Вы находитесь на странице: 1из 3

EMEI CRIANÇA FELIZ

CRECHES

Pauta da ATPC de 12/08/2019

• RECADOS
• ESTUDOS:

1. Diferenças e semelhanças entre transtorno, distúrbio, dificuldade e síndrome.


Transtorno:
Transtorno é um substantivo masculino que significa o ato ou efeito de transtornar sendo também
sinônimo de alteração, contratempo, contrariedade e prejuízo. Em sentido figurado, um
transtorno é um problema que causa incômodo em alguém. Ex: O engarrafamento no trânsito me
causou um grande transtorno. Uma pessoa transtornada é alguém que está chateada ou revoltada
com algum problema. Ex: transtorno de personalidade, transtornos alimentares... transtorno
disruptivo da infância;
Distúrbio: 1.perturbação do sossego; alteração da tranquilidade 2.perturbação da ordem; desordem;
motim 3.MEDICINA mau funcionamento (de órgão), perturbação. Ex: esquizofrenia, estresse pós
traumático.

Dificuldades: estamos falando sobre um ser que possui uma maneira diferente de aprender.
Se trata de um obstáculo, uma barreira, um sintoma, que pode ser de origem tanto cultural quanto
cognitiva ou até mesmo emocional. É essencial que o diagnóstico seja feito o quanto antes, uma vez
que há consequências em longo prazo. Ex. dislexia
Síndromes: Síndrome (do grego "syndromé", cujo significado é "reunião") é um termo bastante
utilizado em Medicina e Psicologia para caracterizar o conjunto de sinais e sintomas que definem
uma determinada patologia ou condição. Ex: Síndrome de Down, Síndrome de estocolmo,
Sindrome da imunodeficiencia adquirida.

2. Você já conhece a Neuroplasticidade?


A neuroplasticidade, também conhecida por plasticidade neuronal ou maleabilidade cerebral, é a
capacidade de mudança e reorganização dos neurônios de acordo com mudanças ambientais,
experimentais, sociais, físicas e lesões mais graves.
O processo contínuo de mudança cerebral, de “reorganização” dos circuitos neurais, e da recepção
de novas atitudes ou pensamentos, é o que se chama neuroplasticidade.
A neuroplasticidade não ocorre somente em pessoas com graves lesões neurológicas, esse processo
ocorre a todo tempo, em todas as pessoas de todo o mundo! É um processo involuntário do nosso
corpo e muito benéfico para nosso dia a dia.
Para poder exemplificar podemos levar em consideração um experimento realizado pelo cientista
Pascual-Leone. O experimento consistiu em vendar adultos com visão saudável durante cinco dias.
Nesse tempo as pessoas vendadas viveram e agiram como pessoas cegas, lendo braille e realizando
atividades de discriminação auditiva.
Depois de realizar uma ressonância magnética, foi observado, pelo cientista, que o córtex visual
começou a ser ativado pela audição e tato. O cérebro estava se adaptando!
O resultado prova que mesmo depois de adultos nosso cérebro consegue se adaptar a mudanças
(drásticas ou não) e se reorganizar com base nas nossas maiores necessidades.
Neuroaeróbica!
1- Leia ou veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pormenores nos quais nunca tinha
reparado
2- Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas
palavras
3- Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes
4- Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir,
cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu
5- Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente introduzi-la
(adequadamente!) nas conversas que tiver
6 - Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra
7 - Use o relógio de pulso no braço direito
8 - Vista-se de olhos fechados
9 - Veja as horas num espelho
10 - Troque o mouse do computador de lado
11 - Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado
esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os
12-Leia ao contrário

13- escreva com a mão não dominante:


3. Como identificar condutas no pré-escolar- Conhecendo o M-Chat