Вы находитесь на странице: 1из 10

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR

EM GRUPO – PTG

PRODUÇÃO TEXTUAL TEMOS PRONTO 38 99826 6952

CURSO: Serviço Social

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Serviço Social

Curso: Serviço Social Semestre: 1º flex / 2º reg Disciplinas:  Sociologia  Ética, Política
Curso:
Serviço Social
Semestre: 1º flex / 2º reg
Disciplinas:
 Sociologia
 Ética, Política e Sociedade
 Filosofia
 Psicologia Social
 Seminário Interdisciplinar II
 Educação à Distância
 ED – Interpretação de Texto
Professores
 Altair Ferraz Neto
 José Adir Lins Machado
 José Matias dos Santos Filho
 Juliana Chueire Lyra
 Ana Carolina Tavares de Mello
 Valquíria Aparecida Dias Caprioli
Competências:
 Compreender e aplicar conceitos teóricos relacionados às
disciplinas do semestre;
 Desenvolver o pensamento crítico-reflexivo;
 Compreender a importância da análise social no
contexto social na atualidade;
 Provocar
o
treinamento
das
habilidades
escritas
e
argumentativas;
 Desenvolver
pesquisa
social
através
de
métodos
e
instrumentos próprios.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
EM GRUPO – PTG

Objetivos da

Aprendizagem:

Serviço Social

Fornecer sólida formação humanística e visão global que

habilite o acadêmico a compreender os meios social,

político, cultural e econômico.

Promover formação teórico-prática possibilitando a vivência

concreta nas organizações, estimulando uma postura

investigativa e de análise crítico-reflexiva.

Formar profissionais com visão integral, capacidade de

adaptação e flexibilidade, que atuem de forma

interdisciplinar.

Capacitar para que os indivíduos possam tomar decisões

complexas com ética e responsabilidade.

A produção textual é um procedimento metodológico de ensino

aprendizagem que tem por objetivos:

• Favorecer a aprendizagem.

• Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo

aprendizado eficiente e eficaz.

• Promover o estudo dirigido a distância.

• Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o

auto aprendizado.

• Oferecer diferentes ambientes de aprendizagem.

• Auxiliar no desenvolvimento das competências

requeridas pelo Catálogo Nacional de Cursos Superiores

em Tecnologia do Ministério da Educação.

• Promover a aplicação da teoria e conceitos para a

solução de problemas práticos relativos à profissão.

• Direcionar o estudante para a busca do raciocínio crítico

e a emancipação intelectual.

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Prezados alunos/as,

Serviço Social

Sejam bem-vindos/as a este semestre!

A proposta de Produção Textual em Grupo (PTG) terá como temática: “Sociedade, racismo e discriminação em tempos atuais”. O tema está relacionado diretamente com o Serviço Social por tratar das relações sociais na atualidade, da relação de direitos e da compreensão histórica de um

fenômeno de importante compreensão no mundo acadêmico.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

1. Formação dos Grupos

Organizem grupos de 2 (dois) a 7 (sete) alunos/as do mesmo curso e turma, dia e horário (alunos de diferentes dias, horários, cursos e/ou turmas não poderão desenvolver o trabalho em grupo, mesmo que ensalados juntos).

Para realizar a atividade de portfólio em grupo, vocês deverão criar um texto de própria autoria, utilizando-se do material disponibilizado. O texto deverá ser estruturado seguindo as normas da ABNT.

2. Leitura e interpretação da Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

também,

futuros profissionais, deverão elaborar uma produção textual, com respaldo metodológico nas disciplinas

Por

meio

da

leitura

da

SGA

e,

da

situação-problema

destacada,

vocês,

que foram cursadas ao longo deste semestre, dentre elas, a disciplina de Seminários Interdisciplinar.

dentre elas, a disciplina de Seminários Interdisciplinar. SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM (SGA) 3. Leia e

SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM (SGA)

3. Leia e interprete a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

Faça a leitura dos fragmentos de texto abaixo, extraídos do artigo “Como trabalhar com raça em sociologia”, de autoria do sociólogo Antônio Sérgio Alfredo Guimarães (GUIMARÃES, 2003). O

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Serviço Social

texto, na íntegra também foi disponibilizado para você (lembre-se que fazer a leitura do artigo completo é enriquecedor para o seu processo de aprendizagem e também para compreender o raciocínio completo do autor). Após a leitura, verifique a atividade proposta no item Situação- problema.

TRECHOS DO ARTIGO: Como trabalhar com "raça" em sociologia

“[

estamos falando em termos científicos ou de se estamos falando de uma categoria do mundo real. Essa palavra ‘raça’ tem pelo menos dois sentidos analíticos: um reivindicado pela biologia genética e outro pela sociologia. Quando digo isso, estou querendo também provocar alguns antropólogos em flor, como diria meu velho professor Vivaldo da Costa Lima (1971), que chegam a ter arrepios ao ouvir que ‘raça’ pode ser um conceito sociológico; o que consideram um absurdo. Ademais desses usos analíticos, temos ‘raça’

como conceito nativo. [

O que é raça? Depende. Realmente depende de se

]

]”

(GUIMARÃES, 2003, p. 95).

] “[

A biologia e a antropologia física criaram a idéia de

“[

determinado, não faz sentido sair daqui para aplicar ali

este discurso teórico sem referências concretas, porque faltaria história, e esses conceitos se articulam numa determinada história e numa determinada teoria. [ ]” (GUIMARÃES, 2003, p. 97).

Os conceitos só fazem sentido num mundo teórico

]

“[

como brancos, no contato com os outros, considerados negros, amarelos, vermelhos. Estamos diante de um discurso classificatório baseado em cores. Temos que dar tratos à bola para compreender este que é o mais

Os povos europeus se definem e foram definidos

]

naturalizado de todos os discursos. [ 2003, p. 98).

]” (GUIMARÃES,

raças humanas, ou seja, a idéia de que a espécie humana poderia ser dividida em subespécies, tal como o

qualidades. Foi ela que hierarquizou as sociedades e

“[

]

somos uma nação que se formou com a escravidão,

mundo animal, e de que tal divisão estaria associada ao desenvolvimento diferencial de valores morais, de dotes psíquicos e intelectuais entre os seres humanos. Para ser sincero, isso foi ciência por certo tempo e só depois virou pseudociência. Todos sabemos que o que chamamos de racismo não existiria sem essa idéia que divide os seres humanos em raças, em subespécies, cada qual com suas

populações humanas e fundamentou um certo racismo doutrinário. Essa doutrina sobreviveu à criação

essa escravidão não era uma escravidão generalizada de todos os povos, mas somente daqueles localizados numa determinada parte do continente africano. [ ] Essas pessoas escravizadas foram chamadas de “africanas” e “negros”; essas foram, digamos, as duas identidades criadas originalmente na

e

sociedade escravocrata brasileira, em que o negro tinha um lugar e esse lugar era a escravidão. Então, nessa sociedade muito racialista a raça era importante, nativamente importante, para dar sentido à vida social porque alocava as pessoas em posições

das ciências sociais, das ciências da cultura e dos significados, respaldando posturas políticas insanas, de

sociais. [

]”

(GUIMARÃES, 2003, p. 99).

 

efeitos desastrosos, como genocídios e holocaustos.

“[

]

O

fato

é

que

esse racialismo que

marcou

[

]”

(GUIMARÃES, 2003, p. 95-96).

a

sociedade e a nação brasileiras desde o seu início,

“[

]

é impossível definir geneticamente raças humanas

foi cedendo

lugar

aos

poucos

a

fórmulas

muito

que correspondam às fronteiras edificadas pela noção vulgar, nativa, de raça. Dito ainda de outra maneira: a

mais brandas. [

 

]”

(GUIMARÃES, 2003, p. 100).

construção baseada em traços fisionômicos, de fenótipo

ramo próprio da sociologia ou das ciências sociais, que

“[

]

a classificação por cor é orientada pela idéia

ou de genótipo, é algo que não tem o menor respaldo

de raça, ou seja, que a classificação das pessoas por cor

científico. Ou seja, as raças são, cientificamente, uma construção social e devem ser estudadas por um

é orientada por um discurso sobre qualidades, atitudes e essências transmitidas por sangue, que remontam a uma origem ancestral comum numa das ‘subespécies

trata das identidades sociais. [

96).

]”

(GUIMARÃES, 2003, p.

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Serviço Social

humanas’. [

uma categoria racial, pois quando se classificam as pessoas como negros, mulatos ou pardos é a idéia de raça que orienta essa forma de classificação” (GUIMARÃES, 2003, p. 103-104).

‘cor’ não é uma categoria objetiva, cor é

]

FONTE (trechos integrais extraídos do artigo):

GUIMARÃES, Antônio Sergio Alfredo. Como trabalhar com “raça” em sociologia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.29, n.1, p.93-97, jan./jun. 2003.

Situação-problema

A

partir

da

leitura

indicada,

vamos

trabalhar

a

situação

problema

que

ilustra

a

temática “Sociedade, racismo e discriminação em tempos atuais”. Os fragmentos de texto que você leu acima, mencionam, na visão do autor (GUIMARÃES, 2003, p. 95), que estudiosos da

biologia e da antropologia física “criaram a ideia de raças humanas, ou seja, a ideia de que a

e que esta visão estaria associada ao

desenvolvimento e reprodução de valores intelectuais e morais entre os seres humanos.

Dito isso, imagine uma situação em que profissionais de recursos humanos foram convidados para um teste. Ao chegar no local, esses profissionais foram separados em dois grupos. No primeiro grupo um mediador mostrou imagens de pessoas brancas em situações comuns do dia-a-dia (fotos de uma pessoa correndo, outra com uma pessoa olhando uma roupa em um cabide, outra em que um rapaz está aparando um jardim, outra em que uma moça está limpando um balcão, dentre outras). Para o segundo grupo, foram mostradas imagens muito semelhantes, porém, com pessoas negras, usando as mesmas roupas e em cenários similares.

Para ambos os grupos, foi realizada a mesma pergunta para cada foto mostrada: “O que vocês veem nessa foto?”. O primeiro grupo, de uma forma geral, deu respostas ligando as pessoas brancas, naquelas diversas imagens, a cargos importantes ou a cuidados com sua própria casa, indicando bons status sociais. Já o segundo grupo, respondeu às perguntas indicando profissões ligadas a salários menores que os primeiros ou ligando o local onde as pessoas se encontravam, como locais externos às suas residências. Uma foto que chama bastante atenção na discrepância das respostas demonstra uma pessoa pintando um muro com tinta spray. O primeiro grupo faz ligação dessa foto com o desenvolvimento de arte, já o segundo grupo define que provavelmente consta um “pichador” na foto, de forma depreciativa.

espécie humana poderia ser dividida em subespécies [

]”

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Serviço Social

Esse teste foi realizado, de fato, pelo Governo do Estado do Paraná, fazendo parte de uma

campanha realizada de combate ao racismo em 2016. E teve grande repercussão na internet.

Reflita sobre a seguinte situação-problema:

A partir da situação descrita acima, e dos fragmentos de texto lidos, elabore uma produção

textual, trabalhando em seu texto argumentos que justifiquem as respostas diferentes dadas entre o

grupo 1 e o grupo 2 no teste realizado, vinculando as respostas à questão do racismo no Brasil, se

norteando pela seguinte pergunta: de que forma o racismo ocorre no Brasil e como ele se justifica?

Para lhe auxiliar no desenvolvimento do texto, apontamos abaixo um caminho de itens que

necessariamente devem constar no seu trabalho.

ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO

Para lhes auxiliar na elaboração da intervenção didática, vocês devem realizar as seguintes etapas:

4.

Leitura do seguinte material (obrigatório):

• GUIMARÃES, Antônio Sergio Alfredo. Como trabalhar com “raça” em sociologia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.29, n.1, p.93-97, jan./jun. 2003. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/ep/v29n1/a08v29n1.pdf. Acesso em: 11 jul. 2019 (anexo).

5.

Após o processo de reflexão, dê início à elaboração da produção textual, organizando-a

com base nos seguintes critérios:

Passo 1: Com base nas leituras indicadas e nos materiais das disciplinas semestrais desenvolvam

uma produção textual de no mínimo 3 laudas e no máximo 7 (sem contar introdução,

conclusão

e referências bibliográficas), a respeito da temática “Sociedade, racismo e discriminação

em tempos atuais”.

Passo 2: A produção textual deverá conter: introdução, desenvolvimento, conclusão e referências

bibliográficas, em itens separados, conforme as normas da ABNT.

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Serviço Social

Passo 3: Baseado na situação-problema e no texto de Guimarães, problematize e debata aspectos

do racismo institucional, contemplando as questões abaixo (essas questões devem ser usadas para

nortear a produção do texto):

1) Para alguns pensadores da Sociologia, a desigualdade é constitutiva da sociedade capitalista, faz parte dela e reproduz as próprias relações desiguais no plano social. Isso se traduz também no racimo, preconceito e discriminação como fenômenos sociais. Dentro disso e do que você aprendeu na disciplina de Sociologia, desenvolva uma resposta dentro do materialismo histórico e dialético de Karl Marx, sobre quais as origens do racismo no Brasil. Para essa questão deixamos a referência a seguir, que vai auxiliar na construção do trabalho e da resposta à essa pergunta:

ENGELS, F.; MARX, K. Manifesto do Partido Comunista. RJ: Vozes, 2014. [Biblioteca virtual universitária 3.0 pearson]

2) “Rousseau mostra que, em estado de natureza, os homens viviam num cenário idílico:

isolados nas florestas, usufruindo da natureza, sobrevivendo apenas com o que ela lhes oferecia, sem lutas e discórdias, usando o canto, o gesto e o grito para se comunicar de forma benevolente. Para Rousseau, esse estado de felicidade original – o bom selvagem inocente –, tem fim quando alguém cerca um terreno e o reconhece como sua propriedade, quando frente ao terreno cercado, indica: ‘É meu’. A divisão entre o que é meu e o que é teu, – que gerou a propriedade privada –, dá origem a outro estado de sociedade. Esse novo estado corresponde, agora, ao estado de natureza hobbesiano da guerra de todos contra todos” (CIZOTO, Sonelise Auxiliadora; CARTONI, Daniela Maria. Ética, política e sociedade. Londrina: Editora e Distribuidora Educacional S.A., 2016.).

Com base no texto e na afirmação de Rousseau de que os homens nascem livres e iguais, escreva um texto crítico para embasar o seu trabalho, apresentando a incoerência intelectiva do tratamento desigual com base na diferença racial (subsídio: seção 3.4 do livro didático).

3) Baseado na situação problema e no texto, problematize e debata aspectos do racismo institucional, tendo como ponto de partida a seguinte questão: como se manifesta o racismo institucional? Para isso, o artigo selecionado poderá auxiliá-lo:

SILVA, Marcos Antonio Batista da. Racismo institucional: pontos para reflexão. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, v.16, n.40, p.121-34, jan./mar. 2012. Disponível em:

http://www.laplageemrevista.ufscar.br/index.php/lpg/article/view/223/472.

Acesso em: jul. 2019. (Anexo)

4) O racismo existe no nosso país e pode gerar sofrimento psíquico. Por mais sutil que seja, pode desencadear situações de extrema angústia, refletindo decisivamente na autoestima do indivíduo. Assim sendo, diz respeito à Psicologia de modo geral, e

à

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Serviço Social

Psicologia Social, cujo enfoque faz-se pertinente neste trabalho. De acordo com o Conselho Federal de Psicologia (CFP, 2017), quando a prática de racismo é institucional

“[

grupos raciais subalternizados. Efetivada em estruturas públicas e privadas do país, essa prática é marcada pelo tratamento diferenciado, desigual. Indica, pois, a falha do Estado em prover assistência igualitária aos diferentes grupos sociais”.

pode ser considerada a principal responsável pelas violações de direitos dos

]

Diante do exposto, elabore uma reflexão sobre a questão a seguir: Como a constante desvalorização da cultura, dos valores e da identidade da população negra pode influenciar na sua subjetividade? Para lhe auxiliar na discussão, consulte também o material disponibilizado na disciplina de Psicologia Social.

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL

A Produção Textual deverá ser postada no ambiente virtual.

Nessa produção, vocês deverão obedecer às normas a seguir:

1. Deve ser elaborada conforme as normas da ABNT. A estrutura geral do trabalho deve

contemplar os elementos Pré-textuais, Textuais e Pós-Textuais, exigidos em um trabalho

acadêmico.

2. Deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão do curso, sendo organizado

no que tange à sua apresentação visual (tipos e tamanhos de fontes, alinhamento do

texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação correta de citações e

referências, entre outros elementos importantes). Essas orientações estão disponíveis na

Biblioteca Digital da instituição.

3. Deverá ser em formato Word.

4. Deverá ser realizada em grupo.

5. Em caso de dúvidas para elaboração do trabalho, vocês deverão buscar orientação junto

ao tutor à distância.

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR EM GRUPO – PTG

Serviço Social

A seguir, apresentamos a vocês, alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise para o conceito a ser atribuído pelo Tutor à Distância à produção textual:

Normalização correta do trabalho, em respeito às normas da ABNT. Para isso, acesse a Biblioteca Digital da instituição.

Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma padrão.

Abordagem de todos os itens propostos para reflexão, considerando os seguintes aspectos:

clareza de ideias, objetividade, criatividade, originalidade e autenticidade.

Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores eventualmente citados.

Um ótimo trabalho! Equipe de professores/as do semestre.