Вы находитесь на странице: 1из 3

4.

(Unicamp 2010) A experimentação é parte essencial do


Correntes Elétricas
étricas método científico, e muitas vezes podemos fazer medidas
de grandezas físicas usando instrumentos extremamente
Parte I simples.
1. (Unicamp 2013) O carro elétrico é uma alternativa aos
veículos com motor a combustão interna. Qual é a a) Usando o relógio e a régua graduada em centímetros da
autonomia de um carro elétrico que se desloca a 60 km h, figura a seguir, determine o módulo da velocidade que a
se a corrente elétrica empregada nesta velocidade é igual a extremidade do ponteiro o dos segundos (o mais fino)
50 A e a carga máxima armazenada em suas baterias é possui no seu movimento circular uniforme.
q = 75 Ah? b) Para o seu funcionamento, o relógio usa uma pilha que,
quando nova, tem a capacidade de fornecer uma carga
a) 40,0 km. 3
b) 62,5 km. q = 2,4 Ah = 8,64×10 C. Observa-se
Observa que o relógio
c) 90,0 km. funciona durante 400 diasas até que a pilha fique
d) 160,0 km. completamente descarregada. Qual é a corrente elétrica
média fornecida pela pilha?
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Atualmente há um número cada vez maior de
equipamentos elétricos portáteis e isto
sto tem levado a
grandes esforços no desenvolvimento de baterias com
maior capacidade de carga, menor volume, menor peso,
maior quantidade de ciclos e menor tempo de recarga,
entre outras qualidades.

2. (Unicamp 2012) Outro exemplo de desenvolvimento,


com vistas a recargas rápidas, é o protótipo de uma bateria
de íon-lítio,
lítio, com estrutura tridimensional. Considere que
uma bateria, inicialmente descarregada, é carregada com 5. (Fuvest 2009) Com o objetivo de criar novas partículas, a
uma corrente média im = 3,2 A até atingir sua carga partir de colisões entre prótons, está sendo desenvolvido,
máxima de Q = 0,8 8 Ah . O tempo gasto para carregar a no CERN (Centro Europeupeu de Pesquisas Nucleares), um
bateria é de grande acelerador (LHC). Nele, através de um conjunto de
a) 240 minutos. ímãs, feixes de prótons são mantidos em órbita circular,
b) 90 minutos. com velocidades muito próximas à velocidade c da luz no
c) 15 minutos. vácuo. Os feixes percorrem longos tubos, que juntos
d) 4 minutos. formam
rmam uma circunferência de 27 km de comprimento,
14
onde é feito vácuo. Um desses feixes contém N = 3,0 × 10
3. (Fuvest 2010) Medidas elétricas indicam que a superfície prótons, distribuídos uniformemente ao longo dos tubos, e
12
terrestre tem carga elétrica total negativa de, cada próton tem uma energia cinética E de 7,0 × 10 eV. Os
aproximadamente, 600.000 000 coulombs. Em tempestades, prótons repassam inúmeras vezes
veze por cada ponto de sua
raios de cargas positivas, embora raros, podem atingir a órbita, estabelecendo, dessa forma, uma corrente elétrica
superfície terrestre. A corrente elétrica desses raios pode no interior dos tubos. Analisando a operação desse sistema,
atingir valores de até 300.000 A. Que fração da carga estime:
elétrica total da Terra poderia ser compensada por um raio
r
de 300.000 A e com duração de 0,5 s? NOTE E ADOTE:
-19
1 q = Carga elétrica de um próton = 1,6 × 10 C
a) 8
2 c = 3,0 × 10 m/s
1 1 eletron-volt = 1 eV = 1,6
-19
6 × 10 J
b)
3
1 a) A energia cinética total Ec, em joules, do conjunto de
c)
4 prótons contidos no feixe.
1 b) A velocidade V, em km/h, de um trem de 400 toneladas
d)
10 que teria uma energia cinética equivalente à energia do
1 conjunto de prótons contidos no feixe.
e)
20 c) A corrente
rrente elétrica I, em amperes, que os prótons em
movimento estabelecem no interior do tubo onde há
vácuo.

www.soexatas.com Página 1
coulombs. Pode-se concluir que essas três informações são
ATENÇÃO! Não utilize expressões envolvendo a massa do a) coerentes, e que o intervalo de tempo médio de uma
próton, pois, como os prótons estão a velocidades próximas descarga elétrica é de 0,002 .
à da luz, os resultados seriam incorretos. b) coerentes, e que o intervalo de tempo médio de uma
descarga elétrica é de 2,0 s.
c) conflitantes, e que o intervalo de tempo médio de uma
6. (Unifesp 2007) Uma das grandezas que representa o
descarga elétrica é de 0,002 s.
fluxo de elétrons que atravessa um condutor é a
d) conflitantes, e que o intervalo de tempo médio de uma
intensidade da corrente elétrica, representada pela letra i.
descarga elétrica é de 2,0 s.
Trata-se de uma grandeza
e) conflitantes, e que não é possível avaliar o intervalo de
a) vetorial, porque a ela sempre se associa um módulo, tempo médio de uma descarga elétrica.
uma direção e um sentido.
b) escalar, porque é definida pela razão entre grandezas 10. (Fuvest 2001) Dispõe-se de uma lâmpada decorativa
escalares: carga elétrica e tempo. especial L, cuja curva característica, fornecida pelo manual
c) vetorial, porque a corrente elétrica se origina da ação do
do fabricante, é apresentada abaixo. Deseja-se ligar essa
vetor campo elétrico que atua no interior do condutor.
lâmpada, em série com uma resistência R=2,0Ù, a uma
d) escalar, porque o eletromagnetismo só pode ser descrito
fonte de tensão V0, como no circuito a seguir. Por
por grandezas escalares.
precaução, a potência dissipada na lâmpada deve ser igual
e) vetorial, porque as intensidades das correntes que
convergem em um nó sempre se somam vetorialmente. à potência dissipada no resistor.

7. (Fgv 2006) O maior valor do campo elétrico que pode ser


aplicado a um isolante sem que ele se torne condutor é
denominado rigidez dielétrica. Em se tratando da rigidez
dielétrica do ar, nos dias em que a umidade relativa é
elevada, seu valor cai significativamente. Se duas placas
paralelas A e B imersas no ar são mantidas a uma distância
fixa e carregadas com cargas elétricas de mesma
intensidade, contudo de sinais contrários, com o ar mais Para as condições acima,
úmido, para que o dielétrico comece a conduzir
eletricidade, a) Represente a curva característica I × V do resistor, no
a) o potencial na placa negativa deve ser menor. próprio gráfico fornecido pelo fabricante, identificando-a
b) a diferença de potencial entre A e B deve ser menor. com a letra R.
c) o módulo do campo elétrico na superfície das placas A ou
B deve ser maior.
d) o trabalho para mover uma carga individual de uma b) Determine, utilizando o gráfico, a corrente I, em
placa a outra deve ser maior. amperes, para que a potência dissipada na lâmpada e no
e) a força elétrica percebida por uma carga individual de resistor sejam iguais.
uma placa pela carga da outra placa deve ser maior.
c) Determine a tensão V0, em volts, que a fonte deve
8. (Unifesp 2005) Um condutor é percorrido por uma fornecer.
corrente elétrica de intensidade i = 800 mA. Conhecida a
-19
carga elétrica elementar, e = 1,6 × 10 C, o número de
d) Determine a potência P, em watts, que a lâmpada
elétrons que atravessa uma seção normal desse condutor,
dissipará nessas condições.
por segundo, é
19
a) 8,0 × 10
20 11. (Unicamp 1997) A figura a seguir mostra como se pode
b) 5,0 × 10
c) 5,0 × 10
18 dar um banho de prata em objetos, como por exemplo em
d) 1,6 × 10
20 talheres. O dispositivo consiste de uma barra de prata e do
e) 1,6 × 10
22 objeto que se quer banhar imersos em uma solução
condutora de eletricidade. Considere que uma corrente de
9. (Unifesp 2002) Num livro de eletricidade você encontra 6,0 A passa pelo circuito e que cada Coulomb de carga
três informações: a primeira afirma que isolantes são transporta aproximadamente 1,1 mg de prata.
corpos que não permitem a passagem da corrente elétrica;
a segunda afirma que o ar é isolante e a terceira afirma
que, em média, um raio se constitui de uma descarga
elétrica correspondente a uma corrente de 10000 amperes
que atravessa o ar e desloca, da nuvem à Terra, cerca de 20

www.soexatas.com Página 2
2. (Ufmg 2000) As figuras mostram uma mesma lâmpada
em duas situações diferentes: em I, a lâmpada é ligada a
uma única pilha de 1,5 V; em II, ela é ligada a duas pilhas de
1,5 V cada, associadas em série.

a) Calcule a carga que passa nos eletrodos em uma hora.


b) Determine quantos gramas de prata são depositados
sobre o objeto da figura em um banho de 20 minutos.

12. (Ita 1997) A casa de um certo professor de Física do


ITA, em São José dos Campos, têm dois chuveiros elétricos Na situação I, a corrente elétrica na lâmpada é i1 e a
que consomem 4,5kW cada um. Ele quer trocar o disjuntor diferença de potencial é V1. Na situação II, esses valores
geral da caixa de força por um que permita o são, respectivamente, i2 e V2.
funcionamento dos dois chuveiros simultaneamente com Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que
um aquecedor elétrico (1,2kW), um ferro elétrico (1,1kW) e a) i1 = i2 e V1 = V2.
7 lâmpadas comuns (incandescentes) de 100W. b) i1 = i2 e V1 < V2.
Disjuntores são classificados pela corrente máxima que c) i1 ≠ i2 e V1 = V2.
permitem passar. Considerando que a tensão da cidade d) i1 ≠ i2 e V1 < V2.
seja de 220V, o disjuntor de menor corrente máxima que
permitirá o consumo desejado é então de: 3. (Ufv 2000) Um homem utilizava, para iluminar seu
a) 30 A quarto, uma única lâmpada que dissipa 60W de potência
b) 40 A quando submetida a uma diferença potencial de 110V.
c) 50 A Preocupado com a frequência com que "queimavam"
d) 60 A lâmpadas nesse quarto, o homem passou a utilizar uma
e) 80 A lâmpada que dissipa 100W de potência quando submetida
a 220V, e cujo filamento tem uma resistência elétrica
praticamente independente da diferença de potencial à
Parte II qual é submetida.
Das situações abaixo, a única que pode ter ocorrido, após a
substituição do tipo de lâmpada, é:
1. (Ufmg 2006) Um amperímetro pode ser utilizado para
a) Houve diminuição da frequência de "queima" das
medir a resistência elétrica de resistores. Para isso, monta- lâmpadas, mas a luminosidade do quarto e o consumo
se o circuito mostrado nesta figura: de energia elétrica aumentaram.
b) Houve diminuição da frequência de "queima" das
lâmpadas, bem como da luminosidade do quarto e do
consumo da energia elétrica.
c) Houve aumento da frequência de "queima" das
lâmpadas, bem como da luminosidade do quarto, mas o
consumo de energia elétrica diminuiu.
d) Houve diminuição da frequência de "queima" das
lâmpadas, bem como da luminosidade do quarto, mas o
consumo de energia elétrica aumentou.
e) Houve aumento da frequência de "queima" das
lâmpadas, bem como da luminosidade do quarto e do
Nesse circuito, o amperímetro é ligado a uma bateria de
consumo de energia elétrica.
1,50 V e a uma resistência variável R. Inicialmente, os
terminais P e Q - indicados na figura - são conectados um
ao outro. Nessa situação, a resistência variável é ajustada
-3
de forma que a corrente no circuito seja de 1,0 × 10 A.
Guilherme utiliza esse circuito para medir a resistência R'
de um certo componente. Para tanto, ele conecta esse
componente aos terminais P e Q e mede uma corrente de
-3
0,30 × 10 A. Com base nessas informações, DETERMINE o
valor da resistência R'.

www.soexatas.com Página 3