Вы находитесь на странице: 1из 23

FICHA TÉCNICA

© 2017. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Minas Gerais – SEBRAE

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação aos direitos

autorais (Lei nº 9.610/1998).

INFORMAÇÕES E CONTATOS Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais – SEBRAE Unidade de Acesso a Mercados Av. Barão Homem de Melo, 329, Nova Granada – CEP 30.431-285 - Belo Horizonte - MG. Telefone 0800 570 0800 Home: www.sebrae.com.br/minasgerais

SEBRAE MINAS

Presidente do Conselho Deliberativo OLAVO MACHADO

Diretor Superintendente AFONSO MARIA ROCHA

Diretor Técnico ANDERSON COSTA CABIDO

Diretor de Operações MARDEN MÁRCIO MAGALHÃES

Unidade de Acesso a Mercados Gerente | VERA HELENA LOPES Equipe Técnica | LUCIANA CRISTINE DE CARVALHO LESSA - Coordenação

Unidade de Educação e Empreendedorismo Gerente | FABIANA RIBEIRO DE PINHO Equipe Técnica I JAQUELINE CRISTINA LIMA

Autoria | Agência FBK - ROBSON FONTENELLE Revisão | Agência FBK - PATRÍCIA CASSESSE Projeto Gráfico | Oeste Design - MARIANA MISK

CASSESSE Projeto Gráfico | Oeste Design - MARIANA MISK F683i Fontenelle, Robson Introdução ao marketing digital.
CASSESSE Projeto Gráfico | Oeste Design - MARIANA MISK F683i Fontenelle, Robson Introdução ao marketing digital.
CASSESSE Projeto Gráfico | Oeste Design - MARIANA MISK F683i Fontenelle, Robson Introdução ao marketing digital.
CASSESSE Projeto Gráfico | Oeste Design - MARIANA MISK F683i Fontenelle, Robson Introdução ao marketing digital.

F683i

Fontenelle, Robson

Introdução ao marketing digital. / Robson Fontenelle. Belo 21 p.: il.

Nota de conteúdo: coleção composta por onze e-books:

1: Introdução ao marketing digital; 2: Site – O principal ponto de contato da sua marca com o ambiente digital; 3: A importância do marketing digital 4: As principais ferramentas do marketing digital; 5: E-commerce; 6: As leis que regem o e-commerce; 7: Funil de vendas: o que é e como entender seu funil; 8: O passo a passo para montar um e-commerce 9: O que são mídias sociais?; 10: Quais redes sociais fazem sentido para o meu negócio? Conheça as principais redes usadas no Brasil e as principais métricas; 11: Como divulgar o meu negócio na rede? Psicologia, marketing e redes de nicho.

Horizonte: SEBRAE Minas, 2017.

1. Marketing digital. I. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais. II. Título.

CDU: 658.8:004.7

1. Marketing digital. I. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais. II.

UMA COLEÇÃO: UM DESAFIO

Bem vindo à coleção de E-books desenvolvidos pelo SEBRAE-MG para que você,

empreendedor, conheça mais sobre Marketing Digital e aprenda como utilizá-lo bem para incrementar seus negócios. São 11 volumes que vão trazer conceitos

e exemplos fundamentais para que você possa tirar o melhor proveito possível

da presença de sua empresa na internet, seja por meio de site, e-commerce ou das mídias sociais.

Neste volume, você vai conhecer os cenários da internet no Brasil e no mundo,

e o crescimento da utilização da web como um canal mais barato e eficiente de

comunicação da atualidade. Também vai aprender sobre as funções do marketing, como aumentar vendas, estabelecer relacionamento com os clientes e melhorar seu atendimento na rede mundial de computadores.

Colaborar para que os empreendedores possam digitalizar as micro

e pequenas empresas é o nosso desafio.

Esperamos que você faça bom proveito.

Boa leitura!

possam digitalizar as micro e pequenas empresas é o nosso desafio. Esperamos que você faça bom
possam digitalizar as micro e pequenas empresas é o nosso desafio. Esperamos que você faça bom

1

A INTERNET NO MUNDO

Segundo a ONU, somos sete bilhões de habitantes no mundo. Dados da pesquisa State of Connectivity 2015, realizada pelo Facebook, aponta que 3,2 bilhões de pessoas têm acesso à internet, o que equivale a 43% da população mundial. A estimativa é que, em 2020, cerca de 4,3 bilhões de pessoas estejam conectadas à web. O Brasil está em 78º lugar, atrás de países como Azerbaijão, Rússia, Arábia Saudita, Malásia e Groenlândia.

A INTERNET NO BRASIL

Para entender o uso da internet no Brasil nos dias de hoje, devemos saber que o brasileiro passa, em média, cerca de cinco horas por dia na internet. Vamos usar um infográfico com os dados da 11ª edição da pesquisa TIC Domicílios, divulgada em setembro de 2016 pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, sobre o acesso às Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), medida em 2015, para que você perceba as potencialidades da web.

às Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), medida em 2015, para que você perceba as potencialidades

2

O CELULAR É O DISPOSITIVO MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO

INDIVIDUAL DA INTERNET

MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO INDIVIDUAL DA INTERNET A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios
MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO INDIVIDUAL DA INTERNET A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios
MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO INDIVIDUAL DA INTERNET A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios
MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO INDIVIDUAL DA INTERNET A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios
MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO INDIVIDUAL DA INTERNET A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios
MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO INDIVIDUAL DA INTERNET A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios
MAIS UTILIZADO PARA O ACESSO INDIVIDUAL DA INTERNET A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios

A pesquisa, com 23.465 entrevistas pessoais em domicílios de todo o Brasil, foi realizada entre novembro de 2015 e junho de 2016 e aponta que as pessoas das classes sociais mais altas usam mais a internet.

das classes sociais mais altas usam mais a internet . Haviam utilizado a rede menos de
das classes sociais mais altas usam mais a internet . Haviam utilizado a rede menos de
das classes sociais mais altas usam mais a internet . Haviam utilizado a rede menos de
das classes sociais mais altas usam mais a internet . Haviam utilizado a rede menos de
das classes sociais mais altas usam mais a internet . Haviam utilizado a rede menos de

Haviam utilizado a rede menos de 3 meses antes da pesquisa.

3

CENÁRIO BRASILEIRO

Uso da internet pelo telefone celular:

CENÁRIO BRASILEIRO Uso da internet pelo telefone celular: Proporção de domicílios com acesso à internet, considerando
CENÁRIO BRASILEIRO Uso da internet pelo telefone celular: Proporção de domicílios com acesso à internet, considerando
CENÁRIO BRASILEIRO Uso da internet pelo telefone celular: Proporção de domicílios com acesso à internet, considerando
CENÁRIO BRASILEIRO Uso da internet pelo telefone celular: Proporção de domicílios com acesso à internet, considerando

Proporção de domicílios com acesso à internet, considerando também o celular:

51% DO TOTAL

à internet, considerando também o celular: 51% DO TOTAL A METADE DAS RESIDÊNCIAS BRASILEIRAS TEM COMPUTADOR:
à internet, considerando também o celular: 51% DO TOTAL A METADE DAS RESIDÊNCIAS BRASILEIRAS TEM COMPUTADOR:

A METADE DAS RESIDÊNCIAS BRASILEIRAS TEM COMPUTADOR:

São 32 milhões de domicílios, a mesma quantidade que no ano anterior.

4

MAS O QUE

SIGNIFICAM TODOS

ESSES DADOS?

MAS O QUE SIGNIFICAM TODOS ESSES DADOS? Com mais da metade da população brasileira tendo acesso
MAS O QUE SIGNIFICAM TODOS ESSES DADOS? Com mais da metade da população brasileira tendo acesso
MAS O QUE SIGNIFICAM TODOS ESSES DADOS? Com mais da metade da população brasileira tendo acesso
MAS O QUE SIGNIFICAM TODOS ESSES DADOS? Com mais da metade da população brasileira tendo acesso

Com mais da metade da população brasileira tendo acesso à internet, é cada vez mais importante que os empreendedores pensem o uso desse meio, de forma estratégica, para os negócios! O hábito de estar conectado vem crescendo nos últimos anos em ritmo acelerado, mesmo durante a crise econômica entre 2012 e 2016. A pesquisa mostra que o acesso via celular é o preferido pelos usuários que, durante esse período, reduziram em 8% o uso de dados móveis optando por se conectar via Wi-Fi. A base de telefonia celular via smartphones

no Brasil cresce na ordem 23,5% por semestre. No final de 2014, o Brasil já era

o 6º mercado mundial de smartphones, superado apenas por China, EUA, Índia, Japão e Rússia.

E se formos pensar em termos de negócios realizados através da web, segundo

dados da revista Exame, de abril de 2016, o número de internautas brasileiros que realizam pagamentos através de seu smartphone dobrou no final do ano de 2015 em relação ao ano anterior, chegando a 46% dos internautas.

Se juntarmos todos esses dados, vamos verificar que 41% dos internautas brasileiros já realizaram pelo menos uma operação de compra de mercadorias físicas usando o celular. Em 2016, a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico espera registrar 190,9 milhões de pedidos nas lojas virtuais, com um tícket médio de 298 reais.

E aí, o que você está esperando para morder uma fatia dos cerca de

60 bilhões de reais movimentados

pelo setor de e-commerce no Brasil?

5

O USO DO SMARTPHONE NO BRASIL

- 168 milhões em uso em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015

- 236 milhões em uso em 2018: 40% de crescimento em relação a 2016

ˆ
ˆ
em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015 - 236 milhões em uso em 2018:
em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015 - 236 milhões em uso em 2018:
em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015 - 236 milhões em uso em 2018:
em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015 - 236 milhões em uso em 2018:
em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015 - 236 milhões em uso em 2018:
em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015 - 236 milhões em uso em 2018:
em 2016: 9% de crescimento em relação a 2015 - 236 milhões em uso em 2018:

6

GERAÇÃO Y x GERAÇÃO BABY BOOMERS

Entre um computador e um smartphone, a chance de opção pelo celular é maior entre os jovens. Ainda assim, a expectativa é a de que, em 2016, o Brasil tenha 168 milhões de smartphones, e que, entre 2019 e 2020, o país atinja a marca de um computador por habitante, ou seja, 210 milhões de computadores de base instalada. Os dados são da FVG-SP, que diz que hoje há, no país, dois computadores para cada três habitantes.

A pesquisa “Sua rede: agora atendendo à Geração Y”, realizada pela CommScope, em parceria com a Censuswide, mostra o quanto essa geração é dependente da internet e do smartphone:

GERAÇÃO Y

- Idade entre 15 e 35 anos

- Prefere ficar sem encanamento, aquecimento e ar condicionado,

transporte pessoal e TV a cabo a ficar sem conexão com internet

e eletricidade para carregar os dispositivos conectados

- A internet é parte de sua identidade individual e social

e eletricidade para carregar os dispositivos conectados - A internet é parte de sua identidade individual

7

GERAÇÃO X (BABY BOOMERS)

- Idade entre 51 e 70 anos

- Dá mais importância aos serviços básicos que ao acesso à internet

- A internet é “ferramenta”, “base de conhecimento” ou “meio para determinado fim”

de conhecimento” ou “meio para determinado fim” Agora que você conhece o cenário promissor da internet
de conhecimento” ou “meio para determinado fim” Agora que você conhece o cenário promissor da internet
de conhecimento” ou “meio para determinado fim” Agora que você conhece o cenário promissor da internet
de conhecimento” ou “meio para determinado fim” Agora que você conhece o cenário promissor da internet
de conhecimento” ou “meio para determinado fim” Agora que você conhece o cenário promissor da internet

Agora que você conhece o cenário promissor da internet no Brasil, percebe por que seu empreendimento tem que investir em Marketing Digital?

8

MAS, AFINAL, O QUE É MARKETING?

MAS, AFINAL, O QUE É MARKETING? Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar

Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro. Marketing identifica necessidades e desejos não realizados. Ele define, mede e quantifica o tamanho do mercado identificado

e o potencial de lucro. Ele aponta quais os segmentos

que a empresa é capaz de servir melhor e que projeta

e promove os produtos e serviços adequados.

e que projeta e promove os produtos e serviços adequados. Philip Kotler – Marketing Management Ou

Philip Kotler – Marketing Management

Ou seja, o marketing é uma série de estratégias, técnicas e práticas que tem o principal objetivo de agregar valor às marcas, produtos ou serviços, a fim de ganhar relevância e atribuir maior importância destas para o seu público consumidor.

maior importância destas para o seu público consumidor. O professor universitário Philip Kotler, considerado um dos

O professor universitário Philip Kotler, considerado um dos maiores gurus do marketing do mundo, previu a coexistência do marketing tradicional e o digital, devendo esse último aproveitar os conceitos e aprimorá-los, já que a relação das empresas com os clientes mudou muito com a popularização da internet.

9

E O QUE É

MARKETING DIGITAL?

Marketing Digital, também conhecido como “marketing online”, “internet marketing” ou “web marketing”, surgiu nos anos 90, e naquela época consistia apenas em promover uma marca no sistema de buscas da internet. De lá para cá, foi sendo aprimorado e evoluiu muito. Hoje caminha para a personalização, de forma a entregar a mensagem certa para a pessoa certa na hora certa.

entregar a mensagem certa para a pessoa certa na hora certa. Marketing Digital é o conjunto
entregar a mensagem certa para a pessoa certa na hora certa. Marketing Digital é o conjunto
entregar a mensagem certa para a pessoa certa na hora certa. Marketing Digital é o conjunto
entregar a mensagem certa para a pessoa certa na hora certa. Marketing Digital é o conjunto

Marketing Digital é o conjunto de atividades que uma pessoa ou empresa executa online com o objetivo de atrair novos negócios, criar relacionamentos e desenvolver uma identidade de marca. Fazer Marketing Digital é promover marcas, produtos ou serviços através das mídias digitais: sites, e-commerces, blogs e as redes sociais.

é promover marcas, produtos ou serviços através das mídias digitais: sites, e-commerces, blogs e as redes
é promover marcas, produtos ou serviços através das mídias digitais: sites, e-commerces, blogs e as redes

10

OS 8 P’s

DO MARKETING DIGITAL

O mix de marketing de Kotler prevê quatro elementos que influenciam

a percepção dos consumidores e determinam o sucesso das marcas:

PRODUTO, PREÇO, PRAÇA E PROMOÇÃO.

No marketing digital, há outros elementos, uma vez que a internet é um meio mais interativo e interconectado que os veículos de comunicação tradicionais, como rádio, jornal e TV.

1. PESQUISA

Conhecer seu público alvo e saber onde estão as melhores oportunidades de

divulgação e qual o tipo de conteúdo vai gerar melhores resultados para você. Ferramentas gratuitas como o Google Analiytics e Google Adwords podem te dar dados demográficos e apontar o comportamento de quem visita seu site,

e até o tipo de informação que seu público pesquisa no Google.

2. PLANEJAMENTO

É fundamental planejar como serão utilizadas as ferramentas de comunicação

online. Cada canal (Facebook, site, Twitter, LinkedIn, Instagram, Youtube, etc) possui características próprias de linguagem e deve ter uma pauta de conteúdos

a serem gerados de forma complementar. Para isso, deve-se estabelecer uma

estratégia de abordagem e as táticas a serem usadas para cada canal, de forma coesa e coerente. Essa estratégia pode definir o marketing nas redes sociais e as estratégias de SEO (Search Engine Optimization) para conseguir um melhor rankeamento do seu site ou blog nas ferramentas de buscas, bem como mídias pagas, como o AdWords.

conseguir um melhor rankeamento do seu site ou blog nas ferramentas de buscas, bem como mídias
conseguir um melhor rankeamento do seu site ou blog nas ferramentas de buscas, bem como mídias
conseguir um melhor rankeamento do seu site ou blog nas ferramentas de buscas, bem como mídias

11

3. PRODUÇÃO

Independentemente do canal a ser usado, é essencial produzir e entregar conteúdos em texto, vídeo ou áudio úteis e relevantes para seu público. Eles vão agregar valor à sua marca e dar visibilidade a ela.

4. PUBLICAÇÃO

Conteúdos relevantes devem ser publicados em canais relevantes: artigos devem ser publicados em blog próprio ou no de sua empresa. Se produzir vídeos, eles devem ser publicados em plataformas como o Youtube ou o Vimeo. Áudios e fotos podem ser publicados diretamente no seu site, blog ou nas redes sociais. O importante é que sempre que for publicar um conteúdo na internet, você deve otimizá-lo para SEO, ou seja, colocar as informações que vão possibilitar, às ferramentas de busca, encontrá-los na web, aumentando a visibilidade de sua marca.

na web, aumentando a visibilidade de sua marca. 5. PROMOÇÃO Agora é hora de utilizar as
na web, aumentando a visibilidade de sua marca. 5. PROMOÇÃO Agora é hora de utilizar as
na web, aumentando a visibilidade de sua marca. 5. PROMOÇÃO Agora é hora de utilizar as

5. PROMOÇÃO

Agora é hora de utilizar as informações coletadas na etapa da pesquisa e no planejamento a fim de divulgar seus conteúdos publicados e promovê-los, para que alcancem e sejam acessados pelo maior número de pessoas possível. Faça essa promoção de acordo com os dados de acesso do seu público nas redes sociais, no seu site e no seu blog. O marketing de conteúdo, o Inbound Marketing (que trabalha o funil de vendas e cujo objetivo é transformar leads em clientes através de conteúdos qualificados), a automatização de marketing visando o disparo de e-mails autorizados e a criação de Landing Page (uma página promocional dentro de seu site, com objetivo de levantar dados e informações em troca de seus conteúdos) são boas ferramentas de promoção.

12

6. PROPAGAÇÃO

Comentários e compartilhamentos são a melhor forma de propagação de seus conteúdos e de sua marca. Eles promovem audiência e relacionamento com ela promovendo interação entre empresa e consumidores.

7. PERSONALIZAÇÃO

Na internet, é possível acompanhar e conhecer o comportamento de cada usuário que visita sites, blogs, vlogs, redes sociais e outras plataformas. O Marketing Digital usa dessa facilidade para personalizar mensagens e abordagens de acordo com o perfil do público, otimizando resultados.

8. PRECISÃO

As métricas fornecidas por ferramentas gratuitas nos fornecem uma série de informações que, sendo bem utilizadas, vão ser precisas na sua estratégia, evitando perda de tempo e de recursos. Acompanhar e analisar esses dados é a melhor maneira de você otimizar sua presença online.

de tempo e de recursos. Acompanhar e analisar esses dados é a melhor maneira de você

13

POR QUE UTILIZAR

O MARKETING

DIGITAL?

A cada dia, cresce o número de pessoas conectadas à internet

A

cada dia, cresce o número de pessoas conectadas à internet

Comunicação fácil, 24h por dia ou em tempo real, criando relação de confiança e fidelização

Comunicação fácil, 24h por dia ou em tempo real, criando relação de confiança e fidelização

Alcance global, sem limitações geográficas

Alcance global, sem limitações geográficas

Interatividade com seu público que gera informações estratégicas através dos dados captados

Interatividade com seu público que gera informações estratégicas através dos dados captados

É mais fácil de mensurar seus resultados de ROI (Retorno sobre

É

mais fácil de mensurar seus resultados de ROI (Retorno sobre

o

Investimento)

Dados qualificados geram economia de tempo e dinheiro, pois reduzem as taxas de erros nas

Dados qualificados geram economia de tempo e dinheiro, pois reduzem as taxas de erros nas campanhas

Seu uso significa estar à frente da concorrência que usa apenas

Seu uso significa estar à frente da concorrência que usa apenas

marketing tradicional, pois tem alcance global, interatividade, métricas e informações qualificadas sobre seu público

o

Performance da campanha pode ser analisada e ela pode ser adaptada rapidamente, quantas vezes for

Performance da campanha pode ser analisada e ela pode ser adaptada rapidamente, quantas vezes for necessário, para atingir seus objetivos e metas

Assim como consegue coletar informações, também pode direcionar os investimentos para o público-alvo sem desperdício

Assim como consegue coletar informações, também pode direcionar os investimentos para o público-alvo sem desperdício de recursos

14

PRINCIPAIS

FUNÇÕES DO MARKETING DIGITAL

PRINCIPAIS FUNÇÕES DO MARKETING DIGITAL Criar posicionamento estratégico de marca no ambiente digital, e reforçá-lo

Criar posicionamento estratégico de marca no ambiente digital, e reforçá-loPRINCIPAIS FUNÇÕES DO MARKETING DIGITAL Permitir que seu conteúdo seja acessado através de motores de busca

Permitir que seu conteúdo seja acessado através de motores de buscaestratégico de marca no ambiente digital, e reforçá-lo Divulgar produtos e serviços por meio de sites

Divulgar produtos e serviços por meio de sites e canais de comunicação onlineque seu conteúdo seja acessado através de motores de busca Aumentar o número de visitas no

Aumentar o número de visitas no site e de seguidores nas redes sociaisserviços por meio de sites e canais de comunicação online Conhecer os hábitos de consumo do

Conhecer os hábitos de consumo do consumidor digital e monitorar seu comportamentonúmero de visitas no site e de seguidores nas redes sociais Identificar oportunidades de negócios no

Identificar oportunidades de negócios no ambiente onlineconsumo do consumidor digital e monitorar seu comportamento Colaborar com o aumento de vendas através do

Colaborar com o aumento de vendas através do comércio eletrônico ou da divulgação, levando o consumidor até sua empresaIdentificar oportunidades de negócios no ambiente online Personalizar ações promocionais de maior relevância e que

Personalizar ações promocionais de maior relevância e que despertem maior interesse clientes e de potenciais clientesou da divulgação, levando o consumidor até sua empresa Incrementar as ações de relacionamento com os

Incrementar as ações de relacionamento com os clientes, fidelizando-osdespertem maior interesse clientes e de potenciais clientes Melhorar o nível de interatividade e o alcance

Melhorar o nível de interatividade e o alcance da marca, proporcionando uma nova experiência da mesma para clientes e de prospecção de novos clientesinteresse clientes e de potenciais clientes Incrementar as ações de relacionamento com os clientes, fidelizando-os 15

15

COMO AUMENTAR MINHAS VENDAS E MELHORAR

O RELACIONAMENTO COM

OS CLIENTES UTILIZANDO

O MARKETING DIGITAL?

A primeira coisa a fazer é ter presença digital. Uma das formas de se conseguir isso é ter um site de sua empresa. No e-book 2 desta série, você encontrará um passo a passo de como fazer seu site. Mas, por enquanto, lembre-se que informações como endereço, telefone e horários de funcionamento devem estar na primeira página. Não se esqueça de inserir informações que possam ser acessadas pelos motores de busca. O próprio Google tem um guia de SEO.COM OS CLIENTES UTILIZANDO O MARKETING DIGITAL? 2 Uma vez criado o site, é preciso divulgá-lo.

2
2

Uma vez criado o site, é preciso divulgá-lo. As redes sociais - como Facebook, Twitter, Instagram - são uma boa opção. Para ter um alcance maior, ou seja, mais audiência, pessoas tendo acesso ao seu site, poderá ser necessário investir em mídia paga, como links patrocinados do Google Adwords, ou das próprias redes sociais. É possível definir o valor total do investimento ou o valor que se pretende gastar por dia, bem como qual o público deve ter acesso ao seu anúncio.

Publicidade local em rádio, jornal ou cartazes e panfletos podem ser uma boa opção, mas têm custo maior. Neste caso, o ideal é ter um planejamento de mídia, feito com a ajuda de um profissional.do investimento ou o valor que se pretende gastar por dia, bem como qual o público

16

O E-mail marketing é uma ferramenta poderosa, mas deve ser utilizado com cuidado, para não cansar o receptor da mensagem. Utilize-o para enviar um conteúdo especial ou uma promoção imperdível. Mandar o mesmo e-mail mais de uma vez, ou vários e-mails em curto espaço de tempo, não funciona. Vocêẽpode virar um chato para o seu cliente e ir parar no Spam . Uma dica é criar um espaço no site para que as pessoas, que Spam. Uma dica é criar um espaço no site para que as pessoas, que quiserem receber informações sobre sua empresa, produtos ou serviços, possam cadastrar os seus e-mails. Outra forma eficiente é fazer o cadastro do e-mail no momento da venda. Há vários softwares de CRM (Customer Relationship Management), alguns gratuitos, que podem ajudá-lo a organizar seu mailing. Mas se sua estratégia for o uso de newsletter, lembre-se: é preciso produzir conteúdo de interesse, ter periodicidade definida e oferecer promoções bem pensadas.

periodicidade definida e oferecer promoções bem pensadas. 7 Programas de fidelização e de indicação fazem com
periodicidade definida e oferecer promoções bem pensadas. 7 Programas de fidelização e de indicação fazem com
7
7

Programas de fidelização e de indicação fazem com que você crie relacionamento com seus clientes atuais e permite que eles possam

fazer indicações de novos clientes em troca de uma recompensa, com descontos em produtos ou serviços. Mas não se esqueça de cadastrar essas indicações num software CRM a fim de que possa monitorar

o relacionamento com seus clientes e com as indicações recebidas.

Inbound Marketing também é uma boa estratégia de Marketing Digital. Uma agência de comunicação digital poderá lhe auxiliar na estratégia

e na geração do conteúdo para que esta ferramenta funcione bem.

Nela, conteúdo de interesse é oferecido em troca de informações

e dados de cadastro para que, analisado o comportamento e o interesse

do internauta, você crie leads ou potenciais clientes que serão abordados por sua equipe de vendas.

Vídeos também podem ajudar a aumentar suas vendas. Vivemos em uma sociedade altamente visual. Cores, formas, informações em imagem em movimento são muito eficazes na comunicação dirigida. Mas os vídeos devem estar acompanhados de outras ferramentas.

Como é grande o acesso a smartphones no Brasil, o uso do WhatsApp, quando permitido pelos usuários individualmente ou em grupo, pode ser uma boa opção de comunicação instantânea, chamando para as novidades divulgadas em seu blog, site ou rede social.movimento são muito eficazes na comunicação dirigida. Mas os vídeos devem estar acompanhados de outras ferramentas.

17

MUITO CUIDADO AO DEFINIR O USO DE CADA CANAL

Transmita credibilidade e posicione-se bem nos motores de busca: o engajamento dos clientes já existentes e a atração de novos depende de conteúdo relevante e constante.

de novos depende de conteúdo relevante e constante. E-MAIL MARKETING BEM FEITO É VISUALMENTE ATRATIVO, LEVE,

E-MAIL MARKETING BEM FEITO É VISUALMENTE ATRATIVO, LEVE, POSSUI CONTEÚDO RELEVANTE E DÁ, AO RECEBEDOR, A OPÇÃO DE SAIR DA LISTA CASO NÃO QUEIRA MAIS RECEBÊ-LOS.

LEVE, POSSUI CONTEÚDO RELEVANTE E DÁ, AO RECEBEDOR, A OPÇÃO DE SAIR DA LISTA CASO NÃO

Não basta ter contas em múltiplos canais de redes sociais. É preciso alimentá-los com frequência e periodicidade. Estimule seus seguidores a compartilharem os conteúdos postados nas páginas de sua empresa. Ações e promoções personalizadas ajudam no engajamento, no compartilhamento e, consequentemente, no aumento das vendas.

Cada canal de comunicação tem sua particularidade e forma de linguagem. As redes sociais têm grande variação nos melhores horários para se postar. Em cada uma delas o internauta tem um padrão diferente de comportamento. Justamente por isso não use todas as redes sociais da mesma maneira e replicando as mesmas postagens. Personalize o conteúdo de cada canal.

18

Estar no Twitter significa estar disponível para o cliente 24 horas por dia. Hoje, o microblog se transformou na grande ferramenta de SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). É essencial que comentários, dúvidas e críticas sejam sempre respondidos, porque os clientes querem ser ouvidos e ter um feedback. Ser solícito ajuda a ganhar a simpatia do consumidor. Caso você veja que não vai dar conta de atender à demanda nem monitorar o que é dito sobre sua empresa, é melhor não manter um perfil.

O Instagram é uma rede baseada em imagens. Os textos são apenas comentários ou legendas. Atente para isso. Se seu negócio é difícil de ser traduzido em imagens, não crie um perfil de sua empresa. É preciso ter boas imagens a se mostrar. Roupas, acessórios, produtos de cosmética, serviços fitness, fotografia, produtos alimentícios e bebidas, imóveis, mobiliário e automóveis têm audiência garantida. Mas que imagem bonita você teria para postar se seu negócio envolve papelada, burocracia ou coisas intangíveis?

TENHA EM MENTE QUE, UMA VEZ PRESENTE EM UMA REDE SOCIAL, VOCÊ DEVERÁ SER ÁGIL PARA RESPONDER ÀS MENSAGENS PRIVATIVAS E AOS COMENTÁRIOS DE FORMA A SATISFAZER SEUS SEGUIDORES E EVITAR CRISES. CUIDADO COM SEUS COMENTÁRIOS E POSTAGENS.

NO AMBIENTE DE NEGÓCIOS, O COMPORTAMENTO É DE SUA EMPRESA, REFLETE A FILOSOFIA DE SUA MARCA E SE COMPORTA DIFERENTEMENTE DA SUA REDE SOCIAL PRÓPRIA. POLÍTICA, RELIGIÃO E TEMAS POLÊMICOS DEVEM SER EVITADOS, PARA SE PRECAVER DE CONSTRANGIMENTOS E NÃO GERAR A ANTIPATIA POR PARTE DE CLIENTES.

ESSES E OUTROS ASSUNTOS VÃO SER DETALHADAMENTE TRATADOS NOS PRÓXIMOS E-BOOKS DA SÉRIE!

19

O

PRÓXIMO E-BOOK DA SÉRIE ABORDA COMO FUNCIONA

UM SITE, E EXPLICA O PASSO A PASSO PARA CONSTRUIR

PRINCIPAL PONTO DE CONTATO DA SUA MARCA NO AMBIENTE DIGITAL.

O

CONHEÇA O CONTEÚDO DOS OUTROS E-BOOKS DA SÉRIE:

3. Por que a minha empresa precisa do marketing digital?

Qual a importância dele? Conheça os exemplos de uso para o setor de comércio e para o setor de serviços

4. Principais ferramentas e como utilizá-las

(conteúdo, redes sociais, e-mail marketing, links patrocinados, SEO)

5. O que é E-commerce?

Conceito, funções, perfis de negócio adequados

6. As leis que regem o e-commerce

7. Funil de vendas: o que é, como entender o seu funil?

8. Passo a passo para começar o seu e-commerce

9. O que são mídias sociais?

Conceito, cenário do uso das redes sociais no Brasil, diferença entre mídia social e rede social

10. Quais são as redes sociais que fazem sentido para o meu negócio?

Conheça as principais redes usadas no Brasil e as principais métricas

11. Como divulgar o meu negócio na rede?

Psicologia, marketing e redes de nicho

20

BIBLIOGRAFIA

(sites pesquisados em 21/11/2016)

ADOLPHO, Conrado. Os 8 Ps do Marketing Digital – O Guia estratégico de Marketing Digital. São Paulo: Novatec, 2011.

GABRIEL, Martha. Marketing na Era Digital – Conceitos, Plataformas e Estratégias. São Paulo: Novatec, 2010.

HORTON, Chris. Digital Marketing: Integrating Strategy And Tatics Whith Values. Chelsea, Taylor & Francis USA: 2014.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing: a edição do novo milênio. São Paulo: Prentice Hall, 2000.

KOTLER, Philip. Marketing 3.0. As Forças que estão Definindo o Novo Marketing Centrado no Ser Humano. São Paulo: Campus, 2010.

SHIMP, Terence A. Comunicação Integrada de Marketing: propaganda e promoção. 7a edição, Porto Alegre: Bookman, 2009.

TORRES, Claudio. Marketing na Internet para Pequenas Empresas: o Guia Prático. São Paulo: Createspace: 2012.

21