Вы находитесь на странице: 1из 39

toorrri iaiaal l l

EEEdddi itito

PERDAS CULTURA NÍVEL DE SERVIÇO

PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE

TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVAÇÃO

Programa de Formação: apoiar Projectos de Inovação e Melhoria Contínua


Empresarial.
Objectivo: tornar a empresa mais competitiva através da redução de Custos,
Melhoria da Qualidade e Serviço ao Cliente (QCD).
Metodologia: técnicas Kaizen de melhoria da Produção, Logística, Qualidade,
Manutenção e Serviços (office), modeladas do TPS - Toyota Production System.

Alberto Bastos Alexandra Caramalho


Director BU Responsável College
KI Portugal KI Portugal
Introdu o Objectivos Formadores
Os cursos apresentados estão agrupados nas bases da melhoria contínua (Fundamentos Todas as acções de formação são animadas
Kaizen e TCM – Total Change Management) e nos pilares técnicos (TFM – Total Flow por consultores experientes e que praticam
Management, TPM – Total Productive Maintenance, TQC – Total Quality Control e o Kaizen nas empresas. Os nossos consul-
TSM – Total Service Management). tores são conhecidos pelo dinamismo e ca-
A escolha dos cursos pode fazer-se tanto no quadro da gestão global de competências pacidade de obtenção rápida de resultados
como para responder a pedidos individuais de aquisição de competências específicas. no terreno.

Fundamentos TFM - Total TPM - Total


KAIZEN Flow Management Productive
Maintenance

Técnicas Base do esforço Kaizen. Técnicas essenciais do TPS - Toyota Técnicas essenciais da melhoria da
Dominar os Fundamentos de um Production System e do Lean. Eficiência de Equipamentos e Instalações,
Modelo de Melhoria Contínua. Conseguir a Criação de Fluxo na tota- segundo o modelo JIPM - Japan Institute
lidade da Supply Chain. of Plant Maintenance.
Implementar a Produção em Fluxo e o
Pull Flow.

VO
KMS - Kaizen NO
Estrat gia Estrat gia
Management Kaizen TFM Kaizen TPM
System (TPS / Lean) (Equipamentos)
1 DIA P g. 5 1 DIA P g. 10 1 DIA P g. 15

FK I - TFM I - TPM I -
Princ pios e Fluxo na Kaizen Focalizado
Conceitos Kaizen Produ o (Kobetsu)
1 DIA P g. 6 3 DIAS P g. 11 2 DIAS P g. 16

TFM II - TPM II -
FK II -
Fluxo na Log stica Manuten o
Gest o Visual
Interna Aut noma
1 DIA P g. 7 3 DIAS P g. 12 2 DIAS P g. 17

VO
NO
FK III - TFM III - TPM III -
5S s Fluxo na Log stica Manuten o
Externa Planeada
1 DIA P g. 8 3 DIAS P g. 13 2 DIAS P g. 18

VO
NO
FK IV - TFM IV - TPM IV -
2 Standards, SDCA Value Stream Instala o de Novos
e PDCA Design Equipamentos
1 DIA P g. 9 2 DIAS P g. 14 3 DIAS P g. 19
Pedagogia Forma o Personalizada Plano de Equival ncias
A apresentação dos conceitos é feita de É possível contratar cursos à medida (Intra) Caso esteja interessado em obter alguma
uma forma gradual, sempre com ilustração seja do programa standard, seja de das qualificações apresentadas na página
de casos reais e completada por exercícios programas desenvolvidos para atender às 4 deste catálogo, e tenha participado em
de aplicação prática. necessidades de cada empresa (em temas cursos Kaizen de anos anteriores, peça por
Os jogos de simulação permitem experi- e duração). favor o seu plano de equivalências para o
mentar os conceitos apresentados. plano de formação actual.

TQC - Total Quality TSM - Total TCM - Total


Control Service Change
Management Management

Técnicas essenciais da melhoria da Técnicas essenciais da melhoria de Técnicas essenciais da Gestão da


Qualidade, segundo o modelo JIDOKA Processos Administrativos. Mudança, segundo o modelo do TPS
do TPS - Toyota Production System. - Toyota Production System.
Kaizen - Melhoria Contínua para empre-
Capacitação 6 Sigma Green Belt. sas de serviços. Desenvolvimento de Capacidades de
Chefia e Supervisão.

VO
Estrat gia Estrat gia Estrat gia NO
Kaizen TQC Kaizen TSM Kaizen TCM
(Qualidade) (Servi os) (Mudan a)

1 DIA P g. 20 1 DIA P g. 25 1 DIA P g. 30

VO VO
TQC I - TSM I - NO TCM I - NO
Standards de Controlo Organiza o Kaizen Audit and
da Qualidade Aut noma Deployment

2 DIAS P g. 21 1 DIA P g. 26 3 DIAS P g. 31

VO
TQC II - TSM II - NO TCM II -
Resolu o Estruturada Melhoria Kaizen Coach
de Problemas de Tarefas

2 DIAS P g. 22 1 DIA P g. 27 2 DIAS P g. 32

VO VO
TQC III - TSM III - NO TCM III - NO
Qualidade Aut noma Melhoria Kaizen TWI
(Jidoka) de Processos Supervisor

3 DIAS P g. 23 2 DIAS P g. 28 Prog. Especial P g. 33

VO VO
TQC IV - TSM IV - NO TCM IV - NO
Gest o por Kaizen System 3
6 Sigma Green
Belt Objectivos Design

3 DIAS P g. 24 1 DIA P g. 29 2 DIAS P g. 34


A Qualificação Kaizen Manager obtém-se em três etapas de aquisição de competências.

KAIZEN Practitioner
… disponha de conhecimentos de base necessários para orientar, delegar e apoiar o caminho
da melhoria contínua de uma forma eficaz.
Conte do do Programa:

FK I - FK IV - TPM II -
Princ pios e Standards, SDCA Manuten o
Conceitos Kaizen e PDCA Aut noma
1 DIA 1 DIA 2 DIAS

TFM I - TQC I -
FK II - Standards de Controlo
Fluxo na
Gest o Visual da Qualidade
Produ o
1 DIA 3 DIAS 2 DIAS

FK III - TPM I - TQC II -


5S s Kaizen Focalizado Resolu o Estruturada
(Kobetsu) de Problemas
1 DIA 2 DIAS 2 DIAS

Destinado aos participantes em acções de Melhoria Contínua.

KAIZEN Coach
… pôr em prática as ferramentas fundamentais que permitem a execução de workshops de
melhoria contínua.
Conte do do Programa:

TFM II - TPM IV - TCM II -


Fluxo na Log stica Instala o de Novos Kaizen Coach
Interna Equipamentos

3 DIAS 3 DIAS 2 DIAS

TFM III - TQC III -


Fluxo na Log stica Qualidade Aut noma
Externa (Jidoka)

3 DIAS 3 DIAS

TPM III - TQC IV -


Manuten o 6 Sigma Green
Planeada Belt

2 DIAS 3 DIAS

Destinado aos responsáveis pela organização e animação de Workshops Kaizen e outras actividades de Melhoria em grupo.

KAIZEN Manager
… é responsável pelo serviço de melhoria contínua. Capaz de dirigir a estratégia global de me-
lhoria contínua, de aplicar e motivar o pessoal, dispõe da visão completa de melhoria Kaizen.
Conte do do Programa:

TFM IV - TCM I - TCM IV -


Value Stream Kaizen Audit and Kaizen System
Design Deployment Design

2 DIAS 3 DIAS 2 DIAS

4
Destinado aos responsáveis pela direcção do departamento (ou serviço) Kaizen (ou Melhoria Contínua).
Descrição

Fundamentos KAIZEN
• Aprenda o que é o Kaizen Management System. Perceba que
tipo de resultados se podem obter, as principais áreas de
intervenção e o tipo de investimento necessário;
• Compreenda a filosofia Kaizen de Melhoria Contínua baseada
nos princípios de relações de causa-efeito, resolução de proble-
mas, não culpar-não julgar e potenciar o desenvolvimento do
indivíduo na empresa como fonte inesgotável de inovação e
melhoria.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O que é o KMS – Kaizen Management System;


• Princípios e Conceitos da filosofia Kaizen;
• Gerir numa cultura Kaizen;
• Como implementar uma Estratégia Kaizen;
• Estruturação da Melhoria Contínua;
• Casos de estudo Kaizen.

sucesso

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível de Direcção Executiva (Geral, Qualidade, Engenharia, Produção, Melhoria Contínua, Recursos
Humanos) com interesse pela melhoria dos resultados operacionais e desenvolvimento de recursos humanos.
• Interessa a empresas de todos os sectores (incluindo serviços) que queiram evoluir e pôr em prática a Melhoria Contínua. 5

• Gerir um Departamento de Melhoria


Contínua na empresa.
Descrição
Fundamentos KAIZEN

• Aprenda os Fundamentos do Kaizen (melhoria contínua), • Aprenda a identificar as 3 grandes dificuldades de qualquer
compostos pelos 3 princípios e pelos 7 conceitos; empresa: MUDA, MURI, MURA e mais concretamente como
• Aprenda o que é a resistência à mudança e a razão pela qual identificar e eliminar os 7 grandes tipos de MUDA (desperdício).
ela está presente em qualquer actividade humana. Domine o
conceito dos Paradigmas, que explicam a resistência à mudança
e o que fazer para mudar para melhor e vencer essa resistência;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Os Fundamentos Kaizen, os 3 princípios e os 7 conceitos;


• Identificação de MUDA, MURI, MURA;
• Identificação e eliminação dos 7 MUDAS;
• Exemplos e exercícios de aplicação.

FUNDAMENTOS

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia,
Planeamento e Melhoria Contínua;
6 • Interessa a empresas de todos os sectores (incluindo serviços) que queiram evoluir e pôr em prática a Melhoria Contínua.

• Fique a dominar as bases da Melhoria


Contínua. Comece hoje a Mudar para Melhor.
Descrição

Fundamentos KAIZEN
• Aprenda a técnica da Gestão Visual e a sua importância na • Descubra bons exemplos de suporte visual para a comuni-
comunicação e no trabalho em equipa; cação e gestão da produção;
• Aprenda a técnica da Normalização em Gestão Visual; • Interiorize o papel da gestão visual na orientação de uma fábrica;
• Tome consciência do valor acrescentado que a Gestão Visual • Conheça os métodos de melhoria contínua implementados nas
pode trazer; outras empresas.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Princípios genéricos da Gestão Visual;


• Técnica da Gestão Visual;
• Exemplos de Gestão Visual;
• Exercícios de aplicação.

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia,
Planeamento e Melhoria Contínua;
• Interessa a empresas de todos os sectores (incluindo serviços) que queiram evoluir e pôr em prática a Melhoria Contínua. 7

• Descubra como é que a gestão visual pode


ser utilizada como instrumento de melhoria
contínua.
Descrição
Fundamentos KAIZEN

• Aprenda a técnica dos 5S’s para a organização básica do posto • Aprenda a motivar as sugestões;
trabalho; • Aprenda a ganhar rapidamente com segurança;
• Saiba como obter mudanças práticas e imediatas; • Aprenda a melhorar a produtividade e a motivação dos
• Aprenda a responsabilizar as equipas sem investimento; colaboradores.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Técnica dos 5S;


• Os 5S’s e o sistema Kaizen;
• Seiri: Retirar o inútil;
• Seiton: Arrumar;
• Seiso: Limpar e detectar anomalias;
• Seiketsu: Normalizar;
• Os standards;
• Desenvolver a Gestão Visual;
• Shitsuke: Ser disciplinado;
• Objectivo da melhoria contínua;
TR
• As auditorias; IAG
EM
• Plano de Acções Kaizen PDCA;
• Reconhecer o tipo de acções a conduzir;
• Os resultados de uma boa aplicação;
• Apresentação de casos reais; DIS
CIP
LIN
• Exemplos e exercícios de aplicação. A O A
UM
ARR
NORMALIZA O
ZA
PE
M
LI

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia,
Planeamento e Melhoria Contínua;
8 • Interessa a empresas de todos os sectores (incluindo serviços) que queiram evoluir e pôr em prática a Melhoria Contínua.

• Aprenda a manter permanentemente as


condições base do sucesso.
Descrição
• Perceba a importância da Normalização na eliminação dos • Aprenda a manter a dinâmica da melhoria contínua;

Fundamentos KAIZEN
Mudas de Movimento, Defeituosos e Espera; • Aprenda a melhorar a eficácia dos processos;
• Compreenda o ciclo SDCA; • Conheça como manter a performance e qualidade de uma
• Conheça a ligação entre a melhoria contínua, a gestão da equipa;
variabilidade e o ciclo SDCA-PDCA; • Perceba como eliminar os planos de acções intermináveis;
• Aprenda a gerir a variabilidade dos resultados; • Aprenda a estabilizar rapidamente os resultados após as mudan-
• Aprenda a diminuir a taxa de defeitos; ças.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Técnica da Normalização (SDCA);


• O PDCA e a sua aplicação prática;
• Diferenciação entre os conceitos e os instrumentos;
• As 4 etapas fundamentais;
• Papel do SDCA e PDCA;
• Detectar os problemas tendo por base os 3M;
• PDCA como instrumento de gestão de projecto;
• Indicadores;
• Os 5 porquês;
• Exemplos e exercícios de aplicação.
Resultados

Objectivo

Actual

Tempo

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia,
Planeamento e Melhoria Contínua;
• Interessa a empresas de todos os sectores (incluindo serviços) que queiram evoluir e pôr em prática a Melhoria Contínua. 9

• Aprenda a gerir tendo sempre em conta


os resultados esperados e a melhoria de
performance.
TFM - Total Flow Management

Descrição
• Aprenda o que é o Kaizen e o que é uma Estratégia Lean • Compreenda a filosofia Kaizen de Melhoria Contínua baseada
Manufacturing. Perceba que tipo de resultados se podem obter, nos princípios de relações de causa-efeito, resolução de pro-
as principais áreas de intervenção e o tipo de investimento blemas, não culpar-não julgar e potenciar o desenvolvimento
necessário; do indivíduo na empresa como fonte inesgotável de inovação
• Compreenda casos de sucesso de empresas líderes nesta área e melhoria;
e discuta possibilidades de benchmarking; • Aprenda como iniciar uma estratégia Kaizen Lean na empresa;
• Perceba as principais técnicas Kaizen Lean de melhoria de mé-
todos e dos fluxos de materiais e informação.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O que é o Kaizen e o KMS - Kaizen Management System;


• O que é o Lean Manufacturing;
• O que é uma Estratégia Kaizen Lean;
• Princípios e Conceitos da filosofia Kaizen;
• Casos de estudo Kaizen Lean;
• Como implementar uma Estratégia Kaizen Lean; Fornecedores
• As principais ferramentas utilizadas tais como a criação
de fluxo, o pull flow, a normalização da logística, os
supermercados e kanban, etc…

Fábrica

Sistema
de Informação

Clientes

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível de Direcção Executiva (Geral, Qualidade, Engenharia, Produção, Melhoria Contínua, Recursos
Humanos) com interesse pela melhoria dos resultados operacionais e desenvolvimento de recursos humanos.
10

• Compreenda o Processo e Resultados de


uma Estratégia Kaizen Lean.
TFM - Total Flow Management
Descrição
• Aprenda a realizar a Criação de Fluxo na Produção que consiste • Aprenda o método SMED – Single Minute Exchange of Die que
na integração de postos de trabalho em linhas de fluxo unitário permite simplificar o trabalho de mudança de série de fabrico
ou em pequenos lotes; e melhorar a eficiência e a flexibilidade dos equipamentos;
• Aprenda as implicações da Criação de Fluxo nos layouts, no • Aprenda as bases da contentorização e da optimização de
desenho e selecção dos equipamentos e na automação LCA postos de trabalho.
(Low Cost Automation) dos postos de trabalho;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• A Criação de Fluxo e a Integração de Operações (teoria


e jogo de simulação);
• Desenho de layouts, equipamentos e normalização de
métodos;
7
• Organização do bordo de linha e contentorização; 2
• Optimização de movimentos e Standard Work; 4
• Método SMED - Single Minute Exchange of Die (teoria
e jogo de simulação); 6
• Exemplos e exercícios de aplicação.

1 2
JI T 3
4

5
7 6

DURAÇÃO 3 dias

Grupo alvo
• Técnicos e interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia,
Planeamento e Melhoria Contínua.
11

• Domine as vantagens e a implementação


da criação de fluxo.
TFM - Total Flow Management

Descrição
• Aprenda as técnicas necessárias para o Pull Flow (produção • Aprenda as melhorias a realizar no lançamento e abastecimento
baseada em encomendas firmes ou reposição de stocks dos postos de trabalho e linhas de montagem e fabrico através
normalizados); dos conceitos de supermercados, células logísticas, trens logís-
• Aprenda a dominar as técnicas necessárias para evitar a vari- ticos, abastecimento normalizado e supermercados dinâmicos;
abilidade nas ordens de produção e finalizar a coordenação • Aprenda a integrar todas as ferramentas num sistema TFM
completa entre a Logística e a Produção, sempre com ganhos coerente com elevados níveis de produtividade, curtos prazos
de produtividade presentes; de entrega e elevada qualidade.
• Aprenda as melhorias a realizar na entrada de encomendas
aplicando as técnicas de redução do efeito Forrester de am-
plificação da procura tais como o Nivelamento (heijunka) e
outras relacionadas com o encurtar dos ciclos de planeamento;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Definição dos objectivos do Pull Flow;


• Componentes da logística interna;
• O efeito Forrester de amplificação da procura;
• Técnicas de redução do efeito Forrester;
• Caixas de logística e de nivelamento (heijunka);
• Organização do picking (supermercados);
• Organização do abastecimento (trens logísticos e trabalho
normalizado);
• Balanceamento de linhas com produção mista (técnica
chandelle);
• Exemplos e exercícios de aplicação.

DURAÇÃO 3 dias

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível dos departamentos de Logística, Planeamento, Qualidade, Engenharia, Produção e Melhoria
Contínua.
12

• Domine os fluxos na logística interna.


TFM - Total Flow Management
Descrição
• Aprenda as técnicas de Criação de Fluxo entre armazéns; • Aprenda a organizar os Transportes e a Gestão dos Stocks de
• Aprenda a organizar os armazéns de forma a aumentar a forma a reduzir drasticamente a Cobertura dos Stocks (garan-
produtividade dos processos, a melhorar a Qualidade e o tindo elevado serviço ao cliente).
Serviço ao cliente;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Componentes da logística externa;


• O efeito Forrester de amplificação da procura;
• Técnicas de redução do efeito Forrester;
• Princípios Kaizen de armazenagem;
• Organização da recepção de materiais num armazém;
• Organização da expedição de materiais num armazém; QuickTime™ and a
decompressor
are needed to see this picture.

• Fluxo de informação com o fornecedor;


• Sistemas de Gestão de Stocks;
• Conceito de Milkrun;
• Exemplos e exercícios de aplicação.

DURAÇÃO 3 dias

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível dos departamentos de Logística, Planeamento, Qualidade, Engenharia, Produção e Melhoria
Contínua.
13

• Domine os fluxos na logística externa.


TFM - Total Flow Management

do fluxo de materiais (desde a recepção de matérias primas


Descrição à entrega do produto acabado);
• Os Workshops Kaizen são formas de obter melhorias pontuais • A análise baseia-se em Mapas Desenhados à mão com base
muito rapidamente, no entanto a única forma de obter melhorias na observação da realidade do terreno (gemba);
globais (desde recepção de encomendas até entrega das mes- • Depois da análise é necessário construir o mapa visão de me-
mas) é realizar projectos VSD – Value Stream Design. Esta é lhoria. Nesta fase vão ser incorporadas todas as ferramentas
a única maneira de melhorar o sistema como um todo, de de melhoria Kaizen;
forma definitiva e sustentada; • Em último lugar será realizado o Plano de Implementação do
• Aprenda a realizar uma análise por Cadeia de Valor de uma fa- Projecto VS – Value Stream;
mília de produto (desde a recepção das encomendas e dos • Estes projectos permitem mudar completamente o Sistema de
requisitos do cliente, até à entrega do produto acabado ao Operações da empresa e obter resultados extraordinários em
cliente); termos de Produtividade, Qualidade e Serviço ao Cliente;
• A análise consiste no levantamento do fluxo de informação (da • Neste curso trataremos também de apresentar noções de
encomenda à ordem de execução) assim como do levantamento Gestão de Projectos para facilitar a sua execução prática.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Definição dos objectivos do Value Stream Design;


• Utilização do Value Stream Design;
• Articulação do VSD com o Kaizen;
• O funcionamento do VSD;
• As diferentes utilizações internas e externas;
• Exercício de aplicação prática;
• Oportunidades de melhoria;
• Estabelecimento de Planos de Acção;
• Apresentação de trabalhos de grupo;
• Gestão de Projectos VSD.

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível de Direcção Executiva (Geral, Qualidade, Engenharia, Produção, Melhoria Contínua) com bons
conhecimentos das técnicas e ferramentas Kaizen (especialmente TFM – Total Flow Management).
14

• A Eficácia na Inovação e Melhoria Global.


TPM - Total Productive Maintenance
Descrição
• Aprenda o que é o Kaizen e o que é uma Estratégia Kaizen • Aprenda como iniciar uma estratégia Kaizen TPM na empresa;
TPM. Perceba que tipo de resultados se podem obter, as prin- • Perceba as principais técnicas Kaizen TPM de melhoria da
cipais áreas de intervenção e o tipo de investimento necessário; manutenção e dos equipamentos.
• Compreenda casos de sucesso de empresas líderes nesta área
e discuta possibilidades de benchmarking;
• Compreenda a filosofia Kaizen de Melhoria Contínua baseada
nos princípios de relações de causa-efeito, resolução de pro-
blemas, não culpar-não julgar e potenciar o desenvolvimento
do indivíduo na empresa como fonte inesgotável de inovação
e melhoria;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O que é o Kaizen e o KMS - Kaizen Management System;


• O que é o Kaizen TPM;
• O que é uma Estratégia Kaizen TPM;
• Princípios e Conceitos da filosofia Kaizen;
• Casos de estudo Kaizen TPM;
• Como implementar uma Estratégia Kaizen TPM;
• As principais ferramentas utilizadas tais como Kobetsu
Kaizen, Manutenção Autónoma, Manutenção Planeada,
etc… BAIXA
CADÊNCIA
PERDAS NO
ARRANQUE
TROCA DE
FERRAMENTAS MICRO
PARAGENS
MUDANÇA
DE SÉRIE

DEFEITOS

AVARIAS

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível de Direcção Executiva (Geral, Manutenção, Qualidade, Planeamento, Projecto, Melhoria Contínua,
Recursos Humanos) de empresas de todos os sectores (incluindo serviços) com interesse pela melhoria da eficiência e
manutenção de equipamentos. 15

• Compreenda o Processo e Resultados


de uma Estratégia Kaizen TPM.
TPM - Total Productive Maintenance

Descrição
• Aprenda as técnicas básicas necessárias para aumentar a • Conheça os Princípios e as Medidas para atingir os zero aciden-
eficiência dos equipamentos; tes, zero perdas, zero defeitos, zero avarias;
• Aprenda técnicas de motivação e envolvimento de todos os • Aprenda métodos de resolução de problemas;
colaboradores na missão de melhorar e manter os equipamen- • Treine métodos como Gestão Visual, Normalização e Resolução
tos; de Problemas.
• Aprenda a conhecer a estrutura das perdas; Domine os princípios
do Kobetsu Kaizen;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O cálculo de OEE - Overall Equipment Efficiency;


• As técnicas de Kobetsu KAIZEN (melhoria focalizada);
• Exemplos e exercícios de aplicação.

E
O

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Qualidade, Engenharia e Melhoria
Contínua;
16 • Todos os interessados em melhorar a eficiência dos equipamentos e a qualidade dos ambientes de trabalho.

• O princípio da excelência na eficiência


dos equipamentos.
TPM - Total Productive Maintenance
Descrição
• Aprenda a eliminar fontes de sujidade e contaminação; • Crie um espírito de melhoria entre os operadores e implemente
• Aprenda como identificar rapidamente o início da deterioração os princípios de inspecção a 100%;
dos equipamentos; • Aumente o OEE - Overall Equipment Efficiency;
• Aprenda como treinar os operadores na execução de tarefas • Treine métodos como Gestão Visual, Normalização e Resolução
de manutenção de 1º nível; de Problemas.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• As 5 etapas da Manutenção Autónoma; Produtividade +50%


• Os 5S’s máquina;
• Gestão Visual;
• Auditorias Manutenção Autónoma;
Eficácia Máquina +40%
• One Point Lessons;
• Exemplos e exercícios de aplicação.

Acidentes 0

A
LID D
E
QUA

Não Qualidade -70%

Paragens -90%

Motivação / Competências +40%

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Qualidade, Engenharia e Melhoria Con-
tínua.
17

• O princípio de excelência na manutenção


dos equipamentos pelos operadores.
TPM - Total Productive Maintenance

Descrição
• Desenvolva uma estratégia de manutenção planeada; • Aprenda os vários registos e controlos para análise de avarias
• Desenvolva acções de manutenção planeada em ambiente de em gestão visual;
manutenção autónoma; • Aprenda as técnicas de manutenção preditiva e preventiva.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• As 7 etapas da Manutenção Planeada;


• Clarificação de prioridades de manutenção;
• Remoção de pontos fracos;
• Estruturação de um sistema de informação;
• Arranque de Manutenção Planeada;
• Aumento de eficiência de Manutenção Planeada;
• Programa de Manutenção Planeada;
• Auditoria de Manutenção Planeada.

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Qualidade, Engenharia e Melhoria
Contínua.
18

• Actue nos pontos fracos do equipamento


e atinja o “zero falhas”.
TPM - Total Productive Maintenance
Descrição
• Redução do tempo de desenvolvimento e instalação de novos • Aprenda a reduzir o tempo de comissionamento (instalação e
equipamentos; arranque) de novos equipamentos;
• Aprenda a reduzir o tempo de projecto de desenvolvimento ou • Aprenda como atingir um OEE - Overall Equipment Efficiency
selecção de novos equipamentos; elevado logo após o arranque do novo equipamento.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Introdução à gestão antecipada de instalação de novos


equipamentos;
• Planeamento do comissionamento;
• Comissionamento;
• Aceitação do projecto;
• Prevenção de dificuldades;
• Casos de estudo.

DURAÇÃO 3 dias

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Qualidade, Engenharia e Melhoria
Contínua.
19

• Aprenda a planear a instalação de novos


equipamentos.
TQC - Total Quality Control

Descrição
• Aprenda o que é o Kaizen e o que é uma Estratégia Kaizen • Aprenda as metodologias do TQC: introdução de standards de
TQC. Perceba que tipo de resultados se podem obter, as controlo de qualidade, resolução estruturada de problemas,
principais áreas de intervenção e o tipo de investimento matriz auto qualidade e 6 Sigma;
necessário; • Analise histórias de sucesso de resolução de problemas da
• Aprenda a iniciar uma Estratégia Kaizen TQC na empresa; qualidade.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Introdução ao TQC e 6 Sigma;


• Ferramentas básicas Kaizen de Melhoria de Qualidade
(standards Kaizen e SDCA); GESTÃO VISUAL
• Resolução estruturada de problemas;
• Introdução ao 6 Sigma;
• Organização de projectos 6 Sigma;
• Selecção de projectos 6 Sigma; MELHORIA
• Selecção de Black Belts;
• Definição inicial de projectos;
• Exemplos e exercícios de aplicação.
TRABALHO GESTÃO
STANDARD STANDARD

Q C

D S

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível de Direcção Executiva (Geral, Qualidade, Engenharia, Produção, Melhoria Contínua, Recursos
Humanos) com interesse pela melhoria da Qualidade e desenvolvimento de recursos humanos.
20

• Compreenda o Processo e Resultados de


uma Estratégia Kaizen TQC.
TQC - Total Quality Control
Descrição
• Aprenda a eliminar no terreno e consistentemente as causas • Aprenda a técnica Kaizen da Análise Diferencial que tanto
dos problemas de Qualidade; permite atacar com sucesso problemas de qualidade simples
• Aprenda as técnicas básicas necessárias para identificar as (da ordem da %) como problemas complicados (da ordem dos
causas dos problemas e iniciar o esforço de melhoria; PPM).
• Aprenda a desenvolver standards de controlo de qualidade
eficazes na resolução dos problemas;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O mecanismo de geração de defeituosos (variabilidade


de factores causais);
• As 7 ferramentas básicas do Controlo da Qualidade;
• A Análise Diferencial (ferramenta exclusiva desenvolvida
pelo Kaizen Institute);
• A aplicação do PDCA e DMAIC a projectos de resolução
de problemas da qualidade;
• Técnicas de base do Kaizen que ajudam a resolver
problemas de qualidade (5S, Gestão Visual,
Normalização);
• Casos de estudo.

PE AS
BOAS

DEFEITOS

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia,
Planeamento e Melhoria Contínua;
• Todos os interessados em aprender técnicas práticas e altamente eficazes para resolver falhas internas e externas. 21

• Domine a Melhoria da Qualidade na


prática.
TQC - Total Quality Control

Descrição
• Perceba o mecanismo de geração de defeitos baseado na • Aprenda a realizar um Projecto de Melhoria da Qualidade ba-
variabilidade dos factores causais; seado na QC Story e no PDCA.
• Aprenda as 7 ferramentas de controlo da qualidade (Ficha de
Verificação, Diagrama de Pareto, Histograma, Causa e Efeito,
Gráficos de Tendência, Cartas de Controlo e Diagramas de
dispersão);

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Ciclo PDCA;
• Ferramenta 3C;
• 4 Secções do 3C;
• Análise dos 5 Porquês;
• Análise Diferencial (baseada nos 5W1H);
• Resolução de Problemas em 8 etapas: KAIZEN® Board. DEFEITOS

PE AS
BOAS

DEFEITOS

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia,
Planeamento e Melhoria Contínua;
22 • Todos os interessados em aprender técnicas práticas e altamente eficazes para resolver falhas internas e externas.

• Domine a Melhoria de Qualidade na


prática.
TQC - Total Quality Control
Descrição
• Aprenda as técnicas mais avançadas necessárias para imple- • Torne realmente eficaz o Auto controlo da Qualidade efectuado
mentar a Qualidade Total e o Zero Defeitos; pelos operadores.
• Aprenda a metodologia da Qualidade Autónoma que utiliza a
Matriz Auto Qualidade e que permite obter o Zero Defeitos em
linhas de montagem e fabrico aplicando as ferramentas de
normalização de métodos, normalização da inspecção, Poka
Yoke, SPC e Autonomation (parar antes de fazer defeito);

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Definição dos objectivos da Qualidade Autónoma;


• A Matriz Auto Qualidade (ferramenta exclusiva
desenvolvida pelo Kaizen Institute);
• Jogo de simulação Auto Qualidade.

Q6 - 7

DURAÇÃO 3 dias

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível dos departamentos de Qualidade, Engenharia, Produção, Melhoria Contínua;
• Todos os interessados em tornar eficaz o Auto Controlo dos operadores, assim como resolver os mais complicados
problemas de qualidade. 23

• A Inovação e a melhoria prática da


Qualidade e o Zero Defeitos.
TQC - Total Quality Control

Descrição
• Aprenda a identificar e eliminar defeitos através de um método • Aprenda a controlar os problemas ao nível da raíz eliminando
de resolução de problemas estruturado, baseado em dados, a necessidade de processos desnecessários de rework e
utilizando recolha de dados rigorosa e análises estatísticas; inspecção.
• Aprenda as principais ferramentas utilizadas nos projectos de
melhoria da qualidade 6 Sigma, nomeadamente: ciclo DMAIC,
carta de projecto, mapa de processo, matriz causa e efeito,
análise VMEA, método de medição, testes de hipóteses e
desenho de experiências;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Introdução ao 6 Sigma;
• O ciclo DMAIC usado nos projectos 6 Sigma;
• A selecção de projectos 6 Sigma;
• A gestão de projectos 6 Sigma;
• O 6 Sigma na estratégia global;
• Técnicas 6 Sigma na fase Definir: carta de projecto,
análise diferencial, mapa de processo, matriz causa e
efeito, análise VMEA – Variation Mode Effect Analisys;
• Técnicas 6 Sigma na fase Medir: tipos de variáveis,
planos de recolha de dados, sistemas de medição,
capacidade de processo, teste de hipóteses, desenho
de experiências; CONFOR
ME
• Casos de Estudo 6 Sigma.

E
ORM
CONF

DEPOIS

S
ANTE

DURAÇÃO 3 dias

Grupo alvo
• Técnicos e Interessados ao nível dos departamentos de Produção, Qualidade e Melhoria Contínua.

24

• Compreenda o Processo e Resultados de


uma Estratégia Kaizen 6 Sigma.
TSM - Total Service Management
Descrição
• Aprenda o que é o Kaizen e o que é uma Estratégia Kaizen • Aprenda como iniciar uma estratégia Kaizen TSM na empresa;
TSM (melhoria de processos administrativos). Perceba que tipo • Perceba as principais técnicas Kaizen TSM de melhoria de
de resultados se podem obter, as principais áreas de inter- processos administrativos e resolução de problemas.
venção e o tipo de investimento necessário;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O que é o Kaizen e o KMS - Kaizen Management System;


• Princípios e Conceitos da filosofia Kaizen;
• O que é uma Estratégia Kaizen TSM;
• Como implementar uma Estratégia Kaizen TSM;
• As 6 etapas a caminho da excelência;
• Desperdícios no Office;
• As principais ferramentas utilizadas tais como 5S’s
Office, Normalização, Office VSD (Value Stream Design),
Gestão Visual, Trabalho em Equipa, Flexibilidade, etc…
• Apresentação de casos reais.

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível de Direcção de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia, Planeamento e Melhoria
Contínua de empresas de todos os sectores com interesse pela melhoria da Produtividade nas tarefas administrativas
e de suporte bem como pelo desenvolvimento de recursos humanos. 25

• Compreenda o Processo e Resultados de


uma Estratégia Kaizen TSM.
TSM - Total Service Management

Descrição
• Aprenda a criar uma dinâmica de melhoria num serviço; • Aprenda a melhorar a motivação dos colaboradores;
• Saiba como obter mudanças práticas imediatas; • Fique a dominar o conceito de Auto-organização – criação das
• Saiba como optimizar os postos e o ambiente de trabalho; bases de melhoria individual.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Reconhecer e eliminar os desperdícios;


• As bases de melhoria – Técnica dos 5S’s;
• Plano de Acções Kaizen PDCA;
• Princípios genéricos da Gestão Visual;
• Técnica da Gestão Visual;
• Auditoria Nível 1;
• Exemplos e exercícios de aplicação.

NORMALIZA O DISCIPLINA TRIAGEM

MELHORIA DO
POSTO DE
TRABALHO

LIMPEZA ARRUMA O

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Interessados na organização dos postos de trabalho relativos a tarefas administrativas e de suporte.

26

• Aprenda a manter permanentemente o


posto de trabalho organizado.
TSM - Total Service Management
Descrição
• Aprenda a simplificar as tarefas individuais; • Saiba como eliminar erros e omissões;
• Aprenda a identificar as actividades que não acrescentam valor; • Aprenda a melhorar a eficácia das tarefas;
• Aprenda a normalizar no sentido da eliminação do Muda; • Aprenda a normalizar a gestão de stocks.
• Conheça como eliminar causas de stress e tensão;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Process Mapping;
• One Point Lessons;
• Sistema Kanban no Kaizen TSM;
• Responsabilidades e matriz representativa;
• Informação e comunicação normalizada;
• Standards para eliminar erros e aumentar a eficácia;
• Normalização de procedimentos e formulários;
• Reuniões internas de melhoria contínua;
• Auditoria Nível 2;
Qualidade
• Exemplos e exercícios de aplicação.
Roda da
melhoria

Norma
Cultura Qualidade

Tempo

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Interessados na melhoria de tarefas administrativas e de suporte.

27

• Eliminação de erros e omissões nas tarefas


individuais.
TSM - Total Service Management

Descrição
• Aprenda a melhorar os processos, reduzir os prazos e os custos • Saiba como identificar as esperas (Muda);
enquanto se melhora o serviço ao cliente; • Aprenda a melhorar os processos tendo por base a criação de
• Aprenda a mapear o processo e a identificar os problemas; fluxo.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Definição dos objectivos da melhoria de processos;


• Definição dos objectivos do Value Stream Design;
• Utilização do Value Stream Design;
• Criação de fluxo nos processos administrativos;
• Oportunidades de melhoria;
• Auditoria Nível 3;
• Exemplos e exercícios de aplicação.

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Interessados na criação de fluxo nos processos administrativos e de suporte.

28

• Melhoria da performance dos processos


administrativos.
TSM - Total Service Management
Descrição
• Aprenda a pilotar a actividade de maneira autónoma com indi-
cadores de performance;
• Aprenda a praticar o desdobramento de objectivos;
• Saiba como fazer para que as equipas desenvolvam as suas
actividades orientadas para os objectivos.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Indicadores e gestão visual;


• Quadros de equipas;
• Optimização em equipa;
• Condução da mudança;
• Auditoria Nível 4.

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Interessados na gestão por objectivos em processos administrativos e de suporte.

29

• Os objectivos estratégicos da empresa


desdobrados em objectivos da equipa e
individuais.
TCM - Total Change Management

Descrição
• Aprenda o modelo TCM – Total Change Managament usado • Aprenda o significado da construção da capacidade de mudança,
para facilitar a introdução das técnicas de melhoria; da necessidade de direcção e controlo e do desenvolvimento
• Aprenda como vencer a resistência à mudança e mudar os de um modelo de melhoria contínua eficaz e adaptado à empre-
paradigmas; sa.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Necessidade de gestão da mudança;


• Como desenvolver capacidade de mudança na gestão
de topo, nos líderes de terreno e nos consultores internos;
• Como criar processos Kaizen eficazes;
• Como estabelecer direccionamento e controlo (objectivos
e performance);
• Casos de estudo.

DURAÇÃO 1 dia

Grupo alvo
• Interessados ou responsáveis pela gestão da mudança.

30

• O vencer dos paradigmas e a promoção


da Melhoria Contínua.
TCM - Total Change Management
Descrição
• Aprenda a realizar uma auditoria Kaizen de acordo com o mode- • Aprenda a controlar os resultados e a motivar os responsáveis
lo de melhoria contínua KMS – Kaizen Management System; pela sua consecução;
• Aprenda a estabelecer objectivos de melhoria aos vários níveis • Aprenda a integrar os resultados nos exercícios de orçamentação
da empresa; e avaliação de recursos humanos.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O modelo TCM – Total Change Management;


• Auditoria e avaliação;
• Estabelecimento de objectivos;
• Controlo de performance;
• Integração no orçamento e na avaliação de recursos
humanos;
• Casos de estudo.

DURAÇÃO 3 dias

Grupo alvo
• Interessados em desenvolver capacidade de realização de auditorias Kaizen.

31

• A auditoria KMS – Kaizen Management


System.
TCM - Total Change Management

Descrição
• Os projectos de melhoria contínua, para contribuírem decisiva- • Aprenda a criar uma Visão de Melhoria através da eliminação
mente para os resultados da empresa, necessitam de contar de Muda (desperdício) e guiar grupos de trabalho para a elimi-
com a capacidade de mudança dos intervenientes. nação de Muda e melhoria no terreno;
• Aprenda a organizar e orientar eventos Kaizen na empresa tais • Aprenda a criar um espírito de equipa e a motivar os participantes
como Workhops Intensivos Gemba Kaizen e outras actividades nos grupos de trabalho dos vários eventos Kaizen, através da
de melhoria em equipas multifuncionais; Gestão Visual e outras técnicas de motivação.
• Compreenda o papel de um Supervisor Kaizen (ou Supervisor
de Melhoria Contínua) capaz de organizar e orientar eventos
Kaizen e de conseguir resultados rápidos;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• As qualidades de um Supervisor;
• Orientar a equipa numa cultura Kaizen;
• A gestão da Mudança;
• Organização de Workshops Gemba Kaizen;
• Organização de Actividades de Melhoria no dia a dia;
• Gestão dos Workshops Gemba Kaizen;
• Conseguir a motivação;
• Gestão Visual das Actividades;
• Comunicação Interna e Externa;
• Seguimento e Reconhecimento. LINHA 100

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível dos departamentos de Qualidade, Engenharia, Produção, Melhoria Contínua;
• Outros responsáveis que possam tomar conta da função Orientação de Workshops de Melhoria Contínua na empresa.
32

• Orientar o Kaizen no terreno, envolvendo


equipas de trabalho.
TCM - Total Change Management
Descrição
• O treino de supervisores e chefias directas é uma característica • Objectivo: Capacitar supervisores para,
essencial de qualquer programa de melhoria contínua Kaizen; · Treinarem rápida e eficazmente os seus subordinados;
• A TMC – Toyota Motor Company utiliza este método de 3 mó- · Solucionarem eficazmente conflitos com subordinados;
dulos desenvolvido nos EUA durante a 2ª guerra mundial; · Prevenirem o aparecimento de conflitos com subor-
dinados;
· Eliminarem Muda (desperdício) e proporem melhorias
de métodos.

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• O papel do supervisor ou chefe de equipa;


• Instrução do Trabalho (JI):
Ensina os supervisores a rapidamente treinarem
funcionários para uma correcta, segura e consciente
realização do trabalho.

• Relações no Trabalho (JR):


Ensina os supervisores a desenvolver e manter Chefias proactivas
relações positivas com os funcionários, de forma a
prevenir problemas e resolver eficazmente qualquer
conflito. Métodos do Trabalho: maximizar o uso de
máquinas, materiais e mão obra
• Métodos do Trabalho (JM):
Ensina os supervisores a melhorar continuamente os Relações no Trabalho: motivar e utilizar o
métodos e locais de trabalho. potencial das pessoas

Instrução do Trabalho: treinar mão de obra rápida


e eficazmente

MUDANÇA DA CULTURA

DURAÇÃO 3 módulos de 10 horas em 3 semanas distintas

Grupo alvo
• Supervisores e chefes de equipa.

33

• Melhorar as capacidades de supervisores


e chefes de equipa.
TCM - Total Change Management

Descrição
• A empresa que pretende entrar no caminho da melhoria contínua • Aprenda a criar uma Visão Operacional;
necessita de montar um Sistema de Gestão da Melhoria Con- • Aprenda a gerir o ciclo de melhoria contínua através do Policy
tínua (KMS – Kaizen Management System). Aprenda a organizar Deployment, seguimento dos resultados e normalização do
um Sistema de Gestão de Melhoria Contínua (KMS-Kaizen progresso.
Management System) na empresa;

PERDAS CULTURA NŒVEL DE SERVI O PRODUTIVIDADE STOCKS DISPONIBILIDADE TEMPO DE CICLO DEFEITOS MOTIVA O
P R O G R A M A

• Gerir numa cultura Kaizen;


• A gestão da Mudança;
• Estruturação do serviço Kaizen (ou Serviço Melhoria
Contínua);
• Formação de equipas;
• Indicadores internos e externos;
• Conseguir a motivação;
• Gestão Visual das Actividades;
• Comunicação Interna e Externa;
• Policy Deployment.

sucesso

DURAÇÃO 2 dias

Grupo alvo
• Responsáveis ao nível de Direcção de Produção, Manutenção, Logística, Qualidade, Engenharia, Planeamento e Melhoria
Contínua.
34

• Formar responsáveis de melhoria contínua


e desenhar uma estratégia de melhoria à
medida da empresa.
maaa ooo ppprrr ttiticiccaaa
Estamos à sua disposição para esclarecer qualquer dúvida sobre o conteúdo
Informa es
dos cursos bem como para auxiliar na selecção da formação mais adequada às
necessidades da sua empresa.

Kaizen Institute
Contactos
Av. República, 2208 - 7º DCP
4430-196 V. N. Gaia
Tel.: +351 22 372 2886 · Fax: +351 22 372 2887
Email: portugal@kaizen.com
rm
foorrm

As inscrições podem ser feitas por fax, email ou correio.


Inscri es
Em caso de dúvida não hesite em contactar-nos.
I InInnffo

Na inscrição de 3 ou mais participantes da mesma empresa, os preços são sujei-


Pre os
tos a um desconto de 5%.
Na inscrição até um mês antes da data início do curso, os preços são sujeitos
a um desconto de 5%.

As anulações de inscrições devem ser comunicadas com uma antecedência


Anula es
mínima de 7 dias úteis antes do início do curso, sendo neste caso reembolsado
o valor total da inscrição. A partir desta data não haverá lugar a reembolso,
podendo os participantes fazer-se substituir.

35
A teoria

A síntese dos trabalhos desenvolvidos


A prática simulada
Reino Unido Polónia Eslováquia
Alemanha Rússia
França República Checa
Texas Hungria
Espanha Japão
Estados Áustria
Unidos Portugal Roménia
da América Itália China
Nova Deli
Egipto
Suiça
Bahrein Índia
EAU
México
Arábia
Saudita Filipinas
Bombaím
Guana Quénia Chennai Indonésia
Tailândia
Brasil

Malásia

Maurícias
Austrália

Nova
Zelândia

Alexandra Caramalho
Tel.: +351 22 372 2886
Email: acaramalho@kaizen.com

Kaizen Institute
Av. da República, 2208 - 7o DCP
4430-196 V. N. Gaia
Tel.: +351 22 372 2886 · Fax: +351 22 372 2887

Email: portugal@kaizen.com
www.kaizen.com