Вы находитесь на странице: 1из 21

1

UNIVERSIDADE PAULISTA
INTISTUTO DE CIÊNCIAS
SOCIAIS E COMUNICAÇÃO – ICSC
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS


TRABALHO INTEGRADO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

APS III

Jundiaí
2013
2

DEMONSTRAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO DOS TIPOS DE INVENTÁRIOS,


IDENTIFICAÇÃO DO INVENTARIO PARA A MELHOR COMPRA DE MATÉRIA-
PRIMA CONTABILIZAÇÃO DO CAPITAL SOCIAL E A CONTAS QUE
MOVIMENTAM AS EMPRESAS.

APS - Atividades práticas supervisionadas –


Trabalho apresentado como exigência para a
avaliação do segundo bimestre, em disciplinas do
3° semestre, do curso de Ciências Contábeis da
Universidade Paulista, sob orientação dos
professores do semestre.

Jundiaí
3

2013
Sumário
1- INTRODUÇÃO...................................................................................................................4
2 - INICIALIZAÇÃO DA EMPRESA....................................................................................4
2.1 - IDENTIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA EMPRESA.................................................4
2.2 - CONTABILIDEDE DA CONSTITUIÇÃO........................................................................4
3 - FATOS OCORRIDOS NO MÊS DE MAIO/2013.............................................................5
3.1 - CONTABILILZAÇÃO DE UM EMPRESTIMO DE 20% DO CAPITAL SOCIAL.........5
3.2 - COMPRAS DE MERCADORIAS PARA RENDA............................................................6
3.3 - DEMOSNTRAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO DAS VENDAS REFETENTE MÊS DE
MAIO...........................................................................................................................................8
3.4 - AS EXIGENCIAS DO SEGMENTO FISCAL.................................................................11
3.5 - Contabilização de Devolução referente a 10% da 1º compra de 10%...............................11
3.6 - DEMONSTRAÇÃO DAS OPERAÇÕES COM MERCADORIAS NOS TRÊS TIPOS
DE INVENTARIO PERMANENTE PEPS, UEPS E MP.........................................................13
3.7 - CONTABILIZAÇÃO DE DESCONTO INCONDICIONAL DE 10% REFERENTE A
VENDA DO DIA 07/05/2013....................................................................................................14
3.8 - A COMPRA EFETUADA EM 04/05/2013 FORAM INCLUSOS O VALOR DE FRETE
E SEGURO A PRIMEIRA COMPRA NO VALOR DE 10%, SEGUE DEMONSTRAÇÃO E
CONTABILIZAÇÃO DA NOTA.............................................................................................14
3.9 - DESCONTO OBTIDO DE 5% REFERENTE A COMPRA DO DIA 19/05/2013..........15
3.10 - RECEBIMENTO ANTECIPADO DE 50% DA VENDA ANTERIOR DO DIA
16/05/2013 COM DESCONTO DE 5% EM DEPÓSITO BANCÁRIO;..................................15
3.11 - CONTABILIZAÇÃO DE DEVOLUÇÃO PARCIAL DE 10% REFERENTE VENDA
DO DIA 10/05/2013..................................................................................................................15
3.12 - CONTABILIZAÇÃO DO "PCLD" EM SUA REGRA ATUAL.....................................15
3.13 - CONTABILIZAÇÃO DAS DESPESAS REFERNTES AO MÊS DE MAIO...............15
3.14 - APURAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO DOS IMPOSTOS DE MAIO............................16
3.15 – RAZONETES DE VERIFICAÇÃO...............................................................................17
3.16 – DEMONSTRATIVO DOS REZULTADOS DO EXERCICIO (DRE)..........................19
3.17 - BALANÇO PATRIMONIAL..........................................................................................19
4 - CONCLUSÃO..................................................................................................................20
4

1- INTRODUÇÃO.

Este trabalho de APS consiste em demonstrar a importância do cenário contábil no


gerenciamento de empresas. O objetivo do trabalho é demonstrar alguns aspectos da
contabilidade que são exigidos e executados nas empresas, conforme o plano de ensino das
disciplinas deste semestre.
A empresa que utilizamos como base para descrever todo o conteúdo desta APS é a
Indústria de Motores Anauger S/A que teve sua fundação em 01 de abril de 2013, sempre
atuando no ramo metalúrgico no desenvolvimento de motores elétricos, até que em seu segundo
mês de atividades foi criada uma nova linha de produtos indo além da primeira linha de bombas
submersa, sendo este produto uma inovação tecnológica, com vários melhoramentos em seus
processos, hoje há em seu quadro de funcionários cerca de 200 funcionários. No conteúdo deste
trabalho foram desenvolvidas algumas das importantes operações contábeis executadas na
empresa, tais como, o tipo de inventário adotado pela empresa, quais os impactos no resultado
líquido e no estoque com os tipos de inventário permanente, contabilização da inicialização da
empresa, contabilização de compra de bens, contabilização de empréstimo e contabilização do
PCLD. Contudo, esta APS se objetiva a demonstrar o quanto é importante a contabilidade no
gerenciamento da empresa, além de um excelente instrumento no processo de tomada de decisão.

2 - INICIALIZAÇÃO DA EMPRESA

2.1 - IDENTIFICAÇÃO E CONSTITUIÇÃO DA EMPRESA

Industrialização de Motores Anauger S/A


CNPJ/MF: 59.134.635/0001-24
Inscrição Estadual: 388.003.787.110
Data da Constituição: 01/04/2013
Capital Social de R$ 1.500.000,00 (Integralizado em moeda corrente nacional)
Endereço: Rua Professor José Carlos, 2555 Santa Julia – CEP 13295-000 – Itupeva - SP
Objeto social:
Industria e Comercio atacadista de bombas e bombeadores para elevação de água.
Sócios Quotistas e Percentual acionário:
Gerônimo Pastore 50% de Cotas de um total de 1.500.000,00
Aurélio Partori 50% de Cotas de um total de 1.500.000,00

2.2 - CONTABILIDEDE DA CONSTITUIÇÃO

A empresa possui um capital social de R$ 1.500.000,00 (Um milhão e quinhentos mil


reais.) em caixa para compra de bens, mercadorias, materiais de escritório e outras compras
necessárias para dar continuidade nas execuções dos trabalhos a longo prazo.
5
Contabilização:

05/04/2013
D - BANCO C/ MOVIMENTO 1.500.000,00
C - CAPITAL SOCIAL 1.500.000,00

05/04/2013
D - EDIFICIO INDUSTRIAL 108.540,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 108.540,00

10/04/2013
D - COMPUTADORES E PERIFERICOS 80.000,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 80.000,00

15/04/2013
D - MAQUINAS E EQUIPAMENTOS 650.000,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 650.000,00

15/04/2013
D - MOVEIS E UTENCILIOS 62.000,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 62.000,00

20/04/2013
D - VEICULOS 88.000,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 88.000,00

20/04/2013
D - CAIXA 15.000,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 15.000,00

3 - FATOS OCORRIDOS NO MÊS DE MAIO/2013

3.1 - CONTABILILZAÇÃO DE UM EMPRESTIMO DE 20% DO CAPITAL SOCIAL

Houve a necessidade de a Anauger pegar um empréstimo bancário para Capital de Giro.


Entre os sócios, ficou deliberado que a quantia do empréstimo fosse equivalente a 20% do
Capital Social. Desta forma foi solicitado ao Banco um empréstimo no valor de R$ 300.000,00.
Contabilização:

03/05/2013
D - EMPRESTIMO 300.000,00
C - BANCO C/ MOVIMENTO 300.000,00
6

3.2 - COMPRAS DE MERCADORIAS PARA RENDA

Sabendo que a Anauger e uma industria de bombas para elevação de líquidos e


necessitava aumentar sua linha de produtos, assim formou uma parceria e montou sua linha alto
giro, comprando bombeadores de água para revender junto a seus produtos. Analisando a
estrutura tributaria da Anauger, sabemos que trata-se de uma empresa que esta enquadrada no
regime não cumulativo e lucro real, que toma crédito de PIS, COFINS, ICMS, IPI em suas
operações de compra de matérias primas e revendas.
Iniciou suas operações com sua nova Linha Giro em Maio/2013:

- Em 04/05/2013 comprou 100 bombeadores para revender no valor R$ 13.000,00 e IPI de 10%
com pagamento a prazo para 28 dias.

- Em 05/05/2013 comprou para revender 250 bombeadores no valor de R$ 33.750,00 e IPI de


10% com pagamento a prazo para 45 dias.
7
- Em 07/05/2013 comprou para revender de 50 bombeadores no valor de R$ 6.450,00 e 10% de
IPI com pagamento a vista.

- Em 15/05/2013 comprou para revender de 150 bombeadores no valor de 19.500,00 e IPI de


10% com pagamento a prazo para 15 dias.
8
- Em 17/05/2013 comprou para revender de 90 bombeadores no valor de 11.610,00 e 10% de IPI
com pagamento a vista.

3.3 - DEMOSNTRAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO DAS VENDAS REFETENTE MÊS DE


MAIO.
9
10
11

3.4 - AS EXIGENCIAS DO SEGMENTO FISCAL

Na aquisição de mercadorias é obrigatória a escrituração da Nota Fiscal no Livro Registro


de Entradas, com o objetivo de registrar o IPI e ICMS incidentes nas compras.
Quando adquirimos uma compra nós estamos pagando os impostos, pois dentro do preço
do produto já está incluído o valor dos mesmos. Vale ressaltar, que se podem separar os impostos
que incidem sobre a obtenção de produtos de duas maneiras, os que estão incluídos dentro do
preço da mercadoria e os que são cobrados a parte do preço da venda da mercadoria:
Por exemplo, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), o PIS (Programa
de Integração Social) e o COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social),
são alguns dos impostos que estão “dentro” do preço da mercadoria. Agora, o IPI (Imposto sobre
Produtos Industrializados) é um dos impostos que são “pagos a parte” do preço de aquisição,
pois, quando nós pegarmos a Nota Fiscal poderá ser notado que o Valor Total da Mercadoria é
um valor, e o Valor Total da Nota Fiscal será correspondente ao Valor Total da Mercadoria mais o
valor do IPI.
Descrição dos tributos com os quais a empresa está envolvida e suas relações com os
segmentos da empresa
A empresa Indústria de Motores Anauger S/A, enquadrada no Regime de Tributação do
Lucro Real tem como a sua obrigação principal, a escrituração, apuração e o recolhimento dos
seguintes tributos:
Programa de Integração Social (PIS Não-Cumulativo) recolhido mensalmente através do código
de Receita 6912.
Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS Não-Cumulativo) recolhido
mensalmente através do código de Receita 5856.
Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) recolhida mensalmente através de
GARE.
Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) recolhido Mensal Estimado através DARF com código
de Receita 2362.
Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) recolhido Mensal Estimado através do
código de Receita 2484.
Também está obrigada a entrega das seguintes obrigações acessórias:
Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais (DACON - Mensal);
Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF - Mensal);
Demonstrativo de Contribuições Sociais (SPED - CONTRIBUIÇÕES);
Escrituração Fiscal e Apuração do ICMS (SPED FISCAL);
Livro de Apuração do ICMS (Mensal);
Guia de Informação e Apuração Mensal do ICMS (GIA - Mensal);
Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ - Anual);
Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF - Anual).

3.5 - Contabilização de Devolução referente a 10% da 1º compra de 10%

- Devolução de 10 % referente compra de 100 bombeadores em 04/05/2013


12
13

3.6 - DEMONSTRAÇÃO DAS OPERAÇÕES COM MERCADORIAS NOS TRÊS TIPOS


DE INVENTARIO PERMANENTE PEPS, UEPS E MP.

Inventario Permanente PMP:

Inventario Permanente PEPS:


14

Inventario Permanente UEPS:

3.7 - CONTABILIZAÇÃO DE DESCONTO INCONDICIONAL DE 10% REFERENTE A


VENDA DO DIA 07/05/2013.

D - DESCONTOS CONCEDIDOS 2.482,59


C - DUPLICATAS A RECEBER 2.482,59

3.8 - A COMPRA EFETUADA EM 04/05/2013 FORAM INCLUSOS O VALOR DE


FRETE E SEGURO A PRIMEIRA COMPRA NO VALOR DE 10%, SEGUE
DEMONSTRAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO DA NOTA.
15
3.9 - DESCONTO OBTIDO DE 5% REFERENTE A COMPRA DO DIA 19/05/2013.

D - FORNECEDORES 21.450,00
C - DESCONTOS OBTIDOS 442,31
C - BANCO CONTA MOVIMENTOS 21.007,69

3.10 - RECEBIMENTO ANTECIPADO DE 50% DA VENDA ANTERIOR DO DIA


16/05/2013 COM DESCONTO DE 5% EM DEPÓSITO BANCÁRIO;

D - BANCO CONTA MOVIMENTOS 5.899,48


D - DESCONTOS CONCEDIDOS 310,50
C - DUPLICATAS A RECEBER 6.209,98

3.11 - CONTABILIZAÇÃO DE DEVOLUÇÃO PARCIAL DE 10% REFERENTE VENDA


DO DIA 10/05/2013.

D - DEVOLUÇÃO DE VENDAS 2.482,59


C - DUPLICATAS A RECEBER 2.482,59

D - ICMS A RECOLHER 402,18


C - ICMS S/ VENDAS 402,18

D - IPI A RECOLHER 248,26


C - IPI S/ VENDAS 248,26

D - PIS A RECOLHER 36,87


C - PIS S/ VENDAS 36,87

D - COFINS A RECOLHER 169,81


C - COFINS S/ VENDAS 169,81

3.12 - CONTABILIZAÇÃO DO "PCLD" EM SUA REGRA ATUAL.

D - DESPESAS C/ PCLD 3.724,10


C - PROVISÃO P/ PCLD 3.724,10

3.13 - CONTABILIZAÇÃO DAS DESPESAS REFERNTES AO MÊS DE MAIO.

16/05/2013
D - DESPESAS C/ ENERGIA ELETRICA 5.000,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 5.000,00

20/05/2013
D - DESPESAS C/ MANUTENÇÃO DE VEICULOS 900,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 900,00
16
20/05/2013
D - DESPESAS C/ VIAGENS 1.900,00
C - BANCO CONTA MOVIMENTO 1.900,00

21/05/2013
D - DESPESAS C/ MATERIAL DE ESCRITORIO 650,00
C - CAIXA 650,00

21/05/2013
D - DESPESAS C/ SALARIOS 150.000,00
C - INSS PARTE EMPREGADOS 13.800,00
C - SALARIOS A PAGAR 136.200,00

21/05/2013
D - DESPESAS C/ INSS 41.700,00
C - INSS A PAGAR 41.700,00

21/05/2013
D - DESPESAS C/ FGTS 12.000,00
C - FGTS A PAGAR 12.000,00

3.14 - APURAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO DOS IMPOSTOS DE MAIO.

D - ICMS A RECUPERAR 4.732,12


C - ICMS A RECOLHER 4.732,12

D - IPI A RECUPERAR 2.605,24


C - IPI A RECOLHER 2.605,24

D - PIS A RECUPERAR 433,95


C - PIS A RECOLHER 433,95

D - COFINS A RECUPERAR 2.856,47


C - COFINS A RECOLHER 2.856,47
17

3.15 – RAZONETES DE VERIFICAÇÃO


18
19

3.16 – DEMONSTRATIVO DOS REZULTADOS DO EXERCICIO (DRE).

3.17 - BALANÇO PATRIMONIAL


20
4 - CONCLUSÃO

A Industria de Motores Anauger S/A após utilizar os dois tipos de inventários aceito pela
Receita Federal "PEPS e PMP", optou pelo sistema de inventário “PMP” (Preço Médio
Ponderado), pois por orientação do CRC (Conselho Regional de Contabilidade) e também
verificou-se que os impostos incidentes seria menor.
Em relação às mudanças referentes à Lei 11.638/07 e 11.941/09 da contabilização das
operações financeiros inclusive direitos e títulos de créditos quando estes destinarem-se em
negociações ou disponíveis para vendas serão avaliados pelo seu valor de mercado, ou valor
líquido de realização deduzidos os encargos tributários e demais despesas pertinentes à
transação.
A avaliação do Ativo a Longo Prazo será procedida do seu valor presente, ou seja, os
juros inerentes às operações deverão ser reconhecidos como receitas financeiras e havendo
efeitos relevantes, as operações de curto prazo passarão pela mesma avaliação.
Referente à Provisão de Créditos de Liquidação Duvidosa a não houve grandes mudança
para a Anauger pois passaram a vigorar a partir do ano-calendário de 1997,sabendo que a
legislação fiscal não mais permite a dedutibilidade dessa despesa, sendo assim, não fazendo mais
parte da base de cálculo do Imposto de Renda e Contribuição Social.
21
Referências

Material usado em classe: "Apostila de Contabilidade Comercial, Prof. Sergio Zago", "Apostila
de Contabilidade Empresarial, Prof. Elias" e material cedido em classe pelos professores André,
Vejalão e Leonardo Mazola.