Вы находитесь на странице: 1из 3

A IMPORTÂNCIA DA INCLUSÃO DO ALUNO COM TRANSTORNO

DO ESPECTRO AUTISTA-TEA NA ESCOLA REGULAR

ANA LÚCIA CABRAL |

DÉBORA TORRES DA SILVA|deboratorressilva@outlook.com

GEANE MATIAS CRUZ | geanematiasc@hotmail.com

INTRODUÇÃO

O presente trabalho resalta o estudo e ações exitosas da


importânciapositiva da inclusão e do acolhimento pedagógico na
sala regular de ensino,realizadona E.M.E.F. João XXIII, localizada
no município de João Pessoa-PB, desenvolvido com o aluno do 1º
ano ( C.D.) com sete anos, diagnosticado ( CID 10-F84, que
corresponde ao Transtorno do Espectro Autismo-TEA), definido
segundo o estudioso...(colocar a citação e acrescentar no
referencial teórico)

OBJETIVO

O objetivo deste trabalho é assegurar a importância do acolhimento,


da inclusão e do acompanhamento pedagógico do aluno com TEA
na escola regular de ensino, estimulando o processo de práticas
educacionais positivas de integração, socialização e escolarização
dos educandos, garantindo uma aprendizagem significativa e
humanizada; valorizando o relacionamento social escolar aos
avanços obtidos do aluno (C.D.) em seu acolhimento diário no
contexto escolar.

METODOLOGIA

Esta pesquisa foi desenvolvida com os alunos do 1º ano do Fund. I


com idade entre 6 e 7 anos, no acolhimento e inclusão do educando
com TEA ( C.D.) no qual foi trabalhado o planejamento e
organização de atividades lúdicas e de interação inseridas
cotidianamente na proposta pedagógica na sala regular de
ensino,focalizando rodas de diálogo (abordando os valores éticos e
humano sobre o autismo, o ter e ser amigo), brincadeiras de roda,
cantigas populares, música, dança, jogos educativos, dinâmica-
(amigo doce), atividades de socialização com imagens. Tendo como
foco o acolhimento do aluno com TEA na sala regular de ensino, o
respeito e interação entre todos, para que a aprendizagem aconteça
de forma inclusiva, contínua, participativa e integrada. Recebemos
como apoio educacional o curso “Formaçãoem Educação Especial”
( ministrado pela FUNAD,bem como sites, palestras, apostilas e
materiais pedagógicos contemplados com autores e pesquisadores
que direcionaram seus estudos para a educação inclusiva–
destacando o autismo como referência( só o nome do estudioso).
Desta forma atingimos com êxito o objetivo proposto que foi o
acolhimento do aluno com TEA no processo educativo.

RESULTADOS OBSERVADOS

Observou-se a evolução positiva não só do aluno com TEA( onde o


mesmo não verbaliza, mas,sinalisa suas percepções); mas de todos
os alunos da sala regular de ensino,tornando um ambiente
acolhedor, prazeroso, educativo, integrador e inclusivo. Os
resultados foram apontados efetiva e afetivamente no abraço e no
cuidado com o aluno (C.D.) tornando-se naturalmente mais
significativo. O mesmo vem avançando na construção do seu
processo educacional, gosta de ir e estar na escola, sorrir e
interage melhor nas aulas e demonstra mais socialização, apesar
de suas limitações,compreendemos quanto escolaque, o caminho
é gradativo e mais significativo quando se tem respeito, amor e
parceria entre escola-família-sociedade em uma educação inclusiva
e êxitosa.

CONSIDERAÇÕES/REFLEXÕES FINAIS
O sistema educacional de ensino precisa significativamente
perceber e aprimorar seus conhecimentos continuamente, ofertando
informações na área da Educação Especial para os profissionais
em sua atuação pedagógica e inclusiva, para a construção de um
mundo melhor e mais humanizado.

Este trabalho foi realizado e desenvolvido positivamente com apoio


da E.M.E.F. João XXIII, da integração familiar do aluno (C.D.) e
através do curso de Formação em Educação Especial, ministrado
pela FUNAD, na qual o educando também é atendido e
acompanhado por esta instituição de referência na Paraíba; no
estímulo ao avanço positivo de uma educação inclusiva, conforme
assegura a nossa Constituição Brasileira.

REFERÊNCIAS

http: //funad.pb.gov.br