Вы находитесь на странице: 1из 4

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

PODER JUDICIÁRIO
TURMAS RECURSAIS

@ (PROCESSO ELETRÔNICO)
CAT
Nº 71008850653 (Nº CNJ: 0054706-73.2019.8.21.9000)
2019/CÍVEL

AÇÃO INDENIZATÓRIA. VIAGEM


INTERNACIONAL. CANCELAMENTO DO VOO
DE RETORNO. EMBARQUE NO DIA
SEGUINTE. PERDA DE VOO DOMÉSTICO
COM DESTINO À CIDADE DE ORIGEM.
DANOS MATERIAIS NÃO PASSÍVEIS DE
RESSARCIMENTO. EXCLUDENTE DE
ILICITUDE. FORÇA MAIOR.
IMPOSSIBILIDADE DE MAJORAÇÃO DE
COMPENSAÇÃO POR DANO MORAL.
QUANTUM MANTIDO. SENTENÇA MANTIDA.
RECURSO DESPROVIDO.

RECURSO INOMINADO TERCEIRA TURMA RECURSAL CÍVEL

Nº 71008850653 (Nº CNJ: 0054706- COMARCA DE PORTO ALEGRE


73.2019.8.21.9000)

ARTUR BERTOJA AITA RECORRENTE

IBERIA LINHAS AEREAS DE ESPANA RECORRIDO


S/A

ACÓRDÃO

Vistos, relatados e discutidos os autos.

Acordam os Juízes de Direito integrantes da Terceira Turma


Recursal Cível dos Juizados Especiais Cíveis do Estado do Rio Grande do
Sul, à unanimidade, em negar provimento ao recurso.

Participaram do julgamento, além do signatário, os


eminentes Senhores DR. FÁBIO VIEIRA HEERDT E DR. GIULIANO
VIERO GIULIATO.

Porto Alegre, 29 de agosto de 2019.

DR. CLEBER AUGUSTO TONIAL,


Relator.
1
ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
PODER JUDICIÁRIO
TURMAS RECURSAIS

@ (PROCESSO ELETRÔNICO)
CAT
Nº 71008850653 (Nº CNJ: 0054706-73.2019.8.21.9000)
2019/CÍVEL

R E L AT Ó R I O

Trata-se de ação indenizatória, em que o autor postulou a


condenação da ré ao pagamento de reparação material e moral
decorrente do cancelamento de vôo internacional, com embarque
realizado apenas no dia seguinte.

Contestado e instruído o feito, sobreveio sentença de parcial


procedência, para condenar a ré ao pagamento de R$2.000,00, a título de
danos morais.

Recorreu o demandante, pugnando por reformas na


sentença.

Com contrarrazões, vieram os autos conclusos.

VOTOS

DR. CLEBER AUGUSTO TONIAL (RELATOR)

O autor adquiriu passagem aérea com a companhia aérea ré


compreendendo o trecho Barcelona -Madri - São Paulo, para o dia
17/08/2018, com partida prevista às 21h e chegada ao destino às 10h15.
De São Paulo pegaria um voo doméstico para Porto Alegre no dia
18/08/2018, às 12h05, com outra companhia aérea. Ocorre que houve o
cancelamento do voo que partia de Barcelona, o que só foi regularizado
no dia 18/07/2018, às 09h50. Postulou a condenação da requerida à
reparação pelos prejuízos materiais (perda da passagem do voo
doméstico) e morais enfrentados.

2
ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
PODER JUDICIÁRIO
TURMAS RECURSAIS

@ (PROCESSO ELETRÔNICO)
CAT
Nº 71008850653 (Nº CNJ: 0054706-73.2019.8.21.9000)
2019/CÍVEL

Recorreu o autor com a pretensão de obter reparação por


danos materiais (R$206,10) e majoração da compensação pelos danos
morais.

Sem razão o recorrente, contudo.

Incontroverso nos autos que a aeronave chocou-se com uma


ave no momento em que realizava a decolagem, o que forçou o piloto a
retornar ao aeroporto por questões de segurança. Tratando-se de fato que
caracteriza força maior, há exclusão de responsabilidades no caso
concreto.

Como dito em sentença, tratava-se de passagem aérea


adquirida de outra companhia aérea, de modo que os danos materiais
decorrentes da impossibilidade de sua utilização não podem ser
invocados à parte ré.

No que se refere ao quantum indenizatório arbitrado a título


de danos morais (R$2.000,00), esta Turma Recursal adota o
entendimento de que comportam modificações apenas as quantias
fixadas em importâncias ínfimas ou exorbitantes (erro objetivo), ou então
quando demonstrada a ocorrência de equívoco na análise de fatos e
provas pelo julgador singular (erro in judicando), o que não ocorreu no
caso dos autos. A indenização foi arbitrada levando em consideração as
circunstâncias do caso concreto e os princípios da razoabilidade e
proporcionalidade.

Assim, a sentença merece ser confirmada por seus próprios


fundamentos, o que se faz na forma do disposto no artigo 46 da Lei
9.099/95.

Voto, portanto, por negar provimento ao recurso.

Vencida, arcará a parte recorrente com os ônus


sucumbenciais, com honorários que arbitro em 20% sobre o valor da

3
ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
PODER JUDICIÁRIO
TURMAS RECURSAIS

@ (PROCESSO ELETRÔNICO)
CAT
Nº 71008850653 (Nº CNJ: 0054706-73.2019.8.21.9000)
2019/CÍVEL

condenação. Suspensa a exigibilidade, em face da AJG, que ora concedo


com base no documento de fl.149.

DR. FÁBIO VIEIRA HEERDT - De acordo com o(a) Relator(a).

DR. GIULIANO VIERO GIULIATO - De acordo com o(a) Relator(a).

DR. LUIS FRANCISCO FRANCO - Presidente - Recurso Inominado nº


71008850653, Comarca de Porto Alegre: "NEGARAM PROVIMENTO AO
RECURSO. UNÂNIME."

Juízo de Origem: 2.JUIZADO ESPECIAL CIVEL(PREDIO 1) PORTO ALEGRE -


Comarca de Porto Alegre