Вы находитесь на странице: 1из 6

HINO DA CF 2017

Int: Bb A7 Dm7(9) G7 (Gm7 F Eb) Bb/D C7/4 C7

F C7 F
Louvado Seja, ó Senhor, pela Mãe terra
C A Dm
que nos acolhe, nos alegra e dá o pão.
Gm C F Dm
Queremos ser os teus parceiros na tarefa
Bb G/B C7/4 C7
de “cultivar o bem guardar a criação”.

F A7 Dm Dm/C
Da Amazônia até os Pampas
Bb G/B C7
do Cerrado aos Manguezais,
Gm C7 F Dm
Chegue a ti o nosso canto
G/B C7 F D7
pela vida e pela paz
Gm C7 F Dm
Chegue a ti o nosso canto
G/B C7 F
pela vida e pela paz

Vendo a riqueza dos biomas que criaste,


Feliz disseste: tudo é belo, tudo é bom!
E pra cuidar a tua obra nos chamaste
a preservar e cultivar tão grande dom.

Por toda a costa do país espalhas vida;


São muitos rostos – da Caatinga ao Pantanal:
Negros e Índios, camponeses: gente linda,
lutando juntos por um mundo mais igual.

Senhor, agora nos conduzes ao deserto


e, então nos falar, com carinho ao coração,
pra nos mostrar que somos povos tão diversos,
mas um só Deus nos faz pulsar o coração.

Se contemplamos essa “mãe” com reverência,


não com olhares de ganância ou ambição,
o consumismo, o desperdício, a indiferença
se tornam luta, compromisso e proteção.

Que entre nós cresça uma nova ecologia,


onde a pessoa, a natureza, a vida, enfim,
possam cantar na mais perfeita sinfonia
ao Criador que faz da terra o seu jardim.
GLORIA A VÓS, Ó CRISTO
Int.: Ab G7 Cm Ab Eb Bb7 Eb

Eb Ab Eb F7/4 F7 Bb7/4 B7
Glória a vós ó Cris__to, verbo de Deus
Ab G7 Cm Ab Eb
Glória a vós ó Cris____to, verbo de Deus

Eb Ab Eb F7/4 F7 Bb7/4 B7
Glória a vós ó Cris__to, verbo de Deus
Ab G7 Cm Ab (Ab Gm Fm Eb)
Glória a vós ó Cris____to, ver____bo de Deus

Cm Gm
O homem não vive somente de pão
Fm G7 (Bb7 Eb)
mas de toda palavra da boca de Deus

(Eb Ab Eb)
Canto de comunhão

Int.: Am G F Em F D/F# G4 G7

C Am Dm G7
Se conhecesses o dom de Deus
C Em F (Dm G7)
Quem é que te diz: Dá-me de beber
C Am Dm G7
És tu que lhe pedirias e Ele te daria
Em Am Dm G7 C (Bb C7)
D’água vi_____va sem___pre a correr!

F G/F C/E
Senhor, dá-me de beber
Am7 Dm7 G7 C (Gm7 C7)
Vem e me sacia, Em tua fonte viva.
F Dm7 Em7
Senhor, dá-me de beber
Am7 Dm7 G7 C G7
Vem e me sacia Nesta Santa Eucaristia!

Quem crê em Mim, dentro de si terá


Meu Santo Espírito, fonte a jorrar
Um rio de água viva, capaz de saciar
A sua sede, sede de Deus!
Canto de Aspersão (Pequena valsa em 3/4) (depois do refrão vai pra 2/4)

C Dm7 C/E E7 Am F E4 E A4 A
Aspergi-me, Senhor, e serei puri_fica__do!
Bb A7 Dm G7 C/F C A7
Lavai-----me e serei mais branco do que a ne__ve
Dm A7 Dm G7 C G/B Am A7
mais branco do que a ne_______ve, mais branco do que a ne______ve
Bb A7 Dm G7 C
mais bran____co do que a neve eu serei.

C G/B A7 Bb G7 Am
Bendito seja Deus o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo
G Em Dm Bb
em sua grande misericórdia ele nos fez renascer
A4 A7 Dm
pela ressurreição de Jesus Cristo
Em F G7 C
para uma esperança viva
F E4 E
para uma herança incorruptí__vel
Dm G7 C
reservada para nós no céu
Dm G7 Em Am
salvação que será reservada no último di_____a
Dm D/F# G7 C
no último di______i______aaa!
Canto de ofertório

C Bb9 C
Aceita, Senhor, com prazer
Gm Bb C Gm Bb C
O que vimos te oferecer! O que vimos te oferecer!

Am Dm G7 C
Que te ouça o Eterno em tua aflição
Am Em D/F# G
Proteja-te o nome do Deus da Nação!
F Em Dm Am
Do seu santuário te mande um auxílio
Bb C Bb C
E, desde Sião, te seja um arrimo!

(Bb C)

Sim, tudo o que estás a lhe oferecer Receba ele agora com todo prazer! Atenda aos desejos do teu
coração Conceda a teus sonhos realização!

Possamos, assim, cantar tua vitória E alçar, em seu Nome, bandeiras de glória! Agora eu sei: o Eterno
liberta! E o seu Consagrado quem salva é sua destra!

Confiam nos carros ou então nos cavalos, Mas nós no Eterno é que confiamos! Enquanto uns
fracassam, nós firmes estamos! Ao Cristo, a vitória! E ouvidos sejamos!
SENHOR, TENDE COMPAIXÃO!

E A/B E A C#m B7/4 B7


Senhor, tende compaixão Do vosso povo que acolhe a conversão.
F#m G#m C#m A
Reacendei em nós a chama batismal.
E/B B7 E
Oh! Dá-nos luz e vosso perdão!

E G#m C#m
Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia!
F#/A# A B
Na imensidão de vosso amor, purificai-me!
A G#7 C#m Cº
Do meu pecado, todo inteiro, vem lavar-me
E/B B7 E
E apagai completamente a minha culpa.

Eu reconheço toda a minha iniquidade, O meu pecado está sempre à minha frente, Foi contra
vós, só contra vós que eu pequei E pratiquei o que é mau aos vossos olhos!

Criai em mim um coração que seja puro, Dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não
me afasteis de vossa face Nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!

Dai-me de novo a alegria de ser salvo E confirmai-me com espírito generoso! Abri meus lábios,
ó Senhor, para cantar E minha boca anunciará vosso louvor!