Вы находитесь на странице: 1из 21

CONTROLE EMOCIONAL E INTELIGÊNCIA

PARA TER SUCESSO NA VIDA

EDERSON MALHEIROS MENEZES

EMM LEARNING
LEARNING COACHING
2019
© direitos do autor, 2019

MENEZES, Ederson M. Controle


emocional e inteligência para ter sucesso na
vida. Ijuí (RS): EMM Learning, 2019 [e-book].

Não é autorizada a distribuições parcial ou integral de


nenhuma parte deste material sem o consentimento
expresso e formal do autor.

www.edersonmenezes.com.br

www.learningcoaching.com.br

contato@emmlearning.com.br
ÍNDICE

Introdução

Controle emocional e inteligência

Os primeiros passos

Quais são os próximos passos para o controle


emocional

Mais algumas dicas importantes

Inteligência emocional no contexto do coaching

Conclusão
INTRODUÇÃO

Olá!
Que bom que você interessou-se por esta
temática para seu desenvolvimento.
Este Micro E-book faz parte de nosso
projeto de transformar os artigos de nosso site
em leituras rápidas que possam ser aplicadas
na vida das pessoas.
Então, não há o interesse de escrever algo
demasiadamente teórico, mas que possa trazer
algumas informações importantes e também
propiciar uma aplicação prática em sua vida.
Aqui o desafio é aprimorar o controle
emocional com inteligência para ter muito mais
sucesso na sua vida.
Uma figura de linguagem para descrever o
descontrole emocional na vida de algumas
pessoas é um trem desgovernado que está por
descarrilhar e jogar todos os vagões para fora
dos trilhos.

Pode parecer um exagero, mas a verdade é


que as emoções influenciam muito nossa vida.
Na verdade, cada dia de nossa vida é
demarcado por várias experiências emocionais.
De modo algum se quer determinar um
caráter negativo para as emoções, pois elas
fazem parte de nós.
O que está em evidência é o descontrole. É
isso que toma nossa atenção em relação ao
aspecto inteligência emocional.
Vamos fazer mais algumas considerações
iniciais e depois caminhar até o ponto de fazer
um exercício inicial que vai ajudar você nesta
jornada da vida.
Nosso desejo é seu sucesso real e pleno
nas dimensões possíveis definidas pela própria
vida.
E para que você possa alcançar este
sucesso integral, nossa sugestão aqui é cuidar
das suas emoções, da capacidade de controlar
elas e ainda mais, de agir com inteligência
emocional.
CONTROLE EMOCIONAL E INTELIGÊNCIA

A falta de controle emocional traz diversos


prejuízos, que podem afetar os
relacionamentos, família, amizades, carreira
profissional, negócios, etc.
Inteligência emocional neste sentido torna-
se uma necessidade.
Mas, como tornar-se uma pessoa com
inteligência emocional?
Alguns fazem separação entre inteligência
emocional e controle emocional.

No entanto, o que se vê como


efetivo são conhecimentos
acerca de si e do ser humano
que influenciam
positivamente seus
pensamentos,
comportamentos e atitudes.

É importante saber que a pessoa está


envolta por um processo de aprendizagem e
criação de novos hábitos e atitudes no contexto
da esfera emocional.
Quem tem inteligência emocional, controla
adequadamente suas emoções – não perde o
controle.


Paul Ekman defende a ideia de que as
emoções são universais.
Ekman, Friesen e Ellsoworth definem medo,
raiva, alegria, tristeza, asco e surpresa como
emoções básicas, sendo critério de inclusão as
expressões faciais.
Izard, define raiva, desprezo, nojo, mal-
estar, medo, culpa, interesse, alegria, vergonha
e surpresa como emoções básicas - a partir de
circuitos cerebrais preestabelecidos.
Já Oatley e Johson-Laird enunciam como
emoções básicas a raiva, nojo, ansiedade,
felicidade e tristeza - como não requerentes de
processamento cognitivo superior.
Por fim, independente do(s) teórico(s) (não
foram citados todos), estas categorizações nos
ajudam a refletir sobre algumas de nossas
emoções e experiências.
OS PRIMEIROS PASSOS

Portanto, dois passos iniciais são


necessários para se obter inteligência
emocional (estou pensando em Goleman):
Primeiro, o fato de reconhecer as suas
próprias emoções e depois nominá-las.
E, isto precisa acontecer antes mesmo de
tentar controlar suas emoções.

Trata-se de tomar
consciência acerca do que
você sente, compreender
melhor a si mesmo.

Além disso, quando você faz isso, fica mais


fácil também fazer a gestão dos seus
pensamentos e sentimentos.
Conhecer a si mesmo é um sinal de
inteligência emocional, de maturidade aplicada.
Por isso, dedicar-se a exercícios de
autoconhecimento são essências na obtenção de
inteligência emocional.

Em uma relação entre as emoções básicas e o


propósito que cada uma tem, poderíamos relacioná-
las da seguinte forma:

Raiva | Enfrentar problemas


Medo | Proteção
Antecipação | Planejamento
Surpresa | Concentração no novo
Alegria | Valorizar o que é importante
Tristeza | Fortalecer a conexão com os outros
Confiança | Estreitar relacionamentos
Repugnância | Rejeição
QUAIS SÃO OS PRÓXIMOS PASSOS PARA
CONTROLE EMOCIONAL?

Depois deste reconhecimento, de uma


consciência emocional ampliada, vem o
próximo passo.
Normalmente, a gestão das emoções está
associada com a capacidade de administrar
também seus pensamentos, suas crenças.

Assim, tudo aquilo que você


acredita acerca de si mesmo,
dos outros e do mundo
interfere diretamente no seu
estado emocional.

Então, reconhecer suas emoções, contextos


em que estas emoções se alteram e atingem
picos ou oscilam, faz parte do processo.
Compreender os pensamentos e crenças
que estão por trás do que você sente é o passo
seguinte.
Isso não esgota o processo de inteligência
emocional, mas é a base para continuar sua
jornada.
MAIS ALGUMAS DICAS IMPORTANTES

Se você conseguir crescer em inteligência


emocional, você estará ampliando seus
resultados em todos os sentidos.
De forma ainda mais prática, exercícios de
respiração podem auxiliar.
Também, "apagar" ou reeditar coisas ruins
da mente de forma consciente, substituindo por
novos pensamentos.
Ainda é muito significativo o fato de ter ao
nosso lado pessoas que promovem coisas
boas, e ficar focado naquilo que realmente vale
a pena.

As emoções fazem parte de


nós, não devem ser
reprimidas, mas vivenciadas
com inteligência emocional.
Controle emocional faz parte de um viver
sábio, de vida de autoconhecimento e que é
também uma experiência compartilhada.
Superar o viver por impulso e descontrole é
uma conquista diária de exercícios conscientes.
Este é o caminho para controle emocional
no trabalho e na vida como um todo.
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO
CONTEXTO DO COACHING

Nosso campo aqui é o Coaching, e não estamos


falando de quadros patológicos, em que se configura
uma “doença” ou quadro em que se requer um
psicólogo ou psiquiatra.

Nossa iniciativa é no sentido


de educar e estimular todas
as pessoas a cuidarem de
suas emoções.

Portanto, tem caráter educativo e


preventivo.
Trata-se de um estímulo que, de modo geral
todo o ser humano precisa receber.
Por isso, não deixe para amanhã!
Faça hoje mesmo uma
autoanálise de seus diálogos
internos, dos seus
pensamentos, sentimentos,
crenças, atitudes e busque
seu desenvolvimento
emocional.

Assuma o controle de sua história,


compreenda-se como responsável no sentido
de escrever algo que seja belo e cheio de
realização.
Use suas emoções de forma sábia para
registrar em sua memória as melhores
lembranças.
Viva e construa dia a dia sua felicidade
através do controle emocional.
Produza alegria para você e para as
pessoas que estão ao teu redor.
CONCLUSÃO

Para quem quer aprofundar-se na área de


inteligência emocional, precisa explorar seus
cinco domínios, que são:
 Autoconsciência emocional
 Controle Emocional (Lidar com as
emoções)
 Automotivação (Emoções a serviço de
metas)
 Reconhecimento da emoção do outro
(Empatia)
 Relacionamentos Interpessoais (Aptidão
relacional)
Recomendamos a leitura do livro
“Inteligência Emocional” de Daniel Goleman.
Esperamos ter ajudado você com esta
leitura e exercícios para inteligência emocional.
Se ajudou, compartilhe com seus amigos!!!
CONHEÇA NOSSOS CURSOS
Clique nas imagens, links ou visite nossos sites

www.learningcoaching.com.br

www.educacaosocioemocional.com.br

Оценить