Вы находитесь на странице: 1из 24
ANSIEDADE INFANTIL
ANSIEDADE INFANTIL
ANSIEDADE
INFANTIL
ANSIEDADE INFANTIL

A ANSIEDADE PELA

A ansiedade faz parte da condição humana HISTÓRIA

Antropológica, filosófica, religiosa,

médica

e

psicológica

filosófica, religiosa, médica e psicológica William Cullen foi um químico e psiquiatra britânico.

William Cullen foi um químico e psiquiatra britânico. Willian Cullen iniciou em 1726 curso de artes e estudos gerais na Universidade de Glasgow.

Vista sob o enfoque biológico,

Aspectos físicos e destacando-se os sintomas corporais a ela relacionados.

Século 17: o termo ansiedade

começa a ser usado

Segundo o médico escocês William Cullen (1710-1790), nesse período era comum associar a ansiedade a

algum tipo de “doença do nervo”, o

que deu origem ao termo neurose

O QUE É ANSIEDADE • Segundo a Associação Americana de Psicologia (APA), a ansiedade é

O QUE É ANSIEDADE

Segundo a Associação Americana de Psicologia (APA), a

ansiedade é uma resposta de estresse provocada por um estímulo percebido como ameaçador. Dependendo do

problema específico da ansiedade, o seu desencadeador pode

ser externo quanto interno.

A ansiedade refere-se principalmente a preocupação, ou

seja, o medo das coisas darem errado ou de sentir-se em perigo

Frente a uma situação de estresse, o sistema límbico envia um sinal para o sistema
Frente a uma situação de estresse, o sistema límbico envia um sinal para o sistema

Frente a uma situação de estresse, o sistema límbico

envia um sinal para o sistema

nervoso central, que responde

de forma fisiológica, provocando:

cardíaco

Batimento

acelerado

Dificuldade respiratória

Mãos suadas

Tremores

Tontura

Manifestações Biológicas

A ansiedade passa a ser um problema quando se torna disfuncional e impede a criança

A ansiedade passa a ser um problema quando se torna disfuncional e

impede a criança de realizar tarefas simples. Nesse caso falamos de Transtorno de Ansiedade.

Os transtornos de ansiedade que as crianças podem obter são:

Transtorno de ansiedade de

separação

Transtorno de ansiedade social ou fobia social (TAS)

Transtorno de ansiedade generalizada (TAG)

Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)

Transtorno de estresse pós- traumático

de ansiedade generalizada (TAG) • Transtorno obsessivo compulsivo (TOC) • Transtorno de estresse pós- traumático
DIFERENÇAS ENTRE ANSIEDADE NORMAL E PATOLÓGICA
DIFERENÇAS ENTRE ANSIEDADE
NORMAL E
PATOLÓGICA

da

experiência de algo novo e nunca tentado, e do encontro da nossa própria

identidade e do significado da vida. Isso é o que chamamos de ansiedade normal

A ansiedade

como

um

acompanhamento

do

crescimento,

da

mudança,

da vida. Isso é o que chamamos de ansiedade normal A ansiedade como um acompanhamento do
• Ansiedade patológica, que caracteriza-se pela excessiva intensidade e prolongada duração proporcionalmente à

Ansiedade patológica, que

caracteriza-se pela excessiva

intensidade e prolongada duração proporcionalmente à situação precipitante.

duração proporcionalmente à situação precipitante. • Tentar entender os motivos de seu estado ansioso,

Tentar entender os motivos de

seu estado ansioso, analisar mais

sua vida, conhecer-se e ter algum tempo para si.

Podemos concluir que todas as

pessoas podem sentir ansiedade,

Com a vida atribulada atual pode se tornar patológica e acarretar

muitos problemas posteriores,

como os Transtornos de Ansiedade.

Saber o que é doença e o que faz parte das nossas vivências.

1ª INFÂNCIA: ser desencadeada por diversos fatores, tais como: Mudanças pelas quais o bebê está

INFÂNCIA:

ser

desencadeada por diversos fatores, tais como:

Mudanças pelas quais o bebê está passando (o conforto do útero

para toda a adaptação que é necessária fora dele);

Mudanças no ambiente (estar em um local desconhecido, ritmo de vida acelerado dos pais ou mesmo brigas constantes entre os pais)

Quebra de rotina;

pais.

Sempre

durante

essa

fase,

a

ansiedade

pode

que

se

separam

dos

constantes entre os pais) • Quebra de rotina; pais. • Sempre durante essa fase, a ansiedade
FORMA COMO SE MANIFESTA: • Dificuldades alimentares; na amamentação/ Risco de desmame precoce/ Problemas •

FORMA COMO SE MANIFESTA:

Dificuldades

alimentares;

na

amamentação/

Risco

de

desmame

precoce/

Problemas

Sono excessivo ou insuficiente;

Choro constante;

Dificuldades no desfralde;

Agressividade (mordidas e outras agressões frequentes);

Dificuldade de adaptação;

Adoecimento frequente sem causa aparente;

Ou qualquer outro comportamento que expresse sofrimento e/ ou dificuldades.

2ª/ 3ª INFÂNCIA: aqui a ansiedade se volta para o desenvolvimento e interação social, e é marcada pelo ingresso à escola e separação dos pais.

Medo da separação (a criança é muito apegada aos pais, e com o

início da escola, se vê em conflito devido à separação);

Preocupações com sua adaptação social (ter amigos na escola e em outros lugares) Preocupações com seu desempenho escolar e também com

possíveis situações futuras

Essas preocupações de desempenho e medo do futuro se dão no final da 3ª infância e início da meninice. Respectivamente, essas fases são descritas por Piaget como Período Operatório concreto.

• Dor de cabeça constante; • Náuseas; • Vômitos; • Falta de ar; • Diarréia;

Dor de cabeça constante;

Náuseas;

Vômitos;

Falta de ar;

Diarréia;

Dificuldade de concentração;

Expressam medo constante.

COMO SE MANIFESTA

ar; • Diarréia; • Dificuldade de concentração; • Expressam medo constante. COMO SE MANIFESTA
ALGUNS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE Transtorno de ansiedade de separação: • -Afastamento da criança da casa,
ALGUNS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE
ALGUNS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE

Transtorno de ansiedade de separação:

-Afastamento da criança da casa, dos pais, ou de pessoas significativas

-Comportamento de andar como uma sombra;

-Sintomas físicos: Dor de cabeçal,tontura e dentre outros

• -Comportamento de andar como uma sombra; • -Sintomas físicos: Dor de cabeçal,tontura e dentre outros
Transtorno de ansiedade generalizada • Preocupação excessiva ; • Alguns sintomas: inquietação, fadiga,
Transtorno de ansiedade generalizada • Preocupação excessiva ; • Alguns sintomas: inquietação, fadiga,

Transtorno de ansiedade generalizada

Preocupação excessiva ;

Alguns sintomas: inquietação, fadiga, irritabilidade,e dentre outros;

Podem se mostrar perfeccionistas , buscam aprovação dos outros e inseguras.

fadiga, irritabilidade,e dentre outros; • Podem se mostrar perfeccionistas , buscam aprovação dos outros e inseguras.
Fobia específica • Medo grande de algum objeto, animal ou situação; • Causa prejuízo na

Fobia específica

Medo grande de algum objeto, animal ou situação;

Causa prejuízo na rotina e vida social

Podem ocorrer por eventos traumáticos

Fobia Social:

Medo persistente quando se depara com estranhos,

Possível avaliação de outras pessoas,

Queixas somáticas: tremores, palpitações, tensão ,dentre outros

• Possível avaliação de outras pessoas, • Queixas somáticas: tremores, palpitações, tensão ,dentre outros

Transtornos pós traumáticos-TEPT:

Decorre de vivencia em eventos traumáticos

Como resposta: intenso medo, agressividade,outros;

Manifesto

por

comportamento

agitado

ou

desorganizado

“Ela chorou e falou que não queria mais vir

“Ela chorou e falou que não queria mais vir pra escola, até hoje ela estava pedindo

pra escola, até hoje ela estava pedindo pra tirar ela do colégio, que ela quer mudar de escola.

Mãe de Valéria, 9 anos,

que ela quer mudar de escola. ” Mãe de Valéria, 9 anos, sintomas de ansiedade e

sintomas de ansiedade e TEPT, vivenciou enchente grave,

violência na localidade,

doenças e mortes na

família, foi hospitalizada, passou por “corredor da morte”

na escola, sendo agredida fisicamente
na escola, sendo
agredida fisicamente
e mortes na família, foi hospitalizada, passou por “corredor da morte” na escola, sendo agredida fisicamente
Transtorno obsessivo – compulsivo Relato da psicóloga sobre a entrevista com a mãe de Alan

Transtorno obsessivo compulsivo

Relato da psicóloga sobre a entrevista com a mãe de

Alan

“A mãe falou muito pouco e muito baixo durante toda a entrevista, parecendo muito deprimida.

Alan tem vários tiques nervosos e compulsões.

Segundo a mãe, ele tem mania de repetir uma palavra tineli. Ele repete quando alguém briga com ele ou quando ele fica nervoso. Alan repete compulsivamente a palavra donelie os

tiques nervosos vão mudando e ficando piores, especialmente

quando as crianças ficam zombando dele, principalmente o irmão.

Alan lava as mãos três vezes, bate a porta três vezes, faz tudo

três vezes. Se alguém encostar em seu prato ou copo, ele não

come mais. Se o irmão encostar em Alan ou em suas coisas,

fica se limpando. (

Alan é a mãe(

),

)

A única pessoa que pode encostar em

“A avó que mora com a família diz que Alan é maluco, que a mãe
“A avó que mora com a família diz que Alan é maluco, que a mãe
“A avó que mora com a família diz que Alan é maluco, que a
mãe tem que procurar um tratamento porque ele não é
normal.
A mãe diz que Alan piorou depois que o pai morreu, quando
começou a fazer tudo três vezes.”
Alan, 8 anos, sintomas de ansiedade, pai assassinado.
que o pai morreu, quando começou a fazer tudo três vezes.” Alan, 8 anos, sintomas de

O que são Obsessões:

O que são Obsessões: • Ideias,pensamentos,impulsos ou imagens persistentes; • Dúvidas repetidas •
O que são Obsessões: • Ideias,pensamentos,impulsos ou imagens persistentes; • Dúvidas repetidas •
O que são Obsessões: • Ideias,pensamentos,impulsos ou imagens persistentes; • Dúvidas repetidas •

Ideias,pensamentos,impulsos ou imagens persistentes;

Dúvidas repetidas

Organização/ordem

Compulsões são comportamentos repetidos.

Consomem tempo, causam sofrimento , diagnosticado ocorrendo

mais de 1h por dia

A criança tem queda no rendimento escolar

Dificuldade de concentração

Dificuldades sociais

de 1h por dia • A criança tem queda no rendimento escolar • Dificuldade de concentração
de 1h por dia • A criança tem queda no rendimento escolar • Dificuldade de concentração
de 1h por dia • A criança tem queda no rendimento escolar • Dificuldade de concentração
COMORBIDADE
COMORBIDADE

Existência de duas ou mais doenças de forma simultânea na mesma pessoa. Em crianças, é mais regra do que exceção.

TDAH;

Depressão;

Uso de álcool e drogas;

A ansiedade, se não for bem resolvida durante a infância, pode levar o indivíduo a ser mais

tímido e inseguro na vida adulta.

se não for bem resolvida durante a infância, pode levar o indivíduo a ser mais tímido

Significa a habilidade de se acomodar e reequilibrar frente às adversidades.

É especialmente desenvolvida

nas crianças através dos fatores

de proteção individuais, familiares e sociais.

Crianças necessitam usar algumas operações mentais para

lidar com adversidades. Algumas

operações são:

Estimar a magnitude do perigo enfrentado;

e

Reagir

emocional

fisiologicamente;

Regular e avaliar que ações de proteção são mais eficazes.

RESILIÊNCIA
RESILIÊNCIA
que ações de proteção são mais eficazes. RESILIÊNCIA Algumas pessoas podem ser afetadas por eventos pouco

Algumas pessoas podem ser afetadas

por eventos pouco significativos; outras

por eventos de maior magnitude e algumas quando a exposição ao evento é prolongada (Savoia, 1999).

Níveis de ansiedade

Papel dos pais

CUIDADOS
CUIDADOS
• Níveis de ansiedade • Papel dos pais CUIDADOS • “ o que os pequenos fazem

o que os pequenos fazem e sentem se relaciona com o que pensam, ensinar a criança a mudar a sua forma de pensar pode ajudá-la a ter controle sobre a ansiedade

Tratamentos: • A avaliação e o tratamento devem ser adequados • Tempo de tratamento •

Tratamentos:

A avaliação e o tratamento devem ser adequados

Tempo de tratamento

TCC

Primeiros socorros:

Debriefing Psicológico (DP)

e o tratamento devem ser adequados • Tempo de tratamento • TCC Primeiros socorros: • Debriefing
OUTRAS TÉCNICAS
OUTRAS TÉCNICAS
• Dessensibilização sistemática • Previsão de prazer / previsão de ansiedade • Questionamento socrático
• Dessensibilização sistemática
• Previsão de prazer / previsão de
ansiedade
• Questionamento socrático
• Exposição
• Resolução de problemas
• Ludoterapia
• Tratamentos farmacológicos
ATIVIDADE

ATIVIDADE

ATIVIDADE