Miss Serra da Estrela. feira continua a ser a população local.
Durante o festival serão apresenta- Márcia Poeta, natural de Cantar Galo,
das estátuas humanas e terá lugar encarna pela segunda vez a personagem
o IVº Encontro de Bombos de Gou- de “Mysteria”, imagem central do evento.
veia, além de uma sessão de “stand «A minha figura representa o poder, a
up comedy” com o humorista Joel bondade, mas também a força», explica
Ricardo Santos. Durante o festival a jovem, que destaca o facto da «grande
será dinamizada uma campanha so- aposta» do Mercado Encantado ser «a
lidária de venda de “t-shirts” cujas prata da casa, as pessoas da freguesia
receitas reverterão na íntegra para o que trabalham para que isto aconteça».
Grupo de Voluntariado Comunitário
de Gouveia da Liga Portuguesa Con- A arte levada ao pormenor
«A minha figura representa o poder, a bondade, mas também a força», explica Márcia Poeta,
tra o Cancro. que encarna a personagem “Mysteria”
As personagens que deambulam
Sofia Craveiro pelas ruas da vila são criadas proposita-
PUB
damente para o evento. Gabriel AV é o ho-
mem por detrás da materialização deste
A fantasia mitológica imaginário encantado. O artesão, pintor
regressou à Vila do Carvalho. e artista plástico idealiza as personagens
Durante três dias decorreu que contam a história da “Mysteria” a
nas ruas desta freguesia da cada edição. É ele que desenha e fabrica
Covilhã a terceira edição os trajes envergados pelos figurantes,
da “Mysteria”, feira bienal além de intervir ainda na conceção das
“encantada” que bebe casas do terror, desenvolver murais e
inspiração nos mitos e auxiliar todas as vertentes artísticas do
estórias da vila serrana. festival. Excluindo o tempo que leva a
pensar e conceber cada figura, Gabriel AV
A mística do “Mercado Encantado” estima que, para executar um traje, que
invadiu as ruas da Vila do Carvalho, entre tem como base o couro, demora «cerca de
sexta-feira e domingo, através de tendas duas semanas, durante as quais trabalho
de artesanato, recriações, produtos gas- todos os dias até à exaustão». A caracte-
tronómicos, casas assombradas e bancas rística mais importante do seu trabalho,
temáticas, além de performances artísti- segundo relata, é a transformação que
cas e espetáculos musicais. A “Mysteria” provoca nos figurantes: «Quando conce-
foca-se em figuras fantásticas e mitológi- bo um herói, quem veste esse traje acaba
cas, estando também ligada a elementos por sentir a responsabilidade da bravura
de terror, que faziam parte das crenças e da personagem», sublinha o artesão resi-
medos dos antepassados da localidade. dente na Vila do Carvalho.
Da rua principal até à zona da ribei- O criador sublinha também a impor-
ra foram montados três palcos e houve tância do trabalho artístico, que afirma
12 casas temáticas, nomeadamente “O ser o grande foco da “Mysteria”. «Cada
Eremita”, a “Casa do Terror” e o “Bar pessoa que vier, gostar e levar consigo
666”. Pedro Leitão, presidente da Junta esse prazer que sentiu aqui, está a expan-
da União de Freguesias de Cantar Galo e dir não só aquilo que é o meu trabalho,
Vila do Carvalho, foi o “pai” deste evento, mas também a arte produzida a partir do
que já é oficialmente uma associação interior», considera Gabriel AV. Satisfeito
organizada. «A ideia nasceu em 2013, com mais uma edição, o presidente da Junta
num café da freguesia. Estava a conversar adianta que o objetivo é criar futuramente
com amigos e achei que era boa ideia a “Aldeia Mysteria” na Vila do Carvalho.
organizar um evento ligado à mística da Ali haverá «elementos da feira expostos
aldeia», recorda o autarca. O responsável de forma permanente, ao fim de semana
acrescenta que «as estórias fantasiosas e num grau menor, de forma a que seja
criavam-se, pois as pessoas deslocavam- possível aos turistas experienciarem tudo
se de noite para as fábricas da Covilhã, isto que criámos durante os dias que aqui
por caminhos de floresta sem iluminação, ficassem alojados», declara Pedro Leitão,
e era fácil ouvirem sons e verem sombras que assegura «a “Mysteria” é já uma marca
estranhas que as assustavam». que queremos fazer perdurar no tempo».
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • • 13

Blues Vila Nova de Foz Côa


Festival já começou na Guarda
O Festival de Blues da Guar- Tigerman (Jardim José de Lemos, Supa Squad e Deejay Telio
no Côa Summer Fest
da começou ontem com The 22 horas), o cabeça de cartaz
Smokestackers e Lone Lisbo- deste ano. O festival termina no
naires e vai desenrolar-se em sábado com Hearts & Bones (no
vários palcos espalhados pela anfiteatro do Solar do Vinho da
cidade até sábado. Beira Interior, 18 horas) e Mo- Três de dias de música e Filipe, entidade organizadora programas e festivais de Verão
Esta quinta-feira atuam The onshiners (Jardim José de Lemos, festa estão a chegar a Foz Côa. do festival. que ocorrem maioritariamente
Smokestackers (Rua do Comércio, 22 horas). O evento é organizado A 9ª edição do festival que nas- O Côa Summer Fest conta no litoral». Além dos concertos
18 horas) e Lone Lisbonaires pela autarquia, com o apoio da ceu por iniciativa da Associação com o apoio da Câmara de Vila e das atividades programadas,
(Jardim José de Lemos, 22 horas). BB Blues Portugal - Associação Juvenil Gustavo Filipe começa Nova de Foz Côa e continua a o evento disponibiliza ainda
Amanhã será a vez de subirem ao Cultural, e integra o programa de esta quinta-feira e decorre até querer contribuir para dinami- entrada nas piscinas muni-
palco Pigball (Alameda de Santo animação “Verão Em Alta”, que se sábado. zar o interior. O dirigente asso- cipais a preços reduzidos. A
André, 18 horas) e The Legendary prolonga até setembro. O primeiro dia tem agenda- ciativo sublinha que «o objetivo lacuna na oferta de atividades
das atividades de lazer e uma que nos move é dar a conhecer locais direcionadas ao público
corrida lúdica com espuma aos mais jovens os encantos juvenil, levou a que os jovens
Arte contemporânea denominada “Glow Bubble”. de Foz Côa, sobretudo agora da referida associação desen-
Exposição coletiva para ver em Manteigas Supa Squad, Estraca, Dadda e que somos o único festival do volvessem um festival que, além
Kiss Kiss Bang Bang constituem distrito, e ser uma de música, compila diversas
O Centro Cívico de Man- Massano, Stéphane Trois Carrés
o alinhamento do segundo alternativa aos atividades de âmbito recreati-
teigas tem patente a exposição e Marc de Verneuil, que também
dia do festival. Já no sábado vo, desportivo, cultural e social.
“So”, com obras de sete artistas aproveitam esta oportunidade
atuarão os artistas Deejay Os concertos são de entrada livre
que foram convidados a fazer para expor mais obras suas. A
Telio, Murta, Funk You 2 e e existe ainda uma zona para cam-
«um múltiplo em três cópias de mostra foi inaugurada na sexta-
Los Bandidos, num dia em pismo, pensada para aqueles que
baldes de pedreiros», adianta a feira e é organizada pelo coletivo
que decorre também a So- querem viver a experiência Côa
organização. Centro do Cabo do Mundo, com o
mersby Pool Party. «Nos oito Summer Fest na sua plenitude,
Aceitaram o desafio Claude apoio do município de Manteigas.
anos de festival já passaram sem qualquer custo adicional. 
Chuzel, Frédéric Develay, Cécile A exposição tem entrada livre e
pelos palcos do Côa Summer As atividades são desenvolvidas
Hug, Eric Maillet, José Manuel pode ser visitada até 17 de agosto.
Fest nomes como Blaya, Put- no recinto do festival, pisci-
zgrilla, Richie Campbell, nas e um pouco por toda
Mêda entre muitos outros. a cidade.
II Feira do Livro ao Ar Livre no parque Este ano, mantemos o
propósito de dar aos
A Câmara da Mêda organiza, inclui espetáculos e exposições, nossos festivalei-
entre sábado e dia 11, a IIª Feira com destaque para uma mostra ros o melhor dos
do Livro ao Ar Livre no parque de fotografia intitulada “Olhares artistas lusófo-
municipal da cidade. Lusitanos”, de Miriam de Oliveira nos», refere Rui
O evento pretende divulgar o Gonçalves. O recinto abre diaria- Pedro Pimenta,
livro junto da população e também mente ao público pelas 20 horas. presidente da
Associação Ju-
Pintura venil Gustavo DR

Teófilo Santos expõe em Trancoso DR


Cinema
80 filmes selecionados para 25ª edição do CineEco
Oitenta filmes, repartidos Grande Prémio Internacional Já a iniciativa “Escolas no
por várias secções, integram a Longas Metragens concorrem CineEco”, onde crianças e jo-
seleção oficial da 25ª edição dez películas. O festival inclui vens podem visualizar filmes e
do CineEco - Festival Interna- ainda a Competição Longas conversar com alguns dos rea-
cional de Cinema Ambiental em Língua Portuguesa, bem lizadores presentes no evento,
O Centro Cultural de Tran- Teófilo Santos é «apaixonado da Serra da Estrela, que terá como as secções Panorama mantém-se. A par do festival, o
coso acolhe até 25 de agosto pela natureza e riqueza patri- lugar em Seia de 12 a 19 de Regional e Competição de Do- único dedicado à ecologia em
uma exposição de desenho e monial» do concelho e apre- outubro. cumentários e Reportagens Portugal, Seia vai acolher o 2º
pintura intitulada “Linearida- senta ao público trabalhos que As películas selecionadas para Televisão. Para celebrar Fórum Internacional de Festi-
des de Trancoso”, da autoria de são «interpretações do mundo são oriundas de 20 países e o quarto de século do CineEco, vais de Cinema de Ambiente. O
Teófilo Santos. circundante, estudos lineares abordam temáticas inerentes a organização reforçou a pro- CineEco tem o alto patrocínio
A mostra apresenta edi- com técnica de isolamento de «ao ambiente, à emergência gramação paralela com exposi- da Presidência da República
fícios emblemáticos e monu- sombras, feitos a lápis e caneta climática e ao impacto da ação ções, instalações artísticas, um e é cofinanciado pelo Fundo
mentos da cidade, desenhados com traço tendencialmente sim- do Homem na Terra», refere a cine concerto, “workshops” e Ambiental, sendo apoiado pelo
pelo docente de artes, que é plista, sem buscar a perfeição, organização, a cargo do municí- oficinas de educação ambien- Turismo de Portugal e pela Co-
natural de Aguiar da Beira, mas mas sim essencialmente captar pio serrano. A água é o fio con- tal, além de provas de vinho e munidade Intermunicipal das
residente em Trancoso desde as linhas fortes e intemporais dutor deste ano, sendo que ao de gastronomia. Beiras e Serra da Estrela.
2002. Segundo o município, dos espaços representados».
Teatro
Fundão
Carolina Deslandes no Cale & SangriAgosto “Entremezes” em digressão pelo concelho da Covilhã
O Teatro das Beiras está frente à Junta de Freguesia. No e pretensioso, que acaba der-
A oitava edição do festival Animal e o Mistério”, no âmbito
em digressão pelo concelho dia 8 “Entremezes” chega a Vale rotado e morto pelos labregos
de rua do Fundão tem este ano do projeto “Cultura em Rede”
da Covilhã com a peça “Entre- Formoso, no Largo Dr. Joaquim raianos que disputavam a pesca
a cantora Carolina Deslandes da Comunidade Intermunicipal
mezes”. Pereira Macedo. A peça estreada no rio Minho. Volvidos mais de
como destaque do programa. das Beiras e Serra da Estrela. O
Ontem, a companhia esteve em junho tem texto, encenação e 300 anos o espetáculo é «uma
O evento realiza-se de 2 festival, organizado pela Câmara
no Tortosendo e este sábado (22 cenografia de José Carretas. Esta espécie de resposta onde se
a 11 de agosto e contará com Municipal, pela Associação Co-
horas) atuará no Parque Dup- comédia inspirada na primeira aproveita para refletir sobre as
animação de rua, concertos, mercial e Industrial do Fundão e
pigheim, na Boidobra. Sempre obra da literatura dramática fronteiras e as nacionalidades»,
atividades circenses, teatro, gas- a Junta de Freguesia, recebe Ca-
à mesma hora, a 6 de agosto o galega “Entremés famoso sobre adianta o Teatro das Beiras. A
tronomia e mostra de produtos rolina Deslandes no dia seguin-
espetáculo será apresentado a pesca do rio Miño” é a 103ª interpretação está a cargo de
regionais na zona antiga da cida- te. Este é o único espetáculo que
no pátio das escolas, em São produção da companhia covi- Fernando Landeira, Hâmbar
de. No dia 10 será apresentado requer o pagamento de bilhete,
Jorge da Beira, e no dia seguinte lhanense. Nessa peça lá está o de Sousa, Sílvia Morais, Susana
o espetáculo de dança “A Mão, o que custa oito euros.
estará em cena no Barco, em português, fidalgote fanfarrão Gouveia e Tiago Moreira.
14 • • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
ORTOPEDIA | Dr. António Mendes | Dr. Eduardo Ferreira COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
CHEQUE DENTISTA | ADVANCECARE | TRANQUILIDADE | SANTANDER TOTTA | ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO | SSCGD | SAMS CENTRO
SAMS QUADROS | MEDICARE | GENERALI CARE | FUTURE HEALTHCARE | SAÚDE PRIME|VICTÓRIA | EDP MAIS | DECO+ | DENTALREDE

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


Garcia Pires L. Taborda Barata
Neurologista
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
ORTOPEDIA Exames: Electromiografia
e Potenciais Evocados
Asma e Doenças Alérgicas
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral - Tel: 275334876
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda Tel: 271211905

UNIDADE DE OTORRINOLARINGOLOGIA
Prof. Celso Pereira DA BEIRA INTERIOR
Alameda Pêro da Covilhã,

Imuno-Alergologia 29, r/c Esq – COVILHÃ


Telf: 275 324 236 www.uobi.pt
(Doenças Alérgicas) 2ª a 6ª feira 10-13h e 14-19h
Ass Graduado HU Coimbra / Consultas de Otorrinolaringologia
Fac Medicina UC (Ouvidos, Nariz e Garganta)
- Dra. Rafaela Teles Consultas todos os dias
- Prof. Dr. Rui Cerejeira Atendimento URGENTE
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela Consultas de Pneumologia/Doenças Alérgicas
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455 - Dr. Nuno Sousa
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda Terapia da Fala/Voz
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 - Terap. Ana Rita Fonseca
Fisioterapia Respiratória / Reabilitação Vestibular
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560
- Terap. Tânia Churro
EXAMES: Audiograma; Timpanograma; Reflexos
ADVOGADOS ADVOGADOS Estapédicos; Estudo do Sono; Provas funcionais
respiratórias; Testes Cutâneos de Alergia

Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo


& Associados Médico
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL
Diogo Cabrita
Telefone: 271 086 518 Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765 Cirurgião geral
e_mails:
e_mails: antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com tratamento de varizes e suas complicações, pequenas
cirurgias, hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2 Marcações : (Clínica Cembi)
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO) Telef.: 271213445
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda Protocolo com a Médis

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura,


80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda •
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio. • Conselho
Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João
Canavilhas, José Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira.
Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra,
António Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David
Filipe Pinto Santiago, Diogo Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra,
Frederico Lucas, Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana
Fotojornalista C. Pereira, Joana Dente, João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago
Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel, José Carlos Alexandre, José Carlos
Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento, Melanie Alves, Miguel Castelo
Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto Gonçalves, Nuno
Jerónimo, Telma Madaleno e Víctor Afonso. Desporto: António Silva, Arlindo
Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado e Rui
Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto
Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins •
Impressão: FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265
Coimbra • Telefone 239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede,
Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825
Guarda N.I.P.C. – P-504847422. • Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito
Rua Combatentes da Grande Legal:146398/00 • Tiragem desta edição: 7.200 exemplares • Periodicidade:
Guerra, nº41 • 6200-076 COVILHÃ Semanário • Edição Internet: O Interior • Propriedade: JORINTERIOR
- Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa:
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.
487 978 • Telem. 964 196 950 Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-
E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • tecnica/ • Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153
• www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt
fotoacademica@hotmail.com
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • • 15

Sp. Covilhã segue


Futebol Ficha de Jogo

Rodrigo António Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa)


Árbitros assistentes: José Mira, Hugo

reforça serranos Coimbra

na Taça da Liga
DR E. Santos Pinto,
Covilhã
Sp. Covilhã.................. 0
Bruno Bolas (Carlos Henriques,
18’), Tiago Moreira, Brendon,
Serranos eliminaram Varzim nas grandes penalidades, Jaime Simões, Daniel Martins, Filipe
Cardoso, Gilberto, Leandro Pimenta
mas terminaram o jogo com dois guarda-redes lesionados (Jean Batista, 46’), Santiago da Silva
Filipe Pinto - Foto Académica (Bonani, 66’), Adriano e Kukula
Treinador: Ricardo Soares

Varzim......................... 0
Isma, Amorim, Henrique, Luís Pedro,
Cerveira, Pavlovsky, Filipe Augusto
O Sp. Covilhã assegurou a (George Ofoso, 77’), Rui Moreira
contratação do médio Rodrigo (Ricardo Barros, 72’), Rui Coentrão
António. (Baba Sow, 59’), Minhoca e Stanley
O brasileiro, de 31 anos, Treinador: Paulo Alves
representou nas duas últimas Golos: não houve (nos penáltis mar-
épocas o Irtish e antes de ru- caram Alan Henrique, Daniel Martins,
mar ao Cazaquistão jogou no Adriano e Bonani)
Bnei Sakhnin, de Israel. Rodri-
Ação disciplinar: Cartão amarelo para
go António competiu em Por-
Jaime Simões (48’ e 68’), Stanley
tugal até à época 2015/2016, (79’). Cartão vermelho por acumula-
tendo alinhado no Paços de ção de amarelos para Jaime Simões
Ferreira, Olhanense, Marítimo (68’).
e Belenenses. De acordo com
Ricardo Soares, técnico dos No segundo tempo a partida
serranos, o plantel ainda pre- foi mais incisiva, mas nenhuma
cisa de um extremo. equipa conseguiu transformar
em golo as oportunidades criadas.
Aos 68’, o Covilhã ficou reduzido
Perícia a dez jogadores, quando Jaime
Simões viu o segundo cartão ama-
Pilotos relo por parar o remate de Baba

competem em Sow com a mão no limite da área.


Os poveiros procuraram aprovei-
Pinhel e Vila tar a superioridade numérica e
reforçaram o ataque com Ricardo
Nova de Foz Apesar de condicionado por lesão, Carlos Henriques defendeu penálti que contribuiu para a vitória do Covilhã
O Sp. Covilhã apurou-se no seguinte foi Adriano que ameaçou sua primeira intervenção teve que
Barros e George, mas os locais não
cederam e levaram a decisão para
Côa DR
domingo para a segunda fase da
Taça da Liga ao vencer o Varzim
a baliza poveira com um remate
de fora da área que saiu a rasar
se aplicar para evitar o golo do
Varzim. O reforço contratado ao
as grandes penalidades. Na marca
dos 11 metros, o lesionado Carlos
por 3-1 nos penáltis, a igualdade o poste. O encontro continuou Paços de Ferreira não segurou a Henriques defendeu o remate de
a zero no final do tempo regula- repartido, com ocasiões para as primeira investida de Stanley, mas Baba Sow, quando Luís Pedro já
mentar. duas equipas, até ao intervalo, acabou por afastar a recarga de tinha atirado por cima e Stanley
A partida foi jogada taco-a- mas sem efeitos práticos. Aos 39’, Rui Coentrão. No entanto, Carlos acertado na barra. Pelo Covilhã,
taco no primeiro tempo e aos 2’ já o guardião serrano Bruno Bolas Henriques também acabou por Bonani atirou certeiro no penálti
Bruno Bolas defendia um remate teve que ser substituído devido a se magoar e continuou o resto do decisivo. Os serranos viajam este
de Pavlovsky, enquanto no minuto lesão por Carlos Henriques e na jogo condicionado. sábado até Famalicão, da Iª Liga.

PUB

A perícia está de regresso


este fim de semana ao distrito
da Guarda e em dose dupla.
No sábado, os pilotos vão
competir em Pinhel, numa
competição organizada pelo
Guarda Unida Desportiva e que
pontuará para o Troféu Raiano.
Já no domingo seguem para
Vila Nova de Foz Côa, local da
oitava etapa do Campeonato
de Portugal da modalidade.
Agendada para a central de
camionagem, a prova conta
ainda para o Troféu Raiano.
A jornada é organizada pelo
Foz Côa Automóvel Clube, em
colaboração com a Federação
Portuguesa de Automobilismo
e Karting. A luta pelo lugar
cimeiro do campeonato e do
troféu está ao rubro, com os
pilotos Jorge Almeida e Antó-
nio Borges, ambos em protóti-
pos, a discutirem taco a taco a
liderança.
16 • • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 Publicidade

Boxe
LITORALCED, E.T.T, Lda. Oriental de São Martinho é
Alvará 334
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda Lic. Nº 15550 – AMI
Lic. Nº 2890 – AMI
campeão nacional de cadetes 70kg
Telefone: 271 211 730 – 967 543 140
Telefone: 271211730 - 967543140
www.predialdaguarda.pt
www.predialdaguarda.pt Admitem-se: O clube covilhanense Oriental de São Martinho sagrou-
se campeão nacional de boxe na categoria de cadetes 70 kg.
Eletricistas e Ajudantes de Eletricista
VENDE
ID:1179 Casa Rústica Zona do Mondego para restaurar com terreno... 12.500€ Além desta vitória, a coletividade conquistou ainda
ID:1196 Terreno Com 1300 m2, p/ construção de moradia isolada….. ...20.000€
o terceiro lugar em cadetes 60 kg e um quinto lugar na
ID:1220 Vivenda A 20km da cidade da Guarda, pronta a habitar. Só!.. ..27.000€
D:1140B Casa Rústica Em pedra, isolada a 10 minutos do centro…. ....27.500€ para Obra na Plataforma Logística categoria de seniores Elite 64 kg. Estes resultados foram
da Guarda.
ID:1240 Lote Na Guarda para construção de moradia. OCASIÃO!..…. ..35.000€
D:1143 Casa Rústica Para remodelar com 42.502m² de terreno……....35.000€
D:1258 Moradia Para remodelar na zona de Sequeira com terreno…. ..40.000€
obtidos no fim de semana em Lisboa, durante o Campeona-
ID:0159 Quinta Com 3 poços, tanques 2 casas de apoio. 8.500m². Só!.45.000€ to Nacional de Boxe. O Oriental de São Martinho participou
ID:1158B T3 Centro Oportunidade! Com 78m² bem localizado…… …....52.000€
ID:1259 T3 Centro Em bom estado de conservação, todo mobilado… ..65.000€
Contactar: com três atletas distribuídos pelas categorias de cadetes
ID:0361 T4 Centro Completamente mobilado e equipado, garagem…...79.900€
ID:1158 T3 Centro Todo remodelado, 2 wc´s, lavandaria, 3 quartos… ..80.000€ 961446246 • 966034438 e seniores elite.
ID:0971 T3 Centro OPORTUNIDADE! Com sótão e lugar de garagem..95.000€
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem …..95.000€

Pentatlo moderno
ID:1253 T3 Guarda Em excelente estado de conservação. Como novo!95.000€
ID:1254 T3 Centro Ocasião! Com sótão e garagem. Bem situado!.…....95.000€
2
ID:0000 Vivenda A 10minutos do centro, c/ 2500m de terreno……...…95.000€
ID:0000 V4 Isolada Com grande área exterior a 5 min da Guarda...….100.000€
ID:0577 V3 Nova C/ roupeiros embutidos,3wc´s,varandas,logradouro. 107.500€
Juliana Guerreiro em bom plano
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal… …115.000€
ID:1239 T3 Guarda Aquec. central a lenha e a gás, sótão, garagem …124.000€
ID:0580 Lote Para Construção no Bairro do Pinheiro, c/ 945m²…..…. .100.000€
do Mundial sub-17 DR
ID:1022 V4 Guarda Coz. e sala comum, aquec. central, garagem… …145.000€
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal.. .150.000€
ID:1236 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros. 185.000€
ID:1251 V4 Quinta C/ 3ha, várias arvores de fruto, toda murada… …..245.000€

ARRENDA
ID:1069EG Garagem individual Zona da Povoa do Mileu com grande área .65€
ID:0972C Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€
IID:1050 Loja Guarda Espaço amplo, 2 wc´s, e um armazém………… …...220€
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...250€
ID:0802 V2 Br. Pinheiro Fracção de moradia, quintal e arrecadação……...250€
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc ..275€
ID:1005B T3 Guarda Coz. c/marquise, 3 quartos,2 wc´s, sótão e garagem. 340€
2
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas …. ..350€
ID:0533B T2 Centro Totalmente mobilado próximo do IPG, com internet. …350€

VIDENTE
ID:0000 T2 Br. Pinheiro Mobilado com garagem. Em bom estado geral!....400€
IID:1069 Loja Guarda Licença p/ comércio, 2 pisos, escritório,4 wc´s…. ....400€
ID:0117 T3 Guarda Completamente mobilado e equipado, garagem…. .….450€

Predial da Guarda, Vende, Arrenda e


Administra imóveis desde 1998. Com longos anos de experiência
Imobiliária de Confiança. A covilhanense Juliana Guerreiro integrou a seleção
Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios, portuguesa que competiu no Campeonato do Mundo de
Empresa de transportes admite:
empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc. sub-17 e sub-19 de Pentatlo Moderno, que terminou no
COMERCIAL
Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas. domingo em Sófia, na Bulgária.
Procuramos profissional com o seguinte perfil:
Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo A atleta do Penta Clube da Covilhã terminou a prova
• Fluente na língua francesa (imprescindível); corre mal em sua vida? individual no 38º lugar com 721 pontos, conseguidos pelos
• Conhecimentos de língua inglesa; Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ: 2m42s03’ nos 200m livres de natação e 10m35s no Laser
• Informática na ótica do utilizador;
271238451 ou 969012923 Run (3x800m). Juliana Guerreiro falhou o acesso às finais
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais por dois lugares. Já na prova de estafetas (mix-relay), a
no setor de transportes; dupla formada com Duarte Taleigo terminou na 16ª posi-
Oferecemos: ção, com 805 pontos, obtidos pelos 2m14s nos 200m livres
• Formação; e 12m56s no “Laser Run” (4x800m). Juliana Guerreiro vai
• Disponibilização de computador portátil;
agora iniciar a preparação para o Mundial de “Laser Run”, que
• Trabalho a partir de casa;
se realizará no início de setembro em Budapeste (Hungria).
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA

PUB AVISO Ténis


Municípío de Trancoso Zêzere Open com inscrições abertas
O torneio pontuável para o ranking distrital do
Nos termos do disposto no artigo 89º do Decreto-Lei nº 80/2015, de 14 de maio, a
Câmara Municipal procedeu à abertura do período de discussão publica, relativa à sexta 4º Circuito Distrital de Ténis Amador (CTDA) da GUARDA
alteração ao Plano Diretor Municipal de Trancoso, através do Aviso nº 10435/2019, regressa a Valhelhas para sua terceira edição.
de 24 de junho, publicado em Diário da República, 2.ª Série, e divulgada através da
Comunicação Social.
O Zêzere Open Valhelhas decorre a 10 de agosto junto à
Assim, tendo decorrido o prazo concedido para a referida discussão publica, não praia fluvial naquela freguesia do concelho da Guarda e está
se registaram reclamações, observações, sugestões e pedidos de esclarecimentos aberto à participação de todos os tenistas amadores (mascu-
apresentados por particulares.
Desta forma, e de acordo com o ponto 1, artigo 90º do Decreto-Lei nº 80/2015, de 14
linos e femininos), federados ou não federados. As inscrições
de maio, a Câmara Municipal irá propor à Assembleia Municipal, a aprovação da versão podem ser realizadas através do link https://forms.gle/
final relativa à sexta alteração ao Plano Diretor Municipal de Trancoso. DHpo4rLEUmezz1kS9 e estão disponíveis apenas 12 lugares.

Vende-se
Paços do Concelho de Trancoso, 24 de julho de 2019

O Presidente da Câmara António Gil Advogado


Quinta com Casa, cerca de 12 ha Tel. / Fax 271 238 344
à beira do rio Mondego, perto das rotundas (Amílcar José Nunes Salvador) R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego
Contactos: 966473371 • 271926638 O Interior, nº 1021 de 01/08/2019 antonio.gil-5388C@adv.oa.pt

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • • 17

Atletismo Rampa
Senhora do Desterro é campeã nacional Liderança de João Fonseca ameaçada
após desistência em Murça
da IIª e IIIª Divisão DR
DR

João Fonseca desistiu da sicos, destaque para mais uma


Rampa de Porca de Murça, dis- vitória do covilhanense Flávio
putada no último fim de semana, Saínhas ao volante do Ford Es-
devido a problemas mecânicos cort Mk1. Apesar da desistência,
e viu Hélder Silva aproximar- João Fonseca continua a liderar
se ainda mais da liderança do o Nacional de Montanha quando
Campeonato de Portugal de faltam disputar duas provas,
Montanha. na Serra da Arrábida (7 e 8 de
Após cinco vitórias conse- setembro) e em Boticas (28 e
cutivas nas provas já realizadas, 29 de setembro). No final desta
A ACR Senhora do Desterro e o Maia AC terceiro. Na IIIª Divi- somando ambos os clubes nove o piloto covilhanense foi traído jornada, o covilhanense falou
sagrou-se campeã nacional da são foi a formação masculina que vitórias consecutivas. O CA Seia pelo seu protótipo, o Silver Car em frustração: «Fizemos tudo o
IIª e IIIª Divisão em femininos e venceu e destronou o Juventude foi o único representante da EF 10, e ficou fora da corrida que era possível para continuar
masculinos, respetivamente, no Ilha Verde (Açores), que tinha região na elite do atletismo na- logo no sábado. Nas famosas em prova, mas o facto é que este
Nacional de Clubes disputado no conquistado o título nos últimos cional e terminou no sexto lugar curvas de Murça a vitória fi- resultado vai obrigar-nos a dispu-
fim de semana em Leiria. dois anos. Os atletas da Senhora na exigente competição mascu- nal foi para Hélder Silva (Juno tar as duas últimas rampas, para
No escalão secundário, a do Desterro conseguiram seis vi- lina com 59 pontos, enquanto o CN09) no final de um duelo as quais temos de arranjar apoios,
equipa feminina de São Romão tórias individuais por Marco Mar- Benfica venceu com 162 pontos. intenso com José Correia (Osella já que o nosso budget terminou
(Seia) revalidou o título conquis- ques (5.000 metros, 15m41s01’), Em termos individuais destaque PA2000 Evo2), segundo classi- em Murça. Nada está perdido e
tado no ano passado e conseguiu Sérgio F. Silva (comprimento, 6,58 para os terceiros lugares de Rui ficado. Luís Nunes (Ford Fiesta vou lutar até ao último metro da
cinco triunfos individuais nas pro- metros), Gilberto Carvalho (vara, Coelho nos 5.000 metros marcha ST R5+) foi terceiro e venceu a última rampa para ser campeão»,
vas de 100 metros (Ana Moreira, 3,94 metros), Gracelino Barbosa (20m28s39’) e de Vítor Rodrigues categoria de Turismo. Nos clás- disse o piloto em comunicado.
12s56’), 3.000 metros obstáculos (400 metros barreiras, 55s04’), no lançamento do disco (47,89
(Djamila Tavares, 10m59s61’), Filipe Grilate (altura, 1,94 metros) metros). O CA Seia obteve mais Ultramaratona
lançamentos do disco (Sónia Bor- e Alexandre Almeida (disco, 45,02 três quartos lugares com o lan-
ges, 40,32 metros), do peso (Sónia metros). çador no peso (14,54 metros), Equipa do Colmeal da Torre vence
Borges, 11,61 metros) e martelo Na Iª Divisão, Sporting, em Daniel Gregório nos 5.000 metros em Castelo Branco DR
(Sónia Alves, 50,65 metros). O femininos, e Benfica, masculinos, (14m37s92’) e David Sénica nos
Marítimo foi segundo classificado revalidaram os títulos nacionais, 200 metros (22s68’).

Ciclismo
Volta sobe à Torre no domingo e descansa na Guarda
A Torre, o ponto mais alto de Covilhã terminará no ponto mais 70 quilómetros, sendo esperados
Portugal continental, volta este alto da Serra da Estrela, o que não cerca de mil participantes. A parti-
ano a ser final de etapa da Volta a acontecia desde 2015, e promete da está agendada para as 10 horas
Portugal em bicicleta. fazer mossa na classificação. Na no Jardim José de Lemos. A segunda
A 81ª edição da principal segunda-feira a Volta chegará à parte da Volta começa a 7 de agosto
prova velocipédica portuguesa Guarda, meta da quinta etapa com com 189,2 quilómetros entre Torre
arrancou esta quarta-feira, com 158 quilómetros desde Oliveira de Moncorvo e Bragança, de onde
um prólogo em Viseu, e termina do Hospital e serpenteará pelas sairá no dia seguinte a sétima A equipa do CCDR Colmeal veira, vencedor individual, até
a 11 de agosto após dez etapas. O estradas da vertente norte da etapa rumo a Montalegre (156,2 da Torre venceu a PT281 Ul- à terceira base. A partir daí, os
pelotão chega à Beira Interior este Estrela até à subida final para a quilómetros). O pelotão ligará de- traMarathon, uma das provas representantes do Colmeal da
sábado com a terceira tirada, de chegada na cidade mais alta. pois Viana do Castelo ao Monte de mais duras do mundo, que ligou Torre assumiram a liderança
194,1 quilómetros, entre Santa- A Guarda foi escolhida este Sta. Quitéria, em Felgueiras (156,6 Penamacor a Castelo Branco e coletiva até ao fim, tendo che-
rém e Castelo Branco. No domin- ano para o dia de repouso dos quilómetros), e Fafe a Mondim de teve partida na quinta-feira. gado a Castelo Branco às 4h07
go os ciclistas terão pela frente corredores depois do esforço des- Basto (133,5 quilómetros). A última Filipe Guerra, Pedro Santos, da madrugada de sábado. A
a “etapa rainha” da prova com a pendido na serra. A pausa inclui tirada será um contrarrelógio indi- Hélio Costa e Romeu Afonso próxima competição do quar-
ligação da Pampilhosa da Serra à um concerto de Ana Bacalhau na vidual de 19,5 quilómetros entre cumpriram os 282 quilómetros teto é a Algarviana Ultra Trail,
Torre, no final de 145 quilómetros Praça Velha nesse dia (22 horas) e Vila Nova de Gaia e o Porto, sendo da ultramaratona em 34h07m. de 300 quilómetros, que terá
e cinco contagens de montanha. na terça-feira terá lugar uma eta- o vencedor de 2019 coroado na A equipa perseguiu sempre de lugar de 28 de novembro a 1 de
A escalada final pela vertente da pa reservada aos cicloturistas de Avenida dos Aliados. perto o superatleta João Oli- dezembro.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019

opinião
João Mendes Rosa Um novo paradigma de povoamento?
Quando, na Beira Interior, falamos de Itália para se instalarem nas novas colónias que concluí ser um “vicus” (séc. I d. C.). (mormente entre os séc. XII e XVI) com a
fenómenos migratórios, associamo-los fundadas por Roma. A romanização da Apresenta duas termas, sendo uma delas concessão de forais – uma medida extraor-
imediatamente a emigração e, quase con- “Hispania”, bem como de outras latitudes – as maiores – possivelmente públicas. No dinariamente sábia para fundar municípios,
comitantemente, ao êxodo rural dos anos do “Imperium Populi Romani”, contou com território correspondente à atual Beira Inte- assegurar condições de fixação popula-
60 do séc. XX, ao afluxo laboral à Europa ou os fluxos migratórios como instrumento rior, entre Tejo e Douro, portanto, começa a cional e a prosperidade das comunidades,
à deslocação populacional para as grandes poderoso de reordenação territorial. E não clarificar-se um quadro demostrativo da im- bem como a rentabilização da sua área
faixas litorais. Quando muito, associamo- se julgue que o trânsito migratório se fazia portância de tais unidades supra-familiares cultivada e concedendo maiores liberdades
los também à diáspora judaica do séc. XVI. apenas para as grandes cidades, como que coexistiram com as cidades, as “villae” e privilégios aos moradores. As principais
Todavia, esquecemos que o fenómeno in- Emerita Augusta; acontecia nas pequenas e as quintas na sociedade romanizada e vítimas territoriais do despovoamento fo-
verso já aconteceu: a nossa região já foi um urbes, como a Civitas Igaeditanorum, a como contribuíram grandemente para a ram as nossas aldeias – equivalentes aos
território de imigração, de acolhimento de Lancia Oppidana ou a Lancia Transcudana, transculturalidade do tempo. A epigrafia “vici” romanos que acolheram há muitos
população. Há muito tempo. Mas será que onde, com efeito, a imigração foi relevante funerária e votiva latina desta região do inte- séculos população. Mas são essas aldeias
essa distância temporal não nos permitirá e incontestável. Todavia as investigações rior da Lusitânia permite localizar aqui – em ou imediações que estão, paulatinamente, a
entender de forma mais meridiana um lento arqueológicas tendem cada vez mais a estudo que conto publicar em breve – um receber imigrantes: comunidades provindas
e larvar fenómeno que poderá estar a ser valorizar uma outra unidade urbana e que total de pelos menos treze “vici”, dos quais de vários pontos da Europa, acolhem-se
suscitado? terá tido um papel crucial na consolidação o “vicus” Venia (Meimoa, Penamacor) e o aos povoados quase abandonados e mo-
Apesar de estarem amplamente ates- equilibrada do território, também no acolhi- “vicus” Ocellonia ou Ocelona (Quinta de São ribundos. Essas comunidades vivificam a
tados ao longo da história os fenómenos mento de população: os “vici” (Lat. plural Domingos, Pousafoles do Bispo, no sopé do cultura em extinção e dão-lhe uma nova
migratórios de afluência populacional aos de “vicus”). Tratam-se de aglomerados po- Cabeço das Fráguas) são exemplos. Os do- abordagem, sobretudo mediante as inter-
grandes centros urbanos, constituindo pulacionais de segunda categoria (de certo cumentos epigráficos consignam indivíduos venções artísticas.
momentos descontínuos (e obviamente modo equivalentes às atuais aldeias, mas provenientes de várias latitudes de todo o A arte e a cultura podem constituir
desiguais) de renovação do tecido social sem jurisdição própria), inscritas ou não no orbe – desde os mais remotos, como a Síria os forais da atualidade. É da aliança entre
dos aglomerados humanos, a verdade é “pagus” – unidade territorial, ainda pouco e a Líbia, aos mais próximos, como “Sal- a cultura autóctone e a cultura universal
que tais situações foram acompanhadas de estudada entre nós, mas que seria inferior mantica” ou ainda “Asturica Augusta” (As- que pode nascer um novo paradigma de
medidas legislativas de compensação. Na ao município (“civitas”; a Beira Interior torga), “Italica” (Sevilha) ou “Conimbriga” repovoamento, atraindo população e con-
Roma Antiga, a fundação de novas cidades teria, pelo menos sete “civitates”). Assim, ou “Emerita” ou até “Germania”. De entre trariando a latência da morte. A presença
por todo o império, recorrendo sobretudo “paganus” (dela emana a palavra “pagão” a população acolhida nesta região temos transfronteiriça é uma das chaves dessa
a militares desmobilizados – as colónias –, que, por não estar na cidade, foi mais difícil gente humilde como mineiros, escravos aliança: a cooperação ibérica em fenóme-
foi uma medida reconhecidamente sábia de cristianizar) é o habitante do “pagus” e libertos e simples soldados, até militares de nos de idêntico padecimento. A cultura na
de equilibrar a distribuição populacional. “vicani”, são aqueles que habitam o “vicus”. alta patente, bem como cidadãos romanos sua transculturalidade parece ser a última
Durante a chamada “Pax Romana”, mas Os “vici” ofereciam uma vida social e urbana de elevado estatuto, como Tito Domício esperança, o braço que pode suster o golpe
sobretudo na primeira metade do século já aceitável, sem os perigos e insegurança Póstumo do “vicus” Venia. derradeiro: dê-se ensejo a um novo para-
II a. C., em particular no primeiro terço da cidade. Entre 2007 e 2015 dirigi, em Sabemos que o medievo ermamento, digma de povoamento.
dessa centúria, cerca de pelo menos cem Ervedal (Castelo Novo), as escavações sucedâneo da presença romana, só foi efi-
mil pessoas mudaram de domicílio em arqueológicas de um arqueossítio romano cazmente combatido muitos séculos depois * Escritor

TresLer
opinião
Joaquim Igreja
joaquim.igreja@gmail.com Ser velho é esperar
1. É tudo muito rápido. Morre-nos (o) e para essa revolta surda de não sermos ajudas aos menos abomináveis ou de um velho num lar, mesmo quando sabe que
a companheiro (a), também já na casa dos imortais. A questão do além vai entusias- deserdar os outros. Outra hipótese (já pode enganar os seus novos parceiros que
80, e de repente encontramo-nos num lugar mando alguns mas cada vez menos, mesmo aconteceu) é o idoso entrar em trabalho de não conhecem a sua vida, está condenado
esquisito povoado por dezenas de múmias os religiosos, que sabem, olhando para os “apaixonamento” por uma qualquer flausina pela solidão a reencontrar-se com o seu
como nós, a olharem-nos com olhar aflito tribunais terrenos, que seria impossível do lar, que lhe vai assegurar o desvio bem passado que lhe surge esparramado na
ou já acomodado. Foi difícil aos filhos, sem- um juízo final em que uma entidade superior intencionado dos seus bens, para desespero frente a cada atitude que sente vontade
pre tão ocupados com as suas profissões, decidisse dar uma eternidade de repouso ou dos “legítimos herdeiros”. de ter. Sim, foi generoso, teve as suas
obter lugar tão rápido para meter ali o pai/ a de inferno por atos de que muitas vezes não Neste espaço concentracionário, os glórias, mas também os seus momentos
mãe, mas nada que um bom conhecimento fomos totalmente culpados. Cada caso seria velhos, ultrapassado o trauma da separação de cobardia e indignidade. Não foi capaz
ou uma cunha bem metida não conseguisse mais difícil de decidir que o outro. Resta da sua “casinha”, aliam-se, para o bem e em certos momentos da vida de enfrentar
resolver. De um momento para o outro enfrentar a dita cuja, esperando por ela de para o mal, em grupos de cumplicidade e o seu destino e de lhe dar um desvio, pelo
o mundo de objetos e vizinhanças que frente, se possível sem dor ou com uma dose isso traz-lhes um bem tremendo: a confian- menos de 90 graus. Enganou, foi enganado.
construímos fica reduzido a uma cama, um de morfina. Quanto ao inferno, ele mora cá. ça e a comunicação. Muitas vezes já nem se Sujeitou-se, acomodou-se, outras vezes fez
roupeiro, uma mesinha de cabeceira. E um 2. O mundo dos lares da terceira importam de não ser visitados, habituados birra ou só pensou em si e não foi capaz de
candeeiro que não nos autorizam a ligar a idade, sendo o “mal menor”, não é um que estão a não sê-lo. “Eles têm tanto que enfrentar a vida. Nesta história, um grupo
não ser em caso de última necessidade. mundo isento da violência. É um mundo fazer!” ou “Os filhos dão-lhes muito tra- de velhos lúcidos é capaz de tornar os seus
Um botão para pedirmos ajuda, às vezes como os outros. De pessoas, humanas. balho!” são as respostas às provocações membros cúmplices, amigos, inseparáveis,
um vizinho barulhento e aí estamos nós Em resposta à violência de isolar um velho feitas pelos mais visitados. Por outro lado, de consolar nos piores momentos, de fazer
instalados para a meia-dúzia de anos que dos seus próximos e à própria violência as diferenças de origem social e geográfica acreditar nos mitos que criaram e de criar
nos restam, com “aquele” lugar fixo no do internato, o velho é capaz de construir e a incapacidade de apurar o passado de um mundo de afeições que dói de repente
refeitório. É assim um lar de idosos. com os seus novos vizinhos atitudes de quem ali está dão aos velhos uma liberdade perder. Para além desta revelação, António
Quando chegamos aos 60 e poucos e indiferença, desprezo, coação e mesmo de criar a sua própria história, uma certa Silva, herói da história com 84 anos, des-
o caminho começa a descer, começamos violência. Se lhe restar um bocadinho de “omnipotência”. cobre que a vida se faz de acasos e hábitos,
a ter a perceção mais certa de que “aquele cabeça, é capaz de congeminar e provocar 3. “A máquina de fazer espanhóis”, que importa aproveitar, deixando-a um
momento” está ali ao virar da esquina. Até questões de heranças e partilhas que não livro extraordinário de valter hugo mãe (as- pouco à deriva. Forçá-la não.
essa altura nunca tínhamos pensado bem lembrariam ao diabo. Se só tiver sobrinhos, sim com minúsculas) que acabo de ler e me Na verdade, somos todos Silvas. É só
nesse momento, mas a reforma e os fune- vai ter de premiar aqueles que o vêm visitar deixa sem fôlego, é uma história que prova esperar.
rais das pessoas que conhecemos de mais mais vezes. Se tiver filhos e os abominar, que um velho é um homem e que ao entrar (valter hugo mãe, “A máquina de fazer
perto deixam mais espaço para as tontices pode arranjar maneiras de ir escorregando no lar não perdeu o passado. Pelo contrário, espanhóis”, Ed. Alfaguara, 2010)
Quinta-feira • 01 de agosto de 2019 • • 19

PUB

opinião
Observatório
de
Nuno Amaral Jerónimo
extremo.acidental@gmail.com Ornitorrincos
É uma chama ou um facho?
O ministro da Inflamação Interna madrugada à porta dos locais onde se renova
inflamou-se com os jornalistas que lhe per- o cartão, que são os centros de reciclagem
guntaram sobre as golas que inflamam quan- do cidadão.
do ficam perto de flamas. O ministro ficou Os responsáveis pelas combustões são
exfoliado, para não escrever expedido. Para esses imbecis do povo que desertaram das
este Governo da Nação qualquer afirmação matas, acorrendo em massa aos hospitais
é uma difamação. Até as deflagrações são das cidades, provocando gigantescas filas de
conspirações. Quem administra o território espera. Não é esta acção, obviamente, uma
acha sempre que o falatório precisa de anti- conspiração para denegrir a governação?
inflamatório e manda um notório dar um As golas ardem, as bolas fervem, as
correctório a quem aparecer no locutório. molas partem. Estarei eu a falar de fogos,
O filho do Secretário, com honestidade de futebol, ou de fermentação, para não
de sacrário, tinha os negócios no armário. escrever formicação (o mesmo que co-
Será ele um salafrário? Não, porque é parti- michão)?
dário, socialista, logo solidário. Trabalha, tem Caro leitor, este é o primeiro artigo de
horário, não merece ele um salário? Merece, Agosto. Encare esta crónica como encara
porque não é adversário. todas as notícias sobre as artimanhas nego-
As populações pedem satisfações a ciais de familiares dos nossos governantes.
quem deixou arder duas Mações? Os gera- Não espere melhor na próxima.
dores dos incêndios são esses energúmenos
do povo que abandonaram as zonas onde * O autor escreve de acordo com a antiga
abunda o arvoredo para se acantonarem de ortografia

mitocôndrias e quasares
opinião
António Costa
antoniomanuelcosta@gmail.com

Projeto Genoma do Neandertal


O Homem do Neandertal fabricava e uti- A equipa liderada por Svante Paabo
lizava ferramentas, possuía uma linguagem e Ed Green, do Instituto Max Planck de
rudimentar, controlava o fogo, cozinhava Antropologia Evolutiva de Leipzig, publicou
os alimentos que comia, organizava-se so- o genoma completo em maio de 2010 na
cialmente em clãs, educava os mais jovens, reviste “Science”. Na análise do genoma,
confecionava o vestuário que lhe permitia os investigadores utilizaram fósseis pro-
resistir ao frio, vivia em grutas ou refúgios, cedentes da gruta de Vindija, na Croácia,
e as suas características físicas era muito e de El Sidrón, nas Astúrias, em Espanha. A
similares às nossas. Não pertence, porém, à sequência do genoma do Neandertal permite
mesma linha evolutiva dos homens atuais. O compreender melhor as relações evolutivas
que o torna essencialmente diferente de nós? entre os humanos modernos e os neandertais
O projeto Genoma do Neandertal teve e também ajudar na identificação das mudan-
início em julho de 2006, quando o Instituto ças genéticas que contribuíram para que os
Max Planck de Antropologia Evolutiva de humanos modernos saíssem de África e se
Leipzig, na Alemanha, e a empresa tecno- expandissem pelo mundo há milhares de anos.
lógica 454 Life Sciences Corporation se O sonho de conhecer os nossos ante-
comprometeram a conseguir um esboço passados está cada vez mais perto de se
do genoma Neandertal. O objetivo deste concretizar. A este sonho juntam-se outros
projeto é comparar o genoma da nossa que, de momento, parecem dignos de uma
espécie com o daquele hominídeo já extinto, história de ficção científica, como o sonho de
embora muito próximo de nós em termos clonar, a partir do ADN, um espécimen Nean-
evolutivos, para conhecer as características dertal da mesma forma que Steven Spielberg
que nos diferenciam e que são exclusivas “conseguiu em ficção” com os dinossauros
dos humanos modernos. do célebre filme “Parque Jurássico”.
opinião
20 • • Quinta-feira • 01 de agosto de 2019
rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda
Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt
publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt bilhete postal
Legislativas

Carlos Peixoto e Carlos Condesso confirmados


dcabrita@iol.pt
Diogo Cabrita

nos lugares elegíveis da lista do PSD Persistência


AR
O Conselho Nacional do PSD aprovou das estruturas locais, que não servem Sentia-se o cheiro
na terça-feira a lista de candidatos às para nada. As pessoas trabalham, mas na De uma terra vermelha
legislativas de 6 de outubro na Guarda. hora de decidir o presidente da distrital De um barro ardente
E não houve surpresas de última hora. toma decisões, à revelia das decisões do
Tal como O INTERIOR noticiou na partido, de quem vai na lista», disse a Surgia da noite escura um rebento
última edição, Carlos Peixoto, deputado e ainda deputada. Um verde de flor
presidente da Distrital, é o cabeça de lista Ao “Público”, Carlos Peixoto refutou Parido
e Carlos Condesso, ex-chefe de gabinete as acusações e disse que cumpriu «es-
de Álvaro Amaro e atual chefe de gabinete crupulosamente» as indicações das con- O parto da flor
do seu sucessor na Câmara da Guarda, celhias. «O que aconteceu foi que houve No terreno inteiro
bem como presidente da concelhia de de Pinhel, Almeida e Aguiar da Beira, pessoas que só aceitavam o primeiro ou Agora o barro fazia dinheiro
Figueira de Castelo Rodrigo, o número a deputada Ângela Guerra, que apoiou segundo lugar da lista», pelo que «ficaram
dois. No terceiro lugar está a independen- Santana Lopes contra Rui Rio nas diretas de fora e só foram escolhidas aquelas que Ele sorriu
te Sara Campos, médica de Seia, seguida para a presidência do partido e concorreu tiveram mais indicações, como aconteceu A flor se abriu
de Sílvia Nabais (Sabugal), que ocupa o contra Carlos Peixoto à liderança da dis- com Carlos Condesso», declarou o líder E deitou uma história
primeiro lugar dos suplentes. Seguem-se trital, no ano passado, não teve lugar na distrital. Neste caso, o chefe de gabinete
Tiago Gonçalves, presidente da concelhia lista. Em declarações ao diário “Público”, a do presidente da Câmara da Guarda foi Um cheiro que trazia
da Guarda, e Nazaré Ribeiro, representan- também presidente da Assembleia Muni- indicado pelas secções da Guarda, Celori- Dos avós a memória.
te dos TSD (Almeida), em quinto e sexto cipal de Pinhel acusou o líder distrital de co da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia, As estufas afinal davam.
lugar, respetivamente. a ter afastado. «É uma profunda descon- Figueira de Castelo Rodrigo, Trancoso e
Apesar de indicada pelas concelhias sideração e desrespeito pelas decisões Vila Nova de Foz Côa.

Vila Nova de Foz Côa


PJ deteve suspeito da morte de homem que recusou casar filha menor
A Polícia Judiciária da Guarda de- Segundo o Departamento de Inves- apenas 13 anos de idade». O pai da imediata», recorda a PJ. Com 35 anos,
teve, na segunda-feira, o suspeito de ter tigação Criminal, o crime terá ocorrido menor tinha 39 anos e foi «surpreen- o suspeito de homicídio qualificado já
baleado mortalmente um homem em «por motivos torpes, na sequência da dido pelo ora detido na sua própria foi presente a tribunal, tendo ficado
Vila Nova de Foz Côa, no passado dia 5 dissolução de um casamento, envol- residência e aí atingido mortalmente sujeito à medida de coação de prisão
de julho. vendo uma filha menor da vítima com com um disparo, que lhe causou morte preventiva.

PUB

Jardim Hotel LOCALIZAÇÃO


AS NOSSAS CLÍNICAS Municipal
José de Lemos
Turismo

Foz Côa
Mêda Mercado
F. C. Rodrigo municipal Terminal
Rodoviário
Pinhel
Guarda
Sabugal TELF. 271 215 194
Castelo Branco
ADELAND MEDICARE
ACORDOS DIRETOS

ADSE SAMS CENTRO


(próteses, ortodontia, estomatologia)

ADVANCE CARE SAMS SUL E ILHAS


CTT MÉDIS SERVIÇOS SOCIAS CGD
DENTINET FUTURE - HEALTH CARE